Category: Saúde

Exército realiza atendimentos de saúde gratuitos em Mãe Luíza, em Natal

Odontologia é um dos serviços que serão oferecidos gratuitamente pelos militares — Foto: Exército Brasileiro

Militares do Exército realizam nesta quinta-feira (19) atendimentos gratuitos de saúde para a população do bairro de Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal. A ação acontece na Unidade Básica de Saúde Aparecida, que fica na Rua Guanabara, de 8h às 12h e das 13h às 16h.

Segundo a assessoria de comunicação do Exército no Rio Grande do Norte, serão oferecidos atendimentos em várias especialidades. São elas:

  • Dermatologia
  • Ginecologia
  • Cardiologia
  • Neurologia
  • Odontologia
  • Exames de eletrocardiograma

A Ação Cívico Social em Mãe Luíza conta com a participação da Prefeitura de Natal, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e Secretaria Municipal de Planejamento (Sempla).

Fonte: https://g1.globo.com

Secretaria de Saúde confirma quarto caso de sarampo no RN; outros 29 estão em investigação

RN tem 4 casos confirmados de sarampo — Foto: Reprodução/EPTV

A Secretaria Estadual de Saúde Pública do RN (Sesap) confirmou nesta quinta-feira (12) o quarto caso de sarampo no Estado. Trata-se de uma mulher de 19 anos que teve contato com o homem que foi o primeiro caso confirmado de sarampo no RN. Ainda segundo a Sesap, outros 29 casos estão em investigação.

A jovem de 19 anos diagnosticada com sarampo mora em Extremoz, mas trabalha em Natal em uma lanchonete que fica em frente ao hospital onde o primeiro paciente confirmado foi atendido. Ela passa bem e já passou do período de transmissão da doença.

Até o momento, os 4 casos confirmados de sarampo foram de moradores de Natal, Macaíba, Extremoz e Tibau do Sul. Porém, segundo a Sesap, dois destes casos são de pacientes que possivelmente contraíram a doença em São Paulo.

Em todo o país, até o dia 4 deste mês, segundo o Ministério da Saúde, 2.753 casos haviam sido contabilizados desde junho, quando um novo surto da doença teve início.

Vacinação

Em relação a vacinação, a subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap, Alessandra Lucchesi, informou que a cobertura deste ano está em 67%. Em 2018 a cobertura foi de 88%. O ideal é 95%.

O Rio Grande do Norte continua com a vacina disponível em todas as unidades de saúde.

Quem deve se vacinar

  • Bebês de 6 meses a 1 ano incompletos devem tomar a “dose zero”, que é extra. Ao completar 12 meses, devem tomar normalmente uma dose da tríplice viral. Aos 15 meses, devem tomar uma dose da tetravalente.
  • Pessoas de 12 meses a 29 anos de idade devem ter duas doses da tríplice viral comprovadas. Se não está marcada na carteirinha ou não se lembra, deve procurar uma UBS e regularizar a situação;
  • Adultos de 30 a 59 anos devem ter pelo menos 1 dose da tríplice viral;
  • Adultos com mais de 60 anos não precisam se vacinar, por já terem tido contato com a doença no passado.

Fonte: https://g1.globo.com

Nove unidades de saúde abrem para atendimento às mulheres neste sábado em Natal

Unidade Básica de Saúde Ronaldo Machado, no Planalto vai abrir para atendimentos — Foto: Divulgação 

Nove unidades de saúde de Natal vão promover na manhã deste sábado (14) atendimentos voltados exclusivamente para a saúde feminina. Esses atendimentos fazem parte do projeto “Mulher 365: o cuidar passa por todas as estações”(veja abaixo os locais).

A intenção do projeto é atingir o público que não consegue buscar atendimento durante os horários da semana.

Serão disponibilizados exames de preventivos, consultas médicas, vacinação, testes rápidos de HIV, sífilis e hepatite, distribuição de preservativos, verificação de pressão arterial, teste de glicemia, cartão SUS e outras atividades.

Além dos atendimentos e da área educativa, a edição deste mês promoverá um momento de beleza, com cortes de cabelos, entre outras atividades de prevenção de doenças e promoção da saúde.

Estarão abertas das 8h às 12h, as seguintes unidades de saúde:

  • Parque das Dunas (DS Norte I)
  • Cidade Praia (DS Norte I)
  • Redinha (DS Norte I)
  • Soledade II (DS Norte II)
  • Vale Dourado (DS Norte II)
  • Ronaldo Machado (DS Sul)
  • Rocas (DS Leste)
  • Felipe Camarão II (DS Oeste)
  • Bom Pastor (DS Oeste)

O Mulher 365 acontece todos os meses em Natal. A campanha, realizada pela Secretaria Municipal de Saúde, visa alertar as mulheres potiguares sobre a necessidade de se prevenir contra doenças como câncer do colo do útero que, junto com o câncer de mama, é um dos responsáveis por grande parte do número de óbitos entre a população feminina.

Fonte: https://g1.globo.com

7 sinais de que você está comendo pouca proteína

Foto/Reprodução

A proteína é o bloco de construção dos músculos, pele, enzimas e hormônios, desempenhando ainda um papel essencial no bom funcionamento de todos os tecidos do corpo humano. Ela ajuda ainda nas tarefas de recuperação após o esforço físico, ou na manutenção da saciedade a seguir às refeições.
A quantidade de proteína ideal varia de indivíduo para indivíduo e é determinada por fatores como a idade, peso ou nível de atividade física diária.
Os especialistas recomendam a ingestão de cerca de um grama de proteína por quilo de peso corporal, para uma pessoa com pouca ou nenhuma atividade física, no entanto esses valores podem duplicar para quem pratica exercício regular de forma intensa.
Apesar da proteína poder ser encontrada em inúmeros alimentos, a sua deficiência na alimentação ainda é muito comum. Esteja atento a estes sinais e perceba se está a sofrer com déficit de proteína.
Está sempre com fome – Está sempre com fome? Não consegue evitar fazer um ou dois lanches entre as principais refeições? Então, pode estar com falta de proteína no organismo. Já que este nutriente é conhecido por promover os níveis de saciedade. 
Sente fraqueza – É normal que se sinta mais fraco e que note uma diminuição nos índices de massa muscular, o que por sua vez deixará o seu organismo mais lento.
Não se consegue concentrar – Sente-se constantemente avoado? Quando os níveis de proteína não estão adequados, podemos sentir alguma confusão mental. A proteína como reguladora da glicose no sangue, equilibra o açúcar, deixando-nos mais focados. 
Enfraquecimento do cabelo e unhas – Deficiências graves de proteína refletem-se ainda no enfraquecimento significativo do cabelo e das unhas. A pele torna-se também mais seca e apresenta vermelhidão. 
Não consegue perder peso – A pouca proteína disponível no corpo leva à perda muscular e contribui para um metabolismo mais lento – dificultando assim a perda de peso. 
Está sempre doente – A proteína representa parte essencial de um sistema imunológico mais saudável. 
Não consegue parar de comer açúcar – Sente ânsia frequente por comer besteiras? A proteína regula os níveis de açúcar no sangue (glicose), mantendo-os mais estáveis e diminuindo o desejo por doces.  Mude a sua alimentação e sinta-se bem!
Fonte: http://www.diariovip.novacruzoficialrn.com.br

Conheça tratamento caseiro para as unhas encravadas do pé

Foto/Reprodução 

Do melhorcomsaude – Quando a pele que rodeia a unha aparece avermelhada e inflamada, além de ser incômoda ou dolorida quando tocamos nela, provavelmente estamos sofrendo com uma unhas encravadas, que pode até levar a uma infecção. Confira alguns tratamentos naturais para unhas encravadas.
Neste artigo iremos explicar o que é, porque surge e quais são alguns remédios naturais para tratá-la em casa.

O que são as unhas encravadas?

Quando vemos que a pele nas bordas da unha fica avermelhada ou até infectada, é possível que tenhamos uma unha que se incrustou na carne que a rodeia. O mais comum é que isso ocorra no dedão, mas na realidade pode acontecer em qualquer dedo.
A seguir, iremos falar sobre o motivo para a sua ocorrência.

Por que surgem as unhas encravadas?

Não há uma única causa para as unhas encravadas. Os motivos mais habituais são os seguintes:
  • Sapatos desconfortáveis que nos apertam e não se ajustam bem, especialmente se praticamos esportes ou fazemos atividades que exigem movimentos ou estar de pé com frequência.
  • Unhas que não tenham sido cortadas corretamente.
  • Questões físicas do pé, como deformações ou formas especiais dos dedos, que podem causar uma pressão adicional sobre os outros dedos do pé. É importante ter em mente que algumas pessoas, por questões genéticas, nascem com as unhas dos pés curvadas, grandes demais ou com tendência a crescer para baixo. Por isso, existem pessoas que sofrem com frequência com este problema, apesar de usar o sapato adequado e cortar as unhas corretamente.

Quando ir ao médico?

Ainda que você possa seguir as recomendações de tratamento caseiro e natural que daremos a seguir, as pessoas que sofrem de diabetes, lesões nos pés, tornozelos e pernas ou possuem má circulação nos pés deveriam, primeiramente, consultar um médico, podólogo ou dermatologista. Também é importante ir quando percebermos que há pus embaixo da inflamação, já que as infecções devem ser tratadas o antes possível.
Finalmente, se as unhas costumam encravar com frequência e não encontrarmos a causa, um médico também pode nos ajudar a resolver este incômodo problema.

Tratamento natural

Este é um método caseiro, simples e natural para tratar as unhas encravadas:
  • Submerja o pé afetado em água quente várias vezes ao longo do dia, pelo menos três dias. Deixe-o assim por alguns minutos e depois seque bem o pé.
  • Massageie com suavidade a zona afetada, com a ajuda de um pouco de azeite de oliva ou óleo de amêndoas. Se tivermos tendência a infecções, podemos acrescentar também uma gota de óleo essencial de melaleuca, que possui propriedades antibióticas.
  • Pegue um pouco de algodão ou fio dental, umedeça-o e tente posicioná-lo com paciência debaixo da unha afetada.
  • Quando notar alguma melhora na região, depois de realizar várias vezes este processo, repita estes passos e corte a unha com cuidado, usando um instrumento totalmente limpo e afiado.
  • Corte a unha de maneira reta, deixando-a quadrada e sem recortá-la em excesso. As partes que estiverem mais encravadas devem ser evitadas, para que possam ir melhorando lentamente.

Água de tomilho

A técnica anterior pode ser ainda mais eficaz se, em vez de usarmos somente água, usarmos uma infusão de tomilho.
O tomilho é uma planta medicinal com diversos benefícios. Entre eles, nos ajuda a combater as inflamações, as infecções e alivia a dor, por isso é o remédio ideal para tratar as unhas encravadas.
Iremos preparar uma infusão com um copo de água e duas colheres de tomilho. Ferva durante 5 minutos e deixe repousando por mais 5 minutos. Usaremos esta infusão da forma como destacamos no ponto anterior.
Tratamento com ervas para unhas encravadas

Remédio de limão e sal

Se a técnica anterior não funcionar, podemos tentar também um antigo remédio muito eficaz e econômico, já que só vamos precisar de meio limão e um pouco de sal. Faremos um buraco no centro do nosso meio limão, vamos colocar um pouco de sal marinho e o colocaremos no dedo afetado. Deixe agir durante 20 minutos, e faça isso diariamente até que o dedo fique curado.
Tanto o limão quando o sal atuam como desinfetantes e possuem propriedades anti-inflamatórias.
Limão e sal para tratar unhas encravadas
Fonte:http://www.diariovip.novacruzoficialrn.com.br

Entenda como uma crise de asma que vitimou atriz global pode matar, e saiba como tratar a doença

Foto/Reprodução 

A asma é uma doença inflamatória crônica que, se não tratada, pode levar à morte. Foi o que aconteceu com a atriz Fernanda Young. Aos 49 anos, ela sofreu uma crise asmática seguida de parada cardíaca. Segundo dados do Datasus, do Ministério da Saúde, seis pessoas morrem por dia em decorrência do agravamento da doença.

“A asma não tem cura, mas tem controle”, ressalta a pneumologista Ana Clara Toschi, do Hospital São Camilo; saiba qual a importância do tratamento.

A asma é uma doença inflamatória crônica que, se não tratada, pode levar à morte. Foi o que aconteceu com a atriz Fernanda Young. Aos 49 anos, ela sofreu uma crise asmática seguida de parada cardíaca. Segundo dados do Datasus, do Ministério da Saúde, seis pessoas morrem por dia em decorrência do agravamento da doença.

