Arena das Dunas não vê motivo para rescisão de contrato com governo

(Foto: Getty Images)
(Foto: Getty Images)

A Arena das Dunas, estádio que recebeu a Copa do Mundo em Natal, divulgou na noite desta quinta-feira (10) uma nota sobre o contrato com o governo do Rio Grande do Norte. Na nota, a Arena das Dunas Concessão e Eventos S/A afirmou que cumpre suas obrigações contratuais e que não vê motivo para uma possível rescisão. Na quarta-feira (9), o deputado estadual Fernando Mineiro (PT) cobrou uma reavalição do contrato. O repasse do governo ao consórcio é de R$ 11,7 milhões mensais.

A nota informa que “durante a vigência do contrato, não se observa nenhum fato que justifique a aplicação de qualquer penalidade, tampouco hipótese de rescisão contratual. Vale destacar que a Arena das Dunas recebeu do Sisbrace (Sistema Brasileiro de Classificação dos Estádios do Ministério dos Esportes) a maior pontuação possível, tendo sido o único estádio do Brasil a receber nota máxima em todos os critérios avaliados”.

Na quarta-feira (9), o deputado Fernando Mineiro pediu uma nova análise e possível repactuação dos valores assumidos pelo governo. “Quando a Arena foi construída o país e o estado passavam por outra situação financeira. Além disso, há a questão de que na época da construção foi dito que o empreendimento seria superavitário. O governo precisa estudar a possibilidade de suspensão desse contrato. Além de saber se todos os itens do documento estão sendo cumpridos”, afirmou o deputado.

tópicos