Category: Saúde

Hemonorte volta a receber doações de sangue em shopping de Natal nesta quarta (13)

Unidade móvel do Hemonorte ficará estacionado na entrada do shopping de 9h às 17h — Foto: Assembleia Legislativa do RN

O Hemonorte voltará a receber doações de sangue no Shopping Cidade Jardim, em Capim Macio, na Zona Sul de Natal, em toda segunda quarta-feira do mês. Após período de inatividade em janeiro, a ação retorna nesta quarta-feira (13). Uma unidade móvel do centro estará no local das 9h às 17h para receber os doadores.

A intenção do Hemonorte é facilitar o acesso desse serviço à população da Zona Sul, com localização acessível e agenda fixa. A campanha durante o mês de janeiro havia sido adiada por conta da paralisação dos servidores públicos da saúde do Rio Grande do Norte.

Para doar, basta estar em boas condições de saúde e ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos. É importante frisar que menores de 18 anos precisam apresentar documentos e formulário de autorização. É necessário ainda pesar no mínimo 50 kg, ter dormido pelo menos seis horas, estar alimentado e apresentar documento original com foto recente.

No dia da ação, a clínica Médico do Shopping também comparecerá para oferecer alguns atendimentos de forma gratuita, como teste de índice glicêmico e aferição de pressão arterial.

Fonte: https://g1.globo.com

Funcionária da saúde do RN grava vídeo de descaso contra técnicos de enfermagens

Funcionária do Hospital Ruy Pereira, em Natal(RN), gravou vídeo denunciando que técnicos de enfermagem estão tendo como “setor de repouso” um local improvisado, na UTI, que tem como vizinha uma sala de expurgo (ambiente destinado à limpeza, desinfecção e guarda dos materiais e roupas utilizadas na assistência ao paciente e também poderá ser utilizado para a guarda temporária de resíduos). A gravação, feita nesta terça-feira, 5 de fevereiro de 2019, foi obtida, com exclusividade, pelo Companhia da Notícia.

Mutirão de mamografias retoma atendimentos na Zona Norte de Natal

Grupo Reviver retoma atendimento de mamografias na Zona Norte de Natal, a partir desta quarta (23) — Foto: Divulgação

O mutirão de mamografias realizado pelo Grupo Reviver em Natal foi encerrado nesta terça (22) na Ribeira, Zona Leste e será retomado nesta quarta-feira (23) na Zona Norte da capital potiguar. Os serviços gratuitos seguem até o dia primeiro de fevereiro na Unidade de Saúde de Santarém.

O atendimento da Unidade Móvel Savana Galvão é direcionado a mulheres a partir dos 40 anos de idade. As fichas são distribuídas todos os dias, das 7h às 7h30 e o atendimento vai das 8h às 18h.

Para fazer a mamografia, as mulheres dos 40 aos 49 anos devem levar carteira de identidade, cartão do SUS, comprovante de residência e encaminhamento médico. Mulheres a partir dos 50 anos não precisam de solicitação médica.

A mamografia é a única maneira de se detectar precocemente o câncer de mama. “O exame realizado no início tem chances de cura em 90% dos casos. A aceitação do público é muito grande e consciente, surtindo um efeito positivo. Somente este mês foram realizados 600 exames”, coordenadora do Grupo Reviver, Ana Tereza Mota.

Fonte: https://g1.globo.com

Em protesto contra salários atrasados, servidores da saúde paralisam atendimento no maior hospital público do RN

Apenas casos de emergência estão sendo atendidos no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal — Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi
Apenas casos de emergência estão sendo atendidos no Hospital Walfredo Gurgel, em Natal — Foto: Marksuel Figueredo/Inter TV Cabugi

Os servidores da saúde do Rio Grande do Norte iniciaram na manhã desta quinta-feira (10) uma paralisação de 24 horas no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal, maior unidade da rede pública do estado. Apenas casos de emergência estão sendo atendidos. O ato está sendo chamado de ‘apagão’, e é em protesto contra o atraso no pagamento de salários.

À tarde, por volta das 14h, haverá também uma assembleia onde será avaliada a proposta apresentada na noite desta quarta (9) e que foi aprovada por 10 categorias de servidores. Nela, ficou acertado o parcelamento do salário de janeiro, com a aceitação do recebimento do passivo deixado pelo governo Robinson Faria (PSD) para quando o Executivo receber recursos extras.

