Category: Policial

Vigilante é esfaqueado e tem arma e colete roubados na Grande Natal

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

Um vigilante foi esfaqueado durante um assalto na noite desta quarta-feira (13) na estação de tratamento da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) em Parnamirim, na Grande Natal. De acordo com a Polícia Militar, os criminosos levaram a arma e o colete da vítima. Ninguém foi preso.

A estação de tratamento do Jiqui fica na Av. Ayrton Senna. O vigilante estava fazendo uma ronda quando seis homens saíram do mato e anunciaram o assalto. Os colegas do vigilante informaram que os criminosos estavam com facas e uma espingarda.

O vigilante sofreu duas facadas nas costas e foi socorrido ao Pronto-socorro Clóvis Sarinho. Segundo a equipe médica, ele está consciente. Os assaltantes não foram encontrados.

Assaltos a vigilantes
Este é o terceiro caso de assalto a vigilantes em nove dias. No dia 4 de abril, um vigilante foi baleado no pescoço dentro de uma farmácia na Avenida João Medeiros Filho, uma das mais movimentadas da Zona Norte da capital potiguar. Ele estava trabalhando na segurança do estabelecimento quando dois criminosos o renderam e roubaram a arma e o colete dele. Na fuga, mesmo sem que Jeimyson Nunes de Azevedo tenha esboçado qualquer reação, um dos assaltantes apontou a arma e atirou.

A bala atingiu a coluna cervical e o vigilante ficou paraplégico. Na última sexta-feira (8), um adolescente de 16 anos se apresentou à 12ª Delegacia de Polícia Civil e confessou participação no assalto. O suspeito foi ouvido e liberado.

Já nesta segunda-feira (11), dois homens armados renderam o vigilante de um cartório no bairro Igapó, na Zona Norte de Natal e levaram o aparelho celular, a arma e o colete balístico que ele usava. Na fuga, os criminosos ainda levaram a motocicleta de um cliente.

Do G1

Homem tenta invadir casa e morre ao cortar o pescoço no portão

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

Um homem de 34 anos morreu nesta terça-feira (12) depois de tentar cometer um furto no bairro de Petrópolis, na Zona Leste. De acordo com a polícia, Klebson do Nascimento Targino sofreu um choque em uma cerca elétrica e depois feriu o pescoço no portão da residência que tentava invadir.
Ainda segundo a polícia, era noite quando Klebson decidiu pular o muro da casa em Petrópolis. Ele teria desequilibrado depois de entrar em contato com a corrente elétrica da cerca de proteção.
Ao cair, ainda de acordo com a polícia, Klebson Targino feriu o pescoço em uma ponta de ferro no portão da residência.
A polícia informou que ele ainda tentou fugir correndo, mas desabou metros depois por conta dos ferimentos. Klebson morreu no local.

Insegurança total:Presos fazem ‘pirâmide humana’ e fogem da Cadeia Pública de Mossoró

cadeia_publica

G1 – Quatro presos fugiram da Cadeia Pública de Mossoró, na região Oeste do Rio Grande do Norte, na manhã desta segunda-feira (11). De acordo com Zemilton Pinheiro da Silva, diretor da Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape), a fuga aconteceu durante o banho de sol.

“Os presos fizeram uma pirãmide humana, se apoiando uns nos outros, tiveram acesso ao telhado e fugiram”, informou o diretor da Coape. A Cadeia Pública de Mossoró tem capacidade para 140 detentos, mas está com 199 detentos. Quatro agentes penitenciários por plantão são responsáveis por tomar conta dos detentos.

O sistema prisional do Rio Grande do Norte passa por uma grave crise e já contabiliza 153 detentos que conseguiram escapar somente este ano. No último domingo (10), seis presos fugiram da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, a maior unidade prisional do estado.

Calamidade
O governo do Rio Grande do Norte renovou por mais seis meses o decreto de calamidade no sistema prisional potiguar. A renovação, assinada pelo governador Robinson Faria, foi publicada na edição do dia 17 de março do Diário Oficial do Estado (DOE). O documento diz que a renovação tem por objetivo “legitimar a adoção e execução de medidas emergenciais que se mostrarem necessárias ao restabelecimento do seu normal funcionamento”.

