Archive for novembro 30th, 2017

Carlos Augusto parabeniza Bombeiros por centenário da corporação

Em pronunciamento na sessão desta quinta-feira (23), o deputado estadual Hermano Morais (PMDB) comentou sobre o movimento de prefeitos do Rio Grande do Norte e de todo o Brasil que estão em Brasília cobrando do Governo Federal, ajuda financeira para reequilibrar as contas de seus municípios. Gestores de todo o país se movimentaram para pedir que o Governo liberasse recursos da ordem de R$ 4 bilhões para distribuir com os municípios em crise.

“Apelo aos parlamentares federais do Rio Grande do Norte para que eles reforcem o pedido ao presidente Michel Temer”, disse Hermano, afirmando que os municípios precisam de condição especial por parte do Planalto. O parlamentar lembrou do Pacto Federativo, apontando a distribuição justa dos recursos da União como a solução para salvar, tanto estados quanto municípios, da crise que atinge a todos “, ressaltou.

Em seu discurso, Hermano Morais falou ainda sobre o mais recente relatório do CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – apontando para uma reação positiva no Rio Grande do Norte com o aumento no número de empregos com carteira assinada no mês de outubro, em relação ao mesmo período do ano passado. Segundo o relatório apresentado pelo deputado, foram 875 novos empregos este ano contra 732 no ano passado.

De acordo com o parlamentar, os setores do comércio e da indústria de transformação foram os que conseguiram reagir. E ele espera que com a chegada do verão, o setor do turismo também consiga elevar os índices de emprego no Rio Grande do Norte. No cenário nacional, segundo o relatório lido por Hermano Morais, foram abertas em outubro, 77 mil novas vagas.

Ex-governador de Alagoas era ‘Bobão’ na planilha da Odebrecht, diz Polícia Federal

Resultado de imagem para Teotônio Vilela Filho (PSDB)

A Polícia Federal informou que o ex-governador de Alagoas Teotônio Vilela Filho (PSDB) aparece na lista de propinas da Odebrecht sob o apelido de ‘Bobão’ e teria recebido R$ 2,1 milhões em propina em três parcelas. Ele foi alvo da Operação Caribdis, deflagrada nesta quinta-feira (30) em Maceió, Salvador (BA), Limeira (SP) e Brasília para investigar fraudes em obras do Canal do Sertão.

A ação é desdobramento da Operação Lava Jato. Além do ex-governador, também foram alvos Marco Antônio Fireman, que à época era secretário de Infraestrutura do Estado; e pessoas ligadas às empreiteiras Odebrecht e OAS.

“Na 23° fase da Operação Lava Jato, foi apreendida uma planilha e lá constavam alguns apelidos. Aqui para Alagoas eram Bobão, Faisão e Fantasma. Esses três apelidos somam a importância de R$ 2.814.000. Na oitiva dos delatores da Odebrecht eles falaram que esses valores foram pagos à cúpula passada do governo de Alagoas”, disse o delegado Antônio José Lima de Carvalho, da PF.

Segundo a PF, Fantasma é o ex-secretário Marcos Antônio Fireman, que atualmente é secretário de Ciência e Tecnologia do Ministério da Saúde, e Faisão é Fernando Nunes, ex-secretário executivo da Infraestrutura do estado.

A assessoria de Teotônio Vilela informou que o ex-governador vai se pronunciar sobre o assunto por meio de nota. A reportagem do G1 não conseguiu contato com as defesas de Fireman e nem de Nunes.

Fonte: https://g1.globo.com/al/alagoas/noticia/ex-governador-de-alagoas-era-bobao-na-planilha-da-odebrecht-diz-policia-federal.ghtml

Jacó defende ações que combatam ideologia de gênero nas escolas

O deputado Jacó Jácome (PSD) destacou durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (30), a necessidade de se realizar ações em defesa da criança e do adolescente. O parlamentar ressaltou o que chamou de “constantes ataques à infância com a ideologia de gênero nas escolas”.

