Carlos Eduardo visita Ipueira onde até a delegacia de polícia foi roubada

Em visita a Ipueira, no Seridó, o candidato a governador Carlos Eduardo (PDT) ouviu depoimentos dramáticos sobre a insegurança. A delegacia de polícia foi assaltada, a população vive em pânico e própria vice-prefeita, Maria de Fátima (Fatota), foi uma das vítimas de recente assalto aos Correios.

“Nossa cidade é fronteiriça. Os bandidos nos assombram, até a delegacia de polícia foi violada. Eu senti na pele quanto estava nos Correios e fiquei entregue a bandidos violentos e bem armados. Assaltaram carros-fortes na Paraíba, entraram em Ipueira onde só tinha um soldado, coitado, que não ia arriscar a própria vida”.

O prefeito Galego Paiva (MDB) aumentou o tom: “Nosso comércio está fechando as portas por medo. Isso aumenta o desemprego. Queremos você, Carlos Eduardo, para restabelecer a ordem como governador”.

Carlos Eduardo se solidarizou com os moradores de Ipueira e garantiu que a segurança será o foco principal do seu governo, “que deve assumir o controle e ser duro com os bandidos, dando a eles o tratamento que merecem e prestigiar a polícia e proteger o cidadão de bem”. Tecnologia, serviço de inteligência, incentivo ao policial e armamento pesado são metas de Carlos Eduardo para a segurança pública.

Estiveram presentes, o prefeito de Natal, Álvaro Dias, o senador Garibaldi Filho, o deputado federal Walter Alves.