Category: Política

Kelps solicita informações sobre plano de recuperação das rodovias do RN

unnamed (9)

O deputado Kelps Lima (Solidariedade) solicitou ao Governo do Estado informações sobre o plano de recuperação das rodovias do Rio Grande do Norte, no valor de R$ 260 milhões, anunciado esta semana pelo Executivo Estadual. O pedido foi feito nesta terça-feira (15), durante pronunciamento na sessão plenária da Assembleia Legislativa.

“Uma das nossas obrigações enquanto deputado é fiscalizar. Esperamos um posicionamento oficial do Governo sobre a disponibilidade desse valor, pois ele não consta nem no Orçamento do Estado”, disse Kelps, que encaminhou requerimento ao Governador Robinson Faria (PSD).

O parlamentar questiona se o valor do investimento será realmente da ordem de R$ 260 milhões, quais os trechos de rodovia que serão recuperados e o cronograma de desembolso do dinheiro para a execução das obras. “Precisamos saber se o anúncio deste investimento não é apenas para aliviar a situação do Governo, que vem sendo pressionado pelos municípios em razão das condições das estradas”, declarou.

Em aparte, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) reforçou o pronunciamento de Kelps Lima e a necessidade de investimentos nas estradas estaduais.

Assessoria

CCJ distribui treze matérias para os relatores na reunião desta terça-feira

unnamed (8)

Na primeira reunião da Comissão de Constituição, Justiça e Redação (CCJ), presidida pelo deputado Albert Dickson (PROS), na manhã desta terça-feira (15), foram distribuídas 13 matérias para análise dos relatores. Os projetos serão votados em plenário da Comissão na próxima terça-feira (22). Ao final da reunião, o novo presidente disse que vai fazer algumas alterações no processo administrativo da CCJ.
“Na próxima sexta-feira (18) vamos fazer uma reunião com a equipe administrativa para a discussão de mudanças em procedimentos. O intuito é conduzir a Comissão nos mesmos moldes do que acontece na Câmara dos Deputados, para que a gente possa dar ainda mais celeridade ao processo de análise e votação das matérias encaminhadas à CCJ”, disse Albert Dickson.
A reunião contou com a presença do Procurador Geral de Justiça do Ministério Público Estadual, Reinaldo Reis, que deu explicações sobre o Projeto de Lei Complementar de iniciativa do órgão, que dispõe sobre a extinção de cargos de Promotor e Procurador de Justiça.
Reinaldo explicou que o Ministério Público está acima do limite da Lei de Responsabilidade Fiscal, com um percentual de 2,03% da receita líquida corrente com pagamento de pessoal.  “Até abril do próximo ano temos que reduzir a despesa com pessoal para menos de 1,90%, que é o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal”, disse o Procurador Geral de Justiça.
Pelo Projeto, que terá como relator o deputado Albert Dickson, serão diminuídos 26 cargos, sendo quatro de Procurador, treze de Promotor em Natal e nove de Promotor de Justiça Substituto.
Homenagem
Ao final da reunião o presidente da CCJ prestou homenagem ao Procurador Legislativo e coordenador das Comissões Temáticas da Assembleia Legislativa, Israel Nunes, que se aposentou após 36 anos de serviço na Casa.
Além de Albert Dickson, participaram dos trabalhos na CCJ os deputados José Adécio (DEM), Gustavo Fernandes (PMDB), Carlos Augusto (PTdoB), Kelps Lima (Solidariedade) e Márcia Maia (PSB).

Assessoria

Presidente Ezequiel Ferreira recebe alunos do IFRN em visita à Assembleia

unnamed (7)

Os alunos do 3º ano do curso de Informática e Mecatrônica do IFRN (Campus-Parnamirim) visitaram os setores da Assembleia Legislativa na manhã desta terça-feira (15), e receberam as boas vindas do presidente da Casa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), no Salão Nobre Iberê Ferreira. Na oportunidade o presidente detalhou as atividades dos deputados, explicou as atribuições do Poder Legislativo e anunciou o ciclo de debates temáticos com grandes nomes do cenário nacional para o segundo semestre do ano.

“Receber e apresentar um pouco das ações da Casa Legislativa do Rio Grande do Norte é sempre uma satisfação. Aproveito para anunciar e convidá-los para que se façam presentes ao ciclo de debates com grandes nomes nacionais, das mais diversas tendências. Pela manhã o debate será com os deputados e no expediente da tarde o evento se voltará para os jovens potiguares que terão oportunidade de trocar informações com personalidades das mais variadas correntes e temáticas da atualidade”, salientou Ezequiel Ferreira que esteve acompanhado dos deputados Carlos Augusto (PTdoB) e Hermano Morais (PMDB), durante as boas vindas aos alunos.

