Category: Policial

Miss é encontrada morta em cidade do interior potiguar

Emilly Medeiros foi eleita miss São João do Sabugi em 2015 (Foto: Arquivo Pessoal)
Emilly Medeiros foi eleita miss São João do Sabugi em 2015 (Foto: Arquivo Pessoal)

A miss de São João do Sabugi Emilly Medeiros, de 17 anos, foi encontrada morta na manhã desta quinta-feira (11). O corpo da jovem foi encontrado por seu pai dentro do quarto.

Emilly Medeiros estudava produção têxtil no campus de Caicó do Instituto Federal do RN (IFRN). Ela foi eleita miss São João do Sabugi em 2015. A polícia investiga a possibilidade de suicídio.

São João do Sabugi fica na região Seridó do Rio Grande do Norte.

 

Do G1

Homens são mortos a tiros no quintal de uma creche em Ceará-Mirim, RN

pm_6FMl2baG1 – Corpos de dois homens, assassinados com tiros na cabeça, foram encontrados na manhã desta quarta-feira (10) no quintal de uma creche em Ceará-Mirim, município da Grande Natal. Segundo a Polícia Militar, as vítimas ainda não têm identificação, mas seriam bolivianos que trabalham numa usina de energia eólica.

De acordo com o cabo Jocean Pedro, da companhia de polícia de Ceará-Mirim, os corpos foram encontrados quando funcionários abriram a creche, que fica na travessa Capitão José da Penha. “Moradores da vizinhança disseram que ouviram barulhos de tiros ainda na madrugada, mas ninguém saiu de casa para ver o que era. Quando o dia amanheceu, os funcionários que abriram a creche para lavar o prédio se depararam com os dois corpos estirados no quintal. Eles podem ter corrido para dentro da creche para fugir dos assassinos, porque a creche sempre fica com os portões abertos”, relatou o policial.

Execução na Redinha
Homens armados invadiram duas casas na manhã desta quarta-feira (10) na comunidade da África, no bairro da Redinha, Zona Norte de Natal. Em uma delas, um jovem de 23 anos, identificado como Jeferson Miguel do Nascimento, foi executado com tiros na cabeça. Na outra, um homem de 30 anos foi baleado no peito, mas conseguiu correr. Ele pulou o muro e escapou ao se esconder na residência de um vizinho. Ninguém foi preso.

Violência
A quantidade de pessoas mortas no período do carnaval deste ano no Rio Grande do Norte já é maior que o número de assassinatos registrados ao longo do carnaval de 2015. No ano passado, em todo o período de festas, foram contabilizados 18 homicídios em todo o estado. Este ano, com a morte registrada na manhã desta quarta-feira (10) na Redinha e o duplo homicídio em Ceará-Mirim, pelo menos 24 pessoas foram assassinadas desda a sexta-feira passada, dia 5.

PM registra assassinatos em Natal, Macau, Tangará e Nísia Floresta

Em Macau, crime aconteceu na rua Feliciano Tetéo, no bairro Porto de São Pedro (Foto: Divulgação/PM)
Em Macau, crime aconteceu na rua Feliciano Tetéo, no bairro Porto de São Pedro (Foto: Divulgação/PM)

G1 –  

A Polícia Militar registrou sete homicídios entre a tarde do sábado (6) e a madrugada deste domingo (7) no Rio Grande do Norte. Destes, três foram na capital, dois na praia de Barreta, no município de Nísia Floresta, um em Tangará e outro em Macau. Ninguém foi preso.

A primeira vítima, ainda de acordo com a PM, foi um adolescente morto a tiros na tarde do sábado. O crime aconteceu na rua Antônia de Morais, no Loteamento Jardim Progresso, na Zona Norte de Natal. Wesley Carlos Moreira da Silva tinha 16 anos. A polícia esteve no local, mas não conseguiu informações sobre a autoria ou mesmo da motivação do crime.

Já na madrugada deste domingo, um homem também foi morto a tiros na Zona Norte de Natal. O crime foi na rua Cartagena, no Loteamento Boa Esperança, no bairro de Lagoa Azul. A polícia também não sabe quem matou nem porquê. A vítima sequer foi identificada até o momento.

O terceiro homicídio ocorrido em Natal foi no bairro de Cidade da Esperança, na Zona Oeste. Marcelo Tavares de Almeida, de 22 anos, foi morto a tiros em um bar na Av. Paraíba. Assim como os outros dois casos, não há pistas dos assassinos nem informações sobre o que teria motivado o crime.

Entre a noite da sexta-feira (5) e a manhã do sábado (6), a PM já havia registra outros quatro homicídios na Grande Natal. Na capital potiguar, os assassinatos estãos sendo investigados pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Tangará
Em Tangará, o crime aconteceu por volta das 19h30 do sábado. Alan Antônio da Silva, de 24 anos, foi alvo de tiros na rua Pedro Clementino. Ele ainda foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital. A PM ainda fez buscas, mas nenhum suspeito foi encontrado.

Macau
Em Macau, o assassinato também aconteceu na noite do sábado. O crime aconteceu na rua Feliciano Tetéo, no bairro Porto de São Pedro. Segundo a polícia, um homem em uma motocicleta fez os disparos e fugiu logo em seguida. A vítima foi identificada como Sérgio Ricardo Rocha de Araújo, de 34 anos. Diligências também foram feitas pela região, mas ninguém foi preso.

 
 
 

Nísia Floresta
Por fim, segundo o Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep), um duplo homicídio foi registrado também na noite do sábado em Nísia Floresta, cidade da região Metropolitana da capital potiguar. Damião Glariston do Nascimento, de 34 anos, e Anderson Golçalves da Rocha, de 23, foram mortos a tiros numa rua projeta na praia de Barreta.

Nove armas apreendidas
A Polícia Militar informou que vem intensificando o patrulhamento para garantir um carnaval seguro à população. Nestes primeiros dias de folia, foram apreendidas nove armas de fogo e 38 munições de diversos calibres somente na região Metropolitana. Além das armas e munições, também foi apreendido mais de um quilo de drogas, três veículos com queixa de roubo foram recuperados e quatro foragidos da Justiça recapturados e devolvidos ao sistema prisional.

Polícia Militar intensificou patrulhamento na região Metropolitana da capital potiguar  (Foto: Divulgação/PM)
Polícia Militar intensificou patrulhamento na região Metropolitana da capital potiguar (Foto: Divulgação/PM)

Secretaria de Segurança Pública anuncia Plano de Operações para o Carnaval 2016

OPeração-Carnaval-e1454689096998

Com o objetivo de oferecer à sociedade o máximo de segurança e tranquilidade, a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) apresentou na manhã desta sexta-feira (5), o plano de segurança pública para desenvolver a Operação “Carnaval Mais Seguro”. A coletiva de imprensa foi realizada no auditório da governadoria, no Centro Administrativo, em Natal.

O planejamento operacional contará com ações da Policia Militar, Polícia Civil, Corpo de Bombeiros e Instituto Técnico-Científico de Polícia do RN, integradas a Polícia Rodoviária Federal (PRF), Polícia Federal, Guardas Municipais e Serviço Móvel de Urgência (SAMU). As ações começam na noite desta sexta-feira (05) e se estendem até a Quarta-feira de Cinzas (10).

Para o Carnaval, o Governo do Estado investirá um total de R$ 721.200 mil em diárias operacionais e de viagem, sendo R$ 600 mil para a Polícia Militar, R$ 21.200 mil para o Corpo de Bombeiros e R$ 100 mil para a Polícia Civil.

TJRN anula absolvição e reabre julgamento da operação Batalhão Mall

Entre as denúncias feitas pelo MP, está a retirada de combustível de viaturas da Polícia Militar (Foto: Divulgação/MP)
Entre as denúncias feitas pelo MP, está a retirada de combustível de viaturas da Polícia Militar (Foto: Divulgação/MP)

G1 – A Câmara Criminal do Tribunal de Justiça recebeu nesta quinta-feira (4) a denúncia do Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN) sobre a operação Batalhão Mall. Assim, a absolvição dos acusados foi anulada e o julgamento terá continuidade. A operação prendeu em 2011 policiais militares e empresários envolvidos em um suposto esquema de corrupção na cidade de Assú, na região Oeste do Rio Grande do Norte.

A apelação criminal, movida pelo MPRN, pedia a anulação da sentença de primeiro grau, que inocentava os envolvidos no caso. Como o órgão julgador do TJ potiguar recebeu a denúncia, a sentença inicial foi anulada.

A operação foi deflagrada em junho de 2011 quando 15 pessoas foram presas, entre empresários, comerciantes e policiais militares em Assu. A acusação do MPRN é que alguns oficiais e praças lotados na cidade prestavam serviços típicos da segurança particular a empresas da região, dentre instituições financeiras de alto porte e postos de combustível.

Os crimes praticados envolveram corrupção ativa, passiva e peculato contra a administração pública militar. Os atos delituosos ocorriam através de acordos com pontos bases de viaturas e vendas do serviço policial (como escolta de transporte de valores e de vigilância 24 horas) fazendo uso de viaturas, da estrutura da PM e de policiais em serviço. Além disso, também havia a apropriação de combustível extraído ilicitamente para os veículos oficiais e particulares, sob o conhecimento dos comandantes dos batalhões. A argumentação do MPRN foi validada com base nos artigos 77 do Código Penal Militar e 41 do Código de Processo Penal.

Bebê de 1 ano e mãe são baleados durante assassinato do pai

Samu em atendimento aos feridos/ Marcelino Neto
Samu em atendimento aos feridos/ Marcelino Neto

Um jovem de 22 anos foi morto a tiros na noite desta quinta-feira (4) no bairro São Manuel, emMossoró, cidade da região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia Militar, a mulher e um filho do casal, um menino de 1 ano, foram baleados e socorridos ao Hospital Regional Tarcísio Maia.

Segundo a PM, o crime aconteceu na Rua da Harmonia. Bruno Henrique da Silva Ferreira estava na frente de casa com a mulher e a criança quando dois homens chegaram em uma motocicleta e começaram a atirar.

As vítimas foram socorridas, mas Bruno não resistiu. A mulher levou um tiro na região das nádegas e a criança foi baleada próximo a clavícula. O estado de saúde dos dois é considerado estável.

De acordo com a polícia, Bruno tinha sofrido uma tentativa de homicídio em 2011. A polícia acredita que o motivo do crime tenha sido acerto de contas. Ninguém foi preso.

G1

Agentes evitam fuga de detentos em penitenciária de Mossoró, no RN

Agentes penitenciários e policiais militares reforçaram a segurança do presídio (Foto: Marcelino Neto/O Câmera)
Agentes penitenciários e policiais militares reforçaram a segurança do presídio (Foto: Marcelino Neto/O Câmera)

Agentes penitenciários evitaram uma fuga na madrugada desta quarta-feira (3) na Penitenciária Agrícola Dr. Mário Negócio, em Mossoró, cidade da região Oeste do Rio Grande do Norte. Segundo a direção da unidade, cinco detentos já estavam no pátio, prontos para escapar.

Ainda de acordo com a direção, os agentes perceberam uma movimentação por volta de 1h. Cinco detentos estavam no pátio e, possivelmente, abririam passagem para outros presos do Pavilhão 4. Atualmente, 86 homens estão detidos no referido pavilhão.

Grades de 10 das 16 celas foram serradas. A direção precisou remanejar os 86 homens para outros pavilhões ainda durante a madrugada.

Mário Negócio
Vinte e dois presos já escaparam da Penitenciária Agrícola Dr. Mário Negócio este ano. Foi na unidade, inclusive, que aconteceu a primeira fuga de 2016, e logo no 1º dia do ano. Na ocasião, 16 detentos escaparam. Outros dois detentos fugiram no dia 22 de janeiro, outros dois também escaparam no dia 29 e mais dois fugiram no dia 30.

Em 2016, em todo o sistema prisional do estado, já foram registradas 10 fugas. Em pouco mais de um mês, 89 detentos conseguiram escapar.

G1

Jovem é vítima de bala perdida no 17º andar de prédio na Grande Natal

sabrina

Uma adolescente de 17 anos foi vítima de uma bala perdida durante uma briga de trânsito em Nova Parnamirim, na Grande Natal. Sabrina Bezerra estava com duas primas na janela de um apartamento, no 17º andar de um prédio, quando foi atingida no pulso. O fato aconteceu na noite de sábado (30).

Sabrina contou que estava com as primas observando uma festa que acontecia no prédio em frente quando começou uma briga de trânsito na rua do edifício. Ela percebeu quando uma das pessoas envolvidas na briga sacou uma arma. As primas de Sabrina se abaixaram, mas ela continuou de pé, observando a confusão, e acabou ferida.

Sabrina Bezerra passou por uma cirurgia e passa bem. Ela usou uma rede social para fazer um desabafo: “Eu super de boa, na janela de uma apartamento do décimo sétimo andar e de repente sou vítima de uma bala perdida… Tudo isso por uma confusão no trânsito! Onde vamos parar?? Quando o amor ao próximo prevalecerá no coração de cada um?”, postou a jovem.

As pessoas envolvidas na briga de trânsito, inclusive o homem que efetuou o disparo, ainda não foram identificadas.

Sabrina fez desabafo em rede social (Foto: Reprodução/Facebook)
Sabrina fez desabafo em rede social (Foto: Reprodução/Facebook)

Criminosos explodem caixa e agência fica destruída em Afonso Bezerra, RN

Em Afonso Bezerra, agência do Banco do Brasil ficou destruída (Foto: Divulgação/PM)
Em Afonso Bezerra, agência do Banco do Brasil ficou destruída (Foto: Divulgação/PM)

Criminosos invadiram uma agência do Banco do Brasil e explodiram um caixa eletrônico na madrugada desta segunda-feira (1º) no município de Afonso Bezerra, distante 168 quilômetros deNatal. De acordo com a Polícia Militar, a agência ficou totalmente destruída. Após o crime, houve troca de tiros entre a quadrilha e a PM. Até agora ninguém foi preso.

Segundo o cabo Santos, comandante do destacamento da PM da cidade, 15 homens armados invadiram a agência por volta das 1h30. Eles conseguiram explodir o caixa e a agência ficou completamente destruída. Prédios ao lado da agência ficaram com parte da estrutura comprometida.

A quadrilha fugiu em três carros. “Na fuga, iniciamos uma perseguição e houve troca de tiros nas proximidades de Pedro Avelino. Não sabemos se algum criminoso ficou ferido porque eles conseguiram fugir por uma região de mata. Ainda fazemos buscas na região”, informou o cabo Santos. A polícia ainda não sabe quanto foi levado do estabelecimento.

G1

Homem é morto após assaltar padaria na Zona Sul de Natal

padaria_EPj6aXN
Crime aconteceu no Conjunto Cidade Satélite (Foto: Tom Guedes/Inter TV Cabugi)

Um homem foi morto na noite desta sexta-feira (29) após assaltar uma padaria localizada no Conjunto Cidade Satélite, na Zona Sul de Natal. O crime aconteceu por volta das 18h30 na Panificadora Visão.

De acordo com a Polícia Militar, o homem entrou no estabelecimento comercial e anunciou o assalto. Ele chegou a disparar contra uma funcionária, mas a arma falhou. Quando o assaltante saiu da padaria foi alvejado por um homem não identificado. Até a publicação desta matéria, a polícia ainda não tinha a identificação do assaltante.

Do G1

Ladrões fazem reféns durante tentativa de assalto a livraria em Natal

Depois que se renderam, criminosos foram levados para a delegacia (Foto: 190RN)
Depois que se renderam, criminosos foram levados para a delegacia (Foto: 190RN)

Uma tentativa de assalto com reféns mobilizou a Polícia Militar no início da tarde desta sexta-feira (29) no bairro de Cidade Alta, na Zona Leste de Natal.

Dois criminosos trancaram clientes e funcionários dentro da livraria Arco-Íris, que fica na Av. Rio Branco, uma das mais movimentadas da região.

A PM cercou a loja e houve negociação. Após receberem coletes à prova de balas, os dois assaltantes se entregaram. Não houve feridos.

Investigação de chacina que vitimou cinco mulheres no RN tem reviravolta

Patrícia Regina Nunes (dona do estabelecimento), Cássia Rayane Santiago Silva, Maria Daiane Batista e Antônia Francisca Bezerra Vicente são quatro das cinco vítimas (Foto: Divulgação/PM)
Patrícia Regina Nunes (dona do estabelecimento), Cássia Rayane Santiago Silva, Maria Daiane Batista e Antônia Francisca Bezerra Vicente são quatro das cinco vítimas (Foto: Divulgação/PM)

Pai de três filhos, Francisco de Assis mora em Macaíba, cidade da Grande Natal, onde vive com a companheira há 17 anos. Disse que está sem trabalho e que desde agosto, quando deixou a cadeia, tem vergonha de sair de casa e encarar a sociedade. “Para provar que eu não tenho nada a ver, minha esposa vendeu a casa. Vergonha”, contou.

Em depoimento à Polícia Civil de Macaíba, logo após a chacina, a irmã de Francisco disse que ele era sócio do prostíbulo. Lá, segundo a mulher, ele fornecia bebidas e cigarros para as garotas de programa. Hoje, a polícia acredita que ela mentiu. “Na minha concepção, a irmã dele criou uma história. Depois que ela prestou o depoimento, nós achamos por bem pedir a prisão temporária de Francisco. Durante esses 30 dias, nós não encontramos nenhum elemento que viesse a colocar ele na cena da chacina”, disse o delegado Normando Feitosa.

Para a defesa de Francisco, o pedido de prisão temporária na época do crime foi precoce porque não havia elementos suficientes para incriminá-lo. “Demandaria um pouco mais de apuração de indícios para a decretação da prisão temporária. Se esses indícios tivessem sido suficientes para o requerimento da prisão, mas que ela durou além do prazo razoável porque não houve evolução e confirmação daqueles fatos no continuar das investigações”, disse o advogado Arsênio Pimentel.

Normando não concorda que tenha agido de forma precipitada. “Não houve precipitação, porque diante daquela situação, se eu deixasse de pedir a temporária ou qualquer medida cautelar, eu estaria em uma situação delicada”, rebateu o delegado.

Agora, nem a polícia nem a família sabem o paradeiro da mulher, que pode responder judicialmente pelo que fez. “Falso testemunho. Se for comprovado que ela inventou toda a situação, acusando seu irmão indevidamente, ela vai pagar pelo que fez”, afirmou Normando Feitosa.

Do G1

 

Trio arromba cofre de armamento em agência da Caixa na Zona Sul de Natal

Agência alvo dos criminosos fica na Av. Ayrton Senna, na Zona Sul de Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Agência alvo dos criminosos fica na Av. Ayrton Senna, na Zona Sul de Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Criminosos arrombaram o cofre de armamento da agência da Caixa Econômica Federal da Av. Ayrton Senna, na Zona Sul de Natal. De acordo com a Polícia Federal, os criminosos quebraram uma janela e invadiram o estabelecimento na madrugada desta quinta-feira (28).

Ainda segundo a PF, três homens participaram do crime. “Não sabemos quantas armas eles levaram. Mas, se foram armas usadas pela vigilância da agência, foram revólveres, pois são o tipo de armamento que a segurança tem autorização para usar”, ressaltou o delegado Rubens França.

O trio ainda tentou arrombar um cofre com dinheiro, mas não conseguiu.

G1

Polícia Federal deflagra a 22ª fase da Lava Jato e cumpre 23 mandados

Adriana Justi e Camila Bomfim do G1 PR e da TV Globo, em Brasília

A Polícia Federal (PF) cumpre a 22ª fase da Lava Jato na manhã desta quarta-feira (27) em São Paulo e Santa Catarina. Serão cumpridos 23 mandados judiciais, sendo seis de prisão temporária, 15 mandados de busca e apreensão e dois de condução coercitiva, quando a pessoa é obrigada a prestar depoimento. Em São Paulo, a ação ocorre na capital, Santo André e São Bernardo do Campo e, em Santa Catarina, em Joaçaba.

João-Vaccari-Neto1A operação foi batizada de Triplo X e tem como alvo investigados suspeitos de abrir empresas offshores e contas no exterior para ocultar e disfarçar o crime de corrupção com o pagamento de propina.

A ação também mira negócios da Cooperativa Habitacional dos Bancários de São Paulo (Bancoop). São negócios relacionados a apartamentos que não foram entregues e estão de propriedade da empreiteira OAS, uma das investigadas na Lava Jato.

Há uma suspeita de que unidades imobiliárias da Bancoop/OAS teriam sido utilizadas para repasse de propina. Inclusive no prédio onde OAS tem um apartamento que, segundo investigações, seria destinado ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Um dos apartamentos investigados, segundo a PF, seria de familiares do ex-tesoureiro do Partido dos Trabalhadores (PT) João Vaccari Neto. Ele já foi preso pela Lava Jato e está detido no Complexo Médico-Penal em Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba.

Segundo o Ministério Público Federal (MPF), a empreiteira OAS participava do chamado “clube” de empresas que, por meio de um cartel, fraudava as licitações da Petrobras. Para conquistar os contratos, as empresas pagavam propina a diretores da Petrobras e a partidos políticos, com a intermediação de operadores.

Entre os crimes investigados na atual fase estão corrupção, fraude, evasão de divisas e lavagem de dinheiro. Oitenta policiais participam da ação.

A prisão temporária tem prazo de cinco dias e pode ser prorrogada pelo mesmo período ou convertida em preventiva, que é quando o investigado fica preso à disposição da Justiça sem prazo pré-determinado. Os presos serão levados para a Superintendência da PF, em Curitiba.

21ª fase
Deflagrada no dia 24 de novembro e batizada de “Passe livre”, a 21ª fase prendeu o pecuarista José Carlos Bumlai sob a suspeita de envolvimento no esquema de corrupção na Petrobras.

O nome do empresário, que é amigo do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, apareceu em depoimentos de colaboração premiada de Eduardo Musa, ex-gerente da Petrobras, e do lobista Fernando Baiano.

De acordo com o juiz Sérgio Moro, que autorizou a prisão de Bumlai, Eduardo Musa relatou que recebeu 720 mil dólares de propinas em depósitos feitos em conta na Suíça, com pagamentos feitos por Fernando Schahin, ex-executivo do grupo.

Além disso, o delator declarou que foi utilizado um argumento tecnicamente falso para o direcionamento da contratação da Schahin para operar o navio-sonda Vitória 10.000.
Baiano afirmou que Bumlai recebeu R$ 2 milhões em propina. O dinheiro, conforme colaboração premiada do lobista, era o pagamento em virtude da intermediação de Bumlai junto ao ex-presidente Lula para um contrato com a petrolífera.

Em novembro de 2015, Bumlai foi chamado a depor na CPI da Câmara para falar da suspeita de que teria intermediado empréstimo de R$ 60 milhões do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para o Banco Schahin, mas o pecuarista ficou em silêncio diante das perguntas dos deputados.

Bumlai conseguiu um habeas corpus no Supremo Tribunal Federal (STF) para exercer o direito de ficar calado.

O empresário está preso na carceragem da Polícia Federal (PF) em Curitiba.
No dia seguinte, a PF também prendeu o sócio do banco BTG Pactual André Esteves. Ele é suspeito de planejar obstruir as investigações da Operação Lava Jato, de acordo com a Procuradoria-Geral da República (PGR). O banqueiro já foi o 13º mais rico do país e cumpre prisão domiciliar desde dezembro do ano passado.

Além dele, também foram presos o senador Delcídio Amaral (PT-MS), o chefe de gabinete dele, Diogo Ferreira, e o advogado Édson Ribeiro.

Criminosos armados explodem caixa de banco em Rafael Fernandes, no RN

cartão-pronto2 - Copia - CopiaCriminosos explodiram uma agência do Bradesco na madrugada desta quarta-feira (27) no município de Rafael Fernandes, na região Oeste do Rio Grande do Norte. De acordo com a Polícia Militar, 10 homens fortemente armados invadiram o estabelecimento. Ninguém foi preso.

Segundo o soldado Cleitano de Freitas, do 7º Batalhão da PM, o crime aconteceu pouco antes das 4h. A quadrilha estava dividida em dois carros. Os assaltantes invadiram o local e explodiram o caixa. Parte da agência ficou destruída.

“Na fuga, eles atiraram pelas ruas. É como sempre acontece”, lamentou o soldado. A PM faz buscas na região.

G1