Category: Notícias

Assembleia Legislativa promove ações em alusão ao Outubro Rosa

O Setor de Saúde e Bem-Estar, por meio da Diretoria de Políticas Complementares da Assembleia Legislativa, realizará a “semana rosa” em alusão ao Outubro Rosa 2019, entre os dias 14 a 18 de outubro, com ações de conscientização sobre o câncer de mama, com foco na prevenção e nos fatores de risco. As ações serão voltadas aos servidores da Casa e também à sociedade no geral.

As ações direcionadas para os servidores serão promovidas na sede e nos anexos da Assembleia Legislativa. Para sociedade em geral serão realizados mutirões de saúde nos seguintes locais: Shopping Estação zona norte (parceria projeto Casa da Justiça) e Cidade Alta (rua João Pessoa).

Durante a programação também serão realizados exames de mamografia de rotina, parceria com o Grupo Reviver, entre os dias 14 a 18 de outubro na Praça 7 de setembro, ao lado da Assembleia Legislativa. Este exame é recomendado para as mulheres de 50 a 69 anos, a cada dois anos.

A mamografia nessa faixa etária e a periodicidade bienal são rotinas adotadas na maioria dos países que implantaram o rastreamento organizado do câncer de mama e baseiam-se na evidência científica do benefício dessa estratégia na redução da mortalidade nesse grupo e no balanço favorável entre riscos e benefícios. Segue a programação:
 
Semana rosa ALRN
De 14 a 18 de outubro/2019      


Atividades
Dia 14 (Segunda)
Local: embaixo da tenda na Praça 7 de setembro, em frente à ALRN.
Palestra para sociedade sobre Prevenção e combate ao sedentarismo e obesidade (Importância do exercício Físico).     
•             Palestra às 09h com os educadores físicos da Casa;
•             Distribuição de laço/fita;
•             Orientações sobre autoexame.

Dia 15 (Terça)
Local: embaixo da tenda na Praça 7 de setembro, em frente à ALRN.
Palestra sobre prevenção de Infecção urinária. 
•             Palestra com a nefrologista Drª Almira Gabriela;
•             Distribuição de laço/fita;
•             Distribuição de material informativo.

Dia 16 (Quarta)
Local: Rua João Pessoa.
Conscientização e prevenção sobre o câncer de mama para sociedade.
•             Orientações sobre autoexame;
•             Orientações e convite para realização da mamografia;
•             Verificação de pressão;
•             Distribuição de laço/fita;
•             Distribuição de material informativo.

Dia 17 (Quinta)
Local: sede da ALRN
Conscientização e prevenção sobre o câncer de mama para servidores.
•             Orientações autoexame;
•             Conscientização sobre exame de mamografia;
•             Distribuição de laço/fita;
•             Distribuição de material informativo.

Dia 17 (Quinta)
Local: anexos da ALRN
Conscientização e prevenção sobre o câncer de mama para servidores.
•             Orientações autoexame;
•             Conscientização sobre exame de mamografia;
•             Distribuição de laço/fita;
•             Distribuição de material informativo.

Dia 17 (Quinta)
Local: Shopping Estação – zona Norte, em frente aos atendimentos do projeto Casa da Justiça. 
Conscientização e prevenção sobre o câncer de mama para sociedade.
•             Orientações autoexame;
•             Orientações e convite para Realização da mamografia;
•             Distribuição de laço/fita e
•             Distribuição de material informativo.

Dia 18 (Sexta)
Local: embaixo da tenda na Praça 7 de setembro, em frente à ALRN.
Palestra sobre como a obesidade e a má alimentação influenciam no câncer de mama.
•             Palestra com nutricionistas em alusão ao dia 11 e dia 16: como a obesidade e a má alimentação influenciam no câncer de mama?
•             Ginástica laboral;
•             Verificação pressão;
•             Orientações autoexame.

Encerramento
Foto oficial da semana rosa.      
Convidar todos os servidores da AL para vestir rosa e enviar a foto da equipe de cada setor para comunicação divulgar.

Boletim aponta que um local está impróprio para banho na Grande Natal

Praia de Pirangi está própria para banho. Apenas a foz do Rio Pirangi que não tem boas condições — Foto: Leonardo Erys/G1
Praia de Pirangi está própria para banho. Apenas a foz do Rio Pirangi que não tem boas condições — Foto: Leonardo Erys/G1

A foz do Rio Pirangi, em Nísia Floresta, é o único local impróprio para banho neste fim de semana. É o que aponta o boletim de balneabilidade feito pelo Programa Azul e divulgado nesta sexta-feira (11). O programa monitora 33 locais de banho, entre praias, balneários, rios e lagoas localizadas na Grande Natal – os demais pontos acompanhados estão próprios.

