Author: Foto Repórter

Devido a ataques, ônibus terão escolta durante a madrugada em Natal

ônibus serão escoltados pela Guarda Municipal durante a madrugada (Foto: Fred Carvalho/G1)
ônibus serão escoltados pela Guarda Municipal durante a madrugada (Foto: Fred Carvalho/G1)

G1 – Nesta quinta-feira (04), as linhas do transporte público da capital realizará a última viagem às 22h. A informação é da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU) da capital. Durante a madrugada, os ônibus terão escolta da Guarda Municipal. A decisão foi tomada, segundo a STTU, em conjunto com o Sindicato das Empresas de Transporte (Seturn), dos Rodoviários (Sintro) e Guarda Municipal (GMN).

“É bom deixar claro para população que a última partida do terminal é às 22h, e não o recolhimento. Os ônibus irão até os seus destinos e voltarão aos bairros e, dai, serão recolhidos” esclareceu a secretária da STTU, Elequicina Santos. Ainda de acordo com a secretária, os ônibus devem passar nas regiões de maior aglomeração entre 22h30 e 23h. “Pedimos para que a população não deixem para ir para as paradas em cima da hora”, ressaltou.

Após as 22h, as linhas corujão serão acionadas. “Às 23h sai a primeira viagem das linhas corujões, que realizarão mais uma viagem depois desta”, informou o secretário adjunto de Transportes, Clodoaldo Cabral. Estas viagens contarão com escolta de viaturas da Guarda Municipal, garantiu Alberfran Câmara Grilo – que é subcomandante da instituição. “Depois desta operação, iremos para as garagens acompanhar a saída do transporte nas primeiras viagens”, garantiu.

Segundo Júnior Rodoviário, tendo segurança, os rodoviários não recolherão a frota. “Esta operação é caso a normalidade seja mantida. Se houver novos ataques, vamos recolher”, informou.

Funcionamento na sexta-feira
De acordo com Clodoaldo Cabral, o funcionamento do transporte público nesta sexta-feira (5) ocorrerá normalmente. “As linhas iniciarão a operação às 4h e seguirão normalmente até a última viagem e com 100% da frota na rua, caso não ocorram novos ataques”, informou.

Ataques
A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed) registra 106 ataques em 36 cidades do Rio Grande do Norte desde a tarde da última sexta-feira (29). Até a manhã desta quinta, 100 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Motim
Na noite desta quarta, os detentos da Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), na Grande Natal, fizeram um motim. Os presos empilharam colchões no pé do muro e atearam fogo, segundo o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, pois “o objetivo era que as chamas atingissem o transformador ou a própria torre onde foram os instalados os bloqueadores de celular”. O Corpo de Bombeiros apagou o fogo.

Não houve registro de feridos e o motim foi controlado, e a Polícia Militar não soube informar se os bloqueadores foram danificados. Os aparelhos serão avaliados nesta quinta (4).

Márcia Maia faz convenção hoje para disputar a prefeitura de Natal

????????????????????????????????????

A deputada estadual Márcia Maia fará na tarde de hoje (04) convenção do PSDB, onde apresentará a sua candidatura a prefeito de Natal.

Com o paio do presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira e mais quatro  deputados, entre eles um federal.

Márcia vai enfrentar a maquina da prefeitura que está nas mãos de Carlos Eduardo (PDT) que conta com os primos do PMDB, Garibaldi Filho, senador, e Henrique Eduardo Alves, ex-ministro do turismo.

 

Mesmo com Exército nas ruas, ônibus circulam com frota reduzida em Natal

Militares começaram a ocupar ruas de Natal nesta quarta (3) (Foto: Canindé Soares/G1)
Militares começaram a ocupar ruas de Natal nesta quarta (3) (Foto: Canindé Soares/G1)

G1 – Mesmo com homens do Exército, da Marinha e da Aeronáutica já integrando as forças de segurança do Rio Grande do Norte, os ônibus irão circular com frota reduzida nesta quinta-feira (4). Segundo a diretoria do Sindicato dos Rodoviários (Sintro), 70% dos ônibus vão às ruas – frota equivalente a uma escala de sábado. De acordo com o Sindicato das Empresas de Ônibus (Seturn), toda a frota irá circular normalmente nesta quinta. Os militares, que chegaram ao RN na manhã desta quarta (3), começaram a ocupar as ruas de Natal à noite.

Às 5h30, os ônibus começaram a deixar as garagens das empresas. “Vou trabalhar hoje esperando um pouco mais de tranquilidade por causa dos militares. Mas confesso que ainda estou com medo. Caso seja preciso, vamos voltar a recolher os ônibus”, disse um motorista, que pediu para não ser identificado.

Ônibus começaram a deixar as garagens às 5h30 desta quinta (4) (Foto: Fred Carvalho/G1)
Ônibus começaram a deixar as garagens às 5h30 desta quinta (4) (Foto: Fred Carvalho/G1)

As tropas chegaram à capital potiguar pela manhã, vindas de Pernambuco e da Paraíba, além da cidade de Caicó, no interior do Estado. Por volta das 20h, alguns deles começaram a atuar nas ruas. A informação foi confirmada pela assessoria do Exército. Aproximadamente 1.200 militares – sendo 920 do Exército, 220 da Marinha e 60 da Força Aérea – participam da chamada Operação Potiguar. De acordo com a assessoria da operação, as tropas atuam nas ruas até o dia 16 de agosto.

De acordo com a assessoria do Exército, 55 homens foram para as ruas nesta quarta para patrulhar os principais corredores da cidade. O restante da tropa vai às ruas nesta quinta (4). O Exército Brasileiro vai realizar uma solenidade de preparação da tropa na manhã desta quinta-feira (4), no 16º Batalhão de Infantaria Motorizado.

Até a noite desta quarta, a Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed) havia registrado 96 ataques em 33 cidades do Rio Grande do Norte nos últimos seis dias. Até às 19h30 desta quarta, 86 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Motim
Na noite desta quarta, os detentos da Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), na Grande Natal, fizeram um motim. Os presos empilharam colchões no pé do muro e atearam fogo, segundo o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, pois “o objetivo era que as chamas atingissem o transformador ou a própria torre onde foram os instalados os bloqueadores de celular”. O Corpo de Bombeiros apagou o fogo.

Não houve registro de feridos e o motim foi controlado, e a Polícia Militar não soube informar se os bloqueadores foram danificados. Os aparelhos serão avaliados nesta quinta (4).

Em Mossoró, um ônibus foi destruído pelas chamas no bairro Santa Delmira (Foto: Alcivan Vilar/Fim da Linha)
Em Mossoró, um ônibus foi destruído pelas chamas no bairro Santa Delmira (Foto: Alcivan Vilar/Fim da Linha)
Edson Cardoso Bezerra (Gato), Anderson Mendonça da Silva (Sancinho), Cosme Wendel Rodrigues Gomes (Cego), Alex Barros de Medeiros e Marcos Paulo Ferreira (Cabeça do Acre) foram transferidos de parnamirim para Mossoró (Foto: G1/RN)
Presos que foram transferidos

Transferências
Nesta segunda-feira (1º), cinco detentos apontados pelo Governo do Rio Grande do Norte como chefes da facção criminosa que reivindica os ataques foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró.

De acordo com o governador Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia potiguar após terem celulares monitorados. Ainda de acordo com o governador, outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em breve.

Na manhã desta terça, a polícia potiguar anunciou a prisão de Daniel Silva de Carvalho,apontado como sendo o “número 2” da facção que reivindica os ataques criminosos que vêm sendo registrados. Além dele, foi presa Islania de Abreu Lima, que também seria uma das chefes da quadrilha. Os dois foram presos em cumprimento a mandados de prisão.

STF derruba leis que obrigavam bloqueio de celular em presídio

PEP (1)

O plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu nesta quarta-feira (3), por oito votos a três, derrubar a validade de leis estaduais de Bahia, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina que obrigam operadoras de telefonia celular a instalarem equipamentos para bloqueio do sinal nos estabelecimentos prisionais.

Na avaliação da maioria do STF, somente a União pode legislar sobre telecomunicações e, portanto, as leis em vigor nos estados são inconstitucionais. Os ministros destacaram que as empresas de telefonia não podem sofrer o ônus de gastar mais com os bloqueadores em razão das leis estaduais.

O Supremo analisou cinco ações apresentadas pela Associação Nacional das Operadoras Celulares (Acel) contra as leis dos quatro estados e considerou procedente as ações, declarando a inconstitucionalidade das leis.

A associação argumentava, entre outras questões, que o bloqueio impedia o serviço para consumidores que vivem nos arredores dos presídios, uma vez que tecnicamente não seria possível bloquear somente no estabelecimento penal.

Quatro ministros relataram as cinco ações:Marco Aurélio Mello, Gilmar Mendes, Dias Toffoli e Luiz Edson Fachin. Deles, somente Fachin entendeu que as leis estaduais eram válidas.

Marco Aurélio, Gilmar, Toffoli, Teori Zavascki, Luiz Fux, Cármen Lúcia, Celso de Mello eRicardo Lewandowski entenderam que compete à União criar leis sobre telecomunicações. Ficaram vencidos, a favor das leis estaduais, Fachin, Luís Roberto Barroso e Rosa Weber.

O presidente do Supremo, Ricardo Lewandowski, que também comanda o Conselho Nacional de Justiça, citou que o Brasil tem 1.424 mil estabelecimentos prisionais no país. Para ele, não se pode impor que as operadoras criem os bloqueios e tenham que gastar os valores.

“Impor às operadoras manter o bloqueio, creio eu, que teremos claramente um desequilíbrio na equação econômica e financeira dos contratos de concessão”, disse Lewandowski.

Busca de solução nacional para bloqueios
Gilmar Mendes, que votou contra as leis estaduais, destacou que conversou com o ministro da Justiça, Alexandre de Moraes, e ouviu dele que a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) discute uma solução nacional para bloquear o sinal de celular nos presídios.

“Não podemos agir sem reparar nas consequências que isso tem no sistma como todo. Precisa ser tratado de forma nacional, de forma global. Isso afeta responsabilidades das empresas perante o sistema”, disse Mendes.

Rio Grande do Norte
O tema do bloqueio de celulares ganhou destaque nos últimos dias por conta dos ataques a ônibus, prédios públicos e unidades policiais no Rio Grande do Norte. De acordo com o governo do estado, a instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é o motivo dos atentados. Desde sexta-feira (3), foram registrados ao menos 90 ataques em 33 cidades do estado.

O decano do Supremo, ministro Celso de Mello, dfestacou a situação do Rio Grande do Norte. Apesar de entender que somente a União poderia criar uma regra impondo o bloqueio, ele defendeu uma solução para o tema.

“No Rio Grande do Norte, uma conhecida organização criminosa, que domina todo sistema penitenciário nacional, essa organização criminosa está promovendo ataques indiscriminados a bens particulres, a agentes, nao há dúvidas de que é preciso resolver essa questão”, afirmou Celso de Mello.

Os ministros que ficaram vencidos entenderam que os estados não estavam legislando sobre telecomunicações, mas sim criando regra sobre segurança pública. “A segurança pública é interesse nacional que sobrepuja o interesse individual de usar o celular”, afirmou Barroso.

Detentos fazem rebelião no Presídio Estadual de Parnamirim

PEP

Os detentos do Presídio Estadual de Parnamirim (PEP) iniciaram uma rebelião no início da noite desta quarta-feira (3) com o objetivo de destruir os bloqueadores de sinal telefônico instalados recentemente na unidade e que passaram a funcionar na terça (02)..

Segundo informações de agentes do PEP, os presos atearam fogo em colchões nos muros logo abaixo de onde estão instalados os aparelhos e arremessaram objetos contra os bloqueadores.

O helicóptero da Secretaria de Segurança, o Potiguar 01, auxiliou na ação da polícia. Além dos agentes da unidade, policiais militares do 9º Batalhão e do Batalhão de Polícia de Choque (BPChoque) atuam na contenção dos presos. Logo após o início da rebelião, as chamas foram contidas e o equipamento bloqueador de sinal não foi danificado.

Bloqueadores

Os bloqueadores de sinal de celular começaram a ser instalados durante a quinta-feira (28/07) na Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP). O sistema de bloqueio impede que presos façam ou recebam ligações de dentro do presídios.

Atentados

A Secretaria Estadual de Segurança Pública (Sesed) já registrou 96 ataques em 33 cidades do Rio Grande do Norte nos últimos cinco dias. Até às 19h30 desta quarta, 86 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados ocorridos nos últimos no Estado.

Fonte: http://oportaln10.com.br/

Assembleia homenageia 20 anos da Sociedade dos Cegos no RN

unnamed (1)

A Sociedade dos Cegos do Rio Grande do Norte (Socern) foi homenageada nesta quarta-feira (3) na Assembleia Legislativa pelos 20 anos de atuação no Estado. A proposição foi do deputado Gustavo Fernandes (PMDB). Segundo a Organização Mundial da Saúde, mais de 4 bilhões de pessoas em todo o mundo possuem algum problema de visão. Destas, 2,5 bilhões não têm acesso à correção visual. No Brasil, de acordo com o Censo de 2010 realizado pelo IBGE, mais de 35 milhões de pessoas possuem algum tipo de deficiência visual.

“É uma grande satisfação para mim hoje prestar esta homenagem a uma entidade que completa duas décadas dedicadas ao trabalho humano e nobre da inclusão social. A SOCERN representa hoje não apenas uma associação, instituição ou entidade. É uma verdadeira família”, disse Gustavo Fernandes.

O parlamentar ressaltou que essas pessoas passam por desvantagens em diversos aspectos, entre eles a remuneração. Dentre os brasileiros com deficiência visual e que possuem alguma ocupação, 46% ganham menos de um salário mínimo. Já na população que possui visão considerada normal o número cai para 38%, resultando 8 pontos percentuais de diferença.

Gustavo Fernandes ainda parabenizou o fundador da Sociedade, Ronaldo Tavares e todos que fazem parte da SOCERN pela estrutura criada, que tem na sede da instituição uma ampla biblioteca com aproximadamente 600 títulos em braile e áudio, além de oferecer atendimento médico-odontológico por meio de parceria com o Centro Clínico da Polícia Militar.

Em seu discurso, Ronaldo Tavares fez um apelo à sociedade pública e civil por políticas públicas mais incisivas e maior acesso dos deficientes visuais a tratamentos, equipamentos e infraestrutura adequada. “Todos são testemunhas da nossa luta pela inclusão social e resgate da cidadania, muitas vezes somos ignorados de forma que nossos direitos são esquecidos”, disse Ronaldo.

SOCERN

Fundada no dia 1º de agosto de 1996 pelo radialista Ronaldo Tavares, a Sociedade dos Cegos do Rio Grande do Norte (Socern) surgiu por causa da necessidade clara de garantir a igualdade de oportunidades aos deficientes visuais como forma de inclusão social, visando à redução das desigualdades e o resgate da imagem desse segmento na sociedade.

No Rio Grande do Norte, são quase 7 mil pessoas que não enxergam de modo algum e quase 900 mil com algum tipo de deficiência visual. A SOCERN levantou a bandeira de lutar por essa inclusão, visando garantir a igualdade de oportunidades aos deficientes visuais e o resgate da imagem desse segmento na sociedade.

A entidade é filantrópica, sem fins lucrativos, que tem como objetivo principal a promoção social e a defesa dos direitos e interesses das pessoas cegas e de baixa visão no RN, reconhecida como de utilidade pública Municipal e Estadual e inscrita no Conselho Nacional de Assistência Social.

Carros são atingidos durante tiroteio no Alecrim, na Zona Leste de Natal

whatsapp_image_2016-08-03_at_16.05.14
Carros foram atingidos durante tiroteio no bairro do Alecrim, na Zona Leste de Natal (Foto: G1 )

G1 – Um tiroteio aconteceu na tarde desta quarta-feira (3) no bairro do Alecrim, na Zona Leste de Natal. De acordo com a Polícia Militar, populares acionaram a polícia por volta das 14h. No entanto, nem o atirador nem uma suposta vítima foram encontradas até o momento.

De acordo com o tenente Silva Júnior, do 1º Batalhão da Polícia Militar, os policiais estão com dificuldade definir o tipo de ocorrência

“Não podemos dizer que é uma tentativa de homícidio ou de assalto porque nem sequer temos vítima. A única coisa que se saber é que ocorreram os disparos”, informou o tenente.

Durante a troca de tiros, os atiradores acabaram atingindo carros que estavam estacionados na rua. “Até agora, o único relato que temos é desse dano que parece ser colateral. Não temos informações de feridos e nenhuma ambulância do Samu foi chamada”, disse Júnior.

Ainda de acordo com o tenente, não há indícios de que o caso tenha relação com a onda de ataques na capital potiguar.

Hermano Morais solicita limpeza de trecho da RN-305

unnamed

O avanço das dunas sobre o trecho da rodovia RN-305, que liga a praia de Pitangui ao distrito Contenda, em Extremoz, é uma constante durante os meses de fortes ventos no Estado. Preocupado com a situação, o deputado Hermano Morais (PMDB) encaminhou requerimento ao Departamento Estadual de Estradas de Rodagem do Rio Grande do Norte (DER), solicitando a retirada da areia da via.

“O trecho é de suma importância como via de integração entre essas localidades. Em razão dos ventos fortes, a RN-305 está coberta pela areia das dunas, sendo este um problema antigo. Hoje, a areia cobre mais da metade da pista em alguns pontos”, justifica Hermano.

O deputado avalia que a via foi construída em uma área de campo dunar em que as areias das dunas móveis se deslocam de acordo com a ação dos ventos. Segundo Hermano, o problema preocupa os moradores e motoristas que trafegam pelo trecho, sendo comum a ocorrência de acidentes de veículos na área.

“À noite, a situação é ainda mais preocupante em razão da falta de iluminação. O atendimento a esta reivindicação é justa e urgente, uma vez que a limpeza da rodovia é essencial à segurança e trafegabilidade dos motoristas que fazem uso da via”, afirma Hermano Morais

Tropa do Exército chega ao RN para integrar combate a ataques

exerc1

G1 – Homens do Exército chegaram ao Rio Grande do Norte na manhã desta quarta-feira (3). Eles vão se integrar às forças de segurança pública estaduais no combate aos ataques criminosos que vêm ocorrendo na capital e em cidades do interior desde a sexta-feira (29). Ao todo, cerca de mil homens chegaram nesta quarta vindos de Paraíba e Pernambuco.

No domingo (31), o presidente em exercício, Michel Temer, autorizou o emprego de 1,2 mil militares no combate aos ataques criminosos. Temer atendeu a uma solicitação do governador Robinson Faria (PSD).

Na tarde desta terça (2), o ministro da Defesa, Raul Jungmann, assinou a diretriz que detalha como os mil homens do Exército Brasileiro e outros 200 da Marinha do Brasil vão atuar no RN. Segundo o Exército, nesta quinta (4), o ministro virá a Natal para detalhar como será a atuação dos militares.

Os homens que chegaram nesta quarta vêm de batalhões sediados em João Pessoa eCampina Grande, na Paraíba; Jaboatão dos Guararapes e Garanhuns, em Pernambuco; e também de Caicó, no interior do Rio Grande do Norte.

Ataques
Desde sexta-feira (29), já foram registrados 90 ataques em 31 cidades do Rio Grande do Norte. De acordo com coronel Dancleiton Pereira, comandante geral da Polícia Militar, já são 85 presos suspeitos de envolvimento nas ações criminosas.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Ônibus
Os ônibus urbanos de Natal começaram a sair das garagens às 5h desta quarta. De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), apenas 70% da frota está nas ruas.

Entretanto, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município (Seturn),havia garantido que 100% da frota funcionaria.

Em Natal, Lula diz que “com Mineiro não tem pra ninguém”

O ex-presidente da republica Luís Inácio Lula da Silva participou da convenção do partido dos trabalhadores, PT, quando lançaram a candidatura de Mineiro a prefeito de Natal.

Mineiro ficou em terceiro lugar na campanha de 2012. Mas Lula ao se apresentar pela primeira vez de preto em uma exposição política, pode não está tão confiante que o deputado Mineiro alcance sucesso desta vez.

img_8069

 

Após novos ataques no RN, Natal volta a ter frota de ônibus reduzida

bus_1

Os ônibus urbanos de Natal começaram a sair das garagens às 5h desta quarta-feira (3). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), apenas 70% da frota está nas ruas. Entretanto, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município (Seturn) havia garantido que 100% da frota funcionaria.

De acordo com João Batista Gomes, um dos diretores do Sintro, “os trabalhadores da categoria ainda estão apreensivos e com medo. Na garagem da empresa Conceição, houve um ataque na noite de ontem. Devido a isso, não foi possível liberar os veículos às 4h”.

O G1 tentou contato com o representante do Seturn, mas as ligações não foram atendidas. O sindicato informou que nove ônibus já foram atacados somente na capital potiguar. Os prejuízos já passam dos R$ 2 milhões. A frota de ônibus na capital potiguar é composta por 712 veículos, que são utilizados diariamente por mais de 700 mil pessoas.

RN tem 5ª noite seguida de ataques criminosos; Exército chega hoje

bus_1_CLFbgIa

G1 – A polícia do Rio Grande do Norte registrou a quinta noite consecutiva de ataques criminosos. Entre a noite de terça-feira (2) e a madrugada desta quarta (3), novos atentados aconteceram em Natal e em cidades do interior. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirimé apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Homens do Exército devem chegar ao estado às 8h desta quarta. Eles vão se integrar às forças de segurança pública estaduais no combate aos ataques criminosos que vêm ocorrendo desde a sexta-feira (29).

Na capital potiguar, criminosos tentaram incendiar ônibus na garagem da empresa Conceição, localizada no bairro de Felipe Camarão. No mesmo bairro, seis carros foram queimados em uma oficina. Já no bairro do Planalto, o alvo foi a garagem da empresa que opera a linha 38. O incêndio foi controlado. EmGoianinha, a pouco mais de 60 quilômetros deNatal, dois homens foram presos quando tentavam colocar fogo em um ônibus.

Em Caicó, no Seridó potiguar, uma kombi foi queimada. Em São Fernando, na mesma região, carros foram incendiados no pátio da prefeitura. No Oeste potiguar, um caminhão foi queimado na frente da casa do proprietário. Também no Oeste, foram registrados três ataques na cidade de Mossoró: um ônibus foi incendiado na Av. Alberto Maranhão, no centro; outro ônibus foi queimado no bairro de Santa Delmira; um posto de gasolina, na Av. Rio Branco, foi assaltado. Os criminosos também espalharam gasolina no chão e colocaram fogo. Os frentistas conseguiram apagar as chamas.

Ataques
Desde sexta-feira (29), já foram registrados 90 ataques em 31 cidades do estado. De acordo com coronel Dancleiton Pereira, comandante geral da Polícia Militar, já são 85 presos suspeitos de envolvimento nos ataques criminosos. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Posto de combustíveis em Mossoró também foi alvo dos ataques criminosos (Foto: Alcivan Vilar/Fim da Linha)
Posto de combustíveis em Mossoró também foi alvo dos ataques criminosos (Foto: Alcivan Vilar/Fim da Linha)

Ônibus
Os ônibus urbanos de Natal começaram a sair das garagens às 5h desta quarta-feira (3). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), apenas 70% da frota está nas ruas. Entretanto, o Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município (Seturn) havia garantido que 100% da frota funcionaria.

Exército nas ruas
O Governo do Rio Grande do Norte afirmou que as tropas militares chegam ao estado às 8h desta quarta-feira (3). Serão 1.000 homens do Exército e 200 fuzileiros navais no reforço às forças policiais. “Parte dos militares é daqui, mas alguns virão da Paraíba e Pernambuco”, informou Ronaldo Lundgren, secretário de Segurança Pública e Defesa Social do RN.

Transferências
Nesta segunda-feira (1º), cinco detentos apontados pelo Governo do Rio Grande do Norte como chefes da facção criminosa que reivindica os ataques foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró.

De acordo com o governador Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia potiguar após terem celulares monitorados. Ainda de acordo com o governador, outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em breve.

Na manhã desta terça, a polícia potiguar anunciou a prisão de Daniel Silva de Carvalho, apontado como sendo o “número 2” da facção que reivindica os ataques criminosos que vêm sendo registrados. Além dele, foi presa Islania de Abreu Lima, que também seria uma das chefes da quadrilha. Os dois foram presos em cumprimento a mandados de prisão.

Ônibus voltam a circular com 100% da frota em Natal nesta quarta, diz Seturn

onibus-natal

G1 – Os ônibus voltam a circular normalmente, com 100% da frota e no horário normal, a partir desta quarta-feira (3) em Natal. A informação foi confirmada pelo Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município (Seturn). Nesta terça (2) o transporte público deixa de operar às 21h30 na capital.

O G1 tentou contato com o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte (Sintro/RN), mas as ligações não foram atendidas.

Nesta quarta-feira (3), os ônibus começam a circular por volta das 4h30 e fazem todas as viagens previstas com 100% da frota.

Desde sexta-feira (29), a Secretaria Estadual de Segurança Pública registrou pelo menos 80 ataques em 27 cidades. Por isso, a capital potiguar ficou mais de 24 horas sem transporte público no final de semana.

Segundo o Seturn, nove ônibus já foram atacados somente em Natal. Os prejuízos já passam dos R$ 2 milhões. A frota de ônibus na capital potiguar é composta por 712 veículos, que são utilizados diariamente por mais de 700 mil pessoas.

Bloqueadores
A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados. Até as 20h desta segunda 68 pessoas foram presas suspeitas de envolvimento nos ataques.

Nesta segunda, cinco detentos apontados pelo Governo do Rio Grande do Norte como chefes da facção criminosa que reivindica os ataques foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró.

De acordo com o governador Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia potiguar após terem celulares monitorados.

Ainda de acordo com o governador, outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em breve.

Defesa assina diretriz e militares estão liberados para atuar no RN

Do Blog: Quando o as forças armadas militar entra em uma ação que deveria ser apenas do Estado, é sinal de que quem vai debelar a bandidagem é o governo federal, já que o governo do Estado perdeu o controle da situação.

O senhor governador poderia não ter começado essa tragédia. Não que esteja errado a colocação de bloqueadores de celulares nos presídios, mas que fosse feito de todos os presídios, simultaneamente e de forma secreta.

Antes deveria ter feito uma varredura nos presídios e removido todos os celulares. Aí sim, o preso ficaria sem fazer seu comando de dentro da cadeia.

Raul Jungmann virá a Natal para explicar atuação dos militares (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)
Raul Jungmann virá a Natal para explicar atuação dos militares (Foto: Aldo Carneiro/Pernambuco Press)

G1 – Ainda assim, haveria protesto, mas com certeza seria de menor proporção e talvez não necessitasse das forças armadas do Brasil aqui, como estamos vendo que estão chegando.

Os 1.200 militares autorizados pela Presidência da República para auxiliar as forças de segurança pública do Rio Grande do Norte no combate à onda de ataques criminosos que o Estado vem sofrendo estão liberados para começar a atuar nas ruas. Isso porque no final da tarde desta terça-feira (4) o ministro da Defesa, Raul Jungmann, assinou a diretriz que detalha como será a atuação dos mil homens do Exército Brasileiro e dos outros 200 da Marinha do Brasil que irão atuar em Natal. Na próxima na quinta (4), o ministro virá a Natal para detalhar como será a atuação dos militares.

Segundo a assessoria de comunicação social do Exército no RN, a maior parte dos militares que irão às ruas já está no Estado. “São militares que servem aqui em nossos batalhões e pelotões. Haverá reforço de outros militares vindos da Paraíba e de Pernambuco. Mas ainda vamos receber essa diretriz e, diante do que diz esse documento, traçar como será a atuação dos nossos homens”, explicou.

O Rio Grande do Norte vem sofrendo uma onda de ataques criminosos desde a sexta-feira (29). No domingo (31), o governador Robinson Faria comunicou que solicitou auxílio de tropas federais. Na noite do mesmo dia, o presidente em exercício Michel Temer, anunciou que liberou o envio do reforço militar.

Ataques
Por quatro noite seguidas, o Rio Grande do Norte é alvo de ataques criminosos. Entre a noite de segunda (1º) e a manhã desta terça (2), novos atentados aconteceram em Natal e região metropolitana, além de cidades do interior. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim é apontada pelo governo como motivo dos ataques. Desde sexta (29), já foram registrados 74 atentados no estado.

Ônibus
Os ônibus urbanos de Natal começaram a sair das garagens às 5h30 desta terça (2). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte(Sintro/RN), 70% da frota está nas ruas. Os ônibus serão recolhidos as 21h30. Segundo o Seturn, nesta quarta (3) toda a frota deverá ir às ruas normalmente.

Segundo o Seturn, nove ônibus já foram atacados somente em Natal. Os prejuízos já passam dos R$ 2 milhões. A frota de ônibus na capital potiguar é composta por 712 veículos, que são utilizados diariamente por mais de 700 mil pessoas.

Prisões e transferências
Com a prisão dos dois homens na base da PM do Planalto, chega a 67 o número de presos suspeitos de envolvimento com os ataques que vêm acontecendo no estado. Nesta segunda,cinco detentos apontados pelo Governo do Rio Grande do Norte como chefes da facção criminosa que reivindica os ataques foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró.

De acordo com o governador Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia potiguar após terem celulares monitorados. Ainda de acordo com o governador, outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em breve.

Na manhã desta terça, a polícia potiguar anunciou a prisão de Daniel Silva de Carvalho, apontado como sendo o “número 2” da facção que reivindica os ataques criminosos que vêm sendo registrados. Além dele, foi presa Islania de Abreu Lima, que também seria uma das chefes da quadrilha. Os dois foram presos em cumprimento a mandados de prisão.

Assembleia vai homenagear 20 anos da Sociedade dos Cegos

unnamed (7)

Os 20 anos de fundação da Sociedade dos Cegos do Rio Grande do Norte (SOCERN) serão celebrados nesta quarta-feira (3), às 9h, em sessão solene no plenário da Assembleia Legislativa, proposta pelo deputado Gustavo Fernandes (PMDB).

“A SOCERN merece nosso reconhecimento. São duas décadas de serviços prestados às pessoas que não conseguem enxergar, mas que, por meio da associação, conseguem fazer a compensação de vida através de outras iniciativas, muitas delas conduzidas pela SOCERN, que tem minha homenagem”, destacou Gustavo Fernandes.

A Sociedade é uma entidade filantrópica sem fins lucrativos, que tem como objetivo principal a promoção social e a defesa dos direitos e interesses das pessoas cegas e de baixa visão no Rio Grande do Norte, reconhecida como de utilidade pública Municipal e Estadual e inscrita no Conselho Nacional de Assistência Social.

Fundada no dia 1º de agosto de 1996 pelo radialista Ronaldo Tavares, a entidade surgiu por causa da necessidade clara de garantir a igualdade de oportunidades aos deficientes visuais como forma de inclusão social, visando à redução das desigualdades e o resgate da imagem desse segmento na sociedade.

A sede da entidade conta com uma ampla biblioteca com aproximadamente 600 títulos em braile e áudio, além de oferecer atendimento médico-odontológico por meio de parceria com o Centro Clínico da Polícia Militar.