Category: Política

Invés de revalidar e aceitar pagamento integral aos médicos, Cuba manda médicos retornarem

Resultado de imagem para Cubanos no mais médicos
Médico cubano Juan Delgado do programa Mais Médico / Foto: Alan Marques/Folhapress

O governo cubano não gostou da ideia de Bolsonaro de que quando assumisse o governo brasileiro iria adotar o regime de revalidar a todos os médicos, brasileiros ou estrangeiros, que estivesse atuando no program federal do “Mais Médico”. No caso dos brasieliros será apenas para os que se formaram no estrangeiro.

Cuba que tem mais de oito mil médicos espalhados por todo o Brasil foi que findou quebrando o contrato, se antecipando com a medida de mandar voltar os médicos cubanos. Os médicos cubanos pagam a Cuba um tributo de cerca de 75% de seus salários, e ainda tem que se submeter a ficarem distantes de suas famílias que segundo denúncias, vivem sob ameaça do governo castrense, caso algum cubando resolva não retornar ao seu país. Uma verdadeira e cruel ditadura que está sendo sustentada com o dinheiro do povo brasileiro.

Bolsonaro reafirmou que está disposto ao assumir o governo revalidar por meio de exames os médicos cubanos que desejam ficar no Brasil, e oferece asilo em caso de perseguição cubana.

Não é Bolsonaro que está mandado os médicos cubanos embora; mas é o governo cubano que não quer ser honesto com seu patrícios.

Márcia Maia cobra plantão para atender mulheres vítimas de violência doméstica

A deputada estadual Márcia Maia (PSDB) propôs, na sessão desta quarta-feira (14), na Assembleia Legislativa, que as delegacias especializadas em atendimento a mulheres passem a atender em regime de plantão. A deputada afirmou que visitou as delegacias e constatou que não existe atendimentos à noite nem nos finais de semana para as mulheres vítimas de violência doméstica.

“O agressor está em casa exatamente à noite e nos finais de semana, e nesses momentos as mulheres agredidas não tem como ser atendidas”, alertou Márcia, que apresentou requerimento pedindo o serviço ao Governo. ”Se não puder mais ser no atual Governo, chamo atenção para a futura governadora Fátima Bezerra “, disse Márcia, que propôs ainda a criação de um núcleo de feminicídio no sistema de segurança pública, e a formalização de um convênio para atendimento psicológico, social e jurídico para as vítimas de violência doméstica.

Márcia citou a região metropolitana de Natal como mais vulnerável. “É nessa região onde são registrados os maiores índices de violência doméstica contra a mulher”, disse a deputada, ressaltando que na delegacia de Parnamirim, a partir de um convênio com uma universidade, as mulheres atendidas já contam com os serviços de Psicologia, Assistência Social e Jurídica. “Queremos que essas parcerias sejam institucionalizadas e que possam se estender”, encerrou Márcia Maia.

Assessoria

Sessão Solene do Legislativo potiguar homenageia categoria médica

O Dia do Médico – comemorado anualmente em 18 de outubro – foi celebrado em sessão solene, nesta quarta-feira (14), na Assembleia Legislativa. A solenidade atendeu requerimento do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB) e homenageou 24 médicos, indicados pelos deputados, representando toda a categoria dos profissionais da medicina no Estado.

“Esta sessão solene é marcada pela alegria de poder homenagear a quem tanto tempo tem dedicado suas vidas, ao processo de curar quando possível, aliviar quase sempre, consolar em todas as oportunidades. São pessoas marcadas pela força de um ideal, a crença num futuro melhor para a humanidade, característica que lhes sustenta e lhes impulsiona no prosseguimento dessa jornada. Os homenageados são pessoas cujos nomes são sinônimos de dedicação”, afirmou Ezequiel Ferreira de Souza.

Em discurso representando os homenageados, o médico ortopedista Ivan Lucena de Almeida relembrou o início da carreira. “Fiquei muito emocionado com essa homenagem. Com 38 anos de medicina, atuando como professor e ortopedista na rede pública e privada. Me pergunto porque decidi ser médico? Eu não tinha nenhum parente na minha família, mas aconteceu. A minha grande missão como médico foi tratar dos pacientes pelo SUS, da deformidade de pé torto congênito. E ajudar essas pessoas não tem preço”, disse.

