Archive for janeiro 11th, 2022

Governo investe R$ 49,7 milhões em programa de bolsas da Saúde

Foto: REPRODUÇÃO / MINISTÉRIO DA SAÚDE

O Ministério da Saúde lançou, nesta terça-feira (11), a décima edição do PET-Saúde (Programa de Educação pelo Trabalho para a Saúde), com previsão de 7.500 bolsas de estudos voltadas para alunos de graduação e profissionais da área. O investimento estimado para essa edição é de até R$ 49,7 milhões.

A expectativa da pasta é selecionar ao menos 120 projetos que promovam a formação em saúde, com ênfase em ações de ensino-aprendizagem para contextos atuais, como o combate à Covid-19. Os projetos devem ser inscritos entre 24 de janeiro e 22 de fevereiro, conforme edital, e o resultado deve ser divulgado em 1º de abril.

O número de bolsas previstas para essa edição é o maior desde o lançamento do programa, em 2008. A expectativa do governo é que o projeto possa beneficiar mil candidatos a mais do que na última edição. Os investimentos devem ser executados em 12 meses. Antes, a verba era distribuída em um período de dois anos.

A diretora do Departamento de Gestão da Educação na Saúde, Musa Denaise de Melo, ressaltou, durante a cerimônia de lançamento, que o PET-Saúde é um programa interministerial que “visa à qualificação da integração ensino, serviço e comunidade”.

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, também frisou a importância da formação, sobretudo fora de um contexto de mercado. “Precisamos qualificar essas pessoas de forma adequada, formar os profissionais com foco no humanismo que caracteriza os profissionais de saúde, não somente em uma visão mercadológica. Aqui não é um mercado, é o cuidado com a dignidade da pessoa humana.”

R7/ BG

Índice de reajuste de benefícios do INSS sobe 10,2% e eleva teto para R$ 7.087

Mudança impacta o teto dos benefícios pagos pela Previdência Social / Agência Brasil/Marcello Casal

Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), indicador usado como referência para reajustes do salário mínimo e benefícios do INSS, encerrou 2021 com alta de 10,16%, segundo dados divulgados nesta terça-feira, 11, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Em 2020, o indicador encerrou com alta de 5,45%. O registro ficou levemente acima do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), o indicador oficial da inflação doméstica, que foi a 10,06% no ano passado. Em dezembro, o INPC desacelerou para 0,73% ante alta de 0,84% no mês anterior. Com a mudança, o teto da dos benefícios pagos pela Previdência Social passara para R$ 7.087,22. Atualmente, o limite é de R$ 6.433,57. O reajuste também vale para os pagamentos realizados pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O novo valor deve ser chancelado pelo Ministério do Trabalho e da Previdência.

Caso confirmado, o reajuste da Previdência ficará levemente abaixo do aumento de 10,18% no salário mínimo, que passou para R$ 1.112 a partir de 1º de janeiro de 2021, ante R$ 1.100 no ano passado. A mudança foi aprovada pelo governo federal através de uma medida provisória publicada no dia 31 de dezembro. A diferença entre o INPC e o IPCA é o valor do salário das famílias pesquisadas. O IPCA engloba uma maior parte da população e aponta a variação do custo de vida médio de famílias com renda mensal de 1 e 40 salários mínimos. O INPC verifica a variação do custo de vida médio apenas de famílias com renda mensal de 1 a 5 salários mínimos. Esses grupos são mais sensíveis às variações de preços, pois tendem a gastar todo o seu rendimento em itens básicos, como alimentação, medicamentos, transporte, entre outros.

Jovem Pan

Cirurgiões transplantam com sucesso o coração de porco para uma pessoa nos EUA

Coração de porco geneticamente modificado foi transplantado para ser humano com sucesso / Banco de imagens/Estadão Conteúdo

Em um feito inédito na medicina, uma equipe de cirurgiões americanos transplantou o coração de um porco geneticamente modificado para um ser humano. O paciente, um homem de 57 anos chamado David Bennett, não tinha condições de receber o órgão humano. Antes da operação, David sobrevivia graças a um equipamento. Agora, diz estar ansioso para se recuperar. Segundo a Universidade de Maryland, o procedimento realizado na sexta-feira, 7, demonstrou, pela primeira vez, que o coração de um animal pode continuar batendo em uma pessoa sem rejeição imediata.

