Archive for outubro 27th, 2021

RN: Deputados chamam atenção para preço do combustível, insegurança e ações do Governo

O deputado estadual José Dias (PSDB) usou o tempo destinado aos deputados na sessão desta terça-feira (26), na Assembleia Legislativa, para criticar o Governo do Estado na questão do reajuste dos combustíveis. Ele se referia ao noticiário que apontava o preço médio dos combustíveis cobrados no Rio Grande do Norte como os mais caros do País. “O que o Governo Federal cobra em São Paulo é o mesmo que cobra no RN”, disse o deputado, culpando o executivo potiguar pelos preços altos.
 
O deputado também fez críticas à Segurança Pública do Estado e citou a estrutura deficitária nos municípios de Ceará-Mirim e Goianinha. “Em Ceará-Mirim a Companhia da PM não tem capacidade para atender o município”, afirmou o parlamentar, completando que, diante da precariedade, seu mandato já comprou uma porta para ser instalada em uma unidade policial de Goianinha. José Dias alertou para a insegurança na região, considerada portão de entrada para o maior polo de turismo do Estado, referindo-se à praia de Pipa.
 
O deputado Nelter Queiroz (MDB) também usou seu tempo para tecer críticas à governadora Fátima Bezerra (PT), levantando dúvidas sobre o reajuste nos salários de servidores públicos anunciado pelo Governo para o dia 28 de outubro. 
 
O discurso do deputado Nelter Queiroz contra a governadora Fátima Bezerra seguiu com críticas ao processo de compra de respiradores pelo Consórcio Nordeste, onde os governos da região pagaram, mas não receberam os equipamentos. 
 
Em seu pronunciamento, o deputado Coronel Azevedo (PSC), comentou sobre o evento do partido realizado em Natal com presença do presidente nacional, senador Marcondes Gadelha, e a presidente do PSC Mulher, Jemima Santana. O deputado chamou atenção para uma feira virtual de Educação, com participação de 19 universidades da Espanha, que irão oferecer bolsas de estudo. “Eu fui bolsista e fiz mestrado em Governo e Administração Pública em Madri”, disse o deputado, anunciando que toda a programação, com possibilidade de ofertas de bolsas, será postada em suas redes sociais.
 
O deputado Coronel Azevedo rebateu o deputado Albert Dickson (PROS), que pouco antes defendeu a vacina e, mesmo sendo aliado, reprovou a ligação feita pelo presidente Jair Bolsonaro, entre a vacina e o desenvolvimento de doenças como a Aids. 
 
Líder do Governo na Assembleia, o deputado Francisco do PT respondeu aos ataques feitos pelo deputado Nelter Queiroz contra a governadora Fátima Bezerra. Sobre os empréstimos consignados, ele lembrou que a governadora Fátima encontrou o Estado devendo R$ 120 milhões ao Banco do Brasil além das 4 folhas em atraso. “Ela pagou a dívida dos consignados e abriu novo crédito. A governadora pagou o calote de governos anteriores quando deputados nesta Casa ficavam bem caladinhos”, rebateu Francisco, ressaltando que o governo anterior tinha 4 folhas de salários atrasadas e deputados que hoje se posicionam “com violência”, ficavam em silêncio.
 
Francisco disse que vai sugerir a convocação do deputado Nelter para depor na CPI da Covid, para que ele apresente provas contra a governadora.

Lula quer Rodrigo Pacheco de vice em aliança que passa por Minas

Rodrigo Pacheco marca reunião com o ex-presidente Lula no Senado - Notícias  sobre giro cidades - Giro Marília Notícias
Foto copiada da internet

No xadrez eleitoral para a disputa ao Palácio do Planalto, as últimas movimentações dão conta de que o ex-presidente Lula (PT) poderia convidar o presidente do Senado, o mineiro Rodrigo Pacheco, para a vaga de vice. Pacheco filia-se hoje ao PSD do ex-ministro de Lula, Gilberto Kassab.

Alguns interlocutores confirmaram que o ex-presidente já tratou do desenho com aliados. Ele espera convencer Kassab a retomarem a aliança.

Assim, Lula anularia a possibilidade de uma terceira via e ainda teria um palanque forte em Minas Gerais, segundo maior colégio eleitoral. O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), deve ser o candidato ao Governo de Minas, enfrentando o governador Romeu Zema (Novo), aliado do presidente Jair Bolsonaro. 

Kassab nutre simpatia por Lula, mas tem dito que quer lançar Pacheco à Presidência da República, discurso que deve repetir hoje no ato de filiação do presidente do Senado. 

Aliados do petista apostam que, após a janela para troca de partido, no próximo ano, as conversas podem avançar. 

