Em 20 minutos, motorista é autuado duas vezes pela Lei Seca em Natal

Motorista foi pego fumando skank (Foto: Capitão Styvenson Valentim)
Motorista foi pego fumando skank (Foto: Capitão Styvenson Valentim)

Um homem foi autuado duas vezes, em menos de 20 minutos, ao ser parado em duas barreiras de fiscalização da Lei Seca realizada na madrugada desta quinta-feira (3) na Zona Sul de Natal. Nos dois casos, segundo o capitão da PM Styvenson Valentim, o motorista aparentava estar sob efeito de bebida alcoólica. E, em ambas ocasiões, se recusou a fazer o teste de bafômetro. A diferença, ainda de acordo com o oficial, é que o motorista estava sem habilitação ao ser abordado na segunda blitz, uma vez que o documento havia ficado retido na primeira. 

Styvenson relatou que na primeira blitz, montada no bairro de Ponta Negra, o homem foi abordado e convidado a fazer o bafômetro, mas se recusou. Ao se negar a fazer o teste, ele foi autuado administrativamente, a habilitação dele ficou retida e o carro entregue a uma mulher, que depois de comprovar estar devidamente apta a conduzir o veículo, levou o motorista embora. Já na segunda barreira, montada no bairro de Capim Macio, o mesmo motorista foi novamente flagrado dirigindo o carro. Desta vez, foram autuados os dois, ele e a mulher. 

“Ele, porque voltou a se recusar a fazer o bafômetro e porque estava sem a CNH. E ela, que já não estava mais no carro, porque entregou a direção do veículo para uma pessoa sem habilitação. Conseguimos autuá-la pela ficha que ela preencheu na primeira blitz, quando se responsabilizou em levar o dono do automóvel para casa”, explicou o capitão. 

A operação
A Operação Lei Seca realizada nesta madrugada em Natal contou com cinco pontos de fiscalização. Além das barreiras em Ponta Negra e Capim Macio, a PM e o Detran também montaram duas barreiras no conjunto Morro Branco e uma na Av. Maria Lacerda Montenegro, em Nova Parnamirim, bairro de Parnamirim, na região Metropolitana da capital. Ao todo, foram 61 carteiras de habilitação recolhidas e 8 carros apreendidos.

Segundo o capitão Styvenson Valentim, contou que também chamou a atenção o caso de um motorista que foi flagrado usando drogas dentro do carro. “Além de estar dirigindo bêbado, o homem estava fumando skank”, disse. O skank é uma espécie de maconha cultivada em laboratório e com efeito concentrado. Dentro do carro os policiais encontraram a droga, dois isqueiros uma garrafa de vodka vazia e outra de uísque pela metade.

 

Do G1