As válvulas cardíacas de um porco já são amplamente utilizadas atualmente em humanos, já que o animal é considerado um doador ideal devido ao tamanho e facilidade de reprodução. A novidade, agora, é que o porco utilizado na operação pertencia a um rebanho que passou por uma modificação genética para evitar a rejeição do órgão no paciente. O responsável pela operação, Bartney Grift, disse que o resultado é revolucionário e traz esperança a milhares de pacientes que passam anos aguardando na fila por um transplante. Só nos Estados Unidos, cerca de 110 mil pessoas estão esperando por um transplante, sendo que mais de 6 mil pacientes morrem a cada ano antes de receber o órgão.

Jovem Pan

Petrobras anuncia aumento de 5% no litro da gasolina e de 8% no diesel

Valores serão cobrados das distribuidoras a partir desta quarta-feira / Roberto Gardinalli/Futura Press/Estadão Conteúdo

Petrobras anunciou nesta terça-feira, 11, o primeiro reajuste nos preços da gasolina e do diesel em 2022. A partir desta quarta-feira, 12, o litro da gasolina será vendido para as distribuidoras a R$ 3,24, alta de 4,8% ante os R$ 3,09 cobrados até então. Já o diesel passará a ser R$ 3,61 o litro, aumento de 8% contra o preço atual de R$ 3,34. Em nota, a estatal ressaltou que a última elevação aconteceu em outubro do ano passado. Em dezembro, a Petrobras reduziu o valor do litro da gasolina em R$ 0,10. Em um ano, os combustíveis já subiram quase 80%. Em dezembro de 2020, o litro da gasolina custava R$ 1,84 aos distribuidores, diferença de 76% com o valor anunciado hoje. Já o preço do litro do diesel foi elevado em 78,7%, partindo de R$ 2,02 há 12 meses.

“Esses ajustes são importantes para garantir que o mercado siga sendo suprido em bases econômicas e sem riscos de desabastecimento pelos diferentes atores responsáveis pelo atendimento às diversas regiões brasileiras: distribuidores, importadores e outros produtores, além da Petrobras”, informou a empresa. “Dessa forma, a Petrobras reitera seu compromisso com a prática de preços competitivos e em equilíbrio com o mercado, acompanhando as variações para cima e para baixo, ao mesmo tempo em que evita o repasse imediato para os preços internos, das volatilidades externas e da taxa de câmbio causadas por eventos conjunturais”.

O grupo de combustíveis foi o maior responsável pela alta de 10,06% da inflação em 2021. Segundo dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgados nesta manhã, a categoria teve aumento de 49%. A alta foi puxada pelo aumento de 62,2% do etanol — o item que mais sofreu com a variação de preços no ano passado —, seguido pelo avanço de 47,4% da gasolina e 46% do diesel. O avanço é justificado pela junção de aumento do preço das commodities, desvalorização do real ante o dólar e a crise hídrica enfrentada nos últimos meses.

Jovem Pan

Legislativo concede título de Cidadão Norte-Rio-Grandense ao embaixador Rodrigo Azeredo

Crédito da Foto: João Gilberto

Numa iniciativa do deputado Hermano Morais (PSB) a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte concedeu o título de Cidadão Norte-Rio-Grandense ao embaixador Rodrigo de Azeredo Santos, que exerce o cargo cumulativamente na Dinamarca e na República da Lituânia. A solenidade aconteceu na manhã desta terça-feira (11), na sede do Legislativo potiguar e foi um reconhecimento à atuação do embaixador brasileiro em prol do Rio Grande do Norte.

Na sua justificativa, Hermano Morais afirmou que Rodrigo Azeredo, que é natural do Rio de Janeiro, tem uma atuação destacada em prol do País e do RN, intercedendo e propondo ações concretas junto ao governo estadual. “É pelas mãos do estimado embaixador que portas estratégicas têm sido abertas para o nosso Estado na Europa, permitindo que o Rio Grande do Norte tenha voz e seja ouvido em território internacional”, destacou Hermano.

O parlamentar citou o empenho do homenageado na abertura de frentes de diálogo, na promoção de rodadas de negócios e na busca por recursos junto a empresas financiadoras e fundos de investimentos. “O embaixador faz pelo Rio Grande do Norte muito mais que as obrigações inerentes ao cargo que ocupa. O olhar de Azeredo não é direcionado ao hoje: trata-se de um homem preocupado com o amanhã”, disse.

Hermano também destacou a atuação do novo cidadão potiguar no evento realizado em novembro passado, em Copenhagen, criado pela Confederação da Indústria Dinamarquesa, Ministério dos Negócios Estrangeiros e a Copenhagen Business School, com o objetivo de promover o comércio e o investimento entre a Dinamarca e os países latino-americanos, com participação do Estado. 

Ao agradecer a homenagem, Rodrigo Azeredo afirmou que a partir de agora a sua responsabilidade com o Estado só aumenta.  “Eu me sinto honrado e emocionado”, disse ele, que ressaltou a liderança da governadora Fátima Bezerra em conduzir de maneira tão eficiente as iniciativas no campo do desenvolvimento econômico, bem como o papel da Assembleia Legislativa junto ao governo e classe empresarial buscando novas oportunidades para o povo potiguar.

O secretário Jaime Calado agradeceu a honraria concedida pelo Legislativo a quem “não mede esforços para cooperar com o Rio Grande do Norte com muita responsabilidade”. O vice-governador Antenor Roberto enalteceu o papel exercido pelo diplomata e afirmou que a homenagem “enriquece e engrandece o RN”.

Também participaram do ato solene, realizado no salão da presidência, os empresários Marcelo Pereira, da OTZ Engenharia e Cláudio Calonge, da Briskcon; a diretora Administrativa Financeira da ALRN, Dulcinéa Brandão, além de servidores do Governo e do Legislativo. 

PSDB mineiro dá prazo para que Doria torne candidatura viável

João Doria
Prévias do PSDB aumentaram rachadura no partido e nome de Doria não é consenso entre os pares / Foto do Governo de SP

A pré-candidatura do governador de São Paulo, João Doria, é vista como uma incógnita por uma ala do PSDB de Minas Gerais. Apesar de Doria ter vencido as prévias tucanas, o desempenho em pesquisas eleitorais até então é considerado inviável para cacifá-lo ao Palácio do Planalto.  

O dia 30 de março é projetado como o derradeiro, já que marcará os seis meses antes do pleito. Caso o desempenho permaneça neste patamar, a candidatura é avaliada como inviável.  

Os tucanos evitam, por exemplo, projetar um piso de intenção de votos para que a pré-candidatura se torne, de fato, uma candidatura. “Não é igual matemática, em que dois mais dois são igual a quatro. É uma análise de desempenho”, pontua uma liderança a O TEMPO. 

Entretanto, um indício positivo seria o crescimento de Doria dentro do próprio colégio eleitoral. Caso o governador cresça em São Paulo, a ascensão será refletida em outros Estados, projetam os tucanos. “Se Doria continuar neste patamar, o partido vai começar a discutir se verdadeiramente ele será ou não será candidato”, acrescenta o tucano.  

A pré-candidatura do ex-ministro de Justiça e Segurança Pública Sergio Moro (Podemos) não é vista como obstáculo à de Doria. Os tucanos argumentam, por exemplo, que, embora Moro tenha um teto mais alto, já o teria atingido. Inclusive, há apostas de que a pré-candidatura do ex-ministro será enfraquecida.  

Por outro lado, o tucanato mineiro não acredita que o governador de São Paulo herdaria o índice de intenções de voto de Moro caso o ex-juiz federal abra mão da empreitada ao Palácio do Planalto. “Não é como fazer um TED ou um Pix político”, descarta um mandatário.  

Competitividade 

Conforme os mineiros, o próprio Doria entende que precisa ser competitivo para o PSDB apoiá-lo. Senão, “será engolido pela ansiedade do partido em ter um projeto político”, afirma outra liderança. “Se ele não conseguir crescer nas pesquisas, naturalmente vai acabar havendo um processo de coligação do PSDB em cada um dos estados do Brasil com outras forças políticas. Simples assim. Não tem muita ciência”, afirma outra liderança.  

Há a observação de que Doria ganhou as prévias para ser pré-candidato; a candidatura será oficial, de fato, quando passar pelo crivo do PSDB em convenção nacional. </CW> 

Caso Doria nem sequer se viabilize, as lideranças estaduais projetam duas alternativas. A primeira seria embarcar em outra candidatura de centro; já a segunda é o relançamento do governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite – o que, inclusive, é visto como improvável.  

Os mineiros endossaram a pré-candidatura de Leite durante as prévias tucanas – um dos principais fiadores da pré-candidatura do governador foi o deputado federal Aécio Neves. “Agora, o que o Doria precisa fazer para se tornar mais viável? Crescer nas pesquisas. Um time sem torcida não costuma ir muito para frente no campeonato, porque a crise interna começa a devorar as possibilidades de alianças”, reforça um político. 

‘Preparado para a Presidência’ 

Como admite o tucanato mineiro, a confirmação da candidatura de Doria levaria o PSDB de Minas a buscar um palanque. Atualmente, a tendência da sigla é apoiar a reeleição do governador Romeu Zema (Novo). Embora o vice, hoje, seja Paulo Brant, não há garantias de que o tucano renovará a posição na chapa. Inclusive, o vice-governador é especulado como um dos pré-candidatos ao Palácio Tiradentes.  

Por outro lado, a avaliação do deputado federal Domingos Sávio é distinta daquelas expostas a O TEMPO por outros tucanos. Sávio foi o único membro da bancada federal mineira a apoiar a pré-candidatura de Doria desde o início das prévias. O deputado minimiza o desempenho do paulista até então. “O raciocínio mostra quase uma tentativa de ignorar o que é a realidade da política eleitoral. Pesquisas feitas com muita antecedência sempre favorecem uma memória a algo do passado. Elas não refletem o presente e não têm a competência e a capacidade de indicar o que vai acontecer no futuro eleitoral”, observa.  

Sávio acredita que Doria será, de fato, candidato à Presidência. “O Doria teve uma disputa acirrada com dois concorrentes muito valorosos, venceu essas prévias e está preparado não só para ser candidato, mas o próximo presidente da República”, pontua. “Agora, é claro que isso não exclui conversas com os outros pré-candidatos e buscar construir uma aliança ampla. Isso é fundamental, e ele tem que estar aberto a isso”, completa.  

Questionado se há união do tucanato mineiro em torno de Doria, Sávio admite que, durante as prévias, houve divisão. No entanto, o deputado afirma que o assunto não está mais em discussão: “Acho que, por uma questão elementar, até não só estatutária, mas na previsão da legislação brasileira, de fidelidade partidária – que é um princípio ético, de valores –, entendo que o PSDB estará todo unido”.  

Procurado por O TEMPO, o presidente do PSDB de Minas, Paulo Abi-Ackel, afirma que os tucanos torcem para que a pré-candidatura dê certo: “Neste momento, é nosso dever estimular a candidatura, incentivar os nossos companheiros e aguardar serenamente o desenrolar do processo político. Vamos aguardar os acontecimentos para verificar as chances do nosso candidato crescer como alternativa de terceira via para evitar a polarização entre o lulopetismo e Bolsonaro”. 

O Tempo

Ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa tem Ciro Gomes como seu candidato predileto até o momento

Ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa tem Ciro Gomes (PDT) como seu candidato predileto até o momento | Fotos: Reprodução

Apesar de afirmar não ter interesse em se candidatar novamente à Presidência da República no próximo pleito, o ex-ministro do STF, Joaquim Barbosa tem feito um diagnóstico, às pessoas próximas, dos nomes que até o momento se declararam pré-candidatos à disputa Presidencial marcada para 2 de outubro. Segundo pessoas próximas ao ministro, poucos se salvam até o momento. Entre eles, está Ciro Gomes (PDT), considerado pelo ex-ministro como um “bom candidato”.

No diagnóstico de Barbosa, as eleições de 2022, inclusive, não estão “praticamente ganhas” para o lado de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), como dizem as pesquisas. Ele acredita, inclusive, que apesar de “até gostar”, do ex-governador Geraldo Alckmin, nome mais cotado para ser vice de Lula, que o petista provavelmente será bastante atacado por opositores quando a campanha de fato foi iniciada.

Aliados do ex-ministro ainda afirmam que não faltam críticas de Barbosa ao atual presidente da República, Jair Bolsonaro (PL) e ao ex-juiz e ex-ministro da Justiça, Sérgio Moro (Podemos). Barbosa, inclusive, já chegou a criticar as “companhias” de que Moro está se cercando para disputar o pleito, em especial mencionando militares e antigos procuradores da Lava Jato. Com essas companhias, Barbosa chegou a avaliar que o ex-juiz irá “manter a sombra autoritária” e que não irá conseguir resolver os problemas emergenciais do país, como a crise entre as instituições democráticas e a própria desigualdade.

Jornal Opção

ELEIÇÕES 2022: Primeiras pesquisas do ano são registradas no TSE e devem ser publicadas esta semana

Foto reproduzida

As primeiras pesquisas de intenção de voto para as eleições de 2022 devem sair nesta semana. No Tribunal Superior Eleitoral, três foram registradas: Quaest/Genial, Ideia/Exame e Ipespe/XP. 

Como prevê a lei eleitoral, a partir de agora toda pesquisa divulgada precisa ser devidamente cadastrada no TSE, com detalhes sobre a metodologia, contratante e custo, além do questionário utilizado.

Perguntas direcionadas ou qualquer indício de manipulação pode ser alvo de impugnações.

Uma primeira análise mostra que Quaest, Ideia e Ipespe aplicam metodologias diferentes que podem levar a resultados distintos e dificultar comparações.

A do Instituto Ideia, encomendada pela Exame por R$ 27,9 mil, ouvirá 1,5 mil pessoas, entre os dias 7 e 13, através de “inquérito telefônico” em relação a 12 pré-candidatos, inclusive Aldo Rebelo, André Janones e Leonardo Péricles. Na lista de opções, o nome de Sergio Moro aparece depois de Jair Bolsonaro, Lula, Ciro Gomes e João Doria.

A da Quaest, encomendada pelo banco Genial por R$ 268 mil (o maior custo até agora), está ouvindo 2 mil pessoas em entrevistas presenciais domiciliares, com aplicação de questionários estruturados, entre os dias 6 e 12.

Na lista de pré-candidatos apresentada, Moro é colocado apenas como sexta opção, atrás de Bolsonaro, Lula, Ciro Gomes, João Doria e até Rodrigo Pacheco. 

A Quaest garante que os nomes aparecem de forma aleatória (randomizada) no tablet usado pelos entrevistadores.

A pesquisa do Ipespe, encomendada pela XP por R$ 42 mil, ouvirá por telefone, entre os dias 8 e 14, apenas 1 mil pessoas. Na região Sul, serão ouvidas somente 150 pessoas. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais — a maior das três.

Na lista de 9 pré-candidatos, os nomes aparecem em ordem alfabética. Apesar de explorar cenários de segundo turno com os cinco mais bem avaliados, a pesquisa considera apenas Lula e Bolsonaro ao questionar se um ou outro, caso eleito, irá governar “para todos ou apenas para seus eleitores”.

Grande Ponto / BG

Casos de gripe reduzem atendimento no posto de vacinação do ginásio Nélio Dias

Foto: Alex Regis/TN

A vacinação no ginásio Nélio Dias, na zona Norte de Natal, que hoje, além do ponto de vacinação, conta com novo centro de enfrentamento a síndromes gripais, está com o atendimento comprometido por causa de profissionais gripadas e afastadas do serviço por atestado médico.

Segundo a assessoria da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) de Natal, os casos são pontuais e, quando o profissional é servidor municipal, não há como substituir a escala, só sendo possível quando o caso é com médicos da cooperativa, que necessita cumprir com a escala.

Há casos de pessoas que ficaram esperando para receber as doses dos imunizantes contra a covid-19 por mais de três horas. A orientação da SMS é para que, quem puder escolher, se dirija a alguma unidade básica de saúde (UBS) da Zona Norte para realizar sua vacinação.

Tribuna do Norte / BG

Para fugir de linchamento, assaltantes pedem a ajuda a Polícia Militar e acabam presos em Natal

Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Melhor a cadeia que o cemitério. Esse foi o pensamento que deve ter tomado a mente da dupla de assaltantes que tentou roubar um taxista na noite desta segunda-feira (10), em Natal. Tanto que, para fugir de um linchamento, eles foram parar no Batalhão da Polícia Militar e confessaram o crime. As informações são do g1 RN.

Os dois, que são irmãos, anunciaram o assalto quando já estavam dentro do taxi. Armados com uma faca, eles levaram o dinheiro e o celular do taxista. Depois, desceram do do veículo e fugiram em direção a um supermercado, na avenida Rio Grande do Sul, em Cidade da Esperança.

Foi aí que o taxista conseguiu alertar as pessoas próximas e a perseguição começou. Com medo de ser linchada, a dupla foi parar no 9º Batalhão da PM, para pedir ajuda aos policiais.

Um dos irmãos, de 26 anos, já usa tornozeleira eletrônica. O outro, é um adolescente de 14 anos, que precisou até receber atendimento médico na UPA local. Os celulares roubados foram devolvidos a vítima.

BG

Alckmin manifesta preocupação com proposta petista de revogação da reforma trabalhista

Ex-governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, cotado para ser vice na chapa de Lula à presidência da República / FELIPE RAU/ESTADÃO CONTEÚDO

Cotado para ser vice na chapa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) à presidência da República, o ex-governador de São Paulo Geraldo Alckmin (sem partido) manifestou preocupação com a proposta de revogação da reforma trabalhista encampada por caciques petistas. Em um encontro com o presidente nacional do Solidariedade, o deputado federal Paulo Pereira da Silva, de São Paulo, o Paulinho da Força, o ex-tucano pediu informações sobre a revogação de pontos da reforma na Espanha e quis saber a opinião das centrais sindicais sobre o assunto. Segundo Paulinho, Alckmin disse que há apreensão no mercado sobre a possibilidade de uma revisão do texto, que foi conduzido pelo então presidente da República Michel Temer (MDB). O ex-governador ainda teria pedido que o deputado lhe encaminhasse material com sugestões de emendas.

Para pessoas próximas a Alckmin, a sensação é que ele teria mesmo abandonado a ideia de disputar o governo de São Paulo, mirando questões nacionais, incluindo a matéria trabalhista. No encontro com Paulinho da Força, ele evitou mencionar as recentes manifestações de Lula e da presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, do Paraná, favoráveis à iniciativa do governo espanhol, que revogou pontos da reforma trabalhista local, que vigorava desde 2012. Nesta terça-feira, 11, Lula vai participar de uma reunião com o ex-primeiro ministro da Espanha, José Luis Zapatero, representantes do governo espanhol, sindicalistas e economistas para discutir o tema.

Jovem Pan