Archive for dezembro, 2019

Homem é flagrado roubando bolsa com R$ 2 mil em supermercado em Natal

Homem circulava em supermercado de Natal com carrinho de compras vazio. Minutos depois, ele roubou uma bolsa com R$ 2 mil — Foto: Divulgação/Polícia Civil
Foto: Divulgação/Polícia Civil

Um homem que fingia fazer compras em um supermercado em Candelária, Zona Sul de Natal, roubou uma bolsa com R$ 2 mil enquanto uma funcionária transferia o dinheiro do caixa na noite deste domingo (29). Câmeras de segurança flagraram o suspeito andando na loja com um carrinho de compras vazio antes de levar o dinheiro.

Imagens do circuito de segurança interno do local mostram que o criminoso observa a movimentação de uma funcionária do supermercado. As câmeras registram que ela transfere o dinheiro da caixa registradora para uma bolsa. Segundos depois, o suspeito, que veste uma camisa vermelha e preta, espera um cliente sair do caixa ao lado, vai em direção à funcionária, pega a bolsa e sai do local correndo.

Imagens do circuito de segurança interno do local mostram que o criminoso observa a movimentação de uma funcionária do supermercado. As câmeras registram que ela transfere o dinheiro da caixa registradora para uma bolsa. Segundos depois, o suspeito, que veste uma camisa vermelha e preta, espera um cliente sair do caixa ao lado, vai em direção à funcionária, pega a bolsa e sai do local correndo.

Funcionários do supermercado registraram um boletim na Central de Flagrantes da Zona Sul de Natal e a Polícia Civil vai investigar o crime.

G1

Ex-deputado federal Paulo Wagner morre em Nísia Floresta

Ex-deputado Paulo Wagner morreu na noite deste domingo (29) em Nísia Floresta, na Grande Natal — Foto: Reprodução/Redes Sociais
Ex-deputado Paulo Wagner morreu na noite deste domingo (29) em Nísia Floresta, na Grande Natal — Foto: Reprodução/Redes Sociais

Morreu na noite deste domingo (29) o ex-deputado federal Paulo Wagner. Ele tinha 57 anos e teve um infarto fulminante em um apartamento na Praia de Pirangi, em Nísia Floresta, na Grande Natal. Ele será velado no Cemitério Morada da Paz em Parnamirim, também na região metropolitana da capital potiguar.

Paulo Wagner nasceu em Areia Branca e além de deputado federal foi vereador, radialista e apresentador de TV. Popular, foi eleito para o primeiro cargo público, de vereador em Natal, em 2008. Dois anos depois, foi eleito deputado federal pelo Partido Verde (PV).

Com problemas de saúde, aposentou-se por invalidez em dezembro de 2014 pela Câmara dos Deputados. O velório será realizado no Cemitério Morada da Paz e o corpo de Paulo Wagner será cremado.

G1

Praias da Grande Natal estão próprias para banho no fim de semana

Pirangi: Praias da Grande Natal estão próprias para banho — Foto: Leonardo Erys/G1
Pirangi: Praias da Grande Natal estão próprias para banho — Foto: Leonardo Erys/G1

Todas as praias de Natal e da região metropolitana estão próprias para banho neste fim de semana, o último de 2019. É o que aponta o boletim de balneabilidade do Programa Azul, que foi divulgado nesta sexta-feira (27). O programa monitora 33 locais de banho, entre praias, balneários e lagoas da Grande Natal.

O boletim inclui praias de Natal, Extremoz, Parnamirim e Nísia Floresta na sua avaliação. O relatório tem validade até a próxima quinta-feira (2), quando um outro será divulgado com uma nova análise. Ou seja, as condições são favoráveis para quem deseja passar a véspera de ano novo em alguma praia da região metropolitana.

A classificação que define a propriedade do banho da praia leva em conta a quantidade de coliformes fecais encontrada nas águas. A análise é baseada em uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

O boletim Programa Azul é feito em parceria pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern).