Essa é a quarta semana consecutiva em que a foz do Rio Pirangi se encontra sem condições para os banhistas.

O relatório tem validade até a próxima quinta-feira (17), quando um outro será divulgado com novas análises. O boletim da balneabilidade inclui praias de Natal, Extremoz, Parnamirim e Nísia Floresta.

Essa classificação da propriedade do banho da praia leva em conta a quantidade de coliformes fecais encontrada nas águas. A análise é baseada em uma resolução do Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama).

O boletim Programa Azul é feito em parceria pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente (Idema), o Instituto Federal de Educação Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte (IFRN) e a Fundação de Apoio à Educação e ao Desenvolvimento Tecnológico do RN (Funcern).

G1

Marinha vai notificar 30 navios após triagem sobre manchas de óleo

Foto de 8 de outubro mostra criança caminhando sobre manchas de óleo na praia de Pontal do Coruripe, em Alagoas. — Foto: Alisson Frazao/Reuters

Marinha do Brasil afirmou nesta quinta-feira (10) que, “após uma triagem das informações do tráfego mercante na região de interesse”, está notificando 30 navios-tanque de 10 diferentes bandeiras a prestarem esclarecimentos na investigação sobre a origem do óleo que já atinge 63 municípios de 9 estados do Nordeste brasileiro, e que já provocou a morte de pelo menos 12 tartarugas e uma ave.

“A Marinha entrará em contato com as autoridades competentes dos países dessas bandeiras, com a Organização Marítima Internacional e com a Polícia Federal, visando elucidar todos os fatos. As atividades em curso também têm apoio do Ministério da Defesa e Exército Brasileiro e de instituições dos EUA”, diz a nota encaminhada à TV Globo.

Segundo a Marinha, que classificou o fato como um “grave acidente de poluição por óleo”, a investigação mobiliza 1.583 militares de 48 organizações diferentes, além de 5 navios, uma aeronave e embarcações e viaturas pertencentes a autoridades ao longo do litoral nordestino, como capitanias dos portos, delegacias e agências.

Triagem de mais de mil navios

A triagem inicial focou em quase 1.100 navios-tanque que circularam entre 1º de agosto e 1º de setembro numa área de 800 km de distância da costa brasileira, entre Sergipe e Rio Grande do Norte, estão sendo analisados. As empresas donas desses navios e seus representantes no Brasil foram consultados para saber se registraram alguma anormalidade, de onde vieram, para onde foram e que tipo de carga estavam carregando.

“Nesse momento da investigação nós estamos trabalhando diuturnamente para isso. Desde o início das primeiras manchas, nós não fechamos nenhuma porta, nós não fechamos nenhuma linha de investigação ou mesmo de análise, que é o que nós fazemos aqui no centro integrado”, afirmou ao Jornal Nacional Gustavo Garriga, comandante do Centro Integrado de Segurança Marítima da Marinha (Cismar).

No Cismar, os militares da Marinha monitoram em tempo real a posição de milhares de navios que circulam pela costa brasileira. É ali que a Marinha investiga de onde veio o petróleo derramado no mar. Um inquérito foi aberto para apurar as responsabilidades, e o órgão também fez um estudo sobre como as correntes marítimas teriam ajudado a espalhar a sujeira.

Mais cedo na quinta, o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, negou que o governo tenha demorado a reagir ao vazamento. “Não só a investigação foi iniciada no dia 2 de setembro, como também foi sendo mobilizado ao longo do tempo, todos os recursos disponíveis para, não só realizar a limpeza dessas áreas, mas também para tentar mitigar a propagação desse vazamento para outras regiões”, afirmou ele.

Sequência de pontos atingidos

O que mais chama a atenção no vazamento de petróleo é a sequência dos pontos atingidos. Na animação abaixo, feita pelo G1 com base nos levantamentos divulgados pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama), é possível notar que a Paraíba foi o primeiro estado a receber as manchas.

Depois, Pernambuco e Alagoas, ao sul, e Rio Grande do Norte, Ceará, Piauí e Maranhão, ao norte. E, novamente ao sul, Sergipe e Bahia.

Até 9 de setembro já eram quase 140 pontos nos 9 estados nordestinos.

