Archive for julho 3rd, 2018

Garibaldi sente o peso da chapa de Carlos e Jácome e é internado no São Lucas

Resultado de imagem para garibaldi Alves
Foto: da Internet

O senador Garibaldi Filho (MDB) está sentindo o peso da chapa de Carlos Eduardo Alves (PDT), e agora mais pesada com Antônio Jácome (PODE).

Ainda no domingo, passado, Garibaldi Filho foi levado as pressas para o hospital São Lucas com uma forte crise de pressão alta. Dizem entre os blogueiros que Gari poderá desistir da corrida para reeleição, preferindo sair candidato a deputado federal.

O que dificulta a disputa dos Alves é que o ex-prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves tem 10 pontos a menos da primeira colocada, Fátima Bezerra (PT), e pode não conseguir reverter os números; que a chegada de Antônio Jácome nada acrescentou na chapa do primo de Gari, já que este só apareceu com apenas 1,59% das intenções de votos.

Caso Garibaldi venha de fato desistir do senado, Carlos Eduardo ficará em dificuldades de prosseguir com a pré-campanha para o governo.

Aí a briga entre Jácome e Albert Dickson (PROS) no palanque da IEADERN voltará a imperar; já que, se Jácome sentir que pode ficar sem mandato, ele vai enfrentar a disputa contra Carla Dickson, esposa do deputado Albert.

Márcia Maia cobra regularização do pagamento do Bolsa Atleta

Durante a sessão plenária desta terça-feira (3), a deputada estadual Márcia Maia (PSDB) cobrou a regularização do pagamento do Bolsa Atleta pelo Governo do Estado. Segundo a parlamentar, vários beneficiados têm procurado o seu gabinete para se queixar de atraso. Ela também destacou a necessidade de o executivo estadual lançar um novo edital do programa.

“O impacto financeiro é pequeno, o valor não chega a R$ 22 mil por mês, mas o alcance é muito grande. É o Bolsa Atleta que dá oportunidade a jovens potiguares de competirem fora representando o nosso Estado. Demos um grande passo com a aprovação do programa, atrasar é retroceder e é preciso publicar um novo edital a cada ano”, pronunciou-se Márcia Maia.

A deputada também cobrou do Governo a efetivação do Projeto de Lei, igualmente de sua autoria, que reserva 5% das vagas em terceirizadas contratadas pelo Executivo a mulheres que sofreram violência doméstica. De acordo com a sua fala, vários entendimentos já foram feitos com instituições para efetivá-lo e falta agora apenas “vontade política” do executivo estadual, para assegurar o acesso de milhares de mulheres no mercado de trabalho.

Toffoli cassa decisão de Moro que impôs tornozeleira eletrônica a José Dirceu

O ministro Dias Tóffoli, do Supremo Tribunal Federal (Foto: Carlos Moura/STF)
O ministro Dias Tóffoli, do Supremo Tribunal Federal (Foto: Carlos Moura/STF)

O ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal, cassou nesta segunda-feira (2) a decisão do juiz Sérgio Moro que impôs uso de tornozeleira eletrônica para o ex-ministro José Dirceu, solto em razão de uma decisão da Segunda Turma do STF.

Moro justificou que, como a prisão havia sido suspensa pela Segunda Turma do STF, seriam retomadas as medidas cautelares impostas ao ex-ministro, entre as quais o uso da tornozeleira. “A prudência recomenda o monitoramento para eletrônico para proteger a aplicação da lei penal”, afirmou Moro na decisão.

Além da tornozeleira, Toffoli derrubou outras restrições que as medidas cautelares impunham a Dirceu, como, por exemplo, deixar o país, deixar a cidade de domicílio (Brasília) e se comunicar com outros acusados ou testemunhas.

“Considerando que a decisão proferida pela Segunda Turma, por maioria de três votos a um, em nenhum momento restabeleceu a prisão provisória do reclamante, tratando-se, no caso, de prisão-pena, a qual foi suspensa para assegurar a liberdade plena do ora reclamante, em razão da plausibilidade jurídica dos recursos interpostos e, mais ainda, por não subsistir nenhuma esfera de competência do Juízo da 13ª Vara Federal de Curitiba – que sequer foi comunicado da decisão desta Corte –, casso, até posterior deliberação da Segunda Turma, a decisão”, escreveu Toffoli.

Conforme o ministro, o juiz Sérgio Moro “agindo de ofício, impôs ao reclamante medidas cautelares diversas da prisão, em claro descumprimento de decisão desta Suprema Corte”.

Fonte: https://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/toffoli-cassa-decisao-de-moro-que-impos-tornozeleira-eletronica-a-jose-dirceu.ghtml