Category: Nota

Nota de pesar pelo falecimento do delegado aposentado de Polícia Civil, Maurílio Pinto

NOTA DE PESAR
Maurílio Pinto
Assembleia Legislativa do RN

O Rio Grande do Norte deu adeus ao seu xerife Maurílio Pinto de Medeiros, neste sábado 19 de maio, por volta da 21h30, na Casa de Saúde São Lucas. Foram 47 anos de dedicados a Polícia Civil, sempre liderando e sendo um símbolo da Segurança Pública do RN.

A Assembleia Legislativa publica moção de pesar ao delegado. Sempre solícito, Maurílio Pinto de Medeiros teve sua trajetória de vida marcada com êxito no seu trabalho de investigar e elucidar crimes diversos, desde assassinatos a sequestros. Tinha uma rotina de combatente voraz contra os criminosos. Trabalhava sábado, domingo, feriado e – sua maior característica – atendia todos que o procuravam em seu gabinete.

Maurílio Pinto nos 47 anos de atividade, por 21 anos foi chefe de Polícia Civil, subsecretário e secretário adjunto da Segurança Pública do Estado, se aposentou em 2011, quanto estava à frente da Delegacia de Capturas/Polinter.

Aos familiares e amigos, a Assembleia Legislativa, em nome do presidente Ezequiel Ferreira de Souza e dos 23 deputados estaduais, expressa os mais sinceros votos de pesar, que a paz de Cristo os conforte e Deus receba o irmão Maurílio Pinto de Medeiros para o descanso eterno.

Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte
Palácio José Augusto

Mossoró: Tião Couto manda nota de esclarecimento ao blog explicando processo contra ele

Resultado de imagem para Tião Couto

NOTA DE ESCLARECIMENTO À POPULAÇÃO
Venho por meio desta esclarecer ao Rio Grande do Norte o contexto e a desinformação constante em reportagens veiculadas neste dia 08/02/2018 em alguns órgãos de mídia do RN.

Todas as informações publicadas foram uma cópia quase que exata do texto do advogado da prefeita Rosalba Ciarlini numa ação que ela ajuizou contra mim na justiça eleitoral de Mossoró, há cerca de um ano, portanto não se constituindo em nenhuma novidade.

As informações contidas nas matérias são exatamente os termos escritos pelo advogado de Rosalba na ação. Trata-se, portanto, de argumentos de uma só parte que sequer foram apreciados pelo juiz.

Aliás, só existem duas decisões judiciais tomadas pela justiça eleitoral de Mossoró sobre a prestação de contas da campanha eleitoral de 2016. A primeira aprovando integralmente minhas contas de campanha e a segunda desaprovando as contas de Rosalba.

A ação que Rosalba move contra mim é baseada em alegações jurídicas sem a menor chance de prosperar nas instâncias judiciárias, porque são desprovidas de fundamentação lógica e de provas. Mas, o intuito é outro, é criar um noticiário político paralelo negativo em torno do meu nome, confiando na morosidade do processo, que mesmo com o arquivamento que será o destino final desta ação, já se tenha tirado o devido proveito com a estratégia de “assassinato de reputações”.

Aliás, chama a atenção na publicação destas matérias, que em todas elas seja omitida o nome da autora da ação judicial, como se fosse uma ação anônima. Assim como nas matérias a construção dos enunciados se dá como se fossem fatos verdadeiros e não apenas alegações de uma das partes contra seu adversário político.

Feitas estas ponderações, esclareço que todos os pontos elencados com o objetivo de levantar suspeitas de conduta irregular de minha parte foram abordados, esclarecidos e acatados pela Justiça Eleitoral por ocasião da prestação de contas da campanha que ao final restaram aprovadas com trânsito em julgado.

Esclareço ainda que as matérias se equivocam quando citam o Ministério Público como origem dos pedidos de quebra de sigilo, quando na verdade são pedidos feitos pelo advogado de Rosalba.

Considerando que todas essas alegações patrocinadas por Rosalba Ciarlini já tinham sido objeto de apreciação das minhas contas de campanha e que ao final a Justiça as declarou aprovadas, torna-se muito grave reportagens que usem expressões como: fraude na minha campanha, abuso do poder econômico, uso de empresas fantasiosas, mascarar gastos, farsa na prestação de contas, farsa descrita, fantasia ilusória e criminosa, fraude na eleição, comandante de um esquema, indícios de ilegalidade.

É por demais gravoso a quantidade de adjetivos pejorativos contra minha pessoa numa matéria que se pretende jornalística e imparcial.

Feito o esclarecimento me dirijo ao leitor do blog para pedir que levem em consideração dois fatos importantes.

Que se trata de uma ação judicial não julgada e que a matéria traz enfoque quase exclusivo no que escreveu o advogado de Rosalba.

Que só tem uma decisão tomada até agora pela justiça. Minhas contas foram aprovadas e as contas de Rosalba foram rejeitadas.

Não façam julgamento precipitado agora, nem a favor e nem contra mim. Peço encarecidamente que esperem o fim da ação, o julgamento final. Aí sim, todas as máscaras cairão.

Atenciosamente,
Tião Couto.

Nota – Votação do regime previdenciário

A Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte vem a público anunciar que – em razão da decisão manifestada ontem pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Ricardo Lewandowski, que suspendeu o aumento da contribuição previdenciária para servidores públicos – NÃO HAVERÁ VOTAÇÃO do regime previdenciário no Poder Legislativo Estadual.
A decisão tem como base a prudência e, dessa forma, a Assembleia apreciará a matéria após definição nacional, com base no princípio da segurança jurídica.

Palácio José Augusto
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

Advogados do desembargador Francisco Barros Nega conduta desonrosa

Resultado de imagem para O desembargador Francisco Barros Dias

O desembargador federal Francisco Barros Dias, do RN,  foi preso ontem (30) pela a polícia federal em uma operação deflagrada no início da manhã. Ele é acusado de venda de sentenças junto a uma turma do TRF.

NOTA
A defesa do advogado Francisco Barros Dias afirma que a investigação partiu da incompreensão do exercício da advocacia.
Sobre a acusação de influência no Tribunal, a defesa considera a insinuação absurda e aponta que a investigação é despropositada, descabida e refuta totalmente os fatos em questão.
A defesa nega veementemente  a participação do advogado Francisco Barros Dias em qualquer conduta desonrosa e ressalta ainda que confia na Justiça e na verdade dos fatos.

Sindicato dos jornalistas do RN se solidariza com agredidos por Carlos Eduardo Alves

NOTA DE SOLIDARIEDADE
O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Rio Grande do Norte se solidariza com o jornalista Alex Costa, repórter da TV Ponta Negra, que nesta terça-feira (29) foi destratado pelo prefeito de Natal, Carlos Eduardo Alves, durante o exercício da profissão.
Não é a primeira vez que o excelentíssimo senhor prefeito desrespeita um profissional de imprensa da cidade que governa. O Sindjorn repudia tal atitude repetida vinda de gestor público que deve, por obrigação, dar satisfações à população da cidade que o elegeu.
O Sindicato dos Jornalistas jamais admitirá uma agressão como esta à liberdade de imprensa, vinda de quem quer que seja. Nenhum jornalista merece ser desrespeitado ou atacado durante o seu trabalho de levar informação ao público.
Certamente senhor prefeito, quem tem que criar vergonha na cara, não é o jornalista.
Sindjorn

PROCURADORES SAEM EM DEFESA DE MORO NO CASO DURAN

Resultado de imagem para Moro
Foto: da Internet

247 – Os procuradores da força-tarefa da Lava Jato divulgaram nota em defesa do juiz Sergio Moro, em razão da reportagem em que o advogado Rodrigo Tacla Duran acusa Carlos Zucolotto, amigo do juiz paranaense, de vender favores na operação.

NOTA:

1. A coluna de Mônica Bergamo no jornal Folha de S. Paulo deste domingo, 27 de agosto de 2017, reproduz, sem qualquer constatação de veracidade pela colunista, trechos de um “livro” fantasioso escrito por Rodrigo Tacla Duran, réu foragido da justiça brasileira.