Correntes marinhas

O comportamento das correntes marítimas na costa brasileira já é amplamente estudado e conhecido. Por isso, para os oceanógrafos e meteorologistas da Marinha, não foi difícil criar um modelo que ajude a entender o deslocamento provável da mancha de petróleo.

Um gráfico feito pela Diretoria de Hidrografia e Navegação mostra que a corrente sul-equatoriana, que vem da Àfrica, se divide em duas ao chegar próxima ao litoral do país. O problema é que uma das vertentes, a que vem para o sul, de repente faz um giro de 180 graus e sobe para se juntar à corrente do norte do Brasil, que segue em direção ao Caribe.

A outra vertente segue para o sul e se junta à corrente do Brasil, na altura de Salvador. Foi esse comportamento, segundo a Marinha, que provocou a poluição de maneira aparentemente desencontrada. E, com certeza, inédita.

A Marinha criou um modelo para entender o deslocamento provável da mancha de petróleo — Foto: Reprodução/TV Globo
A Marinha criou um modelo para entender o deslocamento provável da mancha de petróleo — Foto: Reprodução/TV Globo

Fonte: https://g1.globo.com

Serestas ao Luar movimenta noite desta sexta-feira (11) no Centro Histórico de Natal

Serestas ao Luar movimenta noites de sexta-feira, a cada 15 dias, no Centro Histórico de Natal. — Foto: GP Fernandes

O cantor Ivando Monte é o convidado da 4ª edição do Serestas ao Luar, que acontece nesta sexta-feira (11). O acesso é gratuito e a concentração começa às 19h, na Praça Padre João Maria, Centro de Natal, com início do percurso previsto para as 20h. A cada apresentação, um novo convidado integra a banda. O projeto acontece quinzenalmente, às sextas-feiras, e tem edições confirmadas até dezembro.

Trata-se de uma seresta itinerante, que acontece pelas ruas da Cidade Alta. A banda toca clássicos da música romântica ao ar livre. O grupo fixo é formado por Ricardo Baya (viola), Fernando Botelho (violão), Jailton Torres e Bruno Pessoa (percussão), Carlos Zens (flauta), Fernandinho Regis (bandolim) e Robson Galvão (cavaquinho).

O som é ligado em um carrinho de duas rodas, que segue os músicos e, neste ano, ganhou pintura do grafiteiro paulista Dicesar Love, responsável também por algumas das artes estampadas nos muros do Beco da Lama.

No caminho, os seresteiros fazem paradas em pontos estratégicos – estações que foram nomeadas em homenagem a canções.

Projeto de sucesso

Três edições do Serestas ao Luar foram realizadas em 2014. Com a mesma organização, um outro projeto, através de lei de incentivo, saiu às ruas três anos mais tarde, em 2017. Foi o Serestas de Natal.

Diante do sucesso da época, a programação foi retomada pelos organizadores, com patrocínio da Prefeitura do Natal. A primeira edição aconteceu no dia 30 de agosto, com participação de Liz Noga. A segunda foi no dia 13 passado, com presença de Isaque Galvão.

Dez edições foram confirmadas, a partir da primeira. São diferentes cantores e cantoras convidados a cada realização. As serestas vão acontecer sempre às sextas-feiras, no mesmo horário, de 15 em 15 dias.

Confira a programação para as próximas edições

  • 11/10/2019 – Ivando Monte
  • 25/10/2019 – Rafael Barros
  • 01/11/2019 – Lene Macedo
  • 15/11/2019 – Dodora Cardoso
  • 29/11/2019 – Alzeni Nelo
  • 13/12/2019 – Nara Costa
  • 27/12/2019 – Renan Araújo

Fonte: https://g1.globo.com

Prefeita de Pedro Velho, RN, Patrícia Targino morre aos 59 anos

Patrícia Targino, prefeita de Pedro Velho, faleceu aos 59 anos — Foto: Cedida

Faleceu na madrugada desta sexta-feira (11), a prefeita de Pedro Velho, Patrícia Peixoto Targino (MDB), de 59 anos. Segundo secretários da equipe municipal, a gestora enfrentava tratamento por hemodiálise, por causa da problemas renais, teve uma piora e estava internada nos últimos dias. De acordo com o presidente estadual do MDB, ex-senador Garibaldi Alves, a gestora foi vítima de um infarto no hospital.

Patrícia Targino era servidora pública aposentada, solteira e não deixou filhos. Ela foi eleita prefeita do município de Pedro Velho em 2016 e exercia o mandato desde então. A última aparição pública no município, antes da piora do quadro de saúde, havia sido na semana passada, durante a festa do padroeiro da cidade. Durante o evento, ela fez seu último discurso.