G1RN

110 médicos migram da atenção básica para o programa Mais Médicos

Foto: da Internet
Nessa quarta-feira (6) foi o terceiro dia de trabalho da médica Kássia Galvão, em Santa Maria, a 66 quilômetros de Natal. Ela deixou um programa do Ministério da Saúde em outro município do Rio Grande do Norte e assumiu a vaga deixada por uma médica cubana, no Mais Médicos. O salário mais alto contribuiu para a decisão da mudança. Essa é a mesma situação de outros 109 profissionais da medicina que atuavam na atenção básica à saúde no estado potiguar.
Kássia Galvão estava lotada na cidade de Lagoa Salgada e por lá recebia R$ 7 mil. O Mais Médicos está pagando R$ 11.800, líquido. “O Programa Mais Médicos não tem desconto. É um dinheiro que vem líquido, e também nós não declaramos Imposto de Renda com ele. É considerado como uma bolsa. Para o profissional é excelente, e ainda oferta uma educação continuada. Então ele oferta pro profissional que escolhe entrar no programa uma especialização em saúde da família, da comunidade, uma saúde da atenção básica. E isso é importante para o profissional que está melhorando seu atendimento e para a população que vai ganhar com um profissional mais qualificado”, argumenta.
No Rio Grande do Norte, 110 médicos saíram do Programa de Estratégia de Saúde da Família e foram para o Mais Médicos. Os dados foram confirmados pela Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap).
Isso representa a metade dos profissionais que atuavam na atenção básica. As vagas deixadas pelos cubanos estão sendo ocupadas, porém surgiu um problema: está faltando médico nos municípios mais distantes.
Em todo o país, segundo o Conselho de Secretários Municipais de Saúde, 2.844 trocaram programas básicos de saúde pelo Mais Médicos. Na zona rural de Janduís, a 300 quilômetros de Natal, o posto de saúde está sem médico há dez dias, depois da saída do profissional que atuava lá para o programa Mais Médicos.
“Quando o médico não vem pra cá, a gente tem que pagar o transporte pra ir pra cidade. Aí fica complicado porque muitas vezes é urgência”, conta a dona de casa Jailma Alves.
O secretário de Saúde do Município, Marinaldo da Silva, afirma que está pensando numa nova proposta pra atrair os médicos. “O Mais Médicos tá pagando 11.800 reais sem desconto, líquido. Ao contrário do município, que a gente paga 10 mil reais, mas, com desconto de imposto de renda, vem pra casa de 7.500 reais na ESF (Estratégia de Saúde da Família). A gente tem que planejar uma nova proposta que se adéque mais ou menos parecida com a do Mais Médicos, pra gente ter nas nossas equipes”, explica.
Já o presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, José Leonardo Cassimiro de Araújo, quer ajuda do Governo Federal. “Nós temos a Estratégia da Família que é do Governo Federal pra levar até os municípios, e temos o Mais Médicos. Dentro desses dois programas houve essa competição. Quem está saindo ganhando é Mais Médicos, ou melhor, os médicos que estão indo para o Mais Médicos. E o problema ficando em muitos municípios brasileiros na falta do médico da Estratégia da Família”, alega.
Fonte: G1RN e https://www.blogdojoaomarcolino.com/2018/12/no-rn-110-medicos-migram-da-atencao.html?m=1

Mais de 96% das vagas do Mais Médicos já foram preenchidas

Reprodução Opas/ OMS

O Ministério da Saúde informou neste domingo (25.nov.2018) que 96,6% das vagas do edital do programa Mais Médicos foram preenchidas. As inscrições continuam até 7 de dezembro.

De acordo com dados da pasta, haviam 29.780 profissionais inscritos com registro do CRM (Conselho Regional de Medicina) no Brasil até as 17h deste domingo. Desses, 20.767 foram efetivadas e 8.230 profissionais já selecionaram o município de atuação.

Os profissionais devem se apresentar nos municípios até 14 de dezembro. Na apresentação ao município, o médico deve entregar todos os documentos exigidos no edital. Até o momento, 40 médicos já se apresentaram nas unidades básicas de saúde.

Com a instabilidade no site nos últimos dias, o Ministério da Saúde resolveu prorrogar as inscrições até o dia 7 de dezembro. A lentidão no sistema foi causada por ataques cibernéticos. Segundo o órgão, o site do programa não apresenta problemas de instabilidade no momento.

edital do programa Mais Médicos foi publicado no Diário Oficial da União em 19 de novembro como medida emergencial após a saída de Cuba do programa.

As inscrições são para médicos formados no Brasil ou para os graduados no exterior que fizerem prova de revalidação do diploma, o Revalida.

 

 

Fonte: https://www.poder360.com.br/governo/mais-de-96-das-vagas-do-mais-medicos-ja-foram-preenchidas/

Foi Cuba que criou o Mais Médico, e Dilma programou secretamente

Resultado de imagem para Cuba e Dilma
A ex-presidente Dilma com Fidel Castro Foto: ALEX CASTRO/AFP / AFP

G1 – Em comunicação de 23 de abril de 2012, o então encarregado de negócios da embaixada brasileira em Cuba, Alexandre Ghisleni, relata encontro ocorrido três dias antes com Tomás Reinoso, vice-presidente de Negócios da Empresa de Serviços Médicos Cubanos (SMC), criada em 2011.

Na ocasião, Reinoso informou que já tinha contratos de serviços médicos em outros países e que conhecia o debate no Brasil sobre revalidação de diplomas e a utilização de médicos estrangeiros para solucionar o déficit de profissionais do país.

Segundo o diplomata, o representante cubano informou inclusive que uma missão da estatal cubana já havia visitado o Brasil. Em março de 2012, um grupo liderado por Maria Entenza Soto, especialista de negócios da empresa, visitou os Estados do Amapá, Bahia e Paraíba, além do Distrito Federal, onde discutiram possibilidades de cooperação.

O diplomata terminou seu comunicado sugerindo o envio do teor do encontro à Assessoria Internacional do Ministério da Saúde.

Telegramas da embaixada brasileira em Havana revelam que partiu de Cuba a proposta para criar o programa Mais Médicos no Brasil, e que a negociação com o governo Dilma Rousseff (PT) ocorreu de forma secreta. Os documentos mostram ainda que foi adotada uma estratégia para que o programa fosse colocado em prática sem precisar da aprovação do Congresso Nacional. A troca de mensagens foi publicada pelo jornal “Folha de S.Paulo” e confirmada pela TV Globo.

Segundo a reportagem, Cuba apresentou todo o projeto, desde o envio de médicos e enfermeiras, até a assessoria para a construção de hospitais, a preços vantajosos, demonstrando a negociação de um acordo comercial entre os dois países.

Os telegramas, mantidos em sigilo por cinco anos, mostram que as negociações foram confidenciais para evitar reações da classe médica brasileira e do Congresso.

Os telegramas mostram que a negociação ocorreu da seguinte forma:

  • Cuba criou uma empresa estatal de exportação de serviços médicos em outubro de 2011
  • Missão cubana visitou regiões carentes do Brasil em março de 2012
  • Proposta inicial foi enviar 6 mil médicos às regiões da Amazônia brasileira
  • Cuba queria inicialmente US$ 8 mil por médico, e depois passou para US$ 5 mil
  • Brasil sugeriu US$ 4 mil, sendo US$ 3 mil para o governo cubano e US$ 1 mil para o médico
  • Proposta de usar a Opas como intermediária partiu do governo brasileiro
  • O Brasil aceitou exigências de Cuba como não realizar avaliações dos médicos nem permitir que eles exercessem a profissão fora do programa
  • Questões jurídicas deveriam ser levadas à corte em Havana

Invés de revalidar e aceitar pagamento integral aos médicos, Cuba manda médicos retornarem

Resultado de imagem para Cubanos no mais médicos
Médico cubano Juan Delgado do programa Mais Médico / Foto: Alan Marques/Folhapress

O governo cubano não gostou da ideia de Bolsonaro de que quando assumisse o governo brasileiro iria adotar o regime de revalidar a todos os médicos, brasileiros ou estrangeiros, que estivesse atuando no program federal do “Mais Médico”. No caso dos brasieliros será apenas para os que se formaram no estrangeiro.

Cuba que tem mais de oito mil médicos espalhados por todo o Brasil foi que findou quebrando o contrato, se antecipando com a medida de mandar voltar os médicos cubanos. Os médicos cubanos pagam a Cuba um tributo de cerca de 75% de seus salários, e ainda tem que se submeter a ficarem distantes de suas famílias que segundo denúncias, vivem sob ameaça do governo castrense, caso algum cubando resolva não retornar ao seu país. Uma verdadeira e cruel ditadura que está sendo sustentada com o dinheiro do povo brasileiro.

Bolsonaro reafirmou que está disposto ao assumir o governo revalidar por meio de exames os médicos cubanos que desejam ficar no Brasil, e oferece asilo em caso de perseguição cubana.

Não é Bolsonaro que está mandado os médicos cubanos embora; mas é o governo cubano que não quer ser honesto com seu patrícios.

Prefeitura de Natal divulga lista de aprovados no concurso da saúde; confira

A Prefeitura de Natal divulgou nesta quarta-feira (14) o resultado final do concurso para a Secretaria Municipal de Saúde do Natal. A lista dos aprovados foi publicada no Diário Oficial do Município. Confira AQUI.

O cconcurso ofertou 1.647 vagas, sendo 761 de nível médio e 886 de nível superior. A próxima etapa é a homologação. De acordo com a Secretaria Municipal de Administração, a publicação com a homologação do concurso será publicada no Diário Oficial do Município no dia 28 de novembro.

Serão preenchidas vagas nas seguintes funções: auxiliar de farmácia; auxiliar em saúde bucal (ASB); técnico de nutrição; técnico em enfermagem; técnico em enfermagem do trabalho; técnico em radiologia; técnico em segurança do trabalho; técnico em saneamento; técnico em patologia clínica para o nível médio.

Já no nível superior os candidatos disputaram vagas para assistente social; biomédico; educador social; enfermeiro; enfermeiro do trabalho; enfermeiro obstetra; farmacêutico; farmacêutico bioquímico; fisioterapeuta; fonoaudiólogo; médicos em diversas especialidades; nutricionista; odontólogos em diversas especialidades; radiologia odontológica; profissional de educação física; psicólogo; sanitarista e terapeuta ocupacional.

Fonte: https://g1.globo.com

Justiça autoriza paciente a usar maconha em tratamento contra depressão no RN

Cannabis será usada para tratamento de mulher de 59 anos contra depressão  — Foto: Thinkstock
Cannabis será usada para tratamento de mulher de 59 anos contra depressão — Foto: Thinkstock

Uma mulher de 59 anos que mora no Rio Grande do Norte conseguiu uma decisão da Justiça Federal para poder cultivar e portar Cannabis (a planta conhecida popularmente como maconha), usada em tratamento contra depressão. Um salvo-conduto foi dado para a paciente e sua filha, impedindo que polícias prendam ou autuem as duas pelo crime de tráfico de drogas.

A decisão do juiz federal Mário Azevedo Jambo foi publicada na semana passada. Ele autorizou a importação, produção e cultivo de seis plantas, bem como o transporte dos vegetais entre a casa da paciente e o Instituto do Cérebro da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.

O transporte para o instituto deve ocorrer “para parametrização com testes laboratoriais com a finalidade de verificação da quantidade dos canabinóides presentes nas plantas cultivadas, qualidade e níveis seguros de utilização dos seus extratos”, conforme o pedido da defesa.

Para conseguir a decisão, os advogados da paciente apresentaram documentos como estudos científicos e reportagens sobre o uso da Cannabis para fins terapêuticos, vídeos de especialistas sobre o tema, laudos médicos da paciente com o diagnóstico das doenças de depressão e síndrome do pânico, o receituário de controle especial prescrevendo extrato híbrido feito a partir de cannabis e uma declaração da UFRN sobre a possibilidade de uso de seus laboratórios para parametrização do medicamento produzido para a mulher.

Também foi apresentada uma declaração do diretor do Instituto do Cérebro da UFRN, Dr. Sidarta Ribeiro, a respeito dos benefícios da Cannabis para a Doença de Parkinson.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2018/11/06/justica-autoriza-paciente-a-usar-maconha-em-tratamento-contra-depressao-no-rn.ghtml

Aplicativo de agendamentos de consultas médicas criado no RN completa 1 ano

Rilton Campos, idealizador do Bomédico.
O Bomédico, aplicativo criado em Natal e que facilita a marcação de consultas médicas, completa um ano em outubro. Para comemorar o aniversário com os profissionais parceiros, a plataforma passará seis meses sem cobrar dos especialistas a taxa de 5% sobre o valor do procedimento agendado.
O aplicativo pode ser baixado gratuitamente nos sistemas iOS (App Store) e Android (Google Play). O paciente não tem nenhum custo adicional pelos serviços agendados através da plataforma.
Através do Bomédico é possível agendar consultas médicas e odontológicas; recorrer a psicólogos, fisioterapeutas e nutricionistas. Além da marcação de testes e exames.
“O aplicativo facilita a vida das pessoas. Antes era preciso descobrir os telefones das clínicas e ligar para várias até conseguir horário. Com o Bomédico, esse processo é feito em segundos e com poucos cliques”, explicou Rilton Campos, idealizador da plataforma.

Ações preventivas em prol do Setembro Amarelo tem apoio da LBV e da Associação Norte-Riograndense de Psiquiatria em Natal

Nesta quarta-feira, 19/09, às 15h, a Legião da Boa Vontade – LBV promove com o apoio da Associação Norte-Riograndense de Psiquiatria – ANP, palestra sobre prevenção ao suicídio com o tema “Viver é a melhor opção”, que será conduzida pela psiquiatra Ranna Athena Pereira de Brito. O encontro é para os pais e responsáveis das crianças e adolescentes assistidos pelo Centro Comunitário de Assistência Social da Instituição, em apoio à campanha Setembro Amarelo, iniciativa que visa conscientizar a população mundial a respeito do suicídio e suas formas de prevenção.
O Brasil é o 8º país em números absolutos de suicídio no mundo, e a cada 45 minutos uma pessoa tira sua própria vida. A Organização Mundial da Saúde (OMS), alerta que mais de 90% dos casos de suicídio estão associados a distúrbios mentais, entre eles a dependência de álcool e a depressão. Globalmente, o suicídio já representa a segunda principal causa de mortes entre jovens entre 15 a 29 anos. E este público é mais suscetível ao alto consumo de álcool. Contudo, o cenário pode ser revertido. Daí a importância de falar e debater sobre o tema ser cada vez maior.
Durante todo o mês, nas unidades socioeducacionais da LBV em todo o Brasil serão promovidas palestras, rodas de conversa, workshops com profissionais da área de saúde, além de oficinas e ações para alertar os atendidos e colaboradores sobre o suicídio e debater a importância de ajudar as pessoas que estejam enfrentando seus desafios.
Vale destacar que a LBV, na sua Campanha Permanente de Valorização da Vida, promove, há mais de 68 anos, ações de combate ao suicídio. A sede da LBV, está localizada na Rua dos Caicós, 2148 – Bairro Dix-Sept Rosado.
Serviço
Evento: Palestra “Viver é a melhor opção”
Dia: 19 de setembro – 15h – Quarta-feira
Local: Centro Comunitário de Assistência Social da LBV, localizado a
Rua dos Caicós, 2148 – Bairro Dix-Sept Rosado
Informações: (84) 3613-1655

Jair Bolsonaro posta primeira foto após cirurgia

Jair Bolsonaro posta primeira foto após a segunda cirurgia a que foi submetido
Jair Bolsonaro posta primeira foto após a segunda cirurgia a que foi submetido – Reprodução Internet

São Paulo – Jair Bolsonaro, candidato do PSL à Presidência da República, postou no Twitter, neste sábado, a primeira foto após a cirurgia a que foi submetido, na quarta, no Hospital Albert Einstein, em São Paulo.

“Deus no comando”, escreveu Bolsonaro na legenda da imagem, em que aparece deitado em uma maca e com as pernas cruzadas.

Jair Bolsonaro está internado em São Paulo desde o dia 7 de setembro, um dia após levar uma facada durante campanha em Juiz de Fora, Minas Gerais. O candidato já passou por uma cirurgia em Juiz de Fora. A cirurgia de quarta-feira foi a segunda a que ele foi submetido.

Neste sábado, o presidenciável fez fisioterapia com caminhadas e exercícios de respiração. A expectativa é que seu intestino volte a funcionar no início da semana. Quando isso acontecer, a sonda será retirada e o candidato voltará a se alimentar pela boca.

Em boletim divulgado no sábado, os médicos afirmam que Bolsonaro “segue estável e sem intercorrências. Não apresenta febre ou outros sinais de infecção e realizou os exercícios de fisioterapia com boa tolerabilidade”.

 

Fonte: https://odia.ig.com.br/eleicoes/2018/09/5575461-jair-bolsonaro-posta-primeira-foto-apos-cirurgia.html

ANS suspende a venda de 26 planos de saúde

Resultado de imagem para Planos de saúde
Foto: da Internet

Veja – A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) determinou nesta quarta-feira a suspensão temporária da venda de 26 planos de saúde que pertencem a onze operadoras. A medida passa a valer a partir de 10 de setembro.

