Agricultura familiar no Seridó será debatida nesta segunda-feira

A agricultura familiar é responsável hoje por 38% do Produto Interno Bruto Agropecuário do Brasil – de acordo com a Embrapa –  e responde pelo emprego de mais de 14 milhões de trabalhadores rurais, o que corresponde a 74% da mão de obra empregada no campo.

Caracterizada pela produção a partir de lotes menores de terra, com uma maior diversidade produtiva, onde a família é, ao mesmo tempo, proprietária, gestora e responsável por toda produção e comercialização, a Agricultura Familiar, mais especificamente a produção da região do Seridó Potiguar, será tema de Audiência Pública, na próxima segunda-feira (2), na Câmara Municipal de Caicó.

O deputado Francisco do PT, propositor do debate, defende que “o Seridó é uma região com forte tradição de produção agrícola e pecuária e onde predomina a agricultura de base familiar. Mesmo enfrentando enormes adversidades como, por exemplo, os efeitos terríveis das estiagens, o homem e a mulher do Seridó não se curvam diante das barreiras e conseguem produzir com qualidade e tirar da terra o que ela pode dar de melhor’.

Francisco do PT destaca que o poder público deve ser um parceiro, animador e fomentador da Agricultura familiar e irá incluir na audiência a discussão sobre assistência técnica, acesso ao crédito, apoio ao associativismo/cooperativismo, compra direta, incentivo à comercialização com feiras, compras governamentais e outras iniciativas, certificação, agroindústria, entre outras ações.

Audiência Pública 
“Alternativas para comercialização da agricultura familiar no Seridó”
Local – Câmara Municipal de Caicó
02/09/2019 – 10h

Assessoria