União reconhece situação de emergência pela seca em 147 municípios do RN; em Acari, Gargalheiras está totalmente vazio

Açude Gargalheiras, em Acari, está totalmente seco por conta da estiagem prolongada — Foto: Anderson Barbosa/G1

O Ministério da Integração Nacional, por meio de Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil, reconheceu, em decorrência da seca, a situação de emergência em 147 municípios do Rio Grande do Norte – o que representa 88% dos municípios potiguares. No estado, faz 7 anos que as chuvas estão abaixo da média histórica.

O reconhecimento foi formalizado por meio de portaria publicada na edição desta quarta-feira (17) do Diário Oficial da União. Veja AQUI a portaria e a lista completa dos 147 municípios potiguares em situação de emergência.

Reservatórios secos

Dos 47 reservatórios monitorados pelo Instituto de Gestão das Águas do Rio Grande do Norte (Igarn), 13 encontram-se atualmente abaixo de 5% de suas capacidades de armazenamento.

Entre os reservatórios completamente secos está a Barragem Marechal Dutra, em Acari, na região Seridó, um dos maiores do estado. Mais conhecido como Gargalheiras, ele tem capacidade para mais de 44 milhões de metros cúbicos de água. Contudo, de acordo com monitoramento feito nesta terça (16), o nível atual é 0% do volume total.

O Gargalheiras foi inaugurado em 1959. E, segundo o Igarn, esta é a primeira vez, às vésperas de completar 60 anos, que a barragem seca completamente.

Fonte: https://g1.globo.com

Assembleia adere campanha do legislativo nacional para doação de lenços

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte dará início nesta quarta-feira (17) a segunda edição da campanha “Doe Lenços”. Criada pelas Secretarias de Saúde e da Mulher da União Nacional dos Legisladores e Legislativos Estaduais (Unale), em parceria com todas as Assembleias Legislativas brasileiras, a campanha acontece em função do movimento Outubro Rosa, de conscientização às mulheres sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de mama.

Os lenços podem ser entregues na sede da Casa e depois serão encaminhados à uma instituição que atua junto a mulheres em tratamento da doença. A divulgação também está sendo feita pela TV Assembleia, por meio de um vídeo institucional.

A ação acontece devido ao sucesso e à adesão de diversas Assembleias Legislativas no ano de 2017, dentre elas as Casas dos Estados da BA, CE, MA, MG, MT, PB, PE, RR, RN, RS, SC e SE, que juntas totalizaram a arrecadação de 2 mil lenços.

O período de arrecadação segue até 29 de outubro e a instituição que receberá os lenços será indicada pela Comissão de Saúde da Casa. A entrega deverá ser realizada nos dias 30 ou 31 de outubro, fechando o mês da campanha do Outubro Rosa.

Outubro Rosa

Ainda em alusão ao Outubro Rosa, a Assembleia Legislativa já homenageou grupos potiguares de apoio à mulheres com câncer e em parceria com o Grupo Reviver, também lançou um mutirão para realização de exames de mamografia em diversos pontos da capital.

É de autoria do presidente da Assembleia Legislativa do RN, o deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), a Lei aprovada e sancionada em 2015, que instituiu no calendário oficial do Estado o movimento ‘Outubro Rosa’.

Assessoria

Mostra coletiva expõe 200 obras de artistas potiguares no Museu Café Filho em Natal

200 obras de artistas potiguares são expostas no Museu Café Filho em mostra coletiva em Natal — Foto: Acervo/Fundação José Augusto

A mostra coletiva “1º Salão de Outubro”, organizada pela Fundação José Augusto, estreia nesta quarta-feira (17) no Museu Café Filho, em Natal. A exposição abre às 18h e fica em cartaz até 30 de novembro, com entrada gratuita.

O público poderá ver 200 obras de artistas potiguares expostas no museu. Formas, cores e estéticas diferenciadas de nomes como Rosa MC, Paixão, Assis Marinho e Gilvan Fernandes estarão disponíveis na mostra.

