Archive for fevereiro 7th, 2020

Campanha de vacinação contra o sarampo começa na segunda (10) no RN

Vacinação contra sarampo no Rio — Foto: Mariana Ramos/ Divulgação/ Prefeitura do Rio

Começa na próxima segunda-feira (10) a campanha nacional contra o Sarampo, com foco nas crianças e jovens com idades entre 5 e 19 anos. A população pode procurar as unidades de saúde mais próximas até o dia 13 de março para tomar a dose da vacina.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Natal, a intenção é imunizar cerca de 12 mil de pessoas contra a doença no município. Para isso, a rede básica de saúde, conta com cerca de 70 salas de vacinação preparadas para receber a população que ainda não tenha tomado a primeira dose da vacina, ou com o cartão vacinal incompleto.

A população com a faixa etária indicada deve procurar as unidades de saúde a partir desta segunda, ou no Dia “D” de Mobilização Nacional da campanha, que acontece no próximo sábado dia 15 de fevereiro, portando documento de identificação e o cartão de vacina, como ressalta Vaneska Gadelha, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI).

O segundo momento da campanha acontecerá entre os dias 03 e 31 de agosto tendo como foco o público com faixa etária entre 30 e 59 anos.

O Ministério da Saúde estabelece, em seu esquema vacinal, que duas doses da vacina devem ser aplicadas para homens e mulheres com idade entre 12 meses e 29 anos de idade, sendo a segunda dose com intervalo de 30 dias.

Para a população entre 30 a 49 anos é necessária apenas apenas uma dose da vacina. “O objetivo é resgatar os não vacinados ou as pessoas com o cartão de vacina incompleto”, explica Vaneska Gadelha, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI), sobre esse primeiro momento da campanha.

Sarampo

A doença infectocontagiosa é causada pelo vírus Measles morbillivirus e pode ser letal se não tratada adequadamente. Sua transmissão ocorre pelo contato com secreção expelida pelas vias respiratórias dos pacientes que possuem a doença, como espirro ou tosse. Entre os seus sintomas os pacientes podem apresentar febre, tosse e aparecimento de manchas avermelhadas pelo corpo e rosto. A única forma de evitar a doença é pela vacinação, que já se encontra disponível nas unidades de saúde do município.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/

Operação da Polícia Civil afasta 5 servidores do Detran-RN por suspeita de corrupção

Sede do Detran RN em Nata (arquivo) — Foto: Detran/Divulgação

Cinco servidores do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (Detran-RN) foram afastados na manhã desta sexta-feira (7), quando foi deflagrada a Operação “Pecúnia Doc”, da Polícia Civil, que investiga a prática de corrupção dentro do órgão estadual.

Quatro despachantes também são alvos da ação. Uma pessoa acabou presa em flagrante, durante o cumprimento dos mandados, por posse ilegal de arma de fogo.

A operação foi realizada pela Delegacia Especializada de Defesa do Patrimônio Público e do Combate à Corrupção (Deccor). De acordo com a delegada Karla Viviane, os envolvidos cobraram valores variados, de até de R$ 1 mil reais, dos usuários, para antecipar as vistorias nos veículos, para que os servidores “não notassem” alguma irregularidade, ou até mesmo aprovar veículos que sequer estavam no estado.

Ainda de acordo com a Polícia Civil, os crimes eram realizados há vários anos e ainda não é possível dizer o volume de dinheiro movimentado pelas práticas de corrupção. Os casos descobertos teriam acontecido na sede do órgão, em Natal, e no Shopping Via Direta, onde o Detran também realiza atendimentos.

As investigações começaram após informações repassadas pela própria direção do órgão à polícia. Entre outros crimes, os investigados deverão responder por corrupção ativa e passiva.

Em nota, o Detran que as investigações foram iniciadas há cerca de 1 ano, quando o órgão identificou indícios de irregularidades, acionando a Polícia Civil e fornecendo todo o aparato de informações e documentações solicitadas pela Justiça e pela Polícia Civil.

“Ressaltamos que a Decisão Judicial expedida ao Detran na data de hoje (07), determinando o afastamento das funções de dois servidores efetivos do Detran, dois servidores cedidos e um comissionado (Já exonerado do cargo em janeiro deste ano, devido a suspeitas de irregularidades), foram cumpridas de imediato pela Direção do Detran”.

