Category: Notícias

Potiguar preso na Paraíba é condenado a quase 100 anos de prisão

Operação conjunta prendeu homem que está entre os mais perigosos do Rio Grande do Norte — Foto: Walter Paparazzo/G1
Operação conjunta prendeu homem que está entre os mais perigosos do Rio Grande do Norte — Foto: Walter Paparazzo/G1

O homem preso por policiais civis da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) nesta sexta-feira (25), em João Pessoa, tinha cinco mandados de prisão em aberto em desfavor dele, totalizando quase 100 anos de prisão. José Jocenildo de Morais Fernandes, mais conhecido como “Nildinho” ou “Farofa”, 38 anos, é natural de Caraúbas, município da região Oeste do Rio Grande do Norte, e estava foragido desde 2016.

Ele estaria residindo em João Pessoa há dois anos e também era considerado foragido pela Justiça da Paraíba.

De acordo com a Polícia Civil, Nildinho é integrante do chamado “Novo Cangaço”, que praticou roubos a agências bancárias e carros-fortes no Rio Grande do Norte e na Paraíba. Ele seria o responsável por explodir os cofres das agências.

Segundo as investigações, os últimos crimes da organização criminosa que ele integra ocorreram no município de São Paulo do Potengi, a 71 km de Natal, em setembro de 2018. A quantia roubada seria de R$ 1,5 milhão. Na oportunidade, houve confronto com policiais da Deicor e um dos suspeitos morreu.

Nildinho também é condenado por ter assassinado os irmãos do então prefeito de Campo Grande, Cézar Veras e Vicente Veras, de acordo com as investigações, contratado por Valdetário Carneiro, bandido que chefiava quadrilha no interior do Rio Grande do Norte e que foi morto em 2003.

G1RN

Violência no CE: 58% das jovens assassinadas em 2018 não frequentavam escola

Ceará teve recorde de violência contra garotas com idade entre 10 e 19 anos — Foto: Roos Koole/ANP/Arquivo
Ceará teve recorde de violência contra garotas com idade entre 10 e 19 anos — Foto: Roos Koole/ANP/Arquivo

Uma pesquisa do Comitê de Prevenção e Combate à Violência, da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará, aponta que 58,06% das adolescentes assassinadas em 2018 no Ceará não frequentavam unidades escolares regularmente. O dado consta no estudo que será lançado nesta sexta-feira (25).

Em 2018, o Ceará apresentou recorde histórico de homicídios de meninas com idades entre 10 e 19 anos. Segundo o Comitê, foram 114 jovens mortas em todo o ano, 42% superior a 2017, quando foram registrados 80 assassinatos; e 322% maior do que 2016, quando a Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS) anotou 27 casos fatais neste público.

De acordo com a coordenadora da pesquisa e assessora técnica do Comitê, Daniele Negreiros, o número representa “um susto” para quem monitora dados de homicídios. “A gente nunca viu um fenômeno desses acontecer, proporcionalmente as meninas são responsáveis por um percentual muito pequeno do numero total de homicídios”, argumenta.

No Ceará, inclusive, o ano de 2018 foi de redução do número de homicídios, em comparação ao ano de 2017. Embora tenham sido registradas diversas chacinas nesse período, o Ceará contabilizou 4.518 mortes violentas, conforme dados da SSPDS; em 2017, foram 5.133. A pesquisa avaliou também, na contramão dessa redução, o único estrato social que subiu neste período foi o de adolescentes do sexo feminino.

G1CE

Covd-19: Sesap anuncia baixas ocupações em UTIs, menos de 42% ocupadas

RN tem 68.059 casos confirmados desde o início da pandemia — Foto: Alex Régis
RN tem 68.059 casos confirmados desde o início da pandemia — Foto: Alex Régis

Parece que as medicações Ivermectina, Hidroxicloroquina e Azitromicina estão fazendo a profilaxia, pois o número de pessoas internadas diminuíram e muitos nos últimos meses.

As aglomerações que ocorreram nas praias de Ponta Negra, Pipa e outras praias não surtiram o efeito esperado pelo governo do PT, já que passados mais de 21 dias não apareceu nenhum caso grave.

Parece que o tal vírus chinês só é contra os que trabalham em favor da família e do Brasil.

A Sesap apontou no último boletim que 191 pessoas estão internadas por Covid-19 no estado, sendo 144 na rede pública e 47 na rede privada.

A taxa de ocupação dos leitos críticos (semi-intensivo e UTIs) é de 41,54% na rede pública e de 19% na rede privada.

Motorista morre após caminhão capotar na BR-101 na Grande Natal

Caminhão capotou na BR-101, na Grande Natal — Foto: Redes sociais
Caminhão capotou na BR-101, na Grande Natal — Foto: Redes sociais

Um caminhão capotou e o motorista que o conduzia morreu na madrugada desta sexta-feira (25), na BR-101 em São José de Mipibu, na região metropolitana de Natal. A causa ainda será investigada.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF) o acidente aconteceu por volta das 4h50 no quilômetro 130 da rodovia. Com o capotamento, o caminhão acabou saindo da pista. A vítima morreu ainda no local.

Equipes da PRF, do Corpo de Bombeiros, do Instituto Técnico-Científico de Perícia e da Polícia Civil foram acionadas ao local para retirar o corpo do caminhão encaminhá-lo para perícia, além de começar as investigações sobre o caso.

G1RN

STF: Em discurso Fux diz que vai enfrentar uma tormenta

Foto da Internet

Como acabamos de publicar, o ministro Luiz Fux, novo presidente do Supremo Tribunal Federal, disse o seguinte no seu primeiro discurso à frente do Conselho Nacional de Justiça:

“O momento não é fácil. Mas o tempo é sábio e ele sabe que não pode separar o inseparável. Então, quem sabe os nossos destinos se cruzaram para que, juntos, possamos enfrentar este momento tormentoso, momento muito tormentoso, diria mesmo um mar de tormenta. Muito embora naveguemos hoje pela internet, estamos navegando também num mar tormentoso. Tenho a certeza que com o apoio de todos, sem qualquer demagogia, com a minha maneira simples de trabalhar, nós vamos fazer essa travessia, mas tenho certeza que nós estamos muito mais perto do porto do que do naufrágio. Que Deus nos ajude.”

Fux não foi específico. Não se exclui que tenha feito referência a uma série de problemas, como a pandemia, o contexto político-econômico, a tentativa de desmonte da Lava Jato e a herança de Dias Toffoli, como mostrou a Crusoé nas últimas duas semanas, em reportagens que não repercutiram na imprensa, mas provavelmente calaram fundo nos tribunais superiores. Uma delas revelou o que Marcelo Odebrecht disse à Procuradoria-Geral da República sobre Toffolia outra mostrou que o inquérito do fim do mundo teve evidente desvio de finalidade, ao intimar investigados pela Lava Jato para averiguar se eles citaram ministros do STF em depoimentos à Operação. Para completar, a delação de Orlando Diniz. ex-presidente da Federação do Comércio do Rio de Janeiro, trouxe à tona nomes de ministros do STJ supostamente envolvidos em negociatas. É outro abacaxi para Fux.

O presidente do STF e do CNJ não tem poderes para dar um fim à pandemia ou desatar os nós do contexto político-econômico. Mas tem como iniciar a necessária autofaxina do Judiciário. Como escrevi neste site, “já que a CPI da Lava Toga é sonho numa noite de verão e corregedorias não funcionam, as maçãs boas do Judiciário precisam deixar de lado o corporativismo e tomar providências urgentes em relação às maçãs podres que estão logo ali ao lado. Pode ser por meio daquele soviete chamado Conselho Nacional de Justiça ou, melhor ainda, do próprio STF, agora sob nova direção. Use-se a tradicional jurisprudência de ocasião para abrir um inquérito de ofício que expurgue do Judiciário a maior ameaça contra ele: juiz ladrão. Sim, eu sei, parece ingênuo, porque o CNJ e o STF são o que são etc. Tudo bem, mas fechar o Judiciário não é opção, ao contrário do que acreditam os mais exaltados. Se os próprios togados resolvessem limpar ao menos a sujeira mais grossa, talvez a turma ficasse menos desinibida, inclusive aquela que está acima do bem e logo abaixo do mal”.

Força, Fux. A travessia pode ser tormentosa, mas o porto é seguro e está logo ali. Basta segurar o timão com firmeza.