Segundo o órgão, a decisão foi tomada após reclamações relacionadas a cobertura assistencial. Juntos, os planos somam 75.524 beneficiários, que ficam com seus direitos garantidos. Para voltar a comercializar os planos, as operadoras devem comprovar melhorias no atendimento, de acordo com a ANS.

No trimestre encerrado em junho, o órgão recebeu 17.171 reclamações de consumidores em seus canais de atendimento.

A medida é resultado do monitoramento de atendimento, realizado a cada três meses. O programa avalia as operadoras a partir das reclamações registradas pelos beneficiários nos canais da ANS.

Confira a lista de planos com comercialização suspensa:

Salutar Saúde Seguradora S/A

Salutar Clássico Adesão Enfermaria Sem Co-Part ou Franquia
Executivo
Salutar Clássico Empresarial Enf Sem Co-Part ou Franquia
Especial Adesão sem Coparticipação sem Franquia
Executivo Adesão sem Coparticipação sem Franquia

Saúde Sim Ltda

Sim Exato Ade RI ESC
Sim Certo Ade R1 ESC

Unimed Angra dos Reis Cooperativa de Trabalho Médico

Uniplan coletivo enf

Unimed Norte/Nordeste-Federação Interfederativa das Sociedades Cooperativas de Trabalho Médico

Coletivo por adesão plus
Coletivo por adesão enfermaria
Coletivo por adesão apart
Coletivo por adesão
Coletivo por adesão básico – unne
Coletivo empresarial – referência

AMI – Assistência Médica Infantil Ltda

Master I – Enfermaria
Ouro I – Enfermaria

Pame – Associação de Assistência Plena em Saúde

Rubi 210 DF
Rubi 310
SAFIRA 207

Samoc S/A – Sociedade Assistencial Médica e Odonto Cirúrgica

Ambulatorial Hospitalar S/Obstetrícia Individual – RJ

GAMEC – Grupo De Assistência Medica Empresarial do Ceará Ltda

Plano Standard VIP

Ameno Assistência Médica S/S Ltda.

Plano Regional Global

Saúde Casseb Assistência Médica Ltda.

Saúde Casseb Praia de Jauá Enfer sem Coparticipação
Súde Casseb Praia de Ondina Apart sem Coparticipação

Coopus Planos de Saúde Ltda

130.1.3 IF
130.1.3

Sem previdência pública, Chile tem suicídio recorde entre idosos com mais de 80 anos

Apontada como modelo pelo Fundo Monetário Internacional (FMI), a privatização da Previdência Social chilena, promovida pelo general Augusto Pinochet na década de 1980, continua vigente e cobrando um preço cada vez mais elevado. O colapso do sistema tem ganhado maior visibilidade nos últimos dias à medida que o arrocho no valor das pensões e aposentadorias se reflete no aumento do número de suicídios.

De acordo com o Estudo Estatísticas Vitais, do Ministério de Saúde e do Instituto Nacional de Estatísticas (INE), entre 2010 e 2015, 936 adultos maiores de 70 anos tiraram sua própria vida no período. O levantamento aponta que os maiores de 80 anos apresentam as maiores taxas de suicídio – 17,7 por cada 100 mil habitantes – seguido pelos segmentos de 70 a 79 anos, com uma taxa de 15,4, contra uma taxa média nacional de 10,2. Conforme o Centro de Estudos de Velhice e Envelhecimento, são índices mórbidos, que crescem ano e ano, e refletem a “mais alta taxa de homicídios da América Latina”.

Uma das autoras da pesquisa ministerial, Ana Paula Vieira, acadêmica de Gerontologia da Universidade Católica e presidenta da Fundação Míranos, avalia que muitos dos casos visam simplesmente acabar com o sofrimento causado, “por não encontrar os recursos para lidar com o que está passando em sua vida”.

O fato é que à medida que a idade avança e os recursos para o acompanhamento e o tratamento médico vão sendo reduzidos pela própria irracionalidade do projeto neoliberal de capitalização da Seguridade, os idosos passam a se sentir cada vez mais como um fardo para os seus familiares e entes queridos.

 

Fonte: https://horadopovo.org.br/sem-previdencia-publica-chile-tem-suicidio-recorde-entre-idosos-com-mais-de-80-anos/