Author: Foto Repórter

Fátima Bezerra promete gestão de diálogo com Poderes e instituições durante diplomação em Natal

Governadora eleita Fátima Bezerra foi diplomada nesta quarta-feira (19), em Natal — Foto: Assessoria de Imprensa
Governadora eleita Fátima Bezerra foi diplomada nesta quarta-feira (19), em Natal — Foto: Assessoria de Imprensa

A governadora eleita Fátima Bezerra (PT) foi diplomada em solenidade que aconteceu nesta quarta-feira (19), no Teatro Riachuelo, em Natal. Além dela, deputados e senadores eleitos também foram diplomados. Durante o seu discurso, Fátima prometeu diálogo com Poderes e instituições para durante a sua gestão.

“Assumo aqui meu compromisso de estabelecer um diálogo franco, aberto, permanente com o Poder Judiciário, com a Assembleia Legislativa, com a bancada Federal potiguar, com o Ministério Público, com o Tribunal de Contas do Estado, com sindicatos, movimentos sociais e entidades representativas do empresariado do nosso estado”, declarou.

O presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte, desembargador Glauber Rego, cobrou dos diplomados o cumprimento das demandas sociais de seus cargos.

“Aos que hoje recebem o diploma que lhes é outorgado pela Justiça Eleitoral atestando as escolhas feitas pelo eleitorado potiguar, cabe cumprir as demandas sociais com as quais se comprometeram. Que busquem respeitar a vontade do povo por meio de uma atuação condizente com os ditames constitucionais e norteada por valores éticos e morais, na defesa da democracia e dos valores da República”, disse o magistrado.

Políticos se preparam para volta do Prona; no RN partido será presidido por Franklin Vasconcelos

Extinto há mais de dez anos, o Partido de Reedificação da Ordem Nacional (Prona), do lendário Enéas Carneiro, procura ressurgir já para disputar o pleito de 2020. O partido aguarda apenas a liberação da Justiça Eleitoral, mas já adiantou os trabalhos para a formação dos comitês provisórios e diretórios estaduais pelo Brasil.
O Prona, se encontra em fase final de revisão de assinaturas para voltar à ativa, será digirido no Rio Grande do Norte pelo contador Franklin Vasconcelos, que tem atuado na eleição de alguns políticos do Estado desde 2010. Ele acredita que o ressurgimento do partido trará uma nova opção para o eleitorado potiguar.
“Nosso objetivo com o Prona é claro: combater a corrupção e trazer mais uma opção para o eleitor. Aceitei o convite que me foi oferecido para que possamos dar continuidade ao processo de por um fim à essa velha política instalada em nosso estado. Temos um projeto em construção para as próximas eleições e estamos aguardando apenas o TSE [Tribunal Superior Eleitoral] para nos fortalecermos”, disse.
O Prona conseguiu as 500 mil assinaturas necessárias para a recriação, porém, o TSE contestou algumas delas alegando que foram rasuradas. Por isso, o partido passou por uma revisão de assinaturas e, agora, aguarda nova decisão para voltar a existir.
Franklin é empresário, contador especialista em Auditoria e Perícia Contábil e com MBA em Contabilidade, Auditoria e Gestão Tributária. Ele também é conselheiro do Conselho Regional de Contabilidade (CRC) do Rio Grande do Norte.

Ezequiel é diplomado para um novo ciclo no Legislativo Potiguar

O presidente da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), recebeu das mãos do juiz eleitoral Gustavo Smith o diploma do Tribunal Regional Eleitoral (TRE-RN) para o exercício do mandato de deputado estadual para o período de 2019 a 2022.O ato foi na tarde desta quarta-feira (19), em cerimônia no Teatro Riachuelo. Após receber o diploma, o deputado Ezequiel Ferreira destacou que a diplomação marca um novo ciclo para o exercício de um mandato ainda mais próximo dos anseios da população.

“A diplomação marca o fim da eleição e o início dos novos mandatos. A cerimônia coroa o ciclo da eleição, o candidato fica habilitado a exercer o cargo para o qual foi eleito”, disse ele, que no momento da entrega do diploma estava na companha do pai, o ex-deputado Ezequiel Ferreira.

Dos 24 deputados estaduais do Rio Grande do Norte, eleitos no pleito de 2018, foram diplomados 23. Sandro Pimentel por questões jurídicas não foi diplomado. Na ocasião, também foram diplomados a governadora eleita, Fátima Bezerra (PT), o vice-governador eleito, Antenor Roberto (PCdoB), dois senadores e seus dois suplemente e oito deputados federais. Com a eleição de Fátima Bezerra para o Governo do Estado, a vaga dela no Senado Federal será ocupada pelo advogado e economista Jean-Paul Prates, primeiro suplente na chapa que concorreu em 2014.

Com a diplomação, a Justiça Eleitoral confirma que os candidatos eleitos em outubro estão aptos a tomar posse dos cargos, uma vez que a entrega dos diplomas é feita após o prazo de questionamento e de processamento do resultado das eleições.

Além da entrega dos diplomas aos eleitos em 2018, a solenidade contou com o discurso da governadora diplomada Fátima Bezerra que relembrou os desafios da campanha para a escolha de uma gestora de origem popular e os desafios que terá para promover o equilíbrio econômico e fiscal do Poder Executivo. E, em seguida, o presidente do TRE, desembargador Glauber Rêgo, discursou ressaltando que aquele era um momento marcante da democracia, representando a escolha e a soberania popular. E, por fim, a sessão solene foi encerrada.

A posse da chefe do Executivo e do seu vice será em 1° de janeiro em cerimônia conduzida pelo Poder Legislativo, às 15h na Escola de Governo, no Centro Administrativo. A posse dos deputados e senadores acontecerá em 1° de fevereiro.

Operação da PF combate crimes financeiros e lavagem de dinheiro no RN

Operação cumpre seis mandados judiciais de busca e apreensão em Natal expedidos pela 15ª Vara Federal de Ceará-Mirim — Foto: PF-RN/Divulgação
Operação cumpre seis mandados judiciais de busca e apreensão em Natal expedidos pela 15ª Vara Federal de Ceará-Mirim — Foto: PF-RN/Divulgação

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (19) uma operação denominada ‘Caviloso’, cujo objetivo é apurar crimes financeiros, estelionato, falsidade, lavagem de dinheiro, entre outros delitos. Estão sendo cumpridos 6 mandados judiciais de busca e apreensão em Natal expedidos pela 15ª Vara Federal de Ceará-Mirim. O nome da operação faz alusão àquele que emprega cavilação, isto é, ‘proposta traiçoeira’.

Segundo a PF, a investigação teve início para apurar notícia de que um empreendimento em Ceará-Mirim teve algumas de suas unidades vendidas no exterior, sem a consequente internalização dos recursos no Brasil, fato que poderia importar crime de evasão de divisas.

Além disso, foi noticiado que as aquisições das unidades imobiliárias seriam na verdade investimento com percentual de retorno garantido, consistindo em captação de recursos, atividade típica de instituição financeira para a qual não existia autorização.

Produzidas perícias e análises financeiras, confirmou-se que os dirigentes da empresa sob suspeita atraíram investidores em Singapura, no sudoeste asiático, para deles receber dinheiro que veio a ser destinado, em parte, a empreendimentos no Brasil, mas não para aquisição patrimonial e, sim, a título de investimento com ganho previamente ajustado.

Diferentemente do que se delineava no início da apuração, o grupo sob investigação tinha atuação bem mais ampla, pois ofertou em Singapura oportunidade de investimento atrelada a outros empreendimentos nas cidades de Parnamirim, Macaíba e São José de Mipibu, situadas na região Metropolitana de Natal.

G1RN

PF realiza operação de busca e apreensão no apartamento de Kassab na capital paulista

Um delator afirmou que o político recebeu uma mesada de R$ 350 mil por mês em 2009, quando ainda era prefeito da capital

Polícia Federal faz buscas no apartamento do ministro da Ciência e Tecnologia, Gilberto Kassab (PSD), em São Paulo, na manhã desta quarta-feira (19).

A ação é decorrente da delação da JBS. Um delator afirmou que o político recebeu uma mesada de R$ 350 mil por mês em 2009, quando ainda era prefeito da capital.

A operação também faz buscas no apartamento do irmão do ministro, Renato Kassab. A ação desta quarta também ocorre em São Bernardo do Campo, São José do Rio Preto e Natal. Os mandados a serem cumpridos nesta quarta foram autorizados pelo ministro do Supremo Tribunal Federal, Alexandre de Moraes.

Em resposta à Jovem Pan, o ministro respondeu que “confia na Justiça brasileira, no Ministério Público e na imprensa, sabe que as pessoas que estão na vida pública estão corretamente sujeitas à especial atenção do Judiciário, reforça que está sempre à disposição para quaisquer esclarecimentos que se façam necessários, ressalta que todos os seus atos seguiram a legislação e foram pautados pelo interesse público”.

O inquérito com base na delação da JBS investiga se Kassab cometeu corrupção passiva, lavagem de dinheiro e caixa dois. O caso apura o suposto pagamento do grupo J&F ao ministro por meio de contratos com as empresas Yape Transportes e Yape Consultoria, ligadas a Kassab.

A investigação mira ainda os repasses feitos pelo grupo a Kassab referentes a uma suposta compra de apoio políticos do PSD pelo PT.

Em acordo de colaboração premiada, Wesley Batista disse que quando era prefeito da capital paulista, Kassab recebia R$ 350 mil de propina por mês em aluguel de caminhões. Os pagamentos foram feitos, segundo o executivo do grupo J&F por seis anos, resultando em cerca de R$ 20 milhões.

Já Ricardo Saud, outro executivo do grupo, disse em delação que Kassab teria vendido apoio político do PSD à campanha de Dilma Rousseff ´`a reeleição na Presidência em 2014.

 

Jovem Pan

Três suspeitos de assalto a granja morrem em confronto com a PM na Grande Natal; armas são apreendidas

Com o trio foram apreendidos um rifle calibre 44, um revólver 38, uma pistola de ar comprimido, munições e material que havia sido roubado na granja — Foto: PMRN/Divulgação
Com o trio foram apreendidos um rifle calibre 44, um revólver 38, uma pistola de ar comprimido, munições e material que havia sido roubado na granja — Foto: PMRN/Divulgação

Três homens suspeitos de terem feito um arrastão em uma granja na zona rural de Extremoz, na Grande Natal, morreram ao trocarem tiros com policias militares no final da noite desta segunda-feira (17). O confronto aconteceu na comunidade de Passagem da Vila.

Segundo a PM, policias de uma viatura que fazem o patrulhamento na região receberam a informação que estava ocorrendo um arrastão em uma propriedade rural. Durante as buscas pelos criminosos, em uma estrada de terra, a guarnição encontrou os suspeitos. Foi quando houve a troca de tiros.

No confronto, ainda de acordo com a PM, os três suspeitos foram baleados, socorridos ao hospital, mas não resistiram aos ferimentos. Os três mortos ainda não foram identificados.

Com o trio foram apreendidos um rifle calibre 44, um revólver 38, uma pistola de ar comprimido, munições e material que havia sido roubado na granja.

G1RN

Beto Rosado é considerado reeleito deputado federal

Com a validação dos votos de Kerinho, vaga na Câmara Federal fica com Beto Rosado (PP) — Foto: Facebook do deputado
Com a validação dos votos de Kerinho, vaga na Câmara Federal fica com Beto Rosado (PP) — Foto: Facebook do deputado

O Tribunal Regional Eleitoral do Rio Grande do Norte disse que cumprirá a determinação do ministro do Tribunal Superior Eleitoral Jorge Mussi, relator do Agravo Regimental impetrado pelo candidato a deputado federal Kericlis Alves Ribeiro (PDT), e vai recalcular o quociente eleitoral do pleito realizado em outubro deste ano. Assim, Fernando Mineiro (PT) perde a vaga na Câmara Federal e Beto Rosado (PP) deve ser diplomado deputado federal nesta quarta-feira (19).

Nesta segunda (17), o TSE reconheceu a existência de erro judiciário no envio dos arquivos para registro da candidatura de Kericlis, o ‘Kerinho’. Com isso, o ministro Jorge Mussi determinou que o processo retornasse ao TRE-RN para nova análise do registro da candidatura com base nos documentos apresentados pelo candidato e que fosse recalculado o quociente eleitoral para o cargo de deputado federal.

“O Tribunal Eleitoral irá dar cumprimento à decisão do ministro Jorge Mussi recalculando o cociente eleitoral referente ao cargo de deputado federal. O novo cálculo será feito nesta terça-feira, dia 18 de dezembro”, afirmou o TRE-RN.

Ainda de acordo com o TRE, a cerimônia de diplomação dos eleitos está confirmada para esta quarta-feira (19), às 16h, no Teatro Riachuelo, em Natal.

G1RN

Deputados estaduais eleitos serão diplomados nesta quarta-feira

Os 24 deputados estaduais do Rio Grande do Norte, eleitos no pleito de 2018, serão diplomados na próxima quarta-feira (19), no Teatro Riachuelo. A cerimônia de diplomação será realizada às 16h e caberá ao presidente do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), o desembargador Glauber Rêgo, abrir a sessão solene e em seguida solicitar ao cerimonial a formação da mesa oficial da solenidade que será composta por autoridades do Judiciário, Executivo e Legislativo.

Na ocasião, também serão diplomados a governadora eleita, Fátima Bezerra (PT), o vice-governador eleito, Antenor Roberto (PCdoB), dois senadores e oito deputados federais. Com a eleição de Fátima Bezerra para o Governo do Estado, sua vaga no Senado Federal será ocupada pelo advogado e economista Jean-Paul Prates, primeiro suplente na chapa que concorreu em 2014.

Com a diplomação, a Justiça Eleitoral confirma que os candidatos eleitos em outubro estão aptos a tomar posse dos cargos, uma vez que a entrega dos diplomas é feita após o prazo de questionamento e de processamento do resultado das eleições.

Além da entrega dos diplomas aos eleitos em 2018, a solenidade vai contar com o discurso da governadora diplomada e em seguida, o presidente do TRE, desembargador Glauber Rêgo, também discursará e, por fim, encerrará a sessão solene.

A posse da chefe do Executivo e do seu vice será em 1° de janeiro em cerimônia conduzida pelo Poder Legislativo. A posse dos deputados e senadores acontecerá em 1° de fevereiro.

Denúncia contra motorista do filho o Bolsonaro não atinge ao presidente

Resultado de imagem para Bolsonaro

A denúncia de que um assessor do deputado estadual Flávio Bolsonaro (PSL), hoje eleito à senador, filho do presidente eleito Jair Messias Bolsonaro, de que ele teve uma movimentação de 1,2 milhões de reais, segundo o COAF, sendo 600 mil de entrada e 600 mil de saída de sua conta, não está atingindo a popularidade do presidente Bolsonaro.

isto está incomodando a grande imprensa que esperava conseguir manchar o presidente eleito, e quem sabe, conseguir começar com as barganhas que fazem contra os demais presidentes, com objetivos de receberem dinheiro público para promoverem seus programas.

O povo continua confiando em Bolsonaro e espera que o Brasil consiga ter dias melhores.

Homem é executado a tiros no sofá de casa na Grande Natal

Um homem foi morto a tiros dentro da casa onde morava, na cidade de Macaíba, Grande Natal, na madrugada deste domingo (16). José Cosme de Oliveira, conhecido como Buda, estava deitado no sofá da sala quando foi executado.

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu no bairro Campinas. Passava das 4h da madrugada quando dois homens chegaram ao local, em uma motocicleta. Encapuzados e armados, eles arrombaram a porta da frente do imóvel e atiraram várias vezes contra José Cosme, que morreu deitado no sofá.

G1RN

Por saúde, defesa de João de Deus pedirá prisão domiciliar

Resultado de imagem para João de Deus
João Teixeira de Faria, conhecido como Joao de Deus deixa Delegacia Estadual de Investigações Criminais (Deic). FOTO: ERNESTO RODRIGUES / ESTADÃO

A defesa do médium João de Deus, de 76 anos, apresenta nesta segunda-feira (17) pedido de habeas corpus para que ele cumpra em casa a prisão preventiva. A informação foi dada, há pouco, em entrevista coletiva, pelo advogado Alberto Toron, defensor do médium. O advogado quer que sejam considerados a idade e o estado de saúde de João de Deus.

 

Terra

Agente penitenciário é morto a tiros na calçada de casa em Natal

Agente penitenciário Paulo Roberto da Silva Rocha foi morto na rua onde morava, em Natal — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi
Agente penitenciário Paulo Roberto da Silva Rocha foi morto na rua onde morava, em Natal — Foto: Acson Freitas/Inter TV Cabugi

G1RN – Um agente penitenciário foi morto com tiros na cabeça na calçada da casa onde morava, em Natal. O crime aconteceu na noite desta sexta-feira (14) no bairro Candelária, Zona Sul da capital potiguar. A pistola da vítima foi roubada pelos criminosos.

O agente penitenciário Paulo Roberto da Silva Rocha, de 38 anos, trabalhava no Centro de Detenção Provisória (CDP) de Candelária, e fazia parte do Grupo de Escolta Penal (GEP). Ele é o 25º agente de segurança pública assassinado no Rio Grande do Norte em 2018.

Paulo Roberto estava na frente de casa e falava ao telefone, quando dois homens chegaram em uma moto, com a arma apontada para ele. Paulo Roberto ainda sacou sua pistola, para tentar reagir, mas foi baleado na cabeça e caiu no chão.

Antes da dupla fugir, um dos criminosos deixou a motocicleta e pegou a arma do agente.

Policiais e agentes penitenciários se mobilizaram em buscas por suspeitos, durante a noite, mas ninguém foi preso pelo crime. A Polícia Civil ainda vai investigar se a morte dele foi um latrocínio (roubo com resultado em morte) ou uma execução. O delegado de plantão, Frank Albuquerque, considerou que exista forte possibilidade de os homens terem executado a vítima sabendo que se tratava de um agente.

Paulo Roberto deixou uma esposa e três filhos.

Bolsonaro diz que se até seu filho fizer coisa errada terá que pagar pelo erro

Em um vídeo gravado ao público o presidente eleito, Jair Messias Bolsonaro, PSL, disse que caso haja erro que envolva seu filho, o deputado estadual do Rio de Janeiro, senador eleito, Flávio Bolsonaro, ele terá que pagar pelo erro.

“Não vou passar a mão na cabeça de ninguém”. Disse Bolsonaro.

Resultado de imagem para Bolsonaro
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Senador eleito, Flávio Bolsonaro, diz que não pode se pronunciar sobre o que não tem conhecimento

Flávio reproduziu uma matéria jornalística sobre as declarações do pai para dizer que, “mantendo nossa coerência de sempre, não existe passar a mão na cabeça de quem errou”. Em seguida, disse que não pode se pronunciar sobre algo que não sabe o que é.

Resultado de imagem para Flávio Bolsonaro
O deputado estadual, senador eleito, Flávio Bolsonaro (Mauro Pimentel/AFP)

 

Uol