DESCASO NO RN: idoso morre enquanto esperava vaga em UTI

Asclepíades Jales de Macedo, de 80 anos, morreu com suspeita de coronavírus — Foto: Cedida pela família
Asclepíades Jales de Macedo, de 80 anos, morreu com suspeita de coronavírus — Foto: Cedida pela família

Após 60 dias que o povo norteriograndense deixou de trabalhar, a maioria permaneceu em casa como determinado pelo decreto do governo Fátima Bezerra, idoso de 80 anos morre a espera de uma UTI.

Ele era da região Oeste do Rio Grande do Norte. O paciente faleceu na noite desta quarta-feira (20), na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de São Rafael, enquanto era preparado pela equipe médica para ser transferido para um leito crítico em um hospital em Caicó, na região Seridó potiguar.

“Na terça-feira, o médico disse que ele não ia resistir mais um dia, se não conseguisse uma UTI”, relata a sobrinha. A vaga só foi encontrada por volta das 17h desta quarta-feira (20), em Caicó, na região Seridó, e a ambulância chegou à unidade em que ele estava internado às 18h, mas o idoso não resistiu e morreu enquanto era preparado para a transferência.

Infelizmente, fora as medidas do “fica em casa”, que não tem comprovação científica para salvação de vidas, a governadora nada fez para solucionar os problemas que estão afetando a saúde do povo.

O povo espera solução por parte do governo, explicações claras do que está fazendo, já que muitos empresários e trabalhadores estão sendo sacrificados para salvar vidas, enquanto a governadora não preparou o Estado nesses mais de 60 dias.

G1

Leave a Comment