Moisés Medeiros e Mateus Jônatas, ambos de 17 anos, demonstraram interesse na política estudantil durante breve conversa com o deputado Ezequiel Ferreira que estimulou a ambos ao dizer que foi na política estudantil, no grêmio da APEC, que tomou gosto pela carreira política. Acompanhando os alunos, a professora de Sociologia, Lúcia Costa, explicou que a visita servirá para impactar a turma com a vivência nos espaços públicos de grandes decisões para a cidadania, tendo em vista que os jovens estão estudando a importância do voto, formas de governo e participação política.

As visitas à Assembleia Legislativa ocorrem rotineiramente e podem ser agendadas no setor de Cerimonial pelo número (84) 3232-5761. “Durante a visita é possível percorrer os diversos setores do Poder Legislativo como o Memorial, acompanhar as comissões permanentes, conversar com os deputados e vislumbrar as atividades do plenário”, disse Gevaneide Pereira, gerente do Cerimonial.

Assessoria

José Dias comenta manifestações de rua

unnamed (6)

As manifestações que aconteceram em todo o Brasil, no último domingo (13), foram comentadas pelo deputado estadual José Dias (PSDB) durante sessão ordinária desta terça-feira (15).

“Ninguém pode administrar um país com espirito deliberante. O Brasil precisa de salvação e o povo está convencido que a solução é a saída do Partido dos Trabalhadores do poder”, disse José Dias.

O deputado acredita que este assunto será enfrentado “com sucesso” pela Justiça, Ministério Público e Polícia Federal. “Compete a nós como cidadãos apoiar incondicionalmente aquilo que a justiça vem fazendo para livrar o Brasil da corrupção. Vamos ter uma solução democrática pelo impeachment”.

José Dias fala ainda que ao lado do grave problema da corrupção existe ainda a falência de alguns poderes e destaca que não há possibilidade de se resolver a crise econômica, social e política sem a saída da presidente Dilma Rousseff (PT). Ele também comentou as manifestações petistas, marcadas para a próxima sexta-feira (18). “Acho que a manifestação do PT vai fracassar”, disse José Dias.

Em aparte, o deputado Getúlio Rêgo (DEM) disse que os petistas querem ignorar as manifestações do último domingo e anunciam uma mobilização em dia de semana para obstruir os corredores de tráfico prejudicando o povo. “É lamentável o que o povo está sofrendo e a reação popular é um pedido de salvação do país”, disse Getúlio.

Assessoria

Dia do Consumidor: Procon da Assembleia assegura direitos e serviços à população

Crédito da foto: Eduardo Maia
Crédito da foto: Eduardo Maia

O Dia Mundial do Consumidor é comemorado anualmente em 15 de março. A data foi criada para proteger e lembrar os direitos do consumidor. Na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, o Procon Legislativo está atento a esta necessidade. Operando desde 2011, o órgão vem ampliando a cada ano o número de atendimentos e é aprovado por quem procura o serviço.

Em janeiro e fevereiro de 2015, por exemplo, foram registrados 658 atendimentos. No mesmo período de 2016, esse número saltou para 853. O aumento na demanda não comprometeu a qualidade do serviço, é o que garante a pesquisa de opinião realizada pelo órgão, revelando uma aprovação de 93% dos usuários.

O órgão, ligado ao Poder Legislativo, atua com foco na resolução dos conflitos por meio da conciliação entre as partes. A ação do Procon também tem contribuído para desafogar o Poder Judiciário, evitando que os processos solucionados cheguem aos tribunais especiais. “O trabalho do Procon Legislativo é referência e a nossa equipe passa por constante capacitação. Estamos interligados a um colegiado amplo e representativo”, avalia o coordenador Dary Dantas.

Segundo ele, até o final do ano, os planos são de ampliar o acesso da população ao órgão e continuar elevando o número de atendimentos. “Aguardamos o lançamento do site do órgão, ferramenta que vai dar maior suporte aos serviços prestados e que amplia os canais de interação com os usuários”, afirma Dary.

Serviço

O Procon Legislativo funciona na Rua Jundiaí, 481, Tirol, Natal/RN, de segunda à quinta, das 8h às 14h30min, e nas sextas das 8h às 12h. Telefones: (84) 3615-9000 ou (84) 3232-2706.

Assessoria

Projeto de Lei quer concessão de incentivos fiscais ao esporte no Rio Grande do Norte

Crédito da foto: João Gilberto
Crédito da foto: João Gilberto

Projeto de Lei de autoria do deputado Jacó Jácome (PMN), que trata da concessão de incentivos fiscais a projetos desportivos no Rio Grande do Norte, passa a tramitar, esta semana, na Assembleia Legislativa, quando a matéria será encaminhada para apreciação das Comissões Permanentes da Casa.

“O Projeto trata de incentivos às empresas devedoras da Dívida Ativa do Tesouro Estadual que patrocinem entidades desportivas legalmente cadastradas. A falta de recursos para o esporte amador tem criado sérias dificuldades para a manutenção das entidades desportivas. O patrocínio oferecido pelas empresas privadas não atinge a todos os entes que promovem o esporte, restringindo-se apenas aos clubes de maior prestígio”, justifica o parlamentar.

Jacó ressalta ainda que a matéria visa estender a possibilidade de arrecadação de fundos para as entidades que lidam com o desporto estadual, garantido parte do seu sustento. Segundo o deputado, a forma encontrada para isso é a utilização de créditos tributários estaduais, oriundos da dívida ativa de empresas.

“O Projeto também prevê a destinação de recursos para o Conselho Estadual do Desporto, democratizando seu uso com a utilização em regiões do Estado com baixo Índice de Desenvolvimento Humano. Propomos, também, a vedação de concessão de recursos a entidades públicas, bem como a projetos em que o beneficiário seja o próprio contribuinte incentivador ou qualquer de seus sócios”, reforça o deputado.

Assessoria

Literatura e música marcam Dia Nacional da Poesia na Assembleia Legislativa

unnamed (3)

Personagens nordestinos estão no centro das histórias de Fui ao Croatá … – Uma Geolovehistory, do médico psiquiatra e escritor Epitácio de Andrade Filho. O lançamento da obra, que é um misto de romance de memórias e causos, marcou a comemoração, na Assembleia Legislativa, do Dia Nacional da Poesia, comemorado hoje (14).

O Legislativo do RN reservou uma programação especial para lembrar a data. Amantes da poesia e da música, fãs, amigos e familiares prestigiaram o evento, que contou com a participação dos deputados Carlos Augusto Maia (PTdoB) e Tomba Farias (PSB).

Além do lançamento literário, às 10h, a música tomou conta do Salão Nobre e do Auditório da Casa, com apresentação do coral Chiquita Bacana, formado por pacientes do CAPS do município de Santa Cruz, regidos pelo maestro Crisanto Dantas e de cantores e violeiros como Dudé Viana, Galego do Vovô e Cláudio Saraiva, os dois últimos naturais de Patu, mesma cidade do escritor.

“É louvável a iniciativa de promover a poesia e a cultura”, afirmou o autor da obra, definida na contracapa como uma catarse pós-psicodélica delirante, não-esquizofrênica. Autor também do ensaio A Saga dos Limões-Negritude no Enfrentamento ao Cangaço de Jesuíno Brilhante (2011), Epitácio resgata seus primeiros protagonistas e desta vez ele próprio se insere na trama amorosa do casal Carolina e Pedrinho, num percurso romanesco em épocas transtemporais e espaços desterritorializados que promove no leitor a necessidade de um exercício intelectual que se faz necessário sempre uma tomada de posição quanto ao perfil psicológico dos personagens e à orientação temporal ao longo do caminho realístico-fantástico, dentro da dicotomia ou simbiose ficção/realidade.

Epitácio acompanhou toda a trajetória da Reforma Psiquiátrica e Luta Antimanicomial no País e ratifica, na obra, sua opção preferencial pelos menos favorecidos.

O cantor Dudé Viana, que já vem participando de outros eventos alusivos à data, elogiou a iniciativa da Casa: “A poesia tem que ocupar todos os espaços, estar em todos os locais, porque ela faz parte do cotidiano das pessoas”, afirmou.

Assessoria

‘Espero que alguém peça desculpas quando isso acabar’, diz Lula à PF

O ex-presidente Lula em encontro com sindicalistas e membros do PT em São Paulo após ser alvo da 24ª fase da Lava Jato (Foto: Nelson Almeida/AFP)
O ex-presidente Lula em encontro com sindicalistas e membros do PT em São Paulo após ser alvo da 24ª fase da Lava Jato (Foto: Nelson Almeida/AFP)

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou em depoimento à Polícia Federal (PF) que será candidato à Presidência da República em 2018 e que espera que alguém lhe peça desculpas após a conclusão das investigações.

Nesta segunda-feira (14), a Justiça Federal colocou em seu sistema a transcrição das declarações de Lula aos delegados da PF no dia 4 de março, quando foi deflagrada a 24ª fase da operação, da qual o ex-presidente é um dos alvos. O depoimento ocorreu no aeroporto de Congonhas, na capital paulista, e durou mais de três horas.

O ex-presidente nega as acusações feitas pelo Ministério Público Federal (MPF) e pela PF no âmbito da Lava Jato. Também comenta e nega as acusações do Ministério Público de São Paulo (MP-SP) sobre sua suposta ligação com o triplex no Guarujá e ataca os promotores.

Presidente Ezequiel Ferreira reafirma apoio da Casa ao esforço dos bispos por melhoria hídrica

ab6716f3-aa96-422d-94b2-c2d78eec8191

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Ezequiel Ferreira de Souza (PMDB), recebeu nesta segunda-feira (14) o arcebispo da Arquidiocese de Natal, dom Jaime Vieira Rocha, e externou o apoio do Legislativo Potiguar às lutas dos bispos em defesa da melhoria hídrica na região Nordeste. O encontro aconteceu antes da sessão solene alusiva à divulgação da Campanha da Fraternidade 2016 prevista para a manhã desta segunda, no plenário da Casa.

“A bispos do Nordeste de 29 de fevereiro a 03 março do corrente ano participaram da Caravana Socioambiental em visita às Obras de Integração das Bacias do rio São Francisco. Como presidente do Comitê de Combate à Seca da Assembleia visitei as obras da transposição do São Francisco e tenho consciência da sua relevância para o povo nordestino, como também da importância que a visita dos bispos representa para o bom andamento da obra”, disse o deputado Ezequiel Ferreira.

De autoria do deputado Ezequiel Ferreira, foi aprovada por unanimidade pelo plenário da Casa uma moção de congratulação para os bispos participantes da caravana.

Durante o encontro com o bispo dom Jaime, o presidente da Assembleia esteve acompanhado do deputado Hermano Morais (PMDB), presidente da Frente Parlamentar de Incentivo ao Produtor Rural, e do deputado José Dias (PSDB). Ezequiel Ferreira chamou atenção de que esta semana é decisiva para a revisão da Medida Provisória 707, que trata da renegociação do endividamento rural, em Brasília. Tema que também é monitorado pela Frente Parlamentar da Água, presidida pelo deputado Galeno Torquato (PSD). “A MP 707 do modo que foi publicada em 31 de dezembro de 2015, atende somente 5% dos produtores rurais do Rio Grande do Norte. Por isso a necessidade de modificar a medida provisória”, justificou.

Assessoria

Exposição em homenagem às mulheres continua em cartaz no Salão Nobre da AL

Crédito da foto: João Gilberto
Crédito da foto: João Gilberto

Prossegue até o dia 23, no Salão Nobre Deputado Iberê Ferreira de Souza, na Assembleia Legislativa, a exposição coletiva em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março, data em que a exposição foi aberta.

São obras de 12 mulheres, entre telas e esculturas, que estão, inclusive, disponíveis para serem comercializadas.

Segundo a curadora da exposição, Maria do Socorro Sarmento, o Salão Nobre está aberto à visitação de segunda a sexta-feira, das 8 horas às 15 horas, e qualquer informação, inclusive sobre venda das peças, pode ser passada por ela para os interessados.

Entre as artistas selecionadas para expor na Semana da Mulher da Assembleia Legislativa, Ana Antunes é a única que assina as esculturas expostas.

Viúva do ex-deputado Carlos Alberto de Sousa, a empresária Miriam de Sousa é uma das artistas plásticas em destaque.

A “Existência” é uma das obras em exposição, que retrata a criação do Universo.

Miriam de Sousa disse que despertou para a arte quando o marido, então senador, estava internado num hospital em São Paulo, onde um projeto, “Arte nos Hospitais”, lhe chamou atenção. Foi na oficina desse projeto que ela tentou criar um cartão para a primeira neta que tinha acabado de nascer. Daí surgiu o interesse e o desejo de exprimir em telas, a definição da vida a partir do seu imaginário. De lá para cá já foram muitas obras e muitas exposições, com o dinheiro arrecadado com a venda para o Instituto Ponte da Vida.

 

Assessoria

Albert Dickson assume presidência da CCJ e garante independência nos debates

Crédito da foto: João Gilberto
Crédito da foto: João Gilberto

Escolhido para presidir a Comissão de Constituição e Justiça da Assembleia Legislativa, o deputado Albert Dickson (PROS) estreia sua nova missão na terça-feira (15), quando na primeira reunião da nova composição, receberá, para análise, o projeto do Ministério Público Estadual que extingue cargos de promotores. Projeto aprovado pelo Colégio de Procuradores do MP, e que após tramitar na CCJ será encaminhado ao plenário para votação.

Albert Dickson foi membro da Comissão no ano passado, e diz que os 300 projetos que tramitaram lhe deu experiência suficiente para atuar como presidente.

A Comissão tem ainda o deputado Carlos Augusto Maia (PTdoB) como vice e os deputados Márcia Maia, Gustavo Fernandes (PMDB), José Adécio (DEM), Kelps Lima (SD) e Galeno Torquato (PSD) como membros.

Ele lembra que entre os mais polêmicos que ele relatou, estava o projeto do Executivo que aumentou o IPVA – Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores – e o projeto que extinguiu cargos do Tribunal de Justiça.

Para este ano, prevê muito debate em torno do projeto do Executivo sobre a reposição pelo governo do Estado, das retiradas do Fundo Previdenciário.

Tema que vai requerer muita discussão, mas que, segundo Albert, será tratado com muita independência.

Ouvir a sociedade e a classe política continuará dando o tom da Comissão, que no ano passado trouxe para as sessões polêmicas, representantes de entidades de classe. Ele lembra de um projeto que aumentava custas cartoriais, onde debates com cartórios e Ministério Público antecederam a tramitação e o projeto foi retirado.

Para a missão que começa na terça-feira, com a visita de estudantes do curso de Direito à Comissão, Albert Dickson conta com o apoio da Procuradoria da Assembleia Legislativa.

Albert Dickson de Lima tem 43 anos, é casado, pai de dois filhos, e antes de se eleger deputado, foi vereador e presidente da Câmara Municipal de Natal.0

Assessoria

Até que ponto protestos de domingo pioram destino de Dilma?

Bonecos Pixuleco em varal na Avenida Paulista, em SP, em 13/03/2016
Bonecos Pixuleco em varal na Avenida Paulista, em SP, em 13/03/2016

Talita Abrantes, de EXAME.com

Uma série de decisões das mais elevadas cúpulas políticas de Brasília (DF) dependiam do resultado dos protestos convocados para este domingo, 13 de março – muitas delas a serem definidas pelo próprio Palácio do Planalto.

A resposta das ruas de centenas de cidades em todos os estados brasileiros não foi nada favorável para a presidente Dilma Rousseff, que se vê envolta no mais dramático momento de seu segundo mandato e inicia a semana ainda mais enfraquecida.

A estimativa da Polícia Militar é de que 3 milhões de pessoas participaram dos atos pelo Brasil. Só em São Paulo, foram 1,4 milhão de manifestantes – um número superior aos protestos de março de 2015, considerados os maiores até ontem.

“Diferentemente das manifestações de março [de 2015], as de domingo foram focadas no impeachment do governo Dilma, contra Lula e a favor da Lava Jato”, afirma Paulo Baia, professor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Em termos práticos, os protestos endossam a série de desaprovação recorde ao governo Dilma dos últimos meses.

“O governo desfruta de uma maioria teórica, obtida através das urnas em 2014 e de acordos políticos. Mas essa maioria se vê fragilizada diante dos fatos emanados da Lava Jato e também das más notícias na economia”, enumera o cientista político Antonio Lavareda, autor do livro “Emoções Ocultas e Estratégias Eleitorais” (Editora Objetiva) e presidente do conselho do Instituto de Pesquisas Sociais, Políticas e Econômicas (Ipespe).

Para os analistas, a materialização desse sentimento pelas ruas pode acelerar o processo de impeachment, que deve ser retomado na próxima quinta-feira na Câmara dos Deputados.

“Manifestações como as de domingo afetam as opiniões e o posicionamento de muitos dos membros da base aliada. Isso colocará em maior risco a sobrevivência do governo Dilma”, diz Lavareda.

O próprio PMDB pode liderar a debandada de apoiadores do governo Dilma Rousseff. No último sábado, os membros da legenda determinaram um prazo de 30 dias para definir se desembarcam ou não da gestão do PT. Os números dos protestos só reforçam os argumentos de quem torce pelo fim da aliança.

No entanto, embora sinalizem o enfraquecimento da capacidade de governo da presidente, a temporada de más notícias das últimas semanas não pode ser encarada como um prenúncio certo do fim de seu mandato, segundo análise de Roberto Romano, professor emérito da Universidade Estadual de Campinas (Unicamp).

“Entre essa imensa massa reunida e o encaminhamento para que Dilma seja afastada, há muita engenharia política a ser vencida”, afirma. “O governo está acuado, não tem liderança, nem consultores ou intelectuais capazes de mudar a situação. Como está hoje parece fadado ao desaparecimento. Mas nada é irreversível, você tem que contar com a capacidade de reação dos grupos e indivíduos”, afirma.

Não se sabe, contudo, se a reação chegará a tempo e será eficaz para salvar o segundo mandato de Dilma Rousseff. Dada a rapidez dos acontecimentos e as propostas desesperadas do governo (como escalar Luiz Inácio Lula da Silva para a equipe ministerial), a impressão é de que o clamor dos manifestantes de domingo até pode ser atendido. A questão é o que virá depois.

Marcado para 15h30, ato na Paulista já reúne manifestantes

size_810_16_9_protestoreuters13

São Paulo – Apesar de estar agendado para as 15h30, o ato contra a presidente Dilma Rousseff na Avenida Paulista registra grande concentração de manifestantes, muitos vestidos de verde e amarelo, desde o início da tarde deste domingo (13). A Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) distribui balões em apoio ao ato e contra o aumento de impostos.

A assessoria de Comunicação Social da PM informou, questionada pelo Broadcast, que, a piori, não divulgará informações sobre o número de participantes na manifestação na capital paulista.

O quarteirão onde fica o Museu de Arte de São Paulo (Masp) estava todo tomado. O público chegava principalmente pelas estações de metrô.

No começo desta tarde, na Marginal Tietê, caminhoneiros se deslocavam no sentido Castelo Branco, fazendo buzinaço contra o governo de Dilma, repetindo ato feito em manifestações anteriores. Não há informações, conforme a Polícia Militar local, sobre o trajeto e o número de participantes do ato.

Exame

Dilma afirma que não renuncia ao mandato

dilma-discurso

A presidente Dilma Rousseff afirmou nesta sexta-feira (11) durante entrevista coletiva convocada pela assessoria do Palácio do Planalto que não renunciará ao mandato.

Na última quarta-feira (9), o senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, principal partido de oposição, sugeriu a renúncia da presidente como saída para as crises política e econômica.

“Eu acredito que não é absolutamente correto por parte de nenhum líder da oposição pedir a renúncia de um cargo de presidente legitimamente eleito pelo povo, sem dar elementos comprovatórios de que eu tenha, de alguma forma, ferido qualquer inciso da Constituição ou qualquer previsão que haja na Constituição para meu impeachment”, declarou.

Segundo a presidente, “a renúncia é um ato voluntário. Aqueles que querem a renúncia estão reconhecendo que não há uma base real para pedir a minha saída desse cargo. Portanto, por interesses políticos de quem quer que seja, por definições de quem quer que seja, eu não sairei desse cargo sem que haja motivo para tal”.

Na última quarta, em pronunciamento na tribuna do Senado, Aécio Neves, derrotado por Dilma no segundo turno da eleição presidencial de 2014, propôs que, “num gesto magnânimo, num gesto generoso para com o país, a presidente da República, compreendendo que perdeu as condições mínimas de governar, permita que, com a sua renúncia, o Brasil inicie uma nova etapa na sua história”.

Impeachment
A presidente afirmou que não há base para a tentativa de removê-la da Presidência por meio de umprocesso de impeachment, que tramita na Câmara dos Deputados.

“Solicitar a minha renúncia é reconhecer que não existe base para impeachment. Ou então tentem o impeachment, e nós vamos disputar isso, nós vamos discutir com a sociedade, com o país inteiro por que querem tirar um presidente legitimamente eleito. Não há base para qualquer ato contra a minha pessoa”, declarou.

Resignação
Indagada sobre se estaria “resignada” diante de um eventual afastamento da Presidência, Dilma afirmou que não é do seu perfil estar resignada frente a dificuldades.

“Eu não estou resignada diante de nada. Não tenho esta postura diante da vida”, disse. “Tem dó, esta história de resignação não é comigo, não”, complementou.

Do G1