Covid-19: São Gonçalo do Amarante vai abrir Hospital de Campanha com 10 leitos de UTI e 10 clínicos

Hospital de Campanha de São Gonçalo do Amarante terá 10 leitos de UTI e 10 leitos clínicos  — Foto: Wendell Jefferson
Hospital de Campanha de São Gonçalo do Amarante terá 10 leitos de UTI e 10 leitos clínicos — Foto: Wendell Jefferson

O governo do Rio Grande do Norte, em parceria com a prefeitura de São Gonçalo do Amarante, vai abrir 10 leitos de UTI e 10 leitos clínicos destinados aos pacientes com sintomas ou diagnosticados com a Covid-19 no Hospital de Campanha de São Gonçalo do Amarante. A medida foi anunciada nesta quinta-feira (4), com objetivo de suprir a carência existente na região metropolitana de Natal, que está com a taxa de ocupação de leitos acima de 90%, segundo dados do Regula RN.

A manutenção dos leitos será custeada 70% pelo governo do estado e 30% pelo município de São Gonçalo do Amarante.

Com 871 pessoas, o Rio Grande do Norte registrou na quarta-feira (3) o maior número internações por Covid-19 desde o início da pandemia. A abertura de novos leitos faz parte do Plano de Contingência Estadual de Enfrentamento à Covid-19 com a finalidade de conter o avanço da doença em todo o estado.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) também iniciou a instalação de novos leitos em Mossoró para atender a demanda de pacientes Covid da região Oeste. Serão mais 29 leitos, distribuídos da seguinte maneira: 10 de UTI no Hospital São Luiz e 16 leitos clínicos no Hospital Rafael Fernandes, mais uma UTI e dois outros leitos semicríticos no Hospital Regional Tarcísio Maia. Segundo o órgão, somando aos já existentes na cidade, a estrutura (adulto e pediatria) para atendimento de pacientes vítimas da doença passa a ser de 133 leitos, entre críticos e clínicos.

G1RN