Category: Educação

Estudantes têm até hoje para se inscrever no Sisu do segundo semestre

noticia_141848_340x295

Termina hoje (2) o prazo de inscrição para quem quer concorrer a uma vaga no ensino superior público pelo Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Podem participar os estudantes que fizeram o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 e não tiraram 0 na redação. Nesta edição, são ofertadas 56.422 vagas em 65 universidades federais e estaduais e institutos federais para o segundo semestre deste ano.

As inscrições são feitas online, no site do Sisu. Ao fazer a inscrição, o candidato deve escolher, por ordem de preferência, até duas opções entre as vagas ofertadas pelas instituições participantes do Sisu. O candidato também deve definir se deseja concorrer a vagas de ampla concorrência ou a vagas reservadas a ações afirmativas. Durante o período de inscrição, o candidato pode alterar suas opções. Será considerada válida a última inscrição confirmada.

Última nota de corte

Os candidatos têm acesso hoje à última nota de corte. Desde o início das inscrições, uma vez por dia é divulgada a nota de corte de cada curso, com base no número de vagas disponíveis e no total dos candidatos inscritos naquele curso, por modalidade de concorrência. A nota de corte é apenas uma referência para auxiliar o candidato no monitoramento de sua inscrição, não sendo garantia de seleção para a vaga ofertada.

O resultado será divulgado no dia 6 de junho e a matrícula deverá ser feita entre os dias 10 e 14. Aqueles que não forem selecionados poderão participar da lista de espera, entre 6 e 17 de junho. Os candidatos na lista começarão a ser convocados a partir do dia 23 de junho.

Enem 2016 tem 9,2 milhões de inscritos; boleto vence amanhã dia (25).

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

O Exame Nacional do Ensino Médio ( Enem ) 2016 teve 9.276.328 de participantes inscritos. O prazo se encerrou na sexta-feira (20). Agora, quem se inscreveu tem até quarta-feira (25) para pagar o boleto com a taxa de R$ 68 e ter sua participação confirmada.

Na história do exame, de acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), o número alcançado neste ano é o segundo maior, ficando atrás apenas de 2014, quando 9,4 milhões se inscreveram.
Em 2015 foram 8,4 milhões de inscritos, dos quais 7,7 milhões confirmaram as inscrições (com o pagamento do boleto ou obtenção da isenção da taxa). Ao fim daquele ano, 5,7 milhões fizeram as provas do exame.

Ministro do Turismo recebe proposta de parceria da UFRN para projeto de Avião Regional

c4533574-e8d4-4d9f-8df1-02ac9ee6d998

A reitora da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Ângela Cruz, propôs ao ministro do Turismo, Henrique Eduardo Alves, apoio da equipe de inovação tecnológica da UFRN para o Programa de Avião Regional que promete alavancar a interiorização do turismo brasileiro com a inclusão de 240 pequenos aeroportos na malha aérea regional, entre eles Mossoró e Caicó. A Universidade de Brasília também participa do projeto da Secretaria de Aviação Civil.

O ministro elogiou o trabalhou das universidades no desenvolvimento do Rio Grande do Norte e regional. A UFRN, por exemplo, já é reconhecida internacionalmente pelo programa inovador de educação continuada à distância, junto ao Sistema Único de Saúde (SUS). O projeto, que foi desenvolvido pela equipe que acompanhou a reitora, com recursos do Ministério da Saúde e apoio do ministro Henrique Alves, recentemente foi apresentado na Universidade de Harvard, nos Estados Unidos, e será expandido para outros países pela Organização Pan-americana de Saúde (OPAS), com sede em Washington (USA).

Ângela Cruz, que também é vice-presidente da Associação Nacional das Instituições Federais de Ensino Superior (ANDIFES), ainda pediu o apoio do ministro para continuação do diálogo entre as universidades públicas e a equipe do novo governo, principalmente junto ao Ministério da Educação. Além dos programas da Educação e da Saúde, a UFRN também tem projetos em outras pastas como a do Esporte.