G1

Humoristas da Globo denunciam Marcius Melhem por assédio moral

Marcius Melhem, Coordenador do Departamento de Humor da TV Globo, está sendo denunciado por assédio moral por uma série de atrizes do núcleo de humor da emissora.
Dani Calabresa e Maria Clara Gueiros são alguns dos nomes apurados pela Coluna do Leo Dias e que levaram a denúncia de assédio até o conhecimento da emissora.
Pode ser considerado assédio moral no trabalho qualquer situação humilhante, constrangedora, repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções, sendo mais comuns em relações hierárquicas autoritárias.
É claro que nenhuma das atrizes da Globo virá a público para comentar o assunto. Denúncias internas dentro da TV Globo, principalmente relacionadas a assédio, são assuntos proibidos para serem comentados em redes sociais ou com a imprensa, a não ser, é claro, que a própria emissora se pronuncie dando detalhes do caso.
Dani Calabresa, por exemplo, deu pistas na rede social que seu ano não foi nada bom. “2019 foi uma eterna prova do líder. To até agora esperando o Bial ou Tiago Leifert me avisarem que posso me mexer e ir mijar em paz”, disse ela ontem, com um tom de humor, nas redes sociais.
O que se sabe é que a denúncia também ganhou reforço com os homens do humor na emissora. Marcelo Adnet, por exemplo, testemunhou a favor das atrizes.
A TV Globo, por meio de seu departamento de Comunicação, emitiu uma nota sobre o assunto: “Todo relato de assédio, moral ou sexual, na Globo é apurado criteriosamente assim que tomamos conhecimento. A Globo reafirma que não aceita qualquer tipo de assédio e, neste sentido, mantém um canal aberto para denúncias de violação às regras do Código de Ética do Grupo Globo.”
Marcius Melhem, por outro lado, é inacessível para comentar as denúncias. Ele não tem assessoria de imprensa e nem mesmo rede social aberta aos fãs. No Instagram, fechado, uma mensagem clara no perfil: “Atenção: Perfil para amigos e familiares.”


Dani Calabresa e Maria Clara Gueiros são alguns dos nomes apurados pela Coluna do Leo Dias e que levaram a denúncia de assédio até o conhecimento da emissora.
Pode ser considerado assédio moral no trabalho qualquer situação humilhante, constrangedora, repetitivas e prolongadas durante a jornada de trabalho e no exercício de suas funções, sendo mais comuns em relações hierárquicas autoritárias.
É claro que nenhuma das atrizes da Globo virá a público para comentar o assunto. Denúncias internas dentro da TV Globo, principalmente relacionadas a assédio, são assuntos proibidos para serem comentados em redes sociais ou com a imprensa, a não ser, é claro, que a própria emissora se pronuncie dando detalhes do caso.
Dani Calabresa, por exemplo, deu pistas na rede social que seu ano não foi nada bom. “2019 foi uma eterna prova do líder. To até agora esperando o Bial ou Tiago Leifert me avisarem que posso me mexer e ir mijar em paz”, disse ela ontem, com um tom de humor, nas redes sociais.
O que se sabe é que a denúncia também ganhou reforço com os homens do humor na emissora. Marcelo Adnet, por exemplo, testemunhou a favor das atrizes.
A TV Globo, por meio de seu departamento de Comunicação, emitiu uma nota sobre o assunto: “Todo relato de assédio, moral ou sexual, na Globo é apurado criteriosamente assim que tomamos conhecimento. A Globo reafirma que não aceita qualquer tipo de assédio e, neste sentido, mantém um canal aberto para denúncias de violação às regras do Código de Ética do Grupo Globo.”
Marcius Melhem, por outro lado, é inacessível para comentar as denúncias. Ele não tem assessoria de imprensa e nem mesmo rede social aberta aos fãs. No Instagram, fechado, uma mensagem clara no perfil: “Atenção: Perfil para amigos e familiares.”

