Archive for julho 12th, 2021

Covid-19: 118 milhões de pessoas passaram a sofrer fome em 2020, diz relatório da FAO

FOTO: GETTY IMAGES

A pandemia de covid-19 contribuiu para o agravamento da fome em todo o mundo. É o que aponta o relatório anual O Estado da Segurança Alimentar e Nutrição no Mundo, divulgado hoje (12) pela Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO). De acordo com o estudo, em 2020, entre 720 milhões e 811 milhões de pessoas passaram fome em todo o mundo. Segundo o documento, desse total, mais de 118 milhões de pessoas começaram a passar fome no ano passado em razão da pandemia.

O relatório informa que, entre as pessoas que começaram a passar fome no ano passado, 14 milhões vivem na América Latina e no Caribe. Na África, o número dos que começaram a passar fome aumentou em 46 milhões em relação ao observado em 2019. Na Ásia, foram 57 milhões de pessoas a mais em comparação com o apurado em 2019.

O combate à desnutrição e à má nutrição, em todas as suas formas, continua sendo um desafio, diz o estudo da FAO, ao informar que, em todo o mundo, cerca de 30% das mulheres de 15 a 49 anos padecem de anemia e que a maioria das crianças desnutridas com menos de 5 anos vive na África e na Ásia. Essas regiões são o lar de nove em cada 10 crianças com atraso de crescimento, nove em cada 10 com peso abaixo do previsto para a idade e de sete em cada 10 com excesso de peso. A maioria das crianças desnutridas vive em países afetados por múltiplos fatores, como conflitos internos, desastres ambientais, crises econômicas, destaca o relatório.

O estudo da FAO ressalta ainda que o número de pessoas subalimentadas está aumentando, o progresso em relação ao atraso do crescimento infantil diminuiu e o sobrepeso e a obesidade em adultos aumentaram tanto nos países ricos quanto nos países pobres. O documento diz também que a situação poderia ter sido pior se diversos países não tivessem adotado medidas de proteção social, como o pagamento de auxílio emergencial.

“O efeito da pandemia covid-19 em 2020 ainda não pode ser totalmente quantificado, mas estamos preocupados que muitos milhões de crianças menores de 5 anos tenham sido afetadas por nanismo (149,2 milhões), definhamento (45,4 milhões) ou acima de peso (38,9 milhões). A desnutrição infantil continua a ser um problema, especialmente na África e na Ásia. A obesidade em adultos continua a aumentar, sem sinais de mudança de tendência global ou regional”, diz o documento da FAO. De acordo com o relatório, o esforço para erradicar a desnutrição em todas as suas formas foi prejudicado, inclusive em razão dos efeitos negativos sobre os hábitos alimentares durante a pandemia.

“Em termos de saúde, a interação entre a pandemia, a obesidade e as doenças não transmissíveis relacionadas à alimentação mostrou que é urgente garantir o acesso a dietas saudáveis e acessíveis para todos”, diz o relatório.

Elaborado em conjunto com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), Programa Alimentar Mundial (PAM) e a Organização Mundial da Saúde (OMS), o documento alerta ainda para o fato de que, com base na tendência atual, o mundo não deve cumprir a meta de acabar com a fome até 2030. De acordo o relatório, a fome mundial diminuirá lentamente para menos de 660 milhões em 2030. O número, entretanto, é superior em 30 milhões a mais de pessoas do que o esperado até 2030, o que aponta para a existência de efeitos duradouros da pandemia na segurança alimentar do mundo.

Para combater esse cenário, a FAO diz que os governos devem, entre outros pontos, fortalecer a capacidade econômica das populações mais vulneráveis; promover intervenções ao longo das cadeias de abastecimento de alimentos para reduzir o custo de alimentos nutritivos; combater a pobreza e as desigualdades estruturais; fortalecer os ambientes alimentares e promover mudanças no comportamento do consumidor para a promoção de hábitos alimentares com efeitos positivos na saúde humana e no meio ambiente; além de investir na integração de políticas humanitárias, de desenvolvimento e construção da paz em áreas afetadas por conflitos.

Agência Brasil

Bolsonaro anuncia que vai indicar André Mendonça para vaga no STF

Foto: Edu Andrade/Fatopress/Estadão Conteúdo

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) anunciou nesta segunda-feira (12) que vai indicar o atual advogado-geral da União, André Mendonça, para a vaga deixada pelo ministro Marco Aurélio Mello no Supremo Tribunal Federal (STF). Ele deverá passar por sabatina no Senado.

