Category: Educação

ProUni abre amanhã inscrições para bolsas remanescentes

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

O Ministério da Educação (MEC) vai oferecer as bolsas que não foram preenchidas no processo de seleção regular do Programa Universidade para Todos (ProUni). Os interessados poderão se inscrever a partir de amanhã (23) até 31 de março, pela internet.

O ProUni oferece a estudantes brasileiros de baixa renda bolsas de estudos integrais e parciais (50% da mensalidade) em instituições privadas de ensino superior. Na primeira edição de 2016, o ProUni ofertou 203.602 bolsas para 30.931 cursos. As bolsas que não foram preenchidas em nenhuma das chamadas regulares serão ofertadas nesta etapa.

Podem concorrer professores da rede pública de ensino, além dos estudantes que fizeram alguma edição do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) a partir de 2010. O candidato não pode ter nota 0 na redação e precisa ter, no mínimo, 450 pontos na média no Enem.

As bolsas integrais são para os candidatos com renda familiar bruta por pessoa de até 1,5 salário mínimo por mês e as bolsas parciais, para os participantes com renda familiar bruta por pessoa de até três salários mínimos. Os professores estão dispensados do critério de renda.

Aqueles que se candidatarem terão dois dias úteis para comprovar as informações prestadas na inscrição nas instituições e ensino. Cabe ao estudante verificar o local, a data e o horário de atendimento e demais procedimentos. As inscrições serão pelo site do ProUni.

Recordista na redação do Enem não poderá cursar Medicina no RN

fred

O Ministério da Educação (MEC) divulgou na terça-feira (8) a pontuação obtida pelos alunos que ainda não concluíram o ensino médio, os chamados ‘treineiros’ no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2015. A medida, estratégia adotada pelo MEC, permite que apenas alunos da terceira série do ensino médio tenham acesso ao ensino superior. O potiguar Frederico Andrade Monteiro Filho, de 17 anos, está entre os que só descobriram agora a colocação no Enem. Ele é um dos 105 alunos de todo o país que tiraram nota máxima na redação, mas mesmo recorrendo à Justiça, não conquistou a vaga.

Frederico estuda no Over Colégio e Curso, em Natal. Quando fez o Enem 2015 cursava a segunda série. Ele comenta que foi com tristeza que recebeu a notícia de que não poderia usar a nota para conquistar a tão sonhada vaga no curso de Medicina da UFRN. “Pra mim foi uma situação super triste. Passei anos estudando muito, me dedicando ao máximo. E, por causa dessa medida do Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira),pessoas que tinham capacidade para cursar uma universidade não conseguiram”, lamentou.

Quando soube que sua nota só seria divulgada quase dois meses depois, Frederico Andrade deu entrada em um processo na Justiça para tentar garantir o direito de ver a sua pontuação antes do prazo. O estudante diz ter conseguido reunir todos os documentos necessários que atestavam sua maturidade para cursar uma universidade e sua competência acadêmica para ser merecedor de uma cadeira no curso de Medicina.

Além da redação, Frederico teve uma pontuação excelente nas demais provas do Enem. “Se minha nota tivesse sido liberada junto com a dos demais candidatos, eu teria ficado entre os primeiros lugares de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Norte”, afirma. “Pela correção que fiz dos meus gabaritos, sabia que tinha conseguido uma nota muito boa. As possibilidades eram grandes de eu passar. Entrei com um processo para ver a nota e depois abriria um novo processo para tentar poder usar a nota. Mas já não consegui no primeiro. Mostrei minhas notas, minhas boas colocações em olimpíadas que participei, mas o processou caiu”, acrescentou.

Para o estudante, a medida de não permitir que ´treineiros’ usem o Enem como porta de entrada para uma universidade é arbitrária. “O embasamento é muito fraco. Alegar questão de maturidade é arbitrário. Maturidade é muito relativo. E pela minha idade, já era pra estar no Pré. Então, isso já acaba com o argumento deles de que eu não tenho maturidade. Até porque, isso depende muito da cabeça da pessoa. Eu consegui mostrar que eu tenho maturidade. Se eu me consultar com um psicólogo e ele disser que eu tenho capacidade e maturidade para cursar Medicina, quem são eles pra dizer que não tenho?”, questionou.

