Em Natal, escolas vão abrigar moradores de rua durante pandemia do coronavírus

Reunião aconteceu na sede do Executivo local — Foto: Divulgação

A Escola Municipal Santos Reis e o Centro de Convivência Santos Reis, localizados na Zona Leste de Natal, vão acolher 143 pessoas em situação de rua durante a crise do novo coronavírus. A decisão ocorreu após reunião, na tarde de segunda-feira (23), entre o prefeito Álvaro Dias, líderes religiosos e representantes da Secretaria Municipal de Assistência Social (Semtas).

A Prefeitura atende a uma parte desse público em vulnerabilidade social e sanitária, diante do avanço do coronavírus, no Albergue Municipal de Natal e no Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (Centro POP).

“Estamos transferindo o local de acolhimento dessas pessoas, pois precisamos de mais espaço para elas, de modo a atender uma das principais recomendações da Organização Mundial da Saúde e do Ministério da Saúde, no sentido de evitarmos a contaminação pelo coronavírus. Além disso, todos os moradores vão ter abrigo e alimentação 24 horas por dia, ao invés das 12 horas oferecidas anteriormente”, explicou a secretária Andréa Dias.

Na sexta-feira (20), a Defensoria Pública do Estado do Rio Grande do Norte (DPE/RN) e a Defensoria Pública da União em Natal (DPU/RN) emitiram uma recomendação para que a Prefeitura de Natal reforçasse a assistência à população de rua da cidade, em razão do avanço da pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

G1RN