Category: Segurança

Vídeo mostra homem ameaçando atear fogo em juíza no Fórum Butantã

Um vídeo de 30 segundos que circula por meio do aplicativo WhatsApp mostra o homem que invadiu o Fórum Butantã, na Zona Oeste de São Paulo, ameaçando atear fogo na juíza que ele manteve refém na tarde de quarta-feira (30). O Bom Dia São Paulo exibiu trecho dessa gravação nesta quinta-feira (31) (veja o vídeo acima).
Outras imagens circulam por meio de celulares mostrando o momento da prisão do agressor.

A filmagem da ameaça foi feita por celular por um policial militar, atendendo uma das exigências de Alfredo José dos Santos, que segurava a juíza Tatiane Moreira Lima, da Vara de Violência Doméstica, pelo pescoço. Ela foi mantida refém por cerca de 20 minutos.

O agressor, que teria cursado ensino técnico em química, havia jogado líquido inflamável nele e em Tatiane e ameaçava acender um isqueiro. Ele foi preso pela Polícia Militar (PM) quando se distraiu com a gravação.
Por conta do incidente, o Fórum ficará fechado nesta quinta-feira (31). Todas as audiências agendadas foram canceladas e serão remarcadas. De acordo com Tribunal de Justiça (TJ), “se constatadas falhas, medidas corretivas serão tomadas de imediato”.
O G1 não conseguiu confirmar se Alfredo constituiu advogado para defendê-lo. A equipe de reportagem também não localizou Tatiane para comentar o assunto.
Alfredo responde na Justiça por agressão à sua mulher, em 2013. Ele estaria sujeito à Lei Maria da Penha, que protege mulheres vítimas de violência ou ameaças.

O homem, que dizia nas imagens ser inocente, tinha uma audiência marcada com a juíza às 14h. Segundo policiais ouvidos pela equipe de reportagem, o invasor estaria insatisfeito com a magistrada, que teria tirado dele a guarda do filho. Os agentes contaram que o agressor estava visivelmente abalado psicologicamente.

“Tá filmando isso aí?”, indagou Alfredo para os policiais, enquanto mantinha a magistrada refém. “Coloca na televisão”.

Com picareta, quadrilha arromba terminal bancário na Zona Sul de Natal

caixa

Criminosos arrombaram um terminal bancário do HSBC na madrugada desta quinta-feira (31) no conjunto Cidade Satélite, na Zona Sul de Natal. De acordo com a Polícia Militar, a quadrilha fugiu sem levar o dinheiro do caixa. Uma picareta, usada para violar o terminal, ficou jogada no chão.

Segundo a PM, o terminal fica em um posto de combustíveis. Cinco criminosos participaram da ação. Eles teriam usado uma picareta para arrombar o caixa.

De acordo com o tenente Carlos Farias, do 9º Batalhão da PM, a quadrilha não conseguiu levar o dinheiro. Na fuga, eles abandonaram o carro em uma região de mata. Ninguém foi preso.

Armados, homens são presos em velório de menino morto em Natal

crianca_pequena_0xhjpml

Cinco homens armados foram presos na tarde desta quarta-feira (30) no bairro da Ribeira, na Zona Leste de Natal. De acordo com a Polícia Militar, dois estavam no velório do menino Luís Davi Andrade Santos, de 3 anos, morto com um tiro na cabeça no bairro das Rocas. Os outros três foram detidos nas proximidades.

A polícia informou que recebeu a denúncia de que alguns criminosos estavam armados dentro do velório para matar o pai do menino. A PM foi até o local, localizou e prendeu os suspeitos. Eles contaram que fazem parte de uma facção criminosa que atua no estado. A Polícia Civil vai investigar se os homens tem participação na morte da criança.

O menino Luís Davi foi baleado na noite da terça (29) no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal. De acordo com a Polícia Militar, a criança estava com o pai em uma motocicleta quando foi atingida na cabeça. O menino foi socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada desta quarta na UTI Pediátrica do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. O alvo do tiro seria o pai do garoto. Ninguém foi preso.

Do G1

Menino de 5 anos é baleado em Natal; caso é o segundo em 12 horas

civil

Um menino de 5 anos foi baleado no peito e socorrido para o Centro Cirúrgico do Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, em Natal. O disparo, feito por ocupantes de um HB20, aconteceu na manhã desta quarta-feira (30) quando o veículo trafegava pela Rua dos Caicós (antiga Av. 7), nas proximidades da comunidade do Mereto, no bairro do Alecrim, Zona Oeste de Natal.

Segundo a PM, o alvo do tiro seria um homem que estava na calçada. A criança foi socorrida por um carro da Polícia Civil que passava pelo local. Os criminosos fugiram.

A assessoria de comunicação do hospital informou que a criança perdeu muito sangue, mas ainda não é possível precisar o estado de saúde dela.

Este foi o segundo caso de criança baleada em Natal em um intervalo de 12 horas. Na noite desta terça, um menino de 3 anos levou um tiro na cabeça no bairro das Rocas, na Zona Leste da cidade. Luís Davi Andrade Santos foi socorrido, mas não resistiu ao ferimento e morreu na madrugada desta quarta na UTI Pediátrica do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. O alvo do tiro seria o pai do garoto. Ninguém foi preso.

G1

Criança de 3 anos é baleada na cabeça e após internada em UTI, morre

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706Um menino de 3 anos morreu na madrugada desta quarta-feira (30) após passar por uma cirurgia. Ele foi baleado na noite desta terça (29) no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal. De acordo com a Polícia Militar, a criança estava com o pai em uma motocicleta quando foi atingida na cabeça. O pai ficou ferido.

O crime aconteceu na rua Belo Horizonte. Segundo a PM, o pai e o menino estavam voltando para casa quando criminosos se aproximaram em um carro e atiraram. O pai, atingido na perna e nas nádegas, foi socorrido e liberado. Já a criança, baleada na cabeça.

Luís Davi Andrade Santos passou por uma cirurgia, mas morreu na UTI pediátrica do Hospital Walfredo Gurgel. A polícia acredita que os tiros eram para o pai da criança.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) investiga o caso.

Criminosos explodem caixa de banco em Japi, RN

Crime aconteceu na madrugada desta segunda-feira (28) (Foto: Tiago Silva/Blog Japi em Foco)

Criminosos invadiram a agência e explodiram um caixa eletrônico do Bradesco na madrugada desta segunda-feira (28) no município de Japi, a cerca de 130 quilômetros de Natal. De acordo com a Polícia Militar, a quadrilha conseguiu fugir.

Segundo a PM, o crime aconteceu por volta das 2h. Os homens armados chegaram em um carro EcoSport, invadiram o estabelecimento e explodiram o caixa.

A polícia ainda não sabe se o dinheiro do terminal foi levado pelos criminosos.

O estabelecimento ficou destruído com a força da explosão.

A polícia fez buscas, mas ninguém foi preso.

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

Grampo revela ‘fragilidade total’ de proteção a dados no Planalto, diz especialista

Thiago Guimarães da BBC Brasil em Londres

160325175452_dilmajanela_640x360_fabianodoamaral_nocredit
Presidente Dilma ao telefone na casa da filha em Porto Alegre, em foto de outubro de 2011; para especialista, grampos revelaram “fragilidade total” das comunicações da Presidência

As gravações de conversas telefônicas da presidente Dilma Rousseff com o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva mostram que a segurança da informação da principal instituição do Brasil varia entre “frágil” e “inexistente”.

Para Silvio Meira, professor do Centro de Informática da Universidade Federal de Pernambuco, é “inconcebível” que a líder de um dos maiores países do mundo “fale com um telefone que não sabe de quem é nem a quê esse aparelho está submetido”.

“A fragilidade é total. Você tem uma situação em que o presidente da República corre o risco de ser gravado por alguém vigiado pela Polícia Federal numa das maiores investigações criminais da história do Brasil e onde claramente existia um potencial gigantesco dessa conversa ser gravada”, disse Meira à BBC Brasil.

As conversas de Dilma captadas pela PF integram uma série de interceptações telefônicas de Lula, incluídas no inquérito da Operação Lava Jato.

A Justiça Federal do Paraná divulgou os áudios e as transcrições na semana passada. No diálogo mais polêmico, Dilma diz a Lula que enviará seu “termo de posse” como novo ministro da Casa Civil, para uso “em caso de necessidade”. Investigadores interpretaram o diálogo como tentativa da presidente de evitar eventual prisão do antecessor.

Para Meira, o Brasil deveria se espelhar nos EUA, onde todas as conversas de interesse do Estado mantidas pelo presidente são seguras (criptografadas). Os diálogos não são gravados, segundo o especialista, mas a Casa Branca produz transcrições informais.

O presidente Barack Obama fala com a assessoria de segurança nacional Lisa Monaco sobre os ataques em Bruxelas; ligação foi feita da casa do chefe da missão dos EUA em Havana, Cuba

“O presidente americano fala em comunicações seguras, como o primeiro-ministro da Inglaterra, França e Alemanha, mas não tem o direito de falar o que quiser sozinho. Ele não pode, por exemplo, ligar para outro e combinar um ataque nuclear, há todo um protocolo de comunicações de Estado, um grau de sofisticação alto”, afirma.

Sistemas de proteção

Criptografia é uma maneira de aprimorar a segurança de uma mensagem ou arquivo. A tecnologia embaralha o conteúdo para que ele só possa ser lido por quem tenha a chamada chave de criptografia, necessária para desembaralhá-lo.

A Abin (Agência Brasileira de Segurança) oferece uma série de equipamentos que podem garantir a segurança da comunicação da presidente e de funcionários de alto escalão. Há, por exemplo, telefone fixo e aplicativo para smartphones com criptografia de voz e dados, que empregam algoritmo matemático de propriedade e uso exclusivo do Estado brasileiro.

Questionada sobre os motivos pelos quais a presidente não usa a tecnologia oferecida pela Abin, como o telefone seguro, a Secretaria de Imprensa do Planalto informou apenas que “não comenta assuntos que possam interferir na privacidade ou na segurança da Presidência da República”.

Prof. da UFPE sugere discussão de segurança da Presidência

Procurada pela reportagem, a Abin, que é sucessora no período democrático do SNI (Serviço Nacional de Informações), órgão de espionagem da ditadura militar (1964-1985), também não comentou.

Segundo Meira, para a conversa entre Lula e Dilma ser considerada segura, ambos teriam que ter usado telefones criptografados ou aplicativos de criptografia no smartphone. Segundo a Justiça Federal do Paraná, o telefone grampeado era usado com frequência pelo ex-presidente e pertence a um assessor do Instituto Lula.

Ironia de Snowden

O grampo envolvendo Dilma e Lula foi alvo de um comentário irônico de Edward Snowden, ex-assessor da Agência de Segurança Nacional dos EUA (NSA, na sigla em inglês).

Em 2013, Snowden divulgou documentos ultrassecretos que mostram que a NSA teria espionado comunicações de Dilma e de outros líderes mundiais. Na época, os vazamentos causaram revolta no govenro brasileiro e esfriaram as relações entre Brasil e EUA – Dilma chegou a cancelar uma visita de Estado a Washington em razão do episódio.

“Going dark (ficando no escuro, na tradução em português) é um conto de fadas. Três anos depois das manchetes de grampos de @dilmabr ela ainda está fzendo chamadas não criptografadas”, escreveu Snowden no Twitter. A expressão “going dark” remete ao uso de criptografia.

Edward Snowden criticou falta de segurança nas comunicações da Presidência do Brasil

Meira afirma que o Brasil não avançou – e provavelmente até retrocedeu – em segurança da informação desde as revelações de Snowden. “De lá para cá, por exemplo, o sistema de e-mail de agentes de Estado que deveria ter mudado para sistema fechado, criptografado, continua igual. Continuamos mandando e-mail para agentes públicos em ministérios, em nível bastante alto, usando serviços como Gmail.”

O especialista diz que não se trata de um problema de tecnologia, mas de implementação de processos, pois os recursos para tornar as comunicações seguras estão disponíveis. Ele cita, por exemplo, que há aplicativos simples para criptografar troca de informações (voz e dados) por smartphones.

“Não é um problema tecnológico, esse está resolvido há muito tempo. É de processos, métodos, compliance (política interna), responsabilização. É outro problema.”

Segurança nacional

Na primeira viagem após a divulgação dos grampos de Lula, na semana passada, a presidente Dilma criticou a interceptação de suas conversas e afirmou que se trata de um crime contra a Lei de Segurança Nacional.

Para Meira, engenheiro eletrônico pelo ITA, mestre em informática pela UFPE e doutor em computação pela Universidade de Kent (Inglaterra), o problema é outro.

“O problema que deveria estar sendo discutido por causa dessas gravações é como as comunicações da Presidência da República são tão rudimentares e estão sujeitas a tão poucos crivos a ponto de a presidente estar falando com telefones de quem a priori não se sabe nem de quem são?”, questiona.

Informada sobre as declarações do professor, a Presidência da República não comentou.

Mulher é morta asfixiada na Grande Natal; ex-companheiro é suspeito

Síntia Nadia de Souza Silva, de 25 anos, foi asfixiada (Foto: Reprodução/Facebook)
Síntia Nadia de Souza Silva, de 25 anos, foi asfixiada (Foto: Reprodução/Facebook)

Uma mulher foi morta asfixiada na noite desta sexta-feira (25) em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal. De acordo com a polícia, um homem pulou o muro da casa onde estava Síntia Nadia de Souza Silva, de 25 anos, rendeu a vítima e cometeu o crime.  O ex-companheiro de Síntia é o principal suspeito.

De acordo com a Divisão de Homicídios e de Proteção à Pessoa, o crime aconteceu por volta das 21h e o suspeito agiu de forma premeditada. O corpo de Síntia foi encontrado despido na sala da casa. O criminoso usou um fio de tv a cabo para asfixiar a vítima.

Vizinhos da vítima relataram à polícia que ouviram gritos de socorro. Informações colhidas no local apontam que o ex-companheiro de Síntia não aceitava o fim do relacionamento. O suspeito não foi preso.

Homem para moto no sinal e é morto a tiros na Zona Leste de Natal

alecrim-crime
Crime aconteceu no Alecrim, na noite desta sexta (25) (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)

G1- Um homem foi morto a tiros no início da noite desta sexta-feira (25) no Alecrim, Zona Leste de Natal. O crime aconteceu no cruzamento da Rua dos Canindés com a Avenida Bernardo Vieira. A vítima não foi identificada até a publicação desta matéria.

De acordo com a Polícia Militar, a vítima trafegava em uma moto e parou no sinal. Um carro parou ao lado da moto e uma pessoa que estava no banco do passageiro efetuou vários disparos. Segundo testemunhas que passavam pelo local, pelo menos noves tiros foram disparados.

O motoqueiro abandonou a moto e ainda tentou fugir, mas acabou caindo a poucos metros do sinal e morreu no local. O criminoso fugiu.

Do Blog: não sabemos o que motivou esse assassinato. Se foi, o que sempre as autoridades dizem que é, acerto de conta de tráfico ou violência de trânsito. Natal  está entregue aos bandidos!

Mulher é morta a tiro em prostíbulo na Zona Sul de Natal

Jacilene Francisca da Silva morreu no local (Foto: Kléber Teixeira/Inter TV Cabugi)
Jacilene da Silva morreu no local/ TV Cabugi

Uma mulher foi morta a tiro na noite desta sexta-feira (25) em um prostíbulo em Candelária, na Zona Sul de Natal. Um homem teria atirado no portão do estabelecimento e atingiu a vítima no pescoço. Jacilene Francisca da Silva, de 31 anos, morreu no local.

De acordo com a Polícia Militar, um homem foi procurar a ex-mulher que estaria no prostíbulo.
O suspeito entrou, procurou nos quartos e não encontrou a ex-companheira. Na saída ele atirou na fachada do estabelecimento, a bala atravessou o portão e atingiu Jacilene Francisca da Silva. O suspeito fugiu.

Trio invade casa em praia de Jacumã e mata homem na frente da mulher

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

Um jovem de 21 anos foi morto a tiros na frente da mulher em uma casa de praia em Jacumã, no litoral Norte potiguar. De acordo com a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), três homens encapuzados invadiram a residência na madrugada desta sexta-feira (25), acordaram o casal, seguraram a mulher e mataram o rapaz na frente dela. A polícia ainda não tem pistas dos assassinos.

Segundo o delegado Marcos Vinícius, o crime aconteceu por volta das 2h na Rua do Campo. A mulher da vítima relatou que o trio invadiu a casa e acordou o casal. Em seguida, os criminosos a seguraram e atiraram no marido dela. A vítima foi identificada como César Ferreira dos Santos. A esposa ainda informou à polícia que César já tinha sido preso por roubo.

Após o crime, os assassinos fugiram. A mulher não foi ferida. A praia de Jacumã fica no município de Ceará-Mirim, na Grande Natal. A Delegacia de Polícia Civil da cidade vai investigar o caso.

Do G1

Homem e casal são mortos dentro de carros na zona rural de Macaíba, RN

Cartuchos-De-Armas-De-Fogo-88077Um homem de 22 anos e um casal ainda sem identificação foram assassinados a tiros entre a noite da quinta (24) e a madrugada desta sexta-feira (25) na zona rural de Macaíba, cidade da Grande Natal. Segundo a Polícia Civil, os crimes aconteceram em um intervalo de menos de 5 horas. Ninguém foi preso.

Delegado da Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), Marcos Vinícius contou ao G1que o primeiro homicídio aconteceu por volta das 21h no distrito de Pé do Galo, onde o corpo de Arthur Diego Abrantes dos Santos foi encontrado dentro de um Voyage. “Tinha marcas de tiros na cabeça e pelo corpo, características de execução. E não levaram nada dele. Dentro do veículo  encontramos a carteira com um pouco de dinheiro, o que nos leva a crer que ele não foi vítima de latrocínio (roubo seguido de morte). Mas, ainda é muito cedo para dar qualquer certeza”, ressaltou.

Já o duplo homicídio, aconteceu na madrugada desta sexta-feira por volta de 1h30. Foi na comunidade de Canabrava, também na zona rural. “As vítimas ainda não foram identificadas. Sabemos apenas que o casal também foi alvo de execução. Cada um levou vários tiros na cabeça e em partes do corpo. E neste caso, o casal também foi assassinado dentro de um carro, um Ford Verona”, relatou Marcos Vinícius.

O delegado disse as investigações, apesar de iniciadas pela DHPP, ficarão sob responsabilidade do delegado Normando Feitosa, de Macaíba, que deverá receber os inquéritos no início da próxima semana.

Em princípio de motim, detentos queimam colchões em presídio no RN

caico

Presos tocaram fogo em colchões dentro da Penitenciária Desembargador Francisco Pereira da Nóbrega, o Pereirão, na cidade de Caicó, na região Seridó potiguar. De acordo com a direção da unidade, o princípio de motim foi controlado ainda na manhã desta quinta-feira (24).

Vice-diretor da penitenciária, Ednaldo Cândido informou que os detentos do pavilhão B começaram o tumulto e queimaram colchões. O Corpo dos Bombeiros foi acionado e, ainda  segundo Ednaldo, conseguiu controlar os focos de incêndio.

No dia 25 de agosto do ano passado, quatro dos cinco pavilhões do Pereirão foram parcialmente destruídos durante uma rebelião. Na ocasião, os presos quebraram cadeados, arrancaram grades das celas, arrombaram paredes e incendiaram colchões e lençóis, tudo na tentativa de vingar a morte de um interno assassinado a facadas durante uma briga envolvendo membros de facções rivais.  Só o Pavilhão D, que é feminino, não foi depredado. Não houve mortes, mas 15 presos foram levados para atendimentos de primeiros socorros no Hospital Regional do Seridó.

Do G1

Sete motoristas são presos por embriaguez ao volante em Natal

G1 – Sete pessoas foram presas por embriaguez ao volante entre a noite desta quarta-feira (23) e a madrugada desta quinta-feira (24) pela operação Lei Seca. Foram montados vários pontos de fiscalização em Natal. Ao todo, foram apreendidas 81 carteiras de habilitação

A Polícia Militar e o Detran montaram barreiras de fiscalização em sete pontos da cidade. O capitão Isac Galvão, subcoordenador da operação, informou que a operação será intensificada durante o feriadão da Semana Santa. “Vamos fazer todos os dias da Semana Santa. Hoje, vamos fazer operações. Vamos começar mais cedo e terminar mais tarde no intuito de proporcionar maior segurança”, disse.

Arte bafômetro vale (Foto: Editoria de Arte / G1)

Lei Seca
As regras da Lei Seca consideram ato criminal quando o motorista é flagrado dirigindo com índice de álcool no sangue superior ao permitido pelo Código Brasileiro de Trânsito: 0,34 miligrama de álcool por litro de ar expelido ou 6 decigramas por litro de sangue.

Nesse caso, a pena é de detenção de 6 meses a 3 anos, multa e suspensão temporária da carteira de motorista ou proibição permanente de obter a habilitação.

Condutores autuados por esse tipo de infração pagam R$ 1.915,40 de multa,  perdem 7 pontos na carteira e têm a CNH apreendida. O valor é dobrado caso o motorista tenha cometido a mesma infração nos 12 meses anteriores.

Se o bafômetro registrar um índice igual ou superior a 0,05 miligrama de álcool por litro de ar, mas abaixo do 0,34 permitido pelo Código de Trânsito, o condutor é punido apenas com multa.

No exame de sangue, o motorista será multado por qualquer concentração de álcool, e pode ser preso se tiver mais de 6 decigramas de álcool por litro de sangue.

Suspeito de tentar assaltar mulher de PM é morto a tiros na Grande Natal

Imagem mostra o carro da mulher do PM, alvo dos assaltantes (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Imagem mostra o carro da mulher do PM, alvo dos assaltantes (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Um homem suspeito de assalto foi morto a tiros na noite desta quarta-feira (23) em Parnamirim, na Grande Natal. De acordo com a polícia, três criminosos tentaram roubar o carro da mulher de um policial militar. Ele reagiu e atirou. Um dos suspeitos foi baleado e socorrido, mas não resistiu. Os outros dois comparsas conseguiram fugir..

Segundo a Polícia Militar, a mulher do policial chegava em casa, na comunidade de Pium, quando os três homens se aproximaram dentro de um carro preto e tentaram levar o veículo dela. O PM, que estava de folga, esperava a mulher dentro da residência. Ele percebeu que a mulher seria assaltada e abriu fogo.

O suspeito morto foi identificado como Renato Alves do Nascimento, de 24 anos. Ele foi socorrido ao posto de saúde de Pirangi, onde morreu. Segundo a equipe médica, ele foi atingido no peito. A mulher e o PM não se feriram.