Marco Aurélio se aposentou nesta segunda aos 75 anos, idade-limite para permanecer como ministro da Suprema Corte. Ele foi indicado pelo então presidente Fernando Collor de Mello, em 1990. Antes de formalizar a indicação, Bolsonaro se reuniu com André Mendonça nesta manhã, no Palácio do Planalto.

Segundo Jair Bolsonaro afirmou a jornalistas, na saída de uma reunião com o presidente do STF Luiz Fux, ele aguardou a aposentadoria do ministro Marco Aurélio por uma deferência ao magistrado. O presidente afirmou que a indicação de André Mendonça será publicada em edição extra do “Diário Oficial da União” nesta segunda-feira.

Com a aposentadoria de ministros do Supremo, cabe sempre ao presidente a indicação de um novo nome. Mendonça é o segundo ministro do STF escolhido por Bolsonaro. No ano passado, ele indicou Nunes Marques para a vaga deixada por Celso de Mello, que aposentou-se por idade em 13 de outubro de 2020. Marques era desembargador federal antes da indicação.

A escolha de Bolsonaro já era amplamente conhecida. Ele chegou a mencionar que indicaria Mendonça ao STF durante reunião ministerial realizada na manhã da última terça-feira (6).

Com a escolha de André Mendonça, o presidente Jair Bolsonaro se torna o quarto dos últimos cinco presidentes a escolher um integrante do seu governo para compor o STF. Os ministros Gilmar Mendes e Dias Toffoli foram advogados-geral da União nos governos Fernando Henrique Cardoso e Luiz Inácio Lula da Silva. O ministro Alexandre de Moraes foi ministro da Justiça e Segurança Público no governo Michel Temer.

Sabatina no Senado

A sabatina no Senado, ainda sem data marcada, acontece na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e para ser aprovado para o mais alto posto do Judiciário, Mendonça precisa dos votos da maioria simples da CCJ – a comissão é formada por 27 senadores.

A praxe é uma aprovação com margem ampla de votos, o que ocorreu até entre aqueles que enfrentaram sabatinas mais longas, como o ministro Edson Fachin (foram 20 votos a favor e 7 contra).

Mesmo que seja reprovado na comissão, o que é improvável, o nome de Mendonça é levado ao Plenário do Senado. Isso porque o parecer é uma orientação e não um instrumento decisivo de rejeição. A palavra soberana é do Plenário, que, assim como a CCJ, faz votação presencial e secreta para deliberar sobre a indicação.

Mendonça deve conseguir a maioria absoluta dos votos (41 dos 81 senadores) para ser confirmado como ministro do STF. Até hoje, o placar mais apertado foi o de Fachin: 52 votos a favor e 27 contra.

Caso a indicação seja aprovada, o presidente da República tem a autorização para nomear o indicado assim que receber a comunicação do Senado, concluindo assim o processo de escolha. Se a indicação for rejeitada, Bolsonaro tem de apresentar outro nome aos senadores, e o trâmite é reiniciado.

O procurador-geral da República, Augusto Aras, chegou a ser cotado para a vaga, mas foi preterido por Mendonça. Na última semana, o AGU evitou comentários sobre a vaga e afirmou que o escolhido por Bolsonaro seria “um grande ministro”. “E o doutor [Augusto] Aras [procurador-geral da República] também. Mas certamente será um grande ministro, quem quer que seja escolhido”, disse.

‘Terrivelmente evangélico’

Desde a posse, Bolsonaro prometeu em diversas oportunidades que escolheria um ministro “terrivelmente evangélico”. Advogado, com mestrado e doutorado, Mendonça também é pastor presbiteriano da Igreja Presbiteriana Esperança, localizada em Brasília.

Por isso, foi qualificado como “terrivelmente evangélico” por Bolsonaro em uma solenidade na Câmara dos Deputados em 2019, um qualificativo utilizado pelo presidente em relação ao seu futuro indicado à vaga no Supremo.

O nome de Mendonça também é aprovado por organizações evangélicas da área, como a Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure), que reiterou o apoio ao nome do AGU em ofícios enviados a Bolsonaro.

Natural de Santos, no litoral paulista, o advogado de 48 anos é formado pela Faculdade de Direito de Bauru, no interior de São Paulo. Tem também o título de doutor em Estado de Direito e Governança Global e mestre em Estratégias Anticorrupção e Políticas de Integridade pela Universidade de Salamanca, na Espanha.

Mendonça atua na Advocacia-Geral da União (AGU) desde 2000. Na instituição, exerceu os cargos de corregedor-geral e de diretor de Patrimônio e Probidade, dentre outros. Em 2019, ele assumiu o comando da AGU com a chegada de Bolsonaro à presidência, mas não ocupou apenas este cargo desde então. Veja o currículo de André Mendonça.

