Category: Saúde

Vacinação contra o sarampo tem dia D sábado (15) na capital potiguar

A primeira fase da campanha começou no último dia 10 de fevereiro e se estende até o dia 13 de março e tem a intenção de imunizar cerca de 12 mil pessoas na capital. — Foto: Honório Moreira

O Dia D de mobilização da primeira fase da campanha nacional contra o sarampo acontece neste sábado (15) em Natal. Cerca de 70 salas de vacinação estarão disponíveis, das 7h às 13h, para receber e imunizar pessoas com idade entre 5 e 19 anos que ainda não tenham tomado a primeira dose da vacina ou que estejam com o cartão vacinal incompleto. A abertura do Dia D será às 8h, na Unidade Básica de Saúde de Candelária.

A intenção da mobilização é disponibilizar um dia a mais para que a população possa se imunizar contra a doença. É preciso levar documento de identificação e o cartão de vacina.

A primeira fase da campanha começou no último dia 10 de fevereiro e se estende até o dia 13 de março e tem a intenção de imunizar cerca de 12 mil pessoas na capital.

A política do sistema vacinal do Ministério da Saúde estabelece que duas doses da vacina devem ser aplicadas para mulheres e homens com idade entre 12 meses e 29 anos de idade, sendo a segunda dose aplicada com intervalo de 30 dias.

Doença altamente contagiosa

  • O sarampo é uma doença altamente contagiosa que pode evoluir para complicações e levar à morte;
  • Os principais sintomas são febre, manchas avermelhadas na pele do rosto e tosse persistente;
  • A prevenção da doença é feita por meio da vacinação, e os especialistas reforçam que não há relação entre a vacina e o autismo.
Sarampo tabela — Foto: Arte/G1

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia

Secretaria Estadual de Saúde diz que está investigando possível caso de coronavírus no RN

Paciente está internado no Hospital Giselda Trigueiro, referência em doenças infectocontagiosas — Foto: Quézia Oliveira/Inter TV Cabugi

A Secretaria Estadual de Saúde Pública (Sesap) emitiu nota confirmando que está investigando um possível caso de coronavírus no Rio Grande do Norte. Um homem de 25 anos que afirmou que teve contato com chineses está internado em isolamento no Hospital Giselda Trigueiro, em Natal.

O paciente chegou ao Hospital Giselda Trigueiro na noite desta quarta (12) encaminhado de um hospital particular da capital. Ele é morador de Baía Formosa e disse que teve contato com chineses na praia de Pipa, em Tibau do Sul, há 23 dias. O prazo é maior do que o estabelecido pela Organização Mundial de Saúde como de risco.

O diretor do Hospital Giselda Trigueiro, o médico infectologista André Prudente, explicou que o prazo estipulado pela OMS para o surgimento de sintomas do coronavírus é até 14 dias após o contato com alguém infectado. “O prazo de contato dele com os chineses é maior do que o estipulado pela OMS, por isso o vínculo epidemiológico é um pouco fraco”, disse.

Segundo ele, o paciente está relativamente bem, não tem nenhum sinal de gravidade e vai ficar no isolamento aguardando o resultado de exames.

Confira a nota da Sesap na íntegra:

A Sesap informa que no momento está apurando os fatos para que possa inferir se há ou não um caso suspeito de Infecção Humana pelo Novo Coronavírus, uma vez que para ser considerado caso suspeito esse deverá atender aos critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde. No momento as investigações estão em curso e ainda não há informações precisas.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

China: número de mortos por coronavírus chega a 1.017; país registra mais de 43 mil casos confirmados

Resultado de imagem para coronavirus china
Foto: reprodução

A Organização Mundial da Saúde (OMS) informou 1.017 mortes por causa do novo coronavírus na China. Na terça-feira (11), a agência da ONU consolidou em mais de 43 mil os casos da doença confirmados no mundo. Na segunda (10), o país registrou 108 mortes, foi o maior pico da doença desde sua descoberta, em dezembro do ano passado.

A maior parte dos casos identificados de infecção pelo 2019-nCoV está concentrada dentro da China, segundo a OMS são 99% de toda a incidência mundial. O restante, 393 casos estão espalhados em 24 países.

O surto de coronavírus representa uma “ameaça muito grave para o resto do mundo”, disse Tedros Adhanom Ghebreyesus, diretor-geral da OMS durante uma reunião com mais de 400 pesquisadores e autoridades mundiais na terça.

G1.Globo

Campanha de vacinação contra o sarampo começa na segunda (10) no RN

Vacinação contra sarampo no Rio — Foto: Mariana Ramos/ Divulgação/ Prefeitura do Rio

Começa na próxima segunda-feira (10) a campanha nacional contra o Sarampo, com foco nas crianças e jovens com idades entre 5 e 19 anos. A população pode procurar as unidades de saúde mais próximas até o dia 13 de março para tomar a dose da vacina.

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Natal, a intenção é imunizar cerca de 12 mil de pessoas contra a doença no município. Para isso, a rede básica de saúde, conta com cerca de 70 salas de vacinação preparadas para receber a população que ainda não tenha tomado a primeira dose da vacina, ou com o cartão vacinal incompleto.

A população com a faixa etária indicada deve procurar as unidades de saúde a partir desta segunda, ou no Dia “D” de Mobilização Nacional da campanha, que acontece no próximo sábado dia 15 de fevereiro, portando documento de identificação e o cartão de vacina, como ressalta Vaneska Gadelha, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI).

O segundo momento da campanha acontecerá entre os dias 03 e 31 de agosto tendo como foco o público com faixa etária entre 30 e 59 anos.

O Ministério da Saúde estabelece, em seu esquema vacinal, que duas doses da vacina devem ser aplicadas para homens e mulheres com idade entre 12 meses e 29 anos de idade, sendo a segunda dose com intervalo de 30 dias.

Para a população entre 30 a 49 anos é necessária apenas apenas uma dose da vacina. “O objetivo é resgatar os não vacinados ou as pessoas com o cartão de vacina incompleto”, explica Vaneska Gadelha, chefe do Núcleo de Agravos Imunopreveníveis (NAI), sobre esse primeiro momento da campanha.

Sarampo

A doença infectocontagiosa é causada pelo vírus Measles morbillivirus e pode ser letal se não tratada adequadamente. Sua transmissão ocorre pelo contato com secreção expelida pelas vias respiratórias dos pacientes que possuem a doença, como espirro ou tosse. Entre os seus sintomas os pacientes podem apresentar febre, tosse e aparecimento de manchas avermelhadas pelo corpo e rosto. A única forma de evitar a doença é pela vacinação, que já se encontra disponível nas unidades de saúde do município.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/

Apodi: Hospital Hélio Morais Marinho inicia atendimentos em otorrinolaringologia

Com a coordenação do médico otorrino Dr. kaio Lira o hospital de apodi iniciou nessa terça (04) os atendimentos e procedimentos cirúrgicos voltados a suprir a demanda existente na região. 


Foram realizados além de atendimentos, os procedimentos de amigdalectomia (retirada de Amígdalas) septoplastia (correção de septo nasal) e cartucho. 


“O objetivo é facilitar o acesso da população a esses procedimentos e buscar melhorar sempre a qualidade de vida dos usuários sus”, Disse o diretor Alison Gois.  


Detalhe: Serviços melhoraram após nova gestão do Hospital Helío Marinho em Apodi.

Equipe do hospital/ Foto cedida

Governo do RN nomeia 100 servidores concursados para a Saúde

Hospital Walfredo Gurgel é uma das unidades que vai receber novos profissionais, segundo o governo do RN — Foto: Priscylla Miranda/Inter TV Cabugi

O governo do Rio Grande do Norte nomeou 100 novos servidores para a Saúde, em publicação no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (5). Entre os profissionais que devem ser contratados, há médicos, farmacêuticos, enfermeiros e técnicos de enfermagem. A maior parte deles vai atuar em Natal.

Os candidatos convocados foram aprovados em concurso realizado pela Secretaria de Saúde em 2018. A publicação aponta quais são os documentos e exames médicos que os aprovados na seleção devem apresentar para assumir os cargos públicos.

A publicação ainda aponta as unidades de saúde que receberão os contratados. Apenas o Hospital Coronel Pedro Germano, conhecido como Hospital da PM, vai receber 38 profissionais. Maior hospital do estado, o Walfredo Gurgel terá 4 novos enfermeiros.

Veja a distribuição dos servidores por unidade de saúde:

  • Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (Natal) – 4 enfermeiros
  • Hospital Giselda Trigueiro (Natal) – 3 médicos infectologistas, 2 enfermeiros e 8 farmacêuticos/bioquímicos e outros 2 farmacêuticos.
  • Hospital Ruy Pereira (Natal) – 4 técnicos em enfermagem
  • Hospital Coronel Pedro Germano (Hospital da PM, em Natal) – 10 clínicos gerais, 21 técnicos em enfermagem e 7 enfermeiros.
  • Hospital Maria Alice Fernandes – 7 enfermeiros
  • Laboratório Central (Lacen, Natal) – 3 farmacêutico bioquímico e 5 técnicos em biodiagnóstico
  • Suvige (Natal) – 1 farmacêutico
  • Hospital Deoclécio Marques (Parnamirim) – 3 farmacêuticos bioquímicos
  • Hospital Nelson Inácio (Assu) – 1 médico anestesista e 2 médicos cirurgiões gerais
  • Hospital Regional Rafael Fernandes (Mossoró) – 3 médicos clínicos gerais
  • Hospital Regional Tarcísio Maia (Mossoró) – 4 médicos anestesistas, 3 enfermeiros e 6 técnicos em enfermagem.
  • Unicat (Mossoró) – 1 farmacêutico

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/

Secretaria de Saúde do RN publica protocolo de atendimento para casos suspeitos de coronavírus

A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) publicou nesta quinta-feira (30) um protocolo de atendimento específico para pacientes com suspeita ou confirmação do coronavírus no estado. De acordo com a Sesap, o Hospital Giselda Trigueiro, na Zona Oeste de Natal, e o Hospital Maria Alice Fernandes, na Zona Norte da capital potiguar, serão as referências de atendimento no RN.

Segundo a Sesap, o objetivo é alertar os profissionais de saúde quanto a possíveis casos sintomatológicos de doença respiratória que tenham histórico de viagem para as áreas de transmissão nos últimos 14 dias e que atendam à definição de caso suspeito do novo coronavírus.

A pasta definiu que os casos que se enquadrarem na definição de casos suspeitos para o coronavírus devem ser notificados em até 24h pelo profissional de saúde ao Centro de Informações Estratégicas de Vigilância em Saúde (Cievs/RN).

De acordo com o protocolo publicado pela Secretaria de Saúde do estado, com exceção dos casos de doença não complicada, todos os demais pacientes devem ser internados. Os hospitais de referência para atender casos suspeitos ou confirmados são o Giselda Trigueiro, na Zona Oeste de Natal, e o Maria Alice Fernandes, na Zona Norte da cidade.

Pacientes que atendem os critérios de internação deverão ser encaminhados a estas unidades de saúde. Segundo o fluxo de atendimento dos casos suspeitos, o paciente deve ser transportado ao hospital de referência por meio de uma viatura do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu).

Na publicação, a pasta recomenda que pacientes permaneçam em casa enquanto perdurarem os sintomas; higienizem as mãos frequentemente com água e sabão ou álcool em gel; cubram boca e nariz ao tossir ou espirrar com a parte interna do cotovelo flexionado ou com um lenço de papel, descartando-o em lixo imediatamente após e higienizando as mãos em seguida.

Também fazem parte das orientações limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência; evitar contato próximo com pessoas que apresentam sintomas respiratórios; não compartilhar objetos que entrem em contato com vias aéreas e retornar ao serviço de se saúde se houver piora do quadro clínico.

Situação do coronavírus até a manhã desta sexta-feira (31):

  • 213 mortes na China
  • 9.720 casos suspeitos na China
  • Outros 20 países têm mais de 105 pacientes infectados
  • Reino Unido confirmou o primeiro caso de coronavírus
  • 9 casos suspeitos no Brasil até 7h de sexta (31)
  • Aumentam as suspensões de voos para a China
  • Testes da vacina devem começar em junho

Recomendações

Segundo a Sesap, durante o atendimento inicial de um caso suspeito, os profissionais devem fornecer máscara cirúrgica ao paciente caso ele não tenha dificuldade para respirar e afastá-lo dos demais doentes. A secretaria orienta que o paciente deve ser instruído a cobrir boca e narinas ao espirrar ou tossir com lenços ou então com o cotovelo flexionado, além de higienizar as mãos sempre que entrar em contato com secreções.

Durante o atendimento inicial, segundo o protocolo, os profissionais devem ficar afastados em dois metros até que estejam com os equipamentos de proteção necessários.

Segundo a Secretaria de Saúde do RN, a transmissão dos coronavírus costuma ocorrer pelo ar ou por contato pessoal com secreções contaminadas, como gotículas de saliva, espirro, tosse, catarro, contato pessoal próximo – como toque ou aperto de mão, contato com objetos ou superfícies contaminadas, seguido de contato com a boca, nariz ou olhos.

No protocolo, a secretaria afirma que os principais sintomas clínicos referidos são principalmente respiratórios: tosse, febre e dificuldades ao respirar. De acordo com as orientações, em alguns casos medidas para alívio dos sintomas, como uso de medicamento para dor e febre podem ser adotadas.

De acordo com a Sesap, no surgimento dos primeiros sintomas é fundamental procurar ajuda médica para confirmar ou descartar o diagnóstico. Não existe tratamento especifico para infecções causadas pelo vírus.

Precaução ao público

De acordo com a secretaria, não há conhecimento de formas de prevenção mais efetivas do que a não exposição ao vírus. Mas a pasta divulgou recomendação ao público geral que o público lave as mãos frequentemente com água e sabão, com duração mínima de 20 segundos; evite tocar nos olhos, nariz e boca, com as mãos não lavadas e o contato próximo com pessoas doentes.

Fazem parte das recomendações permanecer em casa quando estiver doente; cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com lenço de papel descartável, jogando-o no lixo após uso; manter os ambientes bem ventilados e limpar e desinfetar objetos e superfície tocados com frequência.

Outras orientações da recomendam que objetos de uso pessoal não sejam recomendados e que aglomerações de pessoas e contato com animais selvagens sejam evitados. Segundo a Sesap, deve-se evitar viagens à China e países com transmissão local do vírus, neste momento, e se possível evitar locais com casos suspeitos da doença.

Emergência internacional

A Organização Mundial da Saúde (OMS) declarou nesta quinta-feira (30) que os casos do novo coronavírus 2019 n-CoV são uma emergência de saúde pública de interesse internacional. São milhares de infecções na China e em 19 países. Com isso, uma ação coordenada de combate à doença deverá ser traçada entre diferentes autoridades e governos.

Os casos de infecção por coronavírus, conhecido por 2019-nCoV, estão se espalhando mais rápido, mas são menos letais do que a Síndrome Respiratória Aguda Grave, SARs-CoV, que causou um surto na China entre 2002 e 2003.

Até esta sexta-feira (31), o coronavírus já havia matado 213 pessoas na China e infectado 9.720 – taxa estimada de letalidade de 2,19%, segundo autoridades chinesas. Isso significa que, a cada 100 pessoas doentes, 2 morrem. Os dados são estimados porque o número total de infecções ainda é desconhecido.

Já a Sars levou à morte 916 pessoas e contaminou 8.422 durante toda a epidemia – taxa de letalidade de 10,87%. Isso representa quase 11 mortes a cada 100 doentes. Os dados são da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Coronavírus

De acordo com a OMS, a maioria dos infectados com o novo coronavírus desenvolve sintomas semelhantes aos da gripe, e cerca de 20% progride para doenças mais graves, como pneumonia e insuficiência respiratória.

O infectologista da Universidade de São Paulo (USP) Esper Kallas afirma que ainda estamos longe de uma pandemia causada por um vírus.

“A transmissão está restrita à região da China, que tem mais de 1 bilhão de pessoas e 5,5 mil casos. Não temos surto em outros lugares. A gente ainda tem muitos passos antes de considerar um problema mundial”, afirmou.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/2

Justiça realiza inspeção em Hospital Regional de Currais Novos e determina cumprimento de decisões

O juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior, da 1ª Vara da comarca de Currais Novos, realizou na manhã desta terça-feira (28) uma inspeção judicial no Hospital Regional de Currais Novos, onde constatou uma série de irregularidades e deficiências da estrutura hospitalar. Entre os problemas, quantidade insuficiente de profissionais, equipamentos quebrados (como o do aparelho de Raio-X), falta de insumos e de estrutura para os pacientes, como a falta de lençois suficientes e de aparelhos de ar-condicionado nas salas de observação.
A inspeção ocorreu para verificar o cumprimento das determinações do desembargador Amaury Moura Sobrinho, proferidas nos autos da Apelação Cível nº 2014.018567-9, relativa à instalação de unidades de tratamento intensivo adulto e infantil no hospital.
Determinações:
Após a inspeção, o magistrado determinou a intimação da governadora Fátima Bezerra para que, no prazo de 30 dias, comprove o cumprimento do decidido na Apelação Cível ou apresente plano de cumprimento. O descumprimento pode resultar em multa pessoal de R$ 500 mil para a gestora.
A diretora geral da unidade deverá, no prazo de 10 dias, se manifestar sobre a inspeção judicial, indicando se existem projetos para resolução dos problemas constatados.
Também foi determinado que o Corpo de Bombeiros e a Covisa sejam oficiados para que realizem vistoria no hospital e atestem se o local está apto para a prestação dos serviços com segurança. A vistoria deve ser realizada em 10 dias.
Veja AQUI o Termo de Inspeção Judicial.

Fonte: https://www.blogdeolhonanoticia.com/2020/01

Michelle Bolsonaro tem alta do hospital após passar por cirurgia estética

A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, em foto tirada em maio — Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados
A primeira-dama, Michelle Bolsonaro, em foto tirada em maio — Foto: Michel Jesus/ Câmara dos Deputados

primeira-dama, Michelle Bolsonaro, teve alta neste sábado (4) do hospital em Brasília onde foi submetida a procedimentos cirúrgicos estéticos. A informação foi confirmada pelo Palácio do Planalto e pelo Hospital DF Star.

Ela havia sido internada na quinta-feira (2), mesmo dia em que foi operada. O presidente Jair Bolsonaro foi visitá-la durante a internação, mas não acompanhou a sua alta.

Boletim médico divulgado após a alta informou que a primeira-dama “apresentou ótima evolução clínica” e “continuará com acompanhamento pelo médico da família”. (leia a íntegra do boletim ao final da reportagem)

Segundo informações dadas no dia da cirurgia pelo médico Régis Ramos, responsável pelo caso, a primeira-dama trocou as próteses de silicone dos seios e corrigiu o afastamento do músculo do abdômen, comum em mulheres que passaram por gestações. A operação também foi realizada para corrigir uma hérnia umbilical.

Ao deixar o hospital, por volta das 11h20, a primeira-dama foi direto para o Palácio da Alvorada, residência oficial da Presidência da República.

G1

Último mutirão de mamografias gratuitas de 2019 do Grupo Reviver segue até quinta-feira

Mutirão de mamografias do Grupo Reviver segue até quinta (19) — Foto: Divulgação/ Sesc Pará

O último mutirão de mamografias gratuitas do Grupo Reviver de 2019 segue até quinta-feira (19). A Unidade Móvel Savana Galvão está estacionada na Rua Lauro Medeiros, em Lagoa Nova, na lateral da Catedral da Fé – Igreja Universal.

O atendimento acontece das 7h às 17h, com distribuição de fichas sempre no início do expediente da manhã, e se destina a mulheres a partir dos 40 anos residentes em Natal. É necessário levar documento oficial com foto, cartão do SUS e comprovante de residência.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/20

Câncer de mama em homens já atinge 1% dos brasileiros; saiba quais são os sintoma

Foto: da Internet

Em 2017 o câncer de mama matou 203 homens no Brasil e a doença continua fazendo vítimas de todas as idades por isso é importante se cuidar e ficar atento a qualquer sinal que possa revelar a doença.

Para cada 100 mulheres com câncer de mama, pelo menos um homem é atingido pela grave doença. No Brasil 1% dos casos de câncer de mama são em homens e estes dados são preocupantes porque a maioria não procura se cuidar corretamente.

Assim como as mulheres, os homens precisam ficar atentos a qualquer alteração nas mamas, por exemplo, retração da pele, presença de nódulos ou caroços e até mesmo secreção na aréola. Ínguas nas axilas e vermelhidão ou coceira no peito também podem ser sintomas da doença.

Walfredo Gurgel abre processo seletivo em residência médica

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) abriu seis vagas para Residência Médica do Programa de Cirurgia – Pré-Requisito em Área Cirúrgica Básica no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. As inscrições no processo seletivo tiveram início na segunda-feira (2) e seguem até 17 de janeiro de 2020, no horário das 08h às 17h, na Residência Médica em Cirurgia Geral – COREME, no Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, na Av. Senador Salgado Filho, s/n, Tirol, Natal

No ato da inscrição, o candidato deverá apresentar comprovante de pagamento da taxa de inscrição, no valor de R$ 200,00 (duzentos reais), junto ao: Banco do Brasil S/A em favor do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel / Agência: 3795-8 e C/C 10.662-3; cópia do CPF e RG com apresentação do original; cópia do comprovante de Inscrição no Conselho Regional de Medicina ou declaração da Instituição de Ensino de que está cursando o último período do curso de medicina, com apresentação do original; Curriculum Vitae com cópia dos documentos de comprovação das titularidades a serem submetidos à avaliação de títulos, com apresentação do original; duas fotos 3 X 4; cópia do comprovante de quitação com o serviço militar, quando do sexo masculino, com apresentação do original. No caso de médico estrangeiro ou brasileiro que fez curso de graduação médica no exterior, deverá ser apresentado o diploma de médico revalidado, devidamente registrado no Ministério da Educação.

As inscrições poderão também ser efetuadas pelo correio através de carta Registrada ou SEDEX, devendo o candidato enviar toda a documentação autenticada em cartório até o dia 17 de janeiro de 2020, para o endereço do local de inscrições.

O processo seletivo será realizado em duas fases, uma mediante aplicação de prova escrita objetiva, em 27 de janeiro de 2020, das 8h às 12h, e outra, composta de prova oral, análise curricular e entrevista, em 31 de janeiro de 2020, às 8h. Ambas as fases acontecerão na Disciplina de Medicina de Urgência (DMU-UFRN) – Comissão de Residência Médica Coreme-HMWG do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel.
Portalnoar

Fonte: https://falandoirreverente.blogspot.com/

Médicos de Natal entram em greve

Médicos de Natal entram em greve por tempo indeterminado — Foto: Geraldo Jerônimo/Inter TV Cabugi

Cerca de 600 médicos concursados da rede pública de Natal entraram em greve por tempo indeterminando nesta terça-feira (19). De acordo com o sindicato que representa os servidores, alguns atendimentos serão totalmente paralisados, enquanto o trabalho na maternidade, nas unidades de pronto-atendimento e do hospital do município seguiram com 50% do efetivo.

Os grevistas cobram pagamento de gratificações, o cumprimento do plano de cargos, carreiras e salários e melhores condições de trabalho e atendimento ao público. Durante a manhã desta terça-feira (19), os médicos fizeram uma carreata por algumas ruas da capital e seguiram para um hotel onde a prefeitura fazia o lançamento do “Natal em Natal”.

“São 100 médicos que passaram no concurso do ano passado e não estão recebendo 50% da remuneração, porque metade do salário é uma gratificação que não foi implementada. A Prefeitura está devendo cerca de R$ 50 mil para cada médico, porque essa gratificação varia de R$ 4 mil a R$ 4,5 mil por mês, que eles estão deixando de receber”, afirmou o presidente do Sindicato dos Médicos (Sinmed), Geraldo Ferreira.

De acordo com ele, a categoria tenta uma solução para o impasse e já participou de várias reuniões com a administração municipal e vereadores da cidade, mas não conseguiu avanço.

Além dessa pauta, outra que atingiria todos os médicos da rede municipal seria o atraso, desde 2017, na atualização do plano de cargos, carreiras e salários, que representaria uma defasagem de 30% dos salários dos profissionais. “Também denunciamos as más condições das unidades de saúde, onde estão faltando exames e medicamentos”, afirmou Geraldo.

De acordo com o sindicato, os profissionais foram orientados a paralisar totalmente o atendimento nas policlínicas e no programa de saúde da família – são 120 médicos no programa, quando deveriam ser 200, segundo o presidente da entidade. Já o trabalho nas maternidades, UPAs e no hospital municipal deve seguir com pelo menos 50% do efetivo.

Durante a manhã, na Unidade Básica do Bom Pastor, os profissionais não receberam novos pacientes e só atenderam aqueles que já tinham hora marcada.