O velório da prefeita começa às 11h no ginásio de esportes de Pedro Velho. A Missa de corpo presente está marcada para 16h, e o sepultamento, logo em seguida, no cemitério da cidade.

Deve assumir o cargo, a vice-prefeita, Dejerlane Macedo, que é do mesmo partido.

Fonte: https://g1.globo.com

Prefeituras do RN não têm onde descartar óleo recolhido em praias

Óleo recolhido pela prefeitura de Tibau do Sul está em estacionamento da prefeitura — Foto: Cedida
Óleo recolhido pela prefeitura de Tibau do Sul está em estacionamento da prefeitura — Foto: Cedida

A Prefeitura de Tibau do Sul, por exemplo, recolheu o material betuminoso das praias do município e acondicionou o material em sacos plásticos, que foram dispostos em bobonas. Porém, até esta quarta-feira (9), elas seguiam armazenadas na garagem da prefeitura.

“Estamos procurando outras alternativas, como a indústria do cimento, para vez a possibilidade de queima desse produto, e conversando com o DER para ver a possibilidade de usar esse óleo no processo de produção de asfalto das nossas estradas”, afirmou o diretor-geral do Idema, Leon Aguiar.

G1

Falha na segurança do DETRAN expõe dados pessoais de 70 milhões de escritos na web

Diretor do órgão não soube detalhar extensão do dano — Foto: Agora RN

Por portal Agora RN — Uma falha de segurança em um banco de dados do Departamento Estadual de Trânsito do Rio Grande do Norte (DETRAN-RN) expôs na internet dados pessoais de aproximadamente 70 milhões de pessoas, incluindo autoridades como o presidente Jair Bolsonaro. A informação foi divulgada nesta terça-feira, 8, pelo site Olhar Digital, especializado em tecnologia, e confirmada ao Agora RN pelo próprio DETRAN-RN.

Segundo o Olhar Digital, a falha permitia a qualquer usuário obter, apenas com o número do CPF, informações como endereço residencial completo, número de telefone, dados da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), foto, RG, data de nascimento e sexo. O site diz ter tomado conhecimento do problema a partir de uma denúncia feita por um pesquisador de segurança.

O site afirma que a fonte anônima explorou a falha no banco de dados do Detran-RN por três meses e descobriu, por meio de testes com variados números de CPFs gerados aleatoriamente, a falha que dava acesso ao banco de dados completo dos Detrans de todo o Brasil – que têm seus sistemas integrados e unificados.

“Por se tratar de um banco de dados de base nacional, era possível obter dados de qualquer pessoa, inclusive de figuras públicas como o presidente Jair Bolsonaro e seus filhos, o cantor Wesley Safadão, a apresentadora Xuxa, o atacante Neymar, o empresário Eike Batista, entre outros”, diz um trecho da publicação do Olhar Digital.

O pesquisador disse ao Olhar Digital que procurou o Departamento Nacional de Trânsito duas vezes para notificar a falha, mas diz que não obteve nenhum retorno do órgão. Na semana passada, ao tentar acessar o site novamente, a fonte anônima diz ter descoberto que a página que retornava com os dados não mostrava mais informações da ficha cadastral, mas continuava ativa e, assim, passível de ser acessada e explorada por algum invasor.

O diretor-geral do DETRAN-RN, Jonielson Pereira de Oliveira, confirmou ao Agora RNque a falha aconteceu, mas que o problema já foi corrigido. Ele não soube dizer por quanto tempo o sistema ficou vulnerável, a partir de que sistema era possível ter acesso às informações nem qual foi a extensão do vazamento dos dados pessoais. “Estamos fazendo um levantamento de onde veio a falha. Isso vai ser apurado pela equipe de informática. Houve uma falha no sistema, mas que já foi bloqueada”, resumiu o diretor do órgão.

O secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Governo do Estado, coronel Francisco Canindé de Araújo, também confirmou a ocorrência da falha no sistema do DETRAN-RN, mas não detalhou a extensão do dano. Ele afirmou apenas que um procedimento administrativo será aberto – provavelmente, já nesta quarta-feira, 9 – para investigar o problema.

Blog a Fonte

TCU suspoende campanha publicitária do pacote anticrime de Moro

A publicidade oficial do pacote anticrime custou R$ 10 milhões — Foto: © Isaac Amorim/MJSP

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – O ministro Vital do Rêgo, do TCU (Tribunal de Contas da União), determinou nesta terça-feira (8) a suspensão da publicidade oficial do pacote legislativo de endurecimento da legislação penal patrocinado pelo ministro Sergio Moro (Justiça).