HOMENAGEADOS
Napoleão de Paiva Sousa
Raphael Machado Gonçalves
Ivan Lucena de Almeida
José Targino Segundo Neto (Dr. Targininho)
Cleanto Carlos Rego
Flávio Cunha; Antônio Jácome de Lima Junior
André Corsino da Costa
Gustavo Montenegro Soares
Ludmilla Almeida da Rocha Ribeiro de Oliveira
Francisco José Batista de Lima Júnior
Antônio Medeiros Dantas Filho
Juliana Florinda Rêgo
José Torquato de Figueiredo (In Memorian)
Giselda Trigueiro (In memorian)
Alderley Torres de Medeiros
Beatriz Fernandes
Mário Arnaud Melo de Abreu
Rogério José Nelson dos Santos
Nadja Tássia Veríssimo
Jahyr Navarro da Costa
Rubens de Andrade Lisboa (In memorian)
Jean Frederico Falcão do Carmo
Murilo Celeste Barros

Assessoria

Assembleia homenageia médicos do RN em sessão solene nesta quarta-feira

Alguns dos nomes que têm marcado a trajetória da medicina recente no Rio Grande do Norte serão homenageados nesta quarta-feira (14), às 9h, na Assembleia Legislativa.

Por propositura do deputado estadual Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB), os médicos, que encontram em Hipócrates a paternidade da profissão e em São Lucas, o patronato, terão reconhecido com medalhas comemorativas seu inestimável serviço prestado ao Rio Grande do Norte. A solenidade é alusiva ao Dia do Médico, ocorrido no dia 18 de outubro.

“Essa é uma homenagem muito merecida aos profissionais da medicina no nosso estado que cuidam da saúde humana, prevenindo, diagnosticando, tratando e curando as doenças. Eles escolheram a difícil e nobre missão, que requer desses profissionais consideração, compaixão e benevolência com quem precisa dos seus trabalhos”, afirma o deputado Ezequiel Ferreira.

Vinte e quatro médicos vão ser homenageados representando toda a categoria dos profissionais da medicina no Estado, escolhidos pelos deputados. São eles: Napoleao de Paiva Sousa; Raphael Machado Gonçalves; Ivan Lucena de Almeida; José Targino Segundo Neto, (Dr. Targininho); Cleanto Carlos Rego; Flávio Cunha; Antônio Jácome de Lima Junior; André Corsino da Costa; Gustavo Montenegro Soares; Ludmilla Almeida da Rocha Ribeiro de Oliveira; Francisco José Batista de Lima Júnior; Antônio Medeiros Dantas Filho;  Juliana Florinda Rêgo; José Torquato de Figueiredo (In Memorian): Giselda Trigueiro (In memorian); Alderley Torres de Medeiros; Beatriz Fernandes; Mário Arnaud Melo de Abreu; Rogério José Nelson dos Santos; Nadja Tássia Veríssimo; Jahyr Navarro da Costa;  Rubens de Andrade Lisboa (In memorian); Jean Frederico Falcão do Carmo e Murilo Celeste Barros.

Ezequiel solicita reabertura de agências dos Correios no Seridó e Trairí

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira (PSDB), apresentou requerimento na Assembleia Legislativa solicitando a recuperação das agências dos Correios dos municípios de Bom Jesus, no Trairi, e Ouro Branco, no Seridó potiguar, bem como da agência do Bradesco também em Ouro Branco.

“Os habitantes dos municípios que tiveram as agências dos Correios e bancária danificadas e fechadas estão enfrentando muitos contratempos. Além de precisarem arcar com o transporte no deslocamento para municípios vizinhos, os comerciantes locais estão amargando perdas, uma vez que os consumidores acabam fazendo suas compras nas cidades onde realizam os saques bancários”, explica o deputado.

As agências foram fechadas após serem depredadas em ataques criminosos. Conforme relatado por Ezequiel, a paralisação das unidades tem gerado transtornos à população e comprometido a economia local. Sensibilizado com a situação, o deputado pede ao Governo do Estado, a Superintendência Regional dos Correios e ao superintendente Regional do Bradesco, além das prefeituras locais, providências para a breve recuperação e reabertura dessas unidades.