Serviço

O quê: 1º Salão de Outubro
Data: de 17 de outubro a 30 de novembro
Horário: na estreia, 18h; nos outros dias, 8h às 17h (terça a sexta-feira) e 9h às 16h (sábado e domingo)
Local: Museu Café Filho (Rua da Conceição – Cidade Alta)
Entrada: gratuita

Fonte: https://g1.globo.com

Extrema pobreza cresce no RN, mostra em plenário Hermano Morais

Em pronunciamento feito na sessão plenária desta quarta-feira (17), o deputado estadual Hermano Morais (MDB) compartilhou dados de pesquisa que colocam o Rio Grande do Norte como o 12º estado brasileiro com maior crescimento da extrema pobreza. O aumento de 5,3% para 7,2% nos últimos quatro anos foi divulgado pela consultoria Tendências, responsável pelo levantamento.

“Isso é perceptível quando vemos o número de pessoas em situação de rua, em completo abandono. É triste ver nas calçadas pessoas vivendo a céu aberto. Será um grande desafio para quem for governar o Estado reverter esse crescimento, pensando nos que mais precisam”, disse ele.

Segundo Hermano, uma política econômica mais efetiva e medidas administrativas que possam favorecer o desenvolvimento do Estado podem mudar essa realidade. “O RN oferece condições, mas infelizmente estamos com a economia estagnada, apesar do rico subsolo, das energias alternativas e do turismo”, destacou o parlamentar durante o seu pronunciamento.

Assessoria

PF pede bloqueio de bens de Temer e a prisão do Coronel Lima

Presidente Michel Temer no dia 7 de outubro.
Presidente Michel Temer no dia 7 de outubro. MARCELO CHELLO (EFE)

Na conclusão das investigações do inquérito dos portos entregue ao Supremo Tribunal Federal (STF), a Polícia Federal pediu o indiciamento e o sequestro e bloqueio de bens do presidente Michel Temer, a filha dele Maristela Temer, do ex-assessor especial da Presidência Rodrigo Rocha Loures e de outros oito investigados, conforme despacho do relator do caso na corte, Luís Roberto Barroso, a que a Reuters teve acesso.

No relatório final, a PF também solicitou ao Supremo a prisão preventiva do coronel João Baptista Lima Filho, amigo de Temer, da arquiteta Maria Rita Fratezi, mulher do coronel, e outras duas pessoas. Em despacho desta terça, Barroso disse que vai aguardar a manifestação da Procuradoria-Geral da República a respeito dos pedidos feitos pela PF antes de decidir. A PGR poderá oferecer denúncia contra Temer.

 

 

Fonte: https://brasil.elpais.com/brasil/2018/10/17/politica/1539736114_448950.html

Albert e Carla Dickson estão com Carlos Eduardo no 2º turno

O deputado estadual reeleito Albert Dickson e a vereadora e primeira suplente de Carla Dickson, ambos do PROS, estão com Carlos Eduardo para governador no segundo turno. O anúncio foi feito no início da noite desta terça-feira (16/10) ao candidato do PDT.

Albert Dickson foi reeleito para a Assembleia Legislativa com 31.698 votos. Carla Dickson obteve 60. 590 votos para deputada federal. “Vamos entrar firmes para ajudar na vitória do futuro governador Carlos Eduardo”, afirmou Albert.

Aplicativo de agendamentos de consultas médicas criado no RN completa 1 ano

Rilton Campos, idealizador do Bomédico.
O Bomédico, aplicativo criado em Natal e que facilita a marcação de consultas médicas, completa um ano em outubro. Para comemorar o aniversário com os profissionais parceiros, a plataforma passará seis meses sem cobrar dos especialistas a taxa de 5% sobre o valor do procedimento agendado.
O aplicativo pode ser baixado gratuitamente nos sistemas iOS (App Store) e Android (Google Play). O paciente não tem nenhum custo adicional pelos serviços agendados através da plataforma.
Através do Bomédico é possível agendar consultas médicas e odontológicas; recorrer a psicólogos, fisioterapeutas e nutricionistas. Além da marcação de testes e exames.
“O aplicativo facilita a vida das pessoas. Antes era preciso descobrir os telefones das clínicas e ligar para várias até conseguir horário. Com o Bomédico, esse processo é feito em segundos e com poucos cliques”, explicou Rilton Campos, idealizador da plataforma.