Presos quebram parede, se arrastam por buraco e escapam de Alcaçuz

Fugitivos foram identificados como Bruno Mitchell Carvalho de Farias, Diego Gregório Meirelles Santos, Francisco Damião Virgilio de Oliveira, Janailson Pereira, Maciel Germano da Silva e Thiago da Silva Bento (Foto: Divulgação/Coape)
Fugitivos foram identificados como Bruno Mitchell Carvalho de Farias, Diego Gregório Meirelles Santos, Francisco Damião Virgilio de Oliveira, Janailson Pereira, Maciel Germano da Silva e Thiago da Silva Bento (Foto: Divulgação/Coape)

G1 – Seis presos fugiram na madrugada deste domingo (10) da Penitenciária Estadual de Alcaçuz, maior unidade prisional do Rio Grande do Norte. A informação foi confirmada por Zemilton Pinheiro da Silva, diretor da Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape).

Depois que quebraram parede, presos se arrastaram até o pé do muro e escavaram um buraco, por onde escavaram  (Foto: Foto: Divulgação/Coape)

Segundo Juciélio Barbosa da Silva, vice-diretor da unidade, os presos quebraram a parede da quadra do pavilhão 2, entre as guaritas 3 e 4, e rastejaram até o muro da penitenciária. Lá, eles cavaram um buraco e escaparam.

Após a fuga, uma revista estrutural foi feita na unidade e o buraco foi fechado. Os fugitivos foram identificados como Bruno Mitchell Carvalho de Farias, Diego Gregório Meirelles Santos, Francisco Damião Virgilio de Oliveira, Janailson Pereira, Maciel Germano da Silva e Thiago da Silva Bento.

Ao todo, Alcaçuz tem aproximadamente 1.100 presos. A penitenciária fica na cidade de Nísia Floresta, na Grande Natal.

Diretor baleado
O diretor de Alcaçuz foi baleado na frente de casa na manhã de sábado (9). Ivo Freire foi atingido na perna e socorrido para o pronto-socorro Clóvis Sarinho. O crime aconteceu no bairro Cidade Verde, em Parnamirim. Segundo a PM, ele saía de casa acompanhado da esposa quando um carro parou em frente à residência e dois homens desceram atirando. Ninguém foi preso. No início de março, Ivo Freire levou uma pedrada na cabeça durante uma revista no pavilhão 2 da unidade prisional.

Fugas em 2016
Com a fuga de Alcaçuz neste domingo, chega a 149 o número de detentos que conseguiram escapar este ano do sistema prisional potiguar. Antes, no dia 4 de abril, quatro presos serraram as grades de uma cela e pularam o muro no CDP de Patu, no Oeste potiguar.

Calamidade
O governo do Rio Grande do Norte renovou por mais seis meses o decreto de calamidade no sistema prisional potiguar. A renovação, assinada pelo governador Robinson Faria, foi publicada na edição do dia 17 de março do Diário Oficial do Estado (DOE). O documento diz que a renovação tem por objetivo “legitimar a adoção e execução de medidas emergenciais que se mostrarem necessárias ao restabelecimento do seu normal funcionamento”.

Irmãos são mortos a tiros dentro de casa em Natal

G1 – Dois irmãos foram mortos a tiros enquanto dormiam na madrugada deste domingo (10). O crime aconteceu dentro da casa das vítimas no bairro Nossa Senhora da Apresentação, na Zona Norte de Natal. As vítimas foram identificadas como João Maria Santos da Silva, de 22 anos, e José Francisco dos Santos Rodrigues, de 19 anos.

De acordo com a Polícia Militar, dois homens encapuzados entraram no quarto onde os irmãos dormiam e efetuaram os disparos. Os criminosos fugiram. Ainda segundo informações da PM, os irmãos eram usuários de droga.

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

Jornalista do Nominuto é vítima de arrastão em pizzaria

noticia_139398_340x295

Uma jornalista do portal Nominuto foi vítima de um arrastão realizado em uma pizzaria na avenida Abel Cabral, em Nova Parnamirim na noite desta quinta-feira (7). Por volta das 21h, três criminosos invadiram o estabelecimento e renderam cerca de 15 pessoas, entre os clientes e funcionários.

Gerlane Lima estava na companhia do esposo quando os criminosos anunciaram o roubo. “É agradecer a Deus por estar viva. Os bandidos o tempo todo dizendo que iriam atirar. Chegou a empurrar um dos garçons, que já era um senhor. Chegou a agredir a moça que estava no caixa. Esnobaram muito, disseram que nem sabia que naquela noite iriam tomar uísque. Na hora de sair ainda deram boa noite”, disse.

Além de agir com violência e roubar todos os pertences dos clientes, os bandidos ainda levaram o aparelho que registra as imagens das câmeras de segurança.

