Archive for outubro 8th, 2018

Assembleia RN: 15 deputados se reelegem e nove exercerão primeiro mandato na Casa

Os eleitores potiguares elegeram no 7 de outubro, os deputados estaduais que vão integrar a 62ª legislatura. Nove novos deputados estaduais foram eleitos e 15 candidatos com mandato renovaram os espaços no legislativo estadual.

De acordo com o Tribunal Regional Eleitoral (TRE) e pelas regras estabelecidas pela proporcionalidade das coligações e partidos estão eleitos, por ordem de votação: os deputados Ezequiel Ferreira (PSDB) com 58.221; Gustavo Carvalho (PSDB) com 47.544; Dr. Bernardo (Avante)  com 42.049; Tomba Farias (PSDB) com 41.249; Nelter Queiroz (MDB) com 40.717; Hermano Morais (MDB) com 38.053; Galeno Torquato (PSD) com 34.532; George Soares (PR) com 34.263; Raimundo Fernandes (PSDB) com 33.965; Cristiane Dantas (PPL) com 33.860; Kelps (Solidariedade) com 33.819; Getúlio Rêgo (DEM) com 33.477; Isolda Dantas (PT) com 32.963; Kleber Rodrigues (Avante) com 32.755; Vivaldo Costa (PSD) com 32.638; Albert Dickson (PROS) com 31.698; Souza (PHS) com 31.097; Coronel Azevedo (PSL) com 27.606; José Dias (PSDB) com 27.275; Francisco do PT (PT) com 23.448; Eudiane Macedo (PTC) com 22.333; Allyson Bezerra (Solidariedade) com 20.228; Ubaldo Fernandes (PTC) com 20.148; Sandro Pimentel (PSOL) com 19.158 votos.

Ao todo, nove deputados não estarão mais no legislativo estadual no próximo mandato: Gustavo Fernandes (PSDB), Ricardo Motta (PSB), Márcia Maia (PSDB), Carlos Augusto Maia (PCdoB), Larissa Rosado (PSDB), Jacó Jácome (PSD) não foram reeleitos pelo coeficiente eleitoral e pelo quantitativo de votos. O deputado Mineiro Lula (PT) conquistou uma vaga de deputado federal e os dois deputados estaduais Dison Lisboa (PSD) e José Adécio (DEM) por questões jurídicas.

Assessoria

Morre jovem de 19 anos baleado durante tiroteio entre PMs e bandidos na Grande Natal

Milton Coelho de Oliveira Neto tinha 19 anos — Foto: Arquivo da família

Morreu no início da tarde desta segunda-feira (8), no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal, o jovem Milton Coelho de Oliveira Neto, de 19 anos, que foi atingido por um tiro no pescoço durante um confronto envolvendo policiais militares e assaltantes na noite deste domingo (7) na comunidade de Estivas, em Extremoz, município da Grande Natal. A PM apura se o disparo partiu de um dos policiais e também investiga as circunstâncias da ocorrência. Três criminosos também foram feridos.

De acordo com a Polícia Militar, uma guarnição descaracterizada, com dois sargentos e dois cabos, regressava da Operação Eleições 2018 quando se deparou com um carro com queixa de roubo com cinco homens dentro. O grupo estava roubando o carro onde estavam Milton Neto e o pai dele, Milton Coelho de Oliveira Filho. Ao perceberem a aproximação dos policiais, os criminosos atiraram.

Os policiais revidaram. Na troca de tiros, Milton Neto foi baleado no pescoço. O rapaz foi socorrido para o Hospital Santa Catarina, na Zona Norte de Natal, e depois transferido para Pronto-Socorro Clóvis Sarinho. Horas depois, a PM recebeu a informação que três dos cinco bandidos, também feridos, haviam dado entrada na unidade, onde acabaram sendo reconhecidos pelo pai. Um revólver foi apreendido com o trio. Os outros dois assaltantes fugiram em meio ao confronto.