Caso a dobradinha prospere, Minas poderá repetir a polarização nacional, com candidatos apoiados por Lula e Bolsonaro, o primeiro, com vantagem expressiva nas últimas pesquisas.

O Tempo

Bolsonaro afirma que deve se filiar ao PP ou ao PL: ‘Me dou bem com os dois partidos’

O presidente Jair Bolsonaro foi o entrevistado desta quarta-feira pelo Jornal da Manhã / Reprodução/Youtube/Jovem Pan News

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) declarou nesta quarta-feira, 27, que definirá em breve qual o partido se filiará para disputar as eleições de 2022. Em entrevista ao canal Jovem Pan News, que estreou nesta quarta, o chefe do Executivo revelou que está entre o Progressistas (PP) e o Partido Liberal (PL). “Hoje em dia está mais para o PP e o PL. Me dou muito bem com os dois partidos. Eu converso com as lideranças desses partidos que eu tenho interesse, caso dispute a eleição, sobre termos uma bancada no Congresso. Eu tenho interesse em indicar metade dos candidatos ao Senado, pessoas perfeitamente alinhadas conosco”, disse Bolsonaro sobre seus planos.

Apesar de admitir a necessidade de ter uma legenda para o próximo pleito, Bolsonaro não confirmou se realmente irá disputar a reeleição à Presidência da República em 2022. Segundo o presidente, ele não pensa em política no momento. “Eu não penso em política, se não eu não trabalho. Mas eu tenho que ter um partido de qualquer maneira. Eu não sei se vou disputar a reeleição ou não. Está cedo ainda”, afirmou o chefe do Executivo. Ainda que seja cedo para iniciar a campanha para 2022, o presidente reconhece que está atrasado na escolha de um partido. Bolsonaro tem até março de 2022 para se filiar a uma legenda. “Estou atrasado nisso, mas a escolha de um partido é que nem um casamento. Mesmo escolhendo a gente tem problema, imagina escolhendo de atropelo”, apontou.

Em relação ao cenário político atual, o presidente criticou os efeitos negativos do relatório da CPI da Covid-19 na imagem do Brasil perante ao mundo. “A CPI causou um estrago. Não em cima de mim, porque eu estou aqui para apanhar também. Eu não estou preocupado com a minha biografia minha, eu sou um general que está na frente de combate. Eu estou levando tiro o tempo todo e não tem problema nenhum. Mas para fora do Brasil a imagem é péssima. Acreditam que estamos vivendo aqui em uma ditadura”, avalia o presidente, que acredita que o relatório de Renan Calheiros foi uma vingança à família Bolsonaro, que ajudou a eleger Davi Alcolumbre como presidente do Senado Federal em 2019. “Quem tem um pouco de juízo sabe que aquilo foi uma palhaçada. Foi a CPI do Renan Calheiros. Talvez para se vingar, porque quem decidiu a eleição do Alcolumbre em 2019 foi o meu filho, quando ele abriu o voto no Alcolumbre”, relembra.

Jovem Pan

JP News nasce e amplifica o debate de ideias e a defesa do livre pensar

Jovem Pan

Rádio Jovem Pan de São Paulo inicia, nesta quarta-feira, 27, uma nova fase na sua existência na história da radiodifusão brasileira, sempre com critérios pioneiros, inaugurando agora sua emissora de televisão. A Jovem Pan News estará disponível nos canais de TV por assinatura e na parabólica, com uma programação jornalística 24 horas por dia, seguindo sua postura de estar sempre à frente da informação, proporcionando o debate de ideias e a defesa do livre pensar e da livre expressão, fortalecendo cada vez mais a democracia e as instituições do país. A Jovem Pan sempre ocupou o lugar de destaque como um dos maiores grupos de informação de todo o mundo, respeitada por um trabalho jornalístico e de prestação de serviço raramente encontrado até entre os países desenvolvidos. Atualmente, com sede em São Paulo, a Rádio Jovem Pan atua com mais de 100 emissoras afiliadas em todo o território brasileiro, com profissionais fixos também em Brasília e no Rio de Janeiro, além de correspondentes nos Estados Unidos e na Europa. Uma emissora que tem uma história das mais admiráveis na radiodifusão do Brasil, pioneira no setor até no que diz respeito à tecnologia de ponta que sempre utilizou para transmitir e informar ininterruptamente, dia e noite, sobre os acontecimentos do Brasil e do mundo.