“Nossa luta em torno desse assunto não é apenas na Assembleia, meu mandato promove seminários e eventos no Estado em defesa da infância e da família. A ideologia de gênero não pode ser propagada nas instituições de ensino”, disse Jacó.

O parlamentar anunciou que hoje, na sede da Assembleia de Deus em João Câmara, vai acontecer o lançamento do movimento “Proteja Minha Infância” com palestra de Damares Alves, que é advogada, assessora jurídica da Frente Parlamentar Evangélica e professora.

De acordo com Jacó Jácome o objetivo da palestra é mostrar os direitos da sociedade ao se deparar com a ideologia de gênero nas escolas. O evento será realizado no sábado e domingo em Natal.

Ezequiel Ferreira faz visita técnica a Hospital de Angicos e atende pleitos da cidade

Crédito da Foto: Ney Douglas

O presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), realizou uma visita técnica, na manhã desta quinta-feira (30), ao Hospital Regional de Angicos, para identificar as necessidades da unidade hospitalar. O abastecimento do Hospital, no que diz respeito a insumos e medicamentos, e a recomposição da sua escola de profissionais foram objetos recentes de requerimentos do parlamentar ao Governo do Estado.

“Os serviços prestados por esta unidade são de grande relevância para os moradores não só Angicos, como também de toda a Região Central. Já havíamos provocado a Sesap por melhorias, mas com esta oportunidade, tivemos acesso a novas informações e pudemos constatar in loco o quanto o Hospital Regional deve ser priorizado pelo Governo do Estado”, frisou Ezequiel Ferreira durante a visita.

O prefeito de Angicos, Deusdete Gomes (PSDB), e a diretora do Hospital Regional, Juliana Saraiva, acompanharam o parlamentar. Com eles, também presentes os vereadores Marcos Loló, Edileuza Palhares, Nataly Felipe, Neto Maciel e Neto de Dezin, além de representantes da sociedade civil.

O município de Angicos já foi beneficiado com diversas ações do deputado Ezequiel Ferreira, como a aquisição de um carro frigorífico e a central de processamento de carnes, cujas obras estão em fase de conclusão. A realização da operação Vertente II, que abasteceu a cidade com carros-pipa, também foi resultado de solicitação dele. Ezequiel ainda destinou, em 2017, emenda parlamentar no valor de R$ 130 mil para a execução de obras de pavimentação no município, que aguarda liberação do Governo.

Com relação à crise hídrica, Ezequiel já requereu ao Governo do Estado a instalação de poços em comunidades rurais, a aquisição de dessanilizadores e a construção de barragens submersas em Angicos. A restauração da Central de Trabalhador, a reforma de escolas estaduais, o aumento do efetivo policial e a implantação do sistema de videomonitoramento são outras solicitações em favor do município feitas por Ezequiel Ferreira na Assembleia, que em 2015 ofertou serviços gratuitos a população em praça pública por meio do programa Assembleia Cidadã.

IBGE mostra crescimento do número de trabalhadores por conta própria no país

Resultado de imagem para trabalhadores ambulantes
Foto: da Internet

O desemprego continua em queda no país e a taxa de desocupação no trimestre móvel encerrado em outubro deste ano fechou em 12,2%, índice 0,6 ponto percentual superior ao trimestre anterior.

Ainda assim, havia no país, em outubro, 12,7 milhões de pessoas desempregadas. Foram gerados 868 mil novos postos de trabalho de agosto a outubro deste ano.

O contingente de trabalhadores por conta própria cresceu 1,4% em um trimestre, atingindo em outubro 23 milhões de pessoas. Em relação ao mesmo período de 2016, houve alta de 5,6% (aumento de 1,2 milhão de pessoas).

O trabalho doméstico foi o principal item que contribuiu para a queda na desocupação. No entanto, se considerado apenas o trimestre de agosto a outubro, a taxa de desemprego é a maior da série histórica, iniciada em 2012.

Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (30), pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), na Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad).

Se comparada a igual período do ano passado, quando a taxa de desemprego era de 11,8%, houve aumento de 0,4 ponto percentual.