Sem querer desistir do sonho de ser um Médico, Frederico Andrade agora se dedica a tentar ingressar em uma universidade fora do país. “Está sendo super desgastante esse processo todo, mas quero muito entrar em Medicina. Depois disso, mudei minha meta. Quero ir pra fora do país. Estou estudando novamente o conteúdo do Enem porque vou fazer a prova de novo esse ano e usar a nota para tentar entrar em uma universidade lá fora”, afirmou.

“Lamentável a atitude dos professores em manter a greve”, diz Justina Iva

Negociação entre a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, e a secretária Municipal de Educação, Justina Ivo, não obteve avanço e greve continua.
Negociação entre a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, e a secretária Municipal de Educação, Justina Ivo, não obteve avanço e greve continua.

A Secretaria municipal de Educação, Justina Iva, criticou a manutenção da greve por parte dos professores da rede de ensino de Natal. O impasse entre a prefeitura do Natal e Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sinte) continua, e, segundo a coordenadora do Sinte, Fátima Cardoso, um dos principais motivos da continuidade da greve é a falta de pagamento da reposição salarial.

A sindicalista ressaltou que apenas três das 17 reivindicações da categoria foram cumpridas pela Prefeitura do Natal. “A nossa pauta contém 17 itens, mas nós só tivemos resposta em pautas simples, como a mudança de promoção vertical, de 256 profissionais e a alteração de níveis de educadores infantis. Isso é muito pouco e um dos principais itens que têm que ser cumprido é a reposição salarial, essa é a nossa briga”, disse a professora Fátima Cardoso.

Ao ser questionada sobre a greve dos professores, a secretária Municipal de Educação se mostrou desapontada com a categoria. “Lamentável a atitude dos professores em manter a greve, até porque não faltou diálogo da nossa parte. Tudo que foi possível nós fizemos em termos de avanço. Não fizemos mais por impossibilidade financeira, que envolve frustração de receita, a falta de complementação de união ao Fundeb [Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação], entre outros fatores”, criticou.

Do Nominuto.com

Projeto de reciclagem transforma pneus em decoração no RN

Com material reciclado, jovens fizeram brinquedos para centro infantil de Pureza (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Com material reciclado, jovens fizeram brinquedos para centro infantil de Pureza (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

G1 – Um grupo de escoteiros decidiu transformar pneus velhos em decoração na cidade de Pureza, a 60 quilômetros de Natal. Os jovens recolhem os pneus e fazem objetos como lixeiras, mesas e até brinquedos.

Lixeiras para a cidade foram feitas (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Lixeiras para a cidade

A ideia nasceu durante uma reunião dos escoteiros. Agora, eles colocam em prática tudo que aprenderam sobre reciclagem.

Os potiguares transformaram pneus antigos em lixeiras, que foram colocadas em praças da cidade. Também usaram os pneus para construir a base de uma mesa e o tampo de madeira também foi reciclado. “Eu descobri que sou capaz de inventar algo. O trabalho está ficando massa”, explicou o escoteiro José Teixeira.

Além de reciclar, a turma ainda retirou de circulação os pneus que poderiam ser focos do mosquito Aedes aegypti. “É gratificante para mim porque vamos reduzir bastante os focos na cidade”, disse o escoteiro Alisson Augusto Feliz.

Escoteiros também construíram uma mesa para decoração (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

As obras dos escoteiros também foram feitas para um centro de educação infantil de Pureza. Eles fizeram brinquedos com os materiais reciclados. “Antes, era só areia. As crianças não tinham nada para brincar, nenhum espaço. Com esse projeto de reciclagem dos escoteiros, agora tem um espaço”, comemorou Ivonize Ferreira, diretora do centro infantil.

O benefício para os moradores da cidade é um prêmio para Fabiano Silva, presidente do Grupo de Escoteiros. “É isso que o escotismo ensina. Ajudar o próximo, fazer um trabalho comunitário para a cidade. Esse foi o objetivo do grupo esse ano, fazer um trabalho realmente voltado para a comunidade”, disse.