Essa postura se amplificará mais com a Jovem Pan News, desenvolvendo o mesmo trabalho que é a marca de sua história particular e da história brasileira, contanto com profissionais competentes em todos os setores que esclarecem os fatos e vão fundo na informação. Onde estiver a notícia, lá estará o microfone da Jovem Pan e agora lá estará a JP News, com o compromisso de décadas: ser testemunha da história, o que tem acontecido desde a sua fundação, tempo em que mudou tudo na radiodifusão brasileira, tornando-se um exemplo em relação especialmente à credibilidade que sempre mereceu da população. Temos a certeza de que o mesmo se dará agora na TV, a JP News, desenvolvendo esse mesmo trabalho que tem o telespectador, ouvinte e a informação correta em primeiro lugar.

Jovem Pan entende que o jornalismo, nos tempos atuais, é um fator de importância fundamental para servir a população em um mundo cada vez mais conturbado em questões das mais delicadas e difíceis de resolver. E o Brasil faz parte desse cenário. Um mundo em profunda transformação, o que significa a invenção de um mundo novo que está a surgir. A Jovem Pan sabe disso e acompanha esse processo na área a comunicação para indicar os rumos a tomar a fim de inserir-se no seu tempo, participando ativamente da vida por meio da informação necessária sobre os fatos de todos os momentos, no Brasil ou no exterior. Além de informar ininterruptamente dia e noite, a JP News também se dedicará à produção de mais de 100 vídeos diários, com os principais acontecimentos do dia, e uma programação de mais de 20 horas ao vivo por dia, com um noticiário esclarecedor. A JP News nasce sendo uma das maiores plataformas do mundo, abrindo espaço especialmente para a discussão de assuntos relacionados à política, economia, educação, saúde, esporte e os demais setores que envolvem a vida das pessoas.

A JP News está presente nesse novo cenário que abraça com denodo e dedicação, fazendo da informação um instrumento de grandeza e harmonia para que o Brasil caminhe ao seu próprio encontro. Ninguém mais vive sem a informação necessária todos os dias. É preciso ter conhecimento dos fatos com um esclarecimento correto, sem distorções, obedecendo a estrita norma da verdade acima de tudo. Isso chama-se credibilidade, que sempre esteve ligada à história da Jovem Pan, que nunca abriu mão desse objetivo de acompanhar os acontecimentos como testemunha de seu tempo. A Jovem Pan inicia essa nova fase na sua vida de sucesso e pioneirismo, que se repetirá na área da televisão, porque desenvolverá um trabalho digno em seus princípios e fins, enobrecendo um setor nacional que, nos tempos atuais, se tornou de absoluta importância para a convivência civilizada e a democracia vivida plenamente, prova cabal para um país que se deseja nobre à sua população e luta pelo crescimento nacional, para ser a nação que todos desejamos para viver.

*O jornalista e poeta Álvaro Alves de Faria está na Jovem Pan desde 1979.

Jovem Pan

Subtenente Eliabe comenta punição de terceiro sargento

A punição disciplinar do terceiro sargento Breno Cesar Rodrigues, que atua no Comando Policial Metropolitano, foi o tema do pronunciamento do deputado Subtenente Eliabe (SDD) durante a sessão plenária da Assembleia Legislativa. O deputado se posicionou contra a medida e afirmou que o militar estava cumprindo o seu papel. 

“Ele se encontrava de folga e se deparou com uma situação e resolveu agir, detendo um cidadão que praticava furtos de cabos e telefonia e o cidadão alegou que havia sido agredido. Mas é uma prerrogativa constitucional, qualquer pessoa do povo pode prender alguém em situação de flagrante, porém para o profissional de segurança pública é um dever, então por este motivo, por cumprir sua obrigação, é que o policial está preso”, criticou o deputado. 

Subtenente Eliabe disse que conhece o policial e afirmou que não há nada que desabone a sua conduta. “Deixo total e irrestrito apoio a Breno e apresentarei moção de aplauso e congratulações pela sua atuação comprometida, numa atitude de um legítimo policial que observou uma situação de flagrante e interviu”, disse.  

CPI ouve testemunhas sobre contratação de leitos covid-19 em hospitais do RN

A Comissão Parlamentar de Inquérito da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte discutiu, na tarde desta quarta-feira (27), contrato referente à prestação de serviços de gestão e operacionalização de leitos de UTI covid nos hospitais João Machado e Alfredo Mesquita Filho, em Natal e Macaíba, respectivamente. Duas Duas testemunhas foram ouvidas e falaram sobre a contratação da organização social que prestou os serviços.

