Category: Futebol

ABC vira pra cima do América-RN e é campeão do primeiro turno do Campeonato Potiguar

G1_ O ABC venceu o América-RN por 2 a 1 na Arena das Dunas e conquistou o título do primeiro turno do Campeonato Potiguar, a Copa Cidade do Natal. O Alvinegro precisou virar pra cima do Alvirrubro depois de sair perdendo aos 30 segundos de jogo. Hiltinho abriu o placar para o América-RN. Rodrigo Rodrigues empatou dois minutos depois, mas a vantagem era do rival. No segundo tempo, Ivan virou para dar o título ao ABC.

Fotos: Walmir de Queiroz

Imagens mostram sobreviventes escapando do incêndio que matou 10 no Ninho do Urubu

Atleta sai correndo de dentro de contêiner onde ficava o alojamento da base do Flamengo — Foto: Reprodução/TV Globo
Atleta sai correndo de dentro de contêiner onde ficava o alojamento da base do Flamengo — Foto: Reprodução/TV Globo

Imagens do circuito interno das câmeras do Ninho do Urubu, Centro de Treinamento do Flamengo, mostram atletas fugindo durante o incêndio que matou dez adolescentes e feriu três na madrugada desta sexta-feira (8).

No vídeo, os adolescentes saem de uma porta enquanto já era possível ver fumaça. O Globoesporte.com apurou que havia 26 pessoas no alojamento no momento do incêndio, por volta das 5h.

As chamas atingiram as instalações onde dormiam jogadores entre 14 e 17 anos que não residiam no Rio. A suspeita é que um curto-circuito em um ar-condicionado foi a causa do incêndio. Eram seis contêineres interligados que serviam de dormitórios.

G1

Ídolo de ABC e América-RN, Dedé de Dora morre em Natal

Ídolo de ABC e América-RN, Dedé de Dora morre em Natal

Morreu na madrugada desta segunda-feira, em Natal, o ex-jogador Dedé de Dora, ídolo de ABC e América-RN. Ele tinha 56 anos e estava internado há vários dias em um hospital da capital potiguar e lutava contra um câncer no pulmão.

Com a sua canhota potente e seus passes quase sempre certeiros, ele foi campeão potiguar por ABC e América-RN nas décadas de 80 e 90. Mas foi no Alvinegro que o meia-atacante realizou o seu sonho de garoto. Revelado nos torneios de bairros de Currais Novos, onde nasceu como José Gomes de Medeiros, o filho da Dona Doralice – daí o apelido – estreou como profissional no time da cidade, distante 185 km de Natal, para depois brilhar no ABC.

Também teve passagem curta e marcante pelo Cruzeiro, além de levantar quatro taças pelo Mecão poucos anos depois. Uma torção no joelho direito chegou a interromper sua carreira nos gramados por mais de um ano e, no fim, foi um dos motivos que o levou a pendurar as chuteiras atuando pelo seu time do coração, em 1994.

Aos 28 anos, Felipe Moreira faz pausa no futebol e agora ataca de empresário

Parou?” Essa é uma pergunta muito forte e que não é fácil para uma pessoa que ama e respira o futebol responder. E em meio a muitos casos de atletas que encerraram precocemente a carreira, Felipe Moreira tenta não desanimar e garante que ainda tem lenha para queimar. Depois de rodar por alguns clubes, incluindo Alecrim, ABC e América-RN, o atacante, hoje com 28 anos, recebeu uma proposta de maneira inusitada – através de uma rede social – e decolou rumo à Europa para defender as cores do FK Kukësi, da Albânia. Após ganhar destaque no time do Sudeste europeu, passou a conviver com atrasos nos salários e problemas contratuais, que o moveram a voltar ao Brasil, em janeiro. O jogador é o segundo personagem da série “Desilusão Futebol Clube”, do Globo Esporte RNGloboEsporte.com (veja no vídeo acima a reportagem de Victor Lyra).

