Category: Política

Em nota, Bolsonaro diz que não pretendia criticar o Carnaval com vídeo no Twitter

Resultado de imagem para Bolsonaro
Foto: da Internet

Na nota, o Planalto diz que as cenas postadas “escandalizaram, não só o próprio Presidente, bem como grande parte da sociedade”. “É um crime, tipificado na legislação brasileira, que violenta os valores familiares e as tradições culturais do carnaval”, afirma o texto.

Bolsonaro publicou na terça-feira (5) em seu perfil no Twitter um vídeo com cenas fortes de atos obscenos e escatológicos de um bloco de carnaval. No texto postado junto do vídeo, Bolsonaro diz que não se “sente confortável” em mostrar o conteúdo, mas acrescenta: “É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro”.

O tuíte gerou forte repercussão nas redes sociais, um reduto do eleitorado de Bolsonaro. Mais de 24 horas após a postagem, os dois assuntos mais comentados do momento no Twitter, no ranking mundial, eram “#ImpeachmentBolsonaro” e “#BolsonaroTemRazão”, mostrando a polarização entre apoiadores e críticos do presidente. O perfil de Bolsonaro é seguido por quase 3,5 milhões de pessoas.

Na manhã desta quarta, o presidente voltou a chamar atenção ao postar na rede social questionando “o que é golden shower?”.

Confira a nota na íntegra:

A respeito de publicação realizada na conta pessoal do Presidente da República, em 5 de março, convém esclarecer que:

– No vídeo, postado pelo Sr Presidente da República em sua conta pessoal de uma rede social, há cenas que escandalizaram, não só o próprio Presidente, bem como grande parte da sociedade.

– É um crime, tipificado na legislação brasileira, que violenta os valores familiares e as tradições culturais do carnaval.

– Não houve intenção de criticar o carnaval de forma genérica, mas sim caracterizar uma distorção clara do espírito momesco, que simboliza a descontração, a ironia, a crítica saudável e a criatividade da nossa maior e mais democrática festa popular.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos

 

infomoney.com.br/

Globo distorce postagem de Bolsonaro, de vídeo criticando o carnaval

A Rede Globo apresentou em um de seus telejornais o seguinte título que contraria ao vídeo por eles apresentado.

Na verdade a Globo e os demais jornais por não receberem dinheiro público vêm atacando o presidente por qualquer ação e sempre tentando destorcer suas intenções.

Mas em seu texto a Globo publica: 

O presidente tuitou: “Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conslusões (sic)”, escreveu o presidente. A polêmica cena foi gravada no desfile do Blocu, em São Paulo, na segunda-feira (4).

Faleceu ontem o médico e ex-deputado Dr. Pedro Lucena, é sepultado em Natal

Foto: da Internet

O ex-deputado federal e estadual, o médico Dr. Pedro Lucena, morreu ontem, em Natal, aos 97 anos. Ele estava doente deste dezembro de 2017 com problemas renais e respiratórios, com várias idas ao hospital durante esse período. Faleceu dormindo devido ao quadro gravemente debilitado.

O velório transcorreu ontem e seguiu até às 8h30 da manhã, no Centro de Velório Vila Flor, capela central (Av. Xavier da Silveira, 1743, Morro Branco).

O sepultamento ocorreu às 9h, terça-feira, 05, no Cemitério Parque Nova Descoberta, Rua da Saudade.

O ex-deputado era viúvo, deixa cinco filhos, treze netos e nove bisnetos. Foi casado com Maria das Neves Andrade de Lucena, Dona Nevinha, que também teve uma atuação marcante na política do RN, sendo a primeira mulher suplente no Senado do Brasil.

Dr. Lucena esteve na Câmara Federal, onde ocupou o cargo de Presidente da Comissão de Saúde e Suplente da Comissão de Serviço Público. A imprensa nacional citou-o várias vezes como um dos melhores parlamentares da Câmara Federal. Foi o autor de diversos projetos, destacando-se entre eles o projeto contra o fumo, com o livreto “Os perigos do fumo”. Foi, ainda, autor dos projetos da participação da mulher nas Forças Armadas e arborização intensa das cidades com árvores frutíferas.

Antes de entrar para a política foi na medicina que ele encontrou sua paixão. Formou-se pela Universidade Federal de Pernambuco e foi médico dos correios e telégrafos. Também foi um dos pioneiros do corpo docente da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

Como médico, escreveu seu primeiro livro “A Medicina e a Bíblia” com cinco mil exemplares vendidos na primeira edição. Foi na capital potiguar que ele conseguiu popularidade na medicina e era conhecido como médico da pobreza. Nos últimos anos do curso de Medicina, foi convidado por seu professor, o renomado dermatologista Jorge Lobo, para fazer estágio em seu consultório, convidando-o também para trabalhar com ele como professor assistente de dermatologia na Universidade Federal de Pernambuco. Foi também designado pelo então governador Dinarte Mariz como chefe do Serviço de Lepra, que funcionava no antigo Posto de Saúde da Junqueira Ayres.

 

Blog do Barreto

Dilma entra na brincadeira e ‘reconhece’ ator Zé de Abreu como presidente

A ex-presidente Dilma Rousseff (PT) publicou nas redes sociais, neste domingo (3.mar.2019), 1 bom dia ao “presidente autoproclamado” José de Abreu, e a vice Maria do Rosário. O ator e a deputada se autodeclararam de forma irônica chefes de Estado na última semana.

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil – 29.ago.2016

Fonte: www.poder360.com.br

Legislativo alerta sobre importância da doação de medula óssea

Crédito da Foto: Divulgação

Sempre preocupada com as questões relativas à Saúde Pública, a Assembleia Legislativa chama a atenção, mais uma vez, para o tema da Doação, que foi assunto de campanhas realizadas pela Casa em anos anteriores. Assim como no caso da Doação de Órgãos, campanha executada em 2017 juntamente com a Central de Transplantes, e a de Doação de Sangue – também promovida em 2017, o Legislativo Estadual busca informar e incentivar os potiguares a serem doadores de medula óssea.

De acordo com informações do Hemonorte, órgão responsável pela execução, no Estado, da Política Nacional de Sangue e Hemoderivados do Ministério da Saúde, o transplante de medula óssea é indicado para doenças relacionadas à fabricação de células do sangue e a deficiências no sistema imunológico.

Com isso, os principais beneficiados são pacientes com leucemias originárias das células da medula óssea, linfomas, doenças originadas do sistema imune em geral, dos gânglios e do baço, e anemias graves (adquiridas ou congênitas).

Ainda segundo dados fornecidos pelo Hemonorte, a probabilidade de se encontrar um doador de medula óssea compatível é de 1 para 100 mil. E conforme o Registro Nacional de Doadores de Medula Óssea (Redome), existem no RN mais de 200 pacientes na fila de espera pelo referido transplante.

Luta pela vida

Filho do servidor Possidônio José Rodrigues dos Santos, Leonardo Fernandes Santos, 25 anos, formado em Direito, é um dos guerreiros que esperam pacientemente por um transplante de medula óssea.

No dia 9 de agosto de 2018, pouco tempo depois da sua formatura, Leonardo foi internado e iniciou seu tratamento contra a LMA (Leucemia Mieloide Aguda).Desde então, Leonardo aguarda pela solidariedade e posterior compatibilidade com o doador para alcançar a cura.

Como se tornar um doador

– Ter entre 18 e 55 anos;
– Estar bem de saúde;
– Não ter doença infecciosa transmissível pelo sangue (como HIV ou hepatite)
– Não apresentar histórico de doença neoplásica (câncer), hematológica ou autoimune (como lúpus eritematoso sistêmico e artrite reumatoide);
– Apresentar documento oficial com foto;
– Preencher formulário com os dados pessoais, que precisam estar atualizados (Caso haja mudança de endereço, deve-se acessar a página do Hemonorte, no link “transplante de medula óssea”, e atualizar as informações);
– Após o cadastro, será coletada uma amostra de sangue de 4 ml para o teste de tipagem, que verifica a compatibilidade do doador;
– O teste fica cadastrado numa central e, quando for necessário, é realizada a comparação para verificação de compatibilidade.

 

Assessoria

Deputado Ezequiel solicita benefícios para municípios do Seridó e Agreste

O deputado e presidente da Assembleia Legislativa Ezequiel Ferreira (PSDB) requereu obras de calçamento de ruas, saneamento básico, recuperação de rodovia e instalação de torre de telefonia celular, para beneficiar municípios das regiões Seridó e Agreste.
“Em requerimento que protocolamos na Mesa Diretora da Casa solicitamos da governadora Fátima Bezerra (PT) a execução de saneamento básico e calçamento das ruas do bairro Radir Pereira, na cidade de Currais Novos. Essa é uma ação essencial para que sejam evitadas doenças que provem de esgotos a céu aberto”, justifica o deputado Ezequiel na solicitação feita para aquele município da região Seridó.
Para São Vicente, outro município seridoense, o deputado solicitou do governo do Estado a disponibilidade de carro pipa para atender à população da zona Rural do município, que sofre com o problema da falta de água.
Para a região Agreste, o deputado Ezequiel Ferreira requereu saneamento básico e recuperação do asfalto do trecho que liga a avenida Aluísio Bezerra à rodovia RN-003, no município Espírito Santo.
Já para Vera Cruz na mesma Região foi encaminhada solicitação de estudo de viabilidade técnica para a instalação de uma torre de telefonia celular no sítio Santa Cruz.

Assessoria

Projeto quer incluir ensino sobre Lei Maria da Penha nas escolas públicas

O conteúdo da Lei Maria da Penha poderá entrar na grade de ensino das escolas públicas do Rio Grande do Norte. A deputada estadual Isolda Dantas (PT) apresentou projeto de lei com o objetivo de obrigar a inclusão de aulas sobre noções básicas acerca da lei de proteção às mulheres na rotina das escolas. A proposta vai tramitar nas comissões temáticas do Poder Legislativo.

No entendimento da deputada, há a necessidade de criação de formas eficazes de combate à violência contra a mulher. Posteriormente à criação da Lei Maria da Penha, segundo Isolda Dantas, foram criados mecanismos eficazes de proteção às mulheres, o que têm facilitado a tramitação das ocorrências de violência doméstica.

“Segundo pesquisa da Fundação Perseu Abramo, 43% das mulheres brasileiras declararam ter sofrido alguma forma de violência e, a cada 15 segundos, um ato de violência contra elas é praticado. Assim, premente a necessidade de que os temas afetos à violência contra a mulher sejam tratados junto à comunidade escolar”, justificou a deputada no projeto.

Pela proposta, torna-se obrigatório o ensino extracurricular de noções básicas sobre a Lei Maria da Penha em todas as escolas públicas do Rio Grande do Norte, com a execução da norma ficando a cargo da Secretaria de Educação e Cultura (SEEC), juntamente com os demais organismos da Administração Direta do Estado voltados às políticas para as mulheres.

“Ainda há muito que se construir, ampliar e, especialmente, divulgar o teor da Lei e sua eficácia. Ciente da necessidade de diminuição da violência contra as mulheres, submeto o presente projeto de lei a esta Casa Legislativa”, explicou a deputada.

A proposta irá tramitar nas comissões técnicas da Casa e, após os pareceres, será encaminhada a plenário para votação. Caso seja aprovada, o Governo deverá se pronunciar, sancionando ou vetando o projeto.

 

Assessoria

Cristiane Dantas destaca ações pelo Dia Internacional da Mulher

Durante o seu pronunciamento na sessão plenária desta quinta-feira (28), a deputada Cristiane Dantas (PPL) mencionou ações em curso para o Dia Internacional da Mulher, comemorado dia 8 de março. A parlamentar disse que mais do que homenagens, é preciso ações concretas.

“O Dia Internacional da Mulher se aproxima e mais do que homenagens é preciso realizar ações em vários campos para melhorar as condições de vida das mulheres, seja no mercado de trabalho, no combate à violência e na luta diária por cidadania e dignidade”, destacou Cristiane.

A parlamentar está apoiando a corrida “Mulheres na Pista”, que vai marcar a data e será realizada na avenida Itapetinga, na Zona Norte, num percurso de cinco quilômetros. “Mais do que uma atividade esportiva e de qualidade de vida, a corrida tem a intenção de motivar as mulheres e conscientizar a sociedade que as relações entre homens e mulheres devem ser pautadas no respeito, na autonomia, na liberdade de andarem na rua da forma como quiserem, no direito de ir e vir”, disse.

Outro ponto destacado pela deputada foi a campanha do Ministério Público do RN (MPE) que traz esclarecimentos e dicas sobre o crime de importunação sexual. Todas as peças da campanha estampam o procedimento que as mulheres devem adotar em caso de assédio durante as festividades carnavalescas.

Cristiane Dantas também elogiou o coletivo Nísia Floresta, que reúne diversos segmentos na elaboração de políticas públicas para as mulheres. O grupo está arrecadando itens de higiene pessoal para moradoras de rua e mulheres que vivem em situação de vulnerabilidade social.

Assessoria

Ezequiel encaminha ao governo do RN solicitações para Campo Redondo, no Trairi

O deputado e presidente da Assembleia Legislativa, Ezequiel Ferreira (PSDB) requereu do governo do Estado obras na área de infraestrutura que sendo atendidas vão beneficiar a população de Campo Redondo, na região Trairi e dar uma contribuição para o desenvolvimento social e econômico tento da área urbana e da zona rural do município.

“Sugerimos a governadora Fátima Bezerra (PT) e ao secretário de Infraestrutura Gustavo Fernandes Rosado em requerimentos protocolados na Mesa Diretora da Assembleia Legislativa que seja realizado convênio entre o município e o Executivo estadual para a pavimentação de drenagem de ruas. Levamos em consideração que a falta de pavimentação e drenagem em ruas urbanas prejudicam o tráfego e o acesso de moradores”, justifica o deputado Ezequiel.

Outra solicitação foi um estudo de viabilidade para a execução de obras de saneamento básico de ruas em Campo Redondo. O deputado solicitou, também, a perfuração de poços tubulares nas comunidades Olho D`Água, Timbaúba dos Batistas, Mãe D`Água, Serra do Doutor (Pissareira), localizadas naquele município.

Essa providência é necessária por causa da dificuldade de abastecimento nessas áreas e tem por objetivo de evitar problemas que causam o colapso do abastecimento, nos períodos de estiagem. Completando as reivindicações para Campo Redondo, o deputado Ezequiel Ferreira solicitou que não sejam extintas as primeiras séries (anos iniciais) do Ensino Fundamental da escola estadual Dr. José Borges de Oliveira.

Assessoria

Coronel Azevedo pede celeridade em divulgação do cronograma do concurso da PM

O deputado estadual Coronel Azevedo (PSL) solicitou, na manhã desta quinta-feira (28), celeridade no processo de divulgação do cronograma do concurso da Polícia Militar. Em pronunciamento na Assembleia Legislativa, o parlamentar também registrou os serviços da Capelania Militar na Polícia Militar do RN.

“Faço esse apelo para que o Governo do Estado faça o anúncio o quanto antes. Essa é uma etapa primordial para que possamos minimizar os problemas e o alto índice de criminalidade do nosso Estado. O governo parece brincar com a ansiedade e expectativa dos candidatos”, frisou.

Coronel Azevedo ainda homenageou o Capelão da Polícia Militar do RN, Major PM Ribamar, pelos serviços prestados ao longo de 25 anos da Assistência Militar Religiosa para os militares estaduais. “Natural do Amapá, o pastor Ribamar atua como conselheiro nos aspectos éticos morais da tropa. Com o objetivo de aproximar mais o policial de Deus e de suas famílias”, destacou.

Pelo horário das lideranças, o deputado solicitou ao Governo do Estado a disponibilização da declaração de rendimentos dos servidores públicos para o Imposto de Renda 2019. “E se for possível, que o próprio Governo oriente como os servidores devem fazer em relação aos meses não recebidos. Como eles devem informar no Imposto de Renda uma vez que os salários não foram pagos”, finalizou.

Assessoria

Tomba enaltece execução de obras hídricas em comunidade de Jaçanã

O deputado Tomba Farias (PSDB) fez pronunciamento nesta quinta-feira (28), durante sessão plenária na Assembleia Legislativa, enaltecendo a execução de obras para implantação de rede de água no Conjunto Flores, em Jaçanã. O parlamentar agradeceu o empenho do ex-presidente da Companhia de Águas e Esgotos do RN (Caern), Marcelo Toscano e do deputado federal Fábio Faria (PSD) para a viabilização das obras.

“As obras estão a todo vapor. Durante o governo anterior, promovemos reuniões na localidade e cobramos do órgão competente a homologação do processo para garantir a execução das obras. O pleito foi atendido e, nesse momento, faço justiça ao ex-dirigente da Caern, ao deputado Fábio e ao ex-prefeito do município”, disse Tomba.

Na oportunidade, o parlamentar fez um apelo ao líder do governo da Casa, deputado George Soares (PR), solicitando que interceda junto ao Executivo Estadual para liquidar os restos a pagar dos contratos e convênios assinados com os municípios.

Assessoria

Vivaldo Costa solicita medidas para garantir funcionamento dos hospitais regionais

O deputado estadual Vivaldo Costa (PSD) fez um apelo ao Governo do Estado para garantir o funcionamento humanizado dos hospitais regionais do Rio Grande do Norte. De acordo com o parlamentar, faltam medicamentos básicos para atendimento à população. A solicitação foi feita durante sessão ordinária na Assembleia Legislativa, nesta quarta-feira (27).

“A governadora precisa se reunir com o secretário de Saúde em busca de medidas emergenciais. No Hospital Regional de Caicó, por exemplo, falta medicamento, como a dipirona. A população mais carente chega para ser atendida na urgência e não tem como”, disse Vivaldo.

O parlamentar reiterou sua confiança no Governo Fátima e reconhecimento do esforço do secretário de Saúde do RN e da direção do hospital, mas pediu que “caso, o Estado não tenha condições de resolver o problema, faça uma mobilização em prol da situação”.

Assessoria

Feminicídio marca fala de Isolda Dantas no plenário da Assembleia Legislativa

Um total de 27% da população feminina sofreu algum tipo de agressão nos últimos 2 anosO dado foi apresentado pela deputada Isolda Dantas (PT) na manhã desta quarta-feira (27) em sessão na Assembleia Legislativa. A proximidade com o Dia Internacional da Mulher pautou o discurso da parlamentar que chamou atenção para a gravidade deste cenário no Brasil e apresentou ações com objetivo de contribuir para a igualdade de gêneros.

“Muitas pessoas interpretam a data de forma errônea, preocupando-se apenas em entregar flores ou dar parabéns, quando queremos respeito. Números mostram que, mesmo sendo 52% da população, ganhamos em média, apenas 70% do salário dos homens. Dados impressionantes também quando comparamos os anos de escolaridade”, destacou. Segundo dados apresentados por Isolda Dantas, quanto maior o grau de escolaridade em relação aos homens, maior a diferença salarial registrada.

Os dados, frisa a deputada, são ainda mais alarmantes quando o tema é violência contra a mulher. “A cada 11 minutos uma mulher é estuprada no Brasil. Isso se traduz numa sociedade que olha as mulheres como objetos, coisas para satisfazer desejos ou loucuras sexuais. O tema da violência traduz o tamanho da sociedade machista que vivemos”, disse.

Com o objetivo de contribuir para a igualdade de gêneros a parlamentar citou dois projetos apresentados na Casa. O primeiro é a criação do Dossiê da Mulher Potiguar. “O Estado, com apoio de suas secretarias, faz a apresentação de um dossiê com números de violência, acesso a saúde, educação, titularidade de terra, renda e outros dados com o objetivo de termos acesso aos dados negativos, mas também aos positivos em relação às mulheres”, explicou.

O segundo projeto institui o 15 de julho como o Dia Estadual de Combate ao Feminicídio. “Nesse dia fazemos referência ao feminicídio que aconteceu em Itajá, quando cinco mulheres foram assassinadas só por serem mulheres”, argumentou. Em aparte, a deputada Cristiane Dantas (PPL) falou sobre a necessidade de unir forças. “Precisamos nos unir para fortalecer e defender políticas públicas e enfrentar essa temática”, disse.

No horário das lideranças a deputada convidou os parlamentares para participarem da audiência pública que tratará do impacto da previdência na vida das mulheres, agendada para o dia 11 de março, às 14h30. “Temos a obrigação de dialogar com a sociedade eu lamento muito essa proposta”, finalizou.

 

Assessoria

Audiência pública irá discutir atraso de salários dos servidores do Estado

O pagamento dos salários atrasados dos servidores públicos do Rio Grande do Norte tem sido assunto frequente no cenário potiguar. Nesse sentido, o deputado Sandro Pimentel (PSOL) propôs audiência pública para debater o tema “Os servidores públicos do RN: regularização salarial e perspectivas”. O evento ocorre nesta quarta-feira (27), às 14h, no auditório Deputado Cortez Pereira, na Assembleia Legislativa.

De acordo com o parlamentar, desde 2017, os servidores sofrem com a inconstância nos pagamentos. “A audiência vai reunir diversas categorias do funcionalismo público e representantes do executivo estadual para tentar construir saídas e soluções para a situação dos trabalhadores no curto, médio e longo prazo”, explicou. Além do décimo terceiro de 2017, estão em atraso os salários de novembro, dezembro e décimo terceiro de 2018 dos servidores ativos e aposentados.

Entre as entidades convidadas para a audiência, estão os sindicatos que representam os trabalhadores da educação, segurança, saúde e administração pública direta e indireta. A governadora Fátima Bezerra (PT) e o chefe da Casa Civil, Raimundo Alves, também foram convidados para representar o Governo do Estado na audiência.

 

Assessoria

Prevenção da gravidez na adolescência é tema de audiência no Legislativo

As formas de combate da gravidez na adolescência foram discutidas na tarde desta terça-feira (26) na Assembleia Legislativa. Proposta pela deputada Cristiane Dantas (PPL), a audiência pública teve como foco as políticas públicas e ações de orientação e prevenção ao problema, além dos cuidados pós-parto com os bebês, as adolescentes e seus parceiros.

“A educação sexual na adolescência tem que estar em pauta por toda a sociedade. Precisamos expandir o programa de contracepção nos postos de saúde, atuar com mais ênfase nas escolas a temática da educação sexual, orientar meninas e meninos sobre a importância da prevenção e dos riscos para a saúde da adolescente e do bebê acarretados por uma gravidez precoce. É importante ainda enfatizar o papel da família no acompanhamento da sexualidade dos adolescentes com diálogo e orientação”, esclareceu a deputada.

Enriquecendo o debate com dados estatísticos atualizados, Cristiane disse que um levantamento do Ministério da Saúde divulgado em 2017, mas referente ao ano de 2015, apontou que foram mais de 546 mil os bebês nascidos de mães com idade entre 10 e 19 anos. O balanço mostrou ainda que a região com maior prevalência de gravidez precoce, em 2015, foi o Nordeste, com 180.072 mil nascimentos.

Já dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgados em fevereiro de 2018 revelaram que, na América Latina e no Caribe, a taxa de gravidez entre adolescentes é a segunda mais alta do mundo, superada apenas pela média da África. “Por tudo isso é que o Poder Público deve levar informação de qualidade aos jovens e oferecer mais oportunidades tanto na área da educação quanto no mercado de trabalho, a fim de ampliar as perspectivas dos nossos adolescentes”, cobrou Cristiane Dantas.

Representante da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), Ivana Fernandes, além de alertar para o impacto da gravidez na adolescência para a sociedade, falou das estratégias da secretaria para combater esse problema, que é considerado de Saúde Pública.

“Em 2019, a gestão da Sesap tem o compromisso de fortalecer os territórios de atenção básica para prevenir doenças e cuidar das questões de maior vulnerabilidade social, como é a gravidez na adolescência. Queremos potencializar esses territórios através de políticas públicas, como é a ‘RN Saudável’”, explicou.

A servidora falou ainda sobre a Nota Técnica nº1/2019 emitida pela Sesap, que traz um conjunto de ações de promoção da saúde do adolescente, dentre elas a de prevenção à gravidez na adolescência. Segundo a representante da secretaria, a nota foi distribuída para diversos órgãos de saúde do estado, que se comprometeram a fazer ampla divulgação do documento.

Falando em nome da Secretaria de Estado do Trabalho, da Habitação e Assistência Social (SETHAS), Janine Baltazar explanou algumas ações da Política de Assistência Social do Estado e disse que a realização de ações intersetoriais é uma atitude importante para solucionar a questão. “O estado vem trabalhando constantemente com monitoramento e apoio técnico aos municípios. E isso é muito relevante para combater esse problema”, explicou.

Dentro do Sistema Único de Assistência Social, a servidora da SETHAS prestou informações sobre o “Bolsa Família” para gestantes, que visa a uma melhor qualidade de vida na gravidez. “Há um acréscimo no valor do ‘Bolsa Família’ durante os nove meses de gestação e nos seis meses de amamentação, tanto para mulheres adultas quanto adolescentes”, esclareceu.

A respeito do enxoval, Janine Baltazar disse que existem os benefícios eventuais prestados às famílias que estão em situações agravadas  momentaneamente. “Então, existe toda uma rede dentro da Política de Assistência Social para essas adolescentes, com o objetivo de apoiá-las, juntamente com suas famílias, ajudando a prevenir também a ruptura dos laços parentais”, concluiu.

Também presente ao debate, o deputado Francisco do PT falou sobre a importância do assunto para a sociedade. “Essa temática é extremamente relevante, em função da necessidade urgente de políticas públicas voltadas à prevenção da gravidez na adolescência. Falo isso como professor das redes publica e privada. É comum nos depararmos com essa situação entre adolescentes sem orientação e estrutura em casa”, disse o parlamentar.

De acordo com a doutora Elvira Mafaldo, Presidente da SOGORN (Sociedade de Ginecologia e Obstetrícia do RN), a instituição está à disposição da sociedade para prover capacitação, treinamento, elaboração de protocolos e avaliação das medidas que venham a ser tomadas pelos órgãos de execução. “Nós podemos contribuir para a melhoria desse problema com o nosso conhecimento técnico. Através de um projeto real, podemos nos unir e ofertar nossos serviços no combate à gravidez precoce”, explanou a presidente.

Já a representante da Secretaria Estadual de Políticas para as Mulheres, Ivanete Oliveira, opinou sobre as soluções. “Que a gente tenha cultura, esporte e lazer para que nossos adolescentes ocupem seu tempo com outras atividades. Nós também precisamos acolher essas meninas de maneira humanizada; as escolas precisam orientar melhor; o mercado de trabalho não pode discriminá-las”, desabafou.

Luane Barros, representante da Maternidade Escola Januário Cicco, enriqueceu a discussão, contando sua experiência como obstetra. “Frequentemente recebemos várias adolescentes de 12, 13 anos em trabalho de parto. Isso é mais comum do que se imagina. E pior, para um grande número de meninas não é a primeira gestação”, revelou.

Ao final do debate, a deputada Cristiane Dantas concluiu que “o mais importante é sairmos daqui com ações, como projetos de lei, requerimentos, solicitações de campanhas televisivas, e que as interações entre as secretarias continuem existindo para que tenhamos ações realmente efetivas”.

Assessoria