Com medidas de prevenção, missas voltam a ser celebradas em Natal

Catedral Metropolitana de Natal participa de homenagem às vítimas da Covid-19 de todo o Brasil — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi
Catedral Metropolitana de Natal participa de homenagem às vítimas da Covid-19 de todo o Brasil — Foto: Anna Alyne Cunha/Inter TV Cabugi

O sábado (15) marcou o primeiro dia de retorno das missas presenciais em Natal, após cinco meses da suspensão. Uma série de requisitos para acompanhar as celebrações com segurança foi estabelecida pela Arquidiocese de Natal, em plano de reabertura decreto publicado no último dia 27 de julho.

Na Igreja Matriz de São João Batista, no bairro de Lagoa Seca, logo na entrada, houve medição da temperatura dos fiéis, além de higienização com álcool nas mãos e sanitização dos calçados. O uso da máscara é obrigatório.

No salão, bancos foram isolados para garantir o distanciamento entre os frequentadores. A igreja está com a capacidade liberada para 30% do público. O altar também fica isolado e o aviso nas imagens lembra para não tocá-las.

O cuidado e a prevenção estão em todos os atos. Antes de tocar a comunhão, o padre higieniza as mãos. A hóstia é levada até os bancos e o padre entrega nas mãos dos fiéis.

Durante a missa, o padre José Marcelo falou sobre o momento vivido por todos por causa da pandemia do novo coronavírus e comemorou a volta dos fiéis aos bancos do templo. “O coração do pastor ficou repleto de alegria. Vivendo, então, este sentimento positivo e cheio da esperança de que nós vamos superar tudo isso, o dia é de muita alegria”, falou.

Até que a pandemia acabe, as missas continuam sendo transmitidas pela internet pelas paróquias, já que o decreto vigente ainda restringe o acesso do público às igrejas. Há também o apelo da própria igreja para que todos respeitem as restrições nesta fase de retomada. Crianças com idade inferior a 12 anos e adultos acima de 60 anos, do chamado grupo de risco, são orientados a não comparecerem. “Para facilitar um pouco essa reabertura da igreja, a gente pede encarecidamente que esse público, por enquanto, participe virtualmente da Santa Missa, evitando presencialmente”, completou padre José Marcelo.

De acordo com o calendário divulgado pela Arquidiocese de Natal, está autorizado a partir deste sábado o reinício das celebrações das missas nas Igrejas Matrizes, igrejas dos municípios que não são sede de paróquias e capelas de institutos religiosos.

As igrejas vão seguir as normas fornecidas pelas autoridades sanitárias e cada paróquia tem seu critério para definir o acesso dos fiéis. Na Catedral Metropolitana, por exemplo, há duas possibilidades: a retirada de um bilhete diretamente na igreja ou o cadastro pela internet, nas redes sociais da Catedral. Neste processo, é possível selecionar o horário da missa: sábado, às 16h30; e domingo, às 7h, 9h, 11h e 19h.

A Catedral Metropolitana de Natal também integrou a homenagem simbólica realizada por igrejas de todo o Brasil aos mais de 106 mil pessoas mortos pela Covid-19 no país. Às 12h, houve a a badalação dos sinos, em ato que fez parte do dia de oração pela vida e pelo Brasil, promovida pela Confederência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

G1RN