Category: Policial

Policial civil acusado de matar colega em Natal é preso no sertão de PE

tiberio1
Tibério Vinícius

G1 – O policial civil Tibério Vinícius Mendes de França, acusado pela morte do também policial civil Iriano Serafim Feitosa, foi preso pela Polícia Federal na cidade de Cabrobó, no sertão de Pernambuco. Iriano foi assassinado a tiros no dia 3 de fevereiro deste ano no conjunto Cidade Satélite, na Zona Sul de Natal. Tibério, de acordo com a PF, foi preso em flagrante portando documento falso.

Os detalhes da prisão de Tibério só serão repassados à imprensa nesta sexta-feira (29). “A prisão está confirmada. Ele se identificou com um documento falso. Não podemos adiantar outros detalhes porque o policial civil ainda está depondo. Todas as informações sobre a prisão serão repassadas nesta sexta”, falou ao G1 um policial federal de Pernambuco.

Tibério estava foragido desde o dia 17 de junho, quando fugiu da prisão dentro do mesmo terreno onde funciona o quartel do Bope, a cavalaria e o canil da PM, na Zona Norte da cidade. À época, a Secretaria de Segurança Pública do Rio Grande do Norte (Sesed) informou que estava apurando a fuga e que o policial era considerado fugitivo da Justiça.

Ainda de acordo com a Sesed, Tibério foi visto pela última vez durante uma contagem de presos feita pela manhã do dia 17 de junho. Naquele mesmo dia, seria realizada a audiência de instrução e julgamento do policial pelo assassinato de Iriano. A Sesed informou que quando uma equipe da Divisão Especializada em Investigação e Combate ao Crime Organizado (Deicor) foi buscá-lo para a audiência, por volta das 10h, Tibério já não estava mais dentro da prisão.

No dia seguinte à fuga, a viúva de Iriano Feitosa disse ao G1 que se sentia medo constante. “O medo é constante, permanente. Ele já matou meu marido e atentou contra a minha vida. Nada o impede de me procurar e tentar mais uma vez me matar. Com esse criminoso solto, quem está presa agora sou eu”.

Tibério havia sido preso no dia 22 de março. O policial também é apontado pela Polícia Federal como suspeito de envolvimento com grupos de extermínio, investigação que faz parte da operação Thanatus, deflagrada em dezembro do ano passado.

Relembre o caso
Iriano foi morto no dia 3 de fevereiro quando dirigia o carro dele pela Av. Xavantes, no conjunto Cidade Satélite, Zona Sul de Natal.

Esposa do policial, a advogada Ana Paula Nelson contou que estava no carro no momento do atentado. “Acho que o crime não foi planejado para ser ali, daquela forma. Esse policial se aproveitou de um descuido do meu marido. Ele se aproximou sozinho em uma moto e, sem parar, efetuou vários disparos. Como os tiros foram do lado onde estava o Iriano, ele foi atingido mais vezes e eu acabei sendo baleada duas vezes”, lembrou.

Câmeras de segurança registraram a execução. O vídeo (veja acima) mostra o momento em que o o carro de Iriano reduz a velocidade para passar por uma lombada. Um motociclista fica ao lado do carro e efetua vários disparos de arma de fogo. Iriano morreu minutos após dar entrada no pronoto-socorro Clóvis Sarinho, em Natal. A advogada Ana Paula Nelson, viúva de Iriano, foi atingida por dois tiros – um na perna e outro no quadril.

 Iriano Serafim Feitosa estava dirigindo o carro, ao lado da esposa, quando foi baleado (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Iriano Serafim Feitosa estava dirigindo o carro, ao lado da esposa, quando foi baleado (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

PF do Rio prende suspeito de ligação com terrorismo

alx_policia-federal-lava-jato-operacao26_original2-e1469193051756

Veja – A Polícia Federal do Rio de Janeiro prendeu nesta quarta-feira um homem suspeito de ter ligações com o terrorismo. De descendência libanesa, Chaer Kalaoun, de 28 anos, foi detido em sua casa no município de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense,  e encaminhado à sede da PF no Rio,  onde permanece até a manhã desta quinta-feira.

