Archive for setembro 16th, 2017

Assassinada aos 18, Mayara chegou a sonhar com futuro no handebol

Mayara Fontoura Holsback posa para foto (Foto: Arquivo pessoal)
Mayara Fontoura Holsback posa para foto (Foto: Arquivo pessoal)

Mayara Fontoura Holsback, 18 anos, morta com golpes de objeto cortante na própria cama. Essa é a cena encontrada pela Polícia Civil de Campo Grande na madrugada de sábado (16), ligada a um caso que tem como principal suspeito o ex-namorado da jovem, indício de um possível feminicídio.

Na tarde deste sábado, a violência do crime contrastava com o ruído quase inexistente no velório, e com o número de pessoas que chegavam ao local onde a cerimônia ocorre, na Pax São João Batista, em Campo Grande.

No espaço, concentravam-se amigos íntimos e família. O silêncio da perda só foi interrompido pelo som da angústia: o choro indicava a chegada da mãe de Mayara, Ana Fontoura Dias, e foi o único barulho que se ouviu durante os momentos que acompanharam sua chegada da até a entrada no velório.

O caso pode ser mais um feminicídio a integrar a extensa lista de casos como este em Mato Grosso do Sul, Estado marcado pela violência de gênero. Isso porque a família, os amigos e os vizinhos apontam o ex-namorado como principal suspeito.

Investigada pela Deam (Delegacia especializada no atendimento à mulher), a autoria do crime ainda não tem confirmação.

 

Fonte:https://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/assassinada-aos-18-mayara-chegou-a-sonhar-com-futuro-no-handebol

Marcelo Rezende morre aos 65 anos em São Paulo

Resultado de imagem para Morre Marcelo Rezende

O jornalista Marcelo Rezende morreu neste sábado (16), aos 65 anos, na zona sul de São Paulo. Um dos maiores nomes do jornalismo brasileiro, o apresentador da Record TV lutava contra um câncer no pâncreas e no fígado desde o final de abril. A informação foi confirmada pelo Hospital Moriah, onde estava internado desde terça-feira (12).

Ainda não foram divulgadas informações sobre velório e enterro.

 

R7

STF deve rejeitar pedido para ‘sustar’ nova acusação

Resultado de imagem para fachin e janot
Foto: Pedro Ladeira/Folhapress

Brasília, 16 – O Supremo Tribunal Federal (STF) não deve atender, em julgamento marcado para a próxima quarta-feira, ao pedido do Palácio do Planalto para suspender a nova denúncia contra o presidente Michel Temer por organização criminosa e obstrução de Justiça. Segundo o jornal O Estadão.

 

veja notícia: Click aqui

Ezequiel Ferreira está unido ao grito das facções por mais emprego e renda no interior potiguar

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), é um defensor e apoiador dos programas de geração de emprego e renda no Estado e saiu em defesa do o Programa de Interiorização da Indústria (Pró-Sertão). Neste sábado (16), acontece audiência pública na Câmara Municipal de São José do Seridó, intitulada “O Grito das Facções”. O debate será em torno da ação do Ministério Público do Trabalho (MPT) contra o Pró-Sertão, que chegou a criar cerca de 100 facções têxteis no interior do Rio Grande do Norte.

“As facções têxteis são um expoente dentre as ações de geração de emprego e renda no Rio Grande do Norte. Chegou num momento de crise, oportunizando emprego para o semiárido combalido diante de um cenário de seca e precisa ter olhar especial da sociedade, principalmente das instituições. Do contrário corremos sério risco de termos uma situação de crise provocada por 6 anos de seca ainda mais agravada com o fechamento de vagas de trabalho”, reagiu o deputado Ezequiel Ferreira, estimulando o debate em torno da polêmica que se gerou no âmbito do Ministério Público do Trabalho (MPT/RN).

O problema que os pequenos e microempresários de facções têxteis do interior passam foi ocasionado após entendimento do MPT/RN, que compreendeu ser a Guararapes e não as facções a responsável pela contratação dos profissionais de costura terceirizados. Com a decisão da Instituição, pelo menos 62 unidades têxteis do Seridó, distribuídas pelas cidades de Parelhas, Cerro-Corá, São José do Seridó, São Vicente, Acari e Jardim do Seridó, e cerca de 2.600 trabalhadores, devem ser prejudicados.