– Futebol sempre foi a minha prioridade, mas agora, de momento, diante das minhas responsabilidades, decidi movimentar a cabeça para outras oportunidades. A realidade do futebol é bem complicada. O dia a dia do futebol não se resume só ao jogo, à festa. Diante das circunstâncias, eu vinha no meu melhor momento, sem dúvida nenhuma, na Albânia, tanto profissional quanto financeiro. Mas, no final do contrato, acabei tendo problemas e decidi dar uma pausa e refletir melhor – disse.

Devido à instabilidade da carreira, resolveu investir o que ganhou ao longo dos anos como jogador e abrir um negócio. Há cerca de quatro meses, recebeu o convite de um amigo para ir aos Estados Unidos e, durante uma ida a Recife para tirar o visto americano, conheceu a ideia de empreendimento que o fez, de cara, topar o investimento. Conversou com o sócio, que pesquisou e aprovou a ideia, e assim lançaram em Natal um espaço voltado para estudos, que oferece aos “concurseiros” uma alternativa aos métodos convencionais e conta com uma estrutura com mais privacidade, conforto e sossego.

 Eu sempre pensei em algo paralelo, algo que, quando eu parasse, me desse uma sustentabilidade, um retorno. Agora estou bem feliz com esse negócio aqui em Natal, que é um centro de estudos e isso está me fazendo dar sequência na vida, mesmo tendo saudades diárias do futebol. Que seja uma boa oportunidade essa no ramo de empreendedor, mas com a mesma vontade que eu estava no futebol e que a empresa vá fluindo para que eu ganhe confiança, como era no futebol – conta o novo empresário.

  • “Não parei. Apenas dei um tempo”
Felipe Moreira defendeu o FK Kukesi, da Albânia, em 2016 (Foto: Reprodução/Facebook)
Felipe Moreira defendeu o FK Kukesi, da Albânia, em 2016 (Foto: Reprodução/Facebook)

Do G1RN

Flamengo 1-0 Botafogo: seguir em frente, ainda que doa

André Fabiano/Código19/Gazeta Press
Matheus Fernandes sofreu dura entrada; juiz sequer marcou falta

Não foi dessa vez que cumprimos a missão de vingar 1999 na Copa do Brasil. O que parecia ser a caminhada dos sonhos rumo à glória nacional acabou se tornando um pesadelo de mais uma eliminação para o maior rival.

A verdade é que faltou futebol – dos dois lados, diga-se de passagem. Nos dois jogos, as duas equipes deixaram a desejar. Mas o Botafogo recuou demais, atacou de menos e viu o Flamengo ensaiar uma pressão; o suficiente para, em lance de plástica e sorte de Berrío, encontrar o único gol do confronto semifinal. A partir dali, o Alvinegro se perdeu de vez e não houve forças nem para tentar um improvável empate.

Apesar de não termos o elenco mais badalado e os cofres mais cheios, tínhamos mais brio e melhor desempenho. As classificações épicas e as vitórias gigantes nos deixaram mal acostumados e despreparados para o choque entre expectativa e realidade. Se ninguém no Brasil merecia mais um título do que nós, também é correto afirmar que, ao menos no papel, somos azarões e chegamos mais longe do que poderíamos imaginar lá em janeiro.

Dói, é claro que dói. Dói porque sentimos que merecíamos mais, que podíamos mais; dói porque esse grupo não merece voltar de cabeça baixa para o vestiário, porque essa torcida não merece as lágrimas de uma eliminação tão cruel. Dói porque esse time do Botafogo foi forjado para glórias, não para fracassos.

E é por isso que precisamos permanecer de cabeça erguida: o ano ainda não acabou. Ninguém disse que seria fácil, e o caminho ainda está ali, chamando, a apenas alguns passos da felicidade. Seis, para ser mais preciso. A Copa do Brasil acabou para nós, mas a Libertadores está mais viva do que nunca.

Não podemos permitir que essa derrota nos abale. Honrando nossas cores e fazendo valer nossas músicas, o apoio precisa ser incondicional daqui até o final. Precisamos seguir em frente, ainda que doa muito essa eliminação. Usemos o golpe, então, como combustível. A América nos espera sorrindo.

 

Fonte:http://espnfc.espn.uol.com.br/botafogo/preto-no-branco/16181-flamengo-1-0-botafogo-seguir-em-frente-ainda-que-doa

Opinião: o ano já “acabou”, e o Palmeiras não estreou; Cuca precisa ser cobrado

Cuca, técnico do Palmeiras, durante o jogo contra o Vasco, em Volta Redonda (Foto: André Durão)
Cuca, técnico do Palmeiras, durante o jogo contra o Vasco, em Volta Redonda (Foto: André Durão)

A Libertadores era a obsessão do Palmeiras, e o time perdeu para o Barcelona de Guayaquil nos pênaltis, mas jogando mal, correndo sério risco de ser eliminado ainda no tempo normal. Como o próprio Cuca falou, a dor dessa frustração ainda é forte e influenciou diretamente no empate com o Vasco em 1 a 1 neste domingo, em Volta Redonda. Mas é preciso seguir em frente. Não pode deixar essa dor demorar a passar.

Estamos no meio de agosto, e o ano já acabou para o Palmeiras. Eliminado no Paulistão, na Copa do Brasil e na Libertadores, o time fatalmente terminará 2017 sem levantar um troféu, já que está a 14 pontos do líder Corinthians, que tem um jogo a menos e não dá mostras nenhuma de que vá despencar. Acontece. Ser campeão não é o usual, é a exceção.

E não se trata aqui de cobrar pelo menos um título de todos os times da Série A, independentemente se o clube é rico ou não. Trata-se de cobrar futebol.

Leia mais no Link: http://globoesporte.globo.com/futebol/times/palmeiras/noticia/opiniao-o-ano-ja-acabou-e-o-palmeiras-nao-estreou-cuca-precisa-ser-cobrado.ghtml

Neymar chega ao PSG, pede estreia no sábado e diz que não busca protagonismo

Resultado de imagem para neymar
Foto: (Lionel Bonaventure/AFP)

Após quatro anos de sucesso no Barcelona, Neymar já está em sua nova casa. O atacante foi apresentado oficialmente nesta sexta-feira como jogador do Paris Saint-Germain e concedeu a primeira entrevista coletiva como atleta do clube, ao lado do dono da equipe, xeque Nasser Al-Khelaifi. O evento ocorreu na sala de imprensa do estádio Parc des Princes – onde o brasileiro terá seu primeiro contato com os torcedores neste sábado, antes do duelo entre o PSG e o Amiens, na estreia no Campeonato Francês. Neymar, inclusive, se colocou à disposição para entrar em campo na partida, dizendo que é “fominha”. O SporTV transmite o jogo ao vivo, às 12h15 (de Brasília), e o GloboEsporte.com acompanha em Tempo Real, com vídeos.

– Por que não amanhã? – disse, sorrindo.

A apresentação começou com muitos elogios do presidente, que chamou o astro de “melhor do mundo”. Neymar agradeceu e, na sequência, apontou que a busca pelo protagonismo – razão apontada pela imprensa mundial como a principal para a troca – não foi o que o levou a deixar o Barcelona de Messi e rumar para o Paris Saint-Germain. Incisivo, o astro afirmou que queria um novo desafio para a sua carreira.

– Não influenciou absolutamente em nada (o protagonismo). Meu desejo de vir ao Paris foi por querer um novo desafio, buscar algo diferente. Não é porque eu estava me sentindo incomodado lá, por protagonismo… Isso nunca busquei na minha vida, é totalmente relativo. É diferente falar de protagonismo, não é isso que quero, que eu vim buscar. Vim buscar algo novo, um desafio. Vim buscar os títulos que essa torcida e esse clube merecem. Vim atrás de novos títulos, desafios. Sou movido a isso, querer desafios, algo maior, estar sempre me superando. E por isso estou aqui – resumiu o novo camisa 10 do PSG.

Continuar lendo no Link http://globoesporte.globo.com/futebol/futebol-internacional/futebol-frances/noticia/neymar-e-apresentado-no-psg.ghtml

ABC segura o Globo FC no Frasqueirão e conquista o 54º título do Campeonato Potiguar

RESUMÃO DO GLOBO ESPORTE

  • O JOGO“ALÔ DEUS, A FRASQUEIRA AGRADECE!”O ABC superou o Globo FC na tarde/noite desta segunda-feira, data em que se comemora o Dia do Trabalhador, e com um empate sem gols no Estádio Frasqueirão, conquistou o 54º título do Campeonato Potiguar. Com a vantagem obtida no primeiro jogo, quando venceu por 1 a 0 no último sábado, o Mais Querido levantou o troféu e enlouqueceu a torcida do Frasqueira. É o primeiro campeão estadual desta temporada.

  • DESTAQUEÀ FLOR DA PELEO clima entre ABC e Globo FC se mostrou tenso desde o início do jogo. Com muitas faltas e provocações das duas equipes, o árbitro Caio Max teve muito trabalho em campo e “distribuiu” sete cartões amarelos e dois vermelhos para o lateral-direito Ângelo, do Globo FC, e Echeverría, do ABC.

  • DESTAQUEMUITO TRABALHO!Com um jogo muito travado, os destaques da partida foram os goleiros Edson, do ABC, Rafael, do Globo FC. Os jogadores tiveram muito trabalho em campo e seguraram as diversas tentativas dos atacantes adversários. Rafael recebeu atendimento médico da comissão da Águia diversas vezes, mas seguiu em campo.

  • DESTAQUEO PRIMEIRO TEMPOEm casa e com o apoio da massa alvinegra, o ABC dominou o primeiro tempo e teve grandes oportunidades para abrir o placar no Estádio Frasqueirão. As tentativas aconteceram com Echeverría, em uma falta que tocou na rede pelo lado de fora, e Felipe Guedes, que entrou sozinho na área e só foi parado pelo goleiro Rafael. Em outra boa jogada, Erivélton fez o cruzamento em busca de Nando, mas Rafael fez outra bela intervenção e tirou a bola da cabeça do centroavante alvinegro. Sem força ofensiva, o Globo FC se segurou como pôde, sob os gritos do técnico Luizinho Lopes. Do outro lado, a experiência de Geninho acalmou os jogadores abecedistas com instruções durante a partida.

  • DESTAQUEO SEGUNDO TEMPONa etapa final, a pressão mudou de lado e o Globo FC voltou mais ligado para o campo. Bismarck mandou um forte chute, em jogada pela esquerda, e obrigou Edson a fazer uma boa defesa. A resposta alvinegra foi com o meia Gegê, que acertou uma pancada em uma cobrança de falta, defendida de soco por Rafael. Com o passar do tempo, os jogadores do Mais Querido começaram a cadenciar o jogo, por jogarem com a vantagem do empate, enquanto o Globo FC apostou na velocidade de Romarinho, que deu muito trabalho à defesa adversária em tentativas pelas laterais. No fim da partida, o lateral-direito Ângelo, da Águia, e o meia Echeverría, do Alvinegro, se desentenderam e acabaram expulsos. Com a confusão, houve uma forte discussão entre os jogadores e o árbitro Caio Max consultou os assistentes para realizar as expulsões. Próximo do fim do jogo, os treinadores fizeram algumas substituições para mudar o resultado, mas a partida acabou empatada e com o título do ABC, o 54º troféu estadual do Mais Querido, o maior vencedor regional do país.

  • DESTAQUEPÚBLICO E RENDAA decisão entre ABC e Globo FC teve o maior público desta edição do Campeonato Potiguar. Com o feriado em homenagem ao Dia do Trabalhador, 12.210 espectadores estiveram no Estádio Frasqueirão (7.970 pagantes / 3.872 sócios / 368 não pagantes). A renda do jogo foi de R$ 186.715,00.

Fonte:http://globoesporte.globo.com/rn/futebol/campeonato-potiguar/jogo/01-05-2017/abc-globo-fc/

Comoção, luto e aplausos: Gil volta a Nova Cruz para seguir na eternidade

RN - velório Gil Chapecoense Nova Cruz (Foto: Andrea Tavares/GloboEsporte.com)
Segundo a PM, mais de 10 mil pessoas estiveram no velório e enterro de Gil (Foto: Andrea Tavares/GloboEsporte.com)

Comoção, luto e aplausos. A cidade de Nova Cruz, distante a 93 Km de Natal, viveu um dia de luto. O velório e o sepultamento do volante Gil, que morreu no trágico acidente aéreo com a delegação da Chapecoense, a caminho de Medellín, na Colômbia, causou um clima de consternação nos moradores da pequena cidade do interior do Rio Grande do Norte. Amigos, familiares, ex-companheiros de clubes pelos quais Gil jogou e uma multidão estiveram no ginásio Giovanna de Azevedo Targino para dar o último adeus e homenagear o jogador, que aos 29 anos, deixa mulher e duas filhas, um de cinco e outra de três anos.

O dia foi de expectativa para a chegada do corpo de Gil. Em voo comercial, o desembarque em Natal aconteceu por volta das 13h30. Do Aeroporto Internacional Aluízio Alves, o cortejo partiu para Nova Cruz. Quase quatro horas, uma multidão aos prantos estava aguardando o ex-jogador. A família foi a primeira a entrar no ginásio e ficou em profundo choro por cerca de uma hora. Logo depois, os portões foram abertos para a comoção da população novacruzense.

Às 19h, o corpo foi retirado do ginásio municipal e levado em cortejo fúnebre em um carro do Corpo de Bombeiros. A emoção tomou conta da cidade, que lavou as ruas até o cemitério público com as lágrimas de dor pela perda do filho mais ilustre.

Fonte: http://globoesporte.globo.com/rn/noticia/2016/12/comocao-luto-e-aplausos-gil-volta-nova-cruz-para-seguir-na-eternidade.html

 

Brasil arrasa Bolívia com 5 x 0

Crédito da Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Crédito da Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O técnico Tite venceu sua terceira partida consecutiva no comando da Seleção durante a noite desta quinta-feira. Na Arena das Dunas, pelas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo 2018, o Brasil goleou a Bolívia por 5 a 0 em uma atuação inspirada de Neymar.

Com 18 pontos ganhos, um a menos que o Uruguai, a Seleção encerra o primeiro turno no segundo lugar. Às 21h30 (de Brasília) de terça-feira, em Mérida, o Brasil enfrenta a lanterna Venezuela. Já a Bolívia, penúltima com sete pontos, pega o Equador às 17 horas do mesmo dia, em La Paz.

O atacante Neymar brilhou durante a partida disputada em Natal e, além de anotar o primeiro, deu as assistências para os gols de Filipe Luís e Gabriel Jesus. Philippe Coutinho e Roberto Firmino, substituto do palmeirense, também marcaram na Arena das Dunas.

Fonte: Portal Terra

Com um a menos, ASA arranca empate com ABC no fim e os dois se classificam

major_3

Um jogo para arrebentar os nervos do torcedor foi disputado neste domingo no Frasqueirão, em Natal. Jogando fora de casa, o ASA teve o lateral-esquerdo Igor expulso no segundo tempo, mas não se entregou e arrancou um empate por 2 a 2 com o ABC. O paraguaio Echeverria marcou os dois para o time de Natal, com Rafael e Reinaldo deixando tudo igual. O ABC se classificou em segundo lugar no Grupo A da Série C, e o ASA ficou em quarto, salvo pelo gol de Reinaldo aos 43 minutos do segundo tempo. Na próxima fase, quem passar pelo mata-mata, vai subir para a Série B do Brasileiro. Torcidas já estão mobilizadas.

CLASSIFICAÇÃO

O ABC encerrou a primeira fase da Série C na segunda colocação do Grupo A, com 30 pontos. Não foi líder porque perdeu para o Fortaleza no critério de gols marcados (26 x 24).  As campanhas foram quase iguias. Com 26 pontos, o ASA ficou na quarta posição.

http://globoesporte.globo.com/

 

A segunda divisão do Campeonato Potiguar começa neste final de semana

futebol-250x187

A Federação Norte-rio-grandense de Futebol (FNF) organizará, a partir deste sábado (10), mais um Campeonato Potiguar da Segunda Divisão. Cinco equipes disputarão o certame desse ano, que novamente dá vaga para o primeiro escalão do futebol potiguar em 2017.

As primeiras partidas do torneio serão disputadas neste sábado (10), às 15h. Em Ceará Mirim, no Estádio Barrettão, o Clube Atlético Potengi receberá o Visão Celeste com arbitragem de Carlos Alberto de Berto. Rômulo Bruno Campos e Gilvânia Dantas da Silva. No Nazarenão, jogam Clube Atlético Potiguar e Santa Cruz, com o comando de Tarcisio Flores da Silva, auxiliado por George Ítalo Antas Nogueira e Pedro Sanderson Sabino da Silva.

O Força e Luz é o outro clube que disputará a segundona, porém folgará nesta primeira rodada e estreará só no próximo sábado (17), em duelo contra o Atlético Potengi. O clube de Parnamirim é o único dos cinco clubes que conseguiu o título da competição, no ano de 2014.

De Robson Pires

Cuiabá vence América-RN na Arena das Dunas e ainda sonha com vaga

img_1788
América-RN x Cuiabá Henal (Foto: Canindé Pereira/Divulgação)

O Cuiabá tratou de esquecer a eliminação na Copa Sul-Americana, venceu o América-RN por 1 a 0, neste domingo, e voltou a sonhar com chances de classificação. A partida contou com bom público na Arena das Dunas, em Natal, pela 16ª rodada da Série C do Brasileiro. O único gol da partida foi marcado por Dakson ainda no primeiro tempo da partida que foi truncada, com confusão entre os times e que teve os dois treinadores expulsos pela arbitragem – Francisco Diá, do Mecão, e Roberto Fonseca, do Dourado.

Na próxima rodada, o América-RN enfrenta o Confiança, sábado, às 16h, na Arena das Dunas. O Cuiabá recebe o ABC-RN, domingo, às 16h, na Arena Pantanal. Com o resultado, o Cuiabá passou o América-RN na tabela de classificação – agora o Dourado tem 20 pontos, em 6º lugar. O time potiguar tem 19 pontos, em 7º lugar. Restam duas rodadas para o fim da primeira fase. Os quatro melhores garantem a vaga nas quartas de final.

Com promoção da diretoria, a torcida do Mecão respondeu e levou cerca de 13 mil torcedores ao estádio. A partida foi dividida em dois tempos, literalmente. Na primeira, o Cuiabá dominou e abriu o placar aos 20 minutos com Dakson, aproveitando cruzamento. Na segunda etapa, só deu América-RN, que parou em tarde inspirada do goleiro Henal. Nos acréscimos, Romarinho ainda acertou a trave do Cuiabá. Foi a primeira vitória do Cuiabá fora de casa nesta Série C – o time mato-grossense chegou a marca de seis jogos sem perder na competição.

Do G1RN