O Antagonista

Covid-19: O RN registra apenas uma morte pelo coronavírus nas últimas 24 horas

]

Exames de coronavírus — Foto: Divulgação/Geraldo Bubniak/AEN

Exames de coronavírus — Foto: Divulgação/Geraldo Bubniak/AEN

Diariamente a Sesap informa em boletim os óbitos possivelmente causados pela Covid-19. Nas últimas 24 horas morreu apenas uma pessoa com o sintoma, mostrando que as contaminações estão em queda.

O vírus está no seu fim em todo o mundo. Parece que as últimas aglomerações nas praias, nos últimos 15 dias não conseguiu afetar maiores números de pessoas.

Feirão do Turismo brasileiro oferece preços congelados até junho 2022

Feirão do Turismo brasileiro oferece preços congelados até junho 2022
Foto cedida

A priori, destinos oferecem preços congelados até junho de 2022 para passeios, traslados e hospedagens comprados durante o Feirão, que só termina no próximo dia 27 de setembro. Enfim, com economia que varia de 6% a 15% para quem oferta os produtos turísticos. Portanto, garantia de comissionamento para quem efetua a venda aos consumidores – os quais são beneficiados com preços congelados, na data da compra, para usufruírem de 1º de novembro de 2020 até 30 de junho de 2022, e pagamento parcelado em até três vezes sem juros. Logo, o Feirão do Turismo Brasileiro promove inovador modelo de negócio de e-Marketplace Cooperativado, que resulta em ganha-ganha para todos os participantes.

Sendo assim, durante o Feirão, os consumidores interessados em consultar e usufruir os benefícios que resultam da economia colaborativa, podem acessar qualquer uma das 6.675 lojas para adquirir produtos e serviços, ou diretamente na loja âncora nacional www.gestour.com.br. Diante disso, Ná Menegari, que organiza a oferta turística no e-Marketplace da Região Sul Catarinense, composta por 32 municípios, expõe no Feirão grandes ícones que prometem aumentar a visibilidade dos atrativos locais.

“Naturalmente, a rota das baleias francas garante aos turistas brasileiros e estrangeiros um espetáculo único. Ou seja: poder avistar a migração das baleias para o nosso litoral, de julho a novembro. Além disso, somos também a terra de Anita Garibaldi, a heroína de dois mundos. Com toda certeza, temos uma das estradas mais belas do mundo, como a Serra do Rio do Rastro, que liga os municípios de Lauro Muller à Serra Catarinense; os encantos da Serra do Corvo Branco; águas termais e Florianópolis tem o título de capital nacional da gastronomia. Da mesma forma, o Carnavale de Veneza – o único evento reconhecido fora da Itália”, destaca Mengari. Definitivamente, a transmissão da live terá início às 11h no canal de vídeo do YouTube.com/gestourbrasil ou no facebook.com/truismomeunegócio e segue até às 19h.

Atualmente, a Federação Brasileira de Hospedagem e Alimentação (FBHA) celebra os seus 65 anos de história e lança a campanha “65 anos de trabalho, inovação e representatividade!”. Segundo a entidade, o setor de alimentação fora do lar responde por seis milhões de empregos no país e correspondendo a 2,7% do Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil – o que corresponde a um faturamento médio anual de R$ 176 bilhões. “Dessa forma, desde a chegada da Covid-19, tivemos que readaptar as nossas rotinas e fomos obrigados a reinventar as nossas atuações. O aniversário da federação não podia ser diferente: nesses 65 anos de atividade, buscamos sempre modernizar. Neste ano, mais do que nunca, estamos entrando para o novo mundo”, afirma o presidente da FBHA, Alexandre Sampaio. A saber, a FBHA está presente em todas as regiões do país por meio de 67 sindicatos filiados e representa cerca de 940 mil empresas entre hotéis, pousadas, restaurantes e bares.

Turismo Online

Caminhão carregado de combustível tomba e interdita BR-406 na Grande Natal

Acidente aconteceu na noite de quarta (23), mas BR-406 segue interditada na manhã desta quinta (24) na Grande Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Acidente aconteceu na noite de quarta (23), mas BR-406 segue interditada na manhã desta quinta (24) na Grande Natal — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

Um caminhão-tanque carregado com 25 mil litros de combustíveis tombou e interditou o quilômetro 162 da BR-406, na região metropolitana de Natal. O acidente aconteceu na noite desta quarta-feira (23) e o caminhão ficou no acostamento, mas o tráfego de veículos foi interditado por causa do risco de explosão. O trecho segue fechado na manhã desta quinta-feira (24), 12 horas após o acidente. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, ainda não há prazo para liberação da via.

O acidente aconteceu na altura do distrito de Massaranduba, entre Ceará-Mirim e São Gonçalo do Amarante. O motorista contou à PRF que um carro de passeio ultrapassou o caminhão e freou bruscamente. Para evitar a batida, o homem disse que manobrou para o acostamento, mas perdeu o controle.

O combustível, que era transportado de Guamaré para Natal, escorreu pelo asfalto e o Corpo de Bombeiros foi acionado para evitar um incêndio. Um guincho também foi acionado, ainda durante a noite, para começar uma operação e desemborcar o caminhão que capotou.

De acordo com a PRF, a operação é delicada, por causa da possibilidade de explosão, já que o combustível é altamente inflamável. Após ser desvirada, a carreta ainda terá que passar por uma limpeza para retirada de gases do tanque.

A BR-406 ficou completamente interditada nos dois sentidos desde o horário do acidente, por volta das 20h. Nem ambulâncias podiam passar, por causa do risco. O funcionário público José Santos, a esposa e seus dois filhos, ficaram presos no bloqueio mesmo estando a dois minutos de casa, em Massaranduba. Às 22h, ele já relatava uma espera de duas horas.

Uma fila de caminhões também se formou no sentido oposto, de Ceará-Mirim a Natal. Algumas pessoas desistiram e resolveram voltar a pé em um desvio por estrada de terra.

A PRF orientou como rota alternativa, que os motorista que seguirem até Ceará-Mirim usem como desvio a BR-101 Norte via distrito de Estivas. O percurso é mais longo, mas um dos únicos possíveis com pavimentação.

G1RN

Caern anuncia rodízio de abastecimento de água em cidade do Oeste potiguar

Torneira  — Foto: Igor Jácome/G1
Torneira — Foto: Igor Jácome/G1

A cidade de Baraúna, no Oeste potiguar, agora passa por rodízio no abastecimento de água, segundo informou a Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern). A cidade foi dividida em duas partes, que serão abastecidas em dias diferentes da semana.

“A medida foi necessária porque está ocorrendo um alto consumo de água, dificultando o abastecimento em lugares mais distantes do reservatório no Centro da cidade. As altas temperaturas registradas neste mês de setembro, no Oeste potiguar, aumentaram o consumo de água na cidade”, informou a companhia.

Segundo a empresa estatal, da de meia-noite de sábado às 12h de terça-feira, são abastecidos os bairros Centro, Cinderela, Planalto, Subestação, Parque de Vaquejada, Moinho Novo, Sítio São Raimundo e os Loteamentos Bela Vista, Barbosa e Bombeiro.

Das 12h de terça-feira à meia noite de sábado, são abastecidos os bairros Mata Burro, Alto da Avenida, bairro e sítio Campo Verde e os loteamentos Portal das Palmeiras, Nossa Senhora das Graças e Mauro Velho.

Abastecimento

  • 0h de sábado às 12h de terça-feira: Centro, Cinderela, Planalto, Subestação, Parque de Vaquejada, Moinho Novo, Sítio São Raimundo e os Loteamentos Bela Vista, Barbosa e Bombeiro.
  • 12h de terça-feira a 0h de sábado: Mata Burro, Alto da Avenida, bairro e sítio Campo Verde e os loteamentos Portal das Palmeiras, Nossa Senhora das Graças e Mauro Velho.

Fonte:https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/

Dnit libera via marginal da BR-101 e fluxo de carros será alterado perto do viaduto de Neópolis em Natal; confira

Entrada para a via marginal foi instalada antes do pórtico dos Reis Magos, na BR-101, em Natal — Foto: Dnit/Divulgação
Entrada para a via marginal foi instalada antes do pórtico dos Reis Magos, na BR-101, em Natal — Foto: Dnit/Divulgação

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit) informou que vai liberar, nesta quarta-feira (23), o tráfego de veículos na marginal da BR-101 que passa sobre o túnel da avenida das Alagoas, logo após o monumento dos Reis Magos, no sentido Parnamirim – Natal. A mudança ocorre a partir das 9h.

Como consequência dessa liberação, haverá mudanças no fluxo de veículos na via marginal, para a realização de retorno sob o Viaduto de Neópolis.

O acesso das faixas principais para a marginal, que existia antes do viaduto de Neópolis, será fechado de forma definitiva.

Acesso próximo ao viaduto de Neópolis, em Natal, será fechado, a partir desta quarta-feira (23) — Foto: Dnit/Divulgação
Acesso próximo ao viaduto de Neópolis, em Natal, será fechado, a partir desta quarta-feira (23) — Foto: Dnit/Divulgação

Para poder acessar a marginal e fazer o retorno no viaduto de Neópolis, os veículos deverão utilizar o novo acesso implantado antes do Monumento dos Reis Magos, mantendo-se na faixa de rolamento esquerda.

Já os veículos que saem da Av. das Alagoas para acessar a marginal da BR deverão se manter na faixa de rolamento da direita, segundo informou o Dnit.

“Os veículos de transporte público, municipais e intermunicipais, deverão permanecer na via marginal da BR-101, para acessarem as paradas de ônibus implantadas”, concluiu o órgão.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/

Justiça condena RJ a pagar indenização de R$ 120 mil a PM por falta de capacete em operação na Mangueira

Tenente Paulo Medeiros, do Batalhão de Cães, em operação em comunidade do Rio — Foto: Arquivo Pessoal
Tenente Paulo Medeiros, do Batalhão de Cães, em operação em comunidade do Rio — Foto: Arquivo Pessoal

A juíza Alessandra Cristina Tufvesson, da 8ª Vara de Fazenda Pública, condenou o governo do RJ a pagar uma indenização de R$ 120 mil ao tenente Paulo Medeiros, de 49 anos, da Polícia Militar.

O policial Medeiros foi baleado na cabeça em uma troca de tiros no Morro da Mangueira, na Zona Norte do Rio, em 13 de janeiro de 2018.

Após o disparo na cabeça, o PM ficou hemiplégico, com todo o lado direito do corpo paralisado. A magistrada entendeu que o RJ tinha obrigação de fornecer o capacete balístico para proteger o policial, o que não aconteceu.

O governo do RJ pode recorrer da decisão.

G1RJ

CE: Ministério Público Federal afirma que processos disciplinares contra PMs por motim no Ceará estão suspensos

Motim de policiais militares no Ceará em fevereiro deste ano — Foto: José Leomar
Motim de policiais militares no Ceará em fevereiro deste ano — Foto: José Leomar

Os processos disciplinares contra policiais militares por participação no motim de fevereiro deste ano no Ceará estão suspensos até a formação de nova comissão externa para acompanhar os casos, segundo o Ministério Público Federal (MPF). A Controladoria Geral de Disciplina dos Órgãos de Segurança Pública e Sistema Penitenciário (CGD) nega a decisão e afirma que analisa o pedido.

A recomendação foi feita pela atual comissão externa designada para acompanhar os processos, formada por membros do MPF, do Ministério Público do Estado do Ceará (MPCE), da Defensoria Pública do Ceará (DPE) e da Ordem dos Advogados do Brasil – Secção Ceará (OAB-CE).

A ata da reunião, que contou com a assinatura da CGD, do MPF e dos demais órgãos, traz que “após exposições de motivos e debates, ficou deliberado oficiar as instituições de origem dos membros da comissão para indicar representantes com a finalidade de compor a respectiva comissão”.

“Deliberou também que, em decorrência da nova composição da comissão externa, ficarão os processos suspensos até a publicação em Diário Oficial do Estado, devendo os procedimentos da Capital ser sorteados novamente, na presença dos membros da comissão externa a ser publicada”, completa.

Porém, a CGD, em nota, alega que “instaurou processos administrativos disciplinares em desfavor dos militares identificados por participação no motim no início de 2020. Além disso, as sugestões apresentadas por membros da comissão externa – que inclui Ministério Público Estadual (MPE), Defensoria Pública do Ceará (DPE) e Ordem dos Advogados do Brasil Seccional do Ceará (OAB) – estão sendo analisadas pela pasta”.

G1CE

Mais de 40% dos eleitores do RN são analfabetos, não foram à escola ou não terminaram ensino fundamental

Mais de 10% dos eleitores do RN só sabem ler e escrever — Foto: Fernando Brito/G1
Mais de 10% dos eleitores do RN só sabem ler e escrever — Foto: Fernando Brito/G1

Mais de 40% dos eleitores aptos a votar nas Eleições 2020, no Rio Grande do Norte, são analfabetos, pessoas que não passaram por educação formal, mas sabem ler e escrever, ou aquelas que não terminaram o ensino fundamental. Ao todo, são mais de 1 milhão de pessoas dentro desses grupos.

Somente os analfabetos são 159.889 pessoas, que representam 6,53% dos eleitores potiguares. Outras 264.308 pessoas, que representam mais de 10% do eleitorado, declararam à Justiça eleitoral que, apesar de não terem passado por educação formal, sabem ler e escrever o próprio nome e outras palavras.

Já o grupo de potiguares que foram à escola, mas não terminaram o Ensino Fundamental é composto por 627.485 pessoas. Sozinho, esse grupo representa um quarto do eleitorado do estado.

G1RN

Sob pressão ambiental pela 2ª vez, Bolsonaro dirá na ONU que foi bem na pandemia e que Brasil alimenta o mundo

Bolsonaro, sentado diante de mesa, fala para câmera de celular
Bolsonaro grava vídeo em foto de 2019; discurso de abertura da Assembleia Geral da ONU também será gravado, por conta da pandemia de coronavírus

Sob intenso escrutínio mundial por seu desempenho na condução do Brasil durante a pandemia de coronavírus e pelas queimadas na Amazônia e no Pantanal, ainda mais intensas do que em 2019, o presidente Jair Bolsonaro abrirá na próxima terça-feira (22/09), a 75ª Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas.

Em um discurso gravado ainda na semana passada, ele deve defender que o país não só teve um bom desempenho doméstico na crise sanitária como garantiu a segurança alimentar de um bilhão de pessoas ao redor do mundo graças ao agronegócio nacional, alvo real daqueles que criticam a atual gestão ambiental brasileira, segundo a interpretação do governo.

BBC

Primeiro dia de mutirão para emissão de documentos oficiais tem aglomeração em João Pessoa

Número de pessoas que foram ao primeiro dia de mutirão em João Pessoa foi bem acima do esperado — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

Número de pessoas que foram ao primeiro dia de mutirão em João Pessoa foi bem acima do esperado — Foto: TV Cabo Branco/Reprodução

Uma grande quantidade de pessoas compareceu no início da manhã desta segunda-feira (21) ao Espaço Cultural José Lins do Rêgo, em João Pessoa, para o primeiro dia de mutirão organizado pelo Governo da Paraíba para a emissão gratuita de documentos oficiais. A expectativa era a de que 150 pessoas fossem atendidas por dia, mas um número bem maior do que esse foi ao local, o que gerou tumulto e muita aglomeração. Não eram poucas as pessoas que estavam sem máscaras.

De acordo com o que fora planejado, as fichas de atendimento começariam a ser distribuídas às 6h e o atendimento aconteceria entre 8h e 12h. Mas as primeiras pessoas da fila começaram a chegar por volta das 4h. Exatamente às 7h22, os portões foram abertos.

O secretário de Desenvolvimento Humano, Tibério Limeira, destacou que a sua equipe estava trabalhando em duas frentes para minimizar o problema. Primeiro, está desenvolvendo uma ação de sensibilização para que parte dos presentes deixem o atendimento para os dias seguintes. Outra parte estuda a possibilidade de ampliar um pouco o número de pessoas que serão atendidos nesta manhã.

O mutirão foi pensado para minimizar a alta demanda de pessoas que estão na fila de espera em busca desses documentos, depois que o serviço foi paralisado por cinco meses por causa da pandemia de coronavírus. Mas os organizadores da ação admitiram que não esperavam tanta gente atendendo a convocação já neste primeiro dia.

Ainda assim, ele disse que este número não poderá ser ampliado de forma exagerada, justamente por causa dos protocolos de segurança que têm que prever o distanciamento social entre as pessoas, o uso obrigatório de máscaras e a aferição de temperatura.

Tibério frisou também que já estuda a ampliação do mutirão. Inicialmente, ele duraria exatamente duas semanas e, assim, seria finalizado em 2 de outubro. Agora, essa data-limite deve ser jogada mais para a frente.

O mutirão acontece em paralelo à reabertura das casas da cidadania de João Pessoa, que acontecem a partir de amanhã. Nas casas da cidadania, no entanto, o atendimento precisa ser previamente agendado pela internet.

G1RN