Archive for janeiro 7th, 2021

A vacina chinesa CoronaVac tem eficácia de 78% em testes feitos no Brasil, avisa Butantan


CoronaVac tem 78% de eficácia em testes feitos no Brasil
Reprodução

O governo de São Paulo informou nesta quinta-feira (7) que a CoronaVac registrou 78% de eficácia nos testes clínicos feitos no Brasil. A vacina contra a Covid-19 é desenvolvida pelo Instituto Butantan em parceria com a farmacêutica chinesa Sinovac.

Ainda de acordo com o governo, a vacina garantiu a proteção total (100%) contra mortes, casos graves e internações nos voluntários vacinados que foram contaminados.

“Esse resultado significa que a vacina desenvolvida pelo Instituto Butantan tem elevado grau de eficiência e eficácia para proteger a vida dos brasileiros contra a Covid-19. As pessoas que forem imunizadas com a vacina do Instituto Butantan terão entre 78% a 100% menos possibilidade de desenvolverem a Covid-19”, afirmou o governador João Doria (PSDB) em coletiva de imprensa.

“As pessoas que receberam a vacina, em relação às que não receberam, não tiveram nenhum caso de Covid grave. Ou seja, a vacina protegeu 100% em relação a casos graves. Não só: protegeu também 100% contra casos moderados. Ou seja, as pessoas vacinadas nesta população de alto risco foram protegidas da doença moderada e grave”, afirmou Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

Na prática, se uma vacina tem 78% de eficácia, isso significa dizer que 78% das pessoas que tomam a vacina ficam protegidas contra aquela doença. A taxa mínima recomendada pela Organização Mundial da Saúde (OMS) e também pela Anvisa é de 50%.

Entretanto, a eficácia da CoronaVac foi divulgada sem detalhamento, e os dados completos da fase 3 de estudos da CoronaVac, que incluem detalhes de como esse percentual é calculado, ainda não foram publicados.

De acordo com Dimas Covas, as informações serão enviadas à Anvisa e divulgadas posteriormente em publicações científicas.

“O relatório será disponibilizado, primeiro, logo forem submetidos e aceitos pela Anvisa. Os dados são detalhados e eles estarão na documentação técnica que acompanha tanto o pedido como, depois, as publicações científicas.”

O diretor do Butantan disse apenas que entre os mais de 12 mil voluntários, ocorreram “em torno de 200, 218 [casos de Covid-19]”. Desses, “160 e alguma coisa” ocorreram entre participantes que tomaram placebo e outros “60, pouco menos de 60 no grupo vacinado”.

Uso emergencial

Ainda segundo Doria, com o resultado, o Butantan iniciou o pedido para a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) de autorização para o uso emergencial da vacina no país.

Uma nova reunião entre o Instituto e a Agência deve ser realizada ainda na tarde desta quinta.

“Por isso que hoje nós estamos junto à Anvisa. Já tivemos uma primeira reunião. O processo de submissão do uso emergencial prevê um rito que seja feito uma reunião inicial. Reunião inicial foi feita hoje às 10h. A Anvisa recebeu informações e já marcou uma segunda reunião no final do dia de hoje. No final do dia de hoje teremos mais uma reunião e esperamos poder formalmente iniciar esse pedido de tramitação após essa reunião no dia de hoje ou no máximo até amanhã”, explicou Dimas Covas.

Questionada, a Anvisa diz que o instituto apresentou nesta quinta-feira (7) informações sobre a eficácia e segurança da vacina, mas que ainda não houve a submissão do pedido.

Dados da eficácia da CoronaVac foram divulgados nesta quinta  — Foto: Divulgação/Governo de SP

Dados da eficácia da CoronaVac foram divulgados nesta quinta — Foto: Divulgação/Governo de SP

Testes

No Brasil, a vacina foi testada em 16 centros de pesquisas, realizados em São Paulo, Brasília, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Paraná, Mato Grosso e Mato Grosso do Sul.

Mais de 12 mil voluntários brasileiros, que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus, participaram dos testes, que começaram em julho de 2020 e permanecem em andamento.

“E o que tem de diferente este estudo dos demais estudos realizados? Nós realizamos com profissionais de saúde, aquelas pessoas que estão mais submetidas à presença do vírus. Estão na linha de frente, que trabalham diretamente com pacientes com Covid-19. Outros estudos foram feitos com populações gerais. Nós desafiamos essa vacina de uma forma que outras vacinas não fizeram”, disse Dimas Covas, diretor do Instituto Butantan.