Exposição sobre a cultura egípcia chega a Natal

1_dfSYbCRDepois de passar pelos Estados Unidos, Alemanha e Japão, uma exposição sobre o Egito chegou a Natal. A mostra reúne artefatos da terra dos deuses e faraós. O Museu Egípcio Itinerante está instalado em um shopping da capital potiguar e conta a história da antiga civilização.

A mostra conta com réplicas fiéis de estátuas e esculturas expostas em museus internacionais. O sarcófago, por exemplo, é uma réplica do túmulo egípcio, datado de 2.100 anos antes de Cristo. Também estão expostas réplicas de pinturas feitas em papiros, o primeiro papel usado na história humana. “Tem um impacto visual bem semelhante aos originais”, descreveu o estudante Edvan Bezerra.

As esculturas são obras do egípcio Essam Battal, que é artista plástico. “É uma exposição que mostra um pouco do Egito Antigo através de suas pinturas”, explicou. Através dos traços e cores, as representações da cultura, religião, política e economia egípcia ajudam a entender um pouco mais sobre o lugar.

O museu tem um acervo formado por 250 réplicas. A exposição fica na capital potiguar até o dia 26 de maio.

Serviço:
Museu Egípcio Itinerante
Endereço: Natal Shopping, na Zona Sul de Natal
Entrada: R$ 10

Também estão expostas pinturas feitas em papiros (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Também estão expostas pinturas feitas em papiros (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

No RN, Sebrae oferece mais de 200 horas de capacitação

sebrae

Com o fim do período de festejos de carnaval, o momento é de qualificação para enfrentar os desafios empresariais impostos pelo mercado. Em março, o Sebrae no Rio Grande do Norte vai oferecer 238 horas de capacitação – parte delas gratuita – para empreendedores de Natal e região metropolitana. A grade completa está disponível no site (Clique AQUI).

São cursos, oficinas e palestras direcionados para Microempreendedores Individuais (MEI), empresários consolidados, potenciais empreendedores e até mesmo para aqueles que desejam se qualificar em determinadas áreas. As inscrições podem ser feitas pelo número 0800 570 0800.

As palestras gerenciais são totalmente gratuitas e estão sendo ministradas diariamente em três horários distintos, dependendo da data, 9h, 10h30 e 15h. Até o fim do mês, serão 19 palestras abordando os temas ‘Cuidando das finanças da sua empresa’, ‘Como escolher o ponto comercial’, ‘Estratégia de Vendas’, ‘Atendimento ao Cliente’, ‘Como atrair, conquistar e manter clientes’, ‘Finanças Pessoais’, ‘Plano de Negócios: Conceitos e aplicação’, ‘Fluxo de Caixa’, ‘Planejando a abertura da sua empresa’, ‘Ética e Postura Profissional’, ‘Tributação para pequenos negócios’, ‘Pesquisa de Mercado’, ‘Entendendo custos, despesas e preço de venda’, ‘Cuidando das finanças da sua empresa’ e ‘Comece Certo: Análise e Planejamento’. Além disso, durante todos os dias, também são oferecidas palestras direcionadas a quem pretende se formalizar como MEI.

Serão disponibilizadas quatro oficinas gerenciais, cuja taxa de inscrição é de R$ 90, sendo que, cada uma ocorre em dois encontros seguidos no horário das 14h às 18h. Essas oficinas abordam Formação de Preço de Venda, Pesquisa de Mercado, Plano de Negócio e Controles Financeiros. A vantagem é que os participantes têm a oportunidade de aplicar conteúdos em atividades práticas. O pacote de oficinas SEI Tocar Minha Empresa, que contempla cinco diferentes Oficinas SEI, será disponibilizado entre os dias 14 e 18, das 19h às 22h.

