Category: Notícias

‘Quero permanecer viva’, diz mulher que busca diagnóstico há 10 anos

alex_1
Alexsandra Martins busca um diagnóstico que lhe proporcione um tratamento adequado (Foto: Karla Larissa/G1)

Faz 10 anos que Alexsandra Martins, que hoje mora em Natal, tenta descobrir quais as causas de uma série de problemas de saúde que a tem deixado debilitada. Ao longo deste tempo, ela passou por médicos de diversas especialidades, em vários estados, e já recebeu muitos diagnósticos. Nenhum deles, no entanto, confirmado por exames. Em abril, aos 41 anos, Alexsandra chegou a pesar 38 quilos. Para ela, a angústia de não saber qual a doença é ainda pior do que estar doente, pois sem isso não é possível receber um tratamento adequado. “Quero permanecer viva”, diz ela.

“O pior não é ficar doente, mas ficar sem um possível tratamento, uma possível cura, ficar sem o tal diagnóstico escrito num papel”, afirma Alexsandra.

Natural de Manaus, Alexsandra foi diagnosticada pela primeira vez com hérnia de disco. “Os primeiros sintomas começaram quando eu morava em Belém, no Pará. Eu era uma pessoa saudável e tinha uma vida normal. Um dia, acordei sentindo fortes dores na lombar. Como não passou, recorri até a emergência. Na época, me deram apenas um analgésico e fui pra casa. Passados alguns dias, fui internada com suspeita de hérnia de disco e ali fiquei por 17 dias. Sem melhoras, me deram alta. Passei dois meses em casa, de cama, tomando várias medicações. Depois destes dois meses, se iniciou outra dor, mas essa já era no braço, ao lado esquerdo”, conta.

Há 10 anos, em Belém, Alexsandra era uma pessoa saudável e tinha uma vida normal (Foto: Karla Larissa/G1)
Há 10 anos, em Belém, Alexsandra era uma pessoa saudável e tinha uma vida normal (Foto: Karla Larissa/G1)

Depois disso, Alexsandra não recuperou mais a saúde. Foi atendida por médicos neurologista, gastroenterologista, hematologista, alergista, dermatologista, proctologista, oftalmologista, reumatologista, pneumologista, além de psicólogos e nutricionistas. Além da hérnia de disco, ela já recebeu diagnósticos de fibromialgia, depressão, síndrome do piriforme, episclerite (devido a uma hemorragia no olho), adenomiose (que necessitou de uma cirurgia de histerectomia), retocolite, síndrome do pânico e porfiria. “Este ano fui parar em um hospital do Rio de Janeiro para realizar um exame de alto custo que não tem aqui em Natal. E, lá, descartaram o diagnóstico de retocolite e doença de Crohn. Também o diagnóstico de porfiria, que tem os sintomas bastante similares aos que eu sinto, mas infelizmente ou felizmente, o exame que ele pediu deu normal”, relata Alexsandra.

Alexsandra explica que seus sintomas atuais são dor na barriga, distensão abdominal, febre contínua, sangue nas fezes, fadiga, anemia, dor na perna e emagrecimento. “Não consigo voltar ao meu corpo, embora agora eu me encontre com 41 quilos, segundo a minha nutricionista, ainda preciso recuperar meu peso, que era 55 quilos. Também não durmo bem desde 29 de dezembro de 2006, quando os sintomas começaram”.

Casada com um militar da reserva, Alexsandra tem recebido assistência médica de hospitais militares, mas também do SUS e médicos particulares. “Já gastamos muito com exames e medicações”, lembra.

Alexsandra já fez exames com vários especialistas, mas nenhum conseguiu descobrir o que ela tem (Foto: Karla Larissa/G1)
Alexsandra já fez exames com vários especialistas, mas nenhum conseguiu descobrir o que ela tem (Foto: Karla Larissa/G1)

Em razão da doença, ainda sem nome, Alexsandra teve que abrir mão de muita coisa nestes 10 anos que se passaram. “Deixei de trabalhar, estudar e tive que abrir mão de sonhos e lazer. Tem dias que não dá para fazer nada. Tenho dois filhos, uma menina de 22 anos e um menino de 20, e mesmo doente não posso parar. Cuido deles e faço o que posso. Também foi frustrante ver meu marido deixar de trabalhar para cuidar de mim”, lamenta.

