Category: Internacional

Trump responde a ministro e aumenta ameaças à Coreia do Norte

Resultado de imagem para Tramp

Londres – O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retomou a retórica contra a Coreia do Norte neste fim de semana, alertando o ministro das Relações Exteriores do país que ele e o líder Kim Jong-Un “não estarão por perto por muito tempo”, com Pyongyang montando um grande evento contra os EUA.

O Ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte, Ri Yong Ho, disse durante a Assembleia Geral das Nações Unidas, no sábado, que mirar os EUA com seus foguetes era inevitável após o “Sr. Presidente Maligno” ter chamado o líder de Pyongyang de “piloto de foguete” em uma missão suicida.

“Acabei de saber que o ministro das Relações Exteriores da Coreia do Norte falou na ONU. Se ele estiver transmitindo os pensamentos do pilotinho de foguete, eles não estarão por perto por muito tempo”, disse Trump, no Twitter, sábado à noite.

Trump e Kim têm trocado cada vez mais insultos e ameaças pessoais enquanto Pyongyang corre para atingir sua meta de desenvolver um míssil nuclear capaz de atingir os Estados Unidos – algo que Trump jurou impedir.

Analistas dizem que o crescimento da retórica está aumentando os riscos de um erro de cálculo de um lado ou do outro que pode gerar repercussões massivas.

A KRT, televisão estatal da Coreia do Norte, exibiu um vídeo no domingo mostrando dezenas de milhares de pessoas participando de um evento contra os Estados Unidos na praça Kim Il Sung em Pyongyang.

A KCNA, agência de notícias oficial da Coreia do Norte, disse que mais de 100 mil pessoas se reuniram para o evento no sábado e fizeram discursos apoiando os comentários que Kim fez mais cedo esta semana.

“Estamos aguardando o momento certo para ter a batalha final contra os EUA, o império maligno, e remover os EUA do mundo”, disse a KCNA, citando Ri Il-bae, comandante dos Guardas Vermelhos. “Uma vez que o respeitoso comandante supremo Kim Jong-Un der a ordem, nós iremos aniquilar o grupo de agressores”.

 

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/mundo/trump-responde-ministro-e-aumenta-ameacas-a-coreia-do-norte/

Secretário dos EUA reitera diplomacia com Coreia do Norte

Resultado de imagem para Rex Tillerson,
Rex Tillerson: “nós estamos muito desafiados, mas nossos esforços diplomáticos continuam inabaláveis”/ Foto: Internet

Washington – O secretário de Estado norte-americano, Rex Tillerson, reconheceu nesta sexta-feira que as crescentes tensões com a Coreia do Norte são desafiadoras, mas disse que esforços diplomáticos continuarão, em meio a retóricas agressivas e ameaças de confronto militar.

“Nós estamos muito desafiados, mas nossos esforços diplomáticos continuam inabaláveis”, disse Tillerson, em entrevista à ABC. “Nós implementamos as sanções econômicas mais fortes que já foram reunidas contra (o líder norte-coreano) Kim Jong Un”.

“Então ele está sendo testado com as sanções, com as vozes de todos os cantos do mundo”.

 

Fonte:http://exame.abril.com.br/mundo/secretario-dos-eua-reitera-diplomacia-com-coreia-do-norte/

Tempestade Irma atinge centro da Flórida com rastro de destruição

Furacão Irma na Flórida
Tempestade: por volta da 5h, o Irma seguia para o noroeste pelo centro da Flórida (Carlos Barria/Reuters)

Tampa, Flórida/Miami – O furacão Irma atingiu áreas densamente povoadas do centro da Flórida nesta segunda-feira, abrindo caminho pelo Estado norte-americano com ventos fortes, inundações litorâneas e chuvas torrenciais que deixaram milhões de pessoas sem eletricidade, arrancou telhados de casas e alagou ruas de várias cidades.

O furacão perdeu força gradualmente e se tornou uma tempestade tropical na manhã desta segunda-feira, segundo o Centro Nacional de Furacões dos EUA.

Por volta da 5h, o Irma seguia para o noroeste pelo centro do Estado e estava cerca de 100 quilômetros ao norte de Tampa, com ventos contínuos máximos de quase 120 km/h.

Uma grande área das costas leste e oeste do Estado continuam vulneráveis a inundações litorâneas, quando furacões elevam as águas oceânicas a níveis perigosamente anormais. Este risco se estende ao litoral da Geórgia e a partes da Carolina do Sul.

O diretor de gerenciamento de emergências da Flórida, Bryan Koon, disse que as autoridades esperariam até o raiar do dia nesta segunda-feira para iniciar os esforços de resgate e avaliar os danos, acrescentando ainda não ter o número de vítimas do Estado, segundo o jornal Miami Herald.

Os estragos parecem ter sido graves em Florida Keys, onde o Irma chegou à costa do Estado na condição de furacão de categoria 4, com ventos contínuos de mais de 215 km/h nas primeiras horas de domingo, disse o diretor de emergências do condado de Monroe, Martin Senterfitt, segundo o jornal.

Senterfitt disse em uma teleconferência que uma grande operação aérea de ajuda está sendo preparada pela Força Aérea e pela Guarda Nacional Aérea para levar socorro à cadeia de ilhas, que estão ligadas por uma série de pontes e pistas elevadas que partem de Key Largo, quase 160 quilômetros a sudoeste da pitoresca cidade de Key West.

No início desta segunda-feira o Irma provocou rajadas de vento de até 160 km/h por hora e chuvas torrenciais em áreas em torno de Orlando, uma das regiões turísticas mais populares da Flórida por causa de seus vários parques temáticos, informou o Serviço Nacional do Clima.

Em Daytona Beach, cidade do litoral leste situada cerca de 90 quilômetros ao nordeste de Orlando, ruas foram alagadas e as autoridades de emergência realizaram vários resgates em meio às águas elevadas, disse o Departamento de Polícia de Daytona Beach em sua conta de Twitter.

No domingo, o Irma fez sua primeira vítima fatal nos Estados Unidos — um homem encontrado morto em sua caminhonete, que se chocou com uma árvore devido aos ventos intensos na cidade de Marathon, em Florida Keys, disseram autoridades locais.

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/mundo/tempestade-irma-atinge-centro-da-florida-com-rastro-de-destruicao/

Temer posta mensagem de solidariedade aos brasileiros que estão na Flórida

Resultado de imagem para Temer
Foto: Internet

O presidente Michel Temer disse em uma postagem no Twitter, neste domingo, Temer disse que está acompanhando a chegada do furacão e colocou a rede de embaixadas e consulados brasileiros em “estado de alerta” para prestar todo o apoio necessário aos brasileiros afetados pelo furacão Irma, que já atingiu o sul da Florida.

— Minha solidariedade à comunidade brasileira e a todos os afetados. Coloquei nossa rede de embaixadas e consulados em estado de alerta para prestar todo o apoio necessário aos brasileiros afetados.

 

Fonte: http://noticias.r7.com/internacional/furacao-irma-causa-inundacoes-e-deixa-milhares-sem-luz-na-florida-10092017

Furacão Irma causa inundações e deixa milhares sem luz na Flórida

Ponta do tornado é visto em Fort Lauderdale
Ponta do tornado é visto em Fort Lauderdale Karina Bauza/Twitter/Reuters

furacão Irma chegou à Flórida Keys, um conjunto de ilhas ao sul da Flórida, na noite de sábado (9), classificado com categoria quatro, a segunda mais forte. Na manhã deste domingo (10), estações de monitoramento do NHC (Centro Nacional de Furacões, em inglês) indicavam a tempestade provocava ventos de 209 km/h. O olho do furacão se move pelas ilhas.

De acordo com a rede de televisão CNN, 560 mil pessoas estão sem energia elétrica no sul da Flórida. Em Miami, há ruas inundadas e árvores caídas. As ruas, totalmente vazias, são iluminadas pela intensidade dos raios e o forte vento se deixa notar nos edifícios da cidade, que recebem o impacto de objetos que saem voando devido às fortes sequências.

Em Miami Beach, a popular Collins Avenue também se viu inundada e se teme que os efeitos possam ser muitos piores à medida o furacão vá se aproximando e gere um possível aumento do nível do mar, o que afetaria as numerosas áreas costeiras da região.

As autoridades de Miami publicaram um aviso no Twitter de que as equipes de resgate não responderão a novos chamados de emergência na cidade devido à “força extrema dos ventos”. No Condado de Collier, os serviços também podem parar de funcionar.

 

Fonte:http://noticias.r7.com/internacional/furacao-irma-causa-inundacoes-e-deixa-milhares-sem-luz-na-florida-10092017

Maior terremoto no México desde 1932 deixa pelo menos 61 mortos

Juchitan: uma das regiões atingidas pelo terremoto (Jorge Luis Plata/Reuters)

México.- Pelo menos 61 mortos, mais de 250 feridos e 159 municípios em estado de emergência é o saldo preliminar do terremoto que na noite da última quinta-feira atingiu o México e uma parte da América Central, o de maior magnitude sofrido por este país desde 1932.

Diversos municípios do sul do México acordaram na sexta-feira entre escombros, edifícios danificados e sem energia elétrica, como consequência do terremoto de magnitude 8,2 na escala de Richter registrado às 23h49 (hora local) de quinta-feira.

Desde que a terra tremeu, o número de mortos não parou de subir.

O presidente Enrique Peña Nieto declarou três dias de luto nacional pelas vítimas fatais do terremoto.

De acordo com Peña Nieto, 45 pessoas morreram em Oaxaca (sul), 12 em Chiapas (sudeste) e quatro em Tabasco (sudeste).

Dos mortos em Oaxaca, 36 são do município de Juchitán. A prioridade nesse local, garantiu o presidente, é “restabelecer o abastecimento de água e alimentos, assim como atendimento médico às vítimas”.

As estimativas iniciais indicam que até 50 milhões de pessoas foram expostas ao terremoto no México e 37 milhões perceberam de maneira moderada ou forte.

A magnitude do terremoto, cujo epicentro ficou a 133 quilômetros ao sudoeste de Pijijiapan, em Chiapas, superou ao que foi registrado em 19 de setembro de 1985 (de 8,1 na escala Richter).

Embora não haja mortes ou danos maiores na capital, o som do alerta sísmico fez com que voltassem os fantasmas de 1985, quando milhares de pessoas morreram na cidade.

O Ministério do Interior emitiu uma declaração de emergência para 41 municípios do estado de Oaxaca. A região mais atingida pelo terremoto é a do Istmo de Tehuantepec, especialmente Juchitán.

Cerca de 7 mil casas, a metade do total, têm danos estruturais importantes, segundo o governador de Oaxaca, Alejandro Murat.

Além disso, há um policial desaparecido e que pode estar embaixo de escombros do Palácio Municipal, parcialmente destruído.

O Ministério da Marinha emitiu em Chiapas um alerta na região por risco de tsunami, com isso, quase 10 mil pessoas foram evacuadas, “principalmente na costa”, desde que ocorreu o terremoto, pouco antes da meia-noite, disse o governador Manuel Velasco.

Já o Ministério do Interior declarou emergência extraordinária para 118 municípios de Chiapas, enquanto o Exército lançou o plano DN-III, que deslocou aproximadamente mil soldados para as áreas afetadas.

Além disso, 100 membros da Gendarmaria foram transferidos para municípios necessitados.

Em Chiapas, Oaxaca e Tabasco, a rede rodoviária federal sofreu alguns danos “sem afetar a conectividade”, afirmou a Secretaria de Comunicações e Transportes (SCT).

As autoridades mexicanas pediram que permanecessem alertas após o terremoto, em antecipação a possíveis tremores.

O Serviço Sismológico Nacional (SSN) registrou que ontem, até às 13h (hora local), foram detectadas 337 réplicas. Entre elas, a de maior magnitude foi de 6,1 na escala Richter.

O México teve apenas no ano passado, 15,4 mil movimentos sísmicos, de acordo com dados da Universidade Autônoma Nacional do México (UNAM).

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/mundo/maior-terremoto-no-mexico-desde-1932-deixa-pelo-menos-61-mortos/

Novo teste da Coreia do Norte aumenta tensão sobre guerra nuclear

People walk past a street monitor showing North Korea’s leader Kim Jong-Un in a news report about North Korea’s nuclear test, in Tokyo
Coreia do Norte: nas últimas semanas, a Coreia do Norte ameaçou um teste de mísseis próximo à base americana de Guam, no Oceano Pacífico

Cinquenta e cinco anos depois de a crise dos mísseis entre Estados Unidos e União Soviética, o mundo está novamente às voltas com a guerra nuclear. No domingo, a Coreia do Norte confirmou o sucesso de seu maior teste nuclear, uma bomba de hidrogênio, capaz de ser lançada por seus mísseis balísticos intercontinentais.

A Coreia do Sul afirmou há pouco ter informações que a Coreia do Norte prepara o lançamento de um novo teste balístico. O país simulou, nesta segunda-feira, um ataque a uma base militar norte-coreana.

O anúncio do novo teste, e os registros de atividade sísmica nos países do Pacífico, deixaram os Estados Unidos e seus aliados, principalmente Coreia do Sul, Japão e China, em estado de atenção. A semana por vir deve ser decisiva em termos diplomáticos.

Os medidores de tremor da região apontaram que o teste foi 10 vezes mais forte do que o último, feito há cerca de um ano. Algumas cidades da China próximas à fronteira com a Coreia do Norte relataram tremores semelhantes a terremotos.

Nas últimas semanas, a Coreia do Norte ameaçou um teste de mísseis próximo à base americana de Guam, no Oceano Pacífico.

O país também disparou mísseis que passaram sobre o território japonês, um importante aliado dos norte-americanos. Ainda ontem, Trump se reuniu com seus consultores de defensa, entre eles o secretário James Mattis, para discutir a questão.

Mattis, secretário de Defesa, fez uma declaração ainda no domingo dizendo que qualquer ataque norte-coreano aos Estados Unidos ou seus aliados daria lugar a uma resposta militar massiva. “

Temos muitas opções militares e o presidente queria ser avisado de todas elas. […] Nós não estamos procurando aniquilar totalmente um país, leia-se a Coreia do Norte, mas, como dito, temos muitas opções”, disse Mattis em coletiva, alertando ao regime de Kim Jong-un.

Em sua conta no Twitter, Trump afirmou que planeja impor sanções econômicas a todos os parceiros comerciais dos Estados Unidos que mantêm relações com a Coreia do Norte.

Donald J. Trump 

@realDonaldTrumpThe United States is considering, in addition to other options, stopping all trade with any country doing business with North Korea.

Tradução:  “Os Estados Unidos estão considerando, além de outras opções, parar todo o comércio com qualquer país que faça negócios com a Coréia do Norte.”

A pressão dos Estados Unidos sobre os chineses é certa: ainda no domingo Trump afirmou que a “Coreia do Norte é uma vergonha para a China, que está tentando mediar a questão”. Com a crescente tensão contra Kim, a posição de mediador da China é cada vez mais delicada.

Há 55 anos o mundo escapou do conflito nuclear. Mas o presidente americano à época não era Donald Trump. O nível de incerteza é total.

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/mundo/novo-teste-da-coreia-do-norte-aumenta-tensao-sobre-guerra-nuclear/

‘É de uma singeleza ímpar’, diz Temer na China sobre decreto que extingue reserva de mineração na Amazônia

Na China, onde está em visita oficial, o presidente Michel Temer minimizou a polêmica em torno da extinção da Reserva Nacional de Cobre e Associados (Renca) um dia depois de o ministro do STF Gilmar Mendes dar dez dias ao governo para explicar a decisão.

“É uma questão jurídica. Vamos nos pronunciar sobre isso. Vocês sabem que lá havia uma exploração clandestina ilegal do minério. Vocês verificaram pelo decreto que foi expedido que há preservação absoluta de toda e qualquer área ambiental e de área indígena”, afirmou Temer a jornalistas.

Extinção de reserva na Amazônia pegou ambientalistas e centros de pesquisa brasileiros de surpresa
Extinção de reserva na Amazônia pegou ambientalistas e centros de pesquisa brasileiros de surpresa Foto: MÁCIO FERREIRA/ AG. PARÁ/FotosPúblicas

“O que há é uma regularização da exploração que se faz naquela região. Nada mais do que isso. É de uma singeleza ímpar”, acrescentou.

Mendes foi escolhido relator no STF da ação do PSOL contra o decreto que extinguiu a reserva, que está em uma área entre os Estados do Pará e do Amapá e tem 47 mil quilômetros quadrados, o tamanho equivalente ao território da Dinamarca.

Na terça-feira, a Justiça Federal já havia suspendido a decisão do governo.

A extinção da reserva, criada em 1984, vem gerando polêmica desde que foi anunciada, na semana passada. Assinado pelo presidente Michel Temer, o decreto nº 9.142 extinguiu a Renca e liberou a região para a exploração privada de minérios.

O governo afirma que cumprirá legislações específicas sobre a preservação da área. Mas especialistas alertam para os riscos para as áreas de proteção integral e terras indígenas que estão compreendidas dentro do perímetro da Renca.

 

Fonte:https://www.terra.com.br/noticias/brasil/e-de-uma-singeleza-impar-diz-temer-na-china-sobre-decreto-que-extingue-reserva-de-mineracao-na-amazonia,61e8740228813e9e6f73895195e7caa7pfopaxm7.html

 

Harvey, a tempestade que desafia Houston – e Trump

IDOSA AGUARDA RESGATE EM HOUSTON: o mais potente evento climático a atingir os Estados Unidos desde o furacão Katrina / Adrees Latif/ Reuters
Idosa Aguarda Resgate: o mais potente evento climático a atingir os Estados Unidos desde o furacão Katrina (Adrees Latif/Reuters)

A segunda-feira será dia de começar a contar os prejuízos da tempestade tropical Harvey, que atingiu a cidade de Houston, no Texas, no fim de semana. O Harvey era esperado como um furacão, mas perdeu força. Ainda assim, é o mais potente evento climático a atingir os Estados Unidos desde o furacão Katrina, que assolou Nova Orleans em 2005.

É o primeiro desastre natural do governo Donald Trump, e coloca à prova uma faceta ainda desconhecida do presidente. Trump confirmou que irá o Texas na terça-feira para verificar os estragos deixados pelas chuvas. Pelo Twitter, o presidente americano afirmou que a situação é “histórica”. “Inundação não tem precedentes, e está vindo mais chuva. O espírito das pessoas é incrível. Obrigado!”, afirmou.

No sábado, Trump afirmou que evitará cometer os erros de George W. Bush na resposta ao Katrina, quando sua resposta foi considerada tardia por analistas e moradores. Trump declarou estado de desastre no Texas, o que permite que ele envie recurso e ajuda federal. O Departamento de Saúde e Serviços Humanos declarou emergência sanitária no Texas e pediu que clínicas e hospitais atendam idosos e pessoas de baixa renda.

O governador do Texas, Greg Abott, afirmou à rede Fox News que “a situação é grave, e vai piorar”. A região de Houston recebeu mais de 60 centímetros de chuva nas últimas 24 horas, e entre 38 e 63 centímetros ainda devem cair até quinta-feira. As ruas da cidade estão alagadas, postes foram arrancados e o aeroporto está fechado. Duas pessoas morreram e 1.800 estão em abrigo. O Katrina, em 2005, deixou 1.800 mortos.

Mas a conta financeira no Texas tende a ser relevante em virtude da produção de petróleo. O litoral do estado concentra um terço das refinarias de petróleo do país e 20% da produção. No sábado, 112 plataformas foram evacuadas, o que representa 24,5% da produção diária de petróleo e 26% da de gás nos Estados Unidos.

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/mundo/harvey-a-tempestade-que-desafia-houston-e-trump/

Deslizamento de terra em Serra Leoa deixa mais de 200 mortos

Homem com guarda-chuva em rua cheia de água em Freetown, Serra Leoa, dia 14/08/2017
Freetown: deslizamentos de terra e enchentes são comuns durante a temporada de chuvas na África Ocidental (Instagram/dawncharris/Reuters)

Um deslizamento de terra deixou mais de 200 mortos nas redondezas da capital da Serra Leoa, Freetown, nesta segunda-feira, derrubando casas e deixando os moradores desesperados por notícias de familiares desaparecidos.

A Cruz Vermelha afirmou que 205 corpos foram levados para o necrotério central da cidade.

Muitas pessoas dormiam quando a montanha desabou, soterrando dezenas de casas, incluindo edifícios de dois andares, segundo testemunhas.

Debaixo de chuva, pessoas choravam observando uma encosta coberta de lama, onde antes havia dezenas de casas. Adama Kamara chorou quando descreveu uma tentativa fracassada de resgatar seu bebê de 7 semanas.

“Nós estávamos dentro de casa quando ouvimos o deslizamento de lama se aproximando. Tentei pegar meu bebê, mas a lama foi muito rápida”, disse Kamara, que escapou com algumas lesões. Ela afirmou que não tinha certeza o que aconteceu com o marido.

Deslizamentos de terra e enchentes são comuns durante a temporada de chuvas na África Ocidental, onde o desmatamento e a falta de planejamento das cidades colocam moradores em risco.

 

Fonte:http://exame.abril.com.br/mundo/deslizamento-de-terra-em-serra-leoa-deixa-mais-de-200-mortos/

Maduro diz que ataque contra base foi cometido por “mercenários”

Resultado de imagem para Maduro

Caracas – O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, disse no domingo que o ataque a uma base militar perto da cidade de Valência foi cometido por um grupo de cerca de 20 “mercenários”, e que dois deles foram mortos pelas forças militares, que os repeliram com sucesso.

Anteriormente no domingo, um homem que se identificou como Juan Carlos Caguaripano, ex-capitão da Guarda Nacional, anunciou a rebelião em um vídeo: “Exigimos a formação imediata de um governo de transição”. Ele estava rodeado por uma dúzia de homens com uniformes militares.

Uma testemunha na área de uma base militar na cidade de Naguanagua informou ter ouvido tiros antes do amanhecer, mas autoridades venezuelanas afirmaram ter controlado a situação.

 

Fonte: http://exame.abril.com.br/mundo/maduro-diz-que-ataque-contra-base-foi-cometido-por-mercenarios/

Jovem que freou ataque cibernético mundial é preso pelo FBI nos EUA

 Marcus Hutchins  (Foto: Frank Augstein/AP Photo)
Marcus Hutchins (Foto: Frank Augstein/AP Photo)

Marcus Hutchins, o especialista britânico em segurança digital de apenas 23 anos que freou o ciberataque mundial em maio, foi preso nesta quarta-feira (2) pelo FBI, enquanto ele participava de uma conferência hacker em Las Vegas, nos Estados Unidos.

A informação foi confirmada pelas autoridades norte-americanas ao site “Motherboard” e ao jornal “Telegraph”. Andrew Mabbit, amigo do jovem, afirma que Hutchins foi detido, mas não informaram para onde ele foi levado. Não está claro quais foram os motivos da prisão.

Depois de ter agido para frear o avanço do vírus de resgate WannaCry, que causou uma turbulência global por sequestrar sistemas conectados ao redor do mundo, Hutchins estava trabalhando com o serviço de segurança britânico.

O Centro de Segurança Cibernética Nacional afirmou ao “Telegraph” que está preocupado com a situação, mas é “inapropriado” comentar sobre a atuação de outras autoridades.

O jovem, conhecido como MalwareTech, estava nos Estados Unidos para participar de duas conferências hacker, a Black Hat e a Def Con, ambas em Las Vegas.

Fonte: http://g1.globo.com/tecnologia/noticia/jovem-que-freou-wannacry-e-preso-pelo-fbi-nos-eua.ghtml

Reações internacionais não fazem Maduro mudar de plano

Venezuela’s President Nicolas Maduro speaks during a meeting with members of the Defense Council of the Nation in Caracas
Maduro: quer eleger uma Assembleia Constituinte para substituir o Parlamento de maioria oposicionista (Miraflores/Reuters)

O plano do regime chavista de eleger uma Assembleia Constituinte, no dia 30, para substituir o Parlamento de maioria oposicionista e garantir sua permanência no poder sem eleições livres, está causando reações internacionais mais concretas.

O presidente Donald Trump ameaçou impor sanções contra a Venezuela se o governo seguir adiante com esse plano. A Espanha propôs à União Europeia (UE) que faça o mesmo e a Alemanha pediu que o presidente Nicolás Maduro volte atrás, assim como já havia feito a vizinha Colômbia.

“Os Estados Unidos não ficarão de braços cruzados enquanto a Venezuela desmorona”, declarou Trump em um comunicado. “Se o regime de Maduro impuser sua Assembleia Constituinte no dia 30 de julho, os Estados Unidos adotarão ações econômicas fortes e imediatas.”

Em reunião do Conselho de Ministros de Relações Exteriores da UE em Bruxelas, o chanceler espanhol, Alfonso Dastis, pediu na segunda-feira que o bloco discuta a possibilidade de impor sanções contra o governo venezuelano, se for realizada a Constituinte. Dastis qualificou a aprovação de uma nova Constituição, nos moldes pretendidos por Maduro, de um passo de “difícil retorno”.

O presidente venezuelano determinou que metade das 500 cadeiras da nova Assembleia seja preenchida por representantes dos conselhos comunais, controlados por seu Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV). Maduro decretou que o “primeiro ato” da Constituinte será instalar uma “Comissão da Verdade”, presidida pela ex-ministra das Comunicações Delcy Rodríguez, que ele chamou de “tigre” por sua feroz defesa do socialismo. A comissão investigará o “terrorismo”, que é como o presidente se refere à oposição.

Além disso, o propósito da nova Constituição é instituir um “Estado comunal”, no qual serão incorporados órgãos paralelos criados pelo chavismo, como os “coletivos”, milícias que defendem o regime, e as “missões”, agências de doutrinação e de trabalhos sociais.

Desde que perderam as eleições para a Assembleia Nacional, em dezembro de 2015, os chavistas têm evitado consultas populares. O Conselho Eleitoral, controlado pelo regime, impediu a realização de um referendo revogatório do mandato de Maduro, que levaria a nova eleição presidencial. Não foram realizadas as eleições estaduais que pela lei deveriam ter ocorrido em dezembro, e não há previsão para as eleições municipais, que deveriam acontecer neste ano.

Uma porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da Alemanha disse que o presidente venezuelano deveria rever o plano da Constituinte, depois do plebiscito promovido no domingo pela oposição, no qual mais de 7 milhões de eleitores votaram contra a sua convocação, pela realização de novas eleições e formação de um governo de união nacional, pediram que os militares protejam a Constituição vigente e sejam acatadas as decisões da Assembleia Nacional, que o Tribunal Supremo de Justiça, controlado pelos chavistas, anula sistematicamente.

“Do nosso ponto de vista, o plebiscito expressou claramente a vontade do país”, disse a porta-voz Maria Adebahr. “Embora o resultado não seja juridicamente vinculante, deve levar o presidente Maduro a rever a Constituinte.” A porta-voz acrescentou que a embaixada alemã em Caracas está em contato com representantes da oposição.

O chanceler venezuelano, Samuel Moncada, escolheu responder aos Estados Unidos, principal alvo do regime desde os tempos do ex-presidente Hugo Chávez, que morreu em 2013. “A Constituinte segue adiante”, assegurou Moncada. “Hoje o povo venezuelano é livre e responderá unido ante a insolente ameaça feita por um império xenófobo e racista.”

O chanceler acrescentou que, por instrução do presidente, o governo venezuelano está fazendo uma “revisão profunda” das relações com os EUA. “Não aceitamos humilhações de ninguém.”

Contra os vizinhos 

Moncada também anunciou que o governo declarou “persona non grata” os quatro ex-presidentes que atuaram como observadores no referendo de domingo da oposição: Jorge Quiroga, da Bolívia, Andrés Pastrana, da Colômbia, Laura Chinchilla e Miguel Rodríguez, ambos da Costa Rica.

O mesmo destino pode ter o atual presidente colombiano, Juan Manuel Santos. Ele se reuniu na segunda-feira com o ditador cubano, Raúl Castro, e, segundo o jornal inglês Financial Times, pediu que o ajude a mediar um processo de paz na Venezuela.

 

Fonte:http://exame.abril.com.br/mundo/o-cerco-a-maduro-cresce-mas-adianta/

Maduro convoca oposição para “novo ciclo de diálogo pela paz”

Mulher vota em pebliscito não oficial contra o governo do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, em Maracaibo
Plebiscito: oposição fez consulta popular que pretende pressionar Maduro a desistir de mudar a Constituição (Isaac Urrutia/Reuters)

O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, falou neste domingo e comemorou a grande afluência de pessoas para um simulado da votação para a Assembleia Constituinte que a administração planeja realizar no dia 30. As autoridades marcaram o simulado para a mesma data em que a oposição havia marcado uma consulta popular que pretende pressionar Maduro a desistir de mudar a Constituição e a negociar uma transição de poder.

“Eu faço um chamado à direita para conseguir a convivência, a harmonia, que deixem de ameaçar com a violência e faço um chamado para que logo nos sentemos a conversar em um novo ciclo de diálogo pela paz e a independência de nossa pátria que com a Constituinte, sim, é possível”, afirmou Maduro, segundo o jornal El Universal.

Já a oposição comemorou o fato de que dezenas de milhares de pessoas participaram da consulta popular contra a Assembleia Constituinte proposta pelo governo. Um ataque de um grupo partidário do governo deixou pelo menos uma mulher morta durante a consulta.

 

Fonte:http://exame.abril.com.br/mundo/maduro-convoca-oposicao-para-novo-ciclo-de-dialogo-pela-paz/

Ex-presidente do Peru e esposa já cumprem prisão preventiva

Ollanta e esposa
Humala: e esposa foram presos pelos supostos crimes de lavagem de dinheiro e associação ilícita para delinquir (Mariana Bazo/Reuters)

Lima – O ex-presidente do Peru, Ollanta Humala, e sua esposa, Nadine Heredia, entraram na noite de quinta-feira na cadeia do Palácio de Justiça, em cumprimento ao mandado de prisão preventiva de 18 meses, emitido pelo juiz Richard Concepción Carhuancho.

O casal chegou em uma caminhonete da polícia, após se apresentar no Tribunal Penal Nacional, onde o juiz aprovou o pedido da promotoria que investiga Humala e Heredia pelos supostos crimes de lavagem de dinheiro e associação ilícita para delinquir.

Ambos vestiam coletes à prova de bala e foram conduzidos até a cadeia, onde aguardam serem encaminhados para o presídio onde cumprirão suas penas.

O advogado de Humala, Wilfredo Pedraza, disse aos jornalistas que “neste momento a nossa prioridade é a garantia da segurança das duas pessoas nas duas prisões e do seu filho” Samin, de 6 anos, que ficou sozinho em casa.

Pedraza pediu “medidas razoáveis” ao Executivo para que a criança não fique exposta a alguma circunstância de perigo, diante da retirada da custódia policial na casa do ex-presidente.

Já as duas filhas maiores de Humala, de 15 e 13 anos, estão em uma viagem de estudos nos Estados Unidos e devem retornar ao Peru no final do mês.

O advogado acrescentou que o centro de detenção de Humala e Heredia “precisa ser um local onde não fiquem expostos e, como corresponde ao Executivo, garantir a segurança do casal”.

Enquanto isso, seu colega Julio César Espinoza estimou que em 20 dias poderão ter uma resolução do recurso de apelação apresentado nesta quinta, contra o mandado de prisão preventiva e confiou em que “um tribunal vai concluir que esta resolução é questionável”.

 

Fonte:http://exame.abril.com.br/mundo/ex-presidente-do-peru-e-esposa-ja-cumprem-prisao-preventiva/