 2. Nas reuniões de negociação entre esse réu e a força-tarefa Lava Jato no Ministério Público Federal em Curitiba, Rodrigo Tacla Duran esteve sempre e exclusivamente representando pelo advogado Leonardo Pantaleão.

 3. Em obediência à regra legal, o juiz federal Sérgio Moro não participou de qualquer fase das negociações do acordo de colaboração premiada.

 4. Nenhum dos membros da força-tarefa Lava Jato possui ou já possuiu relacionamento pessoal ou profissional com o advogado Carlos Zucolotto Jr., citado por Rodrigo Tacla Duran. Os procuradores jamais mantiveram com Carlos Zucolotto Jr. qualquer conversa sobre esse caso ou sobre qualquer outro.

 5. Durante as negociações, Rodrigo Tacla Duran revelou-se incompatível com os requisitos legais para a celebração do acordo, motivo pelo qual o MPF encerrou as negociações.

 6. Rodrigo Tacla Duran foi acusado pela força-tarefa Lava Jato por crimes de lavagem de dinheiro e de pertinência à organização criminosa, e se encontra foragido do país e confinado na Espanha.

 7. Os recursos ilícitos havidos por Rodrigo Tacla Duran da Odebrecht, no exterior, foram bloqueados por autoridades estrangeiras e permanecem nessa condição.

 8. A força-tarefa também solicitou a prisão de Rodrigo Tacla Duran, o que foi deferido pelo juiz Sérgio Moro, sendo requerida a difusão vermelha junto à Interpol para a sua prisão no exterior.

 9. Tacla Duran foi preso na Espanha e chegou a ter sua extradição autorizada para o Brasil, o que não ocorreu apenas por ausência de promessa de reciprocidade pelo governo brasileiro.

10. As inverdades propaladas por Rodrigo Tacla Duran não revelam mais do que a total falta de limites de um criminoso foragido da Justiça, acusado da prática de mais de 100 delitos de lavagem de dinheiro, cujo patrimônio – ilicitamente auferido – encontra-se bloqueado no Brasil e no exterior.

11. Diante da absoluta impossibilidade de enfrentar os fatos criminosos que lhe são imputados, Rodrigo Tacla Duran tenta desesperadamente atacar aqueles que o investigam, processam e julgam, no intuito de afastar o seu caso das autoridades que atuam na operação Lava Jato.

 

Fonte:https://www.brasil247.com/pt/247/brasil/314107/Procuradores-saem-em-defesa-de-Moro-no-caso-Duran.htm

Um carro é flagrado por radar em excesso de velocidade, mas o condutor é um cão

Radar que flagrou 'cachorro motorista' estava operando na Rua República Argentina, em Blumenau (SC)
Divulgação/Seterb de Blumenau

Radar que flagrou um cachorro como motorista estava operando na Rua República Argentina, em Blumenau (SC)

Agentes da Guarda Municipal de Trânsito de Blumenau, em Santa Catarina, tiveram uma surpresa ao analisar as imagens registradas nessa quinta-feira, 20, por um radar de trânsito da cidade.

A imagem intriga a todos que buscam uma explicação.

radar instalado na Rua República da Argentina flagrou um veículo trafegando a 71 km/h, portanto acima do limite de velocidade permitido na via (60 km/h). Até aí nenhuma grande novidade, mas a imagem registrada pelo equipamento chamou a atenção e viralizou na internet pois o condutor do carro modelo Polo (Volkswagen) aparentemente nem humano é, mas sim um cachorro (à primeira vista, da raça Schnauzer).

O curioso registro feito pouco antes das 11h da manhã dessa quinta-feira, na verdade, pode se tratar de uma ilusão de ótica provocada pela sombra – que estaria encobrindo o real condutor do carro (imaginamos que um humano), enquanto o cachorro estava em seu colo.