Coluna Léo Dias – UOL, Com colaboração de Lucas Pasin

Governo sanciona lei do programa Moto Legal

A governadora comemorou a iniciativa, que tem alto alcance social — Foto: Sandro Menezes

Apresentada pelo Governo do Estado em agosto deste ano, a lei que cria o Programa Moto Legal foi sancionada na tarde desta quinta-feira, 26, pela governadora Fátima Bezerra.

Aprovado, por unanimidade, na Assembleia Legislativa no último dia 11, o projeto altera as leis sobre motocicletas com documentação irregular com o objetivo de incentivar a regularização da transferência de propriedade e do licenciamento de motocicletas, motonetas ou ciclomotores de até 155 cilindradas, registradas no Departamento Estadual de Trânsito.

A governadora comemorou a iniciativa, que tem alto alcance social. “Do ponto de vista social, essa lei traduz muito do nosso governo que é voltado para os mais humildes, para aqueles em condição econômica mais vulnerável. A partir dessa lei vamos garantir muitos benefícios para essas pessoas terem a oportunidade de regularizar suas motos de até 155 cilindradas, que muitas vezes são o principal instrumento para trazer sustento de suas famílias”.

A utilização dessas motos se dá pela população de baixa renda, em sua maior parte para o trabalho. Ao ter o veículo retido por irregularidade, o trabalhador não conseguia reaver seu bem devido a burocracia e alto custo.

O novo programa junta-se à lei, aprovada este ano, para perdoar as dívidas de imposto sobre a propriedade de veículos automotores (IPVA) aos proprietários de motocicletas que regularizassem os pagamentos a partir deste ano.

Presente à solenidade, o deputado Francisco Medeiros destacou, além da importância do Moto Legal, um outro projeto que também tem caráter social. “Esta proposta foi muito debatida na Assembleia Legislativa, porque os parlamentares entendem a necessidade do Estado oferecer algum suporte a essas pessoas menos favorecidas. Pela primeira vez na história, o governo dá aos mais humildes uma oportunidade como essa. E aproveito para lembrar ainda do projeto de lei da CNH Social, que também será um grande benefício para a população que não tem condições de arcar com as despesas para tirar esse documento, principalmente no interior do estado”.

A chefe do Executivo concordou e assumiu o compromisso de implementar a CNH social no Rio Grande do Norte. “Já determinei ao Detran que tome as providências necessárias, porque nós vamos sim implementar muito em breve a CNH Social”, concluiu.

Benefícios do Moto Legal

O condutor em situação irregular poderá parcelar taxas e tributos (IPVA, Detran-RN e proteção contra incêndio e resgate em via pública), pagar por cartão de débito ou crédito, ser dispensado das despesas com remoção e estada da motocicleta em depósito. O proprietário também terá prioridade no arremate em caso de leilão do veículo apreendido ou removido, equiparação do condutor ao proprietário, para fins de preferência na aquisição por leilão do veículo, incentivo à regularização administrativa da transferência de propriedade mediante ações que possibilitem a reunião do condutor possuidor com o proprietário registrado.

Será disponibilizado ainda o incentivo à regularização judicial da transferência de propriedade por meio da Defensoria Pública Estadual e isenção de taxas para regularização da transferência.

O Programa Moto Legal ainda isenta de IPVA a compra de motocicletas com até 155cc, limitada a um veículo por beneficiário e que o condutor não tenha cometido infração de trânsito nos últimos 12 meses.

A partir da aplicação da lei, os condutores que forem encontrados com seus veículos em situação irregular terão a oportunidade de celebrar um termo de compromisso no qual se comprometem a regularizar a situação, dentro dos termos da lei, dentro de 120 dias para não terem suas motocicletas recolhidas.

