Archive for outubro 15th, 2018

Setembro Cidadão completa meia década e recebe homenagem na Assembleia Legislativa

A terra do Sol e do Sal é também, há cinco anos, a terra da Cidadania. A iniciativa potiguar do Setembro Cidadão, pioneira em todo o País, recebeu homenagem na Assembleia Legislativa na manhã desta segunda-feira (15), em sessão solene por iniciativa do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). O parlamentar se comprometeu a que o parlamento continue apoiando o projeto, idealizado pelo juiz Jarbas Bezerra e a advogada e secretária judiciária do TRE, Lígia Limeira. Os deputados Cristiane Dantas (PPL) e Hermano Morais (MDB) também prestigiaram a homenagem.

“Os cinco anos do Setembro Cidadão, hoje comemorados, refletem que, cada vez mais, a iniciativa de criá-lo foi um grande passo para promover contribuições que incidirão na formação de pessoas responsáveis e solidárias, que conheçam e exerçam os seus direitos e deveres em diálogo e em respeito aos outros”, destacou o deputado, que fez um resumo das ações desta edição, onde foram realizadas mais de 25 atividades por todo o Estado: educação, inclusão social, esporte, música, literatura, história e muita cultura.

Os ajustes na lei, a criação de um Selo Comemorativo e o apoio ao Memorial, para que, a exemplo deste ano, continue itinerante nos shoppings da cidade e assim dê ainda mais visibilidade ao projeto, foram os pleitos do juiz Jarbas Bezerra, aos quais o presidente externou o total apoio da Casa.

Ezequiel Ferreira ressaltou que uma das premissas da construção das sociedades contemporâneas é de que os indivíduos, na condição de cidadãos, possuam direitos respeitados pelo Estado e pela sociedade, como o de participar politicamente da construção de sua própria sociedade.

“Quanto maior a participação dos cidadãos, maiores as chances de que se produzam melhorias nas condições de vida da população e para atuarmos precisamos somar forças e compartilhar conhecimentos e responsabilidades”, disse o deputado.

Em seu pronunciamento, Jarbas Bezerra fez um agradecimento aos poderes Legislativo e Executivo pela aprovação e sanção da lei, respectivamente, e de forma nominal a todos os que, em suas áreas de atuação profissional, contribuíram e vem contribuindo para o fortalecimento do projeto em suas áreas específicas. Além dos idealizadores, foram homenageados na solenidade Arturo Arruda Câmara, João Maria Mendonça de Moura, Lúcia de Fátima de Oliveira Barbosa, Marco Antônio Medeiros, Ricardo Pinto de Araújo e Sâmya Aby Faraj Linhares Bastos.

“Ao agradecer a presença de todos os que estão aqui, amigos, autoridades e pessoas que compõem o nosso programa, destaco que nós precisamos da união, é a conjugação de todos que pode transformar este País numa grande nação”, encerrou o juiz Jarbas Bezerra.

Nova carreata reforça apoio de Bolsonaro a Carlos Eduardo

De São Gonçalo do Amarante a Natal, centenas de carros e milhares de eleitores percorreram os 17 quilômetros que separam os dois municípios em novo ato público de apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) ao candidato a governador do Rio Grande do Norte, ex-prefeito da capital Carlos Eduardo(PDT).

Promovida pelos bolsonaristas, a carreata reforçou a dobradinha entre os candidatos a Presidente da República e a governador contra os desmandos do PT. “PT nunca mais!, pelo Brasil e pelo Rio Grande do Norte”, foi a expressão mais ouvida. Lideranças que apoiam Bolsonaro e Carlos Eduardo demonstraram vibração e certeza na vitória de ambos no segundo turno.

Moro homologa delação de ex-executivo da Mendes Júnior

Resultado de imagem para Moro
Foto: da Internet

O juiz federal Sérgio Moro homologou a delação premiada de Rogério Cunha de Oliveira, ex-executivo da Mendes Júnior condenado a 25 anos, 8 meses e 20 dias na Operação Lava Jato. Segundo os termos do acordo, ele ficará um ano seis e meses em regime fechado. Cunha iniciou em agosto o cumprimento de sua pena, que chegou a ser reduzida pelo Tribunal Regional Federal da 4ª Região. A Corte levou em consideração a confissão de crimes pelo executivo.

A multa do acordo foi inicialmente prevista em R$ 3,2 milhões, mas foi aumentada para R$ 4,3 milhões em meio às negociações após o ex-executivo reconhecer voluntariamente que havia omitido pagamento de R$ 700 mil a um ‘conhecido operador financeiro’.

O acordo prevê que, após um ano e seis meses em regime fechado, Cunha fique dois anos e meio em domiciliar, com tornozeleira, passe quatro anos em semi aberto e cinco anos em aberto.

No dia 3 de novembro de 2015, o juiz federal Sérgio Moro condenou o ex-executivo a 17 anos e quatro meses de prisão. O processo envolvia o pagamento de R$ 31,4 milhões à diretoria de Abastecimento da Petrobrás. De acordo com a sentença, apenas um dos crimes de corrupção envolveu pagamento de R$ 9 milhões.

Sem sucesso, executivos da Mendes Júnior têm negociado delação premiada. A defesa da empreiteira tem afirmado que está disponível para colaborar com as autoridades e aguarda ser chamada pela Justiça.

Dois termos de delação de Rogério da Cunha foram anexados à ação penal em que é réu desde março de 2018. Ele é acusado, ao lado de executivos da Odebrecht, de pagar propinas para o ex-gerente da Petrobrás Simão Tuma.

Segundo a acusação, além de ter repassado informações sigilosas aos agentes corruptores durante a fase licitatória, Tuma atuou de forma decisiva para que a Petrobrás dispensasse nova licitação e efetuasse a contratação direta do consórcio Pipe Rack no montante inicial de R$ 1.869.624.800,00. O valor das propinas foi ajustado em 1% do valor do contrato, isto é, cerca de R$ 18 milhões.

Em seu depoimento, Rogério admite que a Mendes Júnior fez os pagamentos ‘simulados’ de propinas por meio do operador Rodrigo Tacla Duran. O ex-executivo entregou à força-tarefa contratos entre o advogado e a empreiteira.

 

Fonte: https://politica.estadao.com.br/blogs/fausto-macedo/moro-homologa-delacao-de-ex-executivo-da-mendes-junior/

Bolsonaro mantém grande diferença de Haddad, mostra pesquisa BTG/FSB

Foto: da Internet
Primeira pesquisa BTG/FSB divulgada neste segundo turno para a corrida presidencial mostra Jair Bolsonaro (PSL) na frente, com 59% dos votos válidos (aqueles que excluem brancos, nulos e indecisos). Ele está 18 pontos percentuais à frente de Fernando Haddad (PT), que tem 41% dos votos válidos.

Considerando os votos totais, o candidato do PSL tem 51% e o petista, 35%. A pesquisa também traz a decisão de voto dos eleitores: entre quem vota em Bolsonaro, 94% afirmam que a decisão é definitiva; já entre quem vota em Haddad, 89% afirmam ser uma decisão definitiva.

O levantamento mediu, ainda, a rejeição dos candidatos: Haddad tem índice de 53% e Bolsonaro, 38%.

Pesquisa para presidente – 2º turno

Estimulada, % dos votos totais

grafico-1

Pesquisa para presidente – 2º turno

Estimulada, % dos votos válidos

grafico-2

Pesquisa realizada pelo BTG/FSB de 13/out a 14/out/2018 com 2.000 entrevistados (Brasil, por telefone). Contratada por: BANCO BTG PACTUAL. Registro no TSE: BR-07950/2018. Margem de erro: 2 pontos percentuais. Confiança: 95%. *Não sabe / Não respondeu.

 

Fonte: https://www.tribunapr.com.br/noticias/politica/bolsonaro-mantem-grande-diferenca-de-haddad-mostra-pesquisa-btgfsb/