Assembleia Legislativa presta homenagem aos 40 anos da ADURN – Sindicato

O Legislativo Potiguar realizou sessão solene, na tarde desta quarta-feira (28), para enaltecer os 40 anos da ADURN – Sindicato, organização sindical dos Docentes de Universidades Federais com base territorial em Natal, Caicó, Currais Novos, Macaíba, Santa Cruz, Macau e Nova Cruz, do Estado do Rio Grande do Norte. Proposta pelo deputado Francisco do PT, a homenagem aconteceu no Plenário Deputado Clóvis Motta e contou com a presença de dirigentes, ex-dirigentes e associados da instituição.

“A ADURN-SINDICATO é uma das mais representativas e respeitadas entidades sindicais do RN e, ao longo de 40 anos de história, se consolidou como uma organização que norteia sua ação na defesa da Universidade Pública e dos interesses do povo brasileiro, com base em princípios como pluralidade, soberania nacional, independência e democracia. Podemos dizer, sem medo de errar, que de 1979 até os dias atuais a ADURN esteve presente em todas as grandes lutas do povo brasileiro”, destacou Francisco do PT.

O parlamentar frisou também que a instituição marcou presença no enfrentamento dos cidadãos brasileiros contra os cortes de recursos, ataques à democracia e à soberania nacional, perda de direitos e ameaças à livre organização sindical.

“A ADURN tem sido protagonista nas lutas sociais mais gerais, sem descuidar das questões específicas da categoria docente. Com os pés fincados na UFRN, a entidade é de todas as lutas. Parabéns a todos e todas que construíram, ao longo dessa jornada, esse grande orgulho para o movimento sindical do RN chamado ‘ADURN-SINDICATO’”, ressaltou o deputado.

Discursando em nome dos homenageados, Francisco Wellington Duarte, atual presidente da associação sindical, detalhou as lutas e os desafios da entidade. “Nós lutamos não apenas pela volta da democracia, mas contra o atraso do ensino no país e o sucateamento das universidades. Mais do que a carreira docente, o que está em jogo é a estrutura onde trabalhamos por tantos anos. A UFRN está sob ameaça, e a ADURN está na linha de frente em defesa dela”, falou.

O presidente disse também que “a UFRN está com uma dificuldade tremenda para terminar o ano, mas a ADURN não desistirá de lutar para defender a universidade”.

Por fim, Francisco Duarte garantiu que, “se necessário for, a ADURN passará mais 40 anos defendendo a democracia, a civilização, a UFRN e, sem dúvidas, estará na linha de frente contra todos os retrocessos”.

Homenageados:

Hermano Machado
Joel Câmara de Carvalho Filho
Marlíria Ferreira de Melo Nóbrega
Maria Bernardete F. de Oliveira
Antonio Alberto Cortez
Maria Cristina de Morais
Ricardo Ferreira Pinheiro
Almir Serra Martins Menezes Filho
João Wanderley Rodrigues Pereira
Luiz Guilherme Meira de Souza
José Humberto de Araújo
Kênia Beatriz Ferreira Maia
João Bosco Araújo da Costa
Maria Ângela Fernandes Ferreira
Francisco Wellington Duarte

 

Assessoria

Leave a Comment