Category: Notícias

NO MUNDO: mortes pelo coronavírus é de 0,15% diante de outras mortes

Cresce número de vítimas de acidentes de trânsito envolvendo ...
Os acidentes de trânsitos ainda mantam muito em todo o mundo / Foto da Internet

Calculando os números assombrosos dos mortos em todo o mundo pelo o coronavírus, observamos que o percentual das vítimas fatais por esse vírus em comparação com os que morreram no mundo por qualquer outra situação, mortes violentas e mortes naturais, desde 01 de janeiro 2020 até do dia de hoje, 01 de abril, vemos que o percentual dos que foram a óbitos (respeitando-os) pelo Covid-19 é de 0,15% .

Segundo o site (https://www.worldometers.info/pt/) de informação mundial, os que morreram no mundo, por todas as situações diversas, que não é observado com tanto clamor pela as autoridades é de 14,8 milhões de falecidos, do começo do ano até agora. Enquanto o número de vítimas pelo coronavírus [e de 45.425.

Covid-19: O confinamento pode não está dando certo, pois após essa atitude radical só aumenta as mortes no mundo

EUA registram 100 mortes por coronavírus | VEJA

Pois é. A decisão adotada por muitos países, do confinamento total, pode não está colaborando para evitar a mortes. Tememos que o povo não suporte essas imposições, quando alguns perderão parentes e muitos perderão as condições de sustento econômico, muitas empresas quebradas e muitos desempregados. Um verdadeiro caos.

De ontem para hoje (01), morreram nos EUA 484 pessoas, e na Itália registrou–se, nesse mesmo período, segundo informações colhida na OMS pelo sítio infographics.channelnewsasia.com, 1.564 mortos. Tudo em 24 horas.

Segundo alguns doutores na área, o sol é um dos melhores aliados contra esse vírus, pois ele faz com que venhamos conceber a vitamina D.

Após se curar da Covid-19, mulher abre perfil em rede social para conversar e acalmar pacientes da doença no RN

Fotógrafa potiguar Isadora Aragão foi uma das primeiras infectadas com o novo coronavírus no RN — Foto: Arquivo Pessoal
Fotógrafa potiguar Isadora Aragão foi uma das primeiras infectadas com o novo coronavírus no RN — Foto: Arquivo Pessoal

A fotógrafa potiguar Isadora Aragão, de 28 anos, foi uma das primeiras pacientes diagnosticadas com o novo coronavírus no Rio Grande do Norte, ainda em meados de março. Hoje, sem sintomas, abriu seu perfil no Instagram (@isadoraaragao) para prestar apoio emocional às pessoas que estão sentindo os efeitos da doença, para tentar acalmá-las.

“Como já sofro de ansiedade, chegou uma hora que eu não sabia o que era sintoma do vírus e o que era da ansiedade. Então é importante que todos fiquem tranquilos. Abri meu perfil e tenho recebido muita mensagens, tanto com dúvidas sobre os sintomas, quanto em busca desse apoio emocional”, conta.

Isadora começou a sentir os sintomas da Covid-19 em 15 de março, 10 dias após ter contato com uma pessoa que também testou positivo para o novo coronavírus. No primeiro dia, teve dores abdominais. No segundo, veio a tosse seca e no terceiro dor de cabeça. Febre, diarréia, perda do olfato e paladar, além do cansaço, chegaram no 4º dia.

Segundo Isadora, o cansaço era tanto que só de sair de um cômodo para outro, tomar banho ou até mesmo levantar para ligar a TV já se sentia ofegante. “Mas é importante dizer também que esses foram os meus sintomas. Não necessariamente vai ser assim com todo mundo”.

Isadora Aragão relata que foi aí que procurou o Hospital Giselda Trigueiro, referência em infectologia no RN, onde ficou internada e dormiu por uma noite. Foi no Giselda também que fez o exame para confirmar a doença. Contudo só recebeu o resultado seis dias depois.

De manhã foi para casa, porém os sintomas persistiram. A fotógrafa diz que percebeu que eles se intensificaram por causa da ansiedade. “Por isso é importante ficar tranquilo. Procurar ajuda médica e se acalmar”, reforça.

Ela voltou ao médico mais duas vezes, na rede particular, onde fez exames que constataram que não tinha agravamento da doença. Isadora também procurou ajuda psicológica. A fotógrafa afirma que ficou em isolamento desde os primeiros sinais da Covid-19. “É importante isso: as pessoas, às vezes, continuam saindo de casa mesmo apresentando os sintomas iniciais. O isolamento social é muito importante”, disse.

Não houve ministração de medicamentos. Ainda de acordo com Isadora, ela se manteve em repouso, em casa, até que ficou curada, pois seu quadro não se agravou. A Secretaria de Estado da Saúde Púbica (Sesap) explica que a orientação do tratamento para os casos menos graves é para que os pacientes permaneçam em suas residências, isolados. Passados 14 dias, se não apresentarem mais os sintomas, são considerados curados clinicamente. Não existe um exame que ateste isso, mas a própria Sesap faz esse acompanhamento, por telefone.

Mesmo agora, livre da doença, Isadora Aragão segue em quarentena, para estimular que outras pessoas também permaneçam em isolamento.

“O isolamento social precisa ser feito para evitar o grande número de contaminação e a superlotação dos leitos, que é o que está sendo preocupante em outros países. A gente sabe que o sistema de saúde não tem vaga para um número grande de doentes. Então é importante seguir as recomendações do Ministério da Saúde e da OMS e permanecer em casa”, alerta.

Atualmente, a cidade de Natal tem 42 casos de novo coronavírus confirmados, dos quais 14 pacientes já receberam alta, outros quatro estão internados e os demais seguem cumprindo a quarentena. O Rio Grande do Norte registrou duas mortes por Covid-19, uma em Mossoró e outra em Natal, na noite de terça-feira (31). Ao todo, são 82 casos de Covid-19 no estado potiguar.

G1RN

Homem de 23 anos do RN é o mais jovem a morrer pelo coronavírus no Brasil

Matheus Aciole é a segunda morte por coronavírus no RN — Foto: Arquivo da família
Matheus Aciole é a segunda morte por coronavírus no RN — Foto: Arquivo da família

A Secretaria Estadual da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) e a Secretaria Municipal de Saúde de Natal confirmaram na noite desta terça (31) a segunda morte pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) no estado. Trata-se do gastrólogo Matheus Aciole, de 23 anos.

Ele é o mais jovem a ter morte pela Covid-19 confirmada no país, segundo dados das secretarias estaduais. Até as 6h desta quarta-feira, as secretarias registravam 203 mortes no Brasil e um total de 5.812 casos confirmados.

G1RN

Mais de 368.500 bebês nasceram hoje no mundo, enquanto você se cerca do medo

Sem baby-talking: por que conversar com os bebês é importante | VEJA
Foto da Internet

Hoje, dia 31 de março de 2020, nasceram mais de 368.500 bebês em todo o mundo. Mas a notícia do momento é apenas de que morrera, que morreram… como que Deus tenha abandonado o planeta a sua própria sorte.

Troque seu medo pela coragem, seja esperançoso neste momento de luta, não desista de sua fé. A ciência está enfraquecida, mas Deus não desistiu de você.

Creia!

Seis países contabilizam mais de 80% dos óbitos por coronavírus

Coronavírus: por que os EUA estão 'fracassando' no combate à covid ...
Foto da Internet

Os registros vindo direto da OMS apontam que dos 39.407 mortos em todo o mundo, até hoje (31), seis países concentra mais de 80% das mortes, estando todos eles em quarentena horizontal.

A Itália contabiliza a morte de 11.591 pessoas, a Espanha tem 8.181, os EUA contabilizou 3.173 , a China tem 3.305, na França foram 3.024 e no país Eu Corri conta com 2,898 mortes.

Todos esses países juntos contabilizam o número de 32.172 pessoas mortas. Todos estando cumprindo a quarentena.

Na contramão do que foi orientado ao mundo pela OMS, o país da Dinamarca desistiu da quarentena e voltou a abrir o comércio, por contabilizar situação em percentual igual o da Suécia que não adotou medida nenhuma. A Dinamarca tem uma população de 5,5 milhões, e contabiliza 2.815 caso identificados com 90 óbitos.

Teste positivo do coronavírus nos EUA atinge 140.886, mais de 97% estão bem

Nova York (Estado) - Cola da Web
Foto da Internet

Os EUA já identificou 140.886 pessoas com Covid-19 até o dia de hoje (30), mas destes mais de 97% estão bem.

Até o momento foi contabilizado 2.467 mortos, o Estado que mais tem registros de mortes é Nova York com 672 óbitos. Mas este Estado também tem temperatura que mede hoje (30) 7º Gruas Celsius.

Esta é uma informação obtida dos números oficiais da OMS.

Feira livre da Zona Oeste de Natal volta a funcionar após suspensão e registra aglomerações

Feira de Cidade da Esperança, na manhã deste domingo — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi
Feira de Cidade da Esperança, na manhã deste domingo — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

A feira livre que acontece na manhã deste domingo (29), no bairro Cidade da Esperança, Zona Oeste de Natal, registrou pontos de aglomerações durante a comercialização nas bancas. Evitar aglomerações é uma das principais recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para conter o avanço da Covid-19.

O movimento dos feirantes acontece após a Prefeitura de Natal recuar e liberar o funcionamento das feiras livres, que havia sido suspenso por uma semana. No sábado (28), após decisão do Executivo local as feiras retornaram com algumas restrições e cuidados como montagem das bancas respeitando uma distância de dois metros e a proibição da presença de feirantes idosos. Mesmo assim, os locais tiveram aglomerações.

G1RN

Secretaria de Saúde confirma primeira morte por coronavírus no Rio Grande do Norte

Luiz Di Souza tinha 61 anos — Foto: Redes sociais/Reprodução
Luiz Di Souza tinha 61 anos — Foto: Redes sociais/Reprodução

A Secretaria de Saúde do Rio Grande do Norte confirmou, no final da noite deste sábado (28), o primeiro óbito pelo novo coronavírus no estado. A vítima é um professor universitário de 61 anos, com histórico de diabetes, e que teve confirmação do diagnóstico para Covid-19 na última sexta-feira (27).

De acordo com a pasta, o paciente deu entrada em um hospital privado na cidade de Mossoró, Oeste potiguar, no dia 21 de março, com histórico de contato com um caso suspeito. O falecimento aconteceu na noite deste sábado.

O professor universitário Dr. Luiz Di Souza era lotado no Departamento de Química, da Faculdade de Ciências Exatas e Naturais da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN). A instituição comunicou o falecimento do professor em nota oficial e decretou luto.

Na nota publicada, a universidade lamentou a morte do professor e também informou que, devido aos riscos da doença, não haverá velório.

“A morte de um potiguar por Covid-19 reforça o que tem sido recomendado diariamente: a população que pode, deve ficar em casa, e todos devem seguir as orientações das autoridades sanitárias. Esse período exige de cada um de nós consciência e responsabilidade”, afirmou a pasta, em nota.

Até a manhã deste sábado (28), o estado registrou 45 casos confirmados e 1.130 suspeitos para a Covid-19.

G1RN

RN tem 45 casos confirmados de coronavírus em seis cidades

Com 17 novos casos confirmados neste sábado (28) pela Secretaria Estadual de Saúde, o Rio Grande do Norte passa a ter 45 pessoas com o novo coronavírus – Covid-19. De acordo com o boletim epidemiológico, ainda há 1.130 casos suspeitos e foram 323 descartados no estado. O número de óbitos em investigação caiu de quatro para três.

Até esta sexta-feira (27), 28 pacientes tinham testado positivo para a doença e havia 1.130 notificações com suspeita para a doença, além de 282 casos descartados.

G1RN

Assembleia institui sessão remota para votação parlamentar

A pandemia do coronavírus tem efeitos na saúde da população em todo o mundo. Para manter a regularidade na atividade legislativa e minimizar as possibilidades de transmissão do vírus, a Assembleia do Rio Grande do Norte oficializa o Sistema de Deliberação Remota (SDR) para atividades no parlamento potiguar.

“Vamos assegurar a tramitação de projetos de lei desenvolvidos pelos deputados estaduais e as medidas adotadas pelo Legislativo no Rio Grande do Norte, preservando a saúde dos parlamentares e servidores e minimizando os riscos das sessões presenciais”, garante o presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB).

O SDR terá por base uma plataforma que permita o debate e a votação, em vídeo e áudio, entre os parlamentares, e terá requisitos operacionais, funcionando em plataformas de comunicação móvel em aplicativo ou via computadores conectados à rede mundial de computadores (internet).

De acordo com o diretor de Gestão Tecnológica, Mario Sérgio Gurgel, os procedimentos instituídos no SDR, serão instituídos desde a primeira sessão, ficando admitidos pronunciamentos referentes ao tema pautado, pelo prazo improrrogável de 5 minutos, de acordo com o Regimento Interno. “A plataforma tem segurança na tecnologia da informação e garante uso virtual de todos os parlamentares ao mesmo tempo”, comemora.

Na próxima semana, os deputados estaduais farão o treinamento online e o cadastramento do equipamento para instalar o aplicativo desenvolvido internamente pela Diretoria de Gestão Tecnológica e aprovado de acordo com as regras do Senado Federal.

As sessões legislativas – que ocorrerão temporariamente de maneira virtual – também serão transmitidas pela Tv Assembleia no canal aberto 51.3 no site da ALRN al.rn.leg.br e nas redes sociais @assembleiarn.

700 milhões de chineses podem já está com coronavírus e imunizados

Com a divulgação de apenas um pouco mais de 81 mil infectados na China, e 3.292 mortos por causa do coronavírus, segundo o médico e deputado federal, Dr. Osmar Terra, do Rio Grande do Sul, quando o vírus vem se manifestar em alguém, já há muitas pessoas contaminadas e não apresentam sintoma algum.

Então o Covid-19 pode já está em muitos lugares e não esteja causando os estragos apocalípticos por alguns propagados, causando terror nas pessoas.

No Brasil, o vírus tem mais dificuldades de se manisfestar com mais rapidez por ser um país tropical, se concentrando em uma região mais fria.

No Nordeste a catástrofe propagada pelos que interessam em assombrar o povo, pode não acontecer.

O que se deve fazer, segundo os especialistas, é lavar as mãos e proteger a todo custo possível os idosos e os que sofrem de doenças graves.

Covid-19: o percentual de mortes nos EUA é bem menor do que na Itália

Unidades de saúde coletam amostras para testes de Covid-19 ...
Foto da Internet

Os EUA vêm contabilizando um aumento esperado pela contaminação, identificada, pelo Coronavírus, chegando hoje (27) ao número de 85.505 contaminados (os que foram registrados) contra 1.288 mortes. Um percentual de 1,4% de óbitos.

Na Itália, apesar de agora de ter uma contaminação menor do que os EUA, há um percentual de morte bem maior do que no país americano, o que pode comprovar que não é apenas o Covid-19 que esteja matando na Itália.

Segundo especialistas, o país europeu sofre uma crise com a junção de dois vírus, o H1N1 e o Covid-19, além de contar com a gripe normal que nessa época sempre morre muita gente em todo o mundo.

A Itália contabilizou hoje (27) o número de 80.539 infectados registrado, contra o número de 8.215 mortes. Um percentual de de mais de 10% de óbito. Isto é, a Itália conta com 10% de mortes contra 1,4% dos EUA, o que pode ser, no futuro, comprovado de que não é apenas o Covid-19 que esteja matando toda essa gente na Itália.

Governo Bolsonaro: veja quem pode receber o “benefício de R$ 600” por causa do Covid-19

André Zara: Seu medo te impede de ganhar dinheiro? - Money Times
Foto da Internet

O benefício do governo federal, sob o comando do presidente Bolsonaro, de R$ 600 para os autônomos pode alcançar cerca de mais de 24 milhões de trabalhadores espalhados em todo o Brasil.

A princípio está sendo divulgado que esse trabalhador deve, apesar de autônomo deve ser formal (com registro), e que tenha no máximo uma renda per capita de R$ 522,50 por pessoa, não podendo ultrapassar o valor total por família de R$ 3.135,00.

Exemplo: uma família, que vive como autônomo, que ganha um salário mínimo, e tem três pessoas, poderá receber o benefício. Essa é a previsão.

A medida vai beneficiar os que são do MEI, não podendo ser acumulado com os que recebem o Bolsa Família.

Para ter acesso ao auxílio, a pessoa deve cumprir, ao mesmo tempo, os seguintes requisitos:

  1. Ser maior de 18 anos de idade;
  2. Não ter emprego formal;
  3. Não receber benefício previdenciário ou assistencial, seguro-desemprego ou de outro programa de transferência de renda federal que não seja o Bolsa Família;
  4. Renda familiar mensal per capita (por pessoa) de até meio salário mínimo (R$ 522,50) ou renda familiar mensal total (tudo o que a família recebe) de até três salários mínimos (R$ 3.135,00); e
  5. Não ter recebido rendimentos tributáveis, no ano de 2018, acima de R$ 28.559,70.

A pessoa candidata deverá ainda cumprir uma dessas condições:

  1. Exercer atividade na condição de microempreendedor individual (MEI);
  2. Ser contribuinte individual ou facultativo do Regime Geral de Previdência Social (RGPS);
  3. Ser trabalhador informal inscrito no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico); ou
  4. Ter cumprido o requisito de renda média até 20 de março de 2020.

Fonte: IG

Mais de 113 mil doentes do Coronavírus foram curadas

Idosa de 95 anos é curada do coronavírus
Italiana, idosa de 95 anos, foi curada de coronavírus/Foto da internet

Infelizmente a maioria das notícias só noticiam os contaminados e os mortos pelo coronavírus, esquecem de divulgar o número dos que foram curados.

Segundo as informações da OMS foram curadas mais de 113 mil pessoas. Isto é, mais de 25% dos que sofreram maiores complicações. Neste caso, o percentual de mortos estão em média de 4,2 %.

Foram infectados 504.962;

Os curados somam 113.610 pessoas; e 24.379 mortos.