A diretora do hospital João Machado, Leidiane Fernandes de Queiroz, foi a primeira ouvida pelos parlamentares. O vice-presidente da CPI da Covid, deputado Getúlio Rêgo (DEM), comandou os trabalhos devido à ausência justificada do deputado presidente Kelps Lima (Solidariedade). Após o presidente em exercício explicar a condição da depoente, que era testemunha, o deputado relato, Francisco do PT, iniciou as arguições para ter mais informações acerca do contrato e dos serviços.

A testemunha explicou a necessidade da contratação dos leitos e confirmou que os serviços contratados foram prestados pela organização social. Questionada pelo deputado Gustavo Carvalho (PSDB) sobre possíveis inconsistências na prestação e divergências sobre valores, a diretora do hospital explicou que, dentro de sua função, o acompanhamento das atividades foi realizada e o contrato foi cumprido.

Também na sessão, a servidora Anna Clara da Cunha Torquato Rêgo, na condição de testemunha, tirou dúvidas sobre os trâmites jurídicos da contratação, assim como sobre os questionamentos que estão na justiça, tanto por parte do Executivo quanto da organização social, acerca dos valores que deveriam ser pagos.

“O que pudemos observar é que, mesmo havendo falhas, não houve dolo por parte dos envolvidos. O que precisamos é ter as informações necessárias para que o Governo não seja prejudicado com pagamentos de maneira superior ao que deveria ser pago”, explicou Gustavo Carvalho.

Ainda para esta quarta-feira, estava previsto o depoimento de Rafael Góis Campos, mas ele informou que não poderia comparecer por estar trabalhando em outra cidade. A comissão disse que vai remarcar a oitiva. Além disso, para a quinta-feira (28), serão ouvidos outros três servidores da Secretaria de Saúde, também sobre o contrato analisado nesta quarta-feira.

Deputados pedem mais políticas públicas para crianças e adolescentes do RN

Durante a Sessão Ordinária desta quarta-feira (27), no horário destinado aos deputados, Vivaldo Costa (PSD) e Coronel Azevedo (PSC) se pronunciarem a respeito da ausência de políticas públicas em prol das crianças e, também, das medidas do atual governo com relação aos militares estaduais. 

Primeiro a discursar, o parlamentar Vivaldo Costa trouxe a temática das crianças para o Plenário da Casa Legislativa. 

“O que me traz à tribuna hoje é falar sobre a criança brasileira, nordestina e potiguar. Sou médico pediatra há mais de 50 anos, e tenho pelas crianças um carinho especial. E, como profissional, eu aprendi que a infância é a base de tudo. Se a gente quiser viver num país onde exista ordem, disciplina e justiça, nós temos que investir massivamente muito nas crianças”, opinou.  

Segundo Vivaldo, “a realidade do Brasil é muito diferente. As crianças são renegadas e jogadas ao segundo plano. Não existem mais políticas públicas para essa parcela da população. Construíram os CAICs, e não colocaram para funcionar. Não se investe em creche, que é fundamental em toda cidade, para permitir a socialização, o complemento alimentar e dar oportunidade às mães de terem um emprego. Além disso, nega-se às crianças o direito de frequentar escola em tempo integral”, repudiou. 

Por fim, o deputado fez um apelo aos 167 prefeitos do RN. “Peço que vocês se tornem amigos das crianças, oferecendo oportunidade e investimento para elas. Tudo é possível quando se investe na criança. Esse abandono é lamentável e certamente as levará para a marginalidade. Aí depois a própria sociedade se revolta e pede que a polícia mate os adolescentes marginalizados. Isso não resolve nada. Portanto, o meu pronunciamento hoje é para clamar por políticas públicas para as nossas crianças, em todos os municípios do RN”, concluiu. 

Na sequência, o deputado Coronel Azevedo teceu críticas ao Governo do Estado pela punição a um policial militar que, na folga, prendeu um homem que roubava cabos elétricos.   

“Quero tratar de um assunto que para muitos é absurdo. Creio que nenhuma pessoa de bem no Estado achará normal e aceitará esse tipo de procedimento feito pelo Governo do RN. Um sargento da PM foi punido por prender um bandido que estava roubando cabos elétricos. Já são 11 policiais mortos este ano no Estado, e a govenadora continua discriminando os militares. Isso é um absurdo”, recriminou. 