De acordo com a polícia, os bandidos fugiram em um veículo do tipo Punto. Algum tempo depois, o carro foi localizado na localidade de Cajupiranga, em Parnamirim. Ainda segundo a polícia, um dos suspeitos foi apreendido.

Mãe se revolta com morte de filho em Natal; ‘por causa de um celular’

Maria das Graças de desespera ao falar da morte do filho, o estudante de pedagogia Joaquim Zacarias da Silva Neto, de 29 anos, vítima de latrocínio em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Maria das Graças de desespera ao falar da morte do filho, o estudante de pedagogia Joaquim Zacarias da Silva Neto, de 29 anos, vítima de latrocínio em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

12932693_1156401491048261_2521699525494911064_n

“Mataram o meu filho por causa da porcaria de um celular”. O misto de revolta e a tristeza vem de Maria das Graças Silva, mãe do estudante de pedagogia Joaquim Zacarias, morto durante um assalto na noite desta quarta-feira (6). O crime aconteceu no bairro de Nazaré, na Zona Oeste de Natal.

Joaquim Zacarias da Silva Neto, de 29 anos, tinha acabado de deixar a namorada em casa, na rua Raimundo Filgueira, quando foi abordado por dois criminosos em uma motocicleta. Eles atiraram e a vítima foi atingida na cabeça e no tórax. Joaquim ainda foi socorrido, mas morreu a caminho do hospital.

“A sogra dele ligou para mim e disse: dona Graça, chame Djanira que eu quero falar com ela. Eu disse: mataram Joaquim, foi? Ela disse: não, dona Graça. Eu disse: ‘fala, droga! Mataram o meu filho, não foi? Por causa da porcaria de um celular que ele trabalhou para comprar”, desabafou.

Joaquim era estudante de pedagogia e fazia parte de um grupo de teatro da igreja católica. “Era um rapaz gente boa, só vivia na igreja. Saia da faculdade para o trabalho e do trabalho para a casa da namorada. Não vivia em festa”, lamentou um amigo da família.

A polícia não sabe se Joaquim reagiu ou não ao assalto. O caso está sendo investigado pela Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Do G1

No RN, homem furta boi e coloca o animal dentro de um Fiat Uno

boi

G1 – Um agricultor de 31 anos foi preso na madrugada desta quarta-feira (6) suspeito de ter furtado um boi de uma fazenda na zona rural de Upanema, município da região Oeste potiguar. O animal foi encontrado dentro de um Fiat Uno. Um adolescente de 15 anos, que também estava no carro, acabou apreendido.

Chefe de investigações da Delegacia de Polícia Civil de Upanema, Sérgio Henrique contou ao G1que o agricultor nega o crime. “Ele disse que o adolescente pegou o carro escondido e saiu para dar uma volta, e que também foi o garoto, sozinho, quem furtou o animal e o colocou dentro do Uno”, afirmou. “Só que o carro quebrou, e ele foi encontrar com o rapaz para tentar ajeitar o carro. Por coincidência, quando ele chegou para pegar o carro, foi na mesma hora que a polícia chegou”, acrescentou.

O policial contou que a prisão foi feita pela PM, que fazia buscas na região na tentativa de encontrar ladrões que haviam acabado de roubar um posto de combustíveis. “Os policiais estavam atrás dos assaltantes, mas acabaram se deparando com um Fiat Uno com um boi dentro. Uma cena realmente inesperada”, comentou.

Renato Medeiros, blogueiro da região, fotografou o animal ainda dentro do Fiat. Pela imagem dá para ver que o banco traseiro foi retirado para que o boi coubesse dentro do veículo, dividindo o espaço com dois botijões de gás.

Sérgio Henrique disse que o adolescente foi liberado na presença dos pais. Já o agricultor, permanece preso.

Depois de resgatado pelos policiais, boi foi devolvido ao dono  (Foto: Renato Medeiros)
Depois de resgatado pelos policiais, boi foi devolvido ao dono (Foto: Renato Medeiros)

Casal é executado a tiros no interior do RN; criança de 5 anos é poupada

G1 – Um casal foi executado a tiros na noite desta terça-feira (5) na zona rural do município de Florânia, distante 216 quilômetros de Natal. De acordo com a Polícia Militar, uma menina de 5 anos, filha da vítima, presenciou o crime. Ninguém foi preso.

O duplo homicídio aconteceu por volta das 18h na estrada do Santuário das Graças. Segundo a PM, Anita Ferreira Barbosa, de 38 anos, e Joseano Pereira Dias, de 29, foram abordados por dois homens. A polícia informou que houve uma discussão e, em seguida, a dupla atirou contra o casal. A criança foi poupada.