 

 

Fonte: http://radioagencianacional.ebc.com.br/geral/audio/2017-11/ibge-mostra-crescimento-do-numero-de-trabalhadores-por-conta-propria-no-pais

Assembleia concede título de cidadão aos corretores de imóveis João Teodoro e Waldemir Bezerra

A Assembleia Legislativa concedeu, nesta quinta-feira (30), o título de cidadão norte-rio-grandense aos corretores de imóveis, João Teodoro e Waldemir Bezerra. Solenidade proposta pelo deputado Hermano Morais (PMDB) acontece dentro das comemorações dos 55 anos da regulamentação da profissão.

“Esta solenidade se reveste de um sentimento especial, pois além de celebrar os 55 anos de profissão regulamentada, temos a oportunidade de prestar homenagem ao maior líder da categoria, João Teodoro da Silva, que receberá hoje o título de cidadão norte-rio-grandense, pelos relevantes serviços prestados ao povo do nosso Estado, uma honraria concedida à unanimidade”, disse Hermano Morais, iniciando as homenagens.

Em seu discurso, o parlamentar disse que na presidência do Sistema COFECI-CRECI, João Teodoro da Silva se destaca por inúmeras conquistas alcançadas pela categoria e pelo empenho na busca da qualificação profissional dos corretores de imóveis, além da valorização da profissão, da aproximação entre o corretor e a sociedade e, também, da realização de ações para a projeção do mercado imobiliário brasileiro no exterior.

João Teodoro da Silva iniciou a carreira de corretor de imóveis em 1972 e atualmente é empresário do ramo da construção civil em Curitiba. Graduado em Direito e Ciências Matemáticas, foi professor de Matemática, Física e Desenho na PUC do Paraná. É, também, técnico em Edificações e em Processamento de Dados e possui diversos cursos de extensão universitária pela Fundação Getúlio Vargas. Foi presidente do Conselho Regional de Corretores de Imóveis do Paraná (CRECI/PR) por 3 mandatos consecutivos, e presidente do Sindicato dos Corretores de Imóveis do Paraná, além de diretor da Federação do Comércio do Paraná.

O homenageado estendeu a honraria a todos os corretores e disse que o título de cidadão norte-rio-grandense concede grande responsabilidade. “Que todos os corretores se sintam homenageados. No que depender de nós, vamos contribui fortemente com o desenvolvimento econômico do Brasil e do Rio Grande do Norte, formando profissionais, gerando emprego e renda para as famílias”, disse João Teodoro.

Logo em seguida, Hermano Morais também destacou a contribuição do corretor Waldemir Bezerra de Figueiredo para o Rio Grande do Norte. “O presidente do Conselho Federal de Corretores de Imóveis (COFECI) conseguiu, numa ação conjunta com o presidente do CRECI/RN, erguer a sede própria do CRECI/RN, localizada em Candelária. Foi também fruto desta parceria, a aquisição de um terreno anexo que futuramente servirá para ampliar as atuais instalações e melhor servir a sociedade e os nossos corretores de imóveis”.

O deputado ressaltou que também fez parte desta mesma ação conjunta, a instalação da delegacia Regional do CRECI em Mossoró, que atende não só os corretores de imóveis daquele município, mas a todos do Oeste Potiguar.

Waldemir Bezerra contou um pouco de sua história e destacou o valor da profissão de corretor para quem está investindo na casa própria. “Sou pernambucano e potiguar por opção, pois adotei Natal como minha terra para seguir nessa profissão que segue estimulada e perseverante, vencendo obstáculos”, disse Waldemir que foi recebeu ainda uma homenagem em nome dos filhos pelo reconhecimento do seu trabalho.

Waldemir Bezerra também é médico, Conselheiro Federal e membro da Comissão de Elaboração, de Resoluções e Projetos do COFECI, além de Vice-Presidente Adjunto de Relações Internacionais, colaborando para diversos convênios com entidades internacionais ligadas ao mercado imobiliário.