O estudo conclusivo mede a taxa de eficácia do imunizante comparando quantos casos confirmados ocorreram nos voluntários que receberam placebo e quantos naqueles que tomaram a vacina.

De acordo com o Dimas Covas, 50% recebeu o placebo e os outros 50%, a vacina.

Adiamentos

Os resultados deveriam ter sido divulgados no dia 23 de dezembro, mas foram adiados duas vezes pelo governo paulista.

Antes, a previsão era de que eles fossem conhecidos no dia 15 daquele mês. Na ocasião, o governo afirmou que por questões de sigilos contratuais, o governo paulista não poderia antecipar quais foram os índices obtidos no Brasil.

Na ocasião, o secretário da Saúde afirmou apenas que o índice não havia chegado a 90%.

Eficácia na Turquia

No final do ano passado, a Turquia informou publicamente ter chegado ao percentual de 91,25% de eficácia da CoronaVac em testes preliminares feitos com 1,3 mil voluntários.

A CoronaVac usa vírus inativados. Esta técnica utiliza vírus que foram expostos em laboratório a calor e produtos químicos para não serem capazes de se reproduzir.

Análise

Em entrevista ao G1, a microbiologista Natália Pasternak disse considerar o índice “excelente”. Ela explica que já era esperado que a CoronaVac tivesse uma eficácia menor que as outras vacinas – porque ela é uma vacina de vírus inativado; já as da Pfizer e da Moderna usam a tecnologia de RNA mensageiro.

“É completamente esperado. Uma vacina de vírus inativado dificilmente vai ter a mesma eficácia do que vacinas de RNA ou vacinas de adenovírus [vetor viral], que conseguem entrar na célula e imitar, de uma forma muito mais efetiva, a infecção natural. Elas acabam provocando uma resposta imune que é tanto de anticorpos como de resposta celular”, explica.

“A vacina inativada não consegue provocar uma resposta tão completa. É esperado que ela tenha uma eficácia menor. A eficácia de 78% da CoronaVac, ao que tudo indica, é uma eficácia excelente e compatível com uma vacina de vírus inativado. Com uma boa campanha, vai ser uma ótima vacina para o Brasil”, afirma.

A vice-presidente do Instituto Sabin de Vacinas, Denise Garrett, explica que o vírus inativado induz uma resposta imune para todo o vírus – e não só para a proteína S, que é a que ele usa para entrar na célula.

“Você tem a produção de anticorpos para todas as proteínas na superfície do vírus. É como se diluísse a resposta imune – para isso, eles usam adjuvantes, nesse caso, o alumínio”, afirma. Os adjuvantes servem para reforçar a indução da resposta imune gerada pela vacina.

G1SP

Paciente de 91 anos com Covid-19 sofre tentativa de estupro dentro de hospital de campanha em Natal

Hospital de Campanha de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Hospital de Campanha de Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

G1RN- Um idoso de 91 anos, internado com Covid-19, sofreu uma tentativa de estupro por outro paciente dentro do Hospital Municipal de Campanha na Via Costeira, em Natal, de acordo com a Polícia Militar. O caso foi registrado na noite desta quarta-feira (6).

A PM foi acionada pela direção do hospital, pela suspeita de uma tentativa de estupro. O suspeito seria um paciente de 37 anos, que teria abusado de um idoso de 91 anos. O relatório da corporação registrou o crime por volta das 19h30.

Ainda de acordo com a PM, uma avaliação médica teria constatado que houve crime. Ainda de acordo com o relatório da corporação, o suspeito, a vítima e testemunhas foram levados para a Central de Flagrantes da Polícia Civil com apoio do Serviço Móvel de Urgência (Samu).

Na manhã desta quinta-feira (7), agentes da Central de Flagrantes informaram que o suspeito recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a ala de presos do Hospital Walfredo Gurgel, na Zona Leste da cidade. Já a vítima foi levada de volta para o Hospital de Campanha.

O caso será investigado pela Delegacia Especializada de Proteção ao Idoso (Depi). Uma testemunha prestou depoimento nesta quinta.

“Foi ouvida a pessoa que teria visualizado a atitude suspeita assim que ela adentrou no quarto para entregar as comidas dos pacientes internos. Ela verificou essa atitude e achou estranho. Essa copeira, de imediato, acionou a equipe médica e os profissionais de saúde que ali estavam e eles imediatamente tiraram o idoso do leito que se encontrava”, explicou a delegada Milena Casimiro.