CNN Brasil via BG

Governo do Estado reforça pleitos ao ministro do Turismo

Governo do Estado reforça pleitos ao ministro do Turismo/Foto de Elias Medeiros

Redação/Blog Elias Jornalista

Governadora solicitou liberação de recursos para projetos apresentados em 2019.

A governadora professora Fátima Bezerra apresentou nesta segunda-feira, 12, as obras de restauração e adequação do Complexo Cultural da Rampa e do Forte dos Reis Magos ao ministro do Turismo, Gilson Machado Neto. Na visita, a governadora solicitou ao ministro o atendimento aos projetos apresentados desde 2019 que melhoram a infraestrutura para interiorização do turismo no Rio Grande do Norte.

“Espero sensibilidade do ministro para a liberação dos recursos. Esses pleitos incluem melhorias na pavimentação de estradas que favorecerão esta atividade, que é uma das mais importantes da economia, nos principais destinos do nosso Estado”, afirmou a chefe do Executivo estadual.

Fátima Bezerra também pediu o apoio federal ao projeto de readequação das áreas no entorno do Forte dos Reis Magos, em Natal. A administração estadual já elaborou os projetos que contemplam melhorias nos acessos, espaços para comércio e atividades culturais e recreativas. “Este projeto vai permitir um roteiro de visitação que inclui, além do Forte, o Complexo da Rampa, a Pinacoteca, o Memorial Câmara Cascudo, a Biblioteca Zila Mamede, equipamentos que serão entregues reformados e reestruturados até o próximo ano”, ressaltou.

O ministro Gilson Machado Ministro disse que os projetos do Governo do Estado “são oportunos e importantes para a atividade, vez que integram pontos para visitação. Vi aqui instalações históricas e a preocupação em integrar pontos para visitação. Isso é importante por que oferece opções que levam a visitas mais duradouras com maior permanência do turista”, afirmou Gilson Machado, que se comprometeu em priorizar as reivindicações do Estado e afirmou que “a Governadora conte conosco para executar projetos e para o que for necessário”.

Na recepção ao ministro, Fátima Bezerra foi acompanhada do vice-governador Antenor Roberto, secretários de Turismo, Ana Costa, Comunicação, Guia Dantas, Infraestrutura, Gustavo Coelho, de Relações Institucionais e coordenador do Programa Governo Cidadão, Fernando Mineiro, da Segurança Pública, Francisco Araújo, Tributação, Carlos Eduardo Xavier, Planejamento, Aldemir Freire, presidente da Fundação José Augusto, Crispiniano Neto; diretor da FJA, Fábio Henrique e Bruno Reis, diretor da Emprotur.

A agenda da governadora com o ministro Turismo foi acompanhada pelos ministros das Comunicações, Fábio Faria, da Integração Nacional, Rogério Marinho, dos deputados federais, Benes Leocádio, Eliézer Girão, Carla Dickson, João Maia, deputados estaduais, Ubaldo Fernandes, Albert Dickson, vereador em Natal, Preto Aquino, presidente da Fecomércio, Marcelo Queiroz, presidentes da ABIH/RN, Abdon Gosson, do Sindetur, Francisco Junior, da ASTHEP, Wanderson Borges e da ABAV/RN, Michele Pereira.

Museu Memorial

O Complexo Cultural da Rampa é composto por edificações históricas (Museu da Rampa) e uma edificação contemporânea (Memorial do Aviador), áreas comuns, deck e dois píeres para contemplação.

Os prédios do Museu da Rampa e do Memorial do Aviador estão com as obras concluídos, restam pequenas correções de serviços, incluindo retoques de pintura e remoção do escoramento dos píeres.

Após a entrega da obra por parte da Secretaria de Estado da Infraestrutura, o Complexo Cultural da Rampa será gerido pela Secretaria Estadual de Turismo, que ficará responsável por sua gestão e acervo.
O Complexo Cultural da Rampa abrigará diversas atividades de cunho histórico e cultural, com destaque para o pioneirismo de Natal enquanto ponto de apoio para criação e funcionamento do Correio Aéreo da América Latina, assim como sua participação como base área norte-americana na Segunda Guerra Mundial.

Fortaleza dos Reis Magos

O Governo do Estado retomou as obras de recuperação do Forte dos Reis Magos em outubro de 2020. A medida se deu após longas tratativas que terminaram em um Termo de Ajustamento de Gestão (TAG) entre o Governo e o Tribunal de Contas do Estado do RN (MPjTCE/RN), acordado em 08 de setembro de 2020.