Assembleia Legislativa celebra 30 anos de produção cultural da Academia Mossoroense de Letras

Os 30 anos da Academia Mossoroense de Letras (Amol) foram prestigiados em sessão solene na Assembleia Legislativa que reuniu, nesta terça-feira (16),  intelectuais da cidade, um dos grandes celeiros da produção cultural do Rio Grande do Norte. A propositura foi da deputada estadual Larissa Rosado (PSDB).

“Inegavelmente, Mossoró tem contribuição histórica para o Estado e o Brasil. A cultura que é uma das marcas da cidade é um elemento do próprio desenvolvimento do Rio Grande do Norte. Nesse sentido, a produção literária da cidade é uma expressão dessa riqueza cultural. Não por acaso, Mossoró é um dos poucos municípios do Brasil que tem sua própria academia de letras, a qual hoje tem nesta Casa seus trabalhos reconhecidos”, destacou a propositora da homenagem.

Nomes que fomentaram a produção literária de Mossoró desfilaram no Plenário Clóvis Motta. Foram homenageados nomes como Filemon Pimenta (autor do recente ‘Fatos do Tempo’), Benedito Vasconcelos Mendes, idealizador do Museu do Sertão de Mossoró, Elder Heronildes da Silva, que falou em nome dos homenageados.

“A Amol vem sendo responsável por preservar parte de nosso patrimônio cultural. Mossoró eleva aqui sua voz em gratidão à Assembleia Legislativa, que dignifica o âmago de tanta gente. Muito obrigado não só à deputada propositora, mas a todos aqueles que anuíram à homenagem”, destacou Heronildes.

Foram ainda agraciados pelas honrarias Francisco Obery Rodrigues, Geraldo Maia do Nascimento, Josafá Inácio da Costa, José Welligton Barreto, Maria do Socorro Cavalcanti, Ricardo Alfredo de Souza, Padre Sátiro Cavalcanti Dantas, Taniamá Vieira da Silva Barreto, Wilson Bezerra de Moura e Zélia Macêdo Lopes Heronildes da Silva.

Em evento pró-Haddad, Cid Gomes, irmão de Ciro, diz que vitória de Bolsonaro será culpa do PT e ataca militantes: ‘Vão perder’

Resultado de imagem para Cid Gomes
Foto: da Internet

Um ato de apoio à campanha de Fernando Haddad (PT) no Ceará , no Marina Park, foi marcado pela discussão do senador eleito Cid Gomes (PDT), irmão de Ciro Gomes (PDT), com militantes petistas. Escalado para ser o primeiro a discursar, Cid cobrou um pedido de desculpas do PT pelas “besteiras que fizeram”. Cid disse, ainda, que o partido “criou” Jair Bolsonaro (PSL), que lidera as pesquisas para a Presidência. Ao ser vaiado, disse que o partido vai “perder feio” a eleição se não assumir seus erros, e lembrou que o ex-presidente Lula está preso.

Inicialmente aplaudido, o ex-governador do Ceará cobrou dos petistas presentes que o partido fizesse um “mea culpa” se quisesse vencer a eleição.

– Não cabe a mim cobrar mea culpa de ninguém. Eu conheço o Haddad, é uma boa pessoa, tenho zero problema de votar no Haddad – disse Cid, antes de continuar:

– Mas se quiser dar um exemplo pro país, tem que fazer um mea culpa, tem que pedir desculpas, tem que ter humildade e reconhecer que fizeram muita besteira.

A frase gerou uma reação dividida na plateia. Um deles chamou a atenção de Cid e o senador eleito, apontando para o militante, iniciou uma série de críticas ao partido.

Veja o vídeo:

 

Fonte: https://oglobo.globo.com/brasil/em-evento-pro-haddad-cid-gomes-irmao-de-ciro-diz-que-vitoria-de-bolsonaro-sera-culpa-do-pt-ataca-militantes-vao-perder-23158876

Prefeitos do Seridó e Agreste anunciam apoio a Carlos Eduardo

O candidato a governador pelo PDT, ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo, recebeu nesta segunda-feira (15/10) dois apoios importantes de prefeitos do Seridó e do Agreste. Hudson Pereira de Brito (PSD), de Santana do Seridó e Fernando Teixeira (PSDB) declararam voto no segundo turno para Carlos Eduardo por entender que somente a sua candidatura será capaz de livrar o Rio Grande do Norte “da incompetência e do desastre do PT”.