Ninguém foi preso até o momento. O caso será investigado pela delegacia da cidade.

b86894eabb5193d980339d680f3b2ee1-e1454021395706

Professor morto em falésia foi vítima de latrocínio; suspeitos estão presos

Diogo Nóbrega tinha 26 anos
Diogo Nóbrega tinha 26 anos

Anderson Barbosa Do G1 RN

A Polícia Civil do Rio Grande do Norte confirmou nesta quarta-feira (6) que Diogo Rosembergh da Silva Nóbrega, de 26 anos, professor substituto do Departamento de Engenharia Civil da UFRN, não cometeu suicídio nem tampouco sofreu um acidente, como se chegou a cogitar. Segundo as investigações, o professor foi vítima de um latrocínio (roubo seguido de morte). O corpo do professor foi encontrado no dia 21 de fevereiro deste ano em meio às falésias de Cotovelo, praia do litoral Sul da Grande Natal. Os suspeitos estão detidos.

Ainda de acordo com a polícia, um homem e uma mulher foram presos e um adolescente apreendido. Uma coletiva de imprensa será realizada ainda nesta quarta-feira para apresentar detalhes das investigações e apontar qual foi a participação de cada suspeito no crime.

O caso
Populares que encontraram o corpo do professor relataram que ele estava só de cueca, uma camisa polo e meias. Além disso, o corpo apresentava muitos hematomas. Também havia ferimentos nos braços e pernas e afundamento craniano. Perícia feita pelo Instituto Técnico-Científico de Polícia (Itep) revelou que Diogo morreu em razão de um traumatismo cranioencefálico de ação contundente. Ou seja, foi vítima de uma agressão que causou fratura no crânio e dano físico ao cérebro.

Já o carro do professor, um Ford Fiesta, foi encontrado dois dias depois. Estava na Rua das Tulipas, no conjunto Cidade das Rosas, em São Gonçalo do Amarante, cidade que também faz parte da região Metropolitana da capital potiguar. Na ocasião, a Polícia Civil informou dois jovens foram vistos abandonando o veículo.

Carro de Diogo Nóbrega foi encontrado em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)
Carro de Diogo Nóbrega foi encontrado em São Gonçalo do Amarante, na Grande Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Risco de ficar paraplégico’, diz irmã de vigilante baleado em assalto no RN

img_6337

“O médico disse que ele pode ficar paraplégico. Ele ficou com a bala alojada e precisa fazer uma cirurgia”. A informação é de Jeize Nunes, irmã do vigilante baleado em uma farmácia na noite desta segunda-feira (4).O crime aconteceu na Avenida João Medeiros Filho, na Zona Norte de Natal.

O vigilante Jeimyson Nunes de Azevedo, de 26 anos, estava dentro da farmácia quando foi rendido por dois criminosos. Ele teve a arma e o colete roubados. Na fuga, a dupla atirou e o vigilante foi atingido no pescoço. Jeize Nunes disse que o irmão precisa passar por uma cirurgia. “O médico disse que o edema precisa diminuir para que ele passe pela cirurgia. Ele ficou com a bala alojada”, relatou.

“Acredito em Deus, mas não aceito a crueldade do bandido. Infelizmente, a nossa segurança está um caos. Peço justiça”, disse Jeize. O vigilante Jeimyson está internado no Hospital Walfredo Gurgel.

Crime
O vigilante Jeimyson Nunes de Azevedo, de 26 anos, foi baleado no pescoço na noite desta segunda-feira (4) dentro de uma farmácia na Avenida João Medeiros Filho, próximo ao viaduto de Igapó, na Zona Norte da capital potiguar.

Dois assaltantes entraram no estabelecimento e renderam o vigilante para roubar a arma. Na fuga, a dupla atirou e Jeimyson foi baleado no pescoço. Até o momento, ninguém foi preso.

Do G1

Dupla rouba arma e atira em vigilante de farmácia em Natal

tiro1
Vigilante foi baleado durante assalto em Natal (Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi)

Um vigilante de uma farmácia foi baleado na noite desta segunda-feira (4) no bairro de Igapó, na Zona Norte de Natal. De acordo com a Polícia Militar, dois criminosos invadiram o estabelecimento e roubaram a arma e o colete do vigilante. Na fuga, eles atiraram e a vítima foi atingida de raspão no pescoço.