A delegada reforçou ainda que os médicos da própria unidade constataram previamente as lesões no corpo do paciente de 91 anos e que será solicitado um exame de corpo de delito. “A partir de agora nós vamos escutar os profissionais de saúde que ali trabalham, escutar testemunhas e solicitar as perícias necessárias para elucidação completa do caso”.

Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde lamentou o caso e disse que tomou as providências que cabiam ao serviço de saúde.

“A Secretaria Municipal de Saúde de Natal lamenta profundamente o ocorrido, informa que tomou todas as medidas cabíveis, denunciando e colaborando com à polícia a quem cabe investigar e seguir com o processo”, diz a nota.

Trump promete ‘transição ordeira’ após Congresso ser invadido e depois ratificar vitória de Biden

O presidente dos EUA, Donald Trump, discursa para apoiadores enquanto o Congresso se reúne para certificar a vitória de Biden — Foto: Evan Vucci/AP
O presidente dos EUA, Donald Trump, discursa para apoiadores enquanto o Congresso se reúne para certificar a vitória de Biden — Foto: Evan Vucci/AP

Após o Congresso americano ratificar a vitória de Joe Biden nas eleições presidenciais de novembro na madrugada desta quinta-feira (7), o presidente dos Estados UnidosDonald Trump, afirmou que “haverá uma transição ordeira em 20 de janeiro”.

“Embora isso represente o fim do maior primeiro mandato da história presidencial, é apenas o começo de nossa luta para tornar a América grande de novo”, afirmou Trump ao reconhecer a derrota para Biden, que tomará posse no dia 20.

A declaração foi publicada pelo porta-voz da Casa Branca, Dan Scavino, e foi feita após apoiadores do presidente invadirem o Capitólio, sede do Congresso americano, e causar a suspensão da sessão. Quatro pessoas morreram durante a invasão, segundo a polícia.

“Mesmo que eu discorde totalmente do resultado da eleição, e os fatos me confirmem, haverá uma transição ordenada em 20 de janeiro”, afirmou o presidente dos EUA.

Trump tem se recusado a reconhecer a derrota para Biden e afirma que houve “fraudes massivas” na eleição, apesar de não haver nenhuma prova ou evidência de que isso tenha ocorrido.

Renúncias na equipe

Segundo o canal de televisão CNN, o comunicado foi feito também para evitar uma onda de renúncias na equipe presidencial. Desde o início dos protestos, pelo menos três funcionários do governo Trump entregaram seus cargos:

  • Stephanie Grisham, ex-diretora de comunicações da Casa Branca e ex-secretária de imprensa e atual chefe de gabinete da primeira-dama Melania Trump
  • Ryan Tully, diretor-sênior para Assuntos Europeus e Russos, renunciou ao Conselho de Segurança Nacional
  • Matt Pottinger, vice-conselheiro de Segurança Nacional
  • John Costello, vice-secretário-assistente de inteligência e segurança do Departamento de Comércio
  • Mick Mulvaney, ex-chefe de gabinete de Trump e atual enviado especial à Irlanda do Norte

Certificação no Congresso

A sessão do Congresso foi retomada após horas de interrupção causada por extremistas apoiadores de Trump, que invadiram o Capitólio, e foi encerrada às 5h44 (horário de Brasília) desta quinta-feira (7), após o vice-presidente dos EUA, Mike Pence, proclamar o resultado da eleição.

“O anúncio do estado da votação pelo presidente do Senado será considerado uma declaração suficiente para as pessoas eleitas presidente e vice-presidente dos Estados Unidos para o mandato que começa no dia 20 de janeiro de 2021 e será inscrito junto à lista de votos nos jornais do Senado e da Câmara dos Representantes”, afirmou Pence após a contagem dos votos do Colégio Eleitoral.

Em condições normais, a sessão seria um procedimento meramente formal. Mas Trump pressionava Pence, que presidiu a sessão porque o vice-presidente dos EUA também ocupa o cargo de presidente do Senado, a não aceitar a certificação de Biden.

Ao retomar a sessão, Pence — que também saiu derrotado na tentativa de se reeleger como vice na chapa de Trump — criticou a invasão do Capitólio e celebrou a volta da sessão.

“Para aqueles que causaram estragos em nosso Capitólio hoje: vocês não ganharam”, disse Pence durante seu discurso na reabertura.

