Archive for fevereiro 7th, 2018

George Soares critica mensagem anual do executivo Estadual

O deputado George Soares (PR) criticou, durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (7), a mensagem anual do Executivo Estadual lida ontem (6) pelo governador Robinson Faria durante sessão solene que marca a abertura dos trabalhos legislativos. George Soares fez severas críticas ao conteúdo do texto e questionou qual seria o desejo do governador com tais palavras.

“O que deseja o governador com essas linhas? Que achemos que foi gozação com o parlamento? Gozação com o povo? Erro do redator? Preferia que ninguém tivesse ouvido os devaneios e poderíamos ter sido poupados das infelizes palavras”, desabafou George Soares.

O parlamentar citou trechos da mensagem, entre eles o que se refere aos projetos de interesse do Governo que foram encaminhados a Assembleia Legislativa. George ressaltou que, diferente do que foi dito pelo governador, os projetos não chegaram à Casa em 2015. “Em 2015 o Governo encaminhou apenas o projeto da Previdência complementar dos servidores e depois pediu para retirar”, portanto não cumpriu com a verdade.

George Soares falou ainda que a mensagem deveria estar recheada de verdades e respostas aos anseios do povo do Rio Grande do Norte e repercutiu ainda uma frase do governador que dizia que “existe um Rio Grande do Norte que não conhece o Rio Grande do Norte”, além de ter comentado sobre a falta de segurança pública no Estado.

“A segurança foi o tema de campanha do governador. Ele sempre disse que essa seria sua prioridade, mas vivemos em um caos não só na capital, como no interior do Estado”, falou George que destacou também os investimentos citados na Saúde. “É muito dinheiro para pouco resultado. Pergunto as mais diversas regiões, o atual governo priorizou essa pasta? como estão os hospitais regionais? Em Assu, faltam médicos, insumos e não se faz mais cirurgias, nem nasce ninguém por lá”, acrescentou.

Aparteado pelos demais deputados, George Soares disse que a opinião é compartilhada pela maioria dos deputados. O deputado Raimundo Fernandes (PSDB) classificou a mensagem como desastrosa. “A mensagem não tinha conexão. Robinson precisa respeitar o passado histórico do Estado quando fala em saldo do Ipern. O governador precisa procurar saber quanto o Governo anterior economizou nas contas do RN e o apoio da Assembleia aos Governos. Ele é culpado pela crise no Rio Grande do Norte”, disse.

Larissa Rosado (PSB) e Marcia Maia (PSDB) esperavam que a mensagem fosse focada no planejamento para 2018, mas para as deputadas, foi uma prestação de contas. “O governador fala de herança maldita dos demais governos, mas não reconhece os programas que foram deixados e que ele mudou de nome, como o RN Sustentável, planejado e criado na gestão da ex-governadora, Rosalba Ciarlini, e que ele mudou de nome para RN Cidadão”, disse Larissa, referindo-se ao projeto financiado com recursos do Bando Mundial.

Os deputados Gustavo Carvalho (PSDB) e Ricardo Motta (PSB) também comentaram a mensagem e falaram do pacote de medidas enviado pelo Governo e ressaltou que muitas medidas eram impopulares e incompletas, por isso não foram aprovadas pelos parlamentares.

 

Assessoria

Venda de carros novos cresce 13% em janeiro no RN; estado tem mais de 1,2 milhão de veículos

Venda de carros cresceu em janeiro, no RN (Foto: Divulgação/ Sincodiv/PR) 

A venda de carros novos no Rio Grande do Norte cresceu 13,3% em janeiro, em relação ao mesmo período do ano passado. Foram emplacados 2.019 automóveis no primeiro mês do ano, além de 1.536 motocicletas. Entre todos os tipos, foram 3.742 veículos. O setor está animado e espera seguir uma tendência de boas vendas ao longo de 2018.

Segundo o Detran, o estado tem 1,23 milhão de veículos, dos mais diversos tipos, em circulação. Somente na capital, são 395,2 mil.

Para o presidente do Sindicato dos Concessionários e Distribuidores de Veículos (Sincodiv), o empresário Arnon César, vários fatores favorecem a retomada do setor, que teve uma queda considerável em 2016, em todo o país. Entre as principais, estão a retomada da confiança dos consumidores e a redução da taxa de demprego.

