Deputado Francisco diz que vai agilizar trabalhos na Comissão de Educação

O presidente da Comissão de Educação, Ciência e Tecnologia, Desenvolvimento Econômico e Social, deputado Francisco do PT, disse nesta quinta-feira (20), após presidir a primeira reunião ordinária, que pretende se inspirar na dinâmica impulsionada no ano passado pelo deputado Hermano Morais (PSB) que presidiu o grupo, no desenvolvimento dos trabalhos deste ano.

“Pela importância dos temas tratados por esta Comissão, pretendemos seguir o ritmo que ocorreu no ano passado, agilizando a apreciação de votação das matérias que aqui chegam. No entanto, não vamos apenas analisar e apresentar os relatórios para que as matérias continuem na sua tramitação. Vamos promover debates com representantes da sociedade, quando houver necessidade, sobre qualquer um dos temas que estão nas atribuições desta Comissão e vamos também visitar instituições e programas fora da Assembleia Legislativa”, disse o deputado Francisco.

Na reunião, que contou com a presença do deputado Hermano Morais, foram distribuídas quatro matérias para os relatores. Uma delas é o Projeto de Lei 51/19, de iniciativa do deputado Hermano Morais que institui o Selo Contador Amigo da Infância e da Adolescência, que foi distribuído para a deputada Eudiane Macedo (Republicanos).

Outro Projeto, de autoria da deputada Isolda Dantas (PT), reconhece o Município de Mossoró como a Capital Estadual do Onshore do Estado e será relatado pelo deputado Francisco.

Já o deputado Hermano Morais vai ser o relator do Projeto de Lei 381/19, de autoria do deputado Ubaldo Fernandes (PL), que considera como Patrimônio Cultural Imaterial do Estado a Festa de Nossa Senhora da Apresentação, padroeira do município de Natal.
A última matéria distribuída na reunião foi o Projeto de Lei 078/2018, de autoria do então deputado Jacó Jácome, que denomina de Alzira Teixeira Soriano a rodovia RN-129 que liga o município de Lajes ao de Pedra Preta, que também será relatado pelo deputado Hermano Morais.    

Assessoria