Alexsandra diz que gostaria que algum médico se interessasse em estudar o seu caso. “Ainda não sei ao certo se existe apenas um diagnóstico para tantos sintomas, mas sei de uma coisa, é impossível não desencadear outras doenças com tantos sintomas, principalmente ansiedade e depressão, pois quem vive numa luta diária buscando respostas para sanar a dor, morre um pouquinho todos os dias. Cada segundo é crucial para que a vida seja salva. Luto diariamente para permanecer viva, pois a minha doença depende de um tal diagnóstico, mas a minha vida depende de Deus”, desabafa.

Veja como funcionará comércio em Natal no feriado de 12 de outubro

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal (CDL Natal) divulgou nota na manhã desta segunda-feira (12) com os horários de funcionamento dos estabelecimentos comerciais da capital potiguar no feriado desta quarta (12), quando se comemora Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil.

Comércio de Rua
Alecrim: Fechado
Centro da Cidade: Fechado
Zona Norte: Fechado

Shoppings

Midway Mall:
Praça de alimentação e Lazer: 11hs às 22hs
Lojas de Departamento: de 13hs às 21hs
Demais lojas: de 15hs às 21hs

Natal Shopping:
Praça de Alimentação e Lazer: 11h às 22h
Lojas âncoras : 12 às 21h
Mega Lojas: 13h às 21h
Demais Lojas/ Quiosques: 14 às 21h
Cinema conforme a programação

Praia Shopping:
Praça de Alimentação e Lazer: A partir das 11h
Lojas e Quiosques: 15 às 21h
Cinema conforme a programação

Shopping Cidade Jardim:
Praça de Alimentação: A partir das  11h
Lojas e Quiosques: 15 às 21hs

Shopping Via Direta:
Praça de Alimentação e Lazer: 12h às 22h.
Lojas e Quiosques:  15 às 21h.

Partage Norte Shopping Natal
Lojas e quiosques: 15h às 21h
Praça de Alimentação/Lazer: 11h às 22h
Cinema conforme programação

Supermercados
Funcionamento  das 07 às 22hs

Eleitor que não justificou ausência tem até dezembro para regularizar situação

fe5b4038a67c1ab41d513108ba83fe68
http://cidadeverde.com/noticias

Os eleitores que não votaram no primeiro turno das eleições e também não justificaram a ausência no prório domingo (2), podem justificar o voto até o dia 1º de dezembro em um formulário de justificativa pós-eleição. O primeiro turno das eleições municipais aconteceu no último dia 2 de setembro e o segundo será realizado no dia 30 deste mês em 55 cidades.

O formulário está na página do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) e depois de preenchido deve ser entregue em um cartório da zona eleitoral onde o eleitor está inscrito. Para saber onde encontrar um cartório basta acessar a página do Tribunal Regional Eleitoral (TRE) do estado ou clicar aqui. Para quem mora no Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Ceará, Rondônia e Rio Grande do Norte é possível acessar a página do TRE e usar o Sistema Justifica seguindo as orientações do site.

Outro ponto que o eleitor deve estar atento é a documentação que precisa ser entregue para comprovar que estava impossibilitado de votar no dia do primeiro turno. Também precisam justificar o voto os brasileiros que estavam fora do país durante o primeiro turno das eleições.

O eleitor que não fizer a justificativa não poderá obter alguns documentos como passaporte e carteira de identidade, por exemplo. A pessoa não poderá também se inscrever em concurso público entre outras penalidades.

http://agenciabrasil.ebc.com.br/

Incêndio que já dura 4 dias atinge vegetação de Mata Atlântica no RN

inc21
Incêndio atinge área de proteção ambiental no RN desde a sexta (7) (Foto: Rose Dantas/G1)

Um incêndio iniciado na sexta-feira (7) atinge a Mata do Pilão, inserida na reserva ambiental da Área de Proteção Ambiental Piquiri-Una, na região Leste do Rio Grande do Norte. A reserva tem áreas de Mata Atlântica e inclui mais de 40 mil hectares em cinco municípios potiguares: Goianinha, Canguaretama, Espírito Santo, Pedro Velho e Várzea. O Governo do Estado já adotou medidas para tentar conter as chamas.

Até o momento, segundo nota emitidfa pelo Governo do Estado, o incêndio já provocou “degradação ambiental, atingindo a fauna local e podendo chegar uma área total danificada de mais de 40 hectares”. A nopta diz ainda que “o Governo está mobilizado para evitar que as chamas atinjam nascentes de rios da região”.