Procurada pelo G1, a Secretaria Municipal de Saúde afirmou que o problema é financeiro e, portanto, tratado pela Prefeitura de Natal. A Prefeitura, por sua vez, afirmou apenas que a equipe está avaliando as reivindicações dos médicos.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte

Casos de chikungunya crescem 546% no RN em 2019; estado tem maior número de registros no Nordeste

Fêmea do Aedes aegypti é responsável pela transmissão da febre amarela, dengue, chikungunya e zika vírus — Foto: Pixabay/Divulgação

Os casos da febre chikungunya atingiram números alarmantes no Rio Grande do Norte em 2019, segundo o Boletim Epidemiológico do Ministério da Saúde. Com 13.250 casos registrados em 2019, o estado lidera a região Nordeste em número de casos. São 377,8 casos a cada 100 mil habitantes.

Apesar do grande número de casos, oito óbitos foram registrados no Rio Grande do Norte, o equivalente a 42,11% dos óbitos na região Nordeste. O relatório diz que a Bahia também relatou oito mortes. Em 2018, no mesmo período, foram notificados 2.050 casos no RN; uma média de 58,9 casos por 100 mil habitantes. Neste período foram apenas dois casos com morte, segundo o relatório.

A nível nacional, apenas o Rio de Janeiro teve mais registros. Foram 84.309 casos no estado carioca, média de 488,3 casos a cada 100 mil habitantes. Os dados divulgados pelo Ministério correspondem ao período de 30 de dezembro de 2018 a 2 de novembro de 2019.

Dengue e zika vírus

Foram registrados 31.264 casos de dengue no Rio Grande do Norte, uma incidência de 891,5 casos por 100 mil habitantes. O estado fica atrás de Bahia (65.132) e Pernambuco (36.698) e ocupa a terceira posição no número de registros na região Nordeste. Em 2018 foram 22.011 registros, média de 632,7 casos a cada 100 mil pessoas.

O relatório apontou que o RN foi o segundo estado da região Nordeste com mais casos de zika vírus, atrás apenas da Bahia. Foram 1.229 até 24 de outubro deste ano. No mesmo período de 2018, 522 casos prováveis foram notificados.

O G1 RN entrou em contato com a Secretaria da Saúde Pública do Rio Grande do Norte, mas não obteve retorno até o fechamento desta reportagem.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/noticia/

Secretaria de Saúde confirma dois novos casos de sarampo no RN

As manchas vermelhas são o sintoma mais óbvio do sarampo — Foto: Getty Images via BBC

A secretaria Estadual de Saúde Pública confirmou mais dois casos de sarampo no Rio Grande do Norte, passando para seis o total já registrado no Estado. De acordo com o novo Boletim Epidemiológico sobre a doença divulgado pela Secretaria de Estado da Saúde Pública, o número de casos notificados é 85, dos quais 52 foram descartados e 27 permanecem em investigação.

Os dois casos mais recentes confirmados são de duas pessoas do sexo masculino, um com 30 anos, de Natal, e o outro com 29 anos residente em Parnamirim. O paciente de Natal teve contato com o homem de 54 anos, primeiro caso de sarampo no Estado registrado em julho deste ano e que teve histórico de viagem a São Paulo. Já o homem de 29 anos teve o caso notificado em setembro, também após viagem à cidade paulista.

Os outros já confirmados e divulgados anteriormente pela secretaria foram uma criança de 6 anos, do município de Macaíba, uma criança de 1 ano e 6 meses, residente no município de Tibau do Sul – em ambos os casos a fonte de infecção ainda está em investigação –, e de uma mulher de 19 anos, do município de Extremoz que também teve contato com o senhor de 54 anos.

Imunização

A confirmação dos dois novos casos é um alerta importante para que a população do Rio Grande do Norte continue procurando as Unidades Básicas de Saúde para receber a vacina da tríplice viral.

Para ampliar a atualização da caderneta vacinal, o Ministério da Saúde deu início à Campanha Nacional de Vacinação contra o sarampo. Até o momento, o Estado tem cobertura vacinal de 73,43% em crianças de um ano – recentemente, o ministério modificou a forma de cálculo da cobertura.

A partir do dia 18 de novembro, começa a etapa para adultos na faixa etária de 20 a 29 anos de idade, que ainda não atualizaram a caderneta de vacinação. O “Dia D” está marcado para 30 de novembro.

Fonte: https://g1.globo.com/rn/rio-grande-do-norte/