O órgão também afirmou que bloqueou o credenciamento de dois despachantes apontados pela investigação, inclusive determinando a proibição da entrada de ambos nas dependências do órgão, “sendo essa última medida aplicada a outros três ‘atravessadores’ (que se passam por despachantes)”.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Souza solicita unidade do Hemocentro para Nova Cruz

A fim de que a população de Nova Cruz não precise se deslocar para a doação de sangue e realização de outros exames, o deputado Souza (PSB) está solicitando ao governo estadual, por meio da Secretaria de Saúde Pública (Sesap/RNRN) a instalação de uma unidade do Hemocentro.

“Nova Cruz é uma das principais cidades do Agreste potiguar, com mais de 37 mil habitantes e diante dessa situação, é fundamental a instalação de uma unidade que ofereça todas as condições necessárias para que a população não se desloque”, justificou Souza.

Os hemocentros são instituições públicas ou privadas que realizam atividades de hemoterapia e hematologia com o objetivo de fornecer sangue (seus componentes e hemoderivados), preferencialmente, aos hospitais que estiverem com baixo estoque de sangue, além do atendimento ambulatorial das patologias relacionadas com o sangue.

Assessoria

Defeso do caranguejo-uçá começa na segunda-feira (10) no RN

Caranguejo-uçá — Foto: Arquivo/ICMBio

Começa na próxima segunda-feira (10) o segundo período de defeso do caranguejo-uça no Rio Grande do Norte em 2020. Segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), a captura e a comercialização do animal ficam proibidas até o sábado (15), por causa da andada – período de reprodução da espécie.

De acordo com o instituto, ficam proibidos a captura, a manutenção em cativeiro, o transporte, o beneficiamento, a industrialização, o armazenamento e a comercialização do animal. Também não pode haver venda de partes isoladas (quelas, pinças, garras ou desfiado).

A andada é o período no qual os caranguejos saem de suas tocas para se reproduzirem. O defeso é curto e acontece em mais de um período, porque a reprodução dos animais é influenciada pela lua cheia.

Além do novo defeso, já houve um período de proibição de captura em janeiro, do dia 11 a 16 de janeiro e outra ainda é prevista para o ano, dessa vez de 10 a 15 de março.

Durante o período de defeso, as pessoas e empresas que trabalham com captura, cativeiro e venda da espécie devem fornecer, até o último dia útil que antecede cada período, a relação detalhada dos estoques de animais vivos, congelados, pré-cozidos, inteiros ou em partes, conforme formulário fornecido pelo Ibama.


“O transporte e a comercialização dos produtos declarados deverão estar acompanhados, desde a origem até o destino final, de Guia de Autorização de Transporte e Comércio”, apontou o Ibama.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

A pedido de Ezequiel, Governo garante recursos para concluir passagem molhada em Goianinha

O Governo do Rio Grande do Norte destinará os recursos necessários para a conclusão da obra da passagem molhada no município de Goianinha. A garantia foi dada pela própria governadora Fátima Bezerra (PT) em reunião nesta quarta-feira (05) com o deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa.

O projeto, que recebeu emendas do parlamentar, está orçado em mais de R$ 1,4 milhão e já está mais de 60% concluído. “É um sonho que está próximo de virar realidade. A população de Goianinha e região próxima espera por essa passagem molhada há mais de 30 anos. É mais um compromisso que reafirmamos a favor de uma melhor qualidade de vida do povo potiguar”, disse Ezequiel Ferreira.

A passagem molhada liga a zona urbana com a zona rural da cidade, e também dá acesso às cidades de Espírito Santo e Jundiá. A expectativa é que a obra beneficie a economia da região e mais de 5 mil pessoas nos bairros Barrocas, Carnaúba, Cachimbo Seco, Miranda, Manoel Paz, Morro do Grito, Anacé, Malhadinha, Santa Catarina e Campo Limpo.