 

Fonte: http://www.diariovip.novacruzoficialrn.com.br

Novos pontos para vacinação antirrábica em Natal são abertos

Vacinação antirrábica para cães e gatos acontece até o dia 18 de outubro em Natal — Foto: Maurício Alexandre

O Centro de Controle de Zoonoses abriu nesta terça-feira (27) novos pontos de vacinação antirrábica para cães e gatos em Natal. Dessa foram, todas as regiões da cidade estão sendo atendidas no momento, nas zonas Leste, Oeste, Sul e Norte (confira a lista no fim).

Os novos pontos abertos fazem parte da Campanha Nacional de Vacinação Antirrábica, que começou em 19 de agosto e vai até o dia 18 de outubro. O Dia D da campanha no Brasil será em 28 de setembro.

Semanalmente há postos fixos de vacinação em diferentes regiões da cidade, além de atendimentos nas próprias casas em bairros da capital potiguar que têm a maior demanda.

Segundo o Centro de Controle de Zoonoses da capital, Natal tem 114 mil animais, sendo 79.975 cães e 34.025 a serem vacinados. A meta é que 80% desse total receba uma dose. Os cães e gatos precisam ter mais que três meses de idade para a serem vacinados.

Neste ano, o Governo do Rio Grande do Norte informou que as doses da vacina foram reduzidas pelo Ministério da Saúde. Dessa forma, 56 municípios, que possuem maior demanda, participam da campanha.

Confira os locais de vacinação desta semana

Zona Norte I

  • Sítio Lagoa Azul
  • Posto fixo na Unidade de Saúde de Pajuçara

Zona Norte II

  • Vacinação casa a casa no loteamento Vale Dourado, em Nossa Senhora da Apresentação

Zona Leste

  • Vacinação casa a casa no bairro Mãe Luíza

Zona Oeste

  • Casa a casa no bairro de Felipe Camarão
  • Posto fixo na R. São Geraldo, 154 (Meg Dog Rações), Quintas

Zona Sul

  • AMPA (Associação dos Moradores de Ponta Negra)
  • UBS Jiqui
  • UBS do Pitimbu
  • Clube de Mães de Nova Descoberta

Fonte: https://g1.globo.com

Aplicativo permite denúncias de locais com foco de dengue em Natal

Aplicativo de combate da dengue foi lançado pela Prefeitura de Natal — Foto: Divulgação 

Após identificar focos de dengues em terrenos baldios ou em uma caixa d’água, como um cidadão deve notificar os agentes de endemias sobre o perigo? Em Natal, a prefeitura lançou um aplicativo em que é possível fazer denúncias desse tipo. As informações vão parar em um mapa interativo do “Dengue Não”, que também visa combater a doença através de recomendações e jogos interativos.

A ferramenta foi lançada pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) durante a Campus Party, que aconteceu de 16 a 18 de agosto na capital potiguar. Na ferramenta, é possível ter recomendações sobre os mitos e verdades da enfermidade e checar recomendações de boas práticas para não facilitar a reprodução do Aedes aegypti.

Além disso, a aplicativo conta com espaço para notificações de casos de dengue (com mapa interativo, espaço para denúncia e Ranking Dengue Não) e com boletim das arboviroses. Outras funções do aplicativo são os jogos educativos para diversas faixas etárias e espaço para conhecer e registrar seus sintomas.

Dentro do app, existe um ranking com pontuação e premiação para os usuários que usam a ferramenta. Para a criação do programa, a SMS envolveu vários setores com representantes.

Para o coordenador do programa Saúde na Escola, Rodolfo Lira, o ‘Dengue Não’ é uma estratégia de interação ágil, acessível e com “potencial de capilaridade”.

“O aplicativo é bem recente e continuará sendo aperfeiçoado e a inovação que essa ferramenta traz pode ser trabalhada de muitas formas pela saúde. Acho muito relevante a criação dessa ponte de interação e colaboração ágil e acessível da população com a gestão. Agora, nós partiremos para trabalhar esse app com a população, usando nas escolas e em ações da Prefeitura do Natal, como o Participa Natal. Estamos montando um planejamento para premiar os cidadãos destaques com honra ao mérito no combate do Aedes. Esses dados de sintomas irão nos ajudar a predizer surtos e agilizar o atendimento dos usuários”, afirma.

Depois de um cadastro inicial, se o usuário identificar focos de dengues em terrenos baldios ou em sua caixa d’água, por exemplo, ele deve ir no espaço “notifique” e inserir o endereço do local atingido enviando uma fotografia juntamente com os dados. Estas informações vão para um mapa interativo dentro do aplicativo. Dentre 7 a 15 dias o problema será apurado e resolvido. Também há a possibilidade de informar sintomas suspeitos de dengue e receber orientação quanto à procura de uma unidade de saúde.

O aplicativo “Dengue Não” já está disponível para aparelhos móveis com sistema operacional Android e futuramente também estará disponível para IOS. Existe também a possibilidade de acessar o aplicativo por computadores em sua versão Web, mas sem a opção de jogos.

Fonte: https://g1.globo.com

RN inicia vacinação contra o sarampo de todas as crianças entre 6 meses e 1 ano

Brasil registra 1.845 casos de sarampo em 2019, em 88 cidades de 11 estados. Rio Grande do Norte tem 1 caso confirmado — Foto: Reprodução/TV TEM 

A Secretaria Estadual de Saúde Pública do RN (Sesap) já iniciou a vacinação contra o sarampo de todas as crianças de seis meses a 1 ano. A recomendação para que todas as crianças nessa faixa etária sejam vacinadas é do Ministério da Saúde. Dados divulgados nesta terça (20) apontam que o Brasil registra 1.845 casos de sarampo em 2019, em 88 cidades de 11 estados. O Rio Grande do Norte tem 1 caso confirmado.

Em nota, a Sesap informou que “as doses específicas para esta população alvo ainda serão entregues pelo Ministério da Saúde, mas as atividades vão começar utilizando o estoque estadual atual”.

O sarampo é uma doença extremamente contagiosa causada por um vírus do gênero Morbillivirus, da família Paramyxoviridae. A transmissão pode ocorrer por meio da fala, tosse e/ou espirro. O quadro de infecção pode ser grave, com complicações principalmente em crianças desnutridas ou com sistema imunológico debilitado.

No dia 26 de julho foi confirmado um caso de sarampo em um rapaz que mora em Natal, mas viajou para São Paulo. Já no dia 13 de agosto exames iniciais confirmaram um caso de sarampo em uma criança de 1 ano e seis meses moradora de Tibau do Sul. A Sesap aguarda o resultado de um exame realizado em SP para confirmar este caso.

Nova recomendação

O Ministério da Saúde divulgou uma nova recomendação: todas as crianças de 6 meses a 11 meses e 29 dias devem receber uma dose adicional, a chamada “dose zero”. A recomendação vale para todo o país, e deve alcançar 1,4 milhão de crianças. O ministério ressalta que essa dose não substitui ou elimina a necessidade de tomar as demais que integram o calendário nacional de vacinação.

Antes, o reforço era indicado somente para aquelas que fossem viajar para municípios com surto da doença no país. De acordo com o ministério, o grupo formado pelas crianças menores de 1 ano é o mais afetado pela doença.

São Paulo e a disseminação

O Ministério da Saúde apontou ainda que houve uma dinâmica de disseminação dos casos a partir de São Paulo, estado com o maior número de casos. Entre as semanas epidemiológicas de 21 a 32, que concentra o período com a explosão dos casos, o fluxo mostra relação com a incidência em SP (veja abaixo).

Dinâmica da transmissão do sarampo a partir de SP; ministério diz que quadro se intensificou a partir da semana epidemiológica 21, no começo de junho.' — Foto: Rodrigo Cunha/Arte G1
Dinâmica da transmissão do sarampo a partir de SP; ministério diz que quadro se intensificou a partir da semana epidemiológica 21, no começo de junho.’ — Foto: Rodrigo Cunha/Arte G1 

Fonte: https://g1.globo.com

Miss desenvolve câncer de pele após usar unhas de gel em excesso

Foto/Reprodução

Em manicure com gel, é usada luz ultravioleta cuja radiação é prejudicial à saúde e provocou o aparecimento de um melanoma em Karolina Jasko
Ir à manicure parece um ato inocente e inofensivo, mas pode ser prejudicial. Karolina Jasko, uma miss de concursos de beleza nos Estados Unidos, desenvolveu câncer de pele de tanto usar unhas de gel e acabou tendo que remover uma de suas unhas para se livrar do tumor.
O diagnóstico veio quando Karolina reparou que logo abaixo de sua unha do dedão na mão direita havia uma linha preta, que ia da ponta à cutícula. Ela foi a um dermatologista ver o que era e foi informada de que era um câncer de pele desenvolvido de tanto ela usar unhas de gel.
O motivo? Essa técnica específica de manicure exige que as unhas sejam expostas a luz ultravioleta, cuja radiação é extremamente prejudicial à saúde – até por isso é essencial usar protetor solar ao tomar sol, por exemplo.
Normalmente, esse tipo de reação não acontece só por fazer as unhas vez ou outra, mas como Karolina, devido a sua rotina de concursos, precisava sempre estar com as mãos feitas, ela acabava ficando muito mais em contato com a luz e a radiação.
“E o pior foi que eu demorei para perceber que havia algo errado, porque sempre estava com as minhas mãos feitas. Foi só quando se formou nitidamente uma linha preta sob a minha unha que estranhei e fui ao médico”, disse a miss ao “The Sun”.
Fazendo as unhas com frequência ou não, diferentes associações de combate ao câncer estão recomendadas às mulheres que usem protetor solar nas mãos e luvas “sem dedos” durante o tratamento de beleza com gel para minimizar os efeitos dos raios.
Como sobrevivente de melanoma nas unhas, agora Karolina, além de continuar sua carreira como miss, contribui como embaixadora da Melanoma Research Foundation para conscientizar outras pessoas sobre câncer de pele e os perigos de algo aparentemente tão corriqueiro e simples quanto unhas de gel.
Fonte: iG
http://www.diariovip.novacruzoficialrn.com.br

Secretaria de Saúde diz que RN está em ‘estado de alerta’ após casos de sarampo

Alessandra Lucchesi, subcordenadora de vigilância epidemiológica — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi
Alessandra Lucchesi, subcordenadora de vigilância epidemiológica — Foto: Sérgio Henrique Santos/Inter TV Cabugi

A Secretaria da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) disse em coletiva nesta quarta-feira (14) que o Rio Grande do Norte está em “estado de alerta” após os casos de sarampo. Segundo a equipe técnica da pasta, apenas um caso confirmado já significa o estado de alerta em qualquer local do Brasil, baseado nas composições do Ministério da Saúde.

“Qualquer caso identificado em qualquer estado, ou seja, um caso apenas, já é considerado surto. Então, o RN está em surto de sarampo até que a gente de fato consiga identificar e não ter a circulação do vírus pelos próximos 90 dias. Um caso confirmado demanda um estado de alerta no RN e permanece em estado de alerta até que a gente consiga conter qualquer cadeia de transmissão”, explicou Alessandra Lucchesi, subcoordenadora de vigilância epidemiológica da Sesap.

G1

Exames iniciais confirmam primeiro caso de sarampo em criança no RN em 2019

Um exame confirmou o primeiro caso de sarampo em criança no Rio Grande do Norte em 2019. A criança – de 1 anos e 6 meses – foi internada no Hospital Maria Alice Fernandes, Zona Norte de Natal, no domingo (11). O resultado exame que confirmou a doença saiu na noite desta terça-feira (13).

A criança veio de Tibau do Sul, município no litoral Sul do RN, e estaria com a vacinação atrasada. Ela deu entrada no hospital com erupções vermelhas na pele, febre e tosse. O exame detectou anticorpo IgM específico para vírus do sarampo.

Todos os profissionais que tiveram contato com a criança passaram pelo “bloqueio vacinal” – que consiste na imunização de pessoas que tiveram ou poderiam ter algum tipo de contato com o paciente. O bloqueio vacinal é a forma sugerida pelo Manual da Vigilância do Ministério da Saúde para evitar a proliferação da doença.

No final de julho um homem foi diagnosticado com sarampo em Natal. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, ele mora na capital potiguar, mas teria sido contaminado em viagem a São Paulo. A cidade não registrava um caso de sarampo há 19 anos.

A Secretaria Estadual de Saúde Pública emitiu uma recomendação no início de agosto de que crianças de seis a onze meses de idade que vão viajar para estados com casos confirmados de sarampo devem tomar a vacina Tríplice Viral, ao menos 15 dias antes da viagem.

Sarampo no Brasil

Desde a primeira semana de 2019, o Brasil registrou 1.388 casos confirmados de sarampo. 95,2% destes casos ocorreram no Rio de Janeiro, em São Paulo, na Bahia e no Paraná. De acordo com o Ministério da Saúde, 53 cidades do país estão com surto da doença.

Em março, o Brasil perdeu o certificado de erradicação da doença concedido pela Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS).

Entenda o que é sarampo, quais os sintomas, como é o tratamento e quem deve se vacinar  — Foto: Infografia: Karina Almeida/G1
Entenda o que é sarampo, quais os sintomas, como é o tratamento e quem deve se vacinar — Foto: Infografia: Karina Almeida/G1

Doses de vacina antirrábica são reduzidas no RN; 56 municípios farão parte da campanha

Campanha de vacinação antirrábica começa no dia 19 — Foto: Andre Borges/Agência Brasília 

O número de doses da vacina antirrábica foi reduzido de 800 mil para 500 mil neste ano no Rio Grande do Norte. De acordo com a Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap), a redução foi comunicada pelo Ministério da Saúde após a solicitação da pasta para a campanha de vacinação dos animais.

Ao todo, 56 municípios do estado farão parte da campanha, que acontecerá entre os dias 19 de agosto e 18 de outubro. O “Dia D” da vacinação acontece em 28 de setembro. (Veja a lista das cidades no final).

A redução do estoque acontece, segundo o Ministério da Saúde, pela diminuição na capacidade produtiva dos principais laboratórios produtores de imunobiológicos do Brasil. Dessa forma, foram afetadas as produções de soros antirrábico e antiveneno, além da vacina antirrábica canina.

Com a diminuição das doses, a Sesap alerta a população para ficar atenta em relação aos sinais clínicos da doença nos animais domésticos e para o risco de contato com os animais silvestres, especialmente morcegos.

Em número menor, as doses do RN vão atender apenas municípios prioritários, que foram selecionados pela Sesap a partir de critérios orientados pela Coordenação Nacional do Programa de Controle da Raiva, do Ministério da Saúde.

Assim, municípios com registro de raiva animal nos últimos três anos em ao menos um cão, raposa ou morcego receberão doses da vacina. Municípios que tiveram o percentual de cobertura vacinal canina ou felina menor ou igual a 65% na última campanha também estarão no mapa de vacinação.

Segundo a Sesap, de janeiro deste ano até agosto foram identificados 61 animais positivos com raiva, sendo 55 morcegos, 4 raposas, 1 boi e 1 cão. Os casos aconteceram em 19 municípios do RN.

Municípios selecionados

  • 1. Ceará-Mirim
  • 2. Extremoz
  • 3. Macaíba
  • 4. Natal
  • 5. Parnamirim
  • 6. São Gonçalo do Amarante
  • 7. Baía Formosa
  • 8. Canguaretama
  • 9. Nova Cruz
  • 10. Nísia Floresta
  • 11. Santo Antônio
  • 12. Vera Cruz
  • 13. Assu
  • 14. Mossoró
  • 15. Afonso Bezerra
  • 16. Bento Fernandes
  • 17. Guamaré
  • 18. Jardim de Angicos
  • 19. Jandaíra
  • 20. João Câmara
  • 21. Macau
  • 22. Riachuelo
  • 23. Pedro Avelino
  • 24. Pureza
  • 25. Taipu
  • 26. Caicó
  • 27. Jaçanã
  • 28. Santa Cruz
  • 29. São Paulo do Potengi
  • 30. São Tomé
  • 31. Serra Caiada
  • 32. São Bento do Trairi
  • 33. Almino Afonso
  • 34. Venha Ver
  • 35. Lagoa de Pedras
  • 36. Senador Georgino Avelino
  • 37. Fernando Pedroza
  • 38. Governador Dix-sept Rosado
  • 39. Janduís
  • 40. Ipanguaçu
  • 41. Triunfo Potiguar
  • 42. Rio do Fogo
  • 43. São Miguel do Gostoso
  • 44. Currais Novos
  • 45. Parelhas
  • 46. Campo Redondo
  • 47. Boa Saúde
  • 48. São Pedro
  • 49. Cel. João Pessoa
  • 50. Major Sales
  • 51. Rodolfo Fernandes
  • 52. São Francisco do Oeste
  • 53. Serrinha dos Pintos
  • 54. Severiano Melo
  • 55. Riacho de Santana
  • 56. Taboleiro Grande

Fonte: https://g1.globo.com

Shopping de Natal realiza campanha de doação de sangue nesta quarta (14)

O shopping Cidade Jardim, na Zona Sul de Natal, realiza nesta quarta-feira (14) mais uma campanha de doação de sangue. Para fazer a coleta, a equipe móvel do Hemonorte vai atender a população de 9h às 17h.

Para doar:

  • Estar em boas condições de saúde;
  • Ter entre 16 e 69 anos, desde que a primeira doação tenha sido feita até 60 anos (menores de 18 anos precisam apresentar documentos e formulário de autorização);
  • Pesar no mínimo 50 quilos;
  • Ter dormido pelo menos 6 horas;
  • Estar alimentado e apresentar documento original com foto recente, que permita a identificação do candidato, emitido por órgão oficial.

Médico do Shopping

Com o objetivo de oferecer uma ação ainda mais completa, a clínica Médico do Shopping estará no hall de eventos do mall, no mesmo dia e horário, para oferecer alguns atendimentos de forma gratuita, como teste de índice glicêmico e aferição de pressão arterial.

Fonte: https://g1.globo.com

 

Acne, atraso menstrual e mais: como identificar a Síndrome dos Ovários Policísticos

Foto: Reprodução 

 

Síndrome dos Ovários Policísticos (SOP) é uma desordem endócrina causada por um desequilíbrio hormonal que interfere no processo de ovulação e leva à formação de cistos que não desaparecem após o ciclo menstrual e altera a estrutura do ovário.

Estima-se que a SOP afete cerca de 10% das mulheres em idade fértil e, em casos mais graves, a condição pode causar infertilidade. Entre os sintomas mais comuns de SOP estão aparecimento de espinhas, menstruação irregular, queda de cabelos, surgimento de pelos em excesso e manchas na pele.

Como saber se tenho Síndrome dos Ovários Policísticos

Como os sintomas de SOP são bastante comuns e abrangentes, nem sempre é fácil identificar o problema.

– CONTINUE DEPOIS DA PUBLICIDADE –

Leia também

Câncer de pâncreas é um dos mais letais e de difícil detecção. Veja como se prevenir

Câncer de pâncreas é um dos mais letais e de difícil detecção. Veja como se prevenir
Especialistas ligam alimentos ultraprocessados a mortes prematuras; Salsicha e sorvete entre eles

Especialistas ligam alimentos ultraprocessados a mortes prematuras; Salsicha e sorvete entre eles
Conheça 7 sintomas de refluxo, doença mais comum do que se imagina

Conheça 7 sintomas de refluxo, doença mais comum do que se imagina

Em seu perfil no Instagram, o ginecologista Sérgio Cabral afirma que, segundo recomendações da Federação Brasileira de Ginecologia e Obstetrícia (Febrasgo), é preciso adotar o chamado critério de Rotterdam, que indica que, para ser diagnosticada com SOP, a mulher tem de apresentar no mínimo 2 dos 3 critérios diagnósticos abaixo:

Oligomenorreia: atrasos de mais de 35 dias da menstruação ou três menstruações seguidas ausentes ou por 90 dias, no mínimo.

Hiperandrogenismo clínico: surgimento de acne e pelos anômalos e confirmação laboratorial de aumento de hormônios como testosterona, S-DHEA, 17-OH progesterona e androstinediona. Hiperandrogenismo é um distúrbio endócrino caracterizado pelo excesso de andrógenos como testosterona, comum das mulheres em idade reprodutiva.

Ovários policísticos ao exame de ultrassonografia: o médico alerta, no entanto, que nem todo ovário policístico ao ultrassom é característico de SOP. Inclusive, não há a necessidade de identificar ovários policísticos ao ultrassom para o diagnóstico de SOP.

Por último, segundo o médico, para confirmar a SOP, também é preciso excluir doenças que provocam hiperandrogenismo, como hiperprolactinemia, disfunções da tireoide, tumor ovariano e/ou adrenal, além de hiperplasia adrenal congênita.

Do VIX

Postado por Diario VIP