Vital do Rêgo concedeu uma liminar para que o Palácio do Planalto suste as peças publicitárias do chamado projeto anticrime sob o argumento de que a divulgação oficial de uma proposição ainda em discussão no Congresso não se enquadra nos objetivos de “informar, educar, orientar, mobilizar, prevenir ou alertar a população para a adoção de comportamentos que gerem benefícios individuais e/ou coletivos”.

A decisão provisória será analisada ainda pelo plenário do TCU. “Na situação concreta, ao menos em juízo de estrita delibação, entendo que a utilização de recursos públicos para a divulgação de ‘um projeto de lei’ que, em tese, poderá, de forma democrática, sofrer alterações sensíveis após as discussões que serão levadas a efeito pela Câmara dos Deputados e pelo Senado Federal não atende aos requisitos de caráter educativo, informativo e de orientação social”, argumenta o ministro do TCU em sua decisão.

“Isso porque, como qualquer projeto de lei, o que se tem são teses abstratas que serão alteradas pelos legitimados a representar a população. Assim, não se poderia falar que tal campanha tem por objeto educar, informar ou orientar já que ainda não há uma regra decidida e aprovada pelo Poder Legislativo que reúna condições para tanto”, conclui Vital do Rêgo.

A publicidade oficial do pacote anticrime custou R$ 10 milhões e a ideia é que fosse veiculada até 31 de outubro. O objetivo da campanha é sensibilizar a população para que apoie punições mais rígidas para crimes, principalmente hediondos e cometidos por organizações criminosas.

O ministro do TCU tomou sua decisão em uma representação movida na corte de contas por partidos que fazem oposição ao presidente Jair Bolsonaro (PSL).

Os oposicionistas argumentaram que não é permitido ao poder Executivo patrocinar uma campanha publicitária com recursos públicos que trata de projeto de lei que ainda se encontra em discussão no Congresso.

“Diante do exposto, e considerando juízo de estrita delibação, acolho, no essencial, o requerimento formulado pelo representante e determino: à secretaria especial de Comunicação Social da Presidência da República, que suspenda a execução dos contratos firmados com vistas à divulgação do denominado ‘pacote anticrime’, até que o Tribunal [de Contas] se posicione sobre o mérito desta representação”, decidiu o ministro.

No final de semana, o próprio Bolsonaro adiantou que teria que cancelar a veiculação da propaganda por causa de processos judiciais impetrados pelo “pessoal de esquerda”.

Numa transmissão pela internet para a abertura do 3º Simpósio Nacional Conservador, em Ribeirão Preto (SP), o mandatário reclamou estar “entulhado” de processos. A seguir, o presidente afirmou que mais um processo chegaria à sua mesa.

Na mesma decisão, Vital do Rêgo também deu 15 dias para que o secretário especial de Comunicação da Presidência, Fábio Wajngarten, preste esclarecimentos sobre a campanha publicitária.

Blog a Fonte

Secretário executivo de Turismo da PB é preso na Operação Calvário

Foto: Da internet

O atual secretário-executivo de Turismo da Paráiba, Ivan Burity de Almeida, foi alvo de uma mandado de prisão preventiva na manhã desta quarta-feira (9), em mais uma fase da Operação Calvário, em João Pessoa. Jardel Aderico da Silva, ex-secretário de Promoção da Paz de Alagoas, e Eduardo Simões Coutinho, diretor do Hospital Geral de Mamanguape também são alvos das ações policiais contra o desvio de recursos públicos estaduais, corrupção e lavagem de dinheiro.

A operação foi deflagrada pelo Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado do Ministério Público do Estado da Paraíba, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Ministério Público Federal e Controladoria-Geral da União em João Pessoa, Santa Rita, Mataraca e em mais quatro estados.

Também são cumpridos 25 mandados de busca e apreensão contra o atual secretário de Educação Aléssio Trindade de Barros, como também em residências e empresas de José Arthur Viana Teixeira, Ivan Burity de Almeida, Pousada Potiguara/Camaratuba LTDA, Conesul Compercial e Tecnologia Educacional EIRELI, Márcio Nogueira Vignoli, Hilário Ananias Queiroz Nogueira, Editora Grafset LTDA, Vladimir dos Santos Neiva, J.R. Araújo Desenvolvimento Humano EIRELI/Editora Inteligência Relacional, este com localização em Ribeirão Preto/SP e Maceió/AL, Jardel da Silva Aderico, Antônio Carlos de Souza Rangel, Henaldo Vieira da Silva, Giovana Araújo Vieira, Mário Sérgio Santa Fé da Cruz, Eduardo Simões Coutinho, José Aledson de Moura, Instituto de Psicologia Clínica Educacional e Profissional (IPCEP) e Brink Mobil Equipamentos Educacionais LTDA, este último com localização em Colombo (PR), Curitiba (PR), Campina Grande do Sul (PR) e São Paulo (SP).

Estão sendo cumpridos, de forma simultânea, 13 mandados na Paraíba, sendo dois de prisão preventiva e 11 de busca e apreensão, nos municípios de João Pessoa, Santa Rita e Mataraca; quatro no Estado do Rio de Janeiro, três em São Paulo, cinco no Paraná, todos de busca e apreensão, além de dois mandados em Alagoas.

O secretário Executivo de Turismo do Estado, Ivan Burity de Almeida , foi preso na manhã desta quarta-feira (9), em João Pessoa, em nova etapa da operação Calvário. A nova etapa tem a ver com contratos do governo do Estado com o Instituto de Psicologia Clínica e Educacional (Ipsep), braço da Cruz Vermelha Brasileira (CVB).

A Operação Calvário foi iniciada com objetivo de investigar e desarticular uma organização criminosa que, por seus agentes e núcleos de atuação, foi responsável pela prática de atos de corrupção, lavagem de dinheiro e desvio de recursos públicos em contratos firmados com as unidades de saúde e educação deste Estado e cujos valores ultrapassam a barreira de 1 (um) bilhão de reais. Essa organização igualmente atuou em outras unidades da federação, a exemplo do Estado do Rio de Janeiro.

Polemica PB

Marília Mendonça ‘lamenta profundamente’ confusão registrada em show em BH

Marília Mendonça fez show em Belo Horizonte — Foto: Reprodução/TV Globo

Marília Mendonça se pronunciou, por meio de nota, na manhã desta terça-feira (8), sobre as confusões registradas no show realizado na Praça da Estação, no Centro de Belo Horizonte. O evento reuniu milhares de pessoas na noite de segunda-feira (7), com arrastões, brigas e lesões corporais registrados pela PM.

“Marília lamenta profundamente os fatos relatados e reforça que o projeto é uma maneira de retribuir ao seu público, através do show gratuito, o carinho que recebe dos fãs”, disse o comunicado oficial (leia a nota na íntegra no final desta reportagem).

De acordo com o major Flávio Santiago, porta-voz da PM, 46 boletins de ocorrência foram registrados pela corporação durante o show e 14 pessoas foram presas, por arrastões e tráfico de drogas.

Na apresentação surpresa e aberta ao público, a cantora gravou a música inédita “Graveto” para o projeto “Todos os Cantos”. Dona de hits como “Todo mundo vai sofrer”, “Supera”, “Ciumeira” e “Bem pior que eu”, Marília Mendonça tem percorrido o Brasil com shows gratuitos que só são divulgados no dia do evento.

O tumulto começou em frente ao palco, já no fim do show (veja abaixo). Muitas pessoas são vistas em um vídeo correndo pelas ruas. Um outro vídeo mostra um homem em cima de um sinal de trânsito. Nas imagens, ele quase cai, mas consegue se equilibrar e desce pelo poste.

Antes de o show começar, um homem foi esfaqueado em um bar ao lado da Praça da Estação. De acordo com a Guarda Municipal, o suspeito foi preso e a vítima, levada para o Hospital de Pronto-Socorro João XXIII.

A Polícia Militar informou que não divulga o número de pessoas que estiveram presentes, mas um relatório da corporação registrou que o evento havia sido autorizado e liberado pela polícia para um pico de 15 mil pessoas e que a apresentação reuniu “um público muito além do previsto”.

Ainda segundo major Santiago, o ofício apresentado pela organização do evento não afirmava que se trataria de um show de Marília Mendonça e que a corporação soube disso pelas mídias sociais.

“Os órgãos de segurança pública, tanto a PM quanto segmentos da prefeitura, tiveram pouquíssimo tempo para a reestruturação de seu trabalho”, disse o porta-voz da Polícia Militar.

Em nota, a produção local do show informou que adotou “todos os procedimentos necessários para a realização do evento na Praça da Estação“ e que o dimensionamento de público de 15 mil pessoas teve como base o que foi registrado “nas outras 15 capitais que receberam a turnê anteriormente”.