A prisão aconteceu a apenas nove dias da cerimônia de abertura da Olimpíada, que começa no dia 5 de agosto.  O advogado de Kalaoun, Edison Ferreira, disse que seu cliente foi preso por causa de uma postagem no Facebook na qual lamentou a destruição de uma mesquita por um atentado terrorista.

Segundo Ferreira, Kalaoun é brasileiro, muçulmano, trabalha no ramo de comércio de roupas e já morou na adolescência no Líbano. “A Polícia não tem nenhuma acusação contra ele. Só pediram a prisão temporária para investigações preliminares. Mas não fizeram nenhuma busca na casa dele, nem apreenderam nenhum elemento de interesse criminal”, disse o advogado. Em 2014, o suspeito havia sido preso por porte ilegal de arma.

A PF foi procurada, mas ainda não forneceu nenhum detalhe sobre a prisão.

Motorista de ônibus leva facada em Natal; rodoviários protestam

onibus_2G1 – Um motorista de ônibus de 27 anos, e com pouco mais de cinco meses de serviço, foi esfaqueado durante um assalto na noite desta quarta-feira (27) na Zona Norte de Natal. Os ladrões fugiram. Revoltados com a violência, rodoviários fecharam uma das avenidas mais movimentadas da região e interromperam o trânsito. O sindicato da categoria prometeu fazer uma assembleia na manhã desta quinta (28) para se posicionar sobre o ocorrido.

Segundo a Polícia Militar, o crime aconteceu na Av. Felizardo Moura, próximo da ponte de Igapó. David Flávio Fernandes da Silva trabalha na empresa Guanabara. Ele fazia a linha 05 (Vale Dourado/Petrópolis) e parou o ônibus para dois rapazes entrarem. Já dentro do veículo, a dupla anunciou o assalto e começou a ameaçar os passageiros com uma faca. O motorista tentou se defender, mas foi golpeado. Os ladrões fugiram correndo.

A facada atingiu um dos braços e axila de David, que acabou perdendo muito sangue. Uma ambulância que passava pelo local prestou socorro e o motorista foi levado ao Hospital Santa Catarina. Em razão da gravidade, depois foi transferido para o Pronto-Socorro Clóvis Sarinho, onde passou por cirurgia. Por telefone, a mãe de David falou que ele está fora de perigo.

A PM ainda fez buscas pelos criminosos, mas nenhum suspeito foi encontrado.

Na Av. João Medeiros Filho, mais de 20 ônibus bloquearam o trânsito (Foto: Clayton Carvalho/Inter TV Cabugi)
Na Av. João Medeiros Filho, mais de 20 ônibus bloquearam o trânsito (Foto: Clayton Carvalho/Inter TV Cabugi)

Logo após a ocorrência, ainda antes das 22h, rodoviários de pelo menos três empresas fecharam a Av. João Medeiros Filho, em frente a Delegacia de Plantão da Zona Norte. Mais de 20 ônibus bloquearam o trânsito. A interrupção causou um grande congestionamento na região. A PM foi chamada e conseguiu controlar os ânimos.

Polícia Civil divulga vídeo que mostra momento que criança é assassinada nas Rocas

Luís Davi Andrade Santos (Foto: Arquivo da família
Luís Davi Andrade Santos (Foto: Arquivo da família

A Polícia Civil divulgou imagens que mostram o momento em que Luís Davi Andrade dos Santos, de 3 anos, é morto a tiros por criminosos no bairro das Rocas, na Zona Leste de Natal. O crime aconteceu no dia 29 de março deste ano, no entanto o vídeo só foi divulgado nesta segunda-feira (25).

As imagens foram filmadas por uma câmera de segurança na rua Belo Horizonte e mostram o momento em que um carro tranca a motocicleta em que o menino estava com o pai.

Na sequência, os criminosos que estavam no carro abrem fogo e acertam a criança, que cai no chão. O vídeo ainda mostra um dos bandidos perseguindo o pai do menino, que consegue fugir. De acordo com a polícia, o pai foi atingido em uma das pernas e nas nádegas.