Com o aditivo ao contrato inicial, o custo da obra passou do valor de R$ 3.965.280,20 para R$ 4.750.571,92, com recursos do Governo Cidadão.

O investimento viabilizou a reforma em estruturas essenciais, como piso, teto e acessibilidade, instalação de corrimãos nas escadarias e readequação das salas de exposição e lojas de souvenires.

Reivindicações do Governo do RN ao Ministério do Turismo

Implantação e Pavimentação do trecho rodoviário trecho ENTR. RN 023 (Touros)/Rio do Fogo/Barra/Zumbi/Pititinga/Maracajaú/Caraúbas

Implantação e Pavimentação do trecho rodoviário trecho ENTR. RN-064 (Punaú) / Entrada BR-101

Implantação e Pavimentação da Rodovia de acesso do ENTR. BR-101 (Nísia Floresta) / Alcaçuz / Entrada RN-063 (Pirangi).

Implantação e pavimentação do trecho rodoviário Entrada RN 313 (Pium)/Alcançuz/Entrada vicinal Nísia Floresta, correspondente a um acesso rodoviário, com extensão aproximada de 8,52 km

Implantação e pavimentação do trecho rodoviário Entrada BR 101– Sagi

Execução de reforma e recuperação das instalações físicas do centro de convenções de Natal.

Implantação do Parque da Fortaleza dos Reis Magos.

Bom Jesus: Ezequiel solicita investimentos em educação, segurança, saúde e habitação

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado estadual Ezequiel Ferreira (PSDB), apresentou uma série de requerimentos favoráveis ao município de Bom Jesus, região Potengi do Estado. O parlamentar encaminhou ofícios ao Governo do RN na busca por mais investimentos em educação, segurança, saúde, infraestrutura e habitação para a cidade.

No primeiro documento, Ezequiel reivindica a reforma da Escola Estadual Natália Fonseca, que está em insatisfatório estado de conservação. São rachaduras nas paredes, goteras no telhado e a parte hidráulica deteriorada. Segundo o deputado, a obra incentivaria “o maior interesse e melhro rendimento dos alunos”.

Em outro requerimento, o presidente da Assembleia solicita a perfuração e instalação de poços tubulares em Bom Jesus, com o objetivo de prevenir os problemas que poderão surgir caso o colapso no abastecimento de ´gua da cidade continue sob ameaça.

Ezequiel requer ainda a construção de casas populares para a população carente do município. Com cerca de 10,2 mil habitantes, segundo dados do IBGE2020, Bom Jesus “clama por ajuda para atender às famílias mais necessitadas que não possuem condições para arcar com as despesas de edificação de suas residências, vivendo em locais inapropriados e sem segurança”, disse.

Para a segurança pública, Ezequiel apresentou documento solicitando o aumento do efetivo policial e melhores condições de trabalho para a Polícia Militar que atua na cidade. De acordo com o parlamentar, estas são medidas essenciais para “conter a criminalidade” na região.

Por fim, o deputado requer a disponibilidade de uma ambulância para atender as demandas de Bom Jesus. “Boas condições de saúde é um fator fundamental para o melhor desenvolvimento social de um município, e sem um veículo apropriado para transportar seus enfermos ou acidentados para um hospital ou outro centro com melhores condições hospitalares, a saúde fica comprometida”, disse Ezequiel.

Os requerimentos foram encaminhados para a governadora Fátima Bezerra (PT) e, também, a todos os secretários de Estado dos setores envolvidos.

A mando da ministra do STF Rosa Weber PF abre inquérito para investigar suspeita de prevaricação de Bolsonaro no caso Covaxin

Entenda a linha do tempo da negociação do governo federal pela vacina  Covaxin
Foto da Internet

Polícia Federal instaurou inquérito para investigar suspeita de prevaricação do presidente Jair Bolsonaro no caso da compra da vacina Covaxin contra a Covid-19.

De acordo com a lei, prevaricação consiste em “retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal”.

O inquérito foi instaurado após autorização da ministra Rosa Weber, que atendeu a um pedido da Procuradoria-Geral da República (PGR). O caso se refere à denúncia feita pelo deputado Luis Miranda e o servidor da Saúde, Luis Ricardo Miranda, de que o funcionário teria sido pressionado a assinar o contrato fraudulento para compra da vacina indiana após negociações da Precisa Medicamentos.

O caso teria sido relatado pelos irmãos Miranda ao presidente durante encontro no Palácio da Alvorada. Segundo depoimento deles na CPI da Covid-19, o mandatário teria respondido que esse tipo de negociata seria coisa do deputado Ricardo Barros, líder do governo na Câmara. O inquérito vai apurar se Bolsonaro deixou de tomar as medidas cabíveis para investigar a denúncia.