“A violência nunca vence. A liberdade vence. Ao nos reunirmos novamente nesta câmara, o mundo testemunhará novamente a resiliência e a força de nossa democracia. E esta ainda é a casa do povo. Vamos voltar ao trabalho”, concluiu.

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, anuncia a eleição de Joe Biden e Kamala Harris como presidente e vice-presidente do país durante sessão conjunta do Congresso americano, que confirmou o resultado do Colégio Eleitoral, em 7 de janeiro de 2021 — Foto: Andrew Harnik/AP

O vice-presidente dos EUA, Mike Pence, anuncia a eleição de Joe Biden e Kamala Harris como presidente e vice-presidente do paísFoto: Andrew Harnik/AP

G1

Castanha de Caju de Serra do Mel torna-se Patrimônio Cultural Imaterial do RN

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte aprovou, ainda em 2020, o projeto de lei que considera como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado a iguaria “Castanha de Caju da Serra do Mel”, proposta pelo deputado estadual Albert Dickson (PROS). A matéria foi aprovada por unanimidade dos presentes.

Para o deputado, é importante promover e proteger a memória e as manifestações culturais representadas, em todo o mundo, por monumentos, sítios históricos e paisagens culturais. “Mas não só de aspectos físicos se constitui a cultura de um povo. Há muito mais, contido nas tradições, no folclore, nos saberes, nas línguas, nas festas e em diversos outros aspectos e manifestações, transmitidos oral ou gestualmente, recriados coletivamente e modificados ao longo do tempo”, disse Albert na sua justificativa.

De acordo com o parlamentar, Serra do Mel é um dos destaques no Nordeste no quesito produção de castanha de caju. Esta iguaria é o “propulsor de sua economia desde a fundação”. “Do Caju tudo é aproveitado. Do pedúnculo, rico em vitamina C e vitamina B12, é possível a produção de outros subprodutos industrializados como: doce, polpa, cajuína, carne básica do caju, bife, paçoca, omelete, cuscuz, sopa, mel natural, rapadura, bolo, geleia, pastel, pão, biscoitinho, hambúrguer, licor, dentre outros. Já a castanha de caju é rica em proteínas, calorias, carboidratos, cálcio, fósforo e ferro”, completa.

“Essa diversificação, a partir de um único fruto, apresenta e garante a possibilidade para que os pequenos produtores rurais de castanha de caju da Serra do Mel acessem mercados além da venda in natura do pedúnculo para fábricas de suco”, diz o deputado.

Outra proposta de Albert Dickson aprovada pelo Legislativo proíbe a aplicação de multa por quebra de fidelidade nos pedidos de cancelamentos ou de alteração para plano mais vantajoso nos serviços de TV por assinatura, telefonia ou internet, enquanto perdurar a pandemia do coronavírus no RN. O descumprimento da Lei poderá acarretar o pagamento de multa de acordo com o Código de Defesa do Consumidor.

“A catastrófica pandemia do coronavírus trará sérias consequências econômicas aos países. Muitos trabalhadores terão seus rendimentos diminuídos em razão desse vírus avassalador, modificando as condições na época da celebração dos respectivos contratos ou mudança de operadora para plano mais vantajoso, já que muitos cidadãos sofrerão grandes perdas financeiras”, relata o deputado. As duas matérias de iniciativa de Albert Dickson foram aprovadas por unanimidade.

Subtenente Eliabe é empossado deputado estadual na Assembleia Legislativa

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte tem um novo deputado. O subtenente da Polícia Militar Eliabe Marques assume agora seu primeiro cargo eletivo. Primeiro suplente do partido Solidariedade nas eleições de 2018, ele assume a vaga deixada por Allyson Bezerra, eleito prefeito de Mossoró nas últimas eleições municipais. O deputado foi empossado pelo presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB) nesta quinta-feira (07).
 
“A Casa do Povo está orgulhosa em receber alguém com a origem história, com sua origem, com a sua dedicação e tenho certeza do grande trabalho que você irá fazer pelo povo do Rio Grande do Norte”, disse o presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira.
 
Durante a posse, o subtenente Eliabe agradeceu à família e dedicou o mandato  aos colegas de farda da PM e bombeiros militares. “Aos meus estimados companheiros de luta, vocês fizeram e continuarão fazendo parte da construção dessa história”, disse ao reafirmar o seu compromisso com a categoria. “Continuarei fazendo o que sempre fiz. Defender com muita firmeza os direitos dos trabalhadores da segurança pública e melhores condições de trabalho, o que resultará em uma segurança pública melhor para o povo do meu Estado”, discursou.
 
