Archive for outubro 12th, 2018

A Teoria da Conspiração: a esquerda está fazendo de tudo para tentar destruir o Bolsonaro, inclusive sacrificar seu próprio candidato Haddad

Resultado de imagem para Haddad
Haddad pode ser sacrificado para salvar a esquerda / Foto: FÁTIMA MEIRA/FUTURA PRESS/ESTADÃO CONTEÚDO

A senadora Kátia Abreu (PDT- TO) abriu mais um capítulo para tentar salvar a esquerda sugerindo a renúncia de Fernando Haddad (PT) para que o candidato que ficou no 3º lugar no 1º turno da eleição, Ciro Gomes, também do PDT- CE, possa ser o substituto do candidato de Luiz Inácio Lula da Silva.

Ela declarou sua ideia ao jornal Estadão, e se valeu do Art. 77, § 4° da Constituição Federal, que diz que em caso de renúncia, MORTE ou qualquer impedimento legal, o terceiro colocado poderá assumir a disputa.

“Eu não estranharia e acharia muito digno se por acaso ele (Haddad) desistisse da candidatura vendo que pode entregar o País a um fascismo religioso”, afirmou, referindo-se a Bolsonaro. “A lei é clara. Se ele renunciar à sua candidatura, Ciro Gomes é o candidato. E é o único capaz de vencer Bolsonaro”, justificou dizendo ao Estadão.

Só aí já seria uma conspiração, já que a apresentação do artigo 77, § 4º diz ,sim, o que  a senadora fala. Mas isso só poderia ter validade em caso de voluntariedade do candidato, até em respeito ao princípio da vontade, da liberdade; nunca pela a pressão feita por terceiro.

Segundo ela (Abreu) Haddad não tem nenhuma condição de vencer o candidato do PSL, o deputado federal, Jair Messias Bolsonaro (PSL) para ser presidente do Brasil.

O que está ficando assombroso é que a turma da esquerda começou a orquestrar uma serie de ataques contra a campanha da Direita, no caso, contra Bolsoanro, quando eles (da esquerda) se travestem de seguidores de Bolsonaro, com camisas das mesmas cores da  campanha do Bolsoanro, para cometerem absurdos, como pichações de muros, ataques a pessoas comuns. Coisa essas que o eleitor de Bolsonaro não fez no primeiro turno quando havia mais adversários. Nem mesmo tentaram linchar o Adélio Bispo quando atacou o presidenciável da Direita.

Por que alguém que tem quase 19 pontos a frente de seu adversário iria baixar o nível da campanha agora e partir para a violência? Isso não tem lógica!

O que mais assombra é que o PT e a esquerda, em algumas declarações em notícias, são apontados de que planejaram as mortes do então prefeito de Santo André–SP, Celso Daniel, como também do Toninho do PT.

Ainda foram mortas muitas pessoas importantes ligadas ao inquérito do ex-prefeito Celso, na época, o que ainda não teve solução para aquele assassinato.

Onde estaria um pior momento para uma possível teoria da conspiração contra o seu próprio candidato, no caso, Haddad? Pode está nas decisões esquisitas para tentar fortalecer a esquerda e acabar de vez com o candidato da Direita, ou por meio da renúncia forçada do Haddad, ou com outras medidas mais duras que possam garantir a entrada de Ciro Gomes para a disputa. É o que se pensa nessa altura da disputa, já que a senadora Kátia já propôs uma renúncia, a qual até o momento não foi aceita. Por que estão todos da esquerda deixando o Haddad sozinho?

Vejam os passos esquisitos da esquerda nesse segundo turno:

Primeiro, o chefe maior da esquerda, Lula, decide que Haddad não deveria ir mais a cadeia para lhe visitar como fazia todas as segundas feiras; Haddad sofre um abandono declarado de seu pai criador, e agora Haddad tende já a abandonar o Lula.

Segundo, uma mudança da cor da bandeira do PT se misturando com as cores da campanha de Bolsonaro, com o uso da bandeira, e cores, do Brasil com o objetivo de confundir o eleitor.

Uma ideia que parece com o filme “O Plano Perfeito”. No roteiro desse filme trata-se sobre um assalto em um banco onde os criminosos se misturam com os reféns, todos se vestem com o mesmo tipo de roupa; assim a polícia não teria como identificar os bandidos que estavam entre os reféns.

Terceiro, alguns partidos de esquerda anunciam apoio a Haddad, mas não estão com ele diretamente. No caso de Ciro, ele foi para a Europa, e sua vice, Kátia Abreu diz que não votará em Haddad, e que vai anular o voto. Os partidos do PSDB, REDE e outros se isolam e não se manifestarão nesse segundo turno.

O atentado contra Bolsonaro:

No primeiro turno Adélio Bispo que foi filiado ao PSol, partido de esquerda, tentou matar o candidato à presidente, Jair Messias Bolsonaro, com uma facada que penetrou doze centímetros na barriga, e quase conseguiu o intento. Logo apareceu advogados ricos para defender e orientar o criminoso. Um dos advogados é tão rico que possui um jatinho particular. E quem paga a conta pediu segredo.

Em nossas imaginações do que a esquerda pode fazer para permanecer com o poder pelo poder. Chegamos a pensar que só falta que mande alguém deles para matarem o Haddad, colocando a culpa em alguém do Bolsonaro, já que estão com as mesmas cores, para que Ciro Gomes possa assumir o lugar na disputa e assim salve os esquerdistas. Como quem diz: não deu certo a morte do nosso adversário da direita, sacrifiquemos o nosso da esquerda. Lógico que isso é pura imaginação que não deve ser levado a sério.