A assessoria de comunicação da PM informou que foi determinada a abertura imediata de um Inquérito Policial Militar e disse que os quatro policiais já foram afastados de suas funções e as armas deles recolhidas para exames balísticos no Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep).

Fonte: https://g1.globo.com

Capitão Styvenson tornou-se o maior apoio para o segundo turno, pode apoiar Carlos Eduardo

O capitão Stivenson Valentim (REDE) foi eleito com 746.827 votos para o senado, o dobro de votos do senador Garibaldi Filho (MDB) que recebeu apenas 376.199 votos.

Ele é hoje o maior eleitor do Estado do Rio Grande do Norte. É possível que apoie Carlos Eduardo, já que a outra candidata ao senado eleita, e sua adversária, Dra. Zenaide Maia, continuará do lado de Fátima Bezerra.

 

Onda conservadora leva Bolsonaro fortalecido para embate final contra PT

O Brasil fecha o primeiro turno das eleições de 2018 com a polarização aguda entre o candidato de extrema direita Jair Bolsonaro, em franca vantagem com 46,7% dos votos válidos, e o petista Fernando Haddad, com 28,3%, que defende o legado do ex-presidente Lula. É água e óleo no Brasil de hoje. Fácil esperar sobressaltos até o próximo dia 27, quando o país viverá o segundo turno e definirá o 41 presidente da República depois de uma das eleições mais emocionantes da história democrática. Ciro Gomes, do PDT, ficou em um honroso terceiro com 12,5%, à frente do governador licenciado de São Paulo, Geraldo Alckmin, que fechou esta eleição com 4,8% das votos e personifica a derrota fragorosa de seu partido. Marina Silva, que prometia desempenho de outrora, saiu com mirrados 2%.

Onda conservadora leva Bolsonaro fortalecido para embate final contra PT
Fotos: da Internet

 

IEADERN da respostas do descontentamento com a política dentro da igreja; Antônio Jácome, Jacozinho e Carla Dickson perdem a eleição

A Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Estado do Rio Grande do Norte deu uma resposta de que seus membros não estão satisfeitos com as politicagens dentro dos seus templos.

Os evangélicos que perderam a eleição: o deputado federal Antônio Jácome (PODEMOS) candidato ao senado; Jacó Jácome (PSD) não conseguiu sua reeleição para deputado estadual e Carla Dickson (PROS) não conseguiu a eleição para deputada federal. Os três são membros da IEADERN.

Apenas o deputado estadual Albert Dickson (PROS) conseguiu sucesso para sua reeleição.

Mesmo assim, Antônio Jácome mostra que tem um eleitorado considerado com a votação que conseguiu receber nesse último domingo (07).  Foram 307.399 eleitores que votaram no deputado federal, para senador, o que é um número expressivo para um apoio no segundo turno.

Como Jácome já esteve, em 2006, no primeiro turno daquela eleição, no palanque da ex-governadora Wilma de Faria, e no segundo turno mudou para Garibaldi Filho. Não se confia para que lado Jácome e o filho irão, se para Fátima Bezerra (PT) que tem o apoio do pastor de Mossoró, Pr. Cícero Miranda, ou se irão dá o apoio a Carlos Eduardo.

Resultado de imagem para Jácome e Jacozinho
Foto: da Internet

Fátima Bezerra e Carlos Eduardo vão disputar o segundo turno no RN

A disputa para o governo do Estado do Rio Grande do Norte foi acirrada. Os três candidatos que mais se destacaram foram, Fátima Bezerra, do PT, que teve 748.150 votos, 46,17 % dos votos válidos; Carlos Eduardo, do PDT, que teve 525.933 votos, 32.45 % dos votos válidos, Robinson Faria, do PSD, que teve 192.037 votos, 11.85 % dos votos válidos.

Fátima só não ganhou no primeiro turno por lhe faltarem 3,84 % de eleitores que não lhe deram os votos. Como o segundo turno é outra eleição, Carlos Eduardo deve ir em busca dos votos de Robinson Faria que dificilmente irão para a candidata do PT.

Resultado de imagem para Carlos Eduardo e fátima no rn
Foto: da Internet