Na parte de cursos, oferecidos das 19h às 22h, o destaque vai para o projeto Começar Bem – Primeiros Passos, que traz três módulos ‘Aprender a Empreender’ e ‘Gestão Empresarial Integrada’, além das oficinas de Empreendedorismo, Análise Mercado e Análise de negócio que estão ligadas ao projeto. Também estão programados cursos de Atendimento ao Cliente, Conquistando Clientes – Técnicas de Vendas e Conquistando Clientes – Técnicas de Negociação, cada um com 15 horas de duração. Já os cursos do programa Na Medida vão abordar os temas Planejamento Estratégico, Gestão de Pessoas e Equipes, Gestão Financeira e Marketing e serão ministrados das 18h às 22h.

Deficiente visual formado em Direito é aprovado para conciliador no RN

Após ser aprovado em direito, Cristian foi aprovado em seleção para conciliador da Justiça Federal do RN (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Após ser aprovado em direito, Cristian foi aprovado em seleção para conciliador da Justiça Federal do RN (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Após superar as deficiências visual e de locomoção ocasionadas pela paralisia cerebral e se formar em Direito, o baiano Cristian Emanuel de Oliveira Vasconcelos foi aprovado na seleção de conciliador da Justiça Federal do Rio Grande do Norte. Cristian já havia sido aprovado no exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) depois de concluir o curso de Direito em uma universidade privada em Natal. 

De acordo com informações repassadas pela Justiça Federal no RN, Cristian começa no próximo dia 30 de março o curso de formação de conciliadores. O advogado pode permanecer no cargo por até dois anos.

 

Em entrevista ao Bom Dia RN, Cristian relatou que tem como sonho ser promotor. “Desde pequeno, meu sonho é ser promotor de Justiça. Com o passar do tempo, fui tendo noção do sonho e fui seguindo passo a passo”, contou. O período como conciliador vale como experiência de prática jurídica e conta como título para concursos públicos.

Ajuda da mãe
Cristian disse que só conseguiu estudar por causa da ajuda de uma pessoa especial: sua mãe, que acompanhava as aulas e também se formou. Nilda de Oliveira e Silva, mãe de Cristian, trabalhava de manhã e acompanhava o filho nas aulas durante a noite, mas acabou se matriculando e também se formou.

“Era difícil acordar às 5 horas da manhã para sair, fazer o café e trabalhar. Sentar para estudar a tarde ou fazer estágio. Às vezes eu dormia na sala, mas a determinação dele era tão grande que eu estava cansada, mas não pensava em desistir. Pensava em continuar, pedia forças para continuar. Passei na primeira fase [da prova da OAB], infelizmente não passei na segunda fase. Mas o importante foi ele passar”, disse Nilda.

Cristian reconhece o apoio da mãe. “Agradeço a ela porque ela foi e é uma verdadeira heroína. Se não fosse por ela, eu digo que dificilmente estaria aqui. Acredito que não estaria”. O jovem quer estudar para o concurso de promotor. “Tenho outros dois grandes sonhos, além de ser promotor de Justiça. Quero, um dia, voltar a caminhar e a enxergar. Tenho certeza que conseguirei”.

Cristian e a mãe se formaram em direito (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Cristian e a mãe se formaram em direito (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Aulões preparatórios para o ENEM voltam à TV Assembleia esta semana

Crédito da foto: João Gilberto
Crédito da foto: João Gilberto

Os “aulões” preparatórios para o Exame Nacional do Ensino Médio (ENEM) estão de volta à TV Assembleia. Na próxima quinta-feira, (3), será a reestreia das aulas na emissora da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. Com o nome Conexão Enem, o programa será apresentado ao vivo pelo professor João Maria de Lima e equipe, com edição semanal às quintas-feiras, das 19h30 às 20h30.

“O Conexão Enem reforça o compromisso da Assembleia e da emissora com a promoção da Educação Pública. Os aulões tiveram uma grande participação do nosso público telespectador e com certeza reforçam o nosso papel, de emissora pública e legislativa no apoio à formação, educação e cidadã dos jovens potiguares”, diz o diretor da TV Assembleia, Bruno Giovanni.

Os aulões para o Enem tiveram cinco edições de duas horas de duração entre 27 de setembro e 24 de outubro do ano passado na TV Assembleia. Com uma equipe multidisciplinar coordenada pelo professor de Redação João Maria de Lima, os aulões obtiveram enorme sucesso junto ao público telespectador da emissora.

Usando vídeos e discutindo temas da atualidade, além do conteúdo das matérias exigidas no Enem, os aulões usaram o aplicativo de mensagens WhatsApp para garantir a interatividade com o público, notadamente jovem. A rede social ajudou os estudantes e candidatos ao Enem a tirar dúvidas e permitiu a participação ao vivo.

O êxito da iniciativa da TV Assembleia foi coroado com o acerto nas dicas sobre o tema da redação, presentes em todas as edições. O segundo aulão, apresentado ao vivo na manhã do domingo, quatro de outubro, foi integralmente dedicado à temática da mulher, discutindo aspectos como a evolução do papel da mulher na sociedade brasileira e também a violência contra a mulher, tema da prova de redação do Enem 2015.

Diante do sucesso da iniciativa, a TV Assembleia decidiu, com o apoio da Mesa Diretora da Casa Legislativa, iniciar os aulões já em março, a fim de garantir uma melhor preparação dos milhares de estudantes e candidatos distribuídos por todas as regiões do Estado.

O Conexão Enem traz questões e temas de redação comentados para que o aluno compreenda como o exame avalia as competências e habilidades nas áreas de Redação e Matemática, tendo a participação do professor Augusto Macedo. Semanalmente, convidados, especialistas em várias áreas, estarão na bancada do programa debatendo e contribuindo para a formação do telespectador. 

Maioria das escolas não aderiu à greve dos professores, diz Secretaria Municipal de Educação

noticia_137274

A greve dos professores da rede de Educação de Natal está tendo um alcance reduzido. A informação é da Secretaria Municipal de Educação (SME). Segundo a pasta, das 144 unidades educacionais mantidas pelo Município, entre escolas de ensino fundamental e centros de educação infantil (CMEIs), apenas 18 aderiram totalmente ao movimento deflagrado pelo Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública (Sinte). O número equivale a 12% da rede.

De acordo com levantamento feito pela SME, em números absolutos são 13 escolas e cinco CMEIs sem funcionamento por causa da paralisação. Por outro lado, há 52 unidades (15 escolas e 37 CMEIs) funcionando normalmente, sem prejuízo para seus alunos. Há ainda unidades que aderiram apenas parcialmente ao movimento paredista e não interromperam suas atividades por completo. São 38 escolas e 30 CMEIs nessa situação.

Em termos de profissionais, a SME verificou que a maioria continua exercendo normalmente suas atividades em sala de aula. Dos 682 educadores infantis que integram seus quadros, por exemplo, 504 estão cumprindo regularmente suas cargas horárias. Ou seja, 74% do total. Os demais 178 educadores infantis decidiram seguir a orientação do Sinte e fazer greve, o que corresponde a 18% do universo desses servidores.

A secretaria também fez um levantamento por turmas. São 1.470 atendidas na sua rede e apenas 450 estão sendo afetadas totalmente pela greve dos professores. Menos de um terço do total (30,6%). As demais turmas, ou estão tendo aula normalmente, ou só estão sendo prejudicadas de forma parcial.

Embora somente uma parcela dos alunos esteja integralmente sem acesso às aulas, a SME fez o apelo ao Sinte pelo fim da greve, alegando que já foi realizada uma correção salarial de 66,69% para os professores, entre 2013 e janeiro deste ano.

Servidores da Assembleia participam de aula inaugural do mestrado em Gestão Pública

Crédito da foto: João Gilberto
Crédito da foto: João Gilberto

A expectativa tomou conta dos sete servidores da Assembleia Legislativa do RN aprovados no mestrado em Gestão Pública da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O grupo participou, na manhã desta quarta-feira (17), do seminário que marcou o início do ano letivo do programa de pós-graduação, realizado no auditório do Núcleo de Pesquisa em Ciências Sociais Aplicadas, na UFRN. O seminário “Reconstruindo a agenda de pesquisa em gestão de pessoas no setor público brasileiro” foi ministrado pelo professor da Universidade de São Paulo, doutor Fernando Coelho.

“Estar aqui é a realização de um sonho pessoal. Venho de uma infância humilde e jamais imaginaria que estaria cursando mestrado na universidade federal. Agora quero aproveitar para me capacitar, melhorar o meu serviço e também quero aplaudir a Assembleia e o Instituto do Legislativo Potiguar pela oportunidade”, afirmou o servidor da Casa, Alan Castilho.

A servidora Luci Dantas compartilha do mesmo sentimento. “Fui da primeira turma da especialização em Gestão Pública e fazer mestrado é um sonho que se concretiza. Sem citar a valorização profissional e a elevação da autoestima por ter uma qualificação em uma universidade de excelência”, comemorou. 

A oferta do curso de mestrado para os servidores é uma iniciativa pioneira. Com essa ação a Assembleia Legislativa é a primeira Casa Legislativa do Brasil a oferecer uma pós-graduação stricto sensu. “É uma atitude louvável da Casa e vai além do que é comum, que é a oferta de cursos de extensão ou capacitação técnica”, destacou o coordenador do Programa de Pós-Graduação em Gestão Pública, Tiago Dias.

Para ele essa é uma oportunidade muito importante para a universidade, pois, pela primeira vez, está trabalhando com o Legislativo. “O aprendizado será mútuo e esperamos que os trabalhos de conclusão sejam de intervenção no setor público, além, claro, de amplificar a atuação de cada um deles”, disse.

O mestrado em Gestão Pública é oferecido pelo Instituto do Legislativo Potiguar (ILP), em parceria com a UFRN. Oficializado em 2015 pelo presidente do Legislativo, deputado Ezequiel Ferreira (PMDB), busca a qualificação de quadros para a administração pública. “A nossa gestão na Assembleia é focada no planejamento e na capacitação dos servidores, garantindo novos investimentos em qualificação, como a ampliação do número de cursos oferecidos e o tão sonhado mestrado. Proporcionar o acesso gratuito a estes cursos e ver nossos profissionais mais valorizados nos dá a certeza de que estamos no caminho certo”, enfatiza Ezequiel.

Os alunos do mestrado passaram por um processo seletivo no final do ano passado e ao todo oito alunos foram escolhidos após realização de provas e apresentação de pré-projeto de dissertação. Além do grupo atual, serão formadas novas turmas para os anos de 2017 e 2018.

“A Escola da Assembleia está focando na qualidade dos cursos e o nosso mestrado é um grande passo para a criação de uma área de pesquisa em Gestão Pública. Estamos trabalhando para o engrandecimento do setor de pesquisa do ILP. Com esse departamento, lançaremos publicações com os melhores artigos e trabalhos selecionados”, destaca o diretor administrativo do ILP, Carlos Russo.

Além do mestrado, o ILP também vai lançar três novos cursos de pós-graduação para o ano letivo de 2016. O edital deve ser publicado até março, com processo seletivo previsto para maio e junho do corrente ano, com ingresso em agosto. Os cursos serão: Especialização em Direito Público, Especialização em Gestão de Pessoas no Serviço Público e Especialização em Gestão e Planejamento Financeiro no Serviço Público. As inscrições para os processos seletivos serão anunciadas no site do ILP www.al.rn.gov.br/portal/ilp/home.,

OAB divulga resultado do XVIII Exame de Ordem

OAB-Exame-da-Ordem1-250x139

Os candidatos já podem conferir o resultado preliminar da 2ª fase (prova prático-profissional) do XVIII Exame de Ordem Unificado, aplicado no dia 17 de janeiro. Dos 1.612 inscritos no Estado, foram aprovados 368, sendo 62 em Mossoró e 306 em Natal.

O prazo para a interposição de recursos contra o resultado preliminar da prova prático-profissional é de três dias. O período começa às 12h de sábado (13) e se encerra às 12h da próxima terça-feira (16), observado o horário oficial de Brasília (DF).

Para recorrer, os candidatos deverão utilizar exclusivamente o Sistema Eletrônico de Interposição de Recursos, que fica no site da Fundação Getúlio Vargas (FGV). As decisões dos recursos e a divulgação do resultado final devem ser divulgadas na a data provável de 29 de fevereiro de 2016

Brasil, Peru e Colômbia lideram notas baixas na escola, diz OCDE

educação

G1 – Brasil, Peru, Colômbia, e Argentina estão entre os dez países que têm mais alunos com baixo rendimento escolar em matemática, leitura e ciência, segundo o relatório publicado nesta quarta-feira pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômicos (OCDE) com 64 nações.

 

O Peru é o país com maior porcentagem de estudantes de 15 anos que não alcançam o nível básico estabelecido pela OCDE tanto em leitura (60%) como em ciência (68,5%), e o segundo em matemática (74,6%), atrás somente da Indonésia.

Os oito países latino-americanos que participaram do relatório PISA 2012, em que se baseia este novo estudo, estão muito acima da média da OCDE em porcentagem de alunos com baixo rendimento escolar nas três áreas analisadas.

Chile, Costa Rica e México são os países da região que têm menos alunos com baixo rendimento escolar, mas estão entre os 20 com mais estudantes que não atingiram o nível mínimo que a OCDE considera exigível de qualquer adolescente de 15 anos neste século.

Xangai (China), Cingapura, Hong Kong (China), Coreia do Sul, Vietnã, Finlândia, Japão, Macau (China), Canadá e Polônia ostentam os melhores resultados nas três áreas analisadas, com menos ou ao redor de 10% de alunos sem o nível mínimo.

Analisando a média dos 34 países que fazem parte da OCDE, o estudo conclui que ao redor de 28% dos estudantes de 15 anos termina a educação obrigatória sem o nível mínimo em pelo menos uma dessas três matérias.

Quase quatro milhões de alunos de 15 anos das nações da OCDE têm baixo rendimento em matemática e quase três milhões em ciência e leitura.

A proporção é maior se forem avaliados os 64 países que participaram do relatório PISA 2012, que em termos absolutos somam 13 milhões de alunos de 15 anos com baixo rendimento em pelo menos uma das três áreas.

Nessas 64 nações, 11,5 milhões de estudantes não têm o nível mínimo em matemática, nove milhões em ciência e 8,5 milhões em leitura.

O estudo concluiu que os resultados educativos dependem de muitos mais fatores do que simplesmente da renda per capita de um país, por isso todas as nações podem melhorar o rendimento de seus alunos se implementarem políticas adequadas.

Avanços
Países tão diversos econômica e socialmente como Brasil, México, Tunísia, Turquia, Alemanha, Itália, Polônia, Portugal e Rússia conseguiram reduzir a porcentagem de estudantes com baixo rendimento entre 2003 e 2012.

Algumas das recomendações da OCDE para atingir essa meta são os programas especiais para crianças com baixo rendimento, para filhos de imigrantes, para zonas rurais e para os alunos que vem de famílias onde não se fala a língua na qual são educados.

“A imigração não tem um papel tão forte como esperaríamos, porque não é por si só o fator de risco, mas os fatores associados a ela são”, explicou em uma conferência telefônica Andreas Schleicher, diretor de Educação e Aptidões da organização.

Os estudantes têm mais probabilidades de mostrar baixo rendimento se vêm de uma família de baixos recursos, se são filhos de imigrantes, se só têm um pai e se frequentam uma escola rural.

“Qual desses elementos pesa mais é algo que depende do país, por exemplo, nos Estados Unidos o baixo rendimento guarda muita relação com vir de uma família monoparental”, avaliou Schleicher.

Outros fatores de risco são não ter tido educação pré-escolar, repetido algum ano, mau comportamento, má gestão da escola ou políticas educativas governamentais ineficazes.

O baixo rendimento em matemática é ligeiramente mais frequente entre as meninas, enquanto em leitura há a maior lacuna entre os gêneros, com os crianças tendo menos da metade do rendimento das garotas.

Os jovens de 15 anos sem o nível mínimo têm risco maior de abandonar os estudos, costumam acabar em trabalhos mal pagos e pouco gratificantes, participam menos da política e mostram uma saúde pior.

Além disso, quando falta a uma alta porcentagem da população aptidões básicas, o crescimento econômico de todo o país pode ser “severamente comprometido”.

Os lucro econômicos que se perdem devido a políticas educacionais ruins deixam muitos países em um estado de “permanente recessão” que, advertiu a OCDE, pode ser longo e profundo.

Instituto divulga resultado preliminar do concurso para Educação do RN

cartão-pronto2 - Copia - CopiaO Instituto de Desenvolvimento Educacional, Cultural e Assistencial Nacional (IDECAN), organizador do concurso público para cargos de provimento efetivo de professor e especialistas em Educação do RN, regido pelo Edital nº 001/2015 (SEARH – SEEC/RN), divulgou o resultado preliminar das provas objetivas no site www.idecan.org.br.

Os candidatos poderão obter informações relativas ao desempenho nas provas mediante consulta individual, após o fornecimento de dados cadastrais (CLIQUE AQUI para acessar os resultados).

ProUni divulga lista de pré-selecionados na primeira chamada

Primeira chamada do ProUni vai ofertar 203.602 vagas de cursos de graduação
Primeira chamada do ProUni vai ofertar 203.602 vagas de cursos de graduação/Arthur Barbalho
Os candidatos a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) terão acesso hoje (25) à lista dos pré-selecionados na primeira chamada. O resultado está na página do programa na internet. Até o dia 1° de fevereiro os pré-selecionados deverão comparecer às instituições de ensino e comprovar as informações prestadas no momento da inscrição. Nesta primeira edição de 2016, o programa ofertou 203.602 bolsas para 30.931 cursos.
 
É responsabilidade do estudante verificar nas unidades de educação superior os horários e o local onde deve comparecer para a comprovação de informações. A perda do prazo ou a não comprovação das informações resultarão na reprovação do candidato. Entre as informações exigidas estão documento de identificação, comprovantes de residência, de rendimento dos estudantes e de integrantes do grupo familiar e comprovantes de ensino médio.O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 12 de fevereiro. Quem não for pré-selecionado em nenhuma das duas poderá entrar na lista de espera do dia 26 fevereiro ao dia 29 do mesmo mês. Por meio do ProUni, estudantes concorrem a bolsas de estudos parciais e integrais em instituições particulares de educação superior, com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições para o ProUni foram encerradas na última sexta-feira (22). O último balanço divulgado pelo Ministério da Educação registrou 1.425.575 candidatos inscritos, concorrendo às 203.602 bolsas oferecidas.
 
Da Tribuna do Norte

ProUni divulga amanhã lista de pré-selecionados na primeira chamada

Agência Brasil – Os candidatos a bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni) poderão conferir nesta segunda-feira (25) a lista dos pré-selecionados na primeira chamada. O resultado estará na página do programa na internet. De amanhã até o dia 1° de fevereiro os pré-selecionados deverão comparecer às instituições de ensino e comprovar as informações prestadas no momento da inscrição. Nesta primeira edição de 2016, o programa ofertou 203.602 bolsas para 30.931 cursos.

É responsabilidade do estudante verificar nas unidades de educação superior os horários e o local onde deve comparecer para a comprovação de informações. A perda do prazo ou a não comprovação das informações resultarão na reprovação do candidato. Entre as informações exigidas estão documento de identificação, comprovantes de residência, de rendimento dos estudantes e de integrantes do grupo familiar e comprovantes de ensino médio.

O resultado da segunda chamada será divulgado no dia 12 de fevereiro. Quem não for pré-selecionado em nenhuma das duas chamadas poderá entrar na lista de espera do dia 26 fevereiro ao dia 29 do mesmo mês.

Por meio do ProUni, estudantes concorrem a bolsas de estudos parciais e integrais em instituições particulares de educação superior, com base na nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). As inscrições para o ProUni encerraram na última sexta-feira (22). O último balanço divulgado pelo Ministério da Educação registrou 1.425.575 candidatos inscritos concorrendo às 203.602 bolsas oferecidas.