Após o depoimento dos irmãos Miranda no dia 26 de junho, a comissão convocou uma série de servidores envolvidos na negociação da compra do imunizante indiano. Na terça-feira, 6, a CPI ouviu a servidora Regina Célia Silva Oliveira, fiscal de contratos do Ministério da Saúde, responsável por autorizar a compra da Covaxin.

Em seu depoimento, a fiscal afirmou que não viu “nada de atípico” no processo de negociação do imunizante. Na quinta-feira, 8, o presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD), o vice-presidente Randolfe Rodrigues (Rede) e o relator Renan Calheiros (MDB) cobraram explicações do presidente Bolsonaro sobre as suspeitas na compra da vacina indiana. Além disso, os senadores repreenderam o governo pelo silêncio diante das acusações. “Solicitamos, em caráter de urgência, frente à gravidade das imputações feitas a uma figura central da gestão, que Vossa Excelência desminta ou confirme o teor das declarações do deputado Luís Miranda. […] Somente V. Ex. ª pode retirar o peso terrível desta suspeição tão grave dos ombros do deputado Ricardo Barros, o qual serve o governo em uma função proeminente”, registra a carta enviada ao chefe do Executivo.

Em sua live, o presidente respondeu aos senadores: “Ignorei vocês, não vai ter resposta”. “Que resposta posso ter para a CPI que não quer colaborar com nada, apenas desgastar o governo?”, questionou. “Renan Calheiros, deita aí para você esperar minha resposta. Eu não vou responder para gente sem qualificação como vocês”, completou. Bolsonaro também negou as acusações sobre irregularidades na aquisição do imunizante. “Me rotulam como corrupto onde não gastei um centavo com essa vacina e não recebi uma dose sequer”, defendeu.

Na sexta-feira, 8, foi a vez da comissão ouvir Willian Amorim Santana, servidor lotado na divisão de importação do Ministério da Saúde que detectou erros no processo de compra da vacina. Nesta semana, a CPI deve se aprofundar nas investigações do caso Covaxin. A comissão ouve, na terça-feira, 13, a diretoria técnica da Precisa Medicamentos, Emanuela Medrades.

Jovem Pan

Candidato é preso por tentativa de fraude no concurso da Polícia Civil no RN

Central de Flagrantes de Natal, Polícia Civil RN, Ilustrativa — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
Central de Flagrantes de Natal, Polícia Civil RN, Ilustrativa — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

Um candidato inscrito no concurso da Polícia Civil do Rio Grande do Norte foi preso por tentar fraudar as provas neste domingo (11), em Natal.

A Polícia Civil confirmou ao G1 a prisão de um candidato alagoano, de 41 anos de idade, durante o exame intelectual, que é a primeira etapa da seleção pública. Apesar disso, não informou o tipo de equipamento usado pelo candidato na fraude.

A assessoria de imprensa da corporação disse que a investigação corre em sigilo e que o delegado responsável preferiu não revelar mais detalhes para não prejudicar outras diligências.

Também não foi informada se há suspeita de participação de outras pessoas na tentativa de fraude.

“O inquérito policial foi instaurado e as investigações estão tramitando no Departamento de Combate à Corrupção (DECCOR). A PCRN informa que o certame segue o curso normalmente e reforça seu compromisso com a transparência perante a sociedade, em especial os candidatos, destacando que, caso sejam verificadas quaisquer outras práticas ilícitas, as medidas administrativas e criminais necessárias serão adotadas, com a responsabilização do(s) autor(es)”, informou a corporação em nota.

Concurso

Ao todo, o concurso teve 61.042 candidatos inscritos para concorrer às 301 vagas oferecidas – 230 para agente, 24 para escrivão e 47 para delegado.

edital foi lançado em novembro de 2020 e a previsão era de que as provas fossem aplicadas nos dias 07 e 14 de março. Porém, por causa da pandemia da Covid-19, a seleção foi suspensa em fevereiro e retomada em maio.

O salário oferecido para agente e escrivão é de R$ 4.731,91 e para delegado, R$ 16.670,59.