MP emite recomendação para troca de carteiras estudantis expedidas sem padrão pré-estabelecido

foto-carteira-de-estudante-300x200

A recomendação do Ministério Público do RN é para que as entidades estudantis que já emitiram as carteiras que não atendem ao modelo estabelecido pelo Instituto Nacional de Tecnologia de Informação (ITI), na Portaria nº 01 ou após a vigência da Portaria nº 02, do ITI, bem como aos padrões de certificação digital ICP-Brasil definidos pela mencionada autarquia federal, estas deverão substituirtodas as carteiras estudantis que estiverem em desconformidade, no prazo de 30 dias, sem nenhum ônus aos estudantes.

A orientação é para que essas entidades emitam as Carteiras de Identificação Estudantil (CIEs), no modelo de elaborado pela União Nacional dos Estudantes (UNE), pela Associação Nacional de Pós-Graduandos (ANPG) e pela União Brasileira dos Estudantes Secundaristas (Ubes). As entidades também devem seguir os padrões de certificação digital ICP-Brasil, conforme definido pela Portaria nº 02 (de 05 de maio de 2016), do Instituto Nacional de Tecnologia de Informação (ITI).

 

UFRN seleciona vítimas de assalto como voluntários para pesquisa

assalto (1)

Os programas de Pós-Graduação em Neurociências e em Psicobiologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte(UFRN) estão selecionando voluntários que tenham sido assaltados em Natal. Os interessados devem ser do sexo masculino, por representarem o grupo de maior exposição, e ter entre 18 e 55 anos.

Segundo Bernardete Sousa, professora do Instituto do Cérebro (ICe), a pesquisa tem o intuito de analisar os sintomas e as características biológicas associadas à intervenção psicológica pela técnica de Experiência Somática. “A técnica consiste no enfoque da consciência corporal no tratamento do trauma, visando restabelecer funções corporais ideais a partir de experiências verbais e não verbais, das sensações internas e movimentos corporais”, explicou.

A participação dos voluntários no estudo terá duas fases. Na primeira etapa, os interessados devem responder um questionário. Já a segunda fase é optativa, sendo um programa de tratamento gratuito que utilizará intervenção psicológica e avaliação de hormônios, além da atividade cardíaca.

Para participar da triagem, basta se dirigir ao Laboratório de Pesquisa Clínica, localizado no 2º subsolo do Hospital Universitário Onofre Lopes (HUOL), de segunda à sexta-feira, das 14h às 17h, ou nas segundas e sextas-feiras das 9h às 11h30.

Em caso de dúvidas, as perguntas podem ser encaminhadas para o e-mailcontato@neuro.ufrn.br.

Validade da carteira de estudante 2015 é prorrogada no RN até 31 de maio

carteira

G1 – No Rio Grande do Norte, as carteiras de estudante 2015 terão a validade prorrogada até o dia 31 de maio deste ano. A decisão aconteceu após reunião do Ministério Público, Departamento de Estradas e Rodagem (DER) e Secretaria de Mobilidade Urbana de Natal (STTU).

O MP explica que a problemática causada pela entrada em vigor da lei que trata da meia entrada foi um dos fatores para a prorrogação. “Com isso, esta decisão foi aprovada para que não sejam prejudicados estudantes e usuários do serviço de transporte público”, ressaltou.

Diante da decisão, as entidades estudantis terão que se adequar. Neste período de prorrogação, elas necessitarão demonstrar junto à 59ª Promotoria de Defesa do Consumidor o cumprimento das exigências estabelecidas pelo regulamento da lei.

Vale ressaltar que as entidades que comprovarem sua adequação dentro do prazo estabelecido terão suas carteiras consideradas inválidas.

Em sessão, criação da Escola da Assembleia é aprovada

unnamed (13)

O Instituto do Legislativo Potiguar (ILP), criado em 2003 e implantado em 2008 passa a se chamar, oficialmente, Escola da Assembleia. A matéria foi aprovada, por unanimidade, pelos deputados em sessão plenária nesta quinta-feira (28). A instituição é a primeira entre as Casas Legislativas a oferecer mestrado, além de cursos de pós-graduação, capacitação técnica e oficinas para servidores públicos e população em geral.

“A transformação do Instituto Legislativo Potiguar em Escola da Assembleia oportuniza a nova dinâmica que a instituição passou a ter com foco no Planejamento Estratégico. Mudamos a cultura política e priorizamos na educação e qualificação do servidor que possibilitará num futuro próximo implantar a meritocracia. E cabe ressaltar que novas parcerias irão trazer mais foco na grade dos cursos ofertados com foco nas atividades do Legislativo potiguar”, enfatiza Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), presidente da Assembleia Legislativa.

A atual gestão ampliou a atuação da Escola. O número de atividades acadêmicas passou de 54 para 259. Atualmente, são 7 programas de pós-graduação, atendendo 240 servidores. Uma parceria com a Justiça Federal possibilitou a especialização na área de Direito Civil e semestralmente são oferecidos 75 cursos/oficinas para qualificação profissional com foco nas atividades legislativas.

O mestrado em Gestão Pública é outro avanço da Escola da Assembleia, que tem servido de modelo para instituições de ensino ligadas ao Poder Legislativo de outros estados. A Escola também é referência ao atendimento à comunidade, seja com disponibilização de palestras e vagas nos cursos como em programas sociais. Este ano, o projeto “Poder da Cidadania” percorreu escolas públicas do Estado oferecendo oficinas para estudantes.

Ezequiel Ferreira recebe elogios por transformações na Escola da Assembleia

unnamed (12)
Ao finalizar a visita técnica à Escola da Assembleia, nesta quinta-feira (28), em audiência com o presidente da Casa Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), o diretor da Escola do Legislativo da AL de Goiás, Carlos Henrique Santillo, não poupou elogios a experiência potiguar. “A instituição pode ser considerada modelo de referência nacional pela qualidade e quantidade de cursos ofertados, tanto para servidores da Assembleia, como também para a comunidade em geral”, define Carlos Santillo que levará o modelo local para Goiás.

“As impressões de quem vem de fora reforça a certeza de que estamos no caminho certo. As transformações na Escola da Assembleia em um ano e três meses são expressivas. Passamos de 54 para 259 atividades acadêmicas. Somos a primeira Escola Legislativa do país a ofertar um mestrado profissional em Gestão Pública, ampliamos a pós-graduação para 7 programas, atendendo 240 servidores (sendo 20% de parceiros); há a pós-graduação em parceria com a Justiça Federal (Direito Processo Civil) e temos 75 cursos/oficinas, por semestre, para qualificação profissional com foco nas atividades legislativas”, elenca Ezequiel Ferreira.

O presidente da Assembleia explicou à comitiva de Goiás que o andamento das mudança na Escola de Governo seguem o Planejamento Estratégico implementado em fevereiro de 2015. “A partir dele foi possível ampliar em 5 vezes a oferta de cursos e reduzir em 68% o custo médio da atividade acadêmica”, salienta Ezequiel Ferreira.

Formaram a comitiva de Goiás: Carlos Henrique Santillo, (Diretor da Escola do Legislativo da AL de Goiás), Hernesto Lins Carneiro (chefe da seção administrativa), Miguel Gusmão (chefe da seção pedagógica) e Maurício Paranaguá (chefe de projetos especiais), que foram recepcionados pelo secretário geral, Augusto Carlos Viveiros e pelo diretor geral da Escola da Assembleia RN, Carlos Russo.

“Nosso principal objetivo com essa visita técnica é buscar informações e levarmos para a nossa Escola da Assembleia de Goiás a experiência da Escola da Assembleia daqui. Buscamos crescimento e, entre as Escolas de todo Brasil, tivemos referências da Escola do Legislativo do Rio Grande do Norte, que tem se destacado pela atuação. Estamos impressionados com a grade de cursos, a estrutura, a comunicação, a equipe de trabalho, a administração. Realmente, a nossa vinda está sendo bastante proveitosa”, destacou o diretor da Escola de Goiás, Carlos Henrique Santillo.

“A Escola da Assembleia cresce e se fortalece a cada dia. Neste primeiro semestre de 2016 estamos oferecendo 259 atividades acadêmicas, que incluem cursos, palestras, oficinas, pós-graduações e mestrado. São cursos de excelência, certificados e inteiramente gratuitos. Agora no mês de abril, atendendo a determinação do presidente da ALRN, deputado Ezequiel Ferreira, foi publicada mais uma portaria criando Oficinas Técnicas de Capacitação do Servidor da Assembleia Legislativa. O objetivo é melhorar a produção na administração pública”, explica

“Estamos impressionados com a quantidade de cursos oferecidos, a qualidade do trabalho e a abrangência. A Escola da Assembleia Rio Grande do Norte realmente tem muito para oferecer, inclusive para as demais Escolas Legislativas. Vamos levar muitas informações valiosas que vão nos ajudar a desenvolver a Escola da Assembleia de Goiás. Estão de parabéns!”, comentou chefe da Seção Administrativa da Escola de Goiás, Hernesto Lins.

Escola da Assembleia publica edital para nova turma de mestrado

unnamed (3)

A Escola da Assembleia publicou edital de seleção para mais uma turma do mestrado em Gestão Pública promovido em parceria com a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Ao todo são oferecidas 20 novas vagas para o curso destinado à qualificação de servidores do Poder Legislativo e parceiros. A Assembleia do RN é a primeira do Brasil a oferecer pós-graduação strictu sensu.

“A capacitação e valorização dos servidores do Legislativo são prioridades da nossa gestão na Assembleia. Garantir novos investimentos em qualificação, como a ampliação da oferta de cursos da Escola da Assembleia e o mestrado pioneiro dentre as Casas Legislativas do Brasil, é uma missão que vem sendo trabalhada com afinco pela atual legislatura”, afirma o presidente da Assembleia, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB).

O mestrado em Gestão Pública foi oficializado em 2015 e busca a qualificação de quadros para a administração pública. O curso de mestrado é presencial e prevê carga horária mínima de 360 horas, com duração de 24 meses e aulas nas quintas e sextas, em turnos matutino, vespertino e noturno. As aulas serão ministradas no Centro de Ciências Sociais Aplicadas da UFRN, com início no próximo ano.

O diretor geral da Escola da Assembleia, Carlos Russo, explica que apesar da nova turma do mestrado ter início apenas em 2017, o processo seletivo acontece ainda este ano e considera a nota do Teste ANPAD, da Associação Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa, que realiza prova em junho de 2016. “Por isso, os interessados devem se inscrever no teste ANPAD e fazer a prova, porque essa nota fará parte do processo seletivo do nosso mestrado”, salienta Russo.

Além da seleção para o mestrado, também estão abertas as inscrições para os novos cursos de pós-graduação lato sensu em Direito Público, Gestão de Pessoas e Gestão de Planejamento Financeiro no Serviço Público, oferecidos pela Escola da Assembleia. Os editais para os processos seletivos estão disponíveis no endereçohttp://www.al.rn.gov.br/portal/ilp/home.

Escola da Assembleia abre vagas para novos cursos de pós-graduação

unnamed (10)

Servidores da Assembleia Legislativa do RN, câmaras municipais ou órgãos conveniados à Escola da Assembleia já podem se inscrever nos novos cursos de pós-graduação oferecidos pela instituição. Ao todo são 60 vagas para os cursos de Direito Público, Gestão de Pessoas e Gestão de Planejamento Financeiro no Serviço Público.

“A nossa gestão na Assembleia é focada no planejamento e na capacitação dos servidores, garantindo novos investimentos em qualificação, a exemplo do mestrado que iniciamos de forma pioneira no Brasil e a ampliação do número de cursos oferecidos pela Escola da Assembleia. Poder proporcionar o acesso gratuito a estes cursos e ver os nossos profissionais cada vez mais valorizados nos dá a certeza que avançamos no caminho certo”, avalia o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB).

Os novos cursos possuem carga horária de 400 horas, com aulas nas terças e quintas, das 18 às 22 horas, durante 24 meses. De acordo com o diretor geral da Escola da Assembleia, Carlos Russo, as inscrições são agrupadas em duas categorias: das vagas destinadas à Assembleia Legislativa e das vagas destinadas aos parceiros, ou seja, aqueles indicados por câmaras municipais ou órgãos conveniados à Escola.

“Os cursos de pós-graduação destinam-se à qualificação de servidores da Assembleia e outras Casas Legislativas, buscando fomentar a modernização do processo de gestão do Poder Legislativo e promover a valorização do servidor, seja pelo incremento da titulação acadêmica, com avanço na formação escolar de nível superior, seja pelo aprimoramento de seu desempenho funcional”, explica o diretor.

Inscrições
As inscrições estão abertas até o dia 5 de junho na Central de Atendimento da Escola da Assembleia, na Rua Açu, nº 426, Tirol, em Natal, das 8 às 17 horas. O candidato deve apresentar a documentação completa prevista no edital, disponível no endereço:http://www.al.rn.gov.br/portal/ilp/p/pos-graduacao-lato-senso

RN convoca 933 professores e especialistas concursados

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

O Governo do Rio Grande do Norte está convocando, por meio da edição do Diário Oficial do Estado deste sábado (2), 933 professores e especialistas em educação aprovados no concurso público realizado em janeiro deste ano. O decreto é assinado pelo governador Robinson Faria.

Os convocados foram selecionados no concurso que teve início no mês de novembro de 2015, quando foi publicado o edital com 1.400 vagas, sendo 1.226 das vagas para professor de diversas áreas e 174 para suporte pedagógico. As provas foram realizadas, simultaneamente, no dia 10 de janeiro deste ano em 16 municípios: Natal, Parnamirim, Nova Cruz, São Paulo do Potengi, Ceará-Mirim, João Câmara, Macau, Santa Cruz, Angicos, Currais Novos, Caicó, Assu, Mossoró, Apodi, Umarizal e Pau dos Ferros.

De acordo com a publicação, a jornada de trabalho dos aprovados será de 30 horas semanais e o salário de R$ 2.013,39 para as seguintes funções: Suporte Pedagógico e professor de Arte; Arte – Música; Ciências Biológicas; Educação Física; Filosofia; Física; Geografia; História; Língua Espanhola; Língua Inglesa; Língua Portuguesa; Matemática; LIBRAS – intérprete/tradutor; LIBRAS – professor; Pedagogia – Educação Especial; Química; Ensino Religioso; e Sociologia.

Inspeção médica
Os convocados devem procurar a Comissão Permanente de Inspeção Médica Oficial, situada na sede da Emater/RN, Centro Administrativo do Estado – BR-101, Km 0, Lagoa Nova – CEP: 59064-901 – Natal/RN, para agendar atendimento através do telefone (84) 3232-1056 no horário de 8h às 12h.

 A documentação para a contratação consta da publicação no Diário Oficial deste sábado e deve ser entregue nas Direcs para as quais os aprovados se inscreveram.

Do G1

ProUni abre amanhã inscrições para bolsas remanescentes

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

O Ministério da Educação (MEC) vai oferecer as bolsas que não foram preenchidas no processo de seleção regular do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os interessados poderão se inscrever a partir de amanhã (23) até 31 de março, pela internet.

O ProUni oferece a estudantes brasileiros de baixa renda bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições privadas de ensino superior. Na primeira edição de 2016, o ProUni ofertou 203.602 bolsas para 30.931 cursos. As bolsas que não foram preenchidas em nenhuma das chamadas regulares serão ofertadas nesta etapa.

Podem concorrer professores da rede pública de ensino, além dos estudantes que fizeram alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. O candidato não pode ter nota 0 na redação e precisa ter, no mínimo, 450 pontos na média no Enem.

As bolsas integrais são para os candidatos com renda familiar bruta por pessoa de até 1,5 salário mínimo por mês e as bolsas parciais, para os participantes com renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos. Os professores estão dispensados do critério de renda.

Aqueles que se candidatarem terão dois dias úteis para comprovar as informações prestadas na inscrição nas instituições e ensino. Cabe ao estudante verificar o local, a data e o horário de atendimento e demais procedimentos. As inscrições serão pelo site do ProUni.

Recordista na redação do Enem não poderá cursar Medicina no RN

fred

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na terça-feira (8) a pontuação obtida pelos alunos que ainda não concluíram o ensino médio, os chamados ‘treineiros’ no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015. A medida, estratégia adotada pelo MEC, permite que apenas alunos da terceira série do ensino médio tenham acesso ao ensino superior. O potiguar Frederico Andrade Monteiro Filho, de 17 anos, está entre os que só descobriram agora a colocação no Enem. Ele é um dos 105 alunos de todo o país que tiraram nota máxima na redação, mas mesmo recorrendo à Justiça, não conquistou a vaga.

Frederico estuda no Over Colégio e Curso, em Natal. Quando fez o Enem 2015 cursava a segunda série. Ele comenta que foi com tristeza que recebeu a notícia de que não poderia usar a nota para conquistar a tão sonhada vaga no curso de Medicina da UFRN. “Pra mim foi uma situação super triste. Passei anos estudando muito, me dedicando ao máximo. E, por causa dessa medida do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira),pessoas que tinham capacidade para cursar uma universidade não conseguiram”, lamentou.

Quando soube que sua nota só seria divulgada quase dois meses depois, Frederico Andrade deu entrada em um processo na Justiça para tentar garantir o direito de ver a sua pontuação antes do prazo. O estudante diz ter conseguido reunir todos os documentos necessários que atestavam sua maturidade para cursar uma universidade e sua competência acadêmica para ser merecedor de uma cadeira no curso de Medicina.

Além da redação, Frederico teve uma pontuação excelente nas demais provas do Enem. “Se minha nota tivesse sido liberada junto com a dos demais candidatos, eu teria ficado entre os primeiros lugares de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte”, afirma. “Pela correção que fiz dos meus gabaritos, sabia que tinha conseguido uma nota muito boa. As possibilidades eram grandes de eu passar. Entrei com um processo para ver a nota e depois abriria um novo processo para tentar poder usar a nota. Mas já não consegui no primeiro. Mostrei minhas notas, minhas boas colocações em olimpíadas que participei, mas o processou caiu”, acrescentou.

Para o estudante, a medida de não permitir que ´treineiros’ usem o Enem como porta de entrada para uma universidade é arbitrária. “O embasamento é muito fraco. Alegar questão de maturidade é arbitrário. Maturidade é muito relativo. E pela minha idade, já era pra estar no Pré. Então, isso já acaba com o argumento deles de que eu não tenho maturidade. Até porque, isso depende muito da cabeça da pessoa. Eu consegui mostrar que eu tenho maturidade. Se eu me consultar com um psicólogo e ele disser que eu tenho capacidade e maturidade para cursar Medicina, quem são eles pra dizer que não tenho?”, questionou.

Sem querer desistir do sonho de ser um Médico, Frederico Andrade agora se dedica a tentar ingressar em uma universidade fora do país. “Está sendo super desgastante esse processo todo, mas quero muito entrar em Medicina. Depois disso, mudei minha meta. Quero ir pra fora do país. Estou estudando novamente o conteúdo do Enem porque vou fazer a prova de novo esse ano e usar a nota para tentar entrar em uma universidade lá fora”, afirmou.

“Lamentável a atitude dos professores em manter a greve”, diz Justina Iva

Negociação entre a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, e a secretária Municipal de Educação, Justina Ivo, não obteve avanço e greve continua.
Negociação entre a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, e a secretária Municipal de Educação, Justina Ivo, não obteve avanço e greve continua.

A Secretaria municipal de Educação, Justina Iva, criticou a manutenção da greve por parte dos professores da rede de ensino de Natal. O impasse entre a prefeitura do Natal e Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sinte) continua, e, segundo a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, um dos principais motivos da continuidade da greve é a falta de pagamento da reposição salarial.

A sindicalista ressaltou que apenas três das 17 reivindicações da categoria foram cumpridas pela Prefeitura do Natal. “A nossa pauta contém 17 itens, mas nós só tivemos resposta em pautas simples, como a mudança de promoção vertical, de 256 profissionais e a alteração de níveis de educadores infantis. Isso é muito pouco e um dos principais itens que têm que ser cumprido é a reposição salarial, essa é a nossa briga”, disse a professora Fátima Cardoso.

Ao ser questionada sobre a greve dos professores, a secretária Municipal de Educação se mostrou desapontada com a categoria. “Lamentável a atitude dos professores em manter a greve, até porque não faltou diálogo da nossa parte. Tudo que foi possível nós fizemos em termos de avanço. Não fizemos mais por impossibilidade financeira, que envolve frustração de receita, a falta de complementação de união ao Fundeb [Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação], entre outros fatores”, criticou.

Do Nominuto.com

Projeto de reciclagem transforma pneus em decoração no RN

Com material reciclado, jovens fizeram brinquedos para centro infantil de Pureza (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Com material reciclado, jovens fizeram brinquedos para centro infantil de Pureza (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

G1 – Um grupo de escoteiros decidiu transformar pneus velhos em decoração na cidade de Pureza, a 60 quilômetros de Natal. Os jovens recolhem os pneus e fazem objetos como lixeiras, mesas e até brinquedos.

Lixeiras para a cidade foram feitas (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Lixeiras para a cidade

A ideia nasceu durante uma reunião dos escoteiros. Agora, eles colocam em prática tudo que aprenderam sobre reciclagem.

Os potiguares transformaram pneus antigos em lixeiras, que foram colocadas em praças da cidade. Também usaram os pneus para construir a base de uma mesa e o tampo de madeira também foi reciclado. “Eu descobri que sou capaz de inventar algo. O trabalho está ficando massa”, explicou o escoteiro José Teixeira.

Além de reciclar, a turma ainda retirou de circulação os pneus que poderiam ser focos do mosquito Aedes aegypti. “É gratificante para mim porque vamos reduzir bastante os focos na cidade”, disse o escoteiro Alisson Augusto Feliz.

Escoteiros também construíram uma mesa para decoração (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

As obras dos escoteiros também foram feitas para um centro de educação infantil de Pureza. Eles fizeram brinquedos com os materiais reciclados. “Antes, era só areia. As crianças não tinham nada para brincar, nenhum espaço. Com esse projeto de reciclagem dos escoteiros, agora tem um espaço”, comemorou Ivonize Ferreira, diretora do centro infantil.

O benefício para os moradores da cidade é um prêmio para Fabiano Silva, presidente do Grupo de Escoteiros. “É isso que o escotismo ensina. Ajudar o próximo, fazer um trabalho comunitário para a cidade. Esse foi o objetivo do grupo esse ano, fazer um trabalho realmente voltado para a comunidade”, disse.