Quatro vezes prefeito de Santana do Seridó, Hudson Pereira traz com seu engajamento a vice-prefeita Tatiana Fátima (PSD), o presidente da Câmara Municipal, Juarez Bezerra (PSD) e outros vereadores: Sebastião Azevedo Berré (MDB), José Vicente (PSD), Luiz do Tuiuiú (PSD), Caio Cabral (PSD) e Ivan Dantas (PSD).

Do Agreste, o prefeito Fernando Teixeira (PSDB) está com Carlos Eduardo e veio com todo o seu grupo político: Vice-Prefeito Toinho de Venceslau (PSDB) e vereadores: Maria Fernanda, Naldo Picolé, Evânia Cristiane, Andson Carlos (PDT), Ednalva Paulino (MDB), Daíze Florêncio (PSD) e Maria da Pia (PSD).

Setembro Cidadão completa meia década e recebe homenagem na Assembleia Legislativa

A terra do Sol e do Sal é também, há cinco anos, a terra da Cidadania. A iniciativa potiguar do Setembro Cidadão, pioneira em todo o País, recebeu homenagem na Assembleia Legislativa na manhã desta segunda-feira (15), em sessão solene por iniciativa do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). O parlamentar se comprometeu a que o parlamento continue apoiando o projeto, idealizado pelo juiz Jarbas Bezerra e a advogada e secretária judiciária do TRE, Lígia Limeira. Os deputados Cristiane Dantas (PPL) e Hermano Morais (MDB) também prestigiaram a homenagem.

“Os cinco anos do Setembro Cidadão, hoje comemorados, refletem que, cada vez mais, a iniciativa de criá-lo foi um grande passo para promover contribuições que incidirão na formação de pessoas responsáveis e solidárias, que conheçam e exerçam os seus direitos e deveres em diálogo e em respeito aos outros”, destacou o deputado, que fez um resumo das ações desta edição, onde foram realizadas mais de 25 atividades por todo o Estado: educação, inclusão social, esporte, música, literatura, história e muita cultura.

Os ajustes na lei, a criação de um Selo Comemorativo e o apoio ao Memorial, para que, a exemplo deste ano, continue itinerante nos shoppings da cidade e assim dê ainda mais visibilidade ao projeto, foram os pleitos do juiz Jarbas Bezerra, aos quais o presidente externou o total apoio da Casa.

Ezequiel Ferreira ressaltou que uma das premissas da construção das sociedades contemporâneas é de que os indivíduos, na condição de cidadãos, possuam direitos respeitados pelo Estado e pela sociedade, como o de participar politicamente da construção de sua própria sociedade.

“Quanto maior a participação dos cidadãos, maiores as chances de que se produzam melhorias nas condições de vida da população e para atuarmos precisamos somar forças e compartilhar conhecimentos e responsabilidades”, disse o deputado.

Em seu pronunciamento, Jarbas Bezerra fez um agradecimento aos poderes Legislativo e Executivo pela aprovação e sanção da lei, respectivamente, e de forma nominal a todos os que, em suas áreas de atuação profissional, contribuíram e vem contribuindo para o fortalecimento do projeto em suas áreas específicas. Além dos idealizadores, foram homenageados na solenidade Arturo Arruda Câmara, João Maria Mendonça de Moura, Lúcia de Fátima de Oliveira Barbosa, Marco Antônio Medeiros, Ricardo Pinto de Araújo e Sâmya Aby Faraj Linhares Bastos.

“Ao agradecer a presença de todos os que estão aqui, amigos, autoridades e pessoas que compõem o nosso programa, destaco que nós precisamos da união, é a conjugação de todos que pode transformar este País numa grande nação”, encerrou o juiz Jarbas Bezerra.