O programa Moto Legal segue as medidas administrativas previstas na Lei Federal nº 13.655, de 2018, e não viola iniciativa legislativa da União para legislar sobre trânsito.

Também estavam presentes na solenidade o vice-governador, Antenor Roberto; o diretor geral do Detran, Jonielson Oliveira; os secretários Raimundo Alves (Gabinete Civil); Francisco Canindé Araújo (Segurança); Jaime Calado (Desenvolvimento Econômico); Gustavo Coelho (Infraestrutura); Carlos Eduardo Xavier (Tributação); o Procurador Geral do Estado, Luiz Antônio Marinho; o comandante geral da Polícia Militar, Alarico Azevedo; os deputados: George Soares; Francisco Souza; Bernardo Amorim; Raimundo Fernandes; Souza Neto; Hermano Moraes; e representando a Federação das Indústrias do RN (Fiern) o superintendente corporativo, Helder Maranhão.

PF indicia Lula sob suspeita de propina de r$ 4 milhões da Odebrecht

Foram indiciados também Paulo Okamotto, Antonio Palocci e Marcelo Odebrecht — Foto: © Reuters

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – A Polícia Federal no Paraná indiciou o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sob suspeita de corrupção passiva e lavagem de dinheiro relacionados a repasses de R$ 4 milhões feitos pela Odebrecht ao Instituto Lula.

O relatório final da PF foi assinado na última segunda-feira (23) pelo delegado Dante Pegoraro Lemos e faz parte de uma investigação aberta em 2015 para apurar o recebimento de valores de empreiteiras investigadas na Lava Jato pela Lils, a empresa de palestras de Lula.

Atualmente, Lula é réu na primeira instância de Curitiba por outro caso que envolve o Instituto Lula, sob acusação de ter recebido propina da Odebrecht por meio da compra de terreno para a sede da entidade.

O novo indiciamento foi feito em um processo relacionado a esse caso da compra, que ainda aguarda decisão do juiz Luiz Antônio Bonat.

Após o indiciamento da Polícia Federal, os autos são encaminhados ao Ministério Público Federal, que decide se apresenta ou não uma denúncia à Justiça.

Em Curitiba, Lula já foi condenado por corrupção passiva e lavagem de dinheiro nos casos do tríplex de Guarujá (SP) e do sítio de Atibaia (SP), em primeira e segunda instância.

Os repasses investigados ao Instituto Lula foram feitos de forma oficial, como doação, entre dezembro de 2013 e março de 2014, mas a polícia desconfia que eles teriam como origem os créditos da conta de propinas gerenciada pela Odebrecht.

“As evidências mostraram que os recursos transferidos pela Odebrecht sob a rubrica de ‘doações’ foram abatidos de uma espécie de conta-corrente informal de propinas mantida junto à construtora, da mesma forma ocorrida com aqueles destinados à aquisição do imóvel para o Instituto Lula”, diz o delegado no relatório.

“Surgem, então, robustos indícios da origem ilícita dos recursos e, via de consequência, da prática dos crimes de corrupção ativa e passiva, considerando o pagamento de vantagem indevida a agente público em razão do cargo por ele anteriormente ocupado.”

Além de Lula, foram indiciados Paulo Okamotto, presidente do instituto, o ex-ministro Antonio Palocci e Marcelo Odebrecht, ex-presidente da empreiteira. Tanto Palocci como Marcelo fecharam acordos de delação premiada.

Procurada, a defesa do ex-presidente ainda não se manifestou.

POR FOLHAPRESS

Para Janaína Paschoal, Flávio Bolsonaro ‘cometeu peculato’

A deputada comentou sobre a investigação envolvendo o filho do presidente da República — Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por Estadão Conteúdo — A deputada estadual Janaina Paschoal (PSL-SP) criticou a criação, pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, do Aliança pelo Brasil. Para ela, a iniciativa “é trair a própria história”, já que ele “nunca se ligou em partido”. “Não achei inteligente abrir outro partido nesse momento e dividir sua base”, afirmou ao jornal O Estado de S. Paulo.