G1RN

Escassez e miséria em Cuba gera revolta da população que pede “liberdade” e “abaixo a ditadura”

FOTOS: AFP | VIDEO: EPV/RAMON ESPINOSA / AP

As ruas de Havana e várias cidades de Cuba enfrentaram as maiores manifestações contra o Governo desde o maleconazo de 1994, os protestos massivos na capital cubana que marcaram a década de noventa. Mais uma vez, o estopim para a manifestação deste domingo ―em que participaram milhares de pessoas em todo o país e que resultou em centenas de detidos―, foi a grave escassez e miséria sofrida pelos habitantes da ilha, agravadas pelos efeitos da pandemia de covid-19. Gritos de “liberdade” e “abaixo a ditadura” puderam ser ouvidos na Havana Velha, coração da capital do país, e em outras partes de Cuba, amplificados pelas redes sociais, que nos últimos meses têm abalado o cenário político cubano.

Segundo depoimentos de jornalistas locais, vídeos e imagens difundidas nas redes sociais, centenas de cubanos saíram às ruas neste domingo por volta do meio-dia gritando “Liberdade, liberdade” e “Abaixo a ditadura” nos dois municípios, e rapidamente circulou o rumor de que outras cidades do interior do país começavam a aderir ao protesto.

O presidente cubano, Miguel Díaz-Canel fez um pronunciamento imediato na televisão, culpando os Estados Unidos e sua política de sanções pela piora da situação econômica e por incentivar os protestos. “Convocamos todos os revolucionários, todos os comunistas para que saiam às ruas e vão aos lugares onde acontecerão essas provocações”, disse.

A faísca dos protestos começou no domingo na pequena cidade de San Antonio de los Baños, em Havana, onde centenas de pessoas saíram às ruas para protestar contra os longos apagões de eletricidade e exigir que as autoridades as vacinassem contra a covid-19. Logo depois, no entanto, suas demandas se transformaram em gritos por “liberdade” e demandas por mudanças políticas. O protesto chegou ao Facebook em poucos minutos e foi transmitido ao vivo, gerando convocatórias para mais manifestações nas redes. Díaz-Canel foi a San Antonio de los Baños ao meio-dia e percorreu a cidade, falou sobre a difícil situação epidemiológica no país e os esforços do Governo para resolvê-la. Nos últimos dias, os casos positivos de covid-19 e os mortos pela pandemia se multiplicaram exponencialmente, colocando províncias como Matanzas à beira do colapso da saúde. Neste sábado a ilha registrou pelo terceiro dia consecutivo o maior número de novos casos e de mortos por covid-19: 6.923 infecções e 47 óbitos.

O presidente cubano advertiu que se “há pessoas com legítima insatisfação com a situação em que vivem e também revolucionários confusos”, ao mesmo tempo “há oportunistas, contra-revolucionários e mercenários pagos pelo governo dos Estados Unidos para organizar este tipo de manifestações”.

Foi então que afirmou que “não serão permitidas provocações” e pronunciou a famosa frase que era um mantra de Fidel Castro: “A rua é dos revolucionários”. “Aqui nenhum verme ou contra-revolucionário tomará ruas”, disse ele, e instou a parar “as campanhas da mídia” e que “o povo não se permita ser provocado”. Em outras palavras, os fiéis vão às ruas para lutar contra os protestos.

Logo surgiram na Internet notícias de manifestações simultâneas na cidade de Palma Soriano, em Santiago de Cuba, em Alquízar e em outros lugares, algo absolutamente inédito no país, e também houve uma chamada em frente ao Instituto Cubano de Rádio e Televisão (ICRT), no bairro do Vedado da capital, por alguns integrantes do 27-N, grupo de artistas que no final do ano passado se manifestou em frente ao Ministério da Cultura pedindo liberdade de expressão e o fim do assédio à oposição e criadores dissidentes. A manifestação do ICRT, da qual participaram dezenas de pessoas, produziu uma contramanifestação que culminou num ato de repúdio e detenção de todos os protestantes.

Na mesma hora, vários milhares de pessoas também se reuniram no Parque da Fraternidad, próximo ao Capitólio, em Havana Velha. Os participantes viram a convocatória do protesto nas redes sociais. Em pouco tempo, vários milhares de pessoas, manifestantes, curiosos e grupos de defensores da revolução se reuniram ali. Alguns gritaram “Liberdade” e “Pátria e vida” —a canção composta por um grupo de artistas cubanos radicados em Miami e na ilha que desafiou o Governo de Havana. Os outros gritavam “Viva a revolução” e “Pátria e Fidel”.

Mais de cem foram detidos pela polícia, todos do primeiro grupo, exigindo mais liberdade. Veículos policiais foram agredidos quando alguém estava sendo levado embora, um fotógrafo espanhol da Associated Press (AP) foi atacado por policiais em meio à confusão. Em Cárdenas, uma das cidades mais afetadas pelo atual surto de coronavírus, uma patrulha policial foi derrubada. No pano de fundo, o grande descontentamento popular com a crise que atravessa o país, com filas de horas para comprar artigos de primeira necessidade e um quadro muito agudo de escassez de medicamentos.