Nova carreata reforça apoio de Bolsonaro a Carlos Eduardo

De São Gonçalo do Amarante a Natal, centenas de carros e milhares de eleitores percorreram os 17 quilômetros que separam os dois municípios em novo ato público de apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) ao candidato a governador do Rio Grande do Norte, ex-prefeito da capital Carlos Eduardo(PDT).

Promovida pelos bolsonaristas, a carreata reforçou a dobradinha entre os candidatos a Presidente da República e a governador contra os desmandos do PT. “PT nunca mais!, pelo Brasil e pelo Rio Grande do Norte”, foi a expressão mais ouvida. Lideranças que apoiam Bolsonaro e Carlos Eduardo demonstraram vibração e certeza na vitória de ambos no segundo turno.

Moro homologa delação de ex-executivo da Mendes Júnior

Resultado de imagem para Moro
Foto: da Internet

O juiz federal Sérgio Moro homologou a delação premiada de Rogério Cunha de Oliveira, ex-executivo da Mendes Júnior condenado a 25 anos, 8 meses e 20 dias na Operação Lava Jato. Segundo os termos do acordo, ele ficará um ano seis e meses em regime fechado. Cunha iniciou em agosto o cumprimento de sua pena, que chegou a ser reduzida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A Corte levou em consideração a confissão de crimes pelo executivo.

A multa do acordo foi inicialmente prevista em R$ 3,2 milhões, mas foi aumentada para R$ 4,3 milhões em meio às negociações após o ex-executivo reconhecer voluntariamente que havia omitido pagamento de R$ 700 mil a um ‘conhecido operador financeiro’.

O acordo prevê que, após um ano e seis meses em regime fechado, Cunha fique dois anos e meio em domiciliar, com tornozeleira, passe quatro anos em semi aberto e cinco anos em aberto.

No dia 3 de novembro de 2015, o juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-executivo a 17 anos e quatro meses de prisão. O processo envolvia o pagamento de R$ 31,4 milhões à diretoria de Abastecimento da Petrobrás. De acordo com a sentença, apenas um dos crimes de corrupção envolveu pagamento de R$ 9 milhões.

Sem sucesso, executivos da Mendes Júnior têm negociado delação premiada. A defesa da empreiteira tem afirmado que está disponível para colaborar com as autoridades e aguarda ser chamada pela Justiça.

Dois termos de delação de Rogério da Cunha foram anexados à ação penal em que é réu desde março de 2018. Ele é acusado, ao lado de executivos da Odebrecht, de pagar propinas para o ex-gerente da Petrobrás Simão Tuma.

Segundo a acusação, além de ter repassado informações sigilosas aos agentes corruptores durante a fase licitatória, Tuma atuou de forma decisiva para que a Petrobrás dispensasse nova licitação e efetuasse a contratação direta do consórcio Pipe Rack no montante inicial de R$ 1.869.624.800,00. O valor das propinas foi ajustado em 1% do valor do contrato, isto é, cerca de R$ 18 milhões.

Em seu depoimento, Rogério admite que a Mendes Júnior fez os pagamentos ‘simulados’ de propinas por meio do operador Rodrigo Tacla Duran. O ex-executivo entregou à força-tarefa contratos entre o advogado e a empreiteira.

 

Fonte: https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/moro-homologa-delacao-de-ex-executivo-da-mendes-junior/

Bolsonaro mantém grande diferença de Haddad, mostra pesquisa BTG/FSB

Foto: da Internet
Primeira pesquisa BTG/FSB divulgada neste segundo turno para a corrida presidencial mostra Jair Bolsonaro (PSL) na frente, com 59% dos votos válidos (aqueles que excluem brancos, nulos e indecisos). Ele está 18 pontos percentuais à frente de Fernando Haddad (PT), que tem 41% dos votos válidos.

Considerando os votos totais, o candidato do PSL tem 51% e o petista, 35%. A pesquisa também traz a decisão de voto dos eleitores: entre quem vota em Bolsonaro, 94% afirmam que a decisão é definitiva; já entre quem vota em Haddad, 89% afirmam ser uma decisão definitiva.

O levantamento mediu, ainda, a rejeição dos candidatos: Haddad tem índice de 53% e Bolsonaro, 38%.