Questionada sobre a investigação envolvendo o filho do presidente da República, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), em prática de “rachadinha” quando era deputado estadual no Rio, ela disse que, “ao que tudo indica”, o filho “01” do presidente “cometeu peculato”.

Como a sra. avalia a investigação envolvendo o senador Flávio Bolsonaro?

A gente aprende e ensina no Direito Penal que a responsabilidade penal é individual. Ao que tudo indica, infelizmente, o Flávio cometeu peculato e utilizou funcionários para desviar dinheiro público. Tecnicamente falando, não vejo a lavagem (de dinheiro), mas o peculato vejo. E ele tem que responder. O meu desejo é que o Ministério Público Federal faça com os outros naquela lista da Alerj (Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro) o que está fazendo com o Flávio. Já ouvi gente dizendo que, se não faz com os outros não pode fazer com ele, mas meu desejo é o contrário. As pessoas precisam aprender que o dinheiro público deve ser respeitado.

Há, ainda, acusação de candidaturas laranjas no PSL…

Com relação à eleição, o que posso falar é meu depoimento. Na época, o (ex-)presidente (do PSL, Gustavo) Bebianno veio e ofereceu para mim e para a Joice (Hasselmann, deputada federal) R$ 100 mil do fundo eleitoral. Por decisão pessoal, não quis dinheiro de ninguém e gastei só o meu. Em nenhum momento, houve comentário do tipo “recebe e depois devolve”. Isso vai na contramão da acusação das laranjas. Não acho que foi uma ordem de cima, acho que foi algo pontual.

Em que momento a sra. achou que era hora de buscar uma candidatura avulsa?

É uma convicção que tenho desde sempre. Muito antes de entrar na política, já entendia que candidaturas avulsas eram um direito individual. Quando você tem a obrigatoriedade de um partido, restringe sua liberdade de se voluntariar a um cargo. É uma convicção jurídica, porque o Pacto de San José da Costa Rica garante isso. Ao entrar na política, me tornei ainda mais convicta dessa necessidade. A força que os donos dos partidos têm é negativo para a própria população.

A sra. já disse que o presidente Jair Bolsonaro também é sem partido, de candidatura avulsa. Acredita que fundar um novo partido pode prejudicar o desempenho dele na Planalto?

Eu não achei inteligente abrir outro partido nesse momento e dividir sua base. Mas também disse que, se o presidente saísse do PSL, com a base e a ideia de governar para todos, eu o apoiaria. Ele nunca se ligou em partido, então acho que abrir esse Aliança (pelo Brasil) é trair a própria história. Abrir esse partido é uma mentalidade atrasada e acho que ele vai direcionar energia para algo absolutamente secundário. Dizer que atrapalha é exagero. Mas o que o País ganha com o presidente gastando energia agora? Eu acho que ele foi mal orientado (risos).

Onde se vê em 2022? Pensa em se candidatar novamente?

Não sei se me candidato novamente, só chegando lá. Tenho um lado místico, vou esperar um sinal. Não sei se um sonho ou algo assim. Não faço esse tipo de plano. Sempre fui apaixonada pelo País, independentemente de cargo. Seja como deputada ou nada, vou continuar lutando, é mais forte que eu.

A sra. defende o fim do fundo eleitoral e partidário com dinheiro público.

Eu acho que precisa vetar (o fundo eleitoral). Não precisa de tanto dinheiro para fazer campanha, aquilo é tudo superfaturado. Chega. Tem menos dinheiro, todo mundo economiza; tem muito dinheiro, o pessoal acha que pode gastar.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Policial Militar de folga reage a assalto e mata dois assaltantes

Um policial militar de folga reagiu a uma tentativa de assalto e matou dois homens na tarde desta quinta-feira (26) em Piquete (SP). A ação aconteceu por volta das 14h15 na altura do Km 3 da rodovia SP-183.