Bolsonaro anuncia general Fernando Azevedo e Silva para ministro da Defesa

Resultado de imagem para general da reserva Fernando Azevedo e Silva
Foto: da Internet

G1 – O presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) anunciou nesta terça-feira (13) que indicou para o cargo de ministro da Defesa o general da reserva Fernando Azevedo e Silva.

Bolsonaro confirmou a indicação por meio do Twitter logo após chegar a Brasília. O presidente eleito pousou na manhã desta terça na base área para uma nova rodada de conversas com autoridades.

Jair M. Bolsonaro

@jairbolsonaro

Bom Dia! Comunico a todos a indicação do General-de-Exército Fernando Azevedo e Silva para o cargo de Ministro da Defesa.

15.3K people are talking about this

Azevedo e Silva foi chefe do Estado-Maior do Exército e passou para a reserva neste ano. Atualmente, o general assessora o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.

Em nota divulgada no fim da manhã, Toffoli disse que foi consultado por Bolsonaro sobre Azevedo e Silva.

“Hoje pela manhã, fui consultado pelo Presidente eleito Jair Bolsonaro sobre a indicação de Fernando Azevedo e Silva e prontamente disse que seria uma excelente escolha”, afirmou o ministro.

Projeto para implementação da Lei da Mata Atlântica é lançado na Assembleia

O projeto “Fortalecendo os Conselhos Municipais de Meio Ambiente por meio dos Planos Municipais de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica – PMMA” foi lançado em audiência pública promovida na manhã desta segunda-feira (12), na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte. De iniciativa do deputado Fernando Lula (PT), o lançamento ocorreu de forma simultânea em outros 5 estados brasileiros (Paraíba, Bahia, Alagoas, Sergipe e Pernambuco).

“O objetivo da iniciativa é levar conhecimento e mobilização para a implementação da Lei da Mata Atlântica”, destacou Fernando Mineiro. Realizado pela Associação Nacional de Órgãos Municipais de Meio Ambiente (Anamma), em parceria com o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (ONU Meio Ambiente), o projeto conta com participação da Fundação SOS Mata Atlântica e será realizado até abril de 2019.

Para a gestora ambiental Mariana de Oliveira Gianiaki, existe uma necessidade fundamental da participação da sociedade civil na implementação desses planos. Por isso a importância de “alinhar agenda com órgãos como Idema, Semarh, e outros, em função da capacitação dos municípios no planejamento da biodiversidade. Essa biodiversidade é promotora da qualidade de vida da nossa população”, destacou.

O papel das instituições foi afirmado durante a audiência pública que contou com a presença de representantes da secretaria de Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos do Estado do Rio Grande do Norte, secretaria municipal de Meio Ambiente e Urbanismo, IBAMA, Ministério Público Paulo Kennedy Coelho, Ministério Público e instituições de defesa e promoção do meio ambiente.

Projeto
O projeto ”Fortalecendo os Conselhos Municipais de Meio Ambiente por meio dos Planos Municipais de Conservação e Recuperação da Mata Atlântica – PMMA” oferece apoio às prefeituras para a elaboração do PMMA, principal instrumento para implementação da Lei da Mata Atlântica. O Plano deverá prever os subsídios ambientais a programas de ação, no âmbito dos Planos Municipais correlatos, tais como o Plano Diretor Municipal, o Plano Municipal de Saneamento Básico e o Plano de Bacia Hidrográfica.

Dois componentes configuram o projeto: o primeiro é de capacitação e oferece a 10ª edição do curso online e gratuito realizado pela Ambiental Consulting, desde 2012 em parceria com o Ministério do Meio Ambiente (MMA), no âmbito dos projetos de proteção da Mata Atlântica e, desde 2015, em parceria com a Fundação SOS Mata Atlântica no projeto de fomento à elaboração dos Planos Municipais de Mata Atlântica (PMMA).

O segundo componente traz a consulta pública de percepção ambiental, uma ferramenta incorporada ao processo do PMMA por meio de uma parceria da SOS Mata Atlântica e do Instituto Paulo Montenegro. O objetivo é fortalecer o estímulo ao processo participativo como um instrumento de sensibilização e mobilização que leva ao cidadão a oportunidade de refletir sobre os temas ambientais abordados e se manifestar com sua percepção. Ao mesmo tempo, apresenta ao gestor público e ao Conselho de Meio Ambiente, que promove a ação no município, o resultado da avaliação de sua cidade, no olhar do cidadão, o que também aponta necessidade de prioridade na elaboração de políticas públicas voltadas a estas demandas.

Banco de Talentos da Escola da Assembleia conquista Prêmio ABEL 2018

O Banco de Talentos da Escola da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte conquistou o Prêmio ABEL 2018, consagrando mais um excelente trabalho realizado com as oficinas técnicas, instituindo o Banco de Talentos, que consiste em um cadastro de profissionais para que possam ser contratados futuramente pela Escola da Assembleia.

“Nos orgulhamos de mais uma premiação recebida pela Escola da Assembleia o que reforça, ainda mais, a visão inovadora incentivada por nossa gestão. A premiação reflete um grande desafio enfrentado pelo Poder Legislativo brasileiro: ser capaz de transformar a Assembleia em um órgão mais eficiente como exemplo na área pública. Já foram realizados dezenas de convênios para parceria no desenvolvimento do ensino Legislativo no Estado do Rio Grande do Norte, contando com o apoio da FECAM para esse desenvolvimento de ações de qualificação e aprendizagem. Nós somos a primeira gestão a implantar um mestrado em uma Escola Legislativa do país. Fato também a destacar”, salientou Ezequiel Ferreira.

“Como esse projeto, a Escola da Assembleia demonstra sua preocupação em assegurar um processo transparente em prol da melhor qualidade docente, para garantir o foco à educação da Gestão do presidente Ezequiel Ferreira”, disse o diretor da Escola da Assembleia, Carlos Russo.

O Prêmio ABEL 2018 foi entregue no XXXII Encontro da Associação Brasileira das Escolas do Legislativo e de Contas – ABEL, realizado em Curitiba no período de 7 a 9 de novembro. Carlos Russo recebeu o prêmio juntamente com o servidor efetivo concursado, Andrie Bezerra, que atuou em todas as fases do desenvolvimento deste projeto. “É relevante ressaltar a importância do Professor Abdon Cunha, que atuou nas oficinas técnicas neste ano, consolidando o projeto na prática”, destacou o diretor da Escola da Assembleia, ressaltando ainda o crescimento da Escola no cenário nacional. “Esse prêmio é mais uma mostra de que a Escola da Assembleia continua como uma referência na educação legislativa brasileira”.

Banco de Talentos

Formado em 2017, o Banco de Talentos da Escola auxilia no processo de seleção de capacitação profissional nos colaboradores e membros atuantes para melhoria na qualidade do serviço público prestado por estes à população.

A Escola está realizando cadastro, através do Chamamento Público para a manutenção do Banco de Talentos. Poderão cadastrar junto à EALRN todos os profissionais acadêmicos e técnicos especializados, para que componha, em caráter eventual, por período certo e sem prejuízo do exercício das competências inerentes ao seu cargo, equipe constituída para ministrar curso de formação, desenvolvimento ou capacitação de servidores.

As inscrições acontecem até 15 de novembro de 2018, das 8h às 18h, na sede da Escola, e poderão ser feitas pessoalmente ou por procurador legalmente constituído.

Moro: “Eu não assumiria um papel de ministro da Justiça com risco de comprometer a minha biografia”

Resultado de imagem para Moro e Poliana
Foto: da Internet

O juiz Sérgio Moro ao dá entrevista a jornalista Poliana Abritta que foi exibido no Fantástico da Rede Globo fez declarações bem sólidas do que deseja para seu futuro.

A apresentadora do Fantástico, Poliana Abritta, foi a Curitiba para uma entrevista com o juiz Sérgio Moro, que está de mudança pra Brasília a partir de janeiro. Ele assume o Ministério da Justiça e Segurança Pública. Sob elogios e críticas, o juiz Sérgio Moro aceitou o convite do presidente eleito Jair Bolsonaro.

Entre tantas respostas estão algumas que chamou muito atenção pelo perfil firme de Moro, o que causa muita segurança no Brasil. Todos dizem que o presidente eleito Bolzonaro deu uma acertada de mestre.

Lava Jato: 

Na sexta-feira, depois desta entrevista, o Conselho Nacional de Justiça solicitou que Sérgio Moro preste informações por “suposta atividade político-partidária” ao aceitar o convite para ser ministro. O juiz terá 15 dias para se manifestar.

Sérgio Moro: Eu estou indo pra consolidar os avanços da Operação Lava-Jato em Brasília.

Poliana Abritta: O senhor acha que o momento que a gente vive hoje, politicamente, é resultado desses quatro anos da Lava-Jato?

Sérgio Moro: Em parte, nas eleições, havia um sentimento muito forte contra um sistema político que, apesar de todas essas revelações de casos de grande corrupção, praticamente nada fez. O atual senhor presidente eleito foi quem, talvez, quem melhor foi identificado pela população como alguém que modificaria esse status quo. Qualquer outro candidato que fosse identificado com essa causa anticorrupção teria boas chances. Sem prejuízo das outras bandeiras do candidato.

Propostas de Moro para  a pasta:

  • que condenados por homicídio pelos tribunais do júri cumpram a pena imediatamente, sem esperar o julgamento de recursos.
  •  que seja proibida a progressão de pena e a saída temporária de presos que tenham vínculos com organizações criminosas.
  • que crimes graves demorem mais a prescrever.
  • que haja uma regulação mais clara para que policiais possam trabalhar disfarçados.
  • que seja ampliado o banco de dados genético para esclarecer crimes com exames de DNA.
  • que denunciantes anônimos sejam mais protegidos.

Diz que os ministros do governo de Bolsonaro que vierem a se envolverem em corrupção serão afastados do do governo.

Poliana Abritta: Se um ministro vier a se envolver a se envolver em alguma denúncia de corrupção, ele será afastado? O senhor defende o que, nesse caso?

Sérgio Moro: Se a denúncia for consistente, sim.

Poliana Abritta: Qual o critério jurídico pra gente definir uma denúncia como consistente?

Sérgio Moro: Tem que ser avaliado. Eu acho que é uma falácia, muitas vezes, que se ouviu no passado “ah, tem que esperar o trânsito em julgado”.

Poliana Abritta: O que o senhor defende? Se virar réu?

Sérgio Moro: Não, eu defendo que, em caso de corrupção, se analise as provas e se faça um juízo de consistência, porque também existem acusações infundadas, pessoas têm direito de defesa. Mas é possível analisar desde logo a robustez das provas e emitir um juízo de valor. Não é preciso esperar as cortes de justiça proferirem o julgamento.

Poliana Abritta: Esse juízo de valor seria dado por quem? O senhor como ministro da Justiça iria analisar e fazer esse juízo de valor pra aconselhar o presidente a demitir o ministro em questão?

Sérgio Moro: Provavelmente. Ou algum outro conselheiro. O que me foi assegurado e é uma condição… Não é bem uma condição, não fui lá estabelecer condições. Mas eu não assumiria um papel de ministro da Justiça com risco de comprometer a minha biografia, o meu histórico. Isso foi objeto de discussão e afirmação do senhor presidente eleito, que ninguém seria protegido se surgissem casos de corrupção dentro do governo.

Moro diz que Bolsonaro poderá o demitir em caso de contrariedade; que o presidente é o Bolsonaro.

Poliana Abritta: O senhor, mais de uma vez, falou que vai estar subordinado à palavra final, que é do presidente eleito Jair Bolsonaro. E se chegar numa hora em que vocês divergirem em absoluto?

Sérgio Moro: Depende sobre o quê. Quem foi eleito foi o senhor presidente. E, eventualmente, se acontecer uma situação dessas, ele pode desejar me substituir por alguém que possa cumprir uma política que eventualmente eu discorde em absoluto. Eu vou assumir esse cargo em janeiro, não com a perspectiva de ser demitido, mas com a perspectiva de realizar um bom trabalho e ter uma convergência com o presidente eleito. Mas, se tudo der errado, eu deixo o cargo ministerial e certamente vou ter que procurar me reinventar no setor privado, de alguma forma.

Fonte: https://g1.globo.com/fantastico/noticia/2018/11/11/moro-eu-nao-assumiria-um-papel-de-ministro-da-justica-com-risco-de-comprometer-a-minha-biografia.ghtml

Memorial da Assembleia Legislativa participa da 3ª edição do Fórum Negócios

Crédito das Fotos: Plínio Saldanha

Os potiguares terão nova oportunidade de conhecer um pouco mais sobre sua história e cultura, através do estande montado pelo Memorial da Assembleia Legislativa, na 3ª edição do Fórum Negócios, maior evento corporativo da região Nordeste. O encontro acontece nesta sexta-feira (9), das 18h às 22h, e no sábado (10), das 14h às 22h, no setor oeste do Arena das Dunas.

No espaço reservado ao Memorial do Legislativo, os norte-rio-grandenses terão contato mais próximo com toda a história da Assembleia Legislativa do RN, a importância do Poder Legislativo para a sociedade potiguar, o pioneirismo da mulher na política no Estado, a evolução das urnas e do voto no Rio Grande do Norte, além da curta parte política da vida de Câmara Cascudo, que chegou a ser nosso deputado estadual por três dias.

Para o professor e historiador Fábio Cortez, um dos expositores do projeto, a iniciativa é interessante porque possibilita o resgate e a valorização do patrimônio histórico, além de motivar o senso de preservação e de identidade cultural dos potiguares. “O objetivo é sair das paredes da Assembleia Legislativa em busca do público, levando os potiguares a mergulharem no seu passado, para que possam entender melhor o presente e, assim, construir um futuro melhor”, detalha o professor.

A presença do Memorial do Legislativo no fórum faz parte das ações do “Projeto Memorial Itinerante”, em que a Assembleia Legislativa transpõe seus muros para apresentar à população norte-rio-grandense seu patrimônio histórico e seus valores nativos. Geralmente se apresentando em escolas públicas, o projeto tem, mês a mês, uma temática diferente relativa ao Rio Grande do Norte.

O Memorial Itinerante já esteve presente em outros eventos no Estado, como Festa do Boi, Setembro Cidadão e Congresso da Paz.

Assembleia promove ação de educação e cultura sobre Centro Histórico de Natal

Nos 201 mil metros quadrados que delimitam o Centro Histórico de Natal se desenrolaram fatos que marcaram a história da cidade – e do Estado – e que até hoje repercutem na vida das pessoas, apesar da maioria não ter conhecimento do valor desse sítio, o que gera a falta de identidade e não desperta a necessidade de preservação.

Ao sair de casa e se dirigir à Cidade Alta, por exemplo, quantos natalenses já se perguntaram por que o primeiro bairro de Natal tem esse nome? O título é uma alusão à altitude do terreno sobre o rio Potengi. Cidade Alta foi o primeiro bairro de Natal, seu crescimento foi, inicialmente, em direção às margens do rio, na parte baixa, na parte ribeirinha, o que originou o segundo bairro, de nome Ribeira.

Quarta cidade mais antiga do Brasil, Natal tem um patrimônio histórico que precisa ser valorizado, razão pela qual o Memorial da Cultura e do Legislativo volta suas atividades para o sítio histórico da capital do Rio Grande do Norte, com seu projeto Memória Itinerante.

O projeto, que consiste em transmitir os valores fincados na história nativa, permite que alunos de rede pública de ensino tomem contato com o passado que foi edificado para que eles possam usufruir do atual presente. O projeto convida ainda à reflexão sobre o futuro, motivando o senso de preservação e de identidade cultural com o patrimônio explorado.

Na próxima ação, os alunos da Escola Estadual Winston Churchill serão os beneficiados pelo “Memória Itinerante”, que vai percorrer 29 pontos do Corredor Cultural do Centro Histórico de Natal.

“A diretora da escola ficou maravilhada. É um tipo de projeto que os alunos não têm acesso todos os dias. Devemos também levar essa ação a alunos de outras escolas situadas no próprio Centro Histórico, como o IFRN e o CDF”, explicou o curador do Memorial, Plínio Sanderson.

Dentre os 29 pontos, estão itens como a Praça André de Albuquerque, O Largo Vicente de Lemos, o Solar Bela Vista, a Casa de Câmara Cascudo, Fábrica de Fiação de Natal, o Teatro Alberto Maranhão, o Palácio Felipe Camarão e o Palácio José Augusto, sede da Assembleia Legislativa.

As escolas que tenham interesse no projeto podem contatar o Memorial pelo telefone 3232-5961 / 3232-8695 ou ainda pelo email: memorialparlamentar@rn.gov.br.

Assessoria

Assembleia Legislativa vai homenagear profissionais da medicina em sessão solene

Profissionais da Medicina no Rio Grande do Norte vão ser homenageados em sessão solene a ser realizada na próxima quarta-feira (14), às 9h, no plenário da Assembleia Legislativa, numa propositura do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PSDB). A solenidade é alusiva ao Dia do Médico, ocorrido no dia 18 de outubro.

“Essa é uma homenagem muito merecida aos profissionais da medicina no nosso estado que cuidam da saúde humana, prevenindo, diagnosticando, tratando e curando as doenças. Eles escolheram a difícil e nobre missão, que requer desses profissionais consideração, compaixão e benevolência com quem precisa dos seus trabalhos”, afirma o deputado Ezequiel Ferreira.

Vinte e quatro médicos vão ser homenageados representando toda a categoria dos profissionais da medicina no estado, escolhidos pelos deputados. A relação dos homenageados, que receberão medalhas comemorativas durante a sessão solene é esta:

Napoleāo de Paiva Sousa; Raphael Machado Gonçalves; Ivan Lucena de Almeida; José Targino Segundo Neto, (Dr. Targininho); Cleanto Carlos Rego; Flávio Cunha; Antônio Jácome de Lima Junior; André Corsino da Costa; Gustavo Montenegro Soares; Ludmilla Almeida da Rocha Ribeiro de Oliveira; Francisco José Batista de Lima Júnior; Antônio Medeiros Dantas Filho;  Juliana Florinda Rêgo; José Torquato de Figueiredo (In Memorian): Giselda Trigueiro (In memorian); Alderley Torres de Medeiros; Beatriz Fernandes; Mário Arnaud Melo de Abreu; Rogério José Nelson dos Santos; Nadja Tássia Veríssimo; Jahyr Navarro da Costa;  Rubens de Andrade Lisboa (In memorian); Jean Frederico Falcão do Carmo e Murilo Celeste Barros.

Assessoria

Senador mais votado do RN abre processo seletivo para contratar assessores e exige exame toxicológico

Capitão Styvenson ganhou notoriedade no estado como ‘Carrasco da Lei Seca’ — Foto: Fernanda Zauli/G1

Senador mais votado do Rio Grande do Norte, o Capitão Styvenson (Rede) abriu nesta sexta-feira (9) processo seletivo para a contratação de assessores parlamentares. De imediato, serão nomeados profissionais de nível superior para atuação no gabinete de apoio, em Natal. Um detalhe: os candidatos aprovados e selecionados devem fazer exame toxicológico.

Os currículos devem atender ao edital, que foi publicado nesta sexta (acesse AQUI).

Estão sendo ofertadas 8 vagas para profissionais nas seguintes áreas:

  • Direito (duas vagas)
  • Administração (uma vaga)
  • Saúde (uma vaga)
  • Educação (uma vaga)
  • Economia (uma vaga)
  • Tecnologia da informação (uma vaga)
  • Comunicação social (uma vaga)

Os escolhidos serão chamados para uma entrevista em dezembro. Os que forem contratados devem começar a trabalhar no dia 2 de fevereiro de 2019, quando se inicia o próximo período legislativo. A remuneração e os benefícios são os previstos no regimento do Senado Federal.

“Essa é uma iniciativa pioneira em nosso estado. Quem sabe até do país. O que eu quero com isso é valorizar as pessoas que moram e conhecem os problemas do nosso estado, as angústias e necessidades do povo potiguar”, destacou Styvenson.

Ainda de acordo com o novo senador, a escolha de um processo seletivo para a contratação de sua equipe vem da necessidade institucional de utilizar ferramentas de gestão de pessoas, sobretudo, no sentido de eficiência e eficácia dos serviços que serão prestados à população.

“É claro que terei outras pessoas mais próximas em nosso gabinete, tanto aqui na capital potiguar quanto em Brasília, mas toda a nossa equipe está sendo formada com base nos preceitos da meritocracia, ou seja, pela competência profissional e também por princípios morais. Por isso a exigência de exame toxicológico e comprovação de capacidade técnica. Eu, inclusive, também me submeterei ao exame. Temos que ser exemplo”, concluiu Styvenson.

Serviço

  • Processo Seletivo
  • 09/11/2018: Publicação do Edital;
  • 12/11/2018 a 14/11/2018: Recebimento dos currículos pelo e-mail assessoria.caprn@hotmail.com
  • 19/11/2018 a 30/11/2018: Análise dos currículos;
  • 03/12/2018 a 05/12/2018: Entrevista com os candidatos selecionados;
  • 14/12/2018: Resultado final da seleção, com a convocação dos selecionados por e-mail.

Fonte: https://g1.globo.com/rn

Situação hídrica do Estado é tema de pronunciamento do deputado Souza

Recursos hídricos, uma questão que afeta o Rio Grande do Norte, notadamente no interior, foi o tema do pronunciamento do deputado Souza (PHS) na sessão plenária da Assembleia Legislativa na manhã desta quinta-feira (8). O parlamentar aproveitou para solicitar da governadora eleita Fátima Bezerra (PT) que faça um esforço para colocar a proposta apresentada pela CAERN para o enfrentamento da crise hídrica do Estado, orçada em R$ 500 milhões, dentro do programa executado com recursos do Banco Mundial, o Governo Cidadão.
“A Proposta foi apresentada pela CAERN numa audiência sobre a situação hídrica do Estado, relacionando as obras que precisam ser feitas em várias regiões do estado para o enfrentamento da crise hídrica, resolvendo de uma vez o problema do abastecimento de água. Espero que a governadora Fátima consiga colocar esse projeto dentro dos recursos do Banco Mundial”, disse o deputado Souza.
Souza registrou a audiência que teve no dia anterior com o presidente da CAERN, Marcelo Toscano quando encaminhou outras solicitações na área hídrica. Uma delas foi a extensão da rede de água nas cidades Jaçanã, para beneficiar o bairro Paraíba e a comunidade Cruz de São Pedro. Falou também sobre a extensão em São José de Campestre, para levar água para a comunidade Novo Milênio.
A perfuração de poços na região da Costa Branca, beneficiando as comunidades Istambul, Paraíso e Baixa Grande, no município Areia Branca e sobre poços em Mossoró, um para abastecer Nova Mossoró e outro para o Alto do Sumaré.
Souza falou ainda com o presidente da Companhia sobre a construção da adutora da Costa Branca, que vai abastecer as comunidades Redonda, Cristóvão, Ponta do Mel e a cidade de Porto do Mangue.

Márcia Maia chama atenção para necessidade de retomada da capacidade de investimentos do RN

A deputada Márcia Maia (PSDB) chamou a atenção durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, nesta quinta-feira (08), para necessidade de retomada da capacidade de investimento do Estado. A parlamentar destacou a importância do apoio dos Poderes na recuperação da credibilidade do Estado.

“Precisamos da colaboração e compreensão de todos os Poderes para enfrentar a crise econômica e de credibilidade enfrentadas pelo Rio Grande do Norte. Com a colaboração de todos, podemos reduzir as despesas para que tenhamos condições de retomar o equilíbrio fiscal e financeiro e a capacidade de investimento do Estado”, disse Márcia Maia.

Ainda durante a sessão, a parlamentar relembrou a visita da governadora eleita Fátima Bezerra à Assembleia Legislativa e falou sobre as prioridades da nova gestão do Estado. Para Márcia, é preciso ter condições de investimento em políticas públicas relacionadas às mulheres, além de ações para saúde e segurança pública.