O menino ainda foi socorrido, mas morreu na madrugada do dia 30 de março após passar por uma cirurgia na UTI Pediátrica do Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel. Luís Davi foi baleado na cabeça. A polícia acredita que os tiros eram para o pai da criança.

Criminosos usam explosivos e ônibus para roubar cofre no RN

Sequência de imagens mostra momento em que bandidos usam dinamite para explodir cofre do posto de gasolina (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)
Sequência de imagens mostra momento em que bandidos usam dinamite para explodir cofre do posto de gasolina (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)

G1 – Imagens das câmeras de segurança de um posto de gasolina da Grande Natal captaram a ação de uma quadrilha de criminosos na madrugada da última segunda-feira (18). Armados, os criminosos usam explosivos e até mesmo um ônibus para tentar derrubar a parede do escritório onde o cofre do posto estava guardado. O video foi divulgado pelos proprietários do posto apenas nesta quarta-feira (20) com exclusividade para a Intet TV Cabugi.

Nas imagens, é possível ver o momento em que os criminosos chegam em um carro preto e rendem os funcionários do posto. Com armas longas, os criminosos disparam para intimidar os funcionários.

De acordo com testemunhas, pelo menos dez criminosos participaram da ação. Outro carro estaria dando apoio aos homens que aparecem nas imagens, mas não foi captado pelas câmeras.

Após render funcionários e clientes, os criminosos usam explosivos para derrubar uma parede do escritório do posto de gasolina. De acordo com funcionários, no local ficava o cofre do posto. As câmeras captaram o momento da explosão. Na sequência, os homens voltam ao local, mas percebem que não conseguiram o objetivo.

É neste momento que um dos clientes do posto, um motorista de ônibus é rendido e obrigado a bater com o ônibus na parede. Ameaçado com uma arma na cabeça, o homem é obrigado a obedecer os bandidos. Ele bate três vezes contra a parede, até que os homens o mandam parar.
Quadrilha também usou ônibus para derrubar parede do escritório do posto de gasolina (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)
Quadrilha também usou ônibus para derrubar parede do escritório do posto de gasolina (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)

Os bandidos ainda tentam abrir o cofre. Sem sucesso, eles entram no carro em que chegaram e fogem do local. De acordo com os donos do posto, os criminosos fugiram apenas com R$ 800 que estavam no caixa. O crime vai ser investigado pela Polícia Civil investiga o caso Divisão de Combate ao Crime Organizado (Deicor) da Polícia Civil.

Veja o vídeo no G1

Pichação em escola depredada incita morte de policiais no RN: ‘Nossa meta’

matar_os_policia
Pichação incitando a morte de PMs foi encontrada dentro de escola depredada na Grande Natal (Foto: Reprodução/ Inter TV Cabugi)

Do G1 – ‘Matar os policia é a nossa meta’ (sic), ‘Aqui não é lugar de escola, aqui é lugar de ladrão’, ‘Vega vai morre’ (sic). Essas são algumas das pichações encontradas dentro da Escola Municipal Limírio Cardoso D’ávila, em Parnamirim, cidade da Grande Natal. Alvo de vândalos desde a quinta-feira passada (14), a escola já foi totalmente depredada e saqueada. Livros didáticos também foram destruídos, incendiados.

De acordo com a Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), a apuração dos fatos ocorridos na escola está sendo feita com “urgência e rigor”. Ainda de acordo com a Sesed, o Instituto Técnico Científico de Perícia (Itep) já realizou uma vistoria no local para listar os danos.

Segundo o delegado Júlio Lima, responsável pelas investigações, imagens filmadas dentro da escola durante as depredações ajudaram a polícia a identificar os suspeitos pelos crimes. Dez pessoas já foram ouvidas e outras dez serão indiciadas. Um suspeito foi detido.

“São crimes de dano qualificado contra o patrimônio público, que vai até 3 anos, de furto qualificado, que vai até 8 anos, e até mesmo de incêndio, que vai até 6 anos se for na modalidade mais básica. Então são crimes gravíssimos”, disse o delegado.

Ainda nesta terça (19), parte do material furtado foi recuperado em 10 casas e terrenos na cidade. Ainda de acordo com a Sesed, grades, telhas, coberturas de pvc, portões, tubulações, um vaso sanitário, cadeiras e material de expediente foram recuperados e levados até um depósito da Prefeitura de Parnamirim.

A Secretaria de Segurança ainda orienta que as pessoas que tenham participado do ato e levado materiais da escola que devolvam os produtos a fim de evitar mais complicações com a Justiça.

Polícia investiga negligência de PMs

Por meio de nota, a Sesed também informou que o Comando da Polícia Militar determinou a intensificação do policiamento na área e abriu uma sindicância para apurar possíveis atos de negligência por parte de suas equipes.

Na manhã desta segunda-feira (18), um vídeo divulgado pelo jornal Tribuna do Norte mostra o momento em que um garoto deixa a escola com um carrinho carregado com telhas de PVC.O garoto passa andando na frente de um PM, mas não é impedido de levar o material.

Professores protestam contra depredação
Ainda nesta terça, professores protestaram em frente à Prefeitura de Parnamirim. O movimento tinha como intenção denunciar as ameaças e a sensação de insegurança que, segundo profissionais, fazem parte da rotina das escolas do município.

“A gente quer resposta. Aquelas pessoas precisam ser punidas, precisam ressarcir aquilo que de lá elas tiraram porque aquilo é um bem público, é um bem nosso. A escola pública é muito cara. Nós pagamos impostos para que ela funcione”, disse a coordenadora Rosymary de Oliveira.

“Não é só a indignação, é o medo em que a gente vive nessa sociedade. Dentro das escolas não foge a regra e a gente precisa fazer algo para mudar”, declarou o professor Flávio Vieira.

Depredações em outras escolas

escoladepredada
Apesar do caso da escola Limírio Cardoso D’ávila ter sido o mais emblemático em razão da destruição, outras escolas do município também estão sendo alvos de atos de vandalismo.

Na segunda-feira (18), funcionários da Escola Municipal Maria Fernandes Saraiva, localizada a menos de 1 quilômetro da E.E. Limírio Cardoso, encontraram vidraças da porta da frente quebradas e lâmpadas arrancadas. Os vândalos também ligaram o hidrante da escola, esvaziando a caixa d’água. O horário de aulas teve que ser encerrado às 9h por falta de água para fazer a merenda dos alunos.

De acordo com a direção da escola, pelo menos cinco ataques já foram registrados neste ano. Em um deles, seis salas de aula foram completamente destruídas. Segundo um funcionário que preferiu não se identificar, a situação é mais crítica aos finais de semana.

Fundo do Poço: Vigilante foi morto por delatar alunos de escola depredada no RN, diz MP

S.O.S Governadooooooooor!

teto

G1- Depredada e saqueada por vândalos desde a quinta-feira (14), a escola Límirio Cardoso, em Parnamirim, foi alvo de um inquérito civil do Ministério Público do Rio Grande do Norte em junho deste ano. De acordo com a ata da audiência, situações graves foram observados dentro da escola e até mesmo o assassinato de um porteiro da escola estaria ligado a delitos cometidos por alunos dentro do ambiente escolar.

De acordo com a ata da audiência, o inquérito foi instaurado para tratar da ‘grave situação’ da escola Limírio Cardoso. Dentre os motivos apontados pelo MP está a morte de um porteiro da escola, assassinado em janeiro deste ano com seis tiros.

Segundo o que consta na ata, o homicídio está “ligado ao fato de (o porteiro) ter delatado alunos da escola pela prática de roubo”. Além do assassinato do porteiro, o carro de um coordenador da escola também teria sido depredado por alunos em maio deste ano.

Da audiência, uma série de 10 medidas emergenciais foi acordada entre o MP e as autoridades da educação. Uma audiência de continuação foi marcada para o dia 28 deste mês, no entanto, a escola foi completamente destruída e incendiada antes da data.

Depredação, saques e incêndio
A escola Limírio Cardoso é alvo de depredações desde a última quinta-feira (14), quando vândalos começaram a depredar a escola. Toda a estrutura física da escola foi danificada até o sábado, quando parte da escola foi incendiada. Livros foram usados para fazer o fogo.

Além da destruição e do incêndio, parte da população aproveitou para roubar a escola. Carteiras, mesas, computadores, armários, pedras de mármore, fios de cobre, forro de PVC, telhas e até o portão da escola foram roubados.

Escola de Parnamirim fica totalmente destruída após saques e depredações

noticia_143787

A Escola Municipal Limírio Cardoso Dávila, localizada em Parnamirim, na Grande Natal, sofreu uma série de saques e depredações desde a última quinta-feira (15). Vândalos atearam fogos em livros didáticos e carteiras, além de terem depredado e saqueado a unidade de ensino.

Mesas, cadeiras, armários, fios de cobre e até o portão da escola foram roubados em plena luz do dia. De acordo com Corpo de Bombeiros, os vândalos atearam fogo na instituição por volta das 21h40. Na manhã desta segunda-feira (18), a equipe de reportagem do Nominuto.com esteve no local e flagrou o cenário de destruição. Confira o vídeo.

limirio-h2

A equipe do portal flagrou a Polícia Civil prendendo um homem que foi detido após roubar telhas da escola. No local, motoristas e motociclistas passavam e paravam para observar a destruição. Na rua onde fica localizada a escola, muitas crianças e adolescentes foram vistos nas calçadas.

Segundo o secretário de educação de Parnamirim, José Rildo Martins, a depredação da escola pode ter sido motivada pela saída do antigo diretor de coordenação – que teria saído após professores reclamarem da postura dele com os alunos.

Docentes chegaram a revelar que o antigo diretor permitia que os alunos fizessem o que quisessem. Apesar disso, alguns vândalos disseram que os atos ocorreram porque a população tomou conhecimento que a escola seria fechada.

Nominuto.com

Após briga em jogo de futebol, mãe e filha são queimadas dentro de casa

mossoro21

Uma dona de casa de 42 anos e uma filha dela cadeiranrte, de 15 anos, sofreram queimaduras pelos corpos após bandidos atearem fogo na casa delas na cidade de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte. O crime teria sido motivado por uma briga de um filho deDeuzilene Antônia da Silva em uma partida de futebol. O atentado aconteceu na quinta-feira (14).

Segundo Deuzilene, os criminosos pretendiam colocar fogo em um filho dela, de 22 anos, que se envolveu em uma briga na terça-feira (12). Esse filho dela teria dado uma facada em um homem nessa confusão. “Certamente eles queriam colocar gasolina no meu filho e tocar fogo. Como não encontraram, resolveram se vingar em mim e minha filha, que é especial”, conta. O filho da dona de casa, no momento do ataque, estava na casa de um parente para evitar um novo confronto com os rivais.

O atentado aconteceu no residencial Santa Júlia. A casa de Deuzilene tem dois quartos, sala e cozinha, e é forrada com PVC. A dona de casa e a filha, na sexta-feira, foram transferidas para o Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel, em Natal. As duas se tratam de queimaduras no rosto, braços e em parte das costas e pernas. “Dói muito”, diz Deuzilene.

O ataque foi feito por quatro suspeitos, que estavam numa moto e numa caminhonete Hilux. Segundo ela, dois invadiram a residência quebrando a porta dos fundos e renderam o marido dela na porta do quarto. Enquanto isso, o outro espalhava gasolina nos compartimentos da casa, ateando fogo em seguida.

“A gente entrou em desespero. Eu saí da cama onde estava e me abracei com a minha filha, que é portadora de necessidades especiais, na outra cama. Quando o fogo subiu rapidamente, tentei sair do quarto levando minha filha, mas o homem me empurrou de volta no fogo. Eu caí de lado nas chamas e queimei braço, parte do rosto, perna e as costas”, relatou a dona de casa.

A filha dela teve o rosto, costas, braços e pernas queimados. Após atearem fogo, os bandidos ameaçaram a família de morte, caso revelasse os nomes deles, e fugiram. O marido de Deuzilene puxou a filha pelas pernas e, depois, fez o mesmo com a mulher.

Os vizinhos ajudaram a apagar o fogo. O Corpo de Bombeiros e a Policia Militar também ajudaram. A casa ficou totalmente danificada. O forro de PVC ficou destruído, apenas com os arames pendurados. O caso será investigado pela equipe do 2º Distrito Policial de Mossoró.

Do G1

Ex- policial militar é executado na Zona Oeste de Natal

Ex-PM José Gomes foi morto a tiros em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Ex-PM José Gomes foi morto a tiros em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

O ex-policial militar José Pereira da Silva Gomes, de 46 anos, foi executado com vários tiros na tarde deste sábado (16). O crime aconteceu na rua Campina Grande, no bairro Cidade da Esperança, zona Oeste de Natal. “Zeca Armeiro”, como era mais conhecido, tinha sofrido um atentado há uma semana no mesmo local.  Um homem em uma caminhonete teria cometido o crime. O paradeiro dele é desconhecido.

De acordo com o a delegada Jamile Alvarenga da DHPP (Divisão de Homicídios e Proteção a Pessoa), a vítima já tinha sido presa durante uma operação realizada pela Polícia Civil em 2012. “Não sabemos ainda o que pode ter motivado a execução, mas colhemos informes dando conta que ele sofreu um tiro na mão efetuado possivelmente pelos mesmos suspeitos que cometeram o assassinato”, disse.

Uma das filhas do ex-policial disse que o pai dela não vinha recebendo ameaças e que ele trabalhava atualmente como soldador. O caso será investigado pela Divisão de Homicídios.

Três morrem em confronto com a polícia durante operação no Oeste do RN

aaaaa

Três homens morreram em confronto com a polícia durante uma operação conjunta das polícias Militar e Civil em Umarizal, na região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com a PM, os três suspeitos reagiram a abordagem dos policiais e foram baleados. A operação começou na noite desta quinta-feira (14) e continuou nesta sexta-feira (15).

De acordo com a PM, o primeiro suspeito foi morto na noite desta quinta nos arredores da cidade. O homem identificado como Tálisson Júnior foi morto após reagir a uma abordagem dos policiais nos arredores do município.

Segundo um comunicado da Secretaria Estadual de Segurança Pública e Defesa Social (Sesed), durante a abordagem ao primeiro suspeito, um grupo criminosos reagiu, de forma que a operação foi mantida e recebeu o reforço do helicóptero Potiguar 01.

Na manhã desta sexta, outros dois homens morreram em confronto com os policiais.  Segundo a PM, Gustavo da Silva Nogueira e Érico Soares Lopes reagiram a  abordagem, entraram em confronto com os policiais e morreram a caminho do hospital.

Outro suspeito também foi baleado e até a publicação desta matéria continuava internado no Hospital Regional Tarcísio Maia em Mossoró. Com os homens também foram apreendidas armas e munições.

PF prende suspeitos de fraude contra o INSS em Angicos, RN

documentos

A Polícia Federal deflagrou nesta quinta-feira (14), em Angicos, na Região Central Potiguar, a Operação La Gitana, visando investigar fraudes cometidas na concessão de benefícios previdenciários. A operação é resultado da Força Tarefa Previdenciária composta pela PF e a Representação da Assessoria de Pesquisa Estratégica de Gerenciamento de Risco (REAPE/RN).

Três pessoas foram presas em flagrante suspeitas de estelionato e formação de quadrilha: um ambulante, paraibano, 26 anos; um auxiliar de cozinha, 46 anos e uma dona de casa, 65 anos, ambos potiguares. O nome da operação, traduzido para o espanhol, refere-se ao fato de que a principal acusada é de origem cigana.

Há dias, os suspeitos haviam dado entrada em requerimentos distintos utilizando-se de documentos que, após analisados pelos funcionários do INSS, levantou-se fortes indícios de que poderiam ser falsificados devido, principalmente, ao fato de que todos haviam sido expedidos com data recente e apresentavam o mesmo endereço residencial, dentre outras irregularidades.

Acionada, a PF deslocou uma equipe até Angicos e deu voz de prisão ao três suspeitos no interior da agência do INSS, no exato momento em que eles tentavam receber, indevidamente, os benefícios assistenciais da Lei Orgânica de Assistência Social (LOAS), que ampara pessoas idosas ou deficientes.

Os suspeitos receberam voz de prisão e foram conduzidos para a superintendência da PF em Natal. Após autuação, o trio permanece custodiado, à disposição da Justiça.
A PF informa, ainda, que as investigações serão sequenciadas visando apurar se existem outras pessoas envolvidas neste tipo de modalidade criminosa naquela região.

PF cumpre mandados e apura lavagem de dinheiro em Parnamirim

parna1

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta sexta-feira (15), na região metropolitana de Natal, a operação Pequeno Rio, destinada a apurar atos de corrupção e lavagem de dinheiro atribuídos a um ex-secretário de Parnamirim. A ação também tem por objetivo reunir provas de corrupção ativa, relacionadas a contratos diversos celebrados entre empresas e o município.

Na ação, a PF mobilizou 65 policiais e cumpre 13 mandados judiciais de busca e apreensão em Natal e em São Paulo. O batismo da operação, traduzido da expressão “Paranãmirim”, em tupi-guarani, é alusivo ao significado do nome da cidade onde ocorreram os fatos.

A investigação teve início com a notícia de que o então secretário apresentava um patrimônio expressivo e incompatível com os seus rendimentos.

Como a Promotoria de Defesa do Patrimônio Público de Parnamirim já tinha procedimento investigativo sobre o caso, a Polícia Federal, obteve o compartilhamento de dados com o Ministério Público do RN. Além disso, reuniu indícios de corrupção passiva do investigado, supostamente praticada no interesse de uma empresa contratada pelo município de Parnamirim, a partir de repasses de recursos federais.

A apuração preliminar veio confirmar as suspeitas, tendo ainda sido constatado que parte dos bens do ex-secretário estaria em nome de terceiros.

Com a instauração do inquérito policial, ao longo da investigação, surgiram, evidências de que o investigado, com certa regularidade, também recebia vantagem indevida de outras fontes.

G1

Preso atualiza rede social, Sejuc descobre e apreende celulares no RN

preso

O serviço de inteligência da Secretaria de Justiça e da Cidadania (Sejuc) do Rio Grande do Norte descobriu que um preso estava fazendo uso de um aparelho celular conectado à internet para atualizar a página dele no Facebook. Uma revista foi feita na cela em que ele está custodiado, em Natal, e seis telefones foram encontrados e apreendidos. Uma sindicância foi aberta e o detento deve ser punido administrativamente.

preso_EWl2CHV

Suspeito de tráfico de drogas, Mateus Lima da Silva, de 19 anos, está preso desde março deste ano no Centro de Detenção Provisória do Potengi, na Zona Norte de Natal. De lá, desde o dia 9 de abril, ele postava fotos, escrevia declarações de amor, reflexões, lamentava os erros cometidos e ainda criticava as leis brasileiras.

Diretora do CDP, Anne Karine contou ao G1que assim que recebeu a informação sobre as atualizações que o preso vinha fazendo foi realizada uma busca minuciosa na unidade. A revista foi feita na tarde desta terça-feira (12). Além do telefone do preso, outros cinco aparelhos celulares foram encontrados. “O Mateus, assim como os demais donos dos celulares, responderão a sindicâncias e serão punidos administrativamente”, afirmou.

“Nosso serviço de inteligência não descansa. Estamos monitorando todas as páginas que os presos mantêm em redes sociais. Qualquer anormalidade é logo investigada. Foi o que aconteceu neste caso. Assim que percebemos que ele estava atualizando o Facebook dele, agimos rápido”, ressaltou o secretário Wallber Virgolino, titular da Sejuc.

Policiais frustram fuga na Penitenciária de Alcaçuz

Policiais-da-CIPAM-frustram-fuga-na-Penitenciária-de-Alcaçuz-1-750x422

Policiais da Companhia Independente de Proteção Ambiental (CIPAM) conseguiram frustrar na madrugada desta quarta-feira (13) mais uma fuga na Penitenciária Estadual de Alcaçuz, em Nísia Floresta. Os militares realizavam o policiamento quando visualizaram três apenados tentando passar pelo muro da unidade e conseguiram coibir a ação. Os três apenados foram apresentados a diretoria da unidade prisional.