Depois de percorrer as ruas de San Antonio de los Baños, Díaz-Canel foi à televisão cubana e falou sobre o que estava acontecendo. Afirmou que o fio condutor de tudo, para além das graves dificuldades derivadas da ineficiência da economia cubana, foi o ressurgimento do embargo norte-americano. “Começaram a intensificar uma série de medidas restritivas, de aperto do bloqueio, de perseguição financeira ao setor energético com o objetivo de sufocar nossa economia, e que isso provocasse a tão almejada revolta social que semeasse a possibilidade, com toda a campanha ideológica que se tem feito, de poder apelar a uma intervenção humanitária que culmina em intervenções e ingerências militares “.

Diáz-Canel mencionou a situação extremamente difícil da província de Matanzas, com uma taxa de mais de 1.300 infectados por 100.000 habitantes nos últimos 15 dias, o que levou à tomada de medidas de emergência, como o envio de membros da brigada médica Henry Reeve, que Cuba geralmente envia em missões internacionais quando ocorrem desastres humanitários. Tal brigada nunca havia sido implantada dentro do país antes. “De forma muito covarde, sutil, oportunista e perversa, a partir das situações mais complicadas que já tivemos em províncias como Matanzas e Ciego de Ávila, aqueles que sempre aprovaram o bloqueio e que atuam como mercenários nas ruas do bloqueio ianque, começam a aparecer com doutrinas de ajuda humanitária e corredor humanitário”, assegurou.

Reflexo da preocupação oficial que as manifestações de domingo suscitaram, após o discurso de Díaz-Canel, a televisão cubana transmitiu um programa ao vivo emitido em todas as províncias do país, com declarações de apoio à revolução e garantindo que tudo o que aconteceu foi produto de uma subversão incentivada pelos Estados Unidos e amplificada pelas redes sociais. À noite, nas ruas mais movimentadas de Havana, uma grande operação policial foi implantada.

BG

Eudiane Macedo sugere extensão da rede de abastecimento de água em Caiçara do Norte

A deputada estadual Eudiane Macedo (Republicanos) apresentou requerimento, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, solicitando à Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) que seja feita a extensão da rede de abastecimento de água para Rua do Campo, Rua do Morro e para o Conjunto Nova Caiçara no município de Caiçara do Norte.

Segundo a deputada propositora do requerimento, a solicitação se destina às autoridades competentes, para que tomem providências a fim de atender ao apelo da população do município, “tendo em vista que, por causa da escassez de água, as atividades básicas nessas localidades vêm sendo prejudicadas”.

“Deste modo, torna-se de extrema importância o atendimento deste pleito, que irá amenizar os problemas que diariamente afetam a população local do município de Caiçara do Norte”, completou.

Cristiane Dantas solicita melhorias para municípios de São José de Mipibu e Pedro Velho

A deputada Cristiane Dantas (SDD) está solicitando ao governo estadual melhorias na área da Saúde e no abastecimento de água que beneficiarão, respectivamente, a população de São José de Mipibu e a de Pedro Velho. Para São José, a parlamentar está pleiteando que sejam incluídas novas especialidades, de traumatologia e ortopedia, no Hospital Regional Monsenhor Antônio Barros. Para Pedro Velho, a deputada solicita a construção de rede de saneamento no conjunto Vilma de Faria, na zona urbana.
 
“O município de São José de Mipibu possui uma enorme demanda e remete os seus pacientes para Natal. No entanto, o Hospital   Regional  Monsenhor   Antônio Barros   tem capacidade  física  para  executar  esta  atividade,  o  que  beneficiará não  somente  a  população  do município de São José de Mipibu, como também, as cidades circunvizinhas”, justificou a deputada.
 
No caso de Pedro Velho, o conjunto Vilma de Faria conta com cerca de 60 famílias. Além de ser um direito básico, o saneamento irá levar mais qualidade de vida e evitar a proliferação de doenças decorrentes da falta de tratamento da água.

Vivaldo requer ao governo que amplie o quadro dos hospitais regionais com angiologista

Atento às questões da saúde pública, o deputado Vivaldo Costa (PSD) está solicitando ao governo estadual, através da Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap), a inserção de médico angiologista no quadro de pessoal dos hospitais regionais.
 
