Chuva de meteoros Gemínidas chegará ao ápice nesta madrugada

Chuva de meteoros
Chuva de meteoros: nome Gemínidas é derivado da constelação de Gêmeos, onde fica o radiante dessa chuva de meteoros (NASA/Reprodução)

chuva de meteoros Gemínidas chegará ao ápice na madrugada desta quinta-feira, 14, e poderá ser vista a olho nu em qualquer lugar do Brasil onde o céu estiver limpo, a partir da meia-noite.

Uma chuva de meteoros ocorre quando, ao orbitar em torno do Sol, a Terra atravessa uma região onde há concentração de poeira e partículas.

Ao entrar na atmosfera, as partículas se incendeiam, formando rastros luminosos no céu – as chamadas “estrelas cadentes”.

As Gemínidas ocorrem anualmente, entre os dias 9 e 19 de dezembro, mas entre os dias 13 e 14 o fenômeno chegará ao seu ápice, quando é possível observar a maior quantidade de meteoros por hora.

Em geral, as Gemínidas produzem, em média, 80 meteoros por hora. Mas em 2017 o fenômeno coincidirá com a Lua no fim de sua fase minguante – o que torna o céu bastante escuro – e o espetáculo poderá ser mais intenso. Em alguns anos, é possível avistar mais de 120 meteoros por hora.

O nome Gemínidas é derivado da constelação de Gêmeos, onde fica o radiante dessa chuva de meteoros. O radiante é o local do céu onde os meteoros parecem ter origem. Assim, para observar o fenômeno, basta olhar para a direção da constelação de Gêmeos.

 

Fonte: https://exame.abril.com.br/ciencia/chuva-de-meteoros-geminidas-chegara-ao-apice-nesta-madrugada/