Segundo a Polícia Militar, um sargento da corporação, que estava de folga, estava em seu carro na rodovia Cristiano Alves da Rosa quando foi abordado por dois criminosos de bicicleta ao encostar o veículo no acostamento.

O policial percebeu que um dos suspeitos estava armado e reagiu disparando contra os dois homens. Os homens de 21 e 27 anos morreram no local.

Um dos suspeitos estava em liberdade condicional, e tinha passagens por roubo. O caso vai ser registrado na Polícia Civil.

G1

Sine oferece 32 vagas de trabalho no Rio Grande do Norte

Há vagas para Natal, Mossoró e João Câmara — Foto: Rafael Neddermeyer/Fotos Públicas

O Sistema Nacional de Empregos do Rio Grande do Norte (Sine) abriu 32 vagas de emprego no Rio Grande do Norte nesta quinta-feira (26). A maioria das vagas é para a Grande Natal e as demais para os municípios de Mossoró e João Câmara.

Ao todo, são 28 vagas para a Grande Natal, com boa parte delas destinada a professores de matemática, língua portuguesa, história, contabilidade e administração (veja a lista completa no fim).

Para concorrer, os interessados cadastrados no sistema Emprega Brasil, do Ministério do Trabalho, podem se candidatar pelo site do órgão. Caso não tenham esse registro, os candidatos devem procurar uma agência do Sine nas Centrais do Cidadão espalhadas pelo estado. O Sine Matriz, em Natal, funciona na Rua Adolfo Gordo, na Cidade da Esperança, no prédio da Central do Trabalhador. O local funciona das 8h às 14h.

De acordo com o Sine, os documentos exigidos para inscrição são Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), número do PIS/PASEP, comprovante de residência, documento de identidade, Cadastro da Pessoa Física (CPF) e e-mail.

Veja as vagas

Grande Natal (28 vagas)

  • Costureira em geral (3 vagas)
  • Enfermeiro (4)
  • Instrutor de aprendizagem em informática (2)
  • Mecânico de refrigeração (2)
  • Professor assistente de regência de classe (2)
  • Professor de administração (3)
  • Professor de contabilidade (3)
  • Professor de história no ensino médio (3)
  • Professor de língua portuguesa (3)
  • Professor de matemática no ensino médio (3)

Mossoró (2 vagas)

  • Pintor de estruturas metálicas (1)
  • Soldador (1)

João Câmara (2 vagas)

  • Vendedor interno (2)

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

João Miguel e Maria Cecília são os nomes mais registrados em 2019 no RN; confira lista

Enzo Gabriel, primeiro lugar em 2017 e 2018, caiu para 3º lugar entre os nomes mais registrados — Foto: John Pacheco/G1

João Miguel e Maria Cecília foram os nomes mais registrados no Rio Grande do Norte em 2019. A lista com os registros mais populares no estado e no Brasil foi divulgada na quarta-feira (25) pelo Portal da Transparência do Registro Civil.

Aparecem no topo os nomes João Miguel, com 356 registros de nascimento, e Maria Cecília, com 306. O terceiro nome que surge na lista é Enzo Gabriel, com 299. Esse último, inclusive é o nome mais registrado no Brasil no ano: 16.672 vezes.

Entre nomes que mais apareceram nos registros de nascimento em 2019 no RN também estão Maria Julia, Maria Helena, João Guilherme, Maria Alice, Maria Valentina, Maria Clara e Maria Luiza. Apenas nomes compostos estão entre os 10 primeiros lugares.

Os 10 nomes mais registrados no RN

NomesRegistros
João Miguel356
Maria Cecília306
Enzo Gabriel299
Maria Julia234
Maria Helena227
João Guilherme186
Maria Alice176
Maria Valentina174
Maria Clara167
Maria Luiza165

Fonte: Portal da Transparência do Registro Civil

Entre os nomes simples, Maria, Heitor, Samuel, Miguel e Arthur são os mais populares.

