Archive for julho 10th, 2020

Covid-19: Natal tem melhoras nas ocupações das UPAs, não há ninguém intubado

Centro de Atendimento para Covid-19 em Natal atende cerca de 600 ...
Atendimentos no ginásio Nélio Dias — Foto: Ayrton Freire/Inter TV Cabugi

Há um mês, a situação era muito crítica. A UPA de Pajuçara tinha ocupação de 220% dos leitos, a UPA Pontegi, 160%, e a UPA Cidade Satélite, 90%. O Hospital dos Pescadores também tinha 100% de ocupação.

Hoje, sexta feira, 10, a Secretaria Municipal de Natal (SMS) atualizou o nível de ocupação das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da cidade, mostrando melhoras nas ocupações.

A UPA de Pajuçara, na Zona Norte, caiu de 220% para apenas 40% de ocupação, a do Potengi caiu para 70%, a de Cidade Satélite caiu para apenas 30% ocupada. Apenas o Hospital dos Pescadores permaneceu com a mesma ocupação.

De todas as unidades, nenhuma apresenta pacientes intubados pelo novo coronavírus. De acordo com a SMS, a diminuição no número de pacientes nas UPAS acontece porque Natal ampliou o número de profissionais de saúde, exames como swab, testes rápidos, horário estendido e adotou um protocolo para uso de medicamentos.

Além disso, a pasta citou que colocou um Centro de Atendimento para Enfrentamento à Covid-19 no Ginásio Nélio Dias, na Zona Norte de Natal, “considerada região de maiores índices de contaminação e vulnerabilidade social”.

De acordo com o Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), o RN tem atualmente 651 pessoas internadas por coronavírus, sendo 400 na rede pública e 251 na rede privada. A ocupação dos leitos críticos (semi intensivo e UTI) na rede pública é de 84,9% e na rede privada, de 80%.

G1RN

Francisco do PT solicita construção de adutora em benefício do Médio Oeste

O pedido de construção de uma adutora entre Umari e Campo Grande pautou requerimento do deputado Francisco do PT ao Ministro de Estado do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho. Segundo o parlamentar, a construção da barragem vem sendo pleiteada pelas associações dos municípios da região do Médio Oeste há anos. 

De acordo com Francisco, o projeto consiste na captação de água da Barragem de Umari, terceiro maior reservatório do Estado, que está atualmente subtilizado, para posterior canalização até Campo Grande. 

“Essa obra poderá beneficiar não somente os dois municípios, mas também Patu, Messias Targino, Janduís e Almino Afonso”, explica, frisando que a oferta de água não é a adequada para garantir a qualidade de vida dos cidadãos daquelas localidades. 

Concluindo, Francisco diz que nunca é demais ressaltar a importância da água para a vida humana. “A falta de água encanada é uma calamidade. Seu acesso é um direito de todos e obrigação do Estado. Por tudo isso é que estou enviando este pleito”, finaliza.

‘Tendências são favoráveis para reabertura econômica, mas é preciso cuidado’, diz governadora do RN

Governadora Fátima Bezerra (PT) durante entrevista coletiva em formato virtual sobre coronavírus no Rio Grande do Norte — Foto: Reprodução
Governadora Fátima Bezerra (PT) durante entrevista coletiva em formato virtual sobre coronavírus no Rio Grande do Norte — Foto: Reprodução

“As tendências são favoráveis para reabertura econômica, mas é preciso cuidado, A pandemia não acabou”, afirmou a governadora Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT) no início da tarde desta sexta-feira (10), durante entrevista coletiva sobre o combate à pandemia da Covid-19.

De acordo com o governo do estado, a taxa de transmissibilidade já está pouco abaixo de 1 – o que significa que, em média, uma pessoa contaminada pelo coronavírus chega a contaminar, no máximo, mais uma pessoa. Além disso, a ocupação dos leitos de UTI está em 83%, próximo à taxa de 80% determinada em decreto como parâmetro para continuidade do processo de reabertura gradual das atividades econômicas.

A governadora afirmou que não deverá antecipar a reabertura dos comércios da segunda fração da primeira etapa de reabertura, nem a primeira fração da segunda etapa, que estão marcadas para a próxima quarta-feira (15). Ela ainda ressaltou que as empresas precisam seguir as regras estabelecidas pelos decretos estaduais.

“Quem agiu de forma precipitada, desrespeitando as recomendações das autoridades sanitárias e relaxando antes da hora as medidas de prevenção e combate ao Covid-19, teve que voltar atrás, com perdas humanas e econômicas. E nós não queremos que isso ocorra aqui no Rio Grande do Norte. O desejo do governo é o da maioria da população, que deseja voltar às atividades econômicas, religiosas, esportivas, culturais, entre outras. Mas vamos fazer isso com segurança e responsabilidade”, afirmou.

G1RN

Ezequiel Ferreira solicita regularização de abastecimento de água em Pedra Grande

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), apresentou requerimento a governadora Fátima Bezerra (PT) e ao diretor-presidente da Caern, Roberto Sérgio Linhares, solicitando a regularização do abastecimento de água no município de Pedra Grande.

Segundo relatos recebidos pelo parlamentar, a cidade está há quase 30 dias sem o fornecimento de água, situação que fica ainda mais dramática levando em conta o momento da pandemia causada pelo coronavírus, quando a higiene é fundamental no combate a doença. Além disso, os moradores do município afirmam ainda que o abastecimento não é contínuo, uma vez que sofrem mensalmente com a falta de água por um período de 10 a 15 dias.

“Com o fornecimento comprometido, muitas residências ficam sem receber água e acabam tendo que recorrer até mesmo a compra de carros-pipa”, disse o deputado. Ainda no requerimento, Ezequiel solicita que as famílias da cidade sejam isentas da cobrança da conta de água do mês de junho, quando começou o problema.
 