Além de ser multado por trafegar acima do limite de velocidade permitida na via, o motorista deverá ainda ser indenizado em R$ 130,16 por “dirigir o veículo transportando pessoas, animais ou volume à esquerda ou entre braços e pernas”, conforme versa o Código de Trânsito Brasileiro. A infração é classificada como de natureza “média”, que implica na perda de quatro pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

Em nota, o Serviço Autônomo Municipal de Trânsito e Transportes de Blumenau (Seterb) informou que o transporte adequado de cães em carros pode ser realizado de duas maneiras, ambas no banco de trás do veículo. “Uma é levar o cão dentro de uma caixa de transporte e prendê-la no cinto de segurança. A outra é colocar no cachorro um cinto específico, vendido em pet shops, e prender o material no cinto de segurança do automóvel”, explicou o órgão da prefeitura da cidade.

 

Fonte: Último Segundo – iG @ http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2017-07-21/radar.html

O PHS envia nota de pesar pelo falecimento da ex-governadora Wilma de Faria

NOTA DE PESAR
O Partido Humanista da Solidariedade (PHS) lamenta com profundo pesar e se solidariza com a família e todos os Norte-rio-grandenses pelo falecimento da ex-governadora Wilma Maria de Faria.
Pioneira na política do Rio Grande do Norte, tendo sido a primeira mulher eleita deputada federal, primeira prefeita de Natal e primeira governadora do estado, uma das lideranças mais carismáticas da história potiguar, gestora competente e mulher de coragem, deixa uma trajetória marcada pelo pioneirismo e ousadia e uma enorme lacuna na politica potiguar.
Em 1988 se elegeu a primeira prefeita de Natal, cidade que administrou por três mandatos (1988 1996 e 2000). Já no ano de 2002 marcou mais um capítulo da história política do estado, ao ser eleita a primeira mulher a governar o Rio Grande do Norte, liderando uma frente de pequenos partidos. Foi reeleita em 2006.
Wilma de Faria também foi vice-prefeita da cidade do Natal entre 2012 e 2016, e presidente estadual do Partido Socialista Brasileiro (PSB/RN) por 20 anos. Atualmente era vereadora de Natal pelo Partido Trabalhista do Brasil (PTdoB) para a legislatura 2017-2020.
A “Guerreira do Povo” faz parte da História do Rio Grande do Norte pelo seu trabalho e dedicação aos mais humildes, principalmente na área social. Com a sua partida entra para a história como uma das maiores líderes política do nosso Estado.
Descanse em Paz ao lado do Pai Eterno.
Leandro Carlos Prudencio
Presidente Estadual do PHS/RN

Deputado Ezequiel Ferreira envia nota de pesar pelo falecimento da ex-governadora Wilma da Faria

NOTA DE PESAR

O deputado Ezequiel Ferreira torna público o seu sentimento de pesar pelo falecimento da professora Wilma Maria de Faria, a cidadã potiguar que por mérito, trabalho, garra, coragem, determinação e espírito público, marcou a sua trajetória política com raro ineditismo e ousadia, destacando-se como a primeira prefeita de Natal, primeira deputada federal e primeira governadora do Estado.

Wilma de Faria norteou sua vida pública pelos caminhos da solidariedade e destacada visão social, deixando um legado importante para a população e a história do Rio Grande do Norte.

Aos seus filhos, deputada Márcia Maia, Ana Cristina, Lauro e Cíntia, aos seus irmãos e demais familiares e amigos, externamos a nossa solidariedade e votos de força e coragem nesse momento de profunda dor e emoção pela eterna ausência da mulher, cidadã, política e guerreira Wilma de Faria.

Assembleia Legislativa decreta luto de três dias por morte de Wilma de Faria

NOTA DE PESAR
WILMA DE FARIA

O Poder Legislativo, por intermédio dos representantes do povo, os deputados estaduais da 61ª legislatura da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, lamentam a morte da vereadora de Natal, ex-prefeita da cidade e ex-governadora do Estado Wilma Maria de Faria.

Professora ou Dona Wilma, como muitos a chamavam, faleceu aos 72 anos com trajetória marcada como primeira mulher eleita deputada federal no RN, primeira prefeita de Natal e primeira governadora do Estado, eleita e reeleita. Em sua trajetória política, a “guerreira” também somou o trabalho como deputada constituinte e vice-prefeita de Natal, com atuação na área social e liderança em todo o Rio Grande do Norte.

Por todo o trabalho na política e história do RN, o Poder Legislativo decreta três dias de luto oficial pelo falecimento da ex-governadora.

Em nome dos deputados estaduais e do presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira de Souza, a Assembleia presta sinceras condolências aos familiares, amigos e admiradores de Wilma, pedindo a Deus que conforte a todos.

Palácio José Augusto
Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte

Prefeito de Macau envia nota de pesar pelo falecimento da ex-governadora Wilma de Faria

*Nota de Pesar pelo Falecimento de Wilma de Faria, Ex-governadora do RN*
“`É com profunda tristeza, que nesse momento de perda irreparável, o prefeito de Macau Tulio Lemos se associa aos familiares, amigos e admiradores da vereadora de Natal e ex-governadora Wilma de Faria, falecida neste 15 de junho.“`
“`Na condição de jornalista, o prefeito Tulio Lemos testemunhou por mais de 20 anos todas as batalhas travadas na política pela ex-governadora, que teve em vida a marca de uma mulher forte e destemida, sempre disposta a enfrentar com a cabeça erguida os embates da vida.“`
“`Com a morte de Wilma de Faria, a cidade de Macau e o Rio Grande do Norte ficam órfãos de uma mulher que conseguiu como poucos políticos, trabalhar pelo nosso povo. Os dois governos de Wilma deixaram um importante legado para a Terra das Salinas com o saneamento básico, a Central do Cidadão, o Restaurante Popular, reforma em escolas, ampliação do programa do leite, Casa da Cultura, Farmácia de Todos e a tão sonhada ponte Nossa Senhora dos Navegantes.“`
“`A Guerreira, como carinhosamente passou a ser chamada também pelo povo macauense deu uma das maiores alegrias na campanha eleitoral de Tulio-prefeito, trazendo o sentimento de que a vitória estava mais próxima com a força do povo. Macau foi a única cidade do interior que ela visitou em campanha em 2016, contrariando até recomendações médicas, por esse gesto, o prefeito externa eterna gratidão.“`
“`Dona Wilma vai fazer muita falta não somente na cena política potiguar, ela deixa também uma grande lacuna na política de Macau, já habituada a conviver com a sua presença, cada vez mais forte e marcante nos últimos 15 anos.“`
“`Que Deus a receba em sua eterna misericórdia e conforte os familiares e amigos.“`
_Macau, 16 de junho de 2017._
*Tulio Bezerra Lemos-Prefeito de Macau*

Governador acompanha rebelião ao lado de auxiliares e aciona Ministério da Justiça

Do Governo do Rio Grande do Norte:
NOTA À IMPRENSA



A respeito da rebelião em curso no presídio de Alcaçuz, na região metropolitana de Natal-RN, o Governo do Rio Grande do Norte esclarece que:

1. A rebelião teve início por volta das 17h, partiu de uma briga entre presos dos pavilhões 4 e 5 e está restrita aos dois pavilhões. Estão sendo levantadas informações acerca do envolvimento de facções criminosas. A polícia está trabalhando no local para a contenção da rebelião.

2. Não há registro de fugas;

3. As informações quanto ao números de mortos e feridos estão em levantamento, com pelo menos 10 mortes confirmadas até o momento;

4. Desde o início da noite, o governador do Estado do Rio Grande do Norte, Robinson Faria, está no Gabinete de Gestão Integrada (GGI), com o secretário de Segurança Pública, Caio César Bezerra; o secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino; o presidente do Tribunal de Justiça, Expedito Ferrreira; o procurador geral de Justiça do RN, Rinaldo Reis; o comandante da PM, André Azevedo; e representantes das polícias civil e federal, Polícia Rodoviária Federal, Corpo de Bombeiros e Força Nacional, no comando das medidas para a contenção e resolução do problema nas próximas horas;

5. O governador Robinson Faria entrou em contato com ministro da Justiça, Alexandre de Morais, para que o Governo Federal acompanhe a situação do Estado, e pediu reforço da Força Nacional no lado externo do presídio, o que foi autorizado prontamente;

6. Não há registro de nenhuma ação externa aos presídios. O problema está restrito a Alcaçuz e a população pode seguir com suas atividades dentro da normalidade.

 

De Thaísa Galvão