Os 10 nomes simples mais registrados no RN

NomesRegistros
Maria61
Heitor49
Samuel49
Miguel45
Arthur35
Bernardo33
Helena33
Gabriel33
Davi29
Laura26

Fonte: Portal da Transparência do Registro Civil

O curioso é que nos últimos dois anos o nome Enzo Gabriel, que caiu para 3º na lista deste ano, esteve no topo da lista do RN. Em 2018, ele foi seguido de Maria Clara, João Miguel, Maria Helena e Maria Cecília.

O nome João Miguel, líder neste ano no estado, também tem se mantido entre os mais registrados no estado, aparecendo em 3º lugar no ano passado, em 2º lugar em 2017 e em 4º lugar em 2016.

Natal

A capital Natal também seguiu a tendência no estado e teve João Miguel como o nome mais registrado no ano, com 92 registros, seguido por Maria Helena (81), Maria Cecília (78), Enzo Gabriel (73) e Maria Julia (60).

Entre os nomes simples, o mais popular foi Miguel (23), Heitor (22), Gabriel (15), Samuel (15) e Theo (14).

Os 10 nomes mais registrados em Natal

NomeRegistros
João Miguel92
Maria Helena81
Maria Cecília78
Enzo Gabriel73
Maria Julia60
Maria Clara55
Maria Valentina53
Maria Luiza52
João Guilherme49
Maria Eduarda47

Fonte: Portal da Transparência do Registro Civil

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia

Carro explode durante abastecimento em posto de combustíveis no RN

Carro ficou completamente destruído na parte de trás — Foto: Redes Sociais
Carro ficou completamente destruído na parte de trás — Foto: Redes Sociais

Um carro explodiu enquanto era abastecido na noite desta quarta-feira (25) em um posto de combustíveis que fica próximo à entrada do município de Assu, no interior do Rio Grande do Norte. As imagens das câmeras de segurança do local mostram que o veículo tinha um botijão de gás de cozinha na mala, ao lado do cilindro de Gás Natural Veicular (GNV).

O caso aconteceu por volta das 21h em um posto localizado às margens da BR-304. De acordo com a Polícia Militar, que foi acionada uma hora após o acidente, ninguém ficou ferido.

As imagens das câmeras de segurança do posto mostram que o motorista abre a mala do veículo, ajusta a posição do botijão de gás e, em seguida, fecha a mala. Ele se afasta do local, caminha em direção à frente do carro e poucos segundos depois acontece a explosão. O carro estava sendo abastecido com GNV na hora do acidente.

A mala e o banco de trás do carro, do tipo Prisma de cor prata, ficaram destruídos – os bancos do motorista e do passageiro foram parcialmente preservados. O cilindro de Gás Natural Veicular também permaneceu intacto, apesar de toda a estrutura ao redor ter sido destruída.

O carro possui placa vermelha e pertence ao município de Serra do Mel, no interior do RN.

G1

NATAL:Rodoviários protestam contra ‘punições arbitrárias’

Foto: da Internet

Motoristas e cobradores de ônibus de Natal (empresas Cidade das Dunas e Cidade do Natal) paralisaram as atividades nesta segunda-feira, 23, na capital potiguar.
Os trabalhadores se reuniram em frente à sede do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do estado (Sintro), no bairro de Cidade Alta, na zona Leste da cidade.
O protesto foi iniciado por volta das 10h. Segundo a Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana, o trânsito na Avenida Rio Branco, linha entre o Centro e o bairro do Alecrim, ficou lento. As linhas de ônibus que circulam no Alecrim e Cidade Alta sofreram atrasos.
Segundo o Sindicato dos Trabalhadores e Transportadores Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro-RN), os rodoviários protestam contra “punições arbitrárias” que os motoristas vêm sofrendo quando se envolvem em acidentes. Em alguns casos houve demissões, denuncia a categoria.