Manuela D’Avila prestou depoimento na ação contra os hackers

Manuela diz não saber por que foi procurada por hacker

Em depoimento terça-feira (07) na ação contra os hackers que roubaram as mensagens da Lava Jato, a ex-deputada Manuela D’Ávila disse não saber o motivo pelo qual foi procurada, no ano passado, por Walter Delgatti, que inicialmente estava interessado em repassar a ela o material.

“Não tenho absoluta ideia. Por escrito ele respondeu que eu devia lutar como uma garota. Talvez o senhor vincule isso a frase que eu usava na minha camiseta durante o processo eleitoral. E que tentou procurar as outras pessoas e eu fui aquela que respondeu. Talvez por ser a pessoa que estava esperando a família chegar em casa no Dia das Mães e estava com o celular em mãos”, disse.

No depoimento, Manuela relembrou que recebeu primeiro uma mensagem do celular de Cid Gomes, contato que foi invadido por Walter Delgatti para falar com ela. Depois ele passou a comunicar por meio de outro número, dizendo que tinha a intenção de “ajudar o país e livrar o país da corrupção”.

A ex-deputada disse que indicou então o nome de Glenn Greenwald quando Delgatti contou que tinha informações sobre membros da Lava Jato. “Sugeri que não passasse as informações para mim, mas para jornalista mais gabaritado”, afirmou.

Manuela afirmou que nunca viu Delgatti ou outros membros do grupo pessoalmente e que a invasão de seu celular não lhe causou dano.


O Antagonista

MP, MPT e MPF pedem que Justiça suspenda a retomada das atividades econômicas em Natal

Foto: (Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi)
Foto da Internet

Os Ministérios Públicos Estadual, Federal e do Trabalho pediram que a Justiça suspenda a retomada das atividades econômicas em Natal. No pedido, os Ministérios Públicos alegam que a Prefeitura de Natal não apresentou nenhum documento com dados científicos que embasem a possibilidade de reabertura do comércio.

A Prefeitura de Natal informou ao G1 que só vai se manifestar quando for notificada da ação.

A Prefeitura de Natal não seguiu o decreto estadual em relação à retomada das atividades econômicas e reabriu o comércio no dia 30 de junho. O Estado deu início à retomada das atividades no dia 1º julho, mas adiou a segunda etapa, prevista para 8 de julho, para o dia 15 de julho. O município, por sua vez, manteve a segunda fase da retomada das atividades no dia 7 de julho.

A ação inclui um pedido liminar e cobra que se retomem as medidas de isolamento social vigentes até 29 de junho, só devendo a prefeitura adotar o chamado Plano de Retomada Gradual da Atividade Econômica quando forem observados os seguintes critérios:

  • ocupação abaixo de 70% dos leitos de UTI dedicados ao tratamento da covid
  • taxa de transmissibilidade (média de pessoas infectadas por quem possui o vírus) inferior a 1 e se mantendo em queda sustentada.

Essa redução deve ser atestada pelos comitês da Fiocruz, Consórcio Nordeste e Mosaic UFRN, segundo a ação.

A liminar requer a apresentação, no prazo de 24 horas, da justificativa técnica – “embasada em evidências científicas e análises sobre as informações estratégicas em saúde” – que subsidiou a decisão de retomada das atividades econômicas.

No pedido, os Ministérios Públicos afirmam que “no momento, o mais importante é assegurar a saúde da coletividade, devendo ser utilizados os meios necessários para evitar a proliferação da doença, mesmo que isso signifique limitar, momentaneamente, o cidadão de usufruir, em sua plenitude, certas prerrogativas individuais”.

G1RN

RN apresenta queda na incidência de Covid-19 em todas as regiões do estado, diz Sesap

Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de vigilância epidemiológica do RN — Foto: Governo do RN/Reprodução
Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de vigilância epidemiológica do RN — Foto: Governo do RN/Reprodução

De acordo com o monitoramento epidemiológico da Covid-19 feito pela Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) nas últimas três semanas, todas as regiões do estado apresentam uma diminuição da incidência da doença.

“Se nós fôssemos considerar o platô para chegar na queda, nós já iniciamos a nossa queda dos dados epidemiológicos”, afirma Alessandra Luchesi, subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap em entrevista ao Bom Dia RN, da Inter TV Cabugi, nesta sexta-feira (10).

Segundo Lucchesi, apesar da queda, o cenário não é confortável e não permite margem para medidas de relaxamento dos cuidados para conter a pandemia do novo coronavírus no estado. A taxa de ocupação de leitos públicos para tratamento da Covid-19 está em 92%. Na rede privada este índice está 86%, segundo boletim da Sesap.

No entanto as solicitações por leitos diminuíram nos últimos dias. A fila por atendimento clínico ou crítico – que costumeiramente ficou acima de 150 pessoas nos meses de maio e junho – tem 19 pacientes aguardando regulação. Outras 34 já foram regulados e aguardam uma ambulância para transporte. Os dados são da plataforma oficial do governo Regula RN e foram consultados às 8h41 desta sexta (10).

Ainda de acordo com Lucchesi, é necessário entender que novos óbitos e casos serão registrados nos próximos dias, o que é reflexo de um período de uma a duas semanas atrás. De acordo com a Sesap, o RN atingiu o pico da doença no dia 25 de junho.

“Infelizmente ainda continuaremos confirmando casos ao longo desse período, infelizmente a confirmação de óbitos é algo que se espera, mas já estamos numa situação epidemiológica que tem um rumo para um decréscimo para uma situação que seja mais confortável”, explicou Alessandra Lucchesi, representante da Sesap.