Câmara dos Deputados vota nesta quarta-feira a PEC dos Precatórios, diz Lira

Arthur Lira criticou o Senado por não analisar a Reforma do Imposto de Renda e disse que a PEC dos Precatórios deverá sanar a situação do Auxílio Brasil / MATEUS BONOMI/AGIF – AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO

O presidente da Câmara dos DeputadosArthur Lira (PP-AL), firmou que a Casa vai votar a PEC dos Precatórios nesta quarta-feira, 27. Segundo o parlamentar, a proposta é a base para resolver questões essenciais como o teto de gastos e a implementação do Auxílio Brasil, novo programa social do governo federal. “Essas especulações, que nós levamos dois a três meses, é precatório, não é precatório, é calote, não é calote, fura teto, não fura teto, vai ter, não vai ter, isso custa muito mais caro do que tratar o assunto como ele é. Chegou-se em um texto, o assunto está posto claramente como vai ser tratado”, afirmou ele. O texto da PEC dos Precatórios já foi aprovado na comissão especial na semana passada. A proposta abre um espaço de, pelo menos, R$ 83 bilhões no orçamento da União em 2022 e viabiliza o pagamento de, no mínimo, R$ 400 do Auxílio Brasil.

Os precatórios são dívidas que o governo federal tem com pessoas físicas ou empresas e que já tiveram decisão judicial definitiva. A PEC prevê o adiamento do pagamento de parte dessa despesa para o próximo ano. Isso pode gerar o espaço fiscal de R$ 44 bilhões de reais. Além disso, a proposta modifica o teto de gastos, que é a regra que limita as despesas públicas da União. Por se tratar de uma emenda à constituição, o texto ainda precisa passar por duas votações no plenário da Câmara e depois segue para análise dos senadores.

Lira ainda voltou a criticar o Senado Federal por não analisar a Reforma do Imposto de Renda, que ajudaria a União a bancar o novo benefício. “Já que nós não temos os meios ou as condições políticas da outra Casa, do Senado, de se debruçar sobre o imposto de renda, que era a fonte para o programa permanente, o governo decidiu por propor um programa temporário, que vai usar parte do teto e uma parte fora, simples. Nós iríamos precisar de R$ 20 ou R$ 30 bilhões, como nós precisamos de R$ 700 bilhões no ano passado, para socorrer quem ainda sofre dos problemas da pandemia”, disse o presidente da Câmara.

Jovem Pan

Servidores da saúde do RN iniciam greve após serem ignorados pelo Governo

06-07-16- Natal – Mobilização dos Servidores da saúde no Hosp.Giselda trigueiro.( Breno abbott .membro da direção Sind Saúde )
foto/adriano abreu/h/selecionadas

Os servidores da saúde do Rio Grande do Norte irão deflagrar greve a partir desta quarta-feira (27). A primeira mobilização deve ocorrer às 9h, em frente ao Hospital Walfredo Gurgel. O Sindsaúde/RN reivindica a atualização do Plano de Cargos (PCCR) das categorias e a reposição de perdas salariais, além de outras melhorias nas condições de trabalho. A governadora Fátima Bezerra recebe a direção do sindicato nesta quinta-feira (28) para negociar com os trabalhadores.

Segundo Breno Abott, coordenador geral do Sindsaúde, a greve segue por tempo indeterminado, sendo respeitado o quantitativo de 30% dos servidores em exercício de suas atividades, para garantir o funcionamento do serviço público de saúde. O indicativo inicial da paralisação ocorreu em ato realizado em frente à Governadoria, após aprovação da categoria, na terça-feira passada (19).

“Estamos nessa luta porque o governo não nos recebeu durante todo esse tempo. Vários sindicatos foram recebidos, mas pedimos audiência desde maio, e precisamos realizar um ato na Governadoria para conseguir uma reunião. Geralmente, negociamos nossas reivindicações no início do ano. Amanhã estaremos no Walfredo Gurgel iniciando nossa greve e na quinta-feira vamos nos reunir com a governadora Fátima”, disse.

BG

Ditadura? Governo Fátima obriga servidores a se vacinar e ameaça demitir quem descumprir nova regra

A vacinação contra a covid-19 passa a ser obrigatória no âmbito do serviço público estadual do Rio Grande do Norte e quem descumprir pode ser demitido.

O Decreto Estadual Nº 31.022, de 26 de outubro de 2021, que será publicado nesta quarta-feira (27) no Diário Oficial do RN, traz os detalhes da obrigatoriedade. Ele é destinado a todos os agentes públicos do Poder Executivo Estadual, civis ou militares. Os órgãos e entidades da Administração Pública estadual direta e indireta comunicarão, no prazo de 05 (cinco) dias úteis, seus servidores e empregados a fim de que apresentem a comprovação do esquema vacinal em conformidade ao calendário de imunização.

O servidor público civil e militar que não atender ao disposto no decreto incorrerá em falta disciplinar passível de sanção, podendo ir da advertência até a suspensão ou mesmo a demissão, segundo palavras do próprio Governo do Estado.

Leia mais: COVID-19: vacinação passa a ser obrigatória para servidores públicos estaduais no RN