PRF tem até hoje para retomar fiscalização com radares móveis

Fiscalização com radar móvel — Foto: Reprodução/TV Tapajós

Por G1 DF — A Polícia Rodoviária Federal (PRF) tem até esta segunda-feira (23) para voltar com os radares móveis das rodovias federais, segundo determinação do juiz Marcelo Gentil Monteiro, da 1ª Vara Federal Cível do Distrito Federal.

No dia 11 de dezembro, o magistrado suspendeu a ordem do Governo Federal que proibia a utilização dos aparelhos. O prazo fixado inicialmente era de 72 horas e acabou sendo estendido.

O juiz deu prazo até esta segunda para que a PRF tome “todas as providências para restabelecer integralmente a fiscalização eletrônica por meio dos radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais”.

Ao G1, a PRF informou que “já iniciou as tratativas necessárias, alinhada com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, para efetivar o cumprimento judicial que determina a retomada do uso dos radares nos procedimentos de fiscalização do órgão” (veja íntegra abaixo).

O magistrado atendeu a um pedido do Ministério Público Federal (MPF), que questionou A portaria assinada pelo presidente Jair Bolsonaro em agosto e que proibia o uso de radares nas rodovias federais.

À época, Bolsonaro enviou ao Ministério da Justiça ordem para que a PRF suspendesse a utilização dos equipamentos para evitar “desvirtuamento do caráter educativo” e “a utilização meramente arrecadatória”.

O que diz a PRF?

“Brasília, 16 de dezembro de 2019 – A Polícia Rodoviária Federal (PRF) foi notificada pela Justiça do Distrito Federal quanto à decisão do Juiz Federal Substituto da 1ª Vara – SJ/DF, Marcelo Gentil Monteiro, determinando à PRF que adotasse, no prazo de 72 horas, todas as providências para o integral restabelecimento da fiscalização eletrônica por meio dos radares estáticos, móveis e portáteis nas rodovias federais.

Neste último domingo, 15 de dezembro, uma nova decisão foi proferida pelo mesmo juízo, estendendo e escalonando os prazos até o dia 23 de dezembro para a retomada das fiscalizações eletrônicas por meio dos radares. O novo prazo surgiu em razão da necessidade da adoção de medidas administrativas para concretização da reativação do uso dos equipamentos.

A PRF informa à sociedade que já iniciou as tratativas necessárias, alinhada com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, para efetivar o cumprimento judicial que determina a retomada do uso dos radares nos procedimentos de fiscalização do órgão.

Assim, a PRF estará reativando na sua rotina de atividades operacionais, no prazo e modo estipulado pela decisão supracitada, a modalidade de fiscalização de velocidade com o uso dos equipamentos citados, priorizando o caráter preventivo e educativo de seu emprego.”

Após deixar a prisão, ex-governador da Paraíba abre o jogo e fala sobre acusações

Foto: da Internet

Do Click PB – O ex-governador Ricardo Coutinho decidiu se pronunciar na noite deste domingo (22) após a exibição de uma reportagem no Fantástico sobre a Operação Calvário e acusações feitas pelos delatores contra ele. Pelas redes sociais, Ricardo contestou a veracidade das informações que foram prestadas pelos delatores. Sobre os delatores, o ex-governador comentou que “eu lamento pelo sofrimento que essas pessoas tiveram. Você percebe constrangimento para encaixar palavras que possam construir narrativas”.

Já em relação ao áudio apresentado pelo delator Daniel Gomes, Ricardo ressaltou que “claramente é um áudio com alterações”. No entanto, ele destaca que aconteceu um diálogo com Daniel sobre uma Organização Social que estava relutante em assumir um contrato. Neste caso, de acordo com Ricardo Coutinho, ele afirmou garantir “que o Estado pagaria uma entrada de 10% para comprar os equipamentos do hospital”.