O Corpo de Bombeiros trabalha desde sexta no controle das chamas. No sábado (8), segundo a nota do Governo, o fogo chegou a ser controlado, mas, em função da área estar extremamente seca, retornou no domingo (9). A região tem quatro nascentes de água que abastecem rios e a população da de cidades vizinhas.

Incêndio atinge área de proteção ambiental no RN desde a sexta (7) (Foto: Rose Dantas/G1)
Incêndio atinge área de proteção ambiental no RN desde a sexta (7) (Foto: Rose Dantas/G1)

Os bombeiros não descartam causas naturais por causa das altas temperaturas nos últimos meses do ano, mas há possibilidade de um incêndio causado pelo homem. Por causa disso, formalizada queixa-crime à Polícia Civil para que apure a origem do incêndio e, em caso de confirmação de crime, se proceda com a punição dos culpados.

Além disso, foram contatadas todas as Prefeituras da região atingida, para colaborar com esforços na contenção das chamas. Atualmente, há voluntários na região, além de equipes das prefeituras de Espírito Santo e Goianinha.

A Secretaria de Segurança Pública deslocou o helicóptero Potiguar I para o local, para ser utilizado em áreas de acesso mais difícil, e a Companhia Independente de Proteção Ambiental (Cipam), da Polícia Militar, está no local atuando no resgate de animais feridos.

A Defesa Civil se deslocou para Espírito Santo, onde se reuniu com as defesas civis municipais das cidades envolvidas. O Governo do Estado contactou a Marinha Brasileira, o Ibama, o projeto SOS Mata Atlântica e o ICMBio – órgão de conservação da biodiversidade do Ministério do Meio Ambiente, para requisitar ajuda no controle do fogo e na medição dos danos ambientais causados pelo incêndio.

Por determinação do governador Robinson Faria, foi instaurado um comitê de crise que está monitorando e conduzindo as ações para o controle do incêndio e as medidas relacionadas ao problema, em caráter permanente, até o total controle da situação.

Do G1RN

Temer recebe deputados no Alvorada para pedir aprovação da PEC do teto

O presidente Michel Temer, no Palácio da Alvorada, ao fazer discurso em um jantar oferecido a deputados (Foto: Reprodução/Twitter do Palácio do Planalto)
O presidente Michel Temer, no Palácio da Alvorada, ao fazer discurso em um jantar oferecido a deputados (Foto: Reprodução/Twitter do Palácio do Planalto)

G1 – O presidente da República, Michel Temer, ofereceu na noite deste domingo (9), no Palácio da Alvorada, um jantar a deputados que integram partidos da base aliada para pedir a eles que aprovem no plenário da Câmara a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que limita o aumento dos gastos públicos.

O projeto, enviado pelo governo no primeiro semestre, estabelece que as despesas da União só poderão crescer, pelos próximos 20 anos, conforme a inflação do ano anterior. A partir do décimo ano, contudo, o presidente da República poderá propor ao Congresso Nacional uma nova fórmula.

Entre os presentes no jantar deste domingo estavam os presidentes do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), e da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), além dos líderes de PSDB, Antonio Imbassahy (BA); PMDB, Baleia Rossi (SP); PSD, Rogério Rosso (DF); DEM, Pauderney Avelino (AM); e PTB, Jovair Arantes (GO).

Os ministros Eliseu Padilha (Casa Civil), Dyogo Oliveira (Planejamento), Mendonça Filho (Educação) e Ronaldo Nogueira (Trabalho), entre outros, também estavam no encontro.

Ao todo, estavam presentes 215 parlamentares, com 31 esposas, e outras 33 pessoas, entre ministros e assessores do governo.

A PEC que limita o aumento dos gastos públicos já foi aprovada pela comissão especial da Câmara que a analisava e agora deve ser votada, em dois turnos, no plenário.

A expectativa do Palácio do Planalto é garantir a aprovação do texto em primeiro turno ainda nesta semana.

Conforme a assessoria de Temer, o objetivo do jantar deste domingo foi reforçar com a base aliada a importância da aprovação da PEC para o equilíbrio das contas públicas – para seguir para o Senado, a proposta precisa ser aprovada por pelo menos 308 deputados.

Mais cedo, neste domingo, o presidente já havia se dirigido à casa do líder do PSD na Câmara, Rogério Rosso (DF), para discutir pontos da PEC com alguns deputados. Após o encontro, Rosso disse ao G1 que foram discutidas as estratégias para convencer deputados indecisos a votar favoravelmente à PEC.

Em entrevista recente ao SBT, Temer disse acreditar ter os votos necessários para aprovar a PEC. Ao longo das últimas semanas, o presidente patrocinou, assim como seus principais auxiliares e conselheiros políticos, série de encontros com parlamentares.

“Se eu for me pautar pelo resultado da votação na comissão, que foi 23 votos a favor e sete votos contrários, isso representa 75% no critério da proporcionalidade. Se eu adotar esse critério, vai a quase 380, 390 votos. Mas, evidentemente, nós temos os pés no chão. Se nós obtivermos os 308 votos necessários para aprovação da emenda constitucional, já estamos satisfeitíssimos”, afirmou o presidente na entrevista.

Chegada ao Alvorada
Ao chegar ao Palácio da Alvorada para se reunir com Temer, o líder do governo na Câmara, André Moura (PSC-SE), falou com os jornalistas. Segundo ele, a expectativa entre os partidos da base é que 350 deputados votem a favor da PEC.

“O presidente esteve hoje conosco, durante o dia. Nós apresentamos a ele […] as estratégias que nós preparamos para enfrentar o kit obstrução que o regimento permite à oposição. Então, nós fizemos uma explanação sobre a estratégia que nós vamos utilizar amanhã. Apresentamos um mapa [de votos] que mostra que a base está unida”, disse Moura.

Salário mínimo
O relator da PEC na Câmara, deputado Darcísio Perondi (PMDB-RS), afirmou em seu parecer que a proposta prevê que o salário mínimo (referência para mais de 48 milhões de pessoas)deixará de ter aumento real (acima da inflação) se o limite de despesas fixado pelo governo for superado.

Esse veto ao aumento real (acima da inflação) permaneceria até que as despesas retornassem aos limites previstos “não se restringindo apenas ao ano subsequente ao descumprimento do teto”.

Parecer da PGR
Na última sexta (7), a Secretaria de Relações Institucionais da Procuradoria Geral da República emitiu um parecer técnico do qual afirmou que a PEC proposta pelo governo é inconstitucional porque “ofende” a independência e a autonomia dos poderes Legislativo, Judiciário e do Ministério Público, tese rebatida pelo Palácio do Planalto.

“As alterações por ela [PEC] pretendidas são flagrantemente inconstitucionais, por ofenderem a independência e a autonomia dos poderes Legislativo e Judiciário e por ofenderem a autonomia do Ministério Público e demais instituições constitucionais do Sistema de Justiça […] e, por consequência, o princípio constitucional da separação dos poderes, o que justifica seu arquivamento”, diz a nota, assinada pelo secretário de Relações Institucionais da PGR, procurador Peterson de Paula Pereira.

No sábado (8), o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), divulgou uma nota à imprensa na qual rebateu o posicionamento da PGR, defendeu que a PEC respeita a autonomia dos poderes e tenta impedir a “deterioração” das instituições pública

“As propostas consignadas na PEC 241/2016 não traduzem qualquer violação à autonomia dos poderes Judiciário e Legislativo, do Ministério Público ou das instituições integrantes do Sistema de Justiça. A autonomia constitucionalmente assegurada a esses órgãos garante-lhes liberdade para, dentro da lei, elaborar suas propostas orçamentárias e gerir os seus recursos”, afirmou Rodrigo Maia.

Saúde e educação
Desde que foi apresentado pela equipe econômica do governo, ainda no primeiro semestre, o projeto enfrenta resistências por parte de setores da sociedade.

Partidos que fazem oposição a Michel Temer, por exemplo, argumentam que, se aprovada, a proposta representará o “congelamento” dos investimentos sociais, como nas áreas de saúde e educação.

Inicialmente, o governo chegou a incluir no texto do projeto o limite para os investimentos nessas duas áreas.

Diante da repercussão negativa da medida e da pressão de parlamentares, incluindo da base aliada, o Palácio do Planalto anunciou que, em 2017, serão mantidas as regras atuais para os investimentos em saúde e educação (previstas na Constituição), passando a vigorar o novo teto somente em 2018.

Assembleia acompanha abertura de turmas de doutorado de instituição parceira

Crédito da Foto: Divulgação
Crédito da Foto: Divulgação

A Assembleia Legislativa acompanhou, na tarde desta sexta-feira (7), a abertura das turmas de doutorado deste semestre no Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas da Universidade de Lisboa (ISCSP).A instituição será parceira da Escola do Legislativo no oferecimento de novos cursos de mestrado e doutorado no a alunos do Rio Grande do Norte.

O diretor da Escola do Legislativo, Carlos Russo, foi recebido informou que pelos professores Manuel Meirinho, presidente do ISCSP, e João Bilhim, ex-presidente da instituição. Bilhim, inclusive, teve papel fundamental para que a Escola do Legislativo iniciasse as discussões sobre a parceria.

“O professor Bilhim é o responsável pelo processo de seleção dos cargos ao governo português e tem grande histórico de contribuição ao Brasil. Ele foi também o responsável pelo nosso primeiro contato com a Universidade”, disse Russo.

A secretária adminstrativa da Assembleia Legislativa, Dulcinéia Brandão, que também participou das atividades na Europa representando o Legislativo Potiguar, elogiou a parceria com a universidade e acredita em resultados positivos do convênio para o Rio Grande do Norte.

A expectativa é que ainda neste mês ocorre a assinatura do convênio entre as instituições de ensino com o presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), e o presidente do ISCSP, Manuel Meirinho, que estará em Natal para assinar o acordo.

A Assembleia Legislativa esteve representada na Europa para apresentar o Planejamento Estratégico implementado pela atual gestão na sétima edição do Congresso Internacional de Governo, Administração e Políticas Públicas (GIGAPP) em Madri, Espanha. Lá, além do convênio com a universidade portuguesa, a Escola da Assembleia deu o primeiro passo para firmar acordo com a Universidad Complutense de Madrid para a realização de cursos de mestrado, doutorado e de língua espanhola. A assinatura dos convênios deverá acontecer no mês de novembro quando o diretor geral da Casa Brasil, o potiguar Cássio Romano, fará uma visita ao presidente da Assembleia, Ezequiel Ferreira.

EM NOTA, PLANALTO CONTESTA PGR SOBRE PEC DOS GASTOS

Sabrina Craide – Repórter da Agência Brasil
images-cms-image-000511620

O Palácio do Planalto divulgou na noite de ontem (7) uma nota esclarecendo que a proposta de emenda à Constituição (PEC) que limita os gastos públicos cria os mesmos critérios de limite de gastos para todos os Poderes e para o Ministério Público e não trata de forma discriminatória os Poderes. O comunicado, divulgado pela Secretaria de Comunicação, foi uma resposta à nota técnica enviada hoje pela Procuradoria-Geral da República (PGR) ao Congresso Nacional, considerando a PEC inconstitucional.

“A PEC cria o mesmo critério de limite de gastos para todos os Poderes e para o Ministério Público em igual proporção e dimensão de valor, não havendo qualquer tratamento discriminatório que possa configurar violação ao princípio da separação dos Poderes”, diz a nota do Palácio do Planalto. O comunicado explica que a Constituição já impõe limites à autonomia administrativa e financeira dos Poderes e do Ministério Público e estabelece que as propostas orçamentárias serão realizadas dentro dos limites estipulados na Lei de Diretrizes Orçamentárias.

“Se até mesmo a Lei de Diretrizes Orçamentárias [LDO] pode estabelecer limites claros à iniciativa orçamentária dos Poderes e do Ministério Público, evidente que a própria Constituição, por meio da PEC nº 241/2016, pode estabelecer quais serão estes limites”, diz a nota do Palácio do Planalto.

A PGR, que sugere o arquivamento da PEC, diz que a proposta transforma o Executivo em um “super órgão” e “ofende” a independência e autonomia dos poderes Legislativo, Judiciário, do Ministério Público e demais instituições do Sistema de Justiça. Caso a PEC não seja arquivada, a PGR sugere que ela seja modificada para excluir do limite de gastos a ser aplicado as despesas com as atividades de combate à corrupção, reajustes de pessoal, despesas com inativos e pensionistas, projetos de lei com criação de cargos e custeio de obras acabadas. O órgão propõe ainda reduzir pela metade o prazo de contenção de gastos, de 20 para 10 anos, com a possibilidade de revisão do aperto fiscal após cinco anos.

Justiça suspende funcionamento de Parque de Diversões na Festa do Boi 2016

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

Para garantir a segurança e a integridade física e psíquica de crianças e adolescentes, a juíza Daniella Simonetti Meira Pires de Araújo, em substituição na Vara da Infância e Juventude e do Idoso de Parnamirim, suspendeu o funcionamento do Parque de Diversões instalado na Festa do Boi 2016. A decisão vale até que a empresa responsável pelo parque e a direção da Associação Norte Rio Grandense de Criadores (Anorc), organizadora da 54ª edição do evento, apresentem atestado de vistoria emitido pelo Corpo de Bombeiros Militar (AVCB) que garanta a segurança do público infanto juvenil.

A magistrada determinou ainda a intimação do proprietário do Parque de Diversões e o presidente da Anorc, para dar imediato cumprimento à decisão, e se abstenham de colocar em funcionamento o referido parque de diversões, sob pena de multa. O Corpo de Bombeiros Militar e os Conselhos Tutelares do Município de Parnamirim foram comunicados a respeito da decisão. A Festa começa nesta sexta (7) e prossegue até 15 de outubro, no Parque Aristófanes Fernandes.

Brasil arrasa Bolívia com 5 x 0

Crédito da Foto: Lucas Figueiredo/CBF
Crédito da Foto: Lucas Figueiredo/CBF

O técnico Tite venceu sua terceira partida consecutiva no comando da Seleção durante a noite desta quinta-feira. Na Arena das Dunas, pelas Eliminatórias Sul-Americanas à Copa do Mundo 2018, o Brasil goleou a Bolívia por 5 a 0 em uma atuação inspirada de Neymar.

Com 18 pontos ganhos, um a menos que o Uruguai, a Seleção encerra o primeiro turno no segundo lugar. Às 21h30 (de Brasília) de terça-feira, em Mérida, o Brasil enfrenta a lanterna Venezuela. Já a Bolívia, penúltima com sete pontos, pega o Equador às 17 horas do mesmo dia, em La Paz.

O atacante Neymar brilhou durante a partida disputada em Natal e, além de anotar o primeiro, deu as assistências para os gols de Filipe Luís e Gabriel Jesus. Philippe Coutinho e Roberto Firmino, substituto do palmeirense, também marcaram na Arena das Dunas.

Fonte: Portal Terra

Bancários encerram greve, mas Caixa segue fechada no RN

downloadG1 – Em assembleia realizada nesta quinta-feira (6), os bancários do Rio Grande do Norte decidiram encerrar a greve e retomar as atividades nesta sexta (7), com exceção dos trabalhadores da Caixa Econômica Federal que seguem com a paralisação. A decisão foi tomada após a Fenaban apresentar uma nova proposta aos trabalhadores. A greve durou 31 dias e foi a mais longa da categoria desde 2004. Nesta sexta-feira (7) os bancos voltam a funcionar normalmente.

A Federação Nacional do Bancos (Fenaban) informou que ofereceu aos bancários um reajuste de 8% em 2016 e abono de R$ 3.500. A proposta foi a terceira oferecida aos bancários desde que a greve começou. A proposta também inclui aumento de 10% no vale refeição e no auxílio-creche-babá e de 15%, no vale alimentação. Os bancos também se comprometeram a garantir aumento real de 1% em todos os salários e demais verbas.

Em Natal, PRF e STTU interditam ruas e viadutos em razão de Brasil x Bolívia

viaduto
Complexo Viário do Quarto Centenário, em Natal (Foto: Canindé Soares)

A Polícia Rodoviária Federal está comunicando à população que, em razão do jogo de futebol entre as seleções de Brasil e Bolívia nesta quinta-feira (6) em Natal, válido pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2018, os viadutos do Complexo Viário do Quarto Centenário serão interditados para o tráfego de veículos, incluindo o fluxo originário da Av. Norton Chaves. A interrupção do trânsito começa às 17h.

Ainda de acordo com a PRF, a liberação dos viadutos só acontecerá 30 minutos após o término do jogo, que tem início às 21h45.

Ao G1, o inspetor Roberto Cabral ressaltou que será multado e removido para o pátio da PRF todo veículo que estiver estacionado sobre canteiros e jardins.

O Complexo Viário do Quarto Centenário está localizado na Zona Sul da capital potiguar, ao lado da Arena das Dunas. Foi construído em comemoração aos 400 anos de fundação da cidade de Natal. Um dos viadutos leva o fluxo de veículos da BR-101 à Av. Prudente de Morais. Outro, integrado à Av. Norton Chaves, cruza sobre a BR-101 ligando o bairro de Nova Descoberta à Lagoa Nova, onde fica o estádio.

 

Do G1RN

Audiência discute rumos da Caern e diretor nega possibilidade de privatização

unnamed

A possibilidade de privatização da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) foi rechaçada durante a audiência pública realizada na tarde desta quarta-feira (5), na Assembleia Legislativa. Convidados pelo deputado Fernando Mineiro (PT), representantes do Executivo disseram que a possibilidade de venda da companhia sequer é cogitada pelo Governo do Estado e que, no momento, o objetivo é melhorar os serviços prestados à população potiguar.

Proposta pelo deputado Fernando Mineiro, a audiência pública teve como objetivo discutir o saneamento básico de Natal e possível Programa de Parceria de Investimentos (PPI) para a companhia, que supostamente seguiria um entendimento nacional de abertura das estatais para capital privado como contrapartida a investimentos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

“São questões que precisamos discutir. Os sindicalistas não são contra a priovatização somente para conservar seus trabalhos, mas não é o caso. A água é um direito sagrado de todos e é um risco ir para a iniciativa privada”, disse Mineiro, sugerindo ainda que o sindicato que representa os profissionais que atuam na área produzissem uma carta aberta relatando os riscos à sociedade.

Por outro lado, o diretor-presidente da Caern, Marcelo Toscano, garantiu que a privatização não é cogitada pelo Governo do Estado. Segundo o gestor, o maior objetivo da administração é fazer com que a Caern se torne ainda mais eficiente, cumpra com os planos para o saneamento básico e, dessa forma, ofereça serviços melhores à população.

“O que queremos é uma empresa eficiente. E uma empresa pública eficiente não precisa ser privatizada”, resumiu o diretor.

Sobre a atuação da Caern nos municípios, os participantes da audiência alertaram para a necessidade de que as prefeituras busquem a regularização de seus contratos ou convênios com a Caern. Segundo Toscano, nenhum município está em situação regular com a companhia, que detém a concessão dos serviços relacionados ao abastecimento de água e saneamento no estado.

Marcelo Toscano ofereceu um encontro para discutir a questão junto ao governador e Fernando Mineiro disse que é importante que os participantes da audiência tenham o interesse em participar, para que os municípios e a própria companhia estejam segurados com relação à continuidade dos serviços ofertados.

“Se houvesse uma disputa pela concessão, é óbvio que empresas privadas só teriam o interesse em tomar conta do ‘filé mignon’, que seriam as grandes cidades, como Natal. Até porque cidades pequenas tendem a ser deficitárias para a Caern. Por isso, é importante que os 167 prefeitos e prefeitas eleitos tenham esse assunto em suas agendas já para o início da gestão”, disse Mineiro.

Baixista é morto durante tentativa de assalto na Zona Norte de Natal

musico_2
Guilherme Mendes Brandão tinha 20 anos (Foto: Arquivo Pessoal)

Um jovem de 20 anos, estudante e baixista, foi morto no final da noite desta quarta-feira (5) no bairro de Igapó, na Zona Norte de Natal. Segundo a Polícia Militar, Guilherme Mendes Brandão estava chegando na casa da namorada quando foi surpreendido por dois homens que tentaram roubar a motocicleta dele. O rapaz teria se negado a entregar o veículo, sendo baleado na testa. Os criminosos fugiram sem levar a moto.

Tenente do 4º Batalhão da PM, João Santos contou ao G1 que o crime aconteceu por volta das 23h na travessa Acaraú. “Ele tinha saído da escola e estava indo ver a namorada. Os dois assaltantes também estavam de moto. Se aproximaram e tentaram levar a motocicleta dele. Ele deve ter reagido. Então atiraram”, relatou. Baleado na testa, Guilherme morreu na hora. “A moto do rapaz não foi levada. A encontramos a alguns metros do corpo”, acrescentou o oficial.

Uma amiga de Guilherme, que pediu para não ser identificada, contou que ele tocava em uma igreja, mas que atualmente também estava cantando em uma banda. “Ele era muito querido. Tinha um coração enorme. Estamos todos arrasados com essa violência”, disse ela.

Propina para empresa de sobrinho de Lula chega a R$ 31 mi, diz PF

Brasil, Brasília, DF. 07/05/2009. O presidente Luiz Inácio Lula da Silva em cerimônia de formatura de diplomatas do Instituto Rio Branco, em Brasília. - Crédito:BETO BARATA/AGÊNCIA ESTADO/AE/Código imagem:49826
Crédito:BETO BARATA/AGÊNCIA ESTADO/AE/Código imagem:49826

São Paulo, 05 – A Polícia Federal informou nesta quarta-feira, 5, que em valores atualizados chega a R$ 31 milhões a propina que a Odebrecht supostamente pagou à empresa Exergia, de Taiguara Rodrigues, sobrinho do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

A PF concluiu o inquérito da Operação Janus e indiciou o petista por corrupção passiva. Segundo a PF, Lula foi contemplado com o pagamento de despesas pessoais pela empreiteira. Em contrapartida, o ex-presidente teria facilitado o caminho para a Odebrecht fechar contratos na África.

A investigação mostra que na obra de ampliação e modernização da hidrelétrica de Cambambe, em Angola, Taiguara firmou um contrato milionário com a Odebrecht, em 2012. O empreendimento foi financiado pelo BNDES.

Também foram indiciados no inquérito da Operação Janus o próprio Taiguara e, ainda, o empresário Marcelo Bahia Odebrecht – preso na Lava Jato desde 19 de junho de 2015 – e outros sete executivos da empreiteira, estes todos por corrupção e lavagem de dinheiro.

Segundo a PF, “as provas recolhidas ao longo dos dez meses de investigação demonstram que a empreiteira Odebrecht teria pago R$ 20 milhões à empresa Exergia, em valores atualizados o valor chegaria a R$ 31 milhões”.

“Esse pagamento ocorreu sem a devida prestação dos serviços de engenharia em empreendimentos de infraestrutura financiados pelo BNDES em Angola”, diz o relatório da PF.

Em nota divulgada na tarde desta quarta-feira, a PF não citou o petista nominalmente, classificando-o de “um agente político”.

A fase ostensiva da Operação Janus foi iniciada pela PF no dia 20 de maio. Na ocasião, os policiais cumpriram 4 mandados de busca e apreensão, 2 conduções coercitivas e 5 intimações.

Desde então a PF realizou cruzamento de dados “bem como utilizando outras técnicas de investigação, todas elas com a intenção de esclarecer a possível prática de crimes”.

“Os indiciados, na medida de suas participações, poderão responder pelos crimes de corrupção ativa, corrupção passiva e lavagem de dinheiro”, destaca a PF.

O inquérito seguirá agora para análise do Ministério Público Federal, que vai decidir sobre apresentação de eventual denúncia à Justiça contra Lula e os outros indiciados.

Fonte: http://www.em.com.br/app/noticia/politica/2016/10/05/interna_politica,811314/propina-para-empresa-de-sobrinho-de-lula-chega-a-r-31-mi-diz-pf.shtml

Trinta e oito municípios do RN receberão cursos do Pronatec

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

A Escola Agrícola de Jundiaí (EAJ), que pertence à Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), anunciou nesta quarta-feira (5) que está em fase de planejamento para a realização de cursos de capacitação profissional em 38 municípios do estado em parceria com o Governo Federal através do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A meta é que mais de 2.500 norte-rio-grandenses sejam beneficiados ainda neste semestre.

Dentre as modalidades ofertadas nesta etapa está o Programa Mulheres Mil, modalidade exclusiva para mulheres em estado de vulnerabilidade social. E há também cursos voltados para o sistema prisional, em especial para detentos do regime fechado.

Ao todo, mais de 100 cursos serão ofertados nos municípios de Assu, Angicos, Baía Formosa, Baraúna, Barcelona, Brejinho, Caicó, Equador, Goianinha, Ipueira, João Câmara, Jucurutu, Jundiá, Lagoa de Pedras, Lagoa Salgada, Macaíba, Martins, Monte Alegre, Mossoró, Natal, Nísia Floresta, Nova Cruz, Paraú, Parnamirim, Pedro Velho,Pilões, Rafael Godeiro, Riachuelo, Rio do Fogo, Santo Antônio, São Gonçalo do Amarante, São José de Mipibu, São Miguel do Gostoso, Senador Georgino Avelino, Serra Caiada, Serra de São Bento, Serra do Mel e Vera Cruz.