“A economia começa a caminhar, isso gera confiança. Com confiança, as pessoas compram, assumem compromissos. Elas ficam mais propensas a consumir”, considerou.

O empresário ressalta que o crescimento nacional, em 2017, foi de 9,4%, quando se esperava algo em torno de 4%. “Foi uma surpresa para todo o mercado e a previsão é que a gente permaneça nesse patamar. O estado acompanha, de certa forma, esse movimento nacional”, pontua.

Para Arnon César, o momento é de recuperação do mercado. Em 2016, ele comenta, o setor retroagiu cerca de 10 anos, em número de vendas. Nacionalmente, as vendas caíram de 3,6 milhões para 1,9 milhões de veículos.

“A base ficou muito baixa e agora está nessa fase de recuperação”, pondera.

Embora tenham registrado crescimento em janeiro, as concessionárias venderam menos que em dezembro do ano passado. Para o empresário, isso é resultado de uma sazionalidade. Isso porque o final do ano é mais vantajoso para os clientes, em alguns aspectos. É quando as pessoas recebem décimo terceiro e pagam IPVA mais barato na hora de emplacamento.

“Ele só vai pagar um duodécimo de IPVA no emplacamento. Muitas empresas fazem promoção e pagam esse IPVA para consumidor”, ressalta.

No estado, existem atualmente 56 concessionárias. As estimativas são de que o setor empregue diretamente cerca de três mil pessoas.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia

Tomba comenta em plenário decisão de magistrada de Santa Cruz

 Durante a sessão plenária desta quarta-feira (7), o deputado Tomba Farias (PSB) se pronunciou sobre a decisão de magistrada de Santa Cruz com relação à sua elegibilidade e à permanência da prefeita do município no exercício do cargo. Segundo o parlamentar, alguns veículos de comunicação noticiaram de forma errônea a informação sem explicar como o fato realmente aconteceu, impedindo a compreensão da mesma por parte da sociedade.

“Existe um programa em Santa Cruz, registrado na LOA (Lei Orçamentária Anual), que prevê a celebração do Dia do Idoso todos os anos no município. Todos os anos, inclusive em 2016. Idosos, aliás, com mais de 70 anos e, por isso mesmo, sem obrigação de ir às urnas. É essa comemoração que está sendo questionada. Além disso, a maioria de votos na cidade foi de 6.410, uma diferença bem superior ao número de 50 idosos que participaram da atividade”, argumentou o deputado durante pronunciamento.

Ele ressaltou que não foi candidato em 2016 para haver questionamentos sobre a continuidade do seu trabalho na Assembleia Legislativa e que a sucessão municipal em Santa Cruz foi uma campanha com base na prestação de contas do que foi realizado no primeiro mandato pela mesma administração.

Sobre informações divulgadas de maneira errônea na imprensa, Tomba frisou que “veículos de comunicação não podem ser usados para a prática de proselitismo politico”. Ele ainda enfatizou que o exercício do jornalismo não pode ser misturado com o sentimento de não aceitação do resultado das urnas.

Em aparte ao deputado Tomba, o deputado Raimundo Fernandes (PSDB) destacou as ações realizadas pelo parlamentar quando prefeito de Santa Cruz e o compromisso que ele tem com a sociedade santa-cruzense. O deputado Ricardo Motta (PSB) também se pronunciou. Ele disse que “infelizmente o que vale não é o fato, é a versão”, solidarizando-se com o deputado Tomba.

O deputado Gustavo Carvalho (PSDB) pediu aparte para afirmar que, mesmo tendo o apoio da oposição no município de Santa Cruz, é sabido que não foi a celebração do Dia do Idoso que mudou o resultado eleitoral no município.

A deputada Larissa Rosado (PSB) foi a quarta parlamentar a apartear e disse também ter sido vítima de pré-julgamentos e manifestou apoio ao parlamentar. Palavras de apoio também foram externadas pelo deputado Hermano Morais (PMDB), que aproveitou a fala para ressaltar a importância do gesto de esclarecimento público tido por Tomba Farias.

