Após cirurgia de reconstrução do casco, tartaruga resgatada em Fernando de Noronha é devolvida ao mar no RN.

Tartaruga foi resgatada em Fernando de Noronha em outubro de 2019 com ferimentos no casco — Foto: Projeto Cetáceos/Divulgação

Uma tartaruga foi devolvida ao mar no Rio Grande do Norte nesta quarta-feira (19) após 4 meses de tratamento que incluiu uma cirurgia de reparo de casco. O animal foi resgatado no dia 16 de outubro do ano passado na ilha de Fernando de Noronha, em Pernambuco, com lesões abertas no casco.

De acordo com a equipe do Projeto Cetáceos, é provável que ferimento tenha sido causado em uma colisão com um barco. A tartaruga foi submetida a exames de sangue e radiografias e enviada para Centro de Reabilitação de Fauna Marinha (PCCB/UERN), na praia de Upanema, em Areia Branca.

O animal passou por um período de tratamento até alcançar condições clínicas de ser submetido à cirurgia. O procedimento aconteceu no dia 31 de outubro no Hospital Veterinário da Universidade Federal Rural do SemiÁrido (HOVET-UFERSA), em Mossoró.

De acordo com a equipe responsável pela cirurgia, a área da lesão foi estabilizada com parafuso e fio de aço e revestido com resina para gerar uma impermeabilização da área, e assim evitar uma contaminação.

Nesta quarta, após o longo período de recuperação, a tartaruga foi devolvida ao mar na praia de Upanema, em Areia Branca.

Animal foi devolvido ao mar em Areia Branca, RN, nesta quarta (19) — Foto: Divulgação
Animal foi devolvido ao mar em Areia Branca, RN, nesta quarta (19) — Foto: Divulgação

Fonte https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/