O mercado imobiliário também foi comentado no discurso do deputado Hermano. “Nosso mercado imobiliário conta com aproximadamente 6.500 pessoas físicas e 700 pessoas jurídicas instaladas, empregando mais de 10 mil potiguares. Um número significativo diante de uma insistente crise econômica que se instalou no Estado e no país, mas que começa a ser debelada com o apoio e a contribuição dessa brava categoria que, como sempre, segue estimulada e perseverante, vencendo obstáculos”.

A deputada Cristiane Dantas (PCdoB), o deputado Getúlio Rêgo (DEM) e corretores de imóveis de todo o Brasil também participaram da solenidade, além de amigos e familiares dos dois corretores, que lotaram as galerias da Casa.

Mulher morre após receber injeção de antibiótico em São Sebastião, no DF

Resultado de imagem para benzetacil no musculo
Foto: Internet

A Secretaria de Saúde do Distrito Federal investiga a morte de uma mulher ocorrida nesta quarta-feira (29) após a aplicação do antibiótico benzetacil por uma técnica de enfermagem em uma casa alugada em São Sebastião. No local ocorrem os atendimentos da Estratégia Saúde da Família (ESF). Os membros da equipe alegam que o espaço não tem estrutura suficiente, como equipamentos de reanimação.

Segundo o governo do DF, todas as unidades do Saúde da Família funcionam em casas alugadas, seguindo recomendação do Ministério da Saúde.

A paciente tinha febre reumática e, por causa da doença, sofria de problemas cardíacos. Ela chegou a ser operada neste ano para substituição de uma válvula e, durante o procedimento, teve uma parada cardíaca.

“No atendimento prestado nesta quarta-feira, a paciente, que já faz uso de penicilina benzatina para tratamento da doença, teve uma parada cardiorrespiratória após tomar o medicamento”, disse a secretaria. A pasta afirma ainda não ser possível determinar qual fator causou a morte.

Fonte: https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/mulher-morre-apos-receber-injecao-de-antibiotico-em-casa-alugada-pelo-gdf.ghtml

Concessões do PSDB à Previdência podem custar R$ 109 bi

Resultado de imagem para Padilha
Foto: Ulisses Marcelino/Reuters

O governo endureceu o discurso para barrar novas concessões na versão já enxuta da reforma da Previdência, mesmo sem ter os 308 votos necessários para aprová-la.

O ministro-chefe da Casa Civil, Eliseu Padilha, afirmou nesta quarta-feira, 29, que a reforma “está no osso” e que o governo não concordará com novas alterações.

O recado era dirigido ao PSDB, a terceira maior bancada na Câmara. Cálculos do governo apontam que as três mudanças sugeridas pelos tucanos, se atendidas, levariam a uma redução adicional de R$ 109 bilhões na economia esperada em dez anos, segundo apurou o Estadão/Broadcast.

A versão atual já reduziu a R$ 480 bilhões o impacto fiscal da reforma da Previdência em uma década, 60% da proposta original. Acatar os pedidos do PSDB resumiria a economia a menos da metade do esperado inicialmente.

Ao fechar a porta para novas flexibilizações, a intenção do governo é costurar o apoio dos parlamentares em negociações de outros temas, como os parcelamentos de débitos tributários (Refis).

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, e o secretário da Receita, Jorge Rachid, já se reuniram com o presidente Michel Temer para discutir essas medidas.

A área econômica corre contra o tempo para tentar colocar a reforma em votação na primeira semana de dezembro. Mas lideranças acham difícil que isso ocorra e já admitem uma dilatação no prazo.

Um panorama mais concreto do placar de votos deve ser obtido até domingo, quando Temer se reúne com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia, e lideranças partidárias. A data limite para uma votação ainda este ano é 17 de dezembro.

A percepção do governo é que a nova versão da Previdência já afastou a “gritaria” maior ao retirar pontos que eram mais polêmicos entre as bancadas, como a aposentadoria rural e o BPC, pago a pessoas de baixa renda que sejam idosas ou com deficiência.

O maior problema segue sendo político, diante do temor dos parlamentares em relação ao efeito que a votação pode ter eleições de 2018.

Os tucanos defendem que os servidores que ingressaram até 2003 possam se aposentar com o último salário da carreira e reajustes iguais aos da ativa sem ter de cumprir as idades mínimas finais de 62 anos (mulheres) e 65 anos (homens), como requer a versão atual da proposta.

Em entrevista ao Estado, na terça-feira, o economista Edmar Bacha, um dos criadores do Plano Real, disse que é um absurdo o partido não fechar questão com a reforma proposta pelo governo.

Nesta quarta, o líder do PSDB na Câmara, Ricardo Tripoli, disse, em nota, que os pedidos não são exigências da bancada para votar a reforma e reafirmou o compromisso da legenda com a proposta.As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

 

Fonte:https://exame.abril.com.br/economia/concessoes-do-psdb-a-previdencia-podem-custar-r-109-bi/

Em Mossoró, Ezequiel Ferreira manifesta apoio aos festejos de Santa Luzia

Crédito das Fotos: Ney Douglas

O deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa do Estado, segue agenda de visitas pelo interior do Rio Grande do Norte. Na noite de ontem (29), ele esteve em Mossoró, onde manifestou apoio do seu mandato e da Casa à Festa de Santa Luzia, em conversa com o pároco da cidade, o Padre Flávio Augusto Forte Melo.

“Os festejos em referência à Santa Luiza de Mossoró são uma clara demonstração de fé do povo mossoroense e representam uma das maiores manifestações culturais do Estado. Além disso, trata-se de um evento que movimenta a economia local e promove a interiorização do turismo. Razões pelas quais estamos dando apoio a sua realização”, comentou o deputado.

Durante a visita, o Padre Flávio Augusto Forte Melo explanou detalhes da programação da edição 2017 da Festa de Santa Luzia para o presidente, reforçando o convite para a sua presença durante os festejos, que acontecem entre os dias 03 e 13 de dezembro. O encontro foi acompanhado pelo vereador da cidade João Gentil (PV).

Pela manhã, o deputado Ezequiel Ferreira esteve na cidade de Macau, para participar de edição do programa “Assembleia & Você”, promovido pelo legislativo estadual. Na “cidade do sal”, ele ainda prestou contas do seu trabalho, anunciando o atendimento de pleitos e recebendo novas demandas.

A Reforma da Previdência peste a desabar, o povo agradece

Resultado de imagem para Temer
Foto: Gabriela Biló/Estadão

A Reforma da Previdência, uma das marcas das maldades do governo Temer está preste desabar. Mas na verdade, a quem interessa essa reforma? Com certeza aos grandes empresários do Brasil, visto que alguns estudos mostram que a previdência não sofre deficit com suas contas; salvo, a falta de cobrança do governo, de contribuição do INSS, de grandes empresas que deram um calote no Estado com as bençãos dos últimos governos. Governos do PT e PMDB.

Agora, segundo notícia apresentada na Exame.com.br, o presidente Temer não conta com maioria de 250 parlamentares, nem que o Papa venha ao Brasil. Mas o que não quer os ardilosos parlamentares de Brasília é ter que enfrentar as urnas na eleição do ano que vem, 2018, tendo que explicar porque votaram contra a aposentadoria dos trabalhadores mais humildes. Mas isso não é caso de bondade dos parlamentares; mas uma estratégia. Caso votem tão próximo das eleições, o povo não terá tempo hábil para esquecer. É só isso. Os senhores parlamentares de Temer votaram a poucos dias contra a vontade dos trabalhadores, na Reforma Trabalhista. O que esperamos que o povo não esqueça.

A menos de uma semana da data pretendida pelo governo para a votação da reforma da Previdência – a próxima quarta, dia 6 -, otimismo não é uma palavra que circula pelas rodas de parlamentares em Brasília.

Ao contrário, nem a contagem mais positiva fica perto de somar os 308 votos necessários para a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição que mudará as regras previdenciárias do país. “Nem se fosse mágico ou trouxesse o Papa Francisco para cá, não conseguiria reunir quórum para aprovar a reforma da Previdência”. disse o vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG).