Category: Educação

Inep divulga gabaritos do Enem; resultado final sairá em janeiro

Candidatos chegam para as provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os portões foram fechados às 13h, horário de Brasília.
Candidatos chegam a colégio em Brasília para as provas do Enem – Wilson Dias/Arquivo Agência Brasil

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulga hoje (14) os gabaritos oficiais do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), na página do exame. Além dos gabaritos, o Inep vai divulgar os cadernos de questões aplicados nos últimos dias 4 e 11 a mais de 4 milhões de estudantes em todo o país.

Mesmo com o gabarito, os candidatos não conseguirão saber a nota que tiraram porque o sistema de correção do Enem usa a metodologia da Teoria de Resposta ao Item (TRI), que não estabelece previamente um valor fixo para cada questão. O valor varia conforme o percentual de acertos e erros dos estudantes naquele item.

Assim, se a questão tiver grande número de acertos será considerada fácil e, por essa razão, valerá menos pontos. O estudante que acertar um item com alto índice de erros, por exemplo, ganhará mais pontos por ele. Dessa forma, o candidato só saberá a sua nota nas provas objetivas após a divulgação do resultado final, em janeiro.

Os resultados individuais do Enem serão divulgados no dia 18 de janeiro.

Segunda-feira (12), o Inep anulou uma das questões da prova de matemática por já ter sido usada em um vestibular da Universidade Federal do Paraná (UFPR), em 2013, descumprindo os requisitos de ineditismo e sigilo do exame. A autarquia instaurou sindicância para apurar responsabilidades.

O Enem foi aplicado nos dias 4 e 11 de novembro. No primeiro domingo, os estudantes fizeram provas de linguagem, ciências humanas e redação. No segundo domingo, fizeram provas de ciências da natureza e matemática.

A nota do exame poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

 

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2018-11/inep-divulga-gabaritos-do-enem-resultado-final-saira-em-janeiro

Candidatos do ENEM reclamam de prova difícil e ‘seletiva’

(Foto: Ilustração/Reprodução/Inep) - Candidatos reclamam de prova difícil e 'seletiva'
Foto: da Internet

A maioria dos candidatos ouvidos pelo jornal “O Estado de S. Paulo” em Sorocaba reclamou de ter sido difícil e até “seletiva” a prova deste domingo, 11, do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os estudantes tiveram de responder às questões de Matemática e Ciências da Natureza, incluindo Biologia, Física e Química. “Matemática é uma ciência exata, mas as questões foram formuladas de forma pouco objetiva”, disse Cleiton Dutra, de 38 anos, que saiu do ensino médio há mais de 15 anos e já fez o Enem em 2014. “Não tinha clareza, precisava ler o enunciado mais de uma vez para entender.”

O candidato Jonathas Camargo, de 25 anos, e que prestou seu terceiro Enem, disse que as provas estão cada vez mais difíceis e seletivas. “As questões de Matemática e Física foram uma palhaçada, parece que foram direcionadas para quem fez cursinho. Quem sai do ensino médio em escola pública não tem a menor chance”, reclamou. Ele concluiu o ensino médio há cinco anos, mas já fez um ano de Engenharia Civil. “Causa revolta, pois parece que a intenção é obrigar a fazer cursinho. Não cai nada do que ensinam em escola pública. Estou cursando ensino superior e acho que vou ter de fazer cursinho para ir bem no Enem.”

Lais Stefanie, de 19 anos, também achou o Enem deste ano mais difícil que no ano passado. “É o terceiro (Enem) que faço e, apesar de estudar muito, o nível de dificuldade tem aumentado, sobretudo na área de Ciências. No ano passado, estava mais fácil.” Ela já cursa Administração e tenta bolsa. Em seu primeiro Enem – ele está concluindo o terceiro ano do ensino médio -, Thiago Luz, 16 anos, considerou as questões de Matemática muito difíceis. “Algumas estavam confusas, mas acho que fui melhor na parte de Ciências.” Concorrendo ao curso de Farmácia, ele havia prestado Enem em 2017 como treineiro. “Não fiz cursinho, mas estudei muito pelo Youtube”, disse.

 

Fonte: https://massanews.com/noticias/educacao/candidatos-reclamam-de-prova-dificil-e-seletiva-z5Wlo.html

Prefeitura de Natal divulga calendário de matrículas para 2019 na rede municipal de ensino

Sala de aula da Escola Municipal Ivonete Maciel, no bairro Cidade da Esperança — Foto: Secom/PMN
Sala de aula da Escola Municipal Ivonete Maciel, no bairro Cidade da Esperança — Foto: Secom/PMN

O calendário de matrículas para o ano letivo de 2019 na rede municipal de ensino de Natal foi divulgado oficialmente nesta terça-feira (06). As incrições para novos alunos com deficiência já começaram e seguem até 30 de novembro, encerrando a primeira etapa do calendário. Ao todo, a Prefeitura conta com 146 unidades de ensino

“O primeiro momento começa nesta terça-feira (06) e segue até o dia 30 de novembro, que corresponde ao período da matrícula antecipada para novatos, voltada para estudantes com deficiência, transtornos globais do desenvolvimento e altas habilidades e superdotação. Os alunos com deficiência que já integram a Rede Municipal possuem suas vagas garantidas por meio da renovação da matrícula”, destaca a titular da Secretaria Municipal de Educação, professora Justina Iva de Araújo Silva. Atualmente a Rede Municipal atende cerca 1.455 alunos com deficiência.

De acordo com as orientações gerais para a matrícula, o processo de solicitação de vaga de estudantes novatos da Rede Municipal de Ensino de Natal será através do Sistema de Matrícula On-line para o ano letivo de 2019.

Já o Portal do Aluno, que vai entrar em funcionamento em janeiro de 2019 vai disponibilizar toda vida escolar do estudante na Rede Municipal de Ensino.

Segundo as informações do Setor de Normas e Organização Escolar, a solicitação de vaga pelo Sistema de Matrícula On-line será de responsabilidade do estudante ou de seus responsáveis, mas caso haja dificuldade de acesso à internet, a unidade de ensino deverá colaborar realizando a matrícula do estudante.

A SME disponibilizará uma Central de Matrícula para aqueles estudantes que não tenham acesso à internet, das 9h às 15h, no Centro Municipal de Referência em Educação Aluízio Alves (Cemure). O estudante poderá escolher até cinco unidades de ensino, sendo a escolha de três obrigatórias, seja por turno de funcionamento ou por bairro. A Central de Matrícula disponibiliza o telefone (84) 98631-5783 para informações e retirada de dúvidas.

Fonte: G1RN 

No RN, 22,4% dos inscritos faltam ao primeiro dia de provas do Enem 2018

Primeiro dia de provas do Enem 2018 teve 22,4% de abstenção no RN — Foto: Pedro Vitorino

O primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 teve uma abstenção no Rio Grande do Norte de 22,4%, segundo dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep). O percentual corresponde a 27.787 candidatos que não fizeram o teste no estado. O número é um pouco menor do que o índice nacional que foi de 24,9%.

Neste ano, 124.047 estudantes se inscreveram para fazer o Enem no RN. Deste total, 96.260 compareceram.

As inscrições potiguares foram menores que no ano passado, quando o estado registrou 159.486 cadastros. Apesar disso, apenas no primeiro dia de prova, em 2017, foram registradas mais de 44 mil ausências, o que reduziu o número de candidatos para cerca de 115 mil.

Provas

O exame é dividido em dois fins de semana consecutivos, ao invés de um fim de semana com as duas provas. Em 2018, as provas serão nos dias 4 e 11 de novembro.

Neste primeiro dia, domingo (4), o candidato teve de fazer a redação e responder 90 questões de linguagens e ciências humanas. A maioria dos estudantes ouvidos pelo G1 achou a redação fácil e atual.

O segundo dia, com a prova de exatas, será no domingo seguinte (11), e terá 30 minutos a mais de duração.

As notas obtidas no Enem serão depois usadas pelos candidatos em um sistema do governo federal, o Sisu, que é a principal forma de acesso para vagas na rede pública de ensino superior. As notas também são aceitas em 27 instituições de Portugal. Para o Ministério da Educação (MEC), é a segunda maior prova do tipo no mundo, só perdendo para o “gao kao”, prova de admissão ao ensino superior da China, com 9 milhões de candidatos.

Conexão Enem: João Maria de Lima acerta pela 5ª vez o tema da redação do Exame

O professor do Conexão Enem, João Maria de Lima, acertou mais uma vez o tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio que abordou na prova deste domingo (4) “Manipulação do comportamento do usuário pelo controle de dados na internet”. De acordo com o professor de Redação e coordenador do projeto desenvolvido pela Assembleia Legislativa, essa é a 5ª vez nos últimos seis anos que o tema da redação é debatido durante os aulões transmitido pela TV Assembleia. “A colaboração que o Poder Legislativo dá para os alunos que vão fazer a prova do Enem é uma expressão desse compromisso”, disse o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB).

O esforço por educação é uma das metas que foi traçada pela Assembleia Legislativa dentro de seu planejamento estratégico.“O tema foi trabalhado exaustivamente no último aulão especial de redação, realizado na quinta-feira. Numa época que vivemos em que pessoas estão mais vulneráveis nas redes sociais, o assunto pertinente e de extrema relevância foi debatido por aproximadamente 30 minutos”, disse João Maria.

O professor destacou ainda a importância do projeto social. “A nossa felicidade em acertar o tema da redação só não é maior que a satisfação e alegria de ajudar muita gente, pois o Conexão Enem tem o papel de levar oportunidade aos alunos da rede pública de ensino e jovens do interior que não têm acesso ao conteúdo”.
O próximo aulão do Conexão Enem será no dia 8, das 19h às 21h, e terá conteúdo voltado para Ciências da Natureza e suas Tecnologias / Matemática e suas Tecnologias.

Enem

Hoje (4) é o primeiro dia de prova do Enem. Os estudantes fizeram provas de linguagem, ciências humanas e redação em mais de 1,7 mil municípios. O exame segue no dia 11 de novembro, quando serão aplicadas as provas de ciências da natureza e matemática.

A nota do exame poderá ser usada para concorrer a vagas no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu), a bolsas em instituições privadas, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni) e para participar do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies).

Enem 2018: 10 temas de redação que podem cair na prova, segundo professores

G1RN – Faltam poucos dias para o Enem 2018, que ocorre nos dias 4 e 11 de novembro, mas ainda dá tempo de revisar uma parte do que foi estudado ao longo do ano – inclusive os temas que poderão ser cobrados na redação.

Tão importante quanto ter domínio sobre o tema que poderá ser avaliado é saber qual o formato da redação. Maurício Soares Filho, professor de redação do Sistema Anglo de Ensino, diz que “a prova está completando 20 anos, é consolidada, tem mais de três milhões de inscritos e tem um formato previsível”.

Segundo Filho, o texto pretende avaliar se o aluno tem condições de compreender o que chamou de “texto híbrido ou não verbal”, ou seja, uma imagem, um texto, uma charge, um infográfico, uma tabela.

Além disso, a redação sempre precisa ter três elementos: a contextualização do tema, o apontamento de causas e consequências para o problema apresentado pela prova e a construção de uma proposta de intervenção, de solução.

G1 ouviu professores e coordenadores de cursinhos para montar uma lista com dez temas que poderão ser cobrados na redação do Enem 2018Veja abaixo:

1. Preconceito linguístico

O Brasil é um país extenso, formado por diferentes povos de diferentes origens – e que têm formas distintas de falar, se expressar. Por isso, Daniela Martins, coordenadora de Redação do Curso Poliedro de Campinas, aposta que este tema possa ser o escolhido para os alunos. Ela avalia que “o Brasil é um país miscigenado, extenso e diversificado. É um problema ético discriminar alguém em função de seu linguajar”.

2. Bullying nas escolas

Este é um tema que sempre está em discussão nas salas de aula. Crianças e adolescentes praticam e são vítimas de agressões, xingamentos, ofensas que se travestem de brincadeira. Daniela Martins diz que “são registrados casos de agressão entre alunos e contra professores. É importante abordar na redação as causas de quem pratica o bullying, e trazer exemplos concretos, como o caso do menino de Goiás que atirou nos colegas, um assunto de relevância nacional e cronologicamente próximo”, avalia Thiago Braga, professor e autor de Redação do Sistema de Ensino pH.

3. Envelhecimento populacional

As pessoas estão vivendo cada vez mais não só no Brasil, como em todo o mundo. Isso é consequência, entre outros fatores, do desenvolvimento da medicina e das famílias que optam por ter menos filhos. “A questão que se apresenta é: o país está preparado para essa inversão na pirâmide etária? O Estado preparou-se para atender a esse brasileiro?”, questiona Daniela Martins, coordenadora de Redação do Poliedro.

4. Analfabetismo no Brasil

Segundo o IBGE, em 2017, 11,4 milhões de brasileiros não sabiam ler nem escrever no Brasil. A coordenadora de Redação do Poliedro coloca a questão: “Se o acesso à educação é um direito constitucional, como explicar essa situação?”

“É importante o candidato perceber e comentar em sua redação que tais números reforçam os índices de desigualdade no Brasil, que ultrapassam a questão da leitura e atingem outras fragilidades sociais”, sugere Romulo Bolivar, professor de português e redação do ProEnem.

5. Legalização do aborto

O aborto vem sendo discutido há tempos por diversos setores da sociedade. Alguns especialistas acreditam que o aborto é uma questão de saúde pública. Neste ano, o Senado da Argentina chegou a votar a legalização do aborto, mas o Congresso do país decidiu que prática ainda deve ser considerada ilegal. Para Adriano Chan, professor de Redação da Oficina do Estudante, a prática “mata mulheres pobres sem condições de pagar pelo serviço em clínicas clandestinas”.

6. Fakes, mentiras e boatos

Nunca o Brasil falou tanto sobre as chamadas “Fake News”, ou melhor: relatos com informações falsas que circulam principalmente nas redes sociais. Thiago Braga, professor e autor de Redação do Sistema de Ensino pH, sugere que “o aluno pode falar sobre a irresponsabilidade de quem produz as fakes”.

Quais são as consequências causadas por quem espalha essas informações falsas? Romulo Bolivar, professor de português e de redação do ProEnem, diz que “uma boa possibilidade de abordagem do tema na redação é demonstrar como a baixa qualidade de leitura e interpretação aliada ao fácil acesso às fakes por meio da tecnologia figuram como alguns dos principais fatores que motivam esse fenômeno”.

7. Desmatamento da Amazônia

Entre agosto de 2017 e julho deste ano, o desmatamento cresceu 39% em relação ao período anterior segundo dados do Imazon, instituto que monitora a Amazônia. A área destruída chega a quase 4 mil quilômetros quadrados – 13 vezes o tamanho da cidade de Belo Horizonte. “Essa é uma discussão importante porque mostra que não há consciência ambiental no Brasil, tanto no governo quanto na população”, avalia Thiago Braga, professor e autor de Redação do Sistema de Ensino pH.

8. Lixo, consumismo e sustentabilidade

Esse é outro tema relacionado ao meio ambiente. Para onde vai o lixo que produzimos, o que acontece com os produtos, o que consumimos cada vez em maior quantidade? “Essa questão envolve responsabilidade política e conscientização das esferas públicas e sociais. Na verdade, o lixo produzido não é apenas responsabilidade do Estado, mas também do cidadão”, segundo o ponto de vista de Daniela Martins, coordenadora de Redação do Poliedro Campinas.

9. Mobilidade urbana no Brasil

Nas grandes cidades, ainda é muito forte a cultura do transporte individual. As ruas e avenidas estão cheias de carros que formam filas enormes de congestionamento. Por outro lado, a qualidade dos transportes coletivos é criticada por muitos usuários. Na opinião de Thiago Braga, professor e autor de Redação do Sistema de Ensino pH, pouco se investe em políticas de deslocamento no país. “As pessoas perdem tempo de vida dentro do transporte”, explicou.

10. Vício em games e sua classificação como doença pela OMS

É muito comum ver crianças e adolescentes que passam horas na frente do computador ou do videogame. Muitos pais e mães sentem que precisam ser rígidos para controlar os filhos para que estudem, pratiquem esportes, leiam, durmam. O vício em jogos eletrônicos passou a ser considerado uma doença pela Organização Mundial da Saúde (OMS). Romulo Bolivar, professor de português e redação do ProEnem, acredita que essa questão pode ser cobrada na redação do Enem 2018 porque “o uso da tecnologia para jogar protagonizou matérias e noticiários em 2018”.

Detalhe da página de prova do Enem que detalhava o pedido para redação sobre formação educacional de surdos no Brasil. — Foto: Arquivo/G1

Detalhe da página de prova do Enem que detalhava o pedido para redação sobre formação educacional de surdos no Brasil. — Foto: Arquivo/G1

Inscritos no Enem podem checar local de provas a partir de hoje

Estados não cumprem meta do Ideb
Estudantes fazem prova do Enem – Wilson Dias/Arquivo Agência Brasil

Os estudantes que vão fazer o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018 podem acessar a partir de hoje (22) os cartões de confirmação da inscrição. Para consultar o documento, é necessário acessar a página do participante, onde deve ser colocado o CPF e senha ou baixar em seu celular o aplicativo Enem 2018. A primeira etapa do exame será aplicada no domingo, dia 4 de novembro.

O cartão reúne os dados do estudante, o endereço do local, a data e hora da aplicação da prova, além das informações sobre a língua estrangeira escolhida e recursos de acessibilidade, se tiverem sido solicitados. Caso tenha problema com as informações do cartão ou dificuldade de acesso ao documento, o estudante pode entrar em contato com o MEC pelo telefone 0800616161 ou pelo link Fale Conosco, no site do Enem.

Com a entrada em vigor do horário de verão no mesmo dia da primeira etapa do Exame, em 4 de novembro, o Ministério da Educação recomenda que os inscritos fiquem atentos aos horários de abertura e fechamento dos portões dos locais de prova em cada estado.

O MEC recomenda também que o estudante faça antes o trajeto até o local da prova, organizando o planejamento. A sugestão é que os participantes comecem a ajustar o horário de sono e dormir mais cedo uma semana antes do dia da prova.

Confira os horários do fechamento dos portões

No Distrito Federal e nos estados do Espírito Santo, de Goiás, Minas Gerais, do Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, de Santa Catarina e São Paulo, os portões abrem às 12h e fecham às 13h.

Nos estados de Alagoas, do Amapá, da Bahia, do Ceará, Maranhão, de Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, do Pará, da Paraíba, de Pernambuco, do Piauí, Rio Grande do Norte, de Sergipe, do Tocantins, os portões abrem às 11h e fecham às 12h.

No Amazonas, em Rondônia e Roraima, os portões abrem às 10h e fecham às 11h. No Acre, os portões abrem às 9h e fecham às 10h, no horário local.

 

Fonte: http://agenciabrasil.ebc.com.br/educacao/noticia/2018-10/inscritos-no-enem-podem-checar-local-de-provas-partir-de-hoje

Rede estadual de educação do RN divulga calendário de matrículas para 2019

 

 

 

Ano letivo 2019 na rede estadual de educação do RN deve começar no dia 14 de fevereiro — Foto: SEEC/ASSECOM

A Secretaria da Educação e da Cultura do Rio Grande do Norte (SEEC) divulgou nesta terça-feira (25) o calendário de matrículas para o ano letivo de 2019 da rede pública. As escolas estaduais, de 1º a 30 de outubro, vão iniciar a atualização da oferta de vagas que serão disponibilizadas. O próximo ano letivo deve ser iniciado no dia 14 de fevereiro.

Chamada Escolar

Paralelamente ao calendário, a SEEC também está lançando a campanha Chamada Escolar, destinada aos alunos que estão fora da escola. No período de 6 a 30 de novembro, esses alunos e seus responsáveis poderão fazer a matrícula pelo portal do SIGEduc (sigeduc.rn.gov.br) ou através do aplicativo Matrícula Escolar RN (disponível gratuitamente no sistema Android).

Uma vez realizada a inscrição via sistema, o responsável terá quatro dias úteis, a partir da solicitação e confirmação, para efetivar a matrícula na escola, apresentando toda a documentação do aluno.

Ensino médio e tempo integral

Paralelamente, no mesmo período (6 a 30 de novembro), também ocorrerão as matrículas para o ensino médio em tempo integral.

Caso o estudante ou responsável não consiga fazer a matrícula por essas plataformas, ele pode também fazê-la na própria escola ou na sede da Diretoria Regional de Educação e Cultura (DIREC) onde a escola está jurisdicionada ou, ainda, na Central de Matrículas, localizada no andar térreo da Secretaria de Educação, localizada no Centro Administrativo do Estado.

“Em 2018 foram ofertadas 240 mil vagas e em 2019 a expectativa é que esse número aumente”, comentou Ana Paula Flor, coordenadora da Central de Matrículas da SEEC.

Necessidades educacionais especiais

De 6 a 30 de novembro também acontecem as matrículas para os estudantes com necessidades educacionais especiais (NEE).

Renovação de veteranos

Em seguida, de 26 de dezembro a 18 de janeiro, será a vez dos alunos que vão fazer a renovação da matrícula dos alunos veteranos. A própria escola fará a solicitação no sistema.

Transferências

Os alunos da rede estadual de ensino que buscarem transferência para outra unidade da própria rede devem comparecer na secretaria da escola, no período de 26 de dezembro de 2018 até o dia 21 de janeiro de 2019. O mesmo prazo vale para as transferências dos alunos oriundos da rede municipal para a estadual de ensino. Os estudantes que por motivo pessoal desejem ser transferidos devem buscar a sua escola no período de 26 de dezembro até o dia final das demais transferências, dia 21/01/19.

O resultado das vagas concedidas e efetivação das solicitações de transferências serão publicadas no SIGEduc no dia 25 de janeiro e o responsável terá quatro dias úteis para levar toda a documentação do aluno e efetivar a vaga na escola.

Calendário de Matrículas da rede Estadual de Ensino do RN

  • Através do sigeduc.rn.gov.br ou aplicativo Matrícula Escolar do RN (Chamada Escolar)
  • Chamada Escolar (para novos estudantes e estudantes fora da escola): 6 a 30 de novembro.
  • Alunos com Necessidades Educacionais Especiais (NEE): 6 a 30 de novembro.
  • Renovação dos alunos veteranos: 26 de dezembro de 2018 a 18 de janeiro de 2019.
  • Transferência automática (rede estadual e municipal); transferência por interesse próprio (rede estadual): 26 de dezembro de 2018 a 21 de janeiro de 2019.
  • Publicação do resultado das vagas concedidas para efetivação: 25 de janeiro de 2019.
  • Outras informações: (84) 3232-1324.

Fonte: https://g1.globo.com/rn

Internas da João Chaves recebem certificado de alfabetização

As Secretarias de Educação e Justiça e Cidadania do RN entregam nesta terça-feira (04/09), a partir das 14h, certificados de alfabetização do Programa Brasil Alfabetizado (ciclo 2016), a 28 presas do Complexo Penal Feminino Dr. João Chaves, em Natal.

A atuação do programa nos presídios vem contribuir para diminuição do índice de vulnerabilidade das detentas, trazendo uma mudança de comportamento, crescimento pessoal, redução da taxa de reincidência e, consequentemente, a prevenção da criminalidade dentro e fora do cárcere.

As aulas foram iniciadas em novembro de 2017 e finalizadas em julho passado. Durante oito meses as internas da CPJC se dedicaram as atividades semanais do Programa, desenvolvidas pela gestão local e coordenadores de turmas do Brasil Alfabetizado no estado. Nesses momentos, era observado o aprendizado, desempenho dos estudantes, frequência, interesse da turma e dificuldades. Dentro do Sistema Penitenciário do RN, também foram alfabetizadas no programa, 11 internas do Complexo Estadual Agrícola, Dr. Mário Negócio, em Mossoró.

“O processo educacional dentro das unidades é mais um passo rumo à ressocialização das internas, contribui ainda para a auto estima, para que ela se enxergue como uma pessoa diferente, que terá novas oportunidades fora do Sistema Prisional, e nós estamos oferecendo instrumentos para isso”, comentou o titular da Sejuc, Mauro Albuquerque.

Para a secretaria de educação, Cláudia Santa Rosa, “essa ação é muito importante para promover a educação no âmbito dessas unidades prisionais e possibilitar uma oportunidade de aprendizado e crescimento pessoal”.

SOBRE O PROGRAMA
O Programa de alfabetização de Jovens e adultos constitui uma ampla ação de alfabetização desenvolvida pela SEEC, em parceria com o Programa Brasil Alfabetizado – MEC/FNDE, destinado a jovens, adultos e idosos não escolarizados que ainda se encontram fora do domínio significativo da prática social do ler e escrever.
Só em Natal, o programa atendeu 3.344 alfabetizados, distribuídos em 214 turmas. Na região de Mossoró, foram 1.370, em 92 turmas, entre as zonas rural e urbana.

Assessoria Sejuc

Inscrições para 3.148 vagas no IFRN encerram nesta segunda (3)

Inscrições para 3.148 vagas no IFRN encerram nesta segunda (3) (Foto: Alberto Leandro/Arquivo Tribuna do Norte)

As inscrições para vagas do IFRN em cursos técnicos integrados ao Ensino Médio encerram nesta segunda-feira (3). São oferecidas 3.148 vagas em 82 cursos, voltados para estudantes que estejam concluindo ou já concluíram o ensino fundamental. Metade delas é reservada a alunos de escolas públicas.

Para realizar a inscrição é necessário acessar o Portal do Candidato e preencher as informações solicitadas. A taxa, no valor de R$ 30, deve ser paga até a terça-feira (4).

Prova e resultados

As provas do Exame de Seleção serão aplicadas no dia 14 de outubro de 2018. No dia da prova, os participantes devem comparecer ao local definido portando documento oficial com foto, cartão de inscrição impresso e com uma caneta esferográfica transparente preta. O resultado final está previsto para ser publicado no dia 04 de dezembro de 2018. Os candidatos aprovados devem realizar as pré-matrículas entre 07 e 09 de janeiro de 2019, no campus selecionado para ingresso.

Cronograma

– Data das inscrições: 10/8 a 3/9/2018;
– Data da prova: 14/10/2018;
– Horário da prova: 13h às 17h (horário oficial local);
– Local: Definido no cartão de inscrição do aluno;
– Resultado final: 4/12/2018;
– Pré-matrícula: 7 a 9/1/2019.

Links

– Portal IFRN
– Portal do Candidato
– Edital 29/2018  

Fonte: https://g1.globo.com

Ministro do STJ dará aula de pós-graduação da Escola da Assembleia

A busca pela excelência de qualidade no ensino é uma constante na Escola da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. O corpo docente atende a esse quesito com nomes reconhecidos nacionalmente e diante dessa realidade traz o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Luiz Alberto Gurgel de Faria, para mais um módulo da pós-graduação em Direito Constitucional.

A aula acontecerá na próxima sexta-feira (31), no auditório da Justiça Federal do Rio Grande do Norte, onde o magistrado irá ministrar a disciplina de “Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário na Ordem Constitucional Brasileira”.

Luiz Alberto Gurgel de Faria formou-se bacharel em direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte em 1991. Concluiu mestrado (1999) e doutorado (2009) pela Universidade Federal de Pernambuco. É professor do Departamento de Direito Público da Universidade Federal do Rio Grande do Norte desde 1997.

Foi técnico judiciário (1990-1993) e juiz do trabalho (1993) no Tribunal Regional do Trabalho da 21ª Região. Tornou-se juiz federal em 1993, sendo promovido pelo critério de merecimento para o Tribunal Regional Federal da 5ª Região em 2000.

Em 2014, foi nomeado ministro do STJ, em vaga destinada a membro de Tribunal Regional Federal.

Escola da Assembleia oferece cursos de capacitação e graduação para o segundo semestre

A Escola da Assembleia do Rio Grande do Norte (EALRN) anuncia, esta semana, o calendário de cursos para o segundo semestre de 2018. Serão colocados à disposição dos servidores da Casa, conveniados de outros órgãos e, também, da população em geral, cursos de Capacitação Técnica, Palestras Profissionais, Oficinas Técnicas e Colóquios, além dos cursos de Pós-Graduação Lato-Sensu (Pós-Graduação) e Stricto-Sensu (Mestrado e Doutorado).

Dentre os destaques deste semestre, estão a abertura de processos seletivos para dois cursos de Mestrado Profissional, em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Com seleção em julho e agosto, o Mestrado Profissional em Gestão da Informação e do Conhecimento ofertará duas vagas, para ingressos em agosto e setembro. Também com duas vagas disponíveis, o Mestrado Profissional em Gestão Pública terá seu processo seletivo entre os meses de julho e dezembro, com início previsto para fevereiro de 2019.

Na parte de Capacitação Pessoal, serão disponibilizados cursos nas áreas de Direito, como o Tributário e o Processual Civil; Comunicação Social, com os cursos de Relacionamento com a Imprensa e Media Training e Publicidade e Propaganda na Comunicação Pública; Finanças (Estratégia Financeira); Administração, a exemplo do curso de Planejamento e Gestão Estratégica; dentre outras áreas de conhecimento.

No que diz respeito às Palestras Profissionais, elas serão ministradas nos meses de agosto, setembro e outubro, e versarão sobre Formação de Agentes Multifuncionais, Avaliações de Políticas Públicas e Direito Constitucional, além de outros assuntos.

Nas Oficinas Técnicas, os alunos poderão praticar habilidades específicas em áreas de atuação, como Desenvolvimento de Equipes, Coaching e Planejamento Estratégico. Já os Colóquios, previstos para agosto e setembro, respectivamente, abordarão os temas “Gestão de Pessoas no Poder Legislativo” e “Processos Administrativos”.

A Escola da Assembleia possui ainda 11 cursos de Pós-Graduação em andamento. Dentre eles, estão “Planejamento Financeiro no Serviço Público”, “Comunicação Pública” e “Saúde Pública: Enfermagem Oncológica”; dois cursos de Mestrado Profissional (Gestão Pública e Gestão da Informação e do Conhecimento) e um de Doutorado em Administração Pública.

Faculdade oferece 50 minicursos gratuitos para população em Natal

G1RN Mais de 5 mil vagas em minucursos gratuitos ficam disponíveis à população durante o ‘Capacita’, projeto da Faculdade Uninassau que acontece de 26 de junho a 18 de julho. Os cursos contemplam as áreas de Saúde, Exatas e Humanas.

Nessa edição do evento, são oferecidos 50 minicursos nos campos de Administração, Biomedicina, Ciências Contábeis, Direito, Educação a Distância, Educação Física, Enfermagem, Engenharias, Farmácia, Fisioterapia, Gastronomia, Odontologia, Pedagogia, Pós-Graduação, Psicologia e Serviço Social. As oficinas são ministradas nas unidades de Capim Macio e Prudente de Morais, ambas na Zona Sul, no período noturno.

As inscrições para participar das oficinas do Capacita podem ser feitas através do site da faculdade. Os participantes devem levar um quilo de alimento não perecível no dia das oficinas dos minicursos.

Serviço

O quê: Capacita 2018.2
Data: de 26 de junho a 18 de julho
Local: Uninassau Natal Capim Macio (Avenida Engenheiro Roberto Freire, 1514) e Lagoa Nova (Avenida Prudente de Morais, 3510)
Inscrições: gratuitas, feitas pelo site
Outras informações: (84) 3344-7806

Sisu disponibiliza lista de vagas; inscrições começam amanhã

Foto: Reprodução/ Internet
Foto: Reprodução/ Internet

Os estudantes que querem concorrer a um lugar no ensino superior em instituições públicas podem consultar as vagas disponíveis no Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

É possível fazer consultas por curso, por instituição de ensino e por município.

As inscrições para o segundo semestre começam amanhã (12) e vão até o dia 15.

Neste processo seletivo, o Sisu vai oferecer 57.271 vagas em 68 instituições públicas de ensino superior, segundo o Ministério da Educação.

Pode concorrer às vagas quem fez o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em 2017 e obteve nota acima de zero em redação.

Todo o processo de inscrição é feito exclusivamente pela internet, na página do Sisu.

Ao ingressar no sistema, o candidato deverá escolher, por ordem de preferência, até duas opções de curso entre as vagas ofertadas.

É possível alterar essas opções durante todo o período de inscrição. A última modificação confirmada é a considerada válida.

As vagas serão oferecidas em oito instituições públicas estaduais, uma faculdade pública municipal e 59 instituições públicas federais, com dois centros de educação tecnológica, 27 institutos federais de educação, ciência e tecnologia e 30 universidades.

O resultado da chamada regular está previsto para o dia 18 de junho. O período de matrícula vai de 22 até 28 de junho e o prazo para participar da lista de espera é de 22 a 27 de junho.

 

Fonte: https://paraibaonline.com.br/2018/06/sisu-disponibiliza-lista-de-vagas-inscricoes-comecam-amanha/

Escola da Assembleia integra programação do Encontro Regional Interlegis

Cumprindo a missão de modernizar o Poder Legislativo Brasileiro, o Programa Interlegis promove novo encontro regional na capital potiguar, entre os dias 18 e 21 de junho, na Câmara Municipal de Natal. A ação é uma iniciativa do Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), do Senado Federal. Apoiando o evento, a Escola da Assembleia Legislativa do RN desenvolve no período o I Fórum Acadêmico da instituição.

O encontro regional vai tratar da nova versão do Sistema de Apoio ao Processo Legislativo (SAPL), ferramenta desenvolvida por técnicos do Programa Interlegis para informatizar o processo legislativo – da inserção de dados sobre tramitação de propostas até a organização e acompanhamento de plenárias.

A atualização do sistema contou com a colaboração de desenvolvedores de vários pontos do país. O SAPL foi reescrito utilizando tecnologia mais moderna, ágil e dinâmica, tornando o sistema mais leve e fácil de usar. Além das funcionalidades já existentes, o novo Sistema de Apoio ganhou duas grandes inovações: o Painel Eletrônico e os Textos Articulados – novidades que trarão muitos benefícios às casas legislativas e sociedade.

O Painel Eletrônico se mostra uma relevante ferramenta de controle, comunicação e transparência nas sessões plenárias. Já os Textos Articulados configura-se como uma nova forma para cadastrar texto de proposições, matérias legislativas ou normas jurídicas.

Fórum Acadêmico da Escola da Assembleia

I Fórum Acadêmico da Escola da Assembleia é composto por quatro colóquios temáticos que buscam incentivar a discussão focada na evolução das políticas públicas das atividades do Legislativo Estadual. Dentre os assuntos a serem abordados estão os temas Eleitoral, Processo Legislativo, Gestão de Pessoas no Serviço Público e Gestão de Compras no Serviço Público. O primeiro colóquio do Fórum, realizado em abril, abordou a temática Eleitoral.