Participaram do ato de posse o deputado Coronel Azevedo (PSC); Coronel Francisco Canindé de Araújo Silva – Secretário Estadual de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed); Coronel Alarico José Pessoa Azevedo Júnior – Comandante da Polícia Militar do RN; Coronel Zacarias Figueiredo de Mendonça Neto – Subcomandante da PM/RN; Coronel Josenildo Aciole Bento – Subcomandante Geral do Corpo de Bombeiros do RN; Rodrigo Maribondo – Presidente da Associação dos Bombeiros Militar do RN; representantes de instituições ligadas à segurança pública, familiares e amigos, que seguiram todos os protocolos de biossegurança, estabelecidos pelo setor de segurança da Casa Legislativa.

 
Nascido em Riachuelo, no interior do Rio Grande do Norte, Eliabe chegou a Natal em 1989. Entrou na polícia em 1992 e se envolveu na direção de associações militares. Atualmente é presidente da associação de praças militares, em mandato que vai até 2021 do qual se licenciou durante a campanha de 2020.
 
Eliabe concorreu ao cargo de vereador de Natal, nas eleições de 2020, mas os 1.286 votos recebidos não foram suficientes para colocá-lo na Câmara Municipal. Agora, ele diz que vai honrar os mais de 16,2 mil votos que recebeu em 2018 e que o colocaram na primeira suplência. Eliabe é casado, pai de três filhos e está cursando Gestão Pública pelo Instituto Federal de Educação Tecnológica do Rio Grande do Norte (IFRN).

Lagoa Nova-RN: Prefeito Luciano comemora eleição de Lourival Adão para presidente da Câmara

Foto Cedida

O prefeito de Lagoa Nova, Luciano Santos (MDB), comemorou mais uma vitória. Desta vez foi à articulação feita na eleição da Câmara Municipal. Com seis vereadores a chapa apresentada pelo grupo da situação elegeu o vereador Lourival Adão presidente da Casa Legislativa. Desta forma o MDB mostra sua força e volta depois de duas décadas ao comando do parlamento lagoanovense.

Em seu primeiro mandato (2017-2020) o prefeito Luciano não conseguiu maioria na Câmara, já na reeleição (2021-2024) o reconhecimento da população aconteceu, aprovando seu trabalho como chefe do executivo municipal e dando maioria no legislativo, para governar com sua base de sustentação aliada.

A Mesa Diretora da Câmara Municipal ficou assim:

Presidente: Lourival Adão

Vice-Presidente: Eliabe Davi

1º Secretário: Matheus Emanoel

2º Secretário: Emílio José

Governo de SP corta 12% das verbas destinadas às santas casas e hospitais filantrópicos em 2021


Corte na saúde atinge Santas Casas
Corte na saúde atinge Santas Casas

As santas casas e hospitais filantrópicos do estado de São Paulo vão sofrer um corte de 12% no recursos que recebem do governo estadual neste ano. Os recursos serão retirados de dois programas de auxílio: Pró-Santa Casa e Programa Sustentável. A resolução foi publicada no Diário Oficial nesta quarta-feira (6).

Em meio à pandemia da Covid-19, a medida vai atingir 180 unidades hospitalares. O programa Pró-Santa Casa atende 117 instituições e vai deixar de receber R$ 41 milhões por ano.

O Programa Sustentável, que fomenta 63 instituições, vai perder R$ 39 milhões. A verba para custear despesas como a compra de medicamentos, insumos hospitalares, médicos, enfermeiros, recepcionistas e serviços de limpeza vai encolher R$ 81 milhões.

As santas casas e hospitais filantrópicos representam mais da metade, 56%, das internações do SUS em todo o estado. Sete em casa dez internações são de alta complexidade.

“Acho que agora devia cortar qualquer outra coisa, menos verba desses hospitais que estão atendendo a pandemia com leitos de UTI aqui no estado de São Paulo”, disse Edson Rogatti, presidente da Federação das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos do Estado de São Paulo (Fehosp).