Um laudo de vistoria do Corpo de Bombeiros foi feito às 12h48 desta segunda-feira (7) na Praça da Estação. No documento, está descrito que o público esperado para o show era de 15 mil pessoas, com entrada controlada pela organização do evento com contagem manual e distribuição de pulseiras.

A cantora foi escoltada do hotel até a Praça da Estação, antes da apresentação, e depois, no caminho de volta para o hotel.

Nota da equipe de Marília Mendonça na íntegra

“Sobre o ocorrido no último show da Marília Mendonça em Belo Horizonte/MG, seguem alguns esclarecimentos:

– O projeto “Todos Os Cantos” consiste em fazer surpresa aos fãs de uma determinada cidade. A cantora chega em um local previamente organizado pela produção e realiza um show gratuito.

– A surpresa é para o público. Todas as autoridades locais são previamente avisadas e as autorizações solicitadas aos órgãos de segurança local, que libera o alvará para a realização do evento.

– Em cada cidade é feita uma estimativa de público, que dependendo do local, pode ser maior ou menor. Em Belo Horizonte, além das equipes da Policia Militar e da Guarda Civil, a produção da cantora contratou um contingente de mais 100 seguranças privados, além de seguir todas as orientações das autoridades locais.

– Marília lamenta profundamente os fatos relatados e reforça que o projeto é uma maneira de retribuir ao seu público, através do show gratuito, o carinho que recebe dos fãs. A cantora lamenta ainda o fato de que infelizmente, esse tipo de situação tem se tornado rotineira em eventos, pagos ou não, que acumulam um grande número de pessoas no Brasil.”

Fonte: https://g1.globo.com

Vídeo: homem é atingido por raio e sobrevive nos Estados Unidos

Alex Coreas, um homem de 27 anos, estava passeando seus três cachorros na quinta (3) na cidade de Spring, no estado do Texas, nos Estados Unidos quando foi atingido por um raio.

As imagens foram capturadas pelas câmeras de um hospital veterinário –um funcionário desse estabelecimento fez as manobras de reanimação.

Coreas, o homem atingido, se recupera em uma UTI. Ele sofreu queimaduras e perdeu parte da audição.

De acordo com o “Washington Post”, é notável que ele tenha vivido, porque o raio provavelmente o atingiu diretamente.

O fato de os cachorros terem fugido também é chamativo, porque animais de quatro patas são mais suscetíveis a morrer atingidos por raios que atingem o chão.

A explosão que saem dos calcanhares podem ser devido a dois fatores:

  • O calcanhar dele estava levemente fora do chão, e o raio seguiu no seu caminho
  • Não é o raio, mas, sim, poeira que foi iluminada

Ainda de acordo com o jornal, há algumas possibilidades que explicam como ele sobreviveu.

  • Se ele estava molhado e suado, parte da descarga elétrica pode ter passado por fora do corpo
  • O raio pode ser relativamente fraco

Fonte: https://g1.globo.com

Júnior Groovador anuncia leilão de baixo usado ao lado de Jack Black no Rock in Rio

Baixo vermelho, segurado por Jack Black, será instrumento leiloado por Júnior Groovador. — Foto: Cedida

A agenda e a rotina do potiguar José Edilson Firmino Silva Júnior, mais conhecido como Júnior Bass Groovador, mudaram completamente nas últimas semanas, após o “baixista dançarino” dividir o palco do Rock in Rio 2019 com a banda Tenacious D, do ator Jack Black. Mas, entre um show e outro, ele aproveita a fama repentina para ajudar outras pessoas, em especial, seus conterrâneos.

O músico anunciou que vai leiloar um dos dois contrabaixos usados no palco do rock e doar o valor arrecadado ao Hospital Infantil Varela Santiago – uma entidade filantrópica de Natal, que completa 102 anos no próximo dia 11 de outubro. O evento, segundo ele, está previsto para dezembro, mas ainda não há data definida.

“A ideia partiu da iniciativa de um amigo. A gente quer poder ajudar essa instituição e os pacientes. Quero contar com a presença de todos os norte-riograndenses. Vamos trabalhar, vencer e ajudar quem precisa”, comentou o artista em entrevista por telefone, ao G1, pouco antes de uma reunião de trabalho.

O instrumento fabricado por um luthier, e que tem preço estimado de R$ 6,2 mil, continua, até lá, sendo usado pelo músico durante suas apresentações. A agenda está cheia.

“Estou dando carga máxima à música. Vamos fazer algumas apresentações, uma turnê por São Paulo e pelo Sudeste, também já temos propostas para show no Rio Grande do Norte. Queremos aproveitar o momento para mostrar a qualidade da nossa música. Infelizmente, no estado, viver da música é muito difícil”, lembra o músico.

Atuando há 15 anos como músico profissional, Júnior Groovador dividia a vida no palco com a de vigilante. A carteira de trabalho segue assinada por uma empresa da capital potiguar, enquanto ele aproveita suas férias. Questionado se voltará a atuar como vigilante, o músico de 35 anos afirma que vai avaliar as possibilidades. O sonho é viver da música.

O encontro

O encontro artístico ocorreu após o músico e ator norte-americano assistir um vídeo em que Groovador, que toca forró, mistura o ritmo a um hit de Nirvana, além de apresentar sua dança inusitada. Nas redes sociais, o astro pediu ajudar para encontrar o potiguar, que garantiu que estava pronto para o encontro.

Fonte: https://g1.globo.com

Idema busca alternativas para limpeza e destinação de manchas de óleo em praias do RN

Manchas escuras também foram vistas na praia de Camurupim, no RN — Foto: Redes Sociais

As prefeituras do Rio Grande do Norte enfrentam dificuldades para limpar as praias e dar a destinação correta às manchas de óleo que surgiram no litoral do estado, segundo o diretor do Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Estado (Idema), Leon Aguiar. O órgão afirma que, além de orientar o recolhimento, está buscando alternativas para o descarte correto do petróleo cru.

Uma reunião do Idema com 11 prefeituras e órgãos federais foi marcada para esta quarta-feira (9), para discutir soluções para a limpeza das praias. Responsáveis pela limpeza, os municípios alegam que não têm condições de realizar o trabalho, por falta de recursos.

Duas possibilidade em análise são a queima ou o uso do material no processo de produção de asfalto no estado. De acordo com levantamento mais recente do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), pelo menos 43 trechos de praias potiguares foram atingidos pelas manchas de óleo. O estado tem o maior número de áreas afetadas, entre todos as unidades federativas do Nordeste.

“As prefeituras não podem descartar esse produto em um lixão ou aterro. Por isso estamos buscando empresas que podem recepcionar e dar destinação adequada, mas alguns (municípios) estão reclamando que não têm contrato e o valor desse serviço é mais caro. Estamos procurando outras alternativas, como a indústria do cimento, para vez a possibilidade de queima desse produto, e conversando com o DER para ver a possibilidade de usar esse óleo no processo de produção de asfalto das nossas estradas”, apontou o diretor.

Por enquanto, as prefeituras que não puderam contratar empresas especializadas estão sendo orientadas a “guardar” o material.

Leon Aguiar lembrou que o manuseio do produto tóxico pode ser perigoso e representa um problema de saúde pública. Para orientar os municípios sobre o assunto, uma nota foi publicada.

“Informamos que este resíduo é classificado, pelas Resoluções Conama 307 e 313/2002 e pela NBR 10004/2004, como resíduo Classe D (Conama) e Classe I (NBR), necessitando, portanto, de cuidados com a coleta, manuseio e descarte seguro”, diz a nota. “Em função disso, é importante que a coleta seja feita utilizando-se ferramentas como rastelos e pás, acondicionando provisoriamente o material em recipientes plásticos, enquanto o produto não for retirado do local, procurando proteger-se do contato direto com o resíduo, não podendo ser retirado por tratores”.

Em todo o país, já são 132 locais atingidos por manchas de óleo, no litoral do Nordeste, segundo o balanço do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente (Ibama) divulgado no último domingo (6).

Pelo menos 61 municípios foram afetados em 9 estados: Alagoas, Bahia, Ceará, Maranhão, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. O último estado a ser atingido foi a Bahia, na última quinta-feira (3).

O Governo Federal determinou investigação para o caso. A Polícia Federal do Rio Grande do Norte começou uma apuração do caso ainda em setembro.

Fonte: https://g1.globo.com

Mãe do ex-senador Garibaldi Filho morre em Natal,

Morreu na manhã desta segunda-feira (07) Vanice Chaves Alves, mãe do ex-senador Garibaldi Alves Filho e do Conselheiro do Tribunal de Contas do RN, Paulo Roberto Alves.
Dona Vanice era casada com o ex-vice governador e ex-senador Garibaldi Alves e avó do deputado Walter Alves e do vereador Felipe Alves, que foi pai no último final de semana.

Fonte: https://www.blogdojoaomarcolino.com