Category: Policial

Socorrista do Samu é morta a facadas no RN; ex-companheiro é suspeito

Ana D’ávila Gomes de Oliveira (Foto: Arquivo Pessoal)
Ana D’ávila Gomes de Oliveira
(Foto: Arquivo Pessoal)

Uma técnica em enfermagem de 47 anos foi assassinada a facadas na noite desta quarta-feira (10) em Santa Cruz, a pouco mais de 110 quilômetros de Natal. De acordo com a Polícia Militar, Ana D’ávila Gomes de Oliveira trabalhava como socorrista do Samu na cidade. O principal suspeito do crime é o ex-companheiro da vítima.

Segundo o sargento Juvanildo Camarão de Oliveira, do destacamento da cidade, o crime aconteceu por volta das 18h30 dentro da casa da vítima, que fica na rua Nossa Senhora dos Remédios, no conjunto Cônego do Monte. “As agressões começaram no primeiro andar da residência. Tinha muito sangue no corrimão. Eles desceram e Ana foi morta no andar de baixo”, informou o sargento.

Após o crime, o homem conseguiu fugir. A PM ainda fez buscas, mas ele não foi encontrado. A vítima foi levada para o hospital da cidade, mas não resistiu aos ferimentos. “Ela levou facadas no pescoço, abdômen, braços”, disse o sargento.

A polícia acredita que a motivação do assassinato é que o ex-companheiro tentava reatar o relacionamento com Ana, mas ela não aceitava.

Do G1

Grupo armado tenta incendiar ônibus em Natal; adolescente é apreendido

mae_luiza_I7PheRl (1)
Apreendido, adolescente foi levado pela PM para a Delegacia Especializada de Atendimento ao Adolescente Infrator (Foto: PM/Divulgação)

Um adolescente foi apreendido na manhã desta terça-feira (9) suspeito de tentar incendiar um ônibus no bairro de Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal. Armados, outros três homens conseguiram fugir. A Secretaria Estadual da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) ainda não confirma se o crime tem relação com os ataques criminosos que aconteceram no estado nos últimos dias.

De acordo com a polícia, três criminosos estavam armados dando apoio ao adolescente, que espalhou gasolina dentro do ônibus. Uma equipe da PM que fazia ronda na região conseguiu impedir a ação dos bandidos. O trio conseguiu fugir e o adolescente foi detido ainda dentro do veículo.

O adolescente foi levado para a Delegacia Especializada de Atendimento ao Adolescente Infrator (DEA).

Base policial
Uma base da PM foi incendiada na madrugada desta terça (9) no conjunto Parque das Dunas 6, no bairro de Pajuçara, na Zona Norte de Natal. A Sesed também não confirma se o crime não tem relação com os ataques criminosos.

Ataques
Os últimos dias são de tensão dentro e fora do sistema prisional potiguar. Nas ruas, 107 ataques criminosos já foram registrados em 37 cidades, e 108 pessoas já foram presas suspeitas de envolvimento direto ou participação nos atentados – tudo em razão dainstalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal. Uma facção, formada dentro dos presídios, reivindica os ataques.

 

 

Do G1RN

Presos são mortos a facadas na maior penitenciária do RN

Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do Rio Grande do Norte (Foto: Ney Douglas)
Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do Rio Grande do Norte (Foto: Ney Douglas)

G1 – Três presos foram mortos a facadas na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior presídio do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada na manhã desta terça-feira (9) pela Coordenação de Administração Penitenciária (Coape). Os mortos, no entanto, ainda não foram identificados. A hora em que foram mortos e a causa também são desconhecidas. Alcaçuz fica em Nísia Floresta, cidade da Grande Natal.

Com mais estes três homicídios, chega a 19 o número de presos encontrados mortos dentro de unidades prisionais do Rio Grande do Norte somente em 2016. Ano passado foram 28. Do total de 2015, 25 foram assassinados a facadas ou encontrados enforcados (mortos em condições suspeitas). Outros dois morreram soterrados após o desabamento de um túnel em Alcaçuz. Ainda houve o caso de um adolescente que foi morto ao ser baleado em uma unidade para cumprimento de medida socioeducativa durante uma tentativa de resgate no Ceduc de Caicó. Os números são da Coordenadoria de Análises Criminais da Secretaria Estadual de Segurança Pública.

Diretor da Coape, Zemilton Silva disse que os presos foram mortos no pavilhão 1, local onde os presos tinham uma boa convivência. “Até então estava tudo calmo”, ressaltou.

Sistema em calamidade
O sistema penitenciário potiguar não passa por um bom momento. E faz tempo. Em março de 2015, após uma série de rebeliões em várias unidades prisionais, o governo decretou estado de calamidade pública e pediu ajuda à Força Nacional. Para a recuperação de 14 presídios, todos depredados durante os motins, foram gastos mais de R$ 7 milhões. Tudo em vão. As melhorias feitas foram novamente destruídas. Atualmente, em várias unidades, as celas não possuem grades e os presos circulam livremente dentro dos pavilhões.

Em perseguição policial, dupla bate carro após assaltar farmácia no RN

ladrao_

G1 – Criminosos assaltaram na noite deste domingo (7) uma farmácia em Ceará-Mirim, cidade da Grande Natal. Na fuga, houve perseguição policial e os bandidos bateram o carro no muro de uma escola municipal já em São Gonçalo do Amarante, também na região Metropolitana da capital potiguar. O veículo foi deixado para trás e os ladrões conseguiram fugir.

De acordo com a Polícia Militar, o crime aconteceu por volta das 21h10. Armado, um assaltante de camisa preta entra no estabelecimento e anuncia o assalto. Um cliente e dois funcionários são rendidos e começam a entregar dinheiro aos bandidos. Em seguida, outro criminoso, vestido de camisa branca, entra na farmácia e leva as vítimas para dentro.

Antes de fugir, a dupla rouba o dinheiro do caixa e alguns produtos da farmácia. Ainda segundo a PM, os criminosos seguiram para São Gonçalo do Amarante e bateram no muro da escola, que fica perto da RN-160.

A polícia fez buscas pela região, mas ninguém foi preso.

Na fuga, criminosos perderam a direção e bateram carro no muro de uma escola. Mesmo assim, conseguiram escapar (Foto: PM/Divulgação)
Na fuga, criminosos perderam a direção e bateram carro no muro de uma escola. Mesmo assim, conseguiram escapar (Foto: PM/Divulgação)

Após dois dias de trégua, RN volta a registrar ataque incendiário

Incêndio destruiu um ônibus, um caminhão e uma retroescavadeira em uma garagem da Prefeitura de Senador Georgino Avelino (Foto: PM/Divulgação)
Incêndio destruiu um ônibus, um caminhão e uma retroescavadeira em uma garagem da Prefeitura de Senador Georgino Avelino (Foto: PM/Divulgação)

G1 – Após dois dias inteiros sem registrar nenhum caso que pudesse ser relacionado aos ataques criminosos que o Rio Grande do Norte vem sofrendo, a Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social do estado confirmou ao G1 que está investigando um incêndio ocorrido na madrugada deste domingo (7) em Senador Georgino Avelino, município distante pouco mais de 50 quilômetros de Natal. As chamas destruíram um ônibus, um caminhão e uma retroescavadeira em uma garagem da prefeitura.

Incêndio destruiu um ônibus, um caminhão e uma retroescavadeira em uma garagem da Prefeitura de Senador Georgino Avelino (Foto: PM/Divulgação)
Um dos veículos queimados foi uma retroescavadeira (Foto: PM/Divulgação)

A garagem fica na zona rural do município, em uma comunidade chamada Carnaúba. “Tudo indica que foi um incêndio criminoso, causado por ação humana, mas ainda não podemos atribuir o ato a nenhuma facção”, informou a Sesed por meio de sua assessoria de comunicação. “A suspeita é de incêndio criminoso, mas o delegado de Polícia Civil da cidade é quem vai investigar o caso e dizer o que aconteceu”, reforçou o tenente-coronel Genilton Tavares, comandante da PM na região.

Os ataques que vêm acontecendo no estado são reivindicados por uma facção criminosa insatisfeita com a instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, cidade da Grande Natal. O primeiro caso aconteceu na tarde do dia 29 de julho, quando um micro-ônibus foi incendiado na BR-101, em Macaíba, também na região Metropolitana da capital potiguar. Em uma semana, a Sesed registrou 107 atos criminosos em 37 cidades. O último atentado havia ocorrido na manhã da quinta-feira (4). Ao longo deste período, 108 pessoas foram presas suspeitas de participação direta ou envolvimento nos ataques.

Os principais alvos dos criminosos são ônibus, carros, prédios da administração pública e bases policiais. Um dos acessos ao Aeroporto Internacional Aluízio Alves, e até mesmo a vegetação do Morro do Careca – um dos principais cartões-postais do estado – também foram alvos dos atentados.

Anos de descaso
Para o secretário da Segurança Pública e da Defesa Social do Rio Grande do Norte, general Ronaldo Lundgren, afirmou que “tudo isso que estamos passando é resultado de anos de descaso, de falta de atenção e de investimentos em segurança pública“.

Em entrevista ao G1, ele também ressaltou que essa onda de ataques só começou porque o Estado, enfim, decidiu retomar o controle dos presídios. “O Estado começou pela Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP), na quinta-feira (28), a eliminar os escritórios do crime. Já nesse mesmo dia, ficamos de prontidão. Na sexta, assim que soube do ataque a um micro-ônibus em Macaíba, determinei que fosse iniciada a Operação Guardião. Essa ação, que envolve todos os órgãos de segurança pública que atuam no Rio Grande do Norte, tem por objetivo minimizar a reação dos criminosos. Avalio, após esse período, que nosso planejamento foi suficiente”.

Ainda segundo Lundgren, os ataques foram cometidos ou tentados por ‘soldados do crime’. “São pessoas que têm dívidas de droga ou que realizaram ou tentaram fazer ataques em troca de R$ 50, R$ 100. Tudo isso a mando de chefes que estavam dentro de presídios. Para comprovar, todos eles tiveram que filmar o momento do ataque. Isso agora nos serve como prova contra eles”.

PM prende universitárias suspeitas de tráfico de drogas na Grande Natal

Quatro tabletes de maconha prensada foram encontrados nas bolsas das universitárias (Foto: PM/Divulgação)
Quatro tabletes de maconha prensada foram encontrados nas bolsas das universitárias (Foto: PM/Divulgação)

G1 – A Polícia Militar prendeu duas universitárias na tarde deste sábado (6) em São Gonçalo do Amarante, cidade da Grande Natal. Com elas, foram apreendidos quatro tabletes grandes de maconha prensada. A droga estava nas bolsas das estudantes.

As jovens, que têm 18 e 19 anos, foram abordadas enquanto caminhavam por uma rua do bairro Golandim. Uma delas, segundo os policiais, demonstrou bastante nervosismo ao perceber a aproximação da guarnição. A reação chamou a atenção. A primeira a ser revistada foi a mais nova. Na bolsa dela os policiais encontraram dois tabletes de maconha. Os outros dois estavam na bolsa da colega. A droga não foi pesada, mas os policias acreditam que cada tablete pese aproximadamente 1 quilo.

As jovens receberam voz de prisão e revelaram que iriam entregar o entorpecente a uma pessoa desconhecida próxima ao local onde foram abordadas. Elas também disseram que adquiriram a droga em Natal, mas não souberam precisar em que local.

Detidas, as duas foram levadas para a Delegacia de Plantão da Zona Norte, onde foram autuadas por tráfico de drogas e permanecem à disposição da Justiça.

Bandidos incendeiam ônibus escolares em Governador Dix-Sept Rosado,RN

governadorG1 – Três ônibus escolares de Governador Dix-Sept Rosado, município da região Oeste potiguar,  foram incendiados na madrugada desta quinta-feira (4). Além desta ocorrência, outras sete  marcaram a sexta noite seguida de atos criminosos no Rio Grande do Norte.

Os ônibus escolares destruídos estavam estacionados no pátio da prefeitura da cidade quando foram incendiados. A polícia informou que ninguém foi preso até o momento. EmMossoró, também na região Oeste, um carro estacionado em frente à Delegacia Especializada em Furtos e Roubos, no bairro de Abolição IV, foi queimado. Por volta de 1h, quatro homens foram presos tentando incendiar um posto da PM no Abolição III.

RN registra quarta noite seguida de ataques criminosos

Em Pendências, ônibus foi totalmente destruído pelas chamas (Foto: Francisco Coelho/Focoelho.com)
Em Pendências, ônibus foi totalmente destruído pelas chamas (Foto: Francisco Coelho/Focoelho.com)

G1 – O Rio Grande do Norte já passa pela quarta noite seguida de ataques criminosos. Entre a noite de segunda (1º) e a manhã desta terça (2), novos atentados aconteceram em Natal e região metropolitana, além de cidades do interior. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim é apontada pelo governo como motivo dos ataques. Desde sexta (29), já foram registrados 74 atentados no estado.

Em Macaíba, na Grande Natal, um carro foi incendiado em uma estrada carroçável. A polícia ainda não sabe se o caso tem ligação com os recentes atentados. Na capital potiguar, criminosos pularam o muro de um depósito da Secretaria Estadual de Saúde (Sesap), localizado na Av. Capitão Mor Gouveia, no Bom Pastor, e incendiaram quatro carros que iriam para leilão. Os bombeiros conseguiram apagar o fogo. Na fuga, os bandidos trocaram tiros com os vigilantes do depósito. Já no bairro do Planalto, dois homens foram presos com um coquetel molotov. Segundo a polícia,a dupla iria atacar a base da PM do bairro. Com isso, chega a 67 o número de presos suspeitos de envolvimento com os ataques que vêm acontecendo no estado.

Em Lagoa Nova, no Seridó potiguar, o alvo foi a garagem da prefeitura. O fogo atingiu uma retroescavadeira e outro veículo. EmPendências, um ônibus escolar estacionado no pátio da Secretaria de Educação foi incendiado.

A delegacia da cidade de Jardim do Seridótambém foi alvo dos ataques. Os criminosos incendiaram veículos estacionados no pátio, mas o fogo também atingiu o prédio. EmTenente Laurentino Cruz, bandidos tentaram incendiar a prefeitura.

Ônibus
Os ônibus urbanos de Natal começaram a sair das garagens às 5h30 desta terça (2). De acordo com o Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Rio Grande do Norte(Sintro/RN), 70% da frota está nas ruas. Nilson Queiroga, consultor técnico do Sindicato das Empresas de Transporte Urbano de Passageiros do Município (Seturn), informou que toda a frota deve estar nas ruas até às 10h e que a situação deve ser normalizada, caso não haja novos ataques criminosos.

Segundo o Seturn, nove ônibus já foram atacados somente em Natal. Os prejuízos já passam dos R$ 2 milhões. A frota de ônibus na capital potiguar é composta por 712 veículos, que são utilizados diariamente por mais de 700 mil pessoas.

Prisões e transferências
Com a prisão dos dois homens na base da PM do Planalto, chega a 67 o número de presos suspeitos de envolvimento com os ataques que vêm acontecendo no estado. Nesta segunda,cinco detentos apontados pelo Governo do Rio Grande do Norte como chefes da facção criminosa que reivindica os ataques foram transferidos para a penitenciária federal de Mossoró.

De acordo com o governador Robinson Faria, os presos transferidos foram identificados pelo setor de inteligência da polícia potiguar após terem celulares monitorados. Ainda de acordo com o governador, outros vinte detentos serão transferidos para presídios federais em breve.

Bases de polícia sofrem novos ataques no Rio Grande do Norte

Em Currais Novos, no Seridó potiguar, quatro carros da Secretaria de Saúde foram incendiados (Foto: PM/Divulgação)
Em Currais Novos, no Seridó potiguar, quatro carros da Secretaria de Saúde foram incendiados (Foto: PM/Divulgação)

G1 – A base da Polícia Militar do bairro Bom Pastor, na Zona Oeste de Natal, foi alvo de tiros na tarde desta segunda-feira (1º). Três homens armados passaram em um Gol prata e dispararam por volta das 16h. Dois policiais estavam no local no momento do atentado, mas ninguém ficou ferido. Bandidos também tentaram incendiar uma base da PM desativada na cidade de Macau na tarde desta segunda. Desde a tarde da última sexta-feira (29) várias cidades do Rio Grande do Norte têm sofrido ataques.

A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Em Macau, segundo a PM, dois homens tentaram incendiar uma base de polícia que estava desativada. O fogo atingiu um carro que estava no local. Dois homens foram detidos para averiguação.

Em entrevista coletiva realizada nesta segunda-feira (1º), o secretário de Segurança Pública e Defesa Social do Rio Grande do Norte (Sesed), general Ronaldo Lundgren classificou os recentes ataques criminosos que o estado vem sofrendo como “atos de terrorismo”. “Na minha concepção, o que estamos vivendo são atos de terrorismo sim. Esses atos visam amedontrar toda a população e acuar as autoridades. Essas pessoas não querem obter lucro econômico, mas sim amedontrar. Não é um grupo terrorista, mas são pessoas que estão fazendo atos de terror. Essa é minha visão, mas depende da interpretação da autoridade policial”, afirmou. “O ciclo vicioso vai ser quebrado no momento em que o Estado dificultar a comunicação entre presos e homens soltos”, disse Lundgren.

De acordo com a Sesed, desde sexta (29), já foram registrados 65 ataques ou atentados no estado. Além dos ataques, nesta segunda, houve fuga de 17 presos do Centro de Detenção Provisória (CDP) da Ribeira, na Zona Leste da capital. Apenas um foi recapturado.

Também na Ribeira, criminosos incendiaram três motos e dois carros no anexo da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (STTU). Bandidos tentaram colocar fogo no Grupamento de Busca e Salvamento do Corpo dos Bombeiros, localizado no bairro de Lagoa Seca. Os bombeiros perceberam a ação e impediram o atentado. Os homens fugiram e deixaram um galão de gasolina para trás.

Uma agência do Banco do Brasil, na Av. Presidente Bandeira, foi atacada. Criminosos atiraram contra o estabelecimento. Cartão-postal da cidade, a vegetação do Morro do Careca, na praia de Ponta Negra, também foi incendiada. Contudo, a polícia ainda não confirma a relação dos dois casos com os recentes ataques criminosos.

Polícia prende um dos líderes do Sindicato do Crime suspeito de coordenar ataques no RN

João Mago foi preso na tarde deste domingo.
João Mago foi preso na tarde deste domingo.

P.B.O – A Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed) prendeu na tarde deste domingo (31), João Maria dos Santos de Oliveira, de 32 anos, mais conhecido como “João Mago”. De acordo com o Setor de Inteligência da Sesed, ele é um dos líderes do Sindicato do Crime do RN, grupo criminoso apontado como articulador dos ataques registrados desde sexta-feira (29), em vários pontos de Natal e Região Metropolitana.

A prisão foi realizada em um condomínio residencial no bairro de Nova Parnamirim, Grande Natal. Na casa do suspeito, a polícia apreendeu R$ 300 mil em espécie, tabletes de crack e celulares. O suspeito foi levado para a 4ª Delegacia de Polícia, em Mãe Luíza.

FOTO: DIVULGAÇÃO / SESED

João Maria dos Santos é foragido da Penitenciária Estadual de Parnamirim (PEP) desde dezembro de 2015, quando escapou usando um falso alvará de soltura. Ele cumpria pena pelos crimes de latrocínio, roubo majorado e formação de quadrilha.

Após ataques, Urbana suspende coleta de lixo em Natal

whatsapp_image_2016-07-30_at_14.20.03
Carro da Urbana foi incendiado durante ataque no bairro de Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal (Foto: Michelle Rincon/ Inter TV Cabugi)

A Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana) suspendeu os serviços de limpeza da cidade neste sábado (30). De acordo com uma nota emitida pela Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Natal, a decisão pela suspensão foi tomada após um carro da companhia ser incendiado no bairro de Mãe Luíza, na Zona Leste de Natal.

A capital potiguar vem sendo alvo de ataques desde a tarde dessa sexta-feira (29), quando detentos do sistema prisional do estado ordenaram que facções criminosas realizassem ataques em massa em todo o estado. Até as 17h deste sábado, pelo menos 35 ataques ataques a prédios públicos e veículos do transporte público foram contabilizados pelo Gorveno do Estado. A instalação debloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados.

Ainda de acordo com a Urbana, a decisão de suspender a coleta de lixo neste sábado foi tomada para preservar a integridade física dos trabalhadores e evitar novos prejuízos. Na nota, a companhia ainda recomenda que as pessoas não coloquem o lixo para fora de casa até que a coleta seja normalizada.

Do G1

 

Natal registra novos ataques a ônibus; frota é recolhida

onibus
Três ônibus foram incendiados neste sábado em Natal (Foto: Alisson Emanuel de Oliveira Fagundes)

A capital potiguar registrou novos ataques a ônibus neste sábado. Por volta das 14h criminosos atearam fogo em três ônibus no terminal de Brasília Teimosa, na Zona Leste de Natal. Pelo menos 24 veículos, incluindo carros e ônibus, foram alvos de ataques desde o início da tarde desta sexta (29). O estado já registra 35 ataques. A instalação de bloqueadores de celular na Penitenciária Estadual de Parnamirim, na Grande Natal, é apontada pelo governo como motivo dos atentados. De acordo com a Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), 25 suspeitos de envolvimento nos ataques foram presos até as 13h deste sábado (30).

Um carro também foi incendiado na tarde deste sábado e, Mãe Luíza, na Zona Leste da capital. De acordo com a PM, um homem armado mandou o motorista descer e ateou fogo no carro que ficou completamente queimado. O motorista não se feriu.

Já na praia de Maracajaú, no município de Maxaranguape, foi o posto policial que foi alvo de criminosos que jogaram um coquetel molotov na entrada do local. O fogo foi controlado rapidamente e ninguém ficou ferido.

Após os ataques no terminal de Brasília Teimosa neste sábado, os ônibus começaram a ser recolhidos das ruas por volta das 15h. Mais cedo o governo havia confirmado 32 ataques em dez cidades do estado. Com o incêndio dos ônibus, o carro queimado em Mãe Luíza e o ataque ao posto policial de Maracajaú o número passa para 35 em 11 cidades.

De acordo com o governo, os ataques aconteceram em Natal, São Gonçalo do Amarante, Parnamirim, Macaíba, Mossoró, Caicó, Currais Novos, Florânia, Santa Cruz e Jardim de Piranhas. A Secretaria de Segurança Pública preferiu não detalhar os locais e número de veículos queimados e depredados, mas, de acordo com um levantamento do G1, pelo menos 24 veículos foram alvos de bandidos.

Bandidos queimam ônibus em motim contra governo do RN

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706Os motins são realizados por convocação de dentro dos presídios do Estado.

Os bandidos que se sentiram prejudicados, pelo fato de o governo (RN) ter colocado bloqueadores de celulares no Presídio de Parnamirim – o PEP -, estão comandando um ataque aos ônibus e prédios públicos.

Vejam ônibus incendiado

Secretário de Segurança Pública concederá entrevista coletiva

ludgren-2

O secretário da Segurança Pública do Rio Grande do Norte, Ronaldo Lundgren, recebe a imprensa às 17h, desta sexta-feira (29), na sede da Secretaria do Estado de Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed), localizada no Centro Administrativo, em Natal. Ele vai tratar sobre os fatos ocorridos nesta tarde na Região Metropolitana, a partir da tensão criada no sistema prisional.

Bandidos tocam fogo em ônibus mas Sejuc garante que ataque não partiu de dentro de presídios

img_7629

Bandidos tocaram fogo em um microônibus agora no começo da tarde na saída de Macaíba para Natal.

Não foi constatado que o crime partiu de dentro de algum presídio onde o Governo começa hoje a bloquear sinais de celulares.

Os bandidos pediram parada, o ônibus atendeu, eles entraram, mandaram os passageiros sair e tocaram fogo no veículo.

Os dois responsáveis pelo ato fugiram em uma moto.

Desde cedo que a Secretaria de Justiça faz transferências de presos.

A ordem é: sem telefone e com destino ignorado.

Fonte: Thaisa Galvão