Apartes com argumentos similares foram feitos pelos deputados Carlos Augusto Maia (PSD), Márcia Maia (PSDB), Galeno Torquato (PSD) e George Soares (PR), que chamou a atenção do plenário para a “judicialização da política” no Brasil. Segundo ele, há uma pré-disposição em processar e julgar, antecipadamente, a classe política.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), destacou a atuação colaborativa do deputado Tomba na Casa e sua índole “proba, inteligente e capaz”. Ezequiel Ferreira lembrou a gestão séria e com resultados desenvolvida pelo parlamentar em Santa Cruz, sendo, de acordo com as palavras do presidente, o resultado eleitoral positivo de Tomba no município fruto exclusivo do muito trabalho por ela realizado.

Assessoria

Um ano após massacre, polícia técnica do RN confirma identidade de mais um dos 26 mortos em Alcaçuz

Ex-lutador de jiu-jitsu, Guilherme Ely Figueiredo da Silva, de 36 anos, estava preso no Pavilhão 4 de Alcaçuz quando estourou a rebelião (Foto: Arquivo da família) 

Passado mais de um ano desde o massacre de Alcaçuz, o Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep) identificou oficialmente a 25ª vítima, entre os 26 mortos na maior penitenciária do estado. Trata-se do ex-lutador Guilherme Ely Figueiredo da Silva, de 36 anos, que cumpria pena por tráfico de drogas na unidade. Uma vítima, cujo corpo foi enterrado como indigente, segue sem identificação.

As informações foram confirmadas pelo órgão nesta quarta-feira (7).

Guilherme cumpria pena no Pavilhão 4 de Alcaçuz. A família acreditava que ele tinha sido morto durante o massacre, mas precisava que o Estado confirmasse o fato.

Na época do massacre, um colega de cela de Guilherme ligou para a família de dentro da penitenciária e disse que tinham matado ele. Na ocasião, o pai do ex-lutador não conseguiu reconhecer o filho em meio aos mortos.

Dos 26 corpos tirados da penitenciária, 15 estavam decapitados. Outros foram encontrados esquartejados e quatro estavam inteiramente carbonizados. Foi preciso recolher material genético para identificação por meio de exames de DNA.

Um corpo que ainda não foi identificado e não foi reivindicado por nenhuma família foi sepultado como indigente. Se alguma família procurar o Estado, poderá realizar exames de DNA para descobrir se a vítima é ou não um familiar.

Confira a lista completa dos presos mortos em Alcaçuz já identificados pelo Itep:

  1. Jefferson Pedroza Cardozo
  2. George Santos de Lima Júnior
  3. Willian Anden Santos de Souza
  4. Antônio Barbosa do Nascimento Neto
  5. Carlos Clayton Paixão da Silva
  6. Jonas Victor de Barros Nascimento
  7. Marcos Aurélio Costa do Nascimento
  8. Anderson Barbalho da Silva
  9. Cícero Israel de Santana
  10. Marlon Pietro da Silva Nascimento
  11. Eduardo dos Reis
  12. Jefferson Souza dos Santos
  13. Felipe Rene Silva de Oliveira
  14. Charmon Chagas da Silva
  15. Diego Felipe Pereira da Silva
  16. Anderson Mateus Félix dos Santos
  17. Luiz Carlos da Costa
  18. Tarcísio Bernardino da Silva
  19. Francisco Adriano Morais dos Santos
  20. Lenilson de Oliveira Melo Silva
  21. Diego Melo de Ferreira
  22. França Pereira do Nascimento
  23. José Marcelo da Cruz
  24. Caio Henrique Pereira de Lima
  25. Guilherme Ely Figueiredo da Silva

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/

Ezequiel Ferreira defende pleitos para Angicos na região Central

Na sessão ordinária desta quarta-feira (7) o deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) apresentou requerimentos solicitando benefícios para a região Central do Estado, que tem Angicos como município polo. Dessalinizadores, recuperação de rodovia, implantação de uma unidade do Corpo de Bombeiros, restauração da Central do Trabalhador e de uma quadra de esporte e implantação do projeto Vila Cidadã formam a relação dos benefícios encaminhados pelo deputado.

“O programa Água Doce é uma ação do Governo Federal, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente em parceria com instituições federais, estaduais, municipais e sociedade civil, cujo objetivo é estabelecer uma política pública permanente de acesso à agua de boa qualidade para consumo humano. Por isso solicitamos esse benefício para Angicos que sofre com escassez de água, em consequência da seca que há sete anos atinge o Estado”, justifica o deputado Ezequiel.