Na reunião com a governadora também estiveram presentes o ex-deputado estadual Dison Lisboa, liderança da região Agreste do Estado, e o secretário de Estado da Infraestrutura, Gustavo Rosado. Para Dison Lisboa, o trabalho de Ezequiel Ferreira para a conclusão desta obra tem grande relevância para transformar o dia-a-dia de quem mais precisa, melhorando o transporte e a comercialização de mercadorias pela região Agreste.

Assessoria

MPF denuncia tenente-coronel da PM e mais onze pessoas por contrabando internacional de cigarros

Tenente-coronel André Luis Fernandes, da PM do Rio Grande do Norte, foi candidato a deputado no estado — Foto: Reprodução/Redes sociais

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou, nesta quinta-feira (6), o tenente-coronel da PM do Rio Grande do Norte André Luis Fernandes e mais onze pessoas suspeitas de integrar uma suposta organização criminosa responsável por contrabando de cigarros do Paraguai para diferentes regiões do Brasil. Também estão entre os denunciados um cabo e um policial militar reformado. Sete investigados foram presos em janeiro, durante a Operação Níquel, da Polícia Federal.

Segundo o MPF, o grupo era dividido em dois núcleos de atuação. O primeiro operacionalizava o escoamento, escolta e guarda dos produtos contrabandeados. Já o segundo núcleo realizaria as operações financeiras para ocultar a origem e destino dos recursos. Ainda de acordo com a denúncia, a investigação tem base em interceptações telefônicas, conversas em aplicativos de mensagens e planilhas financeiras.

As conversas interceptadas teriam revelado a “plena estabilidade, clara divisão de tarefas e busca de perenidade na atuação da organização criminosa, que se valia do emprego de armas de fogo, de atuação transnacional e da participação de servidores públicos.”

Dados obtidos no Inquérito Policial dariam a dimensão da organização: em aproximadamente 18 meses, foram movimentados mais de R$ 16 milhões, através de pessoas e empresas. Na tentativa de recuperar uma carga roubada em alto-mar, em 2017, o grupo chegou a alugar um helicóptero.

Ainda segundo a denúncia, a organização contava com pessoal armado no acompanhamento de cargas, a falta de fiscalização nas rodovias e eventual apoio das forças policiais para escoar os produtos para várias cidades, como Fortaleza, Natal e São Paulo.

Liderança

O MPF aponta que o tenente-coronel Fernandes – preso pela Operação Níquel em janeiro – “é o líder e comandante da organização criminosa armada, com total domínio financeiro e operacional das atividades”. Segundo a denúncia, ele “se valia do próprio efetivo policial do interior do Rio Grande do Norte para blindar sua organização e evitar que terceiros subtraíssem a mercadoria do grupo”.

Em celular apreendido na residência do tenente-coronel, conversas em grupo no aplicativo WhatsApp, com participação dos líderes, revelariam detalhes da operação. “Possuíam doutrina de sigilo, com alertas sobre eventual acesso por parte da polícia do conteúdo das mensagens trocadas.”

Para se blindar de investigações, ainda conforme o MPF, os membros evitavam ostentar patrimônio, se esquivavam ou corrompiam a polícia e buscavam enfrentar criminosos concorrentes.

Outro integrante apontado como líder do grupo seria responsável pelo financiamento e coordenação do fornecimento de cigarros. Ele teria base Foz do Iguaçu, no Paraná.

“Os investigados devem responder pelo crime de organização criminosa armada, com pena de reclusão de três a oito anos, agravada pelo uso de armas de fogo e envolvimento de funcionários públicos. A pena do tenente-coronel Fernandes ainda é aumentada pelo papel de liderança. O grupo também é denunciado pelo crime de contrabando”, informou o MPF.

A denúncia tramita na 2ª Vara da Justiça Federal no RN.

Operação

A organização criminosa passou a ser investigada com o compartilhamento de provas obtidas pelo Ministério Público do Estado do RN e pela Força Nacional, no âmbito das operações “Limpidare” e “Caronte”, que apuram mais de uma centena de mortes violentas em Ceará-Mirim, na região metropolitana de Natal.


Em janeiro, o grupo foi alvo de sete mandados de prisão preventiva e 16 de busca e apreensão cumpridos em Natal, São Paulo e Abaetetuba. Na ocasião, a PF apreendeu cigarros contrabandeados, armas de fogo, munições e dinheiro.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte