Author: Foto Repórter

Suspeito de matar policial em Natal morre em confronto com a PM

Cabo Melqui Djalcy Rodrigues foi morto com tiros na cabeça em Natal — Foto: Arquivo Pessoal
Cabo Melqui Djalcy Rodrigues foi morto com tiros na cabeça em Natal — Foto: Arquivo Pessoal

O homem suspeito de ter atirado e matado o policial militar Melqui Djaci Rodrigues em junho do ano passado morreu em confronto com a PM na manhã desta sexta-feira (11), na Zona Sul de Natal. Mateus Yang Fernandes Ovídio, de 19 anos, foi baleado após ser flagrado fazendo um arrastão dentro de uma residência no bairro Candelária. Outros três assaltantes foram presos na ação.

A Polícia Civil informou que um desses homens presos é o suspeito de ter dado apoio ao atirador no caso da morte do policial. O terceiro participante do assassinato do cabo Melqui Rodrigues morreu no mesmo dia do crime, também em uma troca de tiros com a Polícia Militar. Ele seria o responsável por dirigir o carro que o grupo usou para matar o PM.

G1RN

O terror no Ceará de Ciro Gomes continua

Resultado de imagem para Fortaleza viaduto metrô
Foto; da internet

No oitavo dia de atentados no Ceará, bandidos detonaram explosivos em um viaduto por onde passa o metrô de Fortaleza. O turismo no estado sofre as consequências da onda de violência.

Hotel pertinho da praia, em plena alta temporada em Fortaleza. A quantidade de vagas disponíveis é bem maior do que de costume.

O sol, o calor e as belezas naturais do Ceará não têm sido suficientes para atrair os turistas em meio à onda de ataques. Hotéis e pousadas foram os primeiros a sentir. Por causa dos cancelamentos de reservas, estão com 15% a menos de ocupação do que em janeiro de 2018.

“Fiz uma pesquisa com alguns amigos aqui de Fortaleza e, após esse contato, que nós decidimos realmente vir. Disseram que era em alguns pontos que estavam acontecendo algumas manifestações, alguns ataques”, conta a turista do Rio de Janeiro Geovania Nascimento.

Enquanto isso alguns perguntam onde está o presidenciável, 2022, Ciro Gomes. Outros dizem que tudo isso são consequências dos governos do PT.

G1

Mais 15 presos do Ceará será mandado para o RN

Presídio Federal de Mossoró recebeu 35 presos do Ceará nos últimos dois dias — Foto: Célio Duarte
Presídio Federal de Mossoró recebeu 35 presos do Ceará nos últimos dois dias — Foto: Célio Duarte

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) confirmou a transferência de mais 15 presos do Ceará para a Penitenciária Federal de Mossoró, na região Oeste potiguar, durante a madrugada desta sexta-feira (11). A operação foi finalizada por volta das 6h.

Na quarta-feira (9), outros 20 detentos já haviam sido transferidos para a unidade federal no Rio Grande do Norte. A partir de Mossoró, os presos serão distribuídos entre as outras quatro unidades prisionais do Ministério da Justiça e Segurança Pública.

A transferência contou com operação conjunta do Depen com a Polícia Rodoviária Federal e o governo do Ceará. A ação também envolveu a atuação do Ministério da Justiça, do Ministério Público, da Justiça do Ceará e da Justiça Federal de Mossoró.

G1RN

Militares pressionam para ficar de fora da reforma da Previdência

Resultado de imagem para exército
(Foto: Camila de Almeida)

Considerada crucial no equilíbrio das contas públicas, a reforma da Previdência pode gerar o primeiro choque entre militares e civis que integram o primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro (PSL). A ala ligada às Forças Armadas defende que as corporações fiquem de fora das mudanças que serão enviadas ao Congresso Nacional em fevereiro. Apesar da promessa de reforma mais dura e contrariando técnicos da área econômica, a tendência é que Bolsonaro não inclua os militares.

O regime próprio de Previdência Social conta com 1,1 milhão de beneficiários, entre militares e servidores civis. Eles correspondem a apenas 3,7% dos aposentados e beneficiários do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que soma 30,2 milhões de pessoas. Em contrapartida, o déficit do regime próprio, que chegou a R$ 86,3 bilhões em 2017, corresponde a quase a metade (47,3%) do déficit geral, de R$ 182,4 bilhões, em 2017.

 

EM 

TJ libera antecipação de R$ 162 milhões em royalties de petróleo e gás para o Governo do RN

Resultado de imagem para TJ RN
Foto: da Internet

O desembargador Expedito Ferreira, do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte (TJRN), atendeu a um pedido de reconsideração, feito pelo Estado, e suspendeu uma decisão que impedia o governo de fazer uma operação financeira de antecipação dos royalties previstos para 2019. O governo quer receber antecipadamente R$ 162 milhões, que são previstos em pagamento de royalties de petróleo e gás ao longo do ano, e pagar o financiamento conforme receba as parcelas do valor.

G1RN

Toffoli favorece a Renan Calheiros com voto secreto no sanado

O ministro Dias Toffoli, presidente do STF — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo
O ministro Dias Toffoli, presidente do STF — Foto: Dida Sampaio/Estadão Conteúdo

O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, decidiu nesta quarta-feira (9) manter votação secreta para a eleição da Mesa do Senado.

Com isso, Toffoli derrubou a decisão do ministro Marco Aurélio Mello, que em dezembro determinou votação aberta na eleição, marcada para o início de fevereiro.

Mais cedo, nesta quarta (9), Toffoli rejeitou um pedido do deputado eleito Kim Kataguiri (DEM-SP) para que a votação para o comando da Câmara fosse aberta.

Com essa medida o presidente do STF colabora com o senador Renan Calheiros que é candidato a presidente do senado. Renan articulou a liberação a favor de Dilma (PT) para que ela pudesse ser candidata em 2018.

Se o voto para presidente for aberto há possibilidade de Renan perder a eleição no senado. O povo brasileiro não quer Renan na presidência. Mas sendo secreto, os senadores que são a favor da corrupção não serão expostos ao Brasil.

G1

Em protesto contra salários atrasados, servidores da saúde paralisam atendimento no maior hospital público do RN

Apenas casos de emergência estão sendo atendidos no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal — Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi
Apenas casos de emergência estão sendo atendidos no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal — Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi

Os servidores da saúde do Rio Grande do Norte iniciaram na manhã desta quinta-feira (10) uma paralisação de 24 horas no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, maior unidade da rede pública do estado. Apenas casos de emergência estão sendo atendidos. O ato está sendo chamado de ‘apagão’, e é em protesto contra o atraso no pagamento de salários.

À tarde, por volta das 14h, haverá também uma assembleia onde será avaliada a proposta apresentada na noite desta quarta (9) e que foi aprovada por 10 categorias de servidores. Nela, ficou acertado o parcelamento do salário de janeiro, com a aceitação do recebimento do passivo deixado pelo governo Robinson Faria (PSD) para quando o Executivo receber recursos extras.

G1RN

Governo do RN propõe pagar salários de servidores da Segurança no dia 16

Policiais Militares votam para saber se aceitam proposta de pagamento de salário apresentada pelo governo do RN — Foto: Dioclécio Neto

Em reunião na manhã desta quarta-feira (9), a Associação dos Cabos e Soldados da Polícia Militar afirmou que o governo apresentou uma proposta para o pagar no próximo dia 16 os salários de janeiro a todos os servidores da segurança pública, incluindo os agentes penitenciários.

De acordo com os representantes dos militares, que se reuniram com o governo nesta terça-feira (8), os servidores da área receberiam o salário de janeiro todo de uma vez, ao contrário das outras categorias, que receberam proposta de ter depositado 30% da folha nesta quinta-feira (10) e o restante até o dia 31.

Porém os servidores não ficaram satisfeitos com a proposta, principalmente porque querem que o governo mantenha a cronologia dos pagamentos. No caso dos servidores da Segurança, ainda estão em abertos, os salários de dezembro do ano passado, além do 13º de 2018.

Os militares afirmam que aceitarão a proposta se o governo concluir no dia 16 a folha de dezembro e mantiver a ordem cronológica. Eles também proprõem que o 13º salário seja pago conforme haja entrada de recursos extras, até junho deste ano.

Outras categorias de servidores ainda vão decidir, em assembleias próprias, se aceitam ou não a proposta.

Fonte: https://g1.globo.com

Médico suspeito de assassinar idosa no RN é investigado como mandante da morte de ex-mulher, motorista de ambulância e agricultor

Foto de Wilson Jales empunhando armas está anexada aos inquéritos que apuram os assassinatos dos quais ele é suspeito de ser o mandante — Foto: Cedida/Polícia Civil

O médico que foi preso suspeito de matar uma idosa e tentar matar o marido dela em Olho D’Água do Borges, interior do Rio Grande do Norte, é investigado em outros três inquéritos, todos de homicídio. Segundo o delegado Sandro Régis, que apura todos os casos, o ortopedista Wilson Edino de Freitas Jales é apontado como mandante do assassinato de sua ex-mulher, de um motorista de ambulância e de um agricultor, todos no Oeste potiguar.

Wilson Jales e outros três suspeitos foram detidos nesta quarta-feira (9) em uma ação conjunta envolvento policiais civis e militares. Os quatro estavam em um bar, no Centro da cidade de Patu. Com eles foram apreendidas uma pistola, uma caminhonete e drogas.

A prisão aconteceu logo após os tiros contra o casal. O idoso conseguiu escapar correndo para dentro de um matagal. Já a mulher dele, a agricultora Francisca Alves Silva Oliveira, de 68 anos, foi baleada e morreu na hora.

O médico está preso na Delegacia Regional de Patu e, segundo a Polícia Civil, ainda não tem defesa oficialmente constituída.

O caso

O casal caminhava pela RN-078, em um trevo que dá acesso às cidades de Patu e Rafael Godeiro, quando foi alvo dos disparos. O crime aconteceu por volta das 5h. De acordo com o delegado Sandro Régis, o grupo agiu por “pura perversidade”, sem motivo aparente.

Ainda segundo Sandro Regis, o médico também é suspeito de ter mandado matar outras pessoas na região, incluindo ele próprio. “Ele já mandou matar muita gente aqui, e já disse que ia mandar me matar também”, revelou o delegado.

Outros inquéritos

Os outros inquéritos nos quais Wilson Jales é investigado são de crimes que aconteceram em Messias Targino e Patu. Ambas as cidades estão sob a jurisdição do delegado Sandro Régis, que comanda a Delegacia Regional de Patu.

Rita de Cássia Medeiros de Souza, de 47 anos, estava na varanda da casa com a mãe e um filho, quando foi assassinada a tiros, na cidade de Messias Targino. O crime aconteceu em 15 de fevereiro de 2015. De acordo com a polícia, dois homens saíram do matagal e efetuaram vários disparos de espingarda calibre 12 e calibre 44 contra Rita de Cássia. Ela era ex-mulher de Wilson.

Adolfo Maia, de 38 anos, estava na calçada da casa dele, em Patu, brincando com os filhos, quando foi baleado. Ele era motorista de ambulância. Foram oito disparos que atingiram Adolfo, assassinado no dia 6 de outubro de 2017. De acordo com o delegado, esse homicídio também teria acontecido a mando do médico.

O terceiro caso aconteceu no ano passado, também em Patu, no dia 25 de julho. A vítima foi Rawlinsin Rousseau Monteiro Carlos Godeiro, agricultor de 42 anos de idade. Rawlinsin Rousseau voltava de uma fazenda para a cidade, quando foi executado.

Os três casos ainda estão sob investigação, no entanto o delegado Sandro Régis aponta o médico Wilson Jales como o principal suspeito de ser o mandante dos crimes.

Fonte: https://g1.globo.com

Atletas de karatê vão doar sangue no Hemonorte

Resultado de imagem para karatê
Fotografia por STYLEPICS

A Federação Estadual de Karatê Amigos da Escola Norte-Riograndense (FEKAEN) e a União de Karatê Interestilos Norte-Riograndense  (UKIRN)  realizam no próximo  sábado (12) uma campanha de doação de sangue.

Os atletas das duas instituições vão se reunir numa grande corrente a fim de conseguir a maior quantidade possível de doadores para abastecer o estoque de sangue que normalmente apresenta queda neste período do ano devido às férias.

A ação será realizada a partir das 8 horas da manhã e deve seguir até às 15 horas quando os alunos, seus pais e amigos devem se dirigir à sede do Hemonorte na Avenida Alexandrino de Alencar, nº 1800, Tirol.

A expectativa é que cerca de 100 doadores participem do mutirão. Segundo o centro, uma doação pode salvar até quatro pessoas. A quantidade de sangue retirada não afeta a saúde do doador e a recuperação é imediata.

“Nosso intuito é ajudar ao próximo, realizar um ato de amor que pode salvar vidas através de um gesto simples, mas que quem precisa é de extrema importância”, disse um dos organizadores da campanha, o professor de karatê André Calixta.

Encontrado corpo de bebê de mulher que chegou morta a maternidade da Grande Natal

Maternidade Divino Amor fica em Parnamirim, na Grande Natal — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

O corpo do bebê de uma mulher que chegou morta a um hospital na Grande Natal, na segunda-feira (7), foi encontrado na madrugada desta terça (8) dentro de uma mala na casa dela. A mulher de 32 anos deu entrada na Maternidade Divino Amor, em Parnamirim, já sem vida. Apesar de sinais de que tinha dado a luz, como a presença da placenta, ninguém soube explicar onde estava o bebê.

O natimorto foi encontrado por familiares na madrugada desta terça-feira (8) na casa dela em Macaíba. O corpo dele foi recolhido pelo Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) durante a manhã.

As investigações que foram iniciadas pela 1ª Delegacia de Parnamirim serão transferidas para a delegacia do município vizinho, chefiada pelo delegado Normando Feitosa.

Maria Idelma Mota da Silva chegou à Maternidade Divino Amor, em Parnamirim, na Grande Natal, nesta segunda-feira (7) já com parada cardíaca. Os médicos ainda fizeram procedimentos para tentar reanimá-la, mas o óbito foi confirmado às 12h07 . Na unidade, os médicos descobriram que ela havia dado à luz pouco antes de chegar à unidade. Porém ninguém soube explicar onde estaria o bebê.

Com o corpo da mulher, estava a placenta, que indicava que um parto foi feito antes de ela chegar à maternidade. A placenta pesou 780 gramas, o que, segundo os profissionais, aponta que a gravidez estava perto do fim e que não se tratou de um aborto. É considerada aborto a morte do feto de até 5 meses.

A polícia ainda investiga o caso para saber a causa das mortes e porque o bebê não foi levado ao hospital.

Fonte: https://g1.globo.com/rn

Presidente da Assembleia Legislativa deseja êxito ao novo dirigente do Judiciário Potiguar

Foto: Eduardo Maia

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), participou da solenidade de posse do desembargador João Batista Rodrigues Rebouças como presidente do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, na noite desta segunda-feira (7), no Centro de Convenções, Via Costeira de Natal. Os deputados Márcia Maia (PSDB), Souza Neto (PHS), Albert Dickson (PROS), Tomba Farias (PSDB), Larissa Rosado (PSDB), George Soares (PR), os eleitos Dr. Bernardo (AVANTE) e Coronel Azevedo (PSL), também prestigiaram a cerimônia de posse. A governadora do RN, Fátima Bezerra (PT), também se fez presente.

O ministro e atual presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli, participou da posse e garantiu apoio ao novo presidente na missão de levar a justiça para perto da sociedade. “Venho desejar sucesso na certeza que o Judiciário unido é garantia do estado democrático de direito fundamental para que os direitos e garantias do cidadão sejam respeitados”, disse.

Compondo a mesa de autoridades, o dirigente do Legislativo estadual desejou êxito para a nova gestão e avaliou positivamente a gestão anterior. “Desejo ao novo presidente do TJRN, desembargador João Rebouças, êxito na execução dos compromissos firmados para a gestão e proximidade do poder judiciário junto à comunidade, principalmente, para os que mais necessitam de Justiça”, comentou Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia Legislativa, que elogiou a postura do desembargador Expedito Ferreira, que durante o biênio 2017/2018 presidiu o TJRN. “O desembargador Expedito Ferreira soube presidir em harmonia com os poderes, valorizar a magistratura e os servidores do judiciário potiguar”, disse Ezequiel Ferreira de Souza.

Em sua despedida, o desembargador Expedito Ferreira fez um breve balanço da gestão. “É uma honra passar essa missão ao desembargador João Rebouças, mas peço licença para confessar que faço com orgulho do trabalho realizado e missão cumprida”, disse antes de destacar os pilares estabelecidos logo a época da sua posse: a valorização dos magistrados e servidores e o aumento da produtividade e celeridade processual no judiciário.

O desembargador João Batista Rodrigues Rebouças ao tomar posse como presidente do Tribunal de Justiça declarou que “a justiça precisa se reinventar sob pena de sofrer a mais dura penalidade, a indiferença”. O discurso do novo presidente foi focado na necessidade de fazer o TJRN cada vez mais célere. “Precisamos de um tribunal com respostas certas e precisas. É primordial o uso das novas tecnologias. É inconcebível que esses recursos não sejam utilizados para nos ajudar a atingir os objetivos do Tribunal. Lutarei por um tribunal 100% digital, porém 100% humano. É tempo de falar menos e fazer mais”, afirmou. A nova gestão irá conduzir os rumos do Poder Judiciário do Rio Grande do Norte durante o biênio 2019-2020.

DIRIGENTES
Também tomou posse como vice-presidente o desembargador Virgílio Macêdo Júnior. O decano do TJRN, desembargador Amaury Moura Sobrinho, assumirá o cargo de corregedor geral da Justiça. O desembargador Saraiva Sobrinho será o novo diretor da Escola da Magistratura do Rio Grande do Norte (Esmarn) e a Ouvidoria do TJRN será conduzida pelo desembargador Vivaldo Pinheiro. A Revista de Jurisprudência terá como diretor o desembargador Ibanez Monteiro.

PERFIL
O desembargador João Rebouças é natural de Areia Branca (RN), nascido 21 de junho de 1957. Magistrado desde 1985, iniciou sua trajetória na comarca de Pendências, passando por Martins, Mossoró e Natal. Passou a integrar o Pleno do Tribunal de Justiça em novembro de 2004, após promoção pelo critério de merecimento. Na gestão anterior foi o Ouvidor do TJRN e já ocupou o cargo de corregedor geral de Justiça. É membro da 3ª Câmara Cível do TJRN, da qual já foi presidente, e preside o Comitê Gestor do sistema PJe no Rio Grande do Norte.

Entre os anos de 2012 e 2013, o desembargador João Rebouças presidiu o Tribunal Regional Eleitoral. O magistrado é bacharel em Direito pela UFRN, pós-graduado em Direito Público e mestre no segmento de pesquisa político-jurídica pela Universidade Clássica de Lisboa. É membro da Academia de Letras Jurídicas do RN, sendo escritor de obras jurídicas como o “Regulamento Interno do TJRN comentado”, em parceria com o assessor jurídico Guilherme Vanin.

Governadora promete pagar janeiro até o final do mês, mas não fala no atrasado

Resultado de imagem para Fátima Bezerra

A governadora do Rio Grande do Norte, Fátima Bezerra (PT), apresentou aos dirigentes de sindicatos que representam servidores estaduais, no início da tarde desta segunda-feira (7), um calendário para pagamento da folha de salários. A proposta do governo é depositar, até o próximo dia 10, linearmente, 30% dos salários de janeiro, e completar o vencimento com os outros 70% no fim do mês. O mesmo aconteceria nos meses seguintes.

Porém, o governo não anunciou como fará para colocar em dia outras quatro folhas que estão em atraso. O governo deve os salários de novembro para quem ganha acima de R$ 5 mil, o salário de dezembro de todos os servidores, além de parte do 13º de 2017 e o 13º de 2018. Segundo o próprio Executivo, eles somam quase R$ 1 bilhão.

Os sindicatos não gostaram da decisão, mas parece não haver outra solução.

“Nós não somos funcionários de gestão, somos servidores do estado”, criticou Janeayre Souto, do Sindicato dos Servidores da Administração Direta (Sinsp), considerando que o governo não levou em conta a “impessoalidade da gestão”. Para ela, o novo governo tem que se responsabilizar pela dívida que recebeu da administração anterior.

G1RN

Bandidos do Ceará estão em guerra contra o Estado, mas os governantes ainda tentam soluções legais, e podem perder a guerra

Resultado de imagem para Ceará
Mais de 40 ataques a veículos e prédios públicos e privados foram registrados em 13 municípios cearenses nos últimos dois dias ALEX GOMES AFP

Os bandidos do Estado do Ceará declararam guerra contra o Estado do Ceará e tentam atrair os de outros Estados para as práticas do terror nos Estados. Já são 110 suspeitos presos e dois mortos em confrontos com a polícia. Mas até o momento, a atitude do governo cearense foi pífia, pois só transferiu um dos chefes de uma facção; informa que mais 19 serão transferidos.

Os bandidos fizeram 125 ações criminosas; enquanto a resposta do governo é apenas de transferências de possíveis chefes de facções.

No 6º dia seguido de uma onda de violência que atinge o estado desde quarta-feira (2). Bandidos incendiaram uma ambulância em Reriutaba, uma loja de móveis em Fortaleza, atacaram uma rádio e a Câmara dos Vereadores da cidade de Icó, na madrugada desta segunda-feira (7).

Os Estados precisam juntamente com a União fazerem um pacto de guerra contra esse tipo de terror. Os governos do PT precisam reconhecer o novo presidente e juntos combaterem os criminosos.

Natal e Mossoró: ambas tiveram dois trípolos homicídios neste último domingo

Em Natal, triplo homicídio aconteceu dentro de uma casa na Rua Coronel Ajax, no bairro Dix-Sept Rosado — Foto: PM/Divulgação
Em Natal, triplo homicídio aconteceu dentro de uma casa na Rua Coronel Ajax, no bairro Dix-Sept Rosado — Foto: PM/Divulgação

Simultaneamente nas cidades de Natal e Mossoró, no Rio Grande do Norte, aconteceu os registros de dois trípolos homicídios na tarde de ontem, domingo, 06. No caso, foram seis pessoas assassinadas.

O primeiro aconteceu no bairro Dix-Sept Rosado, na Zona Oeste de Natal. O segundo foi no bairro Belo Horizonte, em Mossoró, na região Oeste do estado. Nos dois casos, ninguém foi preso. Uma mulher e um adolescente estão entre as vítimas.

Na capital, o crime aconteceu por volta das 16h. Foi dentro de uma casa na Rua Coronel Ajax. As vítimas, ainda não identificadas, foram dois homens e uma mulher. Todos foram executados com tiros na cabeça, deitados sobre uma cama de casal.

Moradores da vizinhança disseram à polícia que os assassinos chegaram em um Gol de cor preta, e já invadiram a residência atirando. Testemunhas também contaram que outras duas pessoas, que também estavam na casa foram baleadas, mas conseguiram fugir.

Segundo a Polícia Militar, ainda não há suspeitas de quem são os assassinos ou da motivação do crime. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Já em Mossoró, as vítimas foram três homens, sendo dois adultos e um adolescente. Eles foram mortos por volta das 17h, na calçada de uma residência na Rua Bom Jesus, no bairro Belo Horizonte.

Os assassinos chegaram em uma caminhonete branca, desceram do veículo e se identificaram como policiais. Em seguida, atiraram de escopeta. Os três foram baleados nas costas e na cabeça.

As vítimas foram identificadas como Raniery Eriko do Nascimento, de 37 anos, Pablo Alexandre Alves Soares, de 18, e Márcio Antônio de Almeida Dantas, 16.

O caso será investigado pela DHPP de Mossoró.

G1RN