Ao longo de 2017, o deputado Ezequiel Ferreira entre outras ações obteve êxito nos pleitos para a chegada de um veículo tipo ambulância para a cidade de Angicos, bem como a conquista de novos equipamentos para o escritório da Emater, um veículo para facilitar o deslocamento das equipes de extensionistas rurais que passaram a ter mais facilidade para apoiar os agricultores familiares da localidade e um veículo refrigerado para o transporte do produtos agrícolas da zona Rural para as áreas urbanas. “Ações para convivência com a seca”, salientou o deputado.

A reivindicação é para que, dentro do Programa seja instalado um dessalinizador na área urbana, no açude José Teodoro e outro na zona rural, no rio Velho para que a água salgada seja convertida em água doce.

A instalação de uma unidade do Corpo de Bombeiros visa beneficiar não apenas o município de Angicos, que tem 11 mil e 900 habitantes, mas Afonso Bezerra, Caiçara do Rio do Vento, Fernando Pedrosa, Jardim de Angicos, Lajes, Pedra Preta e Pedro Avelino.

A recuperação do trecho da rodovia RN-263 vai beneficiar os municípios de Angicos e Afonso Bezerra. O trecho está muito danificado, desde 2015 prejudicando o tráfego na região.

Já a recuperação da Central do Trabalhador, o deputado Ezequiel Ferreira justifica essa necessidade por ser um espaço de apoio integral ao trabalhador, de forma gratuita e a sua estrutura está em estado de abandono, o mesmo acontecendo com a quadra poliesportiva ao lado da Central.

“Solicitamos também a inclusão de Angicos na relação dos municípios contemplados com ações do projeto Vila Cidadã que promove ações de cidadania e incentiva empreendedores com o programa de microcrédito”, justifica Ezequiel, ressaltando a necessidade da confecção de documentos para muitos dos munícipes da cidade, uma cobrança recorrente da comunidade.

 

Assessoria

x-Shakhtar? Com currículo “invisível”, jogador usa passado de outro para enganar clube do RN

 

Um jogador com passagens por gigantes como Vasco, Santos, PSV (Holanda) e campeão da Copa da Uefa pelo Shakhtar Donetsk (Ucrânia) desembarca de paraquedas no modesto Força e Luz, lanterna do Campeonato Potiguar. Essa é história do lateral-direito Denis Vieri, de 34 anos, que se apresentou nesta terça-feira ao modesto time de Natal. Ou essa seria dele, não fosse o currículo “invisível” do jogador. Denis Vieira da Silva, o Denis Vieri, na verdade, não tem registros oficiais em nenhum dos clubes grandes que garante ter atuado, o que causou a desconfiança do GloboEsporte.com. Ele também não consegue comprovar seu tempo de boleiro com sequer uma mera foto, em pleno ano de 2018.

Sobre o jogador, não há nenhum registro nos sites de todos esses clubes. A reportagem, por isso, pediu ao atleta alguma imagem que pudesse provar a passagem dele por esses gigantes. À nossa equipe foi enviado pelo assessor dele um vídeo da época em que o jogador teria supostamente defendido o Santos como lateral-direito, em 2006.

O vídeo, no entanto, mostrava lances de um homônimo: o lateral Denis de Oliveira Souza, jogador que de fato passou pelo Peixe naquele ano e também atuou no Ipatinga, Bahia e Corinthians (relembre aqui o Denis “original”). Esse está aposentado desde 2011. E foi por ele que o tal “Denis Vieri” tentou se passar para a reportagem.

Jogador usa passado de outro para enganar clube do RN 

Questionado sobre a situação, o jogador disse que se tratou de um erro do seu assessor, que, segundo ele, leva o nome de Rodrigo Lassance. O número telefônico utilizado pelo assessor, por coincidência, era o mesmo de Denis e foi por onde chegou o vídeo via WhatsApp.

O Denis “original”: lateral-direito defendeu o Corinthians em 2008 (Foto: Ricardo Bakker/Diário de São Paulo) 

 

Fonte: https://globoesporte.globo.com/rn/noticia/