Author: Foto Repórter

Lula será julgado na próxima quarta feira, 24

O ex-presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, será julgado pelo TRF4 na próxima quarta feira, dia 24, quando haverá grandes expectativas e concentrações a favor e contra o Lula.

Lula  foi condenado a  mais de 9 anos de reclusão, pelo o juiz Sergio Moro; mas seus advogados recorreram a segunda estância.

Resultado de imagem para Lula
Foto: Leonardo Benassatto/Reuters

O Brasil e uma história que não nos dar esperança

Resultado de imagem para brasil
Foto: da Internet

 

A cada dia que se passa ficamos pensando de que forma podemos melhorar e salvar o Brasil, nosso país, nossa terra.

O Brasil tem uma história de domínio dos poderosos economicamente, de sujeição aos mais humildes, de corrupção política, hoje com muito mais frequência. Uma notícia atrás da outra que tenta destruir o pouco de esperança que podemos ter.

No Brasil Colônia tivemos uma invasão de exploradores que levavam para o mundo, em nome da coroa de Portugal, nossas riquezas. O Pau Brasil, o açúcar, e os minérios fizeram parte de um grande mercado para ser conduzido até a Europa, e enriquecer os europeus.

Mesmo alguns chegando a pensar que estavam chegando ao paraíso, na época de 1500, por observar a beleza dos índios, e da belíssima terra que é nossa terra; os exploradores conseguiram ter maior influência em cultivar o trabalho forçado em favor de suas riquezas.

O primeiro Império, tem um início vergonhoso, quando em 1808, o príncipe regente D. João VI foge de Portugal, abandonando seu povo para serem destruídos pelo curto império do francês Napoleão Bonaparte. D. João chega ao Brasil e transforma a Colônia em um centro do seu império; transfere a capital da Bahia para o Rio de Janeiro. É possível que seja nessa época que se inicia a discriminação regional, onde os do sul passam a se acharem melhores do que os do nordeste. No caso, a vinda covarde do D. João VI pode ter sido o início da discriminação contra o nordestino; visto que a coroa preferiu descer ao sul; invés de subir ao norte, ou permanecer no nordeste. É só por isso que a elite brasileira, até hoje, acha que tem ideias melhores, capacidades melhores, e que acham-se superior aos nordestinos. Na verdade não são.

D. João VI volta para Portugal com objetivo de conter uma rebelião, a  do Porto, que poderia por fim ao seu poder, é lógico que Napoleão nessa época já estava longe de Portugal. Mas ficou aqui seu filho, o D. Pedro I.

D. Pedro I em uma simulação de amor a nossa terra, diz ao povo que vai ficar no Brasil. Com essa atitude consegue ludibriar os de menor conhecimento. Parece até que ele amava mesmo o Brasil. Podemos lembrar quando os professores do tempo da ditadura militar (1964-1985) enalteciam essa história do “Dia do Fico, e emocionavam os seus alunos alienados.

No dia 7 de setembro de 1822, D. Pedro I dá o grito da independência do Brasil, as margens do rio Ipiranga. Havia recebido um apoio econômico da Inglaterra que estava de olho nas riquezas de nossa terra.

O Brasil, como nação, nasce com uma dívida quase impagável. Mas não era apenas D. João VI que era um dominador egoísta e covarde; D. Pedro I era de igual modo, com o único interesse, o de glorificar seu próprio nome. Não amava o Brasil quando proclamou o “Dia do Fico”; tampouco no dia do “Grito da Independência”.

Em 1931, D. Pedro I abandonou o Brasil, o qual ele fingiu amar. Mas ascende ao trono brasileiro o seu sucessor D. Pedro II, este ainda criança, brasileiro. Como o imperador tinha apenas cinco anos, ficou sob a tutela de José Bonifácio. Mas D. Pedro II, deferente do pai, consegui demonstrar gostar mais do Brasil. Aumentou a maior idade para 14 anos; não sabemos o porquê não conseguirem colocar a maior idade, hoje, para 16 anos. Em 1940 se tornou independe de seu tutor e começou a governar seu império. Parece ter sido uma boa época. Pois invés de pensar em Portugal, ele pensou no Brasil. Chegou a participar de cavalarias de batalhas em busca de defender o Brasil. D. Pedro II governou quase 50 anos. Parece ter sido uma época boa.

Em 1889, foi Proclamada a Primeira República Brasileira, pelo militar Marechal Deodoro Da Fonseca. Em 1991 foi criada a segunda Constituição do Brasil, já que a primeira foi em 1824. O país passou a ser chamado de Estados Unidos do Brasil; as províncias foram transformadas em Estados. Mas em nove meses do novo governo, possivelmente por maio de um golpe, visto que seu ministro da fazenda, Rui Barbosa projetou um pacote econômico que desacreditou o primeiro presidente republicano; Deodoro cai e assume seu lugar, o seu vice, Marechal Floriano Pexoto..

Daí por diante você verá na história brasileira que terá sempre golpes, tomadas de poder, possíveis simulações de suicídios, e outros fatos que sempre conseguem mudar o presidente do Brasil.  Pode-se citar o, possível, suicídio de Getúlio Vargas,  a queda de Jânio Quadros, o golpe militar contra João  Gulart, a morte inesperada, possivelmente natural, de Tancredo Neves, a derrubada de Collor de Melo e por último a tomada do poder da ex-presidente Dilma Rousseff,  pelo seu vice, o presidente Michel Temer.

O Brasil está sem escolha de um caminho a percorrer; sem opção para as eleições de 2018. O povo não acredita mais em nem um dos nomes que ai estão sendo postos.

O ex-presidente Lula conseguiu instituir a corrupção no país, isso não quer dizer que não havia corrupção antes dele, e tentará ser eleito mesmo se for preso no dia 24 de janeiro deste. Bolsonaro será a escolha da revolta, do revanche; invés de ser de uma esperança. Joaquim Barbosa não se decide pelo Brasil, Marina Silva é considerada frágil, Geraldo  Alckmin pode até ser um bom nome, mas tem uma certa rejeição por causa de ser do partido de Fernando Henrique Cardoso. Particularmente acho que FHC fez seu dever de casa; mesmo havendo traído seu mentor, o ex-presidente Itamar Franco (in memoria).

Qual o caminho que o Brasil pode tomar para sair desta mazela que se formou em torno de nossas instituições governamental? Precisamos de vê funcionar, de fato, a educação, a segurança e a saúde. Mas para que isso aconteça é preciso que, pelo menos, os senhores juízes, de todos as estâncias, façam que os demais poderes cumpram as leis.

Se a justiça não funcionar o Brasil terá mais uma eternidade perdida. Mas caso venha a funcionar, pode ser que assim, o Brasil torne-se um país bem melhor.

 

Laurivan de Sousa

Quantos bandidos estão querendo ser presidente do Brasil?

Ou o povo faz uma reflexão antes de votar esse ano ou estaremos institucionalizando a perpetuação do crime no Brasil, cometido por políticos. Há tantas pessoas querendo ser candidatos a presidência do Brasil, entre esses estão dois que com certeza são da cúpula do crime contra o erário público. O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva do PT, que será julgado pelo TRF4 no dia 24 deste mês; o outro é o ex-presidente Fernando Collor de Melo que responde por várias acusações, fora seu passado sombrio, em que teve envolvimento com o caso de PC Farias, nos anos 90.

E aí Brasil? O que o povo irá escolher? Barrabás ou Barrabás?

Deputados fazem mediação entre governador e Fórum dos Servidores Estaduais

Depois de seguir o trâmite das Comissões Temáticas da Casa e de ser amplamente discutidas, as mensagens governamentais 179 e 182 foram aprovadas pelos deputados na sessão plenária desta quinta-feira (18). A 179 trata da Lei Orgânica e o Plano de Cargos, Carreira e Remuneração do Quadro de Pessoal da Fundação de Atendimento Socioeducativo do Estado do Rio Grande do Norte (FUNDASE/RN), anteriormente denominada Fundac, e recebeu quatro emendas da sua relatora na CCJ, deputada Larissa Rosado (PSB).

A mensagem 182 permite a utilização, para pagamento dos benefícios previdenciários aos segurados do Regime Próprio de Previdência Social do Estado do Rio Grande do Norte (RPPS/RN) e a seus dependentes, das aplicações a vencer nele elencadas. Cumpre ressaltar que a proposta contempla a obrigação de retorno ao FUNFIRN, até o ano de 2040, mediante a transferência de bens imóveis de propriedade do Estado do Rio Grande do Norte.

Na discussão, vários deputados se posicionaram contra: Mineiro, Kelps Lima, Souza Neto, George Soares, Hermano Morais e Marcia Maia. O resultado da votação foi de 14 votos favoráveis e 9 contrários.

Na mensagem 179 a deputada Larissa Rosado encartou as seguintes emendas: pela não absorção da Vantagem Pessoal Nominalmente Identificada (VPNI); data da implantação do plano de cargos, trazendo a segunda parcela da implantação do plano, que é 40%, para o mês de outubro de 2018; emenda para que os técnicos contratados como cargos comissionados não sejam demitidos antes de que o Governo realize o concurso da fundação e emenda substituindo o termo subsídio por vencimento.

“A emenda deixa os servidores da antiga Fundac protegidos. Eles terão a progressão de carreira protegidos por essa emenda”, disse a relatora.

Com tiros na cabeça, mulher grávida é morta dentro de apartamento na região Oeste potiguar

Morta a tiros, Katiana Vieira da Silva tinha 42 anos. (Foto: Arquivo pessoal)
Morta a tiros, Katiana Vieira da Silva tinha 42 anos. (Foto: Arquivo pessoal)

Do G1RN

Uma mulher foi morta a tiros na noite desta quinta-feira (18) em Mossoró, cidade da região Oeste do estado. Familiares disseram a polícia que a vítima estava grávida de cinco meses. Katiana Vieira da Silva, de 42 anos, foi atingida por disparos na cabeça. Ninguém foi preso.

De acordo com a Delegacia de Plantão de Mossoró, por volta de 19h30, dois homens chegaram em uma moto, subiram até o apartamento em que Katiana Vieira morava e atiraram nela.

O delegado Roberto Moura disse que precisa da comprovação do Instituto Técnico-Científico de Perícia do Rio Grande do Norte (Itep) para saber se a mulher estava grávida. Ainda não há informações sobre a motivação do crime. O caso será encaminhado para a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

MEC antecipa data do Sisu e inscrições começam dia 23

Resultado de imagem para Sisu

A abertura das inscrições no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) foi antecipada para 23 de janeiro, conforme anunciou hoje (18) o ministro da Educação, Mendonça Filho.

Segundo ele, estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017 e que queiram tentar uma vaga em instituições públicas de ensino superior têm entre 23 e 26 de janeiro para se inscrever.

O anúncio foi feito durante entrevista coletiva para divulgar os resultados do Enem 2017, liberados pouco antes das 12h de hoje.

O prazo inicial para registrar a nota da prova e se candidatar a uma instituição pública de ensino superior era de 29 de janeiro a 1º de fevereiro.

De acordo com o ministro da Educação, o motivo da antecipação seria apenas “saciar a ansiedade” dos candidatos.

 

 

Fonte: https://exame.abril.com.br/brasil/mec-antecipa-data-do-sisu-e-inscricoes-comecam-dia-23/

Resultado do Enem 2017 será divulgado na manhã desta quinta

Caderno de provas entregue aos inscritos do Enem 2017 (Foto: Reprodução)
Caderno de provas entregue aos inscritos do Enem 2017 (Foto: Reprodução)

Do G1.Globo

Ainda segundo o Inep, devem ser divulgadas também as notas máximas e mínimas em cada prova objetiva, e detalhes sobre as notas da prova de redação.

A vista do espelho da redação, usado para fins pedagógico, não será divulgada nesta quinta.

Consulta individual pela internet

A nota do Enem 2017 só pode ser consultada individualmente. Para isso, os candidatos que fizeram o exame devem acessar a Página do Participante e incluir seu CPF e a senha cadastrada.

Entre os dias 1º e 15 de janeiro, 300 mil candidatos do Enem trocaram sua senha no sistema, segundo informou ao G1 Camilo Mussi, diretor de Tecnologia e Disseminação de Informações Educacionais do Inep.

Veja o passo a passo de como recuperar sua senha

Funcionários da Potigás não serão prejudicados com a venda

Resultado de imagem para Potigás rn
Foto: da Internet

Segundo a Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, os funcionários da Potigás não serão prejudicado com a venda da empresa ligada ao Estado. A venda pertence ao plano de emergência do RN Urgente”, que é para tirar o Estado da crise; e ainda acontecerá a venda de outras empresas estatais.

“Nós havíamos pedido diligência da matéria referente à Potigás porque havia uma dúvida para no caso de venda da parte do Governo se ia prejudicar o Programa Gás Mais. No entanto esse Programa é financiado pelo Idema, com recursos de taxas de licenciamento pagas pela Petrobrás, não havendo prejuízo para a sua continuação mesmo com a venda das ações da Potigás”, afirmou o relator da matéria, deputado Dison Lisboa (PSD). O relator encartou uma emenda apresentada pelo deputado George Soares (PR) que garante proteção aos funcionários concursados no caso da venda da Potigás.

Assembleia aprova à unanimidade revisão do Plano Plurianual

Foi aprovada à unanimidade dos 22 deputados presentes à Casa a mensagem governamental 177/2018, que trata da revisão do Plano Plurianual (PPA) 2016-2019, atendendo a uma exigência da Caixa Econômica Federal (CEF) para a concessão de empréstimo. A matéria seguiu todos os trâmites, passando pelas comissões temáticas da Assembleia Legislativa, como a Comissão de Constituição e Justiça e Redação (CCJR) e a Comissão de Finanças e Fiscalização (CFF). Ausentes na sessão apenas os deputados Raimundo Fernandes (PSDB) e Jacó Jácome (PSD).

O governo está propondo a revisão do PPA considerando o atual cenário socioeconômico nacional e estadual, para ajustar o que foi proposto para o período do referido Plano, tendo como referência os valores financeiros realizados em 2016, a reestimativa de previsão para 2017 e a previsão orçamentária para 2018 e 2019, inclusive as atualizações das operações de crédito contratadas e a contratar.

“Como já foi esclarecido durante a reunião da Comissão de Constituição e Justiça, de acordo com o anexo enviado pelo Governo, trata-se apenas de uma adequação”, esclareceu o deputado Dison Lisboa (PSD), líder do Governo no Legislativo do RN.

Mesmo votando a favor da matéria, o deputado Fernando Mineiro criticou a mensagem pelo fato de já ter havido outras modificações: “É a terceira modificação que fazemos aqui. Já votamos inclusive o pedido de empréstimo e eu torço que os recursos sejam liberados”, afirmou.

Temer corrupto decide afastar 4 vices-presidentes corruptos da CEF

Contra a vontade e sua própria natureza de muitos anos de corrupção, o presidente da República Federativa do Brasil, Michel Temer, corrupto, resolveu afastar quatro vices-presidentes da Caixa Econômica Federal, por causa de acusações de atos corruptos. A decisão foi tomada após resistência, visto que os funcionários eram indicações de parceiros, como o Eduardo Cunha e Geddel Vieira Lima. Mas após tomar conhecimento de que qualquer atitude corrupta pelos agentes, depois da recomendação do Ministério Público Federal ao Executivo, Michel Temer seria responsabilizado civilmente pelas a atitudes dos possíveis comparsas.

Foram afastados: Antônio Carlos Ferreira, vice-presidente Corporativo; Deusdina dos Reis Pereira, vice de Fundos de Governo e Loterias; Roberto Derziê de Sant’Anna, de Governo; José Henrique Marques da Cruz, vice-presidente de Clientes, Negócios e Transformação Digital.

Mas uma coisa chama a atenção: é que o afastamento é totalmente sem sentido legal, visto que a determinação do afastamentos dos acusados é apenas por quinze dias; o que não será considerado uma proteção ao órgão público; mas apenas uma resposta política.

Temer deve temer possíveis delações.

 

Polícia confirma morte de quatro criminosos após confronto na Zona Oeste de Natal

Armas e drogas foram apreendidas após troca de tiros na Zona Oeste de Natal (Foto: PM/Divulgação)
Armas e drogas foram apreendidas após troca de tiros na Zona Oeste de Natal (Foto: PM/Divulgação)

Quatro criminosos foram mortos após uma intensa troca de tiros com a Polícia Militar no fim da tarde desta terça-feira (16) no bairro Bom Pastor, na Zona Oeste de Natal. Segundo a PM, mais dois homens ficaram feridos. Armas e drogas foram apreendidas.

Depois de receber um denúncia anônima, policiais da Força Tática foram até uma casa no chamado KM-6. Ao chegarem no local, os PMs foram recebidos a tiros. Foi quando houve o revide.

Ainda de acordo com a polícia, seis homens estavam na casa. Baleados, todos foram socorridos. Quatro deles morreram ao dar entrada no hospital. Outros dois tiveram ferimentos na perna. Após receberem atendimento, eles foram presos e levados à delegacia. Nenhum policial ficou ferido.

Na casa usada pela quadrilha, foram apreendidos três revólveres, duas pistolas (uma delas falsa) e uma espingarda, além de um faca, três tabletes de maconha, balança de precisão e aparelhos celulares.

Condenado no caso Richthofen, Daniel Cravinhos deixa prisão

Da Veja

Condenado pelo assassinato dos ex-sogros Manfred e Marísia von Richthofen, em 2002, em São Paulo, Daniel Cravinhos, 36 anos, deixou a Penitenciária de Tremembé 2, no Vale do Paraíba, na tarde desta terça-feira. Preso há quinze anos, quando o casal foi morto a golpes de barras de ferro, e condenado em 2006 a 39 anos de prisão, Daniel cumpria pena no regime semiaberto desde 2013 e passará o restante da pena no regime aberto.

Ele saiu da prisão por volta das 16h e, segundo sua advogada Mônica Silva, seguiu rumo a São Paulo, onde vive sua mulher, a biomédica Alyne Bento, de 30 anos. Casada com Daniel desde 2014, Alyne é filha de uma agente penitenciária e foi apresentada ao marido por um irmão que também estava preso, suspeito de roubo. A cerimônia de casamento ocorreu dentro de uma igreja evangélica.

Daniel Cravinhos e a noiva, Alyne Bento
Daniel Cravinhos e a mulher dele, Alyne Bento (Reprodução/Instagram)

GLEISI: NOVA ‘CARTA’ DE LULA SERÁ DIRIGIDA AO POVO, E NÃO AO MERCADO

Foto> da Internet

A presidente do PT, a senadora Gleisi Hoffman (PT-PR) afirmou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva apresentará uma nova “Carta ao Povo Brasileiro”, que já está sendo preparada com sua equipe de campanha. O objetivo é dialogar com a sociedade e não acalmar temores do mercado em um eventual novo governo do petista. De acordo com a petista, os pilares da proposta de Lula serão geração de empregos e renda, e um impulso na disponibilidade de crédito e no aumento do consumo interno.

 “Vamos deixar claro: Não é uma carta dirigida ao mercado, como em 2002. É dirigida ao país, ao povo. Vamos falar de como faremos para que o Brasil se desenvolva e retome seu crescimento”, reiterou Gleisi. “Não precisamos dirigir nada ao mercado. O mercado já conhece o presidente Lula e como ele governa”, garantiu durante entrevista concedida ao Valor. “Não faz sentido o mercado ter qualquer temor ao Lula. O que ele causou de instabilidade econômica quando governou?”, questiona.

Segundo a parlamentar, “o mercado já sabe que Lula tem responsabilidade política, fiscal e social”. “A economia não pode ser pensada só sob o olhar do mercado. Tem que incluir o povo. Emprego é um indicador importante da saúde da economia. Aumento de renda também. Aumento de crédito é muito importante, bem como aumento do consumo interno”, disse. “Todas as medidas que retiraram direitos serão derrubadas, se a população concordar. O presidente Lula se manifesta no sentido de chamar um plebiscito para revogar todas as medidas do governo Temer, como a PEC do teto de gastos e a reforma trabalhista”.

 

Fonte: https://www.brasil247.com/pt/247/poder/337308/Gleisi-nova-%E2%80%98carta%E2%80%99-de-Lula-ser%C3%A1-dirigida-ao-povo-e-n%C3%A3o-ao-mercado.htm

Comissão de Finanças analisa projeto da Potigás e solicita diligência ao Governo

A recuperação fiscal e financeira do Rio Grande do Norte foi pauta da reunião da Comissão de Finanças e Fiscalização (CFF) na tarde desta terca-feira (16), na Assembleia Legislativa. As duas matérias em pauta tratam da venda dos ativos da Companhia Potiguar de Gás (Potigás) e da revisão do Plano Plurianual do Estado (PPA) para o quadriênio 2016-2019.

Em análise, a mensagem 177, que trata da revisão do Plano Plurianual do RN, recebeu voto do relator e membro da CFF, o deputado Tomba Farias (PSB), pela admissibilidade da matéria que atende a uma exigência da Caixa Econômica Federal (CEF) para liberação dos R$ 600 milhões para o Rio Grande do Norte. “A matéria agora segue para a votação em Plenário para que os deputados se manifestem”, frisou.

Já a mensagem 186/2018, que trata da venda dos ativos da Potigás recebeu diligência em decisão unânime por parte dos membros da CFF, os deputados Tomba Farias, Dison Lisboa (PSD), Getúlio Rêgo (Democratas), José Dias (PSDB) e George Soares (PR), que preside a Comissão.

A recuperação do equilíbrio nas contas estaduais está baseada na Lei Complementar nº 159, de maio de 2017, que institui o Regime de Recuperação Fiscal dos Estados e garante o reequilíbrio das contas governamentais, exigindo a transparência nas contas públicas, e a “solidariedade” entre os poderes, além da implementação das medidas emergenciais e das reformas institucionais determinadas no Plano de Recuperação elaborado pelo Governo do Estado.

Em discussão sobre a venda da Potigás, o deputado Getúlio Rêgo destacou o crescimento da receita da Potigás e a previsão para o biênio 2018/2019 com expansão progressiva da exploração da energia eólica e energia solar no Rio Grande do Norte.

O deputado Tomba Farias confirmou acompanhar o voto do relator e líder do Governo na Assembleia, o deputado Dison Lisboa (PSD), favorável à venda dos ativos da Potigás. “Temos hoje uma situação financeira muito difícil no Estado e o nosso entendimento continua sendo pela alienação dos bens. Esperamos consenso na matéria, mas entendemos a necessidade da urgência que trata a lei 159”, argumenta o deputado.

Durante a análise da matéria, os titulares da CFF questionaram artigos do projeto de lei que autoriza a alienação das ações da Companhia Potiguar de Gás (Potigás). Os questionamentos são referentes ao artigo primeiro, que autoriza a venda, e o terceiro parágrafo, que mantém os benefícios concedidos no Programa pelo Desenvolvimento Industrial pelo Incentivo do Gás Natural (RN Gás Mais).

O presidente da Comissão de Finanças, deputado George Soares (PR), questionou o futuro da empresa e dos contratos firmados com empresas do programa RN Gás Mais. Líder do Governo, o deputado Dison Lisboa (PSD) explicou que “todos os benefícios e isenções dos contratos já firmados serão mantidos”. De acordo com o parlamentar, a cada cinco anos é feita a revisão de incentivos e os contratos só poderão ser revistos nestas datas.

Dison explicou ainda que o regime previdenciário em atividade atualmente no Rio Grande do Norte precisa ser alterado – hoje, são 53 mil ativos e o mesmo número para os aposentados. O parlamentar também falou sobre o percentual de endividamento do Estado, que tem apenas 2,42% de comprometimento do orçamento líquido. “Enquanto isso, a Bahia tem 23%, Pernambuco tem 17%. Então, o Rio Grande do Norte ainda tem possibilidade de reequilibrar as contas públicas garantindo o pagamento desse apoio do Governo Federal”, frisa.

Órgãos de saúde confirmam presença de parasita transmissor da Doença de Chagas em açaí

Resultado de imagem para Açai
Fonte: da Internet

Após análises em laboratório, a Fundação de Medicina Tropical Doutor Heitor Vieira Dourado e a Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonascomprovaram a presença do parasita Trypanosoma cruzi na amostra de açaí consumida pela família que contraiu Doença de Chagas, no município de Lábrea.

Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, essa é a primeira vez que é comprovada cientificamente a presença do parasita no alimento no Amazonas. Antes, a confirmação era feita por associação.

A análise só foi possível porque a equipe de vigilância em saúde conseguiu recuperar as amostras de açaí que ainda estavam disponíveis junto ao fornecedor.

Até o momento, há 10 casos confirmados de Doença de Chagas contraída por via oral, ou seja, por meio de alimento contaminado pelo barbeiro ou pelas fezes do inseto.

De acordo com a Susam, a Fundação de Vigilância Sanitária Amazonas está reforçando as campanhas de conscientização dos produtores em relação às boas práticas de higiene na produção de alimentos com matéria-prima da floresta.

Clique no player acima e ouça o Repórter Nacional – Amazônia.

 

 

Fonte: http://radios.ebc.com.br/reporter-nacional-amazonia/2018/01/orgaos-de-saude-do-amazonas-confirmam-presenca-de-parasita