“É importante esclarecer que o atendimento clínico do médico angiologista é fundamental para que as doenças vasculares tenham um diagnóstico preciso, antes que se manifestem em estado avançado”, justificou o deputado. Vivaldo acrescentou que  o médico angiologista é  o profissional responsável pelo  tratamento clínico de doenças que acometem os vasos sanguíneos, como artérias e veias, e também os vasos linfáticos.A angiologia atua juntamente com a Cirurgia Vascular, especialidade responsável pelo tratamento cirúrgico das doenças vasculares.
 
“Assim sendo, se for necessário, o  acompanhamento é  seguido de  um  tratamento de controle mais  complexo, sob  a  indicação de  um  cirurgião  vascular.  Por  isso,  diagnosticar precocemente as doenças vasculares otimiza o tratamento e aumenta a possibilidade da eficácia na cura ou administração dessas doenças”, afirmou o deputado, médico por formação.
 
Ele explicou que o médico angiologista atua juntamente com o cirurgião vascular, já que o procedimento cirúrgico será o método utilizado para o tratamento da maioria das doenças vasculares. “O que o paciente precisa entender é que a união das duas especialidades é essencial para tratar as doenças vasculares”, disse.

Carro cai em vala aberta há um ano na Zona Leste de Natal

Carro cai em vala aberta na Zona Leste de Natal — Foto: Redes sociais
Carro cai em vala aberta na Zona Leste de Natal — Foto: Redes sociais

Um carro caiu em uma vala aberta há um ano no meio da rua no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal. O caso aconteceu na noite deste domingo (11).

Um veículo modelo Siena de cor branca não viu o buraco na rua Hildebrando de Góis, nas Rocas. No local, havia uma lage que dava passagem aos veículos, mas cedeu no dia 16 de julho de 2020.

Vala aberta na avenida Engenheiro Hildebrando de Góis, nas Rocas, em Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi
Vala aberta na avenida Engenheiro Hildebrando de Góis, nas Rocas, em Natal. — Foto: Kleber Teixeira/Inter TV Cabugi

O motorista, que não se feriu, mas teve dificuldade para sair do veículo, reclamou da falta de sinalização e iluminação no local.

A Secretaria de Obras do município afirmou que o serviço no local, para reconstrução da laje, deve acontecer nos próximos dias. A empresa contratada também deverá sinalizar o trecho.

Ainda de acordo com a pasta, havia tapumes metálicos e cones sinalizando o trecho, porém, o local teria sido vandalizado “causando todo esse problema”.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Natal começa vacinação de pessoas com 37 anos ou mais contra Covid nesta segunda (12)

Vacinação contra a Covid em Natal — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi
Vacinação contra a Covid em Natal — Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi

Natal começa a vacinar população com 37 anos de idade, ou mais, contra a Covid-19 nesta segunda-feira (12). A informação foi comunicada pela Secretaria Municipal de Saúde.

Os moradores da capital nessa faixa etária, mesmo sem comorbidade, podem procurar atendimento em um dos quatro pontos de drive-thru ou nas 35 unidades básicas de saúde com vacinação Covid-19.

Os pontos de Drive-thru ficam localizados no shopping Via Direta, no Ginásio Nélio Dias, no Palácio dos Esportes e no Sesi.

A capital também vai vacinar trabalhadores da indústria, a partir de 29 anos, exclusivamente no Sesi, nesta segunda (12).

Ainda de acordo com a SMS, é necessário apresentar comprovante de residência, documento com foto e cartão de vacinação. Também é importante fazer o cadastro prévio no RN Mais Vacina.

Veja onde tomar vacina aqui

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia

Assaltante é baleado e PM resgata vítima feita refém na Grande Natal

Arma foi apreendida com assaltante em Parnamirim, na Grande Natal. — Foto: PM/Cedida
Arma foi apreendida com assaltante em Parnamirim, na Grande Natal. — Foto: PM/Cedida

Policiais militares trocaram tiros com assaltantes e resgataram uma vítima que tinha sido feita refém, na noite deste domingo (11) em Parnamirim, na Grande Natal. Um dos suspeitos foi baleado.

Segundo a Polícia Militar, um carro modelo Cobalt foi tomado por assaltantes, na cidade. Porém, informada sobre o crime, uma equipe do 3º Batalhão fez buscas e se deparou com o criminosos. O dono do veículo tinha sido levado como refém.

Ainda de acordo com a PM, ao perceberem a aproximação dos militares, os criminosos tentaram fugir. Houve perseguição com troca de tiros e um dos assaltantes foi baleado e socorrido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. A polícia não informou o estado de saúde dele.

Já a vítima foi liberada sem ferimentos. O outro suspeito conseguiu fugir. “Uma arma de fogo foi apreendida, o veículo recuperado e a vítima resgatada”, concluiu a corporação.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia