Category: Policial

PF prende donos do avião que caiu com Eduardo Campos

noticia_142578_340x295

A Polícia Federal deflagrou hoje (21) a Operação Turbulência com o propósito de desarticular uma organização criminosa especializada em lavagem de dinheiro que atuava em Pernambuco e Goiás e que teria movimentado mais de R$ 600 milhões desde 2010.

Cerca de 200 policiais federais dão cumprimento a 60 mandados judiciais, sendo 33 de busca e apreensão, 22 de condução coercitiva e 5 de prisão preventiva. Também estão sendo cumpridos mandados de indisponibilidade de contas e sequestro de embarcações, aeronaves e helicópteros dos principais membros da organização criminosa.

Os mandados judiciais estão sendo cumpridos em 16 cidades pernambucanas, além do Aeroporto de Guararapes. A operação prendeu preventivamente os empresários João Carlos Lyra Pessoa de Melo Filho, Eduardo Freire Bezerra Leite e Apolo Santana Vieira, os donos do avião que caiu com o ex-governador de Pernambuco e então candidato à Presidência da República, Eduardo Campos.

A investigação iniciou a partir da análise de movimentações financeiras suspeitas detectadas nas contas de algumas empresas envolvidas na aquisição da aeronave Cessna Citation PR-AFA. Esse avião transportava Eduardo Campos, em seu acidente fatal.

A PF constatou que essas empresas eram de fachada, constituídas em nome de “laranjas”, e que realizavam diversas transações entre si e com outras empresas fantasmas, inclusive com algumas empresas investigadas no bojo da Operação Lava Jato.

Há suspeita de que parte dos recursos que transitaram nas contas examinadas serviam para pagamento de propina a políticos e formação de “caixa dois” de empreiteiras. O esquema criminoso sob apuração encontrava-se ativo, no mínimo, desde o ano de 2010.

Tanto os presos como os conduzidos coercitivamente serão levados para a sede da Polícia Federal em Recife. Os envolvidos responderão, na medida de seu grau de participação no esquema criminoso, nos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro e falsidade ideológica.

Nominuto.com

‘Desesperador’, diz jovem que teve carro roubado em Natal

fawtte4rsyhy5eyerAs câmeras de segurança de um prédio localizado em Petrópolis, na Zona Leste de Natal, registraram o momento em que um jovem de 24 anos teve o carro roubado na última sexta-feira (17). O crime aconteceu por volta das 12h30. Veja o vídeo!

As imagens mostram o momento em que Arthur Vital estaciona a Amarok em um terreno que fica ao lado do prédio onde mora. Ele desce do carro e caminha poucos metros até o portão de entrada do edifício. O bandido chega enquanto Arthur aguarda que o portão seja aberto pelo porteiro.

“Quando eu percebi que ele ia me assaltar ele já levantou a camisa e colocou a arma na minha barriga. Ele já chegou pedindo a chave da Amarok”, disse Arthur. “É desesperador passar por isso. Uma pessoa que consegue comprar um carro, luta pra ter aquilo ali e do nada chega um cara e toma aquilo na porta da nossa casa”, disse Arthur.

A Amarok branca de placas QGC 4869 de João Câmara não foi encontrada.

Quatro são presos e 39 CNHs retidas em operação da Lei Seca em Natal

blitz2222

Quatro pessoas foram presas em uma blitz da Lei Seca realizada na madrugada deste domingo (19) na Zona Sul de Natal. De acordo com o capitão da PM Isaac Paiva, foram montados seis pontos de fiscalização nas proximidades da Avenida da Integração, em Candelária. Ao todo, 39 carteiras de habilitação foram apreendidas.

A blitz principal aconteceu na própria Avenida da Integração. “Os outros cinco pontos foram monstados nas ruas adjacentes para impedir que as pessoas conseguissem desviar da blitz”, informou o capitão Isaac Paiva. A blitz terminou por volta das 5h deste domingo.

Revólveres são furtados do Quartel Geral da PM no RN; comando apura

Quartel Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte)
Quartel Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte (Foto: Adriano Abreu/Tribuna do Norte)

Pelo menos 11 revólveres foram furtados de dentro do Quartel Geral da Polícia Militar do Rio Grande do Norte. O prédio fica no bairro Tirol, na Zona Leste de Natal. Em Boletim Geral publicado no dia 27 de maio, o coronel Dancleiton Pereira, comandante geral da corporação, determinou a instauração de um Inquérito Policial Militar (IPM) para “apurar responsabilidade de quem se achar em culpa”.

Um oficial da PM, que pediu para não ser identificado, relatou que as armas que sumiram fazem parte de um lote contendo 300 unidades. “Os revólveres estavam em duas caixas, cada uma com 150 armas. Uma das caixas foi violada e 11 revólveres desapareceram”, revelou. As 300 armas seriam doadas à Guarda Municipal de Natal.

Ainda de acordo com a fonte, ao lado do corpo de um homem assassinado recentemente em Natal, se encontrou um revólver cuja numeração coincide com o registro de uma das 11 armas furtadas da PM.

Por meio da assessoria de comunicação da Secretaria de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), o comando da PM reforçou que o inquérito está em andamento e que, por enquanto, não será divulgado nenhum detalhe da investigação.

Acusado de matar policial civil em Natal foge de quartel militar da PM

Iriano Feitosa foi morto em fevereiro deste ano (Foto: Ana Paula Nelson/Arquivo Pessoal)
Iriano Feitosa foi morto em fevereiro deste ano (Foto: Ana Paula Nelson/Arquivo Pessoal)

G1 -O policial civil Tibério Vinícius Mendes de França, acusado pela morte do também policial civil Iriano Serafim Feitosa, assassinado no dia 3 de fevereiro deste ano no conjunto Cidade Satélite, na Zona Sul de Natal, fugiu da prisão na manhã desta sexta-feira (17). A prisão fica dentro do mesmo terreno onde funciona o quartel do Bope, a cavalaria e o canil da PM, na Zona Norte da cidade. A Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sesed) informou que está apurando a fuga e que o policial é considerado fugitivo da Justiça.

Tibério Vinícius Mendes de França (Foto: Divulgação/Polícia Civil)
Tibério Vinícius fugitivo

A fuga
Ainda de acordo com a Sesed, Tibério foi visto pela última vez durante uma contagem de presos feita pela manhã. Já numa segunda contagem, próximo ao horário do almoço, ele não foi mais encontrado. A secretaria informou também que uma sindicância será instaurada para apurar as devidas responsabilidades e que buscas, com apoio da Polícia Civil estão sendo feitas na tentativa de localizar o policial fugitivo.

Tibério estava preso desde o dia 22 de março. Em audiência de instrução e julgamento marcada para esta sexta-feira, o juiz Ricardo Procópio Bandeira de Melo, da 3º Vara Criminal, deveria decidir se o policial iria ou não a júri popular. O policial também é apontado pela Polícia Federal como suspeito de envolvimento com grupos de extermínio, investigação que faz parte da operação Thanatus, deflagrada em dezembro do ano passado.

Relembre o caso

Iriano foi morto no dia 3 de fevereiro quando dirigia o carro dele pela Av. Xavantes, no conjunto Cidade Satélite, Zona Sul de Natal.

Esposa do policial, a advogada Ana Paula Nelson contou que estava no carro no momento do atentado. “Acho que o crime não foi planejado para ser ali, daquela forma. Esse policial se aproveitou de um descuido do meu marido. Ele se aproximou sozinho em uma moto e, sem parar, efetuou vários disparos. Como os tiros foram do lado onde estava o Iriano, ele foi atingido mais vezes e eu acabei sendo baleada duas vezes”, lembrou.

Câmeras de segurança registraram a execução. O vídeo (veja acima) mostra o momento em que o o carro de Iriano reduz a velocidade para passar por uma lombada. Um motociclista fica ao lado do carro e efetua vários disparos de arma de fogo. Iriano morreu minutos após dar entrada no pronoto-socorro Clóvis Sarinho, em Natal. A advogada Ana Paula Nelson, viúva de Iriano, foi atingida por dois tiros – um na perna e outro no quadril.

 Iriano Serafim Feitosa estava dirigindo o carro, ao lado da esposa, quando foi baleado (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Iriano Serafim Feitosa estava dirigindo o carro, ao lado da esposa, quando foi baleado (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Imagéns mostram troca de tiros durante assalto a banco na Grande Natal

222

Veja Vídeo no G1

Imagens de câmeras de segurança, divulgadas nesta sexta-feira (17), mostram a troca de tiros envolvendo criminosos, policiais militares e um vigilante da agência do Banco do Brasil em Parnamirim, cidade da Grande Natal. A tentativa de assalto à agência aconteceu na terça (14), no bairro Cohabinal. De terno e gravata, um dos assaltantes foi morto. Outros dois foram baleados e presos. Segundo a PM, uma mulher, que também faria parte da quadrilha, conseguiu fugir.

Os vídeos mostram o momento em que dois policiais militares se aproximam da entrada da agência. Um dos PMs começa a atirar e, em seguida, os dois se afastam. Uma mulher sai do local rapidamente. Logo depois, um vigilante do banco aparece perseguindo dois dos assaltantes e eles trocam tiros. O vigilante corre para o outro lado da rua e um dos criminosos também atravessa a rua. Baleado, o ladrão cai próximo a um muro. As outras imagens mostram o vigilante se aproximando dos PMs após o confronto.

Um dos suspeitos de participar do assalto foi baleado; homens estavam vestidos de terno e gravata (Foto: Divulgação/PM)
Homens estavam vestidos de terno e gravata (Foto: Divulgação/PM)

Filho que matou mãe a facadas é condenado a 22 anos de prisão no RN

njadhwjas
Assassino da própria mãe é condenado

Acusado de matar a própria mãe a facadas e de incendiar a casa onde ela morava, Helenilson Donato da Rocha, de 47 anos, foi condenado a 22 anos e dois meses de prisão em regime fechado. Helenilson foi levado a júri popular nesta quarta-feira (15), passados mais de dois anos do crime.

O julgamento aconteceu desde a manhã desta quarta no Fórum Desembargardor Miguel Seabra Fagundes, no bairro de Lagoa Nova, na Zona Sul de Natal. Após serem ouvidas as testemunhas, o júri decidiu por condenar Helenilson a 17 anos e 6 meses pelo homicídio qualificado de Beatriz Rosalina da Rocha, de 80 anos, e 4 anos e 8 meses por incêndio qualificado. Além disso, o júri também estabeleceu o pagamento de 26 dias-multa.

O caso
O crime aconteceu no dia 9 de fevereiro de 2014 na casa da idosa, localizada no conjunto Pirangi, na Zona Sul da cidade. O corpo da aposentada foi encontrado carbonizado e com uma perfuração no pescoço. Helenilson, filho de Beatriz, foi autuado em flagrante por homicídio e incêndio criminoso.

A família pede justiça. “Acredito que ele seja um psicopata porque ele não se arrepende de nada que faz”, afirmou Hemistidan Donato da Rocha, filha da vítima e irmã do acusado.

Segundo o Ministério Público, o réu teria planejado o crime. “Ele premeditou o crime, já havia atentado contra a vida da nossa mãe. Pedimos a pena máxima porque ele já nos ameaçou. Ele disse que, assim que sair da cadeia, me mata. E ninguém duvida, ele vai matar todos se sair”, concorda Hemistidan.

Corpo de Bombeiros foram chamados para controlar incêndio que matou idosa em Pirangi, na zona Sul de Natal (Foto: Elizama Cardoso/Inter TV Cabugi)
Crime aconteceu em fevereiro de 2014 no conjunto Pirangi, na Zona Sul de Natal (Foto: Elizama Cardoso/Inter TV Cabugi)

Homem de 59 anos é morto a tiros dentro de casa na Zona Oeste de Natal

vitima

Um homem de 59 anos foi morto a tiros na noite desta quarta-feira (15) na comunidade do Leningrado, no bairro Guarapes, na Zona Oeste de Natal. De acordo com a Polícia Militar, Juarez da Silva foi baleado dentro de casa. Ninguém foi preso.

Segundo o tenente Rodrigo Arruda, do 9º Batalhão da PM, o crime aconteceu por volta das 19h na rua Boa Esperança. A mulher de Juarez contou à polícia que estava chegando em casa quando foi rendida por três homens. Em seguida, os cirminosos invadiram a residência do casal. “Ela disse que foi um assalto. Não sabemos se a vítima reagiu ou não”, informou o tenente. A PM não sabe se pertences do casal foram levados.

Ainda de acordo com a polícia, Juarez da Silva vivia do aluguel de placas de buggy. A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) vai investigar o caso.

Com cadeado e corrente, quadrilha tranca PMs e arromba caixa no RN

Câmeras de segurança da agência registraram os criminosos no momento em que arrombaram o terminal (Foto: Divulgação/PM)
Câmeras de segurança da agência registraram os criminosos no momento em que arrombaram o terminal (Foto: Divulgação/PM)

A ousadia dos bandidos está a desafiar a força do Estado do Rio Grande do Norte. Pelo que se ler e tem notícias a todos estantes, é da incapacidade do Estado perante tanta ação criminal. Não temos como ter segurança se a própria Polícia não se sente segura. 

G1 – Com cadeado e corrente, criminosos trancaram uma equipe da Polícia Militar dentro da base, invadiram uma agência bancária e arrombaram o caixa eletrônico. O crime aconteceu na madrugada desta quinta-feira (16) em São José de Mipibu, na Grande Natal.

De acordo com o tenente Abdenego Dias, do 3º Batalhão da PM, seis policiais ficaram presos na base, impossibilitados de impedir e ação dos assaltantes. “Isso foi pouco antes das 4h. Primeiro os bandidos trancaram os policiais, depois seguiram para a agência e usaram um maçarico para violar um caixa”, disse. Fotos das câmeras de segurança da agência foram divulgadas e mostram dois dos assaltantes.

Policiais militares de cidades vizinhas foram chamados para socorrer os PMs trancafiados. Quando chegaram e conseguiram soltar os colegas, os bandidos já haviam fugido.

Ainda segundo o tenente, algumas notas foram encontradas queimadas dentro da agência. Contudo, não se sabe se a quadrilha conseguiu levar todo o dinheiro do terminal.

A PM ainda fez buscas pelos criminosos, mas até o momento ninguém foi preso.

Criminosos usaram um maçarico para arrombar o caixa. Algumas cédulas foram queimadas, mas a polícia não sabe se todo o dinheiro do terminal foi levado (Foto: Divulgação/PM)
Criminosos usaram um maçarico para arrombar o caixa. Algumas cédulas foram queimadas, mas a polícia não sabe se todo o dinheiro do terminal foi levado (Foto: Divulgação/PM)

Criminosos explodem caixa de banco em Lagoa Nova, RN

acixaG1 – Criminosos invadiram uma agência do Banco do Brasil e explodiram um caixa eletrônico na cidade de Lagoa Nova, distante 198 quilômetros de Natal. O crime aconteceu na madrugada desta quarta-feira (15).

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu pouco antes das 3h. Homens armados chegaram em quatro veículos, invadiram o estabelecimento e explodiram o terminal.

A polícia ainda não sabe informar a quantia levada pela quadrilha.

Na fuga, os bandidos atiraram para amedrontar a população e espalharam grampos de ferro pelas ruas da cidade, com o propósito de dificultar uma possível perseguição.

A polícia fez buscas, mas até o momento ninguém foi preso.

Mulher passa três dias em rodoviária de Campina Grande após ser roubada

samu_1
Mulher desmaiou após passar três dais sem fazer refeições na rodoviária (Foto: Reprodução/TV Paraíba)

Uma empregada doméstica paraibana que mora na cidade de Natal, capital do Rio Grande do Norte, passou três dias no Terminal Rodoviário Argemiro de Figueiredo de Campina Grande, no Agreste paraibano, sem fazer refeições nem tomar banho depois de ser assaltada e ter tudo roubado, na madrugada do último domingo (12). Sem se alimentar direito, Maria José, de 44 anos, passou mal e ainda teve que esperar mais 40 minutos para ser socorrida na tarde desta terça-feira (14).

De acordo com a Polícia Militar, Maria José contou que havia viajado de Natal até a cidade de Campina Grande no último sábado (11) para tirar segunda via de documentos e foi vítima de um arrastão dentro do terminal rodoviário, quando esperava um ônibus para retornar à cidade de Natal, na madrugada do domingo.

Maria José estava com R$ 100 e um celular, que foram levados. Ela contou que não tem mais parentes na Paraíba, que mora só na cidade deNatal e que todos os contatos de amigos e vizinhos estavam no celular roubado. “Eu tô com fome e fiquei pedindo para comer”, disse a mulher quase sem forças para falar.

Segundo testemunhas, nos últimos três dias a mulher se alimentou apenas com salgadinhos fornecidos por comerciantes e passageiros. A situação se agravou na tarde desta terça-feira, quando Maria José teve um desmaio. Um policial que trabalha no posto militar do terminal rodoviário ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas foi informado de que não havia ambulância disponível.

“A médica quando atendeu informou que não tinha ambulância para prestar socorro. Quando eu liguei de novo disseram que iam mandar”, disse o sargento José Freitas. Entretanto, da primeira ligação até a chegada de motolâncias do Samu foram 40 minutos. Ainda de acordo com o militar, a ambulância chegou no local cerca de uma hora após a ligação. A vítima foi encaminhada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) e não corre risco de morte.

Presos em confronto com a PM na Grande Natal são fugitivos de Alcaçuz

presos
Diego Gregório Meirelles Santos e Bruno Mitchell Carvalho de Farias foram feridos e socorridos (Foto: Divulgação/PM)

Os dois homens presos na manhã desta terça-feira (14) após um confronto armado com a Polícia Militar em Parnamirim, cidade da Grande Natal, são fugitivos da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do RN. Segundo a própria PM, Diego Gregório Meirelles Santos e Bruno Mitchell Carvalho de Farias fugiram na noite de 10 de abril deste ano juntamente com outros quatro detentos. O homem que morreu na troca de tiros ainda não foi identificado.

Os presos trocaram tiros com a PM próximo ao Banco do Brasil do bairro Cohabinal. Os suspeitos, que estavam vestidos de terno e gravata, chegaram a roubar as armas de dois vigilantes da agência. Uma mulher loira, que também faria parte da quadrilha, conseguiu fugir. As informações são do major Rodrigues Barreto, comandante do BPChoque.

1_j2aoNOx
Um dos suspeitos de participar do assalto foi baleado; homens estavam vestidos de terno e gravata (Foto: Divulgação/PM)

Ainda segundo o comandante, os suspeitos teriam roubado um carro. Houve perseguição e o veículo acabou batendo em outro automóvel. Os assaltantes que estavam no carro estariam preparados para dar fuga a outros criminosos que estavam dentro do banco. Na agência, dois vigilantes foram rendidos e tiveram as armas levadas. Com a chegada da polícia, as armas foram encontradas dentro de uma bolsa, que foi largada pelos assaltantes.

Bruno Mitchell, um dos assaltantes preso, ainda tentou se esconder dentro de uma casa. Ele fez a moradora refém, mas logo se rendeu.

O helicóptero Potiguar 1, aeronave da Secretaria de Segurança Pública (Sesed), sobrevoou a região na tentativa de localizar a mulher ou outros envolvidos no crime. Até a publicação desta matéria, mais ninguém havia sido encontrado.

Do G1

Criminosos invadem casa e matam mulher de vereador no interior do RN

adao

G1 – A mulher do vereador Adão da Silva de Araújo Júnior (PT), mais conhecido como Adãozinho, foi morta a tiros na noite desta segunda-feira (13) na zona rural de Pureza, distante 60 quilômetros de Natal. De acordo com a Polícia Militar, criminosos invadiram a casa da família e atiraram em Maria Eliene da Silva, de 25 anos. A filha do casal, uma menina de 4 anos, presenciou o crime.

Segundo o capitão João Batista Fonseca Neto, comandante da PM na região, o homicídio aconteceu por volta das 18h30 no distrito de Itabaiana. Criminosos chegaram em um carro de cor prata e invadiram a casa do vereador. “Adão estava no banheiro. Os bandidos mandaram o pai dele e a mulher se deitarem e mataram a mulher do vereador. Eles também chegaram a atirar no pai de Adãozinho, mas a arma falhou”, relatou.

Para Nivaldo Floripes, delegado regional de João Câmara, o crime tem características de execução. “Ainda é cedo para chegarmos a conclusões. Não descartamos nenhuma hipótese”, explicou. A PM informou que nada foi roubado.

Preso é fotografado com celular na mão dentro de Alcaçuz

Segundo a direção de Alcaçuz, fotos que mostram preso fazendo uso de um aparelho celular foram feitas do alto de uma das guaritas da unidade (Foto: Divulgação/Tribuna do Norte)
Segundo a direção de Alcaçuz, fotos que mostram preso fazendo uso de um aparelho celular foram feitas do alto de uma das guaritas da unidade (Foto: Divulgação/Tribuna do Norte)

Um preso foi flagrado fazendo uso de um aparelho celular dentro da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte. Fotos da cena foram cedidas ao jornal Tribuna do Norte, que publicou as imagens. O preso que aparece usando o telefone já foi identificado, mas o celular ainda não foi encontrado.

Diretor de Alcaçuz, Ivo Freire disse ao G1 que dois procedimentos serão adotados com relação ao fato. “As fotos foram tiradas de uma das guaritas, e o flagrante não foi imediatamente comunicado à direção ou aos agentes de plantão. Isso será apurado. E a segunda coisa a fazer nós já fizemos, que foi identificar o preso que aparece nas imagens. Agora vamos encontrar o celular”, explicou.

Segundo a Sejuc, José Janildo Souza Lima vai responder sindicância (Foto: Divulgação/Sejuc)
Segundo a Sejuc, José Janildo Souza Lima vai responder sindicância (Foto: Divulgação/Sejuc)

O secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino, disse que o preso chama-se José Janildo Souza Lima. “Ele foi retirado do pavilhão e responderá sindicância conforme a Lei de Execução Penal. A falta grave”, afirmou.

Segundo o jornal, as fotos foram feitas nesta sexta-feira (10). O diretor, no entanto, não sabe dizer se a informação procede. “Não tenho ideia quando foi feita, mas foi tirada da guarita e passada sem que comunicassem a ninguém. O guarda responsável pela guarita deveria ter comunicado o fato no mesmo instante, o que não aconteceu”, ressaltou.

33 fogem de Alcaçuz; sequestrador de Fábio Porcino está na lista, diz Sejuc

trajano_2

Está confirmado: 33 detentos escaparam da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte. A fuga aconteceu na noite da quarta-feira (8), mas a relação dos fugitivos só foi divulgada nesta sexta (10). Na lista, segundo a Sejuc, está o nome do líder da quadrilha que sequestrou oempresário mossoroense Fábio Porcino, crime ocorrido em 2013. Cearense, José Wilson Trajano de Freitas foi condenado a 16 anos em regime fechado. Ele foi preso em junho de 2013 na cidade de Macapá, no Amapá.

Fábio Porcino foi libertado no dia 14 de junho de 2013 após passar quatro dias acorrentado em uma cabana na zona rural da cidade de Canindé, no Ceará. Fabinho é primo dePorcino Fernandes Segundo, vítima do mais longo sequestro da história do Rio Grande do Norte. Popó, como é conhecido, ficou 37 dias em cativeiro (de 16 de junho a 24 de julho de 2012).

Além do sequestrador, escaparam Antônio Ribeiro da Silva, Cauê Martins da Costa, Cleudson Webster da Silva, Erasmo Carlos da Silva Fernandes, Eudes Rocha B. de Sena, Francisco Fagner da Silva, Hildeoclécio Cruz dos Santos, Jamilson Barbosa da Silva, Jariedson Bezerra de Moura, João Danil Wanderley de França, José Anchieta Fernandes, José Anderson Pinto da Silva, José Jocenildo de Morais Fernandes, José Rosivan Felix, Júlio Douglas da Silva Fonseca, Leandro da Silva Souto, Lenílson Lopes Pereira, Mayksamy dos Santos Pontes, Michel Plateny da Costa Moura, Nielson Wallace da Fonseca, Paulo Eduardo Lopes de Oliveira, Pedro Adelaide Cavalcante da Silva, Rafael Macêdo Vital, Ramon Augusto Lopes Marques, Ranielly Brito de Azevedo, Rivanildo Pereira Medeiros, Ronaldo da Silva Ribeiro e Sandro Afonso de Souza Tavares.

Outros quatro presos foram recapturados ainda na madrugada da quarta, logo após a fuga. O grupo foi detido pelo BPChoque dentro de um carro. Na ocasião, um casal que estava dando apoio aos fugitivos acabou preso.

Com a fuga da quarta-feira, chega a 249 o número de detentos já fugiram de unidades prisionais do estado somente este ano. Em 2015, fugiram 212.

Secretário de Justiça e Cidadania, Wallber Virgolino classificou a fuga como “um vacilo”.

alca (1)
Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do Rio Grande do Norte (Foto: Ney Douglas)