Category: Segurança

Polícia Civil divulga vídeo que mostra momento que criança é assassinada nas Rocas

Luís Davi Andrade Santos (Foto: Arquivo da família
Luís Davi Andrade Santos (Foto: Arquivo da família

A Polícia Civil divulgou imagens que mostram o momento em que Luís Davi Andrade dos Santos, de 3 anos, é morto a tiros por criminosos no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal. O crime aconteceu no dia 29 de março deste ano, no entanto o vídeo só foi divulgado nesta segunda-feira (25).

As imagens foram filmadas por uma câmera de segurança na rua Belo Horizonte e mostram o momento em que um carro tranca a motocicleta em que o menino estava com o pai.

Na sequência, os criminosos que estavam no carro abrem fogo e acertam a criança, que cai no chão. O vídeo ainda mostra um dos bandidos perseguindo o pai do menino, que consegue fugir. De acordo com a polícia, o pai foi atingido em uma das pernas e nas nádegas.

O menino ainda foi socorrido, mas morreu na madrugada do dia 30 de março após passar por uma cirurgia na UTI Pediátrica do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Luís Davi foi baleado na cabeça. A polícia acredita que os tiros eram para o pai da criança.

Justiça bloqueia R$ 1 milhão de conta pessoal do governador do RN

u6i6i4i

G1 – A Justiça determinou o bloqueio imediato de R$ 1 milhão nas contas do governador do Rio Grande do Norte, Robinson Faria; do secretário estadual de Justiça e Cidadania, Walber Virgulino; e do secretário estadual da Administração, Cristiano Feitosa. De acordo com o Tribunal de Justiça, a decisão se deu porque não comprovaram o cumprimento de uma determinação liminar em Ação Civil Pública que trata da ausência de armas, letais e não letais, e de equipamentos para os agentes penitenciários do Estado. A decisão é do juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior, em substituição na 1ª Vara da Fazenda Pública de Natal.

A liminar determinava a compra, pelo Estado do RN, de armas, equipamentos e munições para os agentes penitenciários, fixando multa pessoal de R$ 1 milhão em desfavor do governador e dos referidos secretários em caso de descumprimento.

Por meio da assessoria, o governo informou que não vai se pronunciar sobre o bloqueio. O G1 entrou em contato com o secretário estadual de Justiça e Cidadania, Walber Virgulino, mas a ligação caiu e, em seguida, o telefone só dava desligado.

O G1 também ligou para o secretário estadual de Administração, Cristiano Feitosa. Segundo ele, o juiz titular da vara da Fazenda Pública, Airton Pinheiro, determinou – em março deste ano – que o Estado teria um ano para comprar os equipamentos necessários a contar a partir da data da autorização do Exército. “A autorização do Exército foi emitida em abril deste ano, portanto, o governo teria até abril do próximo ano para adquirir os equipamentos. Ou o juiz não leu o processo ou agiu em deliberada má fé”, disse Feitosa.

Ele afirmou ainda que pretende representar contra o juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior na corregedoria do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte e no Conselho Nacional de Justiça “pelo ato abusivo”.

De acordo com a sentença, a ordem de bloqueio será renovada mensalmente até que a obrigação seja integralmente cumprida. Caso as obrigações sejam cumpridas, está determinado o imediato desbloqueio dos valores.

O magistrado realizou audiência de conciliação, instrução e julgamento na manhã desta sexta-feira (22), onde o Estado deveria apresentar um cronograma para a aquisição do material, contudo não houve a apresentação de cronograma ou mesmo proposta de acordo.

Além da determinação do bloqueio, o juiz Marcus Vinícius Pereira Júnior julgou procedente os pedidos do Ministério Público Estadual na Ação Cívil Pública e determinou que o Estado do RN adquira, até 1º de setembro de 2016, 514 coletes balísticos nível A-III; 260 pistolas calibre .40; além de material constante em ofício onde o Exército Brasileiro autoriza o Estado do Rio Grande do Norte a adquirir Espargidores, Granadas, Cartuchos Calibre 12 Projétil – borracha e munições, nas quantidades referidas no ofício juntado ao termo de audiência.

O magistrado destaca que a autorização dada pelo Exército expira no dia 8 de setembro e que caso a compra não seja realizada dentro do prazo estipulado, o Ministério Público deverá juntar aos autos orçamento relativo ao valor necessário para efetuar as compras, ressaltando que logo após a apresentação do orçamento, deverá ser procedido o bloqueio, providenciando-se o contato com os fornecedores para a transferência dos valores e entrega dos equipamentos.

Prejuízos
Em sua fundamentação, o juiz Marcus Vinícius afirma que ficaram claras as deficiências estruturais do sistema prisional potiguar, especialmente atinentes a falta de pessoal (agentes penitenciários), além das condições precárias de trabalho destes, especialmente nos Grupos de Escolta Penal (GEP) e do Grupo de Operações Especiais (GOE), encarregados pelas funções de transporte de presos para audiências judiciais e hospitais, além do fundamental trabalho de contenção de motins e rebeliões, onde trabalham com um contingente insuficiente para a demanda do serviço, além da sistemática falta de armamento, munições letais e não letais, materiais e viaturas.

O julgador aponta ainda o prejuízo para a tramitação dos processos penais: “as omissões da gestão estadual estão esvaziando o Sistema Prisional do Rio Grande do Norte, pois, além de permitir as fugas em massa, obrigam os magistrados ao relaxamento das prisões, diante da realização de várias audiências não concluídas por um fato simples: a não condução de presos, diante das precárias condições de trabalho dos agentes penitenciários”.

O juiz destaca que ficou provado que a “confluência de carências tem acarretado no decurso do tempo, sérios prejuízos ao funcionamento do Sistema Prisional do RN, dentre eles, a insuportável e reiterada falta de condução dos presos custodiados em nossas unidades prisionais para as audiências judiciais aprazadas pelas Varas Criminais existentes no Estado do RN, fato que se repete diuturnamente em todo o território potiguar, redundando em sérios prejuízos ao funcionamento da Justiça”.

Marcus Vinícius Pereira Júnior lembra que as audiências não realizadas trazem prejuízo econômico ao Judiciário, com relevante prejuízo ao erário, demora na prestação jurisdicional, com ônus para toda a sociedade, além de sérios prejuízos aos direitos dos presos, pela excessiva demora na instrução dos feitos e pagamento de honorários e deslocamentos de advogados para audiências que não se realizam.

Sistema prisional do RN cria setor de inteligência para combater facções

agentes

G1 – Foi criada nesta sexta-feira (22), por meio de uma portaria publicada no Diário Oficial do Estado do Rio Grande do Norte, a Seção de Inteligência e Informações Penitenciária (SI) da Secretaria da Justiça e da Cidadania (Sejuc). O setor, segundo o secretário Wallber Virgolino, “vai subsidiar estrategicamente a própria Sejuc, além de subsidiar todo o sistema de segurança pública estadual no combate ao crime organizado”.

A criação da SI, ainda segundo Virgolino, é um feito histórico para o estado: “Pela primeira vez na história do sistema penitenciário potiguar foi criada e está sendo estruturada uma Seção de Inteligência. Esse setor é de fundamental importância, tendo em vista que o Sispen é um celeiro de informações”, ressaltou.

O secretário ressaltou que o setor já está funcionando, mas que em agosto haverá um curso de formação e capacitação com a abertura de 40 vagas. Destas, 35 serão destinadas para agentes penitenciários de carreira e cinco para agentes de outras instituições. “Queremos ter pelo menos um agente em cada uma das 33 unidades prisionais do estado. Este pessoal vai ficar responsável por informações que irão colaborar com a segurança pública de um modo geral. Sabemos que muitos crimes são planejados a partir dos presídios, por isso a importância de a nossa Inteligência atuar, principalmente, dentro das unidades”, reforçou Virgolino.

Câmeras
A sede da SI será no prédio onde funciona a própria Secretaria da Justiça e da Cidadania, no Centro Administrativo do Estado, em Natal. “Teremos uma sala de monitoramento, o que implica em instalarmos câmeras de vídeos em todas as unidades prisionais do estado. Agora em agosto, queremos inaugurar um sistema de vigilância em Alcaçuz, que a maior penitenciária do Rio Grande do Norte, e outro no Complexo Penal João Chaves, que reúne quatro presídios em Natal”, afirmou.

Criminosos usam explosivos e ônibus para roubar cofre no RN

Sequência de imagens mostra momento em que bandidos usam dinamite para explodir cofre do posto de gasolina (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)
Sequência de imagens mostra momento em que bandidos usam dinamite para explodir cofre do posto de gasolina (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)

G1 – Imagens das câmeras de segurança de um posto de gasolina da Grande Natal captaram a ação de uma quadrilha de criminosos na madrugada da última segunda-feira (18). Armados, os criminosos usam explosivos e até mesmo um ônibus para tentar derrubar a parede do escritório onde o cofre do posto estava guardado. O video foi divulgado pelos proprietários do posto apenas nesta quarta-feira (20) com exclusividade para a Intet TV Cabugi.

Nas imagens, é possível ver o momento em que os criminosos chegam em um carro preto e rendem os funcionários do posto. Com armas longas, os criminosos disparam para intimidar os funcionários.

De acordo com testemunhas, pelo menos dez criminosos participaram da ação. Outro carro estaria dando apoio aos homens que aparecem nas imagens, mas não foi captado pelas câmeras.

Após render funcionários e clientes, os criminosos usam explosivos para derrubar uma parede do escritório do posto de gasolina. De acordo com funcionários, no local ficava o cofre do posto. As câmeras captaram o momento da explosão. Na sequência, os homens voltam ao local, mas percebem que não conseguiram o objetivo.

É neste momento que um dos clientes do posto, um motorista de ônibus é rendido e obrigado a bater com o ônibus na parede. Ameaçado com uma arma na cabeça, o homem é obrigado a obedecer os bandidos. Ele bate três vezes contra a parede, até que os homens o mandam parar.
Quadrilha também usou ônibus para derrubar parede do escritório do posto de gasolina (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)
Quadrilha também usou ônibus para derrubar parede do escritório do posto de gasolina (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)

Os bandidos ainda tentam abrir o cofre. Sem sucesso, eles entram no carro em que chegaram e fogem do local. De acordo com os donos do posto, os criminosos fugiram apenas com R$ 800 que estavam no caixa. O crime vai ser investigado pela Polícia Civil investiga o caso Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deicor) da Polícia Civil.

Veja o vídeo no G1

Pichação em escola depredada incita morte de policiais no RN: ‘Nossa meta’

matar_os_policia
Pichação incitando a morte de PMs foi encontrada dentro de escola depredada na Grande Natal (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)

Do G1 – ‘Matar os policia é a nossa meta’ (sic), ‘Aqui não é lugar de escola, aqui é lugar de ladrão’, ‘Vega vai morre’ (sic). Essas são algumas das pichações encontradas dentro da Escola Municipal Limírio Cardoso D’ávila, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. Alvo de vândalos desde a quinta-feira passada (14), a escola já foi totalmente depredada e saqueada. Livros didáticos também foram destruídos, incendiados.

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), a apuração dos fatos ocorridos na escola está sendo feita com “urgência e rigor”. Ainda de acordo com a Sesed, o Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep) já realizou uma vistoria no local para listar os danos.

Segundo o delegado Júlio Lima, responsável pelas investigações, imagens filmadas dentro da escola durante as depredações ajudaram a polícia a identificar os suspeitos pelos crimes. Dez pessoas já foram ouvidas e outras dez serão indiciadas. Um suspeito foi detido.

“São crimes de dano qualificado contra o patrimônio público, que vai até 3 anos, de furto qualificado, que vai até 8 anos, e até mesmo de incêndio, que vai até 6 anos se for na modalidade mais básica. Então são crimes gravíssimos”, disse o delegado.

Ainda nesta terça (19), parte do material furtado foi recuperado em 10 casas e terrenos na cidade. Ainda de acordo com a Sesed, grades, telhas, coberturas de pvc, portões, tubulações, um vaso sanitário, cadeiras e material de expediente foram recuperados e levados até um depósito da Prefeitura de Parnamirim.

A Secretaria de Segurança ainda orienta que as pessoas que tenham participado do ato e levado materiais da escola que devolvam os produtos a fim de evitar mais complicações com a Justiça.

Polícia investiga negligência de PMs

Por meio de nota, a Sesed também informou que o Comando da Polícia Militar determinou a intensificação do policiamento na área e abriu uma sindicância para apurar possíveis atos de negligência por parte de suas equipes.

Na manhã desta segunda-feira (18), um vídeo divulgado pelo jornal Tribuna do Norte mostra o momento em que um garoto deixa a escola com um carrinho carregado com telhas de PVC.O garoto passa andando na frente de um PM, mas não é impedido de levar o material.

Professores protestam contra depredação
Ainda nesta terça, professores protestaram em frente à Prefeitura de Parnamirim. O movimento tinha como intenção denunciar as ameaças e a sensação de insegurança que, segundo profissionais, fazem parte da rotina das escolas do município.

“A gente quer resposta. Aquelas pessoas precisam ser punidas, precisam ressarcir aquilo que de lá elas tiraram porque aquilo é um bem público, é um bem nosso. A escola pública é muito cara. Nós pagamos impostos para que ela funcione”, disse a coordenadora Rosymary de Oliveira.

“Não é só a indignação, é o medo em que a gente vive nessa sociedade. Dentro das escolas não foge a regra e a gente precisa fazer algo para mudar”, declarou o professor Flávio Vieira.

Depredações em outras escolas

escoladepredada
Apesar do caso da escola Limírio Cardoso D’ávila ter sido o mais emblemático em razão da destruição, outras escolas do município também estão sendo alvos de atos de vandalismo.

Na segunda-feira (18), funcionários da Escola Municipal Maria Fernandes Saraiva, localizada a menos de 1 quilômetro da E.E. Limírio Cardoso, encontraram vidraças da porta da frente quebradas e lâmpadas arrancadas. Os vândalos também ligaram o hidrante da escola, esvaziando a caixa d’água. O horário de aulas teve que ser encerrado às 9h por falta de água para fazer a merenda dos alunos.

De acordo com a direção da escola, pelo menos cinco ataques já foram registrados neste ano. Em um deles, seis salas de aula foram completamente destruídas. Segundo um funcionário que preferiu não se identificar, a situação é mais crítica aos finais de semana.

Fundo do Poço: Vigilante foi morto por delatar alunos de escola depredada no RN, diz MP

S.O.S Governadooooooooor!

teto

G1- Depredada e saqueada por vândalos desde a quinta-feira (14), a escola Límirio Cardoso, em Parnamirim, foi alvo de um inquérito civil do Ministério Público do Rio Grande do Norte em junho deste ano. De acordo com a ata da audiência, situações graves foram observados dentro da escola e até mesmo o assassinato de um porteiro da escola estaria ligado a delitos cometidos por alunos dentro do ambiente escolar.

De acordo com a ata da audiência, o inquérito foi instaurado para tratar da ‘grave situação’ da escola Limírio Cardoso. Dentre os motivos apontados pelo MP está a morte de um porteiro da escola, assassinado em janeiro deste ano com seis tiros.

Segundo o que consta na ata, o homicídio está “ligado ao fato de (o porteiro) ter delatado alunos da escola pela prática de roubo”. Além do assassinato do porteiro, o carro de um coordenador da escola também teria sido depredado por alunos em maio deste ano.

Da audiência, uma série de 10 medidas emergenciais foi acordada entre o MP e as autoridades da educação. Uma audiência de continuação foi marcada para o dia 28 deste mês, no entanto, a escola foi completamente destruída e incendiada antes da data.

Depredação, saques e incêndio
A escola Limírio Cardoso é alvo de depredações desde a última quinta-feira (14), quando vândalos começaram a depredar a escola. Toda a estrutura física da escola foi danificada até o sábado, quando parte da escola foi incendiada. Livros foram usados para fazer o fogo.

Além da destruição e do incêndio, parte da população aproveitou para roubar a escola. Carteiras, mesas, computadores, armários, pedras de mármore, fios de cobre, forro de PVC, telhas e até o portão da escola foram roubados.

Escola de Parnamirim fica totalmente destruída após saques e depredações

noticia_143787

A Escola Municipal Limírio Cardoso Dávila, localizada em Parnamirim, na Grande Natal, sofreu uma série de saques e depredações desde a última quinta-feira (15). Vândalos atearam fogos em livros didáticos e carteiras, além de terem depredado e saqueado a unidade de ensino.

Mesas, cadeiras, armários, fios de cobre e até o portão da escola foram roubados em plena luz do dia. De acordo com Corpo de Bombeiros, os vândalos atearam fogo na instituição por volta das 21h40. Na manhã desta segunda-feira (18), a equipe de reportagem do Nominuto.com esteve no local e flagrou o cenário de destruição. Confira o vídeo.

limirio-h2

A equipe do portal flagrou a Polícia Civil prendendo um homem que foi detido após roubar telhas da escola. No local, motoristas e motociclistas passavam e paravam para observar a destruição. Na rua onde fica localizada a escola, muitas crianças e adolescentes foram vistos nas calçadas.

Segundo o secretário de educação de Parnamirim, José Rildo Martins, a depredação da escola pode ter sido motivada pela saída do antigo diretor de coordenação – que teria saído após professores reclamarem da postura dele com os alunos.

Docentes chegaram a revelar que o antigo diretor permitia que os alunos fizessem o que quisessem. Apesar disso, alguns vândalos disseram que os atos ocorreram porque a população tomou conhecimento que a escola seria fechada.

Nominuto.com

Após briga em jogo de futebol, mãe e filha são queimadas dentro de casa

mossoro21

Uma dona de casa de 42 anos e uma filha dela cadeiranrte, de 15 anos, sofreram queimaduras pelos corpos após bandidos atearem fogo na casa delas na cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O crime teria sido motivado por uma briga de um filho deDeuzilene Antônia da Silva em uma partida de futebol. O atentado aconteceu na quinta-feira (14).

Segundo Deuzilene, os criminosos pretendiam colocar fogo em um filho dela, de 22 anos, que se envolveu em uma briga na terça-feira (12). Esse filho dela teria dado uma facada em um homem nessa confusão. “Certamente eles queriam colocar gasolina no meu filho e tocar fogo. Como não encontraram, resolveram se vingar em mim e minha filha, que é especial”, conta. O filho da dona de casa, no momento do ataque, estava na casa de um parente para evitar um novo confronto com os rivais.

O atentado aconteceu no residencial Santa Júlia. A casa de Deuzilene tem dois quartos, sala e cozinha, e é forrada com PVC. A dona de casa e a filha, na sexta-feira, foram transferidas para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. As duas se tratam de queimaduras no rosto, braços e em parte das costas e pernas. “Dói muito”, diz Deuzilene.

O ataque foi feito por quatro suspeitos, que estavam numa moto e numa caminhonete Hilux. Segundo ela, dois invadiram a residência quebrando a porta dos fundos e renderam o marido dela na porta do quarto. Enquanto isso, o outro espalhava gasolina nos compartimentos da casa, ateando fogo em seguida.

“A gente entrou em desespero. Eu saí da cama onde estava e me abracei com a minha filha, que é portadora de necessidades especiais, na outra cama. Quando o fogo subiu rapidamente, tentei sair do quarto levando minha filha, mas o homem me empurrou de volta no fogo. Eu caí de lado nas chamas e queimei braço, parte do rosto, perna e as costas”, relatou a dona de casa.

A filha dela teve o rosto, costas, braços e pernas queimados. Após atearem fogo, os bandidos ameaçaram a família de morte, caso revelasse os nomes deles, e fugiram. O marido de Deuzilene puxou a filha pelas pernas e, depois, fez o mesmo com a mulher.

Os vizinhos ajudaram a apagar o fogo. O Corpo de Bombeiros e a Policia Militar também ajudaram. A casa ficou totalmente danificada. O forro de PVC ficou destruído, apenas com os arames pendurados. O caso será investigado pela equipe do 2º Distrito Policial de Mossoró.

Do G1

Quatro pessoas ligadas ao terrorismo tentaram se credenciar para Olimpíada

Apresentação1

G1 – O Centro Integrado Antiterrorismo (Ciant), que tem sede em Brasília, fez um monitoramento nos pedidos de credenciamento para Olimpíada. Eles descobriram que 40 pessoas estão com alertas a respeito de cooperação internacional. O Fantástico mostrou, neste domingo (17), que quatro delas têm comprovadamente ligação com o terrorismo.

Elas tiveram as credenciais negadas e estão sendo monitoradas pelos serviços internacionais de inteligência. Os nomes, as nacionalidades e as acusações estão sob sigilo. O Ciant, que monitora todos os tipos de credenciamento, descobriu ainda que 61 brasileiros com mandado de prisão por crimes diversos entraram com pedido de credencial.

A Copa do Mundo no Brasil teve 350 mil pedidos de credenciais. A Olimpíada de Londres, 450 mil. Já para Olimpíada do Rio: “Aproximadamente 460 mil inspeções já foram feitas e destes 460 mil, aproximadamente 11 mil foram indicados para não-credenciamento”, contou Andrei Augusto Passos Rodrigues, coordenador nacional de segurança dos Jogo do Rio.

Isso quer dizer que, por segurança, o Ciant recomendou ao Comitê Rio 2016 que negasse credenciais para quase 11 mil pessoas.

Um mapa do Rio é uma das ferramentas do Ciant. O Fantástico entrou nesse setor, mas não pôde fazer imagens nem dos equipamentos, nem dos agentes. “Todos os pontos que entendemos pertinentes para a segurança foram identificados”, afirmou Andrei.

Pontos vermelhos são hotéis que irão receber os estrangeiros que irão compor a família olímpica; o ponto verde são os consulados; os pontos azuis são os locais de competição; e os pontos amarelos, os locais de treinamento das delegações.

“Fizemos uma varredura em todos os bancos de dados nacionais e também no âmbito da cooperação internacional, um rastreamento das informações nesses parceiros globais. Os países que fazem parte do Ciant são os Estados Unidos, a Espanha, a França, o Reino Unido, a Argentina, a Bélgica e o Paraguai”, contou o coordenador.

A Secretaria Extraordinária de Grandes Eventos e a Polícia Federal desenvolveram um aplicativo para denúncias e compartilhamento de informações durante os Jogos.

“São mais de 2 mil pessoas que nós vamos fazer a capacitação direta, além dos 20 mil voluntários, e que trabalham na rede hoteleira, no sistema de transporte público, em concessionárias de serviços públicos, e que estarão diretamente envolvidas durante a realização dos jogos”, disse Andrei.

Treinamento
Na sede do Comando de Operações Táticas da Polícia Federal (COT), em Brasília, os agentes treinam para segurança da Olimpíada do Rio. Cada movimento é pensado, ensaiado, repetido, preciso.

Eles usam técnicas de escalada e contam com uma nova frota de blindados. Ele tem uma plataforma de ataque e dá acesso rápido a casas, prédios, muros e telhados. E o uniforme, de última geração, protege os policiais.

São filtros, máscaras, luvas, botas e tecidos que impedem o contágio químico, biológico, radiológico — e nuclear.

Ex- policial militar é executado na Zona Oeste de Natal

Ex-PM José Gomes foi morto a tiros em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Ex-PM José Gomes foi morto a tiros em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

O ex-policial militar José Pereira da Silva Gomes, de 46 anos, foi executado com vários tiros na tarde deste sábado (16). O crime aconteceu na rua Campina Grande, no bairro Cidade da Esperança, zona Oeste de Natal. “Zeca Armeiro”, como era mais conhecido, tinha sofrido um atentado há uma semana no mesmo local.  Um homem em uma caminhonete teria cometido o crime. O paradeiro dele é desconhecido.

De acordo com o a delegada Jamile Alvarenga da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa), a vítima já tinha sido presa durante uma operação realizada pela Polícia Civil em 2012. “Não sabemos ainda o que pode ter motivado a execução, mas colhemos informes dando conta que ele sofreu um tiro na mão efetuado possivelmente pelos mesmos suspeitos que cometeram o assassinato”, disse.

Uma das filhas do ex-policial disse que o pai dela não vinha recebendo ameaças e que ele trabalhava atualmente como soldador. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios.

Três morrem em confronto com a polícia durante operação no Oeste do RN

aaaaa

Três homens morreram em confronto com a polícia durante uma operação conjunta das polícias Militar e Civil em Umarizal, na região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com a PM, os três suspeitos reagiram a abordagem dos policiais e foram baleados. A operação começou na noite desta quinta-feira (14) e continuou nesta sexta-feira (15).

De acordo com a PM, o primeiro suspeito foi morto na noite desta quinta nos arredores da cidade. O homem identificado como Tálisson Júnior foi morto após reagir a uma abordagem dos policiais nos arredores do município.

Segundo um comunicado da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), durante a abordagem ao primeiro suspeito, um grupo criminosos reagiu, de forma que a operação foi mantida e recebeu o reforço do helicóptero Potiguar 01.

Na manhã desta sexta, outros dois homens morreram em confronto com os policiais.  Segundo a PM, Gustavo da Silva Nogueira e Érico Soares Lopes reagiram a  abordagem, entraram em confronto com os policiais e morreram a caminho do hospital.

Outro suspeito também foi baleado e até a publicação desta matéria continuava internado no Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró. Com os homens também foram apreendidas armas e munições.

PF prende suspeitos de fraude contra o INSS em Angicos, RN

documentos

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (14), em Angicos, na Região Central Potiguar, a Operação La Gitana, visando investigar fraudes cometidas na concessão de benefícios previdenciários. A operação é resultado da Força Tarefa Previdenciária composta pela PF e a Representação da Assessoria de Pesquisa Estratégica de Gerenciamento de Risco (REAPE/RN).

Três pessoas foram presas em flagrante suspeitas de estelionato e formação de quadrilha: um ambulante, paraibano, 26 anos; um auxiliar de cozinha, 46 anos e uma dona de casa, 65 anos, ambos potiguares. O nome da operação, traduzido para o espanhol, refere-se ao fato de que a principal acusada é de origem cigana.

Há dias, os suspeitos haviam dado entrada em requerimentos distintos utilizando-se de documentos que, após analisados pelos funcionários do INSS, levantou-se fortes indícios de que poderiam ser falsificados devido, principalmente, ao fato de que todos haviam sido expedidos com data recente e apresentavam o mesmo endereço residencial, dentre outras irregularidades.

Acionada, a PF deslocou uma equipe até Angicos e deu voz de prisão ao três suspeitos no interior da agência do INSS, no exato momento em que eles tentavam receber, indevidamente, os benefícios assistenciais da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS), que ampara pessoas idosas ou deficientes.

Os suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos para a superintendência da PF em Natal. Após autuação, o trio permanece custodiado, à disposição da Justiça.
A PF informa, ainda, que as investigações serão sequenciadas visando apurar se existem outras pessoas envolvidas neste tipo de modalidade criminosa naquela região.

PF cumpre mandados e apura lavagem de dinheiro em Parnamirim

parna1

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (15), na região metropolitana de Natal, a operação Pequeno Rio, destinada a apurar atos de corrupção e lavagem de dinheiro atribuídos a um ex-secretário de Parnamirim. A ação também tem por objetivo reunir provas de corrupção ativa, relacionadas a contratos diversos celebrados entre empresas e o município.

Na ação, a PF mobilizou 65 policiais e cumpre 13 mandados judiciais de busca e apreensão em Natal e em São Paulo. O batismo da operação, traduzido da expressão “Paranãmirim”, em tupi-guarani, é alusivo ao significado do nome da cidade onde ocorreram os fatos.

A investigação teve início com a notícia de que o então secretário apresentava um patrimônio expressivo e incompatível com os seus rendimentos.

Como a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Parnamirim já tinha procedimento investigativo sobre o caso, a Polícia Federal, obteve o compartilhamento de dados com o Ministério Público do RN. Além disso, reuniu indícios de corrupção passiva do investigado, supostamente praticada no interesse de uma empresa contratada pelo município de Parnamirim, a partir de repasses de recursos federais.

A apuração preliminar veio confirmar as suspeitas, tendo ainda sido constatado que parte dos bens do ex-secretário estaria em nome de terceiros.

Com a instauração do inquérito policial, ao longo da investigação, surgiram, evidências de que o investigado, com certa regularidade, também recebia vantagem indevida de outras fontes.

G1

Preso atualiza rede social, Sejuc descobre e apreende celulares no RN

preso

O serviço de inteligência da Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte descobriu que um preso estava fazendo uso de um aparelho celular conectado à internet para atualizar a página dele no Facebook. Uma revista foi feita na cela em que ele está custodiado, em Natal, e seis telefones foram encontrados e apreendidos. Uma sindicância foi aberta e o detento deve ser punido administrativamente.

preso_EWl2CHV

Suspeito de tráfico de drogas, Mateus Lima da Silva, de 19 anos, está preso desde março deste ano no Centro de Detenção Provisória do Potengi, na Zona Norte de Natal. De lá, desde o dia 9 de abril, ele postava fotos, escrevia declarações de amor, reflexões, lamentava os erros cometidos e ainda criticava as leis brasileiras.

Diretora do CDP, Anne Karine contou ao G1que assim que recebeu a informação sobre as atualizações que o preso vinha fazendo foi realizada uma busca minuciosa na unidade. A revista foi feita na tarde desta terça-feira (12). Além do telefone do preso, outros cinco aparelhos celulares foram encontrados. “O Mateus, assim como os demais donos dos celulares, responderão a sindicâncias e serão punidos administrativamente”, afirmou.

“Nosso serviço de inteligência não descansa. Estamos monitorando todas as páginas que os presos mantêm em redes sociais. Qualquer anormalidade é logo investigada. Foi o que aconteceu neste caso. Assim que percebemos que ele estava atualizando o Facebook dele, agimos rápido”, ressaltou o secretário Wallber Virgolino, titular da Sejuc.

Policiais frustram fuga na Penitenciária de Alcaçuz

Policiais-da-CIPAM-frustram-fuga-na-Penitenciária-de-Alcaçuz-1-750x422

Policiais da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM) conseguiram frustrar na madrugada desta quarta-feira (13) mais uma fuga na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. Os militares realizavam o policiamento quando visualizaram três apenados tentando passar pelo muro da unidade e conseguiram coibir a ação. Os três apenados foram apresentados a diretoria da unidade prisional.