A farmácia fica na Avenida João Medeiros Filhos, próximo ao viaduto de Igapó. Imagens da câmera de segurança mostram o momento em que a dupla entrou no estabelecimento. Eles abordaram o vigilante para roubar a arma e o colete. Na fuga, os criminosos atiraram e o vigilante foi baleado. Ele foi atingido de raspão no pescoço e passa bem.

Os funcionários e clientes não foram roubados. A polícia fez buscas, mas os assaltantes não foram presos.

Após ser atacada por réu em fórum, juíza volta ao trabalho nesta 2ª, diz TJ

foto-principal

Cinco dias após ter sido atacada por um homem no Fórum Regional do Butantã, na Zona Oeste da capital paulista, a juíza Tatiane Moreira Lima, da Vara de Violência Doméstica, volta ao trabalho nesta segunda-feira (4), informou ao G1 a assessoria de imprensa do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP).

Na última quarta-feira (30), a magistrada ficou meia hora refém nas mãos do vendedor Alfredo José dos Santos, que ameaçou incendiá-la. O agressor exigiu que ela gravasse um vídeo no celular dizendo que ele era inocente das acusações de bater na ex-mulher. O homem, que é réu num processo, culpava equivocadamente Tatiane por ter tirado dele a guarda do filho. Esse processo, porém, não estava com ela, mas sim com outra magistrada.

As imagens das ameaças e da prisão de Alfredo foram gravadas por policiais militares. Logo após a Polícia Militar (PM) deter o homem, num momento de distração dele, as cenas foram compartilhadas pelo aplicativo WhatsApp, viralizando nas redes sociais.

Ainda segundo a assessoria do TJ, o presidente do tribunal, Paulo Dimas de Bellis Mascaretti, e um represente do Conselho Nacional de Justiça (CNJ) irão nesta tarde ao fórum onde a juíza foi atacada para dar apoio a ela.

No domingo (3), Tatiane falou ao Fantástico que se sentiu como as mulheres vítimas de agressões que vê nas audiências. Também disse que, apesar de ter sido agredida por Alfredo, não tem raiva do homem.

“Não tenho sentimento de rancor ou raiva. Fiquei realmente com pena porque vi ali um ato de desespero”, disse a magistrada. “O que percebi foi que eu estava sendo vítima como as mulheres que vêm todos os dias nas audiências”.

Em depoimento à Polícia Civil, Alfredo havia dito que invadiu o Fórum do Butantã e fez Tatiane refém porque “queria chamar a atenção”. Ele alegou que se sentia injustiçado pela juíza por ela ter tirado dele a guarda do filho e a todo momento pedia para os policiais filmarem ele e chamarem a TV.

Réu no processo pelo qual responde pela agressão da ex-mulher, mãe da criança, o vendedor tinha audiência marcada com a juíza na tarde da última quarta-feira. Apesar disso, chegou mais cedo, passando direto pela segurança, driblando a revista.

Com uma mochila nas costas repleta de garrafas com líquido inflamável, ele ateou fogo nas escadas, impedindo que um vigilante armado o detivesse. O segurança chegou a atirar, mas o disparo atingiu uma parede.

Do G1

Divulgadas fotos dos presos que fugiram do CDP de Patu, no RN

presos_62CFDJQ

A direção do Centro de Detenção Provisória de Patu, na região Oeste potiguar, divulgou há pouco as fotos dos quatro presos que fugiram na madrugada desta segunda-feira (4) da unidade. Depois de serrarem as grades de uma cela e pularem o muro, foram resgatados Alisson Kennedy Nogueira dos Santos, Cássio Augusto de Souza, mais conhecido como ‘Cassinho de Bodó’, José Anísio do Nascimento, chamado de ‘Zé Pequeno’, e Fábio Alves do Nascimento, o ‘Chapolim’.

“Eles tinham apoio externo, uma pessoa esperava fora do CDP para levá-los”, disse Zemilton Pereira da Silva, diretor da Coordenadoria de Administração Penitenciária (Coape). O prédio do CDP é um complexo onde também funcionam a companhia da Polícia Militar e a delegacia de Polícia Civil da cidade.

Comandante da PM na região, o capitão Aderlan Bezerra de Araújo disse que está em diligência em busca dos fugitivos

Um dos presos que fugiu, o ‘Cassinho de Bodó’, usou um telefone celular para ligar e conceder uma entrevista a uma rádio de Jucurutu, em fevereiro de 2015. Na época, o detento estava preso na Cadeia Pública de Caraúbas.

Do G1