Pesquisa para presidente – 2º turno

Estimulada, % dos votos totais

grafico-1

Pesquisa para presidente – 2º turno

Estimulada, % dos votos válidos

grafico-2

Pesquisa realizada pelo BTG/FSB de 13/out a 14/out/2018 com 2.000 entrevistados (Brasil, por telefone). Contratada por: BANCO BTG PACTUAL. Registro no TSE: BR-07950/2018. Margem de erro: 2 pontos percentuais. Confiança: 95%. *Não sabe / Não respondeu.

 

Fonte: https://www.tribunapr.com.br/noticias/politica/bolsonaro-mantem-grande-diferenca-de-haddad-mostra-pesquisa-btgfsb/

Aliado de Ciro anuncia apoio a Bolsonaro, que ganha primeiro palanque no NE

Resultado de imagem para Carlos Eduardo
Foto: da Internet

O candidato à Presidência da República pelo PSL, Jair Bolsonaro, ganhou seu primeiro palanque no Nordeste para o 2º turno nesta sexta-feira (12). O candidato do PDT ao governo do Rio Grande do Norte, que também disputa o segundo turno, anunciou que apoia o capitão reformado do Exército. Carlos Eduardo (PDT) enfrenta Fátima Bezerra (PT) na votação do próximo dia 28.

No país todo, Bolsonaro leva vantagem neste quesito e terá mais palanques que Haddad: de 28 candidatos que disputam governos estaduais no segundo turno, 12 já anunciaram que apoiam o candidato do PSL.

No início da semana, o PDT anunciou que daria um “apoio crítico” a Fernando Haddad (PT), mas o presidenciável do partido, Ciro Gomes, que ficou em terceiro lugar na disputa, não quis falar sobre a decisão da legenda nem manifestar apoio particular.

O PDT informou que Ciro não subirá ao palanque nem fará campanha, e o candidato viajou para a Europa, devendo voltar apenas na semana da votação do segundo turno, segundo sua assessoria de imprensa. Foi um revés para o petista, que esperava ver Ciro engajado na campanha ao longo do segundo turno.

A falta de firmeza no apoio do presidenciável do PDT pode ter estimulado o candidato da sigla no RN a marcar posição favorável a Bolsonaro, que precisa de bandeiras em relação a sua adversária, correligionária de Haddad. Fátima ficou na frente no primeiro turno, com 46,17% dos votos válidos, contra 32,45% de Carlos Eduardo.

O UOL procurou o presidente do PDT, Carlos Lupi, para perguntar se caberia alguma espécie de sanção em relação ao candidato, por ter contrariado a orientação do partido, mas ele não atendeu aos telefonemas. A direção nacional também foi procurada, por meio de sua assessoria de imprensa, mas não retornou os contatos até a publicação desta reportagem. Ao jornal Folha de S. Paulo, Lupi afirmou que não via problema na declaração de apoio. “Não posso impor uma situação que inviabilize meu candidato”, afirmou.

Eduardo divulgou seu apoio por meio de um vídeo distribuído em grupos de WhatsApp. Até a tarde desta sexta, não havia sido publicado nos canais oficiais do candidato no Facebook, Twitter, Instagram ou Youtube. O UOL não conseguiu contato com a assessoria de imprensa do candidato, mas a um jornal local, a campanha confirmou a autenticidade do vídeo e do apoio.

No vídeo, ele lamenta a ausência de Ciro Gomes no segundo turno. Diz que o PT assumiu prometendo um país mais justo com emprego, educação e saúde.

“Doze anos depois, temos um Brasil dividido e vivendo sua maior crise econômica, com 13 milhões de desempregados, a maior violência de todos os tempos e a maior crise ético e moral de toda sua história”, afirma Eduardo na mensagem. “Por tudo isso, e para que o Rio Grande do Norte não fique de fora no novo Brasil que sairá vencedor das urnas, Bolsonaro presidente.”

 

 

Fonte: https://noticias.uol.com.br/politica/eleicoes/2018/noticias/2018/10/12/eleicoes-2018-2-turno-nordeste-bolsonaro-haddad-rn-pdt-carlos-eduardo.htm