Ação é feita com pacientes que estão internados na Santa Casa de Sorocaba (SP) — Foto: Reprodução/TV TEM

Ação é feita com pacientes que estão internados na Santa Casa de Sorocaba (SP) — Foto: Reprodução/TV TEM

Os cortes nos repasses às Santas Casas não incluem as despesas com as compras de insumos e nem a contratação de serviços para o tratamento de pacientes com Covid-19. Pelo menos é o que consta no texto da resolução aprovada. A Fehosp alerta que esse dinheiro a menos vai afetar o atendimento a todos os pacientes – qualquer que seja o motivo da internação.

A Santa Casa de São Paulo recebe R$ 11,3 milhões por mês e vai deixar de receber R$ 1,3 milhão por mês.

A Secretaria Estadual de Saúde disse que nenhum atendimento relacionado à Covid-19 será prejudicado.

“Nós não desfinanciaremos qualquer atendimento de Covid, não haverá qualquer prejuízo no atendimento Covid, porque os recursos que financiam essas ações não só estão mantidos, como estão em expansão”, disse Eduardo Ribeiro Adriano, secretário Executivo de Estado da Saúde.

A Santa Casa de São Paulo informou que o corte de 12% trará impactos no equilíbrio operacional e na gestão do hospital. Informou ainda que está em constantes tratativas com a Secretaria Estadual de Saúde para que não ocorra nenhum prejuízo no atendimento à população.

G1RN

Suspeitos são perseguidos, atropelados e mortos após assalto na região metropolitana de Natal

Suspeitos de assaltanto foram atropelados por carro de vítima entre Macaíba e São Pedro, no RN. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Suspeitos de assaltanto foram atropelados por carro de vítima entre Macaíba e São Pedro, no RN. — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Dois homens suspeitos de praticarem um assalto em um restaurante no distrito Cajazeiras, em Macaíba, na região metropolitana de Natal, foram perseguidos por uma das vítimas, atropelados e mortos em uma rodovia no município de São Pedro. O caso aconteceu na noite desta quarta-feira (6). As circunstâncias das mortes ainda serão investigadas, segundo a Polícia Militar.

De acordo com a PM, os homens realizaram o assalto e levaram uma motocicleta, um aparelho celular e mais de R$ 2,5 mil em dinheiro. Ainda segundo o relato, uma vítima do crime pegou um carro e perseguiu os bandidos. Em alta velocidade, o carro bateu na traseira da moto em que os suspeitos fugiam, que desceu um barranco na estrada.

A vítima do assalto falou aos policiais que não conseguiu frear e bateu na traseira da moto. Quando a polícia chegou ao local, em uma rodovia que liga a BR-226 à cidade de São Pedro, na região Agreste, constatou que os dois homens estavam mortos. Porém, um dos corpos apresentava marca de tiro.

Vários curiosos estiveram no local. O município de São Pedro tem cerca de 8 mil habitantes, porém a única viatura do município só tinha um policial militar de serviço. Para que o local do crime pudesse ser isolado até a chegada da perícia, foi necessário reforço de viaturas de Macaíba e Elói de Souza.

O caso será investigado pela Polícia Civil.

G1RN

Morre mulher baleada na invasão ao congresso nos EUA

Foto da Internet

Morreu na noite desta quarta-feira (6) a mulher baleada durante a invasão ao Congresso dos EUA na sessão que poderia confirmar a vitória de Joe Biden na eleição presidencial, de acordo com a NBC e a polícia do Distrito de Columbia, onde fica Washington. A vítima estava em estado crítico de saúde após ter sido ferida no peito. 

Imagens da “MSNBC” mostraram a mulher sendo transportada em uma maca enquanto sofria uma forte hemorragia logo após serem ouvidos gritos que alertavam sobre tiros dentro do Congresso. Ainda não está claro quem é o autor do disparo.

Segundo as informações vindas da mídia americana, os apoiadores de Trump invadiram o plenário da Câmara dos Representantes, que havia sido esvaziada, e confrontaram agentes de segurança. Para driblar a polícia e entrar no edifício, diversos manifestantes quebraram janelas e abriram portas à força.

Os agentes utilizaram gás lacrimogêneo nas escadas do edifício, mas dezenas de pessoas conseguiram entrar nos plenários da Câmara e do Senado, enquanto os congressistas eram retirados, assim como o vice-presidente Mike Pence, que deveria presidir a sessão.

A sessão formalizaria a vitória do democrata Joe Biden nas eleições que o presidente republicano Donald